Posts Tagged ‘Feiras’

Tomra na Feira IFAT 2018: diversas tecnologias para “Uma Solução de Reciclagem”

17/04/2018

Serão quatro estações de consultoria para ilustrar as tecnologias de triagem da Tomra, além de oportunidades para concorrer ao Prêmio de inovação e visitar o Centro de Testes da empresa

A Tomra Sorting Recycling destacará suas tecnologias de triagem baseada em sensores na feira IFAT 2018, a principal feira mundial de tecnologias ambientais, em Munique, na Alemanha, de 14 a 18 de maio. O tema principal do estande da Tomra (Stand B6. 339/438) será “Um planeta, uma solução de reciclagem”.

Para que os participantes aproveitem ao máximo a presença da Tomra na IFAT 2018, a fornecedora de soluções para reciclagem convida os visitantes, previamente ao evento, a acessar à página online pré-evento da empresa. Nela há oportunidades para ampliar a experiência do visitante com a Tomra na IFAT através de várias opções:

  • agendamento de reunião com um Especialista da Tomra, que pode fornecer o tipo de informação solicitado pelo visitante
  • reserva de vaga em uma das quatro apresentações da Tomra Leads olhando para o futuro que a Tomra realizará em seu estande;
  • envio de idéia inovadora para o Prêmio InPulse da empresa, que premiará a melhor ideia apresentada, seja sobre tecnologia, serviço, gerenciamento de projetos, um novo aplicativo ou qualquer outra coisa;
  • reserva de vaga na visita ao Centro de Testes da Tomra, perto de Koblenz, na sexta-feira, 18 de maio, quando será possível ver diversas máquinas de triagem Tomra em operação, durante o dia de Demonstração da Tomra Leads. (Os visitantes do Centro de teste deverão fazer seus próprios planos de viagem).

Uma solução universal de reciclagem

O estande da Tomra na IFAT 2018 contará com quatro estações de consultoria, cada uma com um foco distinto: reciclagem de metais, resíduos, a economia circular e o futuro. Essas estações ilustram a integridade das soluções da Tomra para os dias atuais e o compromisso da empresa com inovações para o futuro.

A estação ‘Reciclagem de Metais’ do estande da Tomra fará a pergunta “Você tem cabeça de ferro?” Lá a Tomra explicará por que as pessoas não deve temer a nova e dura política ‘National Sword’ da China – proibindo a importação de 24 tipos de resíduos sólidos, incluindo vários plásticos e papéis mistos não triados. Informações serão discutidas sobre as aplicações da Tomra para Zorba, Zurik, alumínio, veículos em fim de vida, lixo eletrônico e cabos. Os monitores mostrarão vídeos de quatro máquinas em ação: Finder, X-Tract, Combisense e o novo sistema LOD (Laser Object Detection), que é capaz de atender aos requisitos de pureza de produtos da ‘National Sword’.

Depois de perguntar aos visitantes “Você gosta de lixo?”, A estação de “Resíduos” do estande da Tomra irá aconselhar como maximizar a reciclagem de resíduos sólidos urbanos. A Tomra fornece máquinas para diversas aplicações como papel, madeira picada, embalagens, Flakes, garrafas PET, plásticos pretos, resíduos de construção e demolição e resíduos comerciais e industriais. Monitores mostrarão vídeos das máquinas Autosort, Autosort Flake, Autosort Laser (foto), LOD e X-Tract da Tomra.

A estação do estande da Tomra intitulada “Economia circular” perguntará “Você está pronto para ser reutilizado?”. Aqui, o foco estará em como as tecnologias da Tomra de hoje podem ajudar a transformar o mundo em um lugar melhor amanhã. Um vídeo instigante irá resumir a extensão preocupante dos danos ambientais causados pelos resíduos, particularmente os plásticos, ao nosso planeta e seus oceanos. Como uma reação ativa a esse problema, no ano passado a Tomra juntou-se à New Plastics Economy – uma iniciativa que reúne empresas, governos, cientistas e cidadãos para acelerar a transição para um sistema global de plásticos guiado pelos princípios da economia circular.

