Posts Tagged ‘PPS’

Radici apresenta novos polímeros de PPS durante feira Fakuma, na Alemanha

22/10/2017

  • Amplia-se a oferta do RadiciGroup com a introdução de produtos inovadores.
  • Alemanha é um mercado estratégico para o Grupo; Radicigroup está presente no país com fábricas na área química e de polímeros técnicos

Diante de um mercado cada vez mais exigente em termos de inovação e desempenho – especialmente o alemão, reconhecido pela sua indústria automotiva – a estratégia do RadiciGroup é a de se tornar um parceiro de confiança para os clientes, completando a oferta dos chamados “polímeros de alto desempenho”. Durane a Fakuma, o RadiciGroup anunciou oficialmente a expansão da sua gama de plásticos técnicos com as resinas PPS, que polímeros de alto desempenho, particularmente indicados para usos de engenharia.

Segundo o RadiciGroup, as características diferenciais dos novos polímeros Raditeck® P são:

  • Resistência química superior em contato com óleos, combustíveis, solventes e soluções água-glicol
  • Manutenção das propriedades mecânicas após exposição a temperaturas elevadas em contato com o ar e outros fluidos
  • Alta estabilidade dimensional graças a uma higroscopicidade muito baixa
  • Produto “naturalmente” resistente à chama

«Os produtos Raditeck® P foram criados como parte da estratégia do RadiciGroup de continuar a expandir o seu portfolio de produtos especiais” – disse Erico Spini, Gerente de Marketing da Europa do RadiciGroup Performance Plastics – “Eles nos dão a capacidade de apoiar melhor nossos clientes tendo à disposição uma oferta mais completa de materiais, especialmente nos projetos envolvendo inovação e substituição dos metais. Na Fakuma 2017, nós apresentamos cinco grades de Raditeck® P, com conteúdo de carga que varia de 40% de fibra de vidro a 65% de carga mista (mineral e fibra de vidro). Nós estamos prontos para criar novos grades especiais “sob medida”, de acordo com a filosofia de colaboração que sempre influenciou positivamente o relacionamento comercial entre a nossa empresa e os nossos parceiros».

Os principais setores de aplicação dos novos produtos Raditeck® P são:

  • Automotivo – Segundo o RadiciGroup, os novos grades de Raditech apresentam elevada estabilidade dimensional (requerida, por exemplo, para os impulsores e carcaças de bombas), alta resistência química, mesmo em presença de substâncias ácidas,  capacidade de manter as propriedades mecânicas ao longo do tempo mesmo quando expostos a altas temperaturas (>200°C)
  • Gerenciamento de água e eletrodomésticos – O RadiciGroup assegura que o Raditeck® P oferece excelente resistência à hidrólise,  estabilidade dimensional e propriedades mecânicas, incluindo excelente resistência à deformação
  • Elétrico/eletrônico – De acordo com o RadiciGroup, o PPS possui propriedades retardantes de chamas intrínsecas absorção de água praticamente nula. Após a introdução no mercado da linha de produtos Radilon XTreme e o lançamento das PPAs (Radilon® Aestus T) na Feira K no ano passado o RadiciGroup enriquece a sua oferta de polímeros de alto desempenho com os novos produtos à base de PPS, posicionando-se cada vez mais como um interlocutor confiável na implementação de projetos inovadores de seus clientes.

“Outro aspecto do qual estamos particularmente orgulhosos – conclui o Sr. Spini – é a colaboração com os nossos clientes no fornecimento de suporte ao desenvolvimento de projetos, a partir da fase bem inicial. Nós gostamos de nos definir como um “provedor de soluções” porque, além de dar assistência na escolha correta do material, podemos também oferecer um suporte avançado para cálculo estrutural. Esta abordagem de simulação permite obter um modelo do componente estrutural, tipicamente com material reforçado com fibras, que leva em conta todas as variáveis que afetam o processamento e o desempenho da peça, incluindo principalmente a orientação das fibras de vidro. Desta maneira, nós estabelecemos uma relação entre as características mecânicas “locais” da peça e a sua morfologia, influenciada pelos parâmetros usados no processo de moldagem.  Assim, é possível avaliar, entre outras  propriedades, a mudança na resistência mecânica do componente como uma função da posição do ponto de injeção, mantendo a geometria da peça inalterada. Nós concluimos que esta nova abordagem fornece uma melhoria perceptível na confiabilidade de cálculos virtuais, com uma consequente redução dos custos de design causados principalmente por erros nos estágios iniciais. Nós fizemos investimentos importantes também na caracterização avançada dos nossos materiais – tanto para os novos como para os materiais-padrão – que são frequentemente usados em aplicações inovadoras para  substituição de metal».

