Archive for the ‘Poliftalamida’ Category

RadiciGroup intensifica atuação para atender à indústria automobilística no Brasil

12/04/2017

Como parte da estratégia, a companhia acaba de trazer para o mercado nacional sua nova gama de poliamidas à base de Poliftalamida (PPA) que foi lançada na Feiplastic 2017

Considerada a segunda indústria brasileira de poliamidas e uma das principais líderes mundiais na produção de plásticos de engenharia, a RadiciGroup está ampliando seu portfólio e trazendo para o país uma nova gama à base de Poliftalamida (PPA), o Radilon® Aestus T. Segundo a empresa, trata-se de uma linha com tecnologia de última geração, alto desempenho e resistência a altas temperaturas, que segue alinhada com as tendências e padrões internacionais, principalmente, nos requisitos para atender ao setor automobilístico. Com esta nova oferta, a companhia visa ampliar sua atuação na confecção de componentes próximos ao bloco do motor. O lançamento nacional foi realizado durante a Feiplastic 2017, entre os dias 03 e 07 de abril, em São Paulo.

O ritmo de avanço da indústria automobilística sempre foi dinâmico e, nos últimos anos, tem se intensificado com a oferta de veículos mais personalizados e leves. Indiferente do modelo, desde o básico até os mais pesados, o setor tem substituído cada vez mais peças de metal por componentes plásticos. “O objetivo não é simplesmente, diminuir os custos, mas reduzir o peso dos veículos, aumentar a segurança dos condutores e reduzir a emissão de CO2, melhorando também a eficiência energética dos automóveis. E estes são os principais atrativos do Radilon® Aestus T”, diz Jane Campos – Country Manager da RadiciGroup no Brasil. “Não podemos deixar de mencionar sua elevada temperatura de fusão e de distorção sob carga; excelente resistência ao envelhecimento prolongado na mistura de ar, glicol e álcool-gasolina; e a boa fluidez, o que faz com que a moldagem de peças com espessuras finas seja possível”, complementa.

Além da indústria automobilística, a RadiciGroup atua em diferentes setores da economia, tais como: elétrico/eletrônico, industrial e embalagens. “Neste último, podemos mencionar a parte de embutidos, que também demandam produtos com resistência a altas temperaturas”, acrescenta Jane Campos.

Os principais mercados de referência para o Radilon® Aestus são:

Elétrico/Eletrônico: segundo a Radici, a base de PPA é ideal para a fabricação de materiais para soldagem sem chumbo e componentes que exijam resistência mecânica e a altas temperaturas, tais como aplicações em componentes de chuveiro elétrico e ponteiras de secador de cabelo, entre outros.

Construção: o fabricante afirma que a linha Radilon® Aestus é ideal para a fabricação de acessórios de contato com água quente, a temperaturas de até 85°C, e a vapor em até 120°C. As aplicações incluem válvulas, coletores de distribuição de água quente, carcaças de hidrômetros, sendo o produto indicado também para contato com água potável.

Alimentício: usado em máquinas de distribuição automática de bebidas quentes, principalmente na fabricação de partes resistentes à água quente (até 85°C) e a vapor (até 120°C), bem como componentes que entram em contato com os alimentos, afirma a empresa. Componentes de filtros são uma das aplicações do produto nesse mercado.

“O RadiciGroup conta com uma experiência de mais de 35 anos no campo dos tecnopolímeros” – diz Gianluigi Molteni, Líder de Marketing & Desenvolvimento de Negócios do RadiciGroup Perfomance Plastics Americas & Pacific.

Entre os outros destaques da RadiciGroup na Feiplastic, foram apresentados também a linha de produtos de alto deesempenho:

  • Radilon® HHR: produtos à base de PA 6.6 com propriedades de resistência ao envelhecimento térmico em contato com o ar em temperaturas de até 210°C em contínuo;
  • Radilon® Xtreme: desenvolvidos para aplicações em contato com o ar em temperaturas de até 230°C em contínuo.
  • Radistrong®: polímeros especiais de PA 6 e PA 6.6 com fibras longas, ideais para substituição de metais;
  • Radilon® A e S: poliamidas 6.6 e 6 com fibras de vidro e ampla versatilidade de aplicação devido às propriedades mecânicas, térmicas e químicas – permitindo personalização técnica e variedade de cores;
  • Radiflam® HF: auto-extinguíveis sem halogênio e fósforo vermelho para o setor elétrico;
  • Radilon® DT: tecnopolímeros de cadeia longa, à base de Nylon 6.12, caracterizados por boas propriedades mecânicas e resistência química mesmo em contato com soluções de cloreto de zinco;
  • Radilon® D: tecnopolímeros à base de Nylon 6.10 obtidos através da utilização de um bio-polímero, a PA 6.10, produzida a partir do ácido sebácico (em um percentual equivalente a 64%).