A quarta e última estação da exibição da Tomra tem como tema “O Futuro” e levanta a questão “Você quer olhar para dentro?” Aqui a Tomra dará uma visão da pesquisa e desenvolvimento e das novas máquinas e tecnologias. O mais significativo de todos os avanços é provavelmente a crescente sofisticação da inteligência artificial, que já está integrada às máquinas da Tomra de forma mais presente do que as demais máquinas do mercado. Nesta parte do estande, os visitantes poderão, ao vivo, interagir com dados usando o Tomra Insight, a ferramenta de telemática que oferece aos clientes insights em tempo real sobre o gerenciamento e o desempenho de suas máquinas de reciclagem.

Cada uma das quatro estações do estande da Tomra terá a presença de um especialista para responder a perguntas e fornecer mais informações, além de ajudar a organizar visitas ao Centro de Testes da empresa.

A Tomra Sorting Recycling projeta e fabrica sistemas de seleção por sensores para a indústria global de reciclagem e gestão de resíduos. Mais de 5.500 sistemas já foram instalados em 80 países em todo o mundo. Responsável pelo desenvolvimento do primeiro sensor infravermelho de alta capacidade (NIR) do mundo para aplicações de triagem de resíduos, a Tomra Sorting Recycling continua a ser líder na indústria dedicada à recuperação de frações de alta pureza de fluxos de resíduos. A Tomra Sorting Recycling faz parte da Tomra Sorting Solutions, que também desenvolve sistemas baseados em sensores para a separação, descascamento e análise de processos para a indústria de alimentos, mineração e outras indústrias. A Tomra Sorting é de propriedade da empresa norueguesa Tomra Systems ASA, fundada em 1972, que tem um volume de negócios de cerca de € 750m e emprega mais de 3.500 pessoas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tomra

Curta nossa página no

Anúncios

Cipatex reforça presença na América Latina durante a Expomin no Chile

17/04/2018

Empresa apresenta geomembranas em uma das principais feiras internacionais de mineração

A Cipatex®, fabricante de revestimentos sintéticos, participa da Expomin 2018 (Feira Mundial de Mineração), realizada em Santiago, no Chile, entre os dias 23 a 27 de abril. Em um espaço de 180 metros quadrados, a companhia brasileira marca presença no evento em conjunto com outras quatro empresas fornecedoras de insumos para os setores de mineração, engenharia e construção civil.

“O evento é um dos mais importantes do setor e ocorre em um dos principais polos de mineração do mundo. A participação na Expomin em parceria com outras empresas garante maior visibilidade, oferecendo soluções integradas e completas aos clientes e visitantes da feira”, comenta Aureovaldo Casari, gerente de agroindústria e mineração da Cipatex®.

A Cipatex® apresenta na Expomin o Cipageo®, geomembranas de PVC empregadas na impermeabilização de lagoas de evaporação e decantação, em pilhas de lixiviação e tanques de rejeitos minerais. Produzido pelo sistema de calandragem, o material é tolerante a diversos tipos de ácidos, sais e bases, com ótima resistência ao envelhecimento e às influências do meio ambiente, afirma a Cipatex. Devido ao grande alongamento, maleabilidade e flexibilidade pode ser empregado em qualquer tipo de superfície, assegura a empresa.

“O Chile é um dos principais destinos das geomembranas de PVC Cipageo® produzidas pela empresa e a presença da Cipatex® no evento reforça a estratégia de ampliar a participação da companhia na América Latina e em outros países que participam da feira”, destaca Casari.

A Cipatex® é líder no fornecimento de geomembranas de PVC para o mercado de mineradoras não metálicas. Conforme o gerente, nos últimos 12 anos a empresa forneceu mais de 85 milhões de metros quadrados de material.

A Expomin acontece a cada dois anos na cidade de Santiago e reúne os principais fornecedores do segmento, apresentando produtos, serviços, processos, equipamentos e tecnologias de ponta. O evento espera receber este ano mais de 1.200 expositores e atrair um público de 70 mil pessoas.