Todos esses tópicos foram cobertos na apresentação intitulada “A visão da RadiciGroup Performance Plastics: novos materiais e abordagens de cálculos inovadoras para as aplicações de hoje e de amanhã”, que Erico Spini realizou durante a Fakuma 2017.

No stand do RadiciGroup na Fakuma foi apresentado também o processo de marcação a laser de uma especialidade de poliamida, otimizada para este tipo de processamento. A demonstração foi realizadas através de colaboração com a Evlaser, uma empresa especializada no design e produção de equipamento de laser para aplicações industriais, estéticas e médicas.

Fonte: RadiciGroup

Curta nossa página no

Anúncios

Solvay obtém aprovação para seus polímeros especiais para contato com água potável em aplicações nos setores de hidráulica, aquecimento e saneamento

10/05/2017

A Solvay informa que dois grades da linha de polisulfeto de fenileno (PPS) Ryton® foram certificados para contato com água potável, de acordo com as regulamentações NSF 61 (EUA), WRAS (Reino Unido), W270 / DVGW / KTW (Alemanha), ACS (França) e DM 174 (Itália).

Estes produtos passam a compor o portfólio de soluções da Solvay para substituição de metais em diferentes aplicações nos setores de hidráulica, aquecimento e saneamento. Segundo a Solvay, os seus produtos para substituição de metais eliminam o risco de corrosão galvânica e acúmulo de incrustações, ajudam a reduzir custos e facilitam o cumprimento de regulamentações cada vez mais rigorosas para níveis admissíveis de chumbo na água potável.

Os dois novos grades de Ryton® PPS – R-4-242-NA (natural) e R-4-242-BL (preto)  – substituem tanto metais como plásticos de engenharia concorrentes, além de permitir solucionar os principais desafios impostos a equipamentos utilizados no processamento de água potável, tais como trocadores de calor, hidrômetros, bombas de água,  caldeiras, torneiras, válvulas e outras, afirma a empresa. Ambos os grades se beneficiam de uma nova tecnologia de tratamento da fibra de vidro que lhes confere uma vantagem em relação a outros PPS disponíveis comercialmente neste segmento de mercado, especialmente para aplicações em sistemas pressurizados de aquecimento de água, assegura a Solvay.

“Nossos novos grades da série Ryton® R-4-242 expandem a oferta de polímeros de alto desempenho da Solvay que podem efetivamente substituir o latão e outros metais, com custo competitivo, em aplicações nos setores de hidráulica, aquecimento e saneamento “, diz Terry Brcka, Gerente Global de Produto da Unidade de Negócios Specialty Polymers da Solvay. “Eles foram especialmente desenvolvidos para oferecer um conjunto  superior de propriedades e cumprir com os mais exigentes regulamentos para o contato com água potável.”

De acordo com a empresa, os novos grades da linha Ryton® PPS combinam altas propriedades mecânicas, incluindo uma adequada resistência ao escoamento quando expostos à água quente e vapor, com resistência química e térmica. Eles também oferecem estabilidade dimensional, devido em parte ao fato de absorverem pouca a nenhuma umidade, e resistência à hidrólise até 140°C. Além do mais, os dois novos grades desta linha exibem uma viscosidade muito baixa, o que permite o design e a moldagem por injeção de peças com geometrias complexas e/ou com paredes finas, afirma a Solvay.