Fonte: Radici

Curta nossa página no

Anúncios

K 2016: Radici aponta os holofotes sobre nova gama de Poliftalamidas

20/10/2016

radici_k2016

A RadiciGroupPerformance Plastics, produtor mundial dos tecnopolímeros, PBT, TPE e POM e área de negócis do RadiciGroup– destaca como atração principal em seu stand (foto) durante a Feira K a sua nova linha de Poliftalamidas (PPA) Radilon® Aestus T.

Com uma história industrial iniciada em 1981, atividades produtivas distribuídas entre Itália, Alemanha, Holanda, Estados Unidos, México, Brasil, China, Índia e uma network comercial global, a RadiciGroupPerformance Plastics está expondo (Stand B10 Hall 06) na feira mundial mais importante para os setores do plástico e da borracha: a K 2016.

Durante o evento, o protagonista absoluto é Radilon® AESTUS T, marca da nova gama à base de Poliftalamidas (PPA) com a qual RadiciGroupPerformance Plastics prossegue no seu plano de desenvolvimento multi geração dos produtos. Os mercados Automotivo, Hidro-termo-sanitário, Equipamentos para a distribuição de bebidas e Elétrico/Eletrônico são, nesta primeira fase, os principais setores de referência para as novas especialidades.

Segundo a Radici, os produtos Radilon® AESTUS T são capazes de garantir não somente a máxima resistência às altas temperaturas, mas também elevada resistência à chama, aos fluidos agressivos e ainda resistência química.

Outras caraterísticas relevantes do Radilon® Aestus T, segundo a Radici, são

  • elevada temperatura de fusão e de distorção sob carga
  • excelente resistência ao envelhecimento prolongado no ar e na glicol e gasolina com álcool
  • boa fluidez que torna possível a produção de peças com espessuras muito finas

Os principais mercados de referência de Radilon® Aestus T são:

Elétrico/Eletrônico: Graças às suas características de atuação, a nova gama à base de PPA é ideal para materiais adequados à soldagem sem chumbo e componentes que requerem elevadas propriedades de resistência mecânica a altas temperaturas. Particularmente importante é a resistência à chama garantida pelo Radilon® Aestus T, projetado para ser classificado V0 segundo a normativa UL94 também sobre espessuras finas.

Hidro-Termo-Sanitário: A gama Radilon® Aestus T é ideal para aplicações resistentes ao contato com água quente até 85 graus. A resistência ao contato com vapor é igual a até 120 graus. Entre as aplicações: válvulas, coletores de distribuição de água quente, caixas coletoras. Radilon® Aestus T é adequado também ao contato com água potável.

Máquinas para a Distribuição Automática de Bebidas Quentes: Também para este setor específico, a nova gama a base de Poliftalamida (PPA) da RadiciGroup é ideal para componentes resistentes ao contato com água quente (até 85 graus) e vapor (até a 120 graus) e componentes em contato com alimentos.

Automotivo: No setor automobilístico, os Radilon® Aestus T são ideais para aplicações como componentes para o sistema de combustível (conectores de gasolina) e componentes resistentes a temperaturas sempre mais elevadas em contato com ar e líquidos de resfriamento (por exemplo o housing de termostatos).

Os mercados mencionados tem uma demanda está em forte crescimento e são setores que frequentemente solicitam produtos fabricados sob medida, com máxima flexibilidade no desenvolvimento e na produção.