Há 54 anos o Grupo Cipatex® oferece ao mercado soluções em revestimentos sintéticos e não-tecidos. A empresa conta com uma linha de produtos que atende aos setores de calçados, piscinas, bolsas e acessórios, utilidades domésticas, construção, móveis, vestuário, automóveis, esporte e lazer, brindes, material escolar e comunicação visual. Ao todo, o grupo conta com cerca de 1.400 colaboradores distribuídos em cinco plantas industriais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Cipatex

Curta nossa página no

Chinaplas 2018: novas soluções da BASF reduzem o peso dos veículos

16/04/2018

A BASF irá apresentar na Chinaplas 2018 uma série de novas soluções em materiais para contribuir com as montadoras na redução de peso dos veículos, melhorando seu estilo e conforto. A feira será realizada de 24 a 27 de abril em Xangai, China.

Já em produção para o Hyundai Genesis G70 (foto), um novo farol está entre as soluções apresentadas. Integrando o design do farol, o termoplástico da BASF Ultrason® E possibilita um visual compacto devido ao seu desempenho superior sob condições de calor. A BASF também lançará uma nova solução moderna para maçanetas, fabricadas com um poliuretano termoplástico (TPU), que, segundo a empresa, confere excelente adesão aos materiais termoplásticos, suavidade e resistência a altas temperaturas, alinhadas a um bom amortecimento de vibrações para garantir maior conforto.

O assento de ônibus fabricado com espuma com memória (memory foam) trará um nível superior de conforto aos passageiros. O assento mantém sua estrutura mesmo após ser submetido ao teste de resistência com aplicação de cargas. Sua propriedade de baixo odor resulta em uma boa qualidade do ar para os passageiros dentro do ambiente confinado de um ônibus. As soluções da BASF para mobilidade ajudam a reduzir o consumo de combustível dos veículos, diminuindo o peso.  Como exemplo, um estribo que será apresentado na Chinaplas 2018 é 40% mais leve do que aquele fabricado com materiais convencionais.

Fonte: BASF; Foto: Hyundai

Curta nossa página no

Milliken lança na NPE 2018 tecnologias para maximizar o desempenho de copolímeros de impacto para injeção

14/04/2018

Empresa também irá expor outros itens do seu portfólio de tecnologias de aditivos para melhorar a transparência, desempenho e processamento de poliolefinas

A Milliken lançará um exclusivo modificador de desempenho e também a sua mais recente tecnologia da família de agentes nucleantes Hyperform® HPN durante a NPE – The Plastics Show 2018, que ocorrerá de 7 a 11 de maio em Orlando, nos Estados Unidos. A empresa firma que essas duas novidades mudarão significativamente o desempenho de copolímeros de impacto para moldagem por injeção.

Segundo a Milliken, o seu modificador de desempenho aumenta a resistência ao impacto do material, otimiza a fluidez e reforça a rigidez do produto, abrindo espaço para uma redução eficiente da espessura. Já o novo nucleante Hyperform HPN maximiza a rigidez, o que também permite espessuras mais finas, afirma a empresa.

Os outros agentes nucleantes da Milliken para polipropileno e polietileno também serão exibidos. Eles fornecem um equilíbrio de resistência ao impacto e desempenho de rigidez, bem como um melhor controle da contração para reduzir a deformação.

Também estarão em exibição os absorvedores UV ClearShield® para PET, que, segundo a Milliken, oferecem proteção UV e maior estabilidade de cor para prolongar a vida útil de alimentos e bebidas, assim como de produtos de higiene pessoal e de limpeza doméstica.

Outros itens do portfólio de tecnologias de aditivos da empresa para melhorar a transparência, desempenho e processamento de poliolefinas que serão expostos incluem o NX™ UltraClear PP, um polipropileno clarificado com Millad® NX™ 8000 que melhora a estética, transparência e qualidade das aplicações do polipropileno, afirma a Milliken.

Esta tecnologia de alto desempenho incentiva o uso mais amplo de poliolefinas. De acordo com a empresa, ela combina resistência a altas temperaturas com ótima transparência, leveza e facilidade de reciclagem. Os corantes ClearTint®, que estão em conformidade com a FDA – Food and Drug Administration e oferecem cores brilhantes, ricas e transparentes para as aplicações em polipropileno, também serão apresentados no estande.

A crescente variedade de produtos Milliken agrega valor significativo a vários materiais plásticos populares que são utilizados no setor de embalagens, utensílios domésticos, móveis, eletrodomésticos, indústrias e automóveis. Aplicações representativas destes setores serão exibidas no evento, demonstrando os benefícios das tecnologias.