“Em todo o mundo há uma crescente demanda por polímeros de alto desempenho para aplicações envolvendo contato com água potável e estes novos grades de Ryton® PPS são uma importante adição à nossa ampla linha de soluções de materiais certificados para este segmento altamente dinâmico”, acrescenta Philippe-Jacques Leng, Gerente Global de Mercado da Unidade de Negócios Specialty Polymers da Solvay. “Eles nos ajudarão a atender às necessidades dos clientes que buscam um leque mais amplo de materiais avançados, disponíveis globalmente, abrindo novas oportunidades para diferenciação de produtos e crescimento nos setores de hidráulica, aquecimento e saneamento”.

A Solvay oferece uma ampla seleção de polímeros de alto desempenho para substituição de metais em sistemas de manuseio de água. Além dos novos grades da linha Ryton® PPS, o portfólio da Solvay inclui a linha de poliftalamidas Amodel® PPA, de poliarilamidas Ixef® PARA, de polietercetonas KetaSpire® PEEK e de poliamidas de alto desempenho Omnix® HPPA.

Complementando estes produtos, a Solvay também oferece diferentes polímeros à base de sulfona adequados para aplicações envolvendo exposição prolongada à água quente, incluindo a linha de polisulfonas Udel®  PSU, de polietersulfona Veradel® PESU e de polifenilsulfonas Radel® PPSU e Acudel® modified PPSU. Além disso, produz também materiais baseados em polifluoreto de vinilideno, comercializados sob a marca Solef® PVDF, que tem desempenho adequado em tubos e conexões para água ultrapura, água quente e ácidos concentrados.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Solvay adquire a tecnologia e os negócios de termoplásticos com fibras longas da EPIC Polymers

14/10/2015

O acordo ampliará a oferta de materiais leves para aplicações automotivas e outras relacionadas ao mercado de transporte

EPIC-Polymers-243877A Solvay anunciou a aquisição da tecnologia de termoplásticos com fibras longas (LFT – Long fiber Thermoplastics) da EPIC Polymers para complementar a sua oferta de materiais leves de alto desempenho e obter acesso à substituição de metais de peças automotivas semi-estruturais e peças maiores.

De propriedade privada, a EPIC Polymers GmbH com sede em Kaiserslautern, Alemanha, desenvolveu uma tecnologia inovadora para reforçar os polímeros termoplásticos com fibras de vidro longas de alto desempenho. O crescimento da demanda por estes materiais adaptados e sofisticados que oferecem propriedades mecânicas e térmicas superiores, aliados à alta resistência a impactos e a temperaturas elevadas, é impulsionado pela necessidade de reduzir o consumo de combustível e diminuir as emissões de CO2.

“Ter esta tecnologia é um passo importante da Solvay Specialty Polymers na expansão da ampla oferta de materiais extremamente leves e de altíssimo desempenho. Nós seremos capazes de fornecer peças semi-estruturais maiores para o setor automotivo, que é o nosso principal mercado, e desenvolver competências para aplicar a tecnologia de LFT em polímeros básicos, incluindo KetaSpire® PEEK e AvaSpire® PAEK, proporcionando novas possibilidades de substituição de metais em outros mercados, como o de transporte”, disse Augusto Di Donfrancesco, Presidente da Unidade Global de Negócios Specialty Polymers do Grupo Solvay.

Os produtos da Solvay Specialty Polymers substituem o metal em uma série de componentes automotivos de alto desempenho localizados no corpo do motor, como dutos de ar quente, conjunto motopropulsor, unidades de controle do motor, condutos e módulos de óleo e de água, enquanto os LFTs são normalmente utilizados para fazer peças semi-estruturais interiores/exteriores.

Além dos polímeros PEEK e PAEK, a tecnologia LFT será aplicada ao portfólio de produtos Amodel® PPA e Ryton® PPS da Solvay e ao conjunto de poliamidas 6.6 (PA6.6) Technyl®.

Sobre a EPIC Polymers: A EPIC Polymers GmbH é uma fornecedora líder de termoplásticos de alta resistência, de termoplásticos tribologicamente otimizados e de termoplásticos condutores.

Sobre a Solvay: O grupo, com sede em Bruxelas, emprega cerca de 26.000 pessoas em 52 países e obteve um faturamento de € 10,2 bilhões em 2014.  No Brasil, o grupo também atua com a marca Rhodia, que foi adquirida em 2011.

Fonte: Solvay

Curta nossa página no