Durane a feira, a RadiciGroup  também está destacando a recente conclusão de acordo para a aquisição do negócio “Engineering Polymer Solutions” do grupo americano INVISTA. A operação permite à RadiciGroup– hoje entre os principais produtores a nível global de tecnopolímeros de engenharia de nylon, PBT, TPE e POM –  consolidar e reforçar ainda mais a própria presença nos mercados americano e europeu. Esta operação representa um passo importante no âmbito dos planos de desenvolvimento de RadiciGroup. Graças à aquisição da Engineering Polymer Solutions, a RadiciGroupPerformance Plastics poderá aumentar significativamente a própria capacidade produtiva nos Estados Unidos e na Europa onde a Invista é hoje presente com duas plantas produtivas (Chattanooga, in Tennessee e Born, in Olanda). A RadiciGroup concentrará as atividades de Chattanooga nas suas plantas já presentes na América do Norte – Radici Plastics USA Inc. em Wadsworth (OH) e Radici Plastics Mexico S. de R.L. de C.V., Mexico -, otimizando e unindo em modo sinérgico habilidades, know-how, tecnologias, plantas de vanguarda, homologações ativas e utilizáveis a nível mundial nos setores automotivo, elétrico eletrônico, industrial e bens de consumo. Um valor adicional além do previsto resultará da união das respectivas competências sobre o plano comercial e em termos de posicionamento das marcas com as marcas Torzen® e Radilon®.

Com 2.985 funcionários, um faturamento de um bilhão de euros e uma network de unidades produtivas e sedes comerciais distribuídas entre Europa, América do Norte e Sul e Ásia, o RadiciGroupé hoje líder mundial na produção de uma vasta gama de intermédiários químicos, plásticos de engenharia, fibras sintéticas e não têxteis.

Fonte: Radici Group

Curta nossa página no

Materiais da Solvay estimulam avanços inovadores no “Polimotor 2”, motor automotivo totalmente de plástico

19/05/2015

Solvay-_-motor A Solvay está assumindo um papel de liderança no desenvolvimento do motor automotivo totalmente de plástico Polimotor 2, que será testado em um carro de corrida no próximo ano para demonstrar as exclusivas e avançadas tecnologias de polímeros especiais da empresa, que ajudam a tornar mais leves os motores com a substituição de metais.

O projeto colaborativo vai abrir caminho para avanços inovadores em futuros veículos comerciais. Os motores automotivos são normalmente feitos inteiramente de metal e são a parte mais pesada em um carro. O projeto Polimotor 2 tem como objetivo desenvolver um motor que pesa cerca de 41 kg ou 40% menos do que o peso do motor padrão de produção atual, entre 63 a 67 kg.

A Solvay é a líder do setor em polímeros especiais para a indústria automotiva, que cada vez mais depende dos materiais ultraresistentes da empresa para substituir peças de metal em aplicações no exterior, interior e sob o capô do veículo e ao mesmo tempo atender as regulamentações mais rígidas em relação a combustíveis e emissões.

“O projeto Polimotor é uma oportunidade pioneira para a Solvay Specialty Polymers avançar com suas inovações e expandir sua oferta de materiais que ajudam a reduzir o peso dos veículos”, disse Augusto Di Donfrancesco, presidente da Unidade Global de Negócios Specialty Polymers do Grupo Solvay. “Através desta parceria, vamos desafiar ainda mais nossos limites, mostrando que os nossos polímeros de alto desempenho são soluções para a redução de peso e do consumo de combustível, além de um fator importante na diminuição das emissões de CO2”, disse.

No Polimotor 2, a Solvay irá substituir até dez componentes de metal do motor – incluindo bomba de água, bomba de óleo, válvula de entrada/saída de água, corpo da borboleta, galeria de combustível, engrenagens do eixo de comando de válvulas e outros – com peças feitas a partir de sete de seus polímeros especiais de alto desempenho.

O motor Polimotor 2 de quatro cilindros e duplo comando de válvulas será instalado em um carro conceito Norma M-20, para a corrida de competição na pista de Lime Rock Park, em Connecticut (Estados Unidos), em 2016.  A Solvay contribuiu com um papel importante para o sucesso do primeiro motor Polimotor, concebido pelo engenheiro americano Matti Holtzberg, no início de 1980.

As tecnologias Solvay empregadas no motor incluem, poliamida-imida (PAI) Torlon®, poliftalamida (PPA) Amodel®, polieteretercetona (PEEK) KetaSpire®, poliariletercetona (PAEK) AvaSpire®, polifenilsulfona (PPSU) Radel®, sulfeto de polifenileno (PPS ) Ryton® e fluoroelastômeros Tecnoflon® VPL.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no