Os agentes clarificantes e nucleantes da empresa serão apresentados em uma ampla variedade de peças a serem produzidas ao vivo na exposição pelos principais fabricantes de máquinas de moldagem por termoformagem, injeção, extrusão e compressão. Exemplos incluem frascos farmacêuticos e tampas de sorvete com rótulos In Mold Label.

A Milliken atua nos segmentos de revestimentos, especialidades químicas e aditivos e tecnologias de coloração com aplicações abrangentes, desde plásticos automotivos até itens para crianças. A empresa possui uma atuação pró-ativa em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, empregando mais de 100 PhDs e acumulando mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Milliken

Curta nossa página no

Empresas italianas expõem na Chinaplas 2018

10/04/2018

O stand italiano na trigésima segunda edição da Chinaplas (Xangai, 24-27 de abril de 2018), organizado pela Amaplast (Associação italiana de fabricantes de máquinas e moldes de borracha e plásticos), inclui cerca de sessenta empresas italianas e ocupa um espaço de aproximadamente 2.000 metros quadrados.

“A Chinaplas é a principal feira de plásticos e borracha de todo o continente asiático e é a segunda mais importante do mundo para o setor”, ressalta o presidente da Amaplast, Alessandro Grassi, que complementa: “A significativa participação das empresas italianas como coletivo afirma a estatura deste evento e a importância do mercado chinês para os nossos fabricantes de máquinas. ”

Em 2017, as exportações italianas do setor para a China corresponderam a cerca de 135 milhões de euros, um pouco menos (-2,5%) do que em 2016. Cabe mencionar, no entanto, que simultaneamente a esse número negativo, o fornecimento de núcleos de maquinário – linhas de alta tecnologia, que geralmente são personalizadas – aumentaram. A indústria doméstica chinesa não pode produzir nem as quantidades nem possui a sofisticação tecnológica necessária para atender à crescente demanda local, o que foi ainda mais estimulado pela diretiva do governo para implementar sistemas de produção da “Indústria 4.0”.

Apesar do fato de que Chinaplas 2018 está acontecendo pela primeira vez no novo Centro Nacional de Exposições e Convenções de Hongqiao, que é muito maior do que o Centro Pudong que sediou a exposição até 2016, em Xangai (alternando-se com Guangzhou), e embora a área reservada ao pavilhão italiano tenha aumentado em quase 20% desde então, não foi possível satisfazer aos pedidos de espaço de todas as empresas italianas interessadas em expor nessa feira especializada na China por causa da longa lista de espera que os organizadores da Chinaplas continuam a ter.

Assim como os muitos expositores do coletivo, pelo menos outras vinte empresas italianas estarão presentes no Chinaplas 2018 nos estandes de seus agentes ou filiais locais. Os membros da Amaplast que estarão presentes na Chinaplas são: AMUT, BANDERA LUIGI, BAUSANO & FIGLI, BG PLAST IMPIANTI, BIESSE, BORGHI, CARLASSARA, CATTORINI, CEMAS ELETRAS, CMS, COLINES, COMERIO ERCOLE, CRIZAF, DEGA SISTEMAS ELETRÔNICOS FRIGOSYSTEM GAP, GEFRAN, HELIOS ITALQUARTZ, ICMA SAN GIORGIO, FRIGO INDUSTRIAL, IPM, MÁQUINAS ITIB, MARIS, MORETTO, OMIPA, OMSO, PIOVAN, PLAS MEC, SISTEMAS PLÁSTICOS, PROMIXON, RODOLFO COMERIO, SACMI IMOLA, SICA , SIMA, SIMPLAS, SOREMA div. PREVIERO, ST SOFFIAGGIO TÉCNICA, TECNOMAGNETE, TECNOMÁTICA, TECNOVA, TERMOSTAMPI, UNIÃO, ZAMBELLO RIDUTTORI.

A Amaplast estará no Hall 2H, stand no. C63.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Amaplast

Curta nossa página no

Interplast e EuroMold reúnem a cadeia de fornecedores da indústria do Plástico

10/04/2018

Feiras ocorrem em Joinville (SC) entre 14 e 17 de agosto

Santa Catarina reúne um importante polo industrial com cerca de mil indústrias de transformação do plástico, somando mais de 32 mil empregos diretos nas unidades fabris. Aproximadamente 1 milhão de toneladas de plástico são processados no estado anualmente, com grandes empresas de atuação nacional e internacional destacando-se na produção de peças técnicas, embalagens e descartáveis. Como componente importante da força industrial do Estado está a Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico, realizada entre 14 e 17 de agosto, em Joinville (SC), consolidada como principal evento do setor no Brasil realizado em anos pares.

No ambiente também ocorre a EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos para a América Latina. Os principais players do segmento já confirmaram a participação nas duas feiras – e boa parte das empresas com espaço maior, se comparado à edição de 2016. Cerca de 90% dos espaços já estão comercializados, o que motivou a organização a ampliar a área útil do evento para o hall de acesso do pavilhão, agregando mais 30 estandes e totalizando uma área de 20 mil m².

“A Interplast e EuroMold estão consolidadas como a principal ferramenta de marketing do setor plástico do Brasil, diferenciando-se de outros eventos por reunir toda a cadeia do processo produtivo, desde o design até a produção”, comenta Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, organizadora do evento. Na Interplast, o visitante encontra as melhores soluções dos segmentos de matéria-prima a máquinas e equipamentos, e na EuroMold ele tem acesso a soluções tecnológicas em ferramentais e desenvolvimento de produtos. “Esse acesso a toda a cadeia do plástico em um único espaço atrai visitantes cada vez mais qualificados e faz com que a feira se consolide como o ponto de encontro do segmento na América Latina, em 2018”, destaca.

Independente do cenário econômico, a feira se mantém consolidada por ser uma referência em tecnologia e reunir diversos lançamentos. Agora em 2018, com os sinais visíveis da retomada da indústria, o cenário é ainda mais favorável para investimentos na renovação tecnológica do parque fabril, estimulados a partir da feira.

A Interplast 2018 e EuroMold Brasil são realizada pelo Simpesc (Sindicato da Indústria do Material Plástico de SC) e tem o apoio da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) e FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina). Este ano deve reunir cerca de 500 marcas em 400 estandes de expositores de máquinas, equipamentos, transformação, ferramentarias, embalagens, matérias-primas, periféricos, design e serviços. O credenciamento para visitantes já está disponível no site http://www.interplast.com.br.

Rodada de Negócios amplia possibilidades e tem foco em novas parcerias e contratos

Uma prática crescente nas feiras organizadas pela Messe Brasil é a realização de Rodadas de Negócios, onde compradores e vendedores participam de negociações com preços e financiamentos facilitados, ampliando as oportunidades de consolidar negócios e parcerias durante o evento. Na Interplast e EuroMold a expectativa é reunir 15 compradores.

Prêmio Embanews

Pela primeira vez os organizadores da Embanews lançam e abrem as inscrições para 28º Prêmio Brasileiro de Embalagem Embanews 2019 em um evento do setor. As empresas que se inscreverem durante a Interplast terão desconto de 20%. A cerimônia de premiação de 2018 ocorre em maio, em São Paulo. O Prêmio Embanews revela todos os anos cases de marcas que comprovam o poder da embalagem como ferramenta de marketing, alavancando crescimentos expressivos. Além disso, a embalagem acompanha a busca incessante das empresas por produtividade, redução de custos e processos mais sustentáveis.

Congresso de Inovação Tecnológica

A capacitação dos profissionais tem espaço garantido na Interplast 2018 por meio do Cintec Plásticos – Congresso de Inovação Tecnológica. Serão 12 palestras e seis minicursos, para debater as mais recentes tecnologias em máquinas e equipamentos, matérias-primas e processos para a indústria do plástico. São esperados 600 participantes.

Serviço
Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville – Joinville (SC) – Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: http://www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

Tecniplas mostra soluções para a armazenagem de fluidos na Fiema

08/04/2018

  • Feira de Tecnologia e Meio Ambiente acontece na próxima semana, em Bento Gonçalves
  • Exemplos de tanques de PRFV fabricados pela Tecniplas

A Tecniplas participa mais uma vez da Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente (Fiema), evento que acontece entre os dias 10 e 12/04, em Bento Gonçalves (RS). Líder brasileira em tanques e equipamentos especiais em compósitos de PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro), a empresa pretende ressaltar na Fiema as vantagens das soluções que desenvolve para a armazenagem de diferentes tipos de fluidos.

“Os tanques da Tecniplas são dimensionados para o armazenamento de água potável a produtos químicos altamente corrosivos. Em comparação aos reservatórios feitos de outros materiais, como aço e concreto, os nossos produtos apresentam maiores índices de durabilidade, além de outros benefícios como ausência de porosidade e pontos suscetíveis à corrosão”, afirma Luís Gustavo Rossi, diretor da Tecniplas.

A Região Sul do país conta com diversos tanques e equipamentos especiais da Tecniplas em operação. “É o caso, por exemplo, de reservatórios adquiridos por empresas que fabricam ou manipulam produtos químicos, indústrias alimentícias e plantas de celulose e papel, entre outras”, observa Rossi.

O diretor da Tecniplas destaca também os fornecimentos recentes que a empresa fez para a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). “O último foi o de um tanque monolítico de 250 m³ para a armazenagem de água potável”. Ajustado às exigências da Portaria 2914, do Ministério da Saúde, que dispõe sobre os procedimentos de controle de qualidade da água para o consumo humano, o reservatório faz parte do sistema de abastecimento da cidade de Palma Sola.

Fundada em 1976, a Tecniplas mantém uma fábrica de 32 mil m² em Cabreúva, no interior de São Paulo. Seus produtos são consumidos pelas indústrias de álcool e açúcar, papel e celulose, cloro-soda, química e petroquímica, fertilizantes, alimentos e bebidas e saneamento básico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tecniplas

Curta nossa página no

Kömmerling leva parceiros à feira Fensterbau, na Alemanha

21/03/2018

Trata-se do principal evento mundial dedicado a soluções para janelas, portas e fachadas

Pertencente ao grupo alemão Profine, a Kömmerling, fabricante de sistemas e perfis de PVC, levará um grupo formado por 18 pessoas – entre parceiros fabricantes e profissionais da área comercial – para visitar a feira Fensterbau, que acontece de 21 a 24 de março, em Nuremberg, na Alemanha. Nela, será exibido o que há de mais inovador em termos de soluções para janelas, portas e fachadas. A exemplo de outras edições do evento, o stand do grupo Profine, com 1.512 metros quadrados, será o maior da feira, contemplando as marcas KBE, Trocal e a premium Kömmerling.

Além da cobertura do evento, a Kömmerling também programou uma visita às instalações da matriz, em Pirmasens. “Os parceiros terão a oportunidade de conhecer todo o processo de industrialização, bem como as novas tecnologias”, informa Tonia Lima, diretora da empresa.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Kömmerling

Curta nossa página no

Entidades do setor plástico apóiam Interplast e ampliam a visibilidade da feira

20/03/2018

Três entidades representativas do setor plástico confirmaram apoio à Interplast 2018: o Instituto Brasileiro do PVC, a Plastivida e o Instituto Nacional do Plástico. A parceria viabiliza a divulgação do evento para a rede de associados das entidades, ampliando o número de expositores e visitantes da Interplast. Em contrapartida, as entidades ganham visibilidade no evento.

O Instituto Brasileiro do PVC promove o conhecimento técnico-científico sobre o PVC, considerado um material versátil que oferece soluções sustentáveis para a saúde, habitação e bem-estar. O propósito do instituto é disseminar a correta percepção da sustentabilidade do PVC na sociedade. Ele apóia fornecedores de matéria-prima, produtores e distribuidores de resina de PVC, fabricantes de aditivos e compostos de PVC, indústrias de transformação de PVC, especificadores, entidades setoriais, consumidores e recicladores.

A Plastivida tem o papel de disseminar informações corretas sobre os plásticos, seu uso responsável e pós-consumo adequado por meio do relacionamento com diversos públicos como empresas associadas, entidades, organizações e associações de classe, imprensa e formadores de opinião, órgãos governamentais e legislativos e a sociedade.

O Instituto Nacional do Plástico (INP), criado pela união da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e do Sindicato das Indústrias de Resinas Sintéticas no Estado de São Paulo (Siresp), tem o papel de tornar o plástico mais competitivo internacionalmente. A entidade mantém programa de qualificação de mão-de-obra, promove acesso a modernas tecnologias e desenvolve normas técnicas para a fabricação de produtos com mais qualidade.

O apoio das entidades à Interplast agrega valor às empresas associadas por criar um canal de comunicação direta da feira com essa rede e, consequentemente, facilidades de acesso ao mercado plástico de Santa Catarina. A Interplast 2018 ocupará uma área de exposição de 20 mil m² e deve reunir 500 marcas em 400 estandes de expositores de máquinas, equipamentos, transformação, ferramentarias, embalagens, matérias-primas, periféricos, design e serviços. O credenciamento para visitantes já está disponível no site http://www.interplast.com.br e já concentra um número expressivo e crescente de participantes a cada semana, apesar da feira só ocorrer em Agosto.

Serviço

Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville – Joinville/SC – Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: http://www.interplast.com.br

Curta nossa página no

Evonik promove novo núcleo de espuma de acrílico para aplicação em estrutura sanduíche de compósitos durante a JEC World em Paris

02/03/2018

Um novo desenvolvimento da Evonik Industries em tecnologia de materiais de núcleo faz sua estreia na JEC World 2018 em Paris. O novo integrante da família de produtos Performance Foam é o Rohacryl™ uma espuma estrutural baseada na química do acrílico, com alto potencial para aplicações em compósitos.

Segundo a Evonik, a espuma Rohacryl™ é uma solução de material de núcleo com excelentes propriedades mecânicas, além de apresentar estabilidade térmica e de ser leve, fácil de processar e ambientalmente amigável.

Esse produto é a mais nova solução em materiais da linha Performance Foams, um negócio que já conhecido por oferecer a espuma de alto desempenho Rohacell® PMI. Seus produtos para materiais de núcleo estrutural são empregados há mais de 40 anos em indústrias que incluem os setores aeroespacial, automotivo, eletrônico, de tecnologia médica, equipamentos esportivos e outros. Com o lançamento do RohacrylTM, a Evonik dá o próximo passo na expansão de seu portfólio de produtos para o mercado mundial de compósitos.

O que motivou o desenvolvimento inicial do Rohacryl™ foi a tendência na indústria de energia eólica por pás de turbina cada vez maiores e que precisam cumprir requisitos altamente exigentes. De maneira ideal, os materiais usados na produção de pás devem ser leves e ao mesmo tempo oferecer melhores propriedades mecânicas e, simultaneamente, a habilidade de continuar estáveis na cura a altas temperaturas. As diversas soluções em materiais disponíveis no mercado ou ofereciam boas propriedades mecânicas ou resistiam a altas temperaturas de cura, mas antes do lançamento da espuma Rohacryl™ nenhuma solução em material de núcleo podia oferecer as duas características em um único produto, afirma a Evonik. Outras indústrias com métodos de produção e necessidade de eficiência similares podem também achar o novo produto interessante para suas aplicações.

Uma amostra do Rohacryl™ será apresentada no estande da Evonik na feira (J40, hall 5). Representantes da empresa estarão presentes para compartilhar detalhes do produto e discutir se esta é a solução perfeita em material de núcleo para os clientes interessados.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Dow lança tecnologia para sapatos esportivos casuais na FIMEC 2018

02/03/2018

Tendência de consumo global que alia conforto e estética é inspiração para nova solução destinada aos fabricantes de solas e entressolas

Pelo 3º ano consecutivo, a Dow participa da FIMEC (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Equipamentos e Máquinas para Calçados e Curtumes), de 6 a 8 de março, em Novo Hamburgo (RS), e apresenta um lançamento para o mercado de solas e entressolas. Segundo a Dow, o novo elastômero de poliuretano Enerlyte™ é um sistema de alto desempenho que permite a criação de calçados, ao mesmo tempo, leves, confortáveis, duráveis e esteticamente bonitos. A solução atende à tendência dos chamados sapatos “esportivos casuais”, expressão que se originou do inglês athleisure (junção de athletic e leisure) e que já tem como adeptos grandes marcas e estilistas no mundo todo.

Durante o evento, a companhia também promoverá suas soluções para calçados já conhecidas do mercado, Voralast™ GT, voltados à segurança, e o Voralast™ Soft Touch, para o público masculino. Além disso, reforçará sua parceria com a Agile, empresa do grupo italiano POZZI, especialista no setor. O trabalho conjunto tem como foco o desenvolvimento de sistemas de poliuretano para solas, entressolas e palmilhas. As companhias seguem confiantes no mercado, que registrou aumento das exportações e teve uma leve recuperação interna em 2017, e deve manter um ritmo positivo também em 2018.

As empresas estão destinando seus esforços aos segmentos de calçados casuais, casuais esportivos e de segurança, que têm um grande potencial de crescimento. Segundo a Dow, no setor de segurança, por exemplo, o seu VoralastTM GT é resistente à hidrólise, diferentemente das tradicionais soluções de poliuretano. No segmento casual, a Dow tem um amplo portfólio para atender as necessidades dos clientes.

Para isso, dentro do negócio de Poliuretano, a Dow conta com a divisão ComfortScience, que desenvolve inovações para proporcionar a experiência mais confortável possível ao consumidor final. “Conforto é fundamental para alcançar uma boa qualidade de vida e garantir a sensação de bem-estar”, comenta Nilton Manfrotti, executivo de vendas do negócio de Poliuretanos da Dow no Brasil.

“Estamos acompanhando de perto, com nossos clientes, os seus maiores desafios técnicos e operacionais, bem como suas aspirações à criação de sapatos. Contamos com a Dow como nosso parceiro tecnológico e seguimos preparados para atender às demandas, oferecendo soluções modernas, mais produtivas e melhor custo-benefício”, ressalta Edgard Mingoni, diretor da Agile.

Enerlyte™

De acordo com a Dow, o seu elastômero de poliuretano Enerlyte™ possui uma composição e morfologia particulares, superior aos sistemas de poliuretano tradicionais, que melhora o desempenho de solas e entressolas em calçados esportivos, de caminhada e casuais. Seu baixo peso reduz o cansaço em percursos de média e longa distância, além de contribuir com a durabilidade do produto final, já que tem boa adaptação aos pés, flexibilidade, resistência à tração, ao desgaste e à hidrólise, afirma a empresa. “A nova tecnologia também se destaca no sensorial, já que transmite a sensação natural de borracha e tem excelente amortecimento, inclusive em baixíssimas temperaturas (até -20ºC)”, ressalta Manfrotti.

Para os fabricantes e convertedores, o Enerlyte™ tem outras vantagens: supera o EVA e espumas padrão de PU em relação rebote e retorno de energia, oferecendo maior amortecimento e resistência, garante a Dow. A empresa também relata que o produto garante alta estabilidade dimensional, processamento mais fácil e melhor produtividade, o que aumenta a quantidade de sapatos acabados, garante a Dow.

Linha Voralast™

A Dow afirma que O Voralast™ GT é uma solução que se adapta a rigorosas condições de uso, trazendo mais desempenho, segurança e conforto, sendo por isso indicada para botas e calçados de segurança (EPI) já que possui resistência à hidrólise, além das resistências tradicionais do poliéster a hidrocarbonetos e ácidos. Isso resulta em um melhor desempenho funcional e mais economia, sem a utilização de aditivos de alto custo na produção. Possui mais aderência, tração em superfícies variadas e durabilidade, segundo a empresa. Devido ao conforto proporcionado pela tecnologia, é ideal para calçados usados por longos períodos do dia.

O Voralast™ Soft Touch oferece mais funcionalidade, com toque macio. Segundo a Dow, a combinação para formulações diferenciadas de polióis e pré-polímeros proporciona uma sensação agradável, similar ao toque macio da borracha, perfeitos para calçados sociais masculinos – que precisam de flexibilidade e conforto. Com boas propriedades mecânicas, tem memória de elasticidade, e baixa abrasão, além de oferecer resistência ao atrito. Sua formulação é inovadora, com composição à base de éter e livre de ftalatos (compostos nocivos à saúde e de complexa biodegradação), sendo 40% mais leve em comparação a materiais termoplásticos típicos e 25% mais leve que outras borrachas, assegura a empresa.

A linha Voralast™ conta ainda com soluções que oferecem leveza, resistência e conforto para a produção de sandálias, chinelos e sapatos femininos, além de esportivos.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Terceira edição da innovapack está confirmada para agosto

23/02/2018

Evento acontecerá no Transamerica Expo Center, de 21 a 23 de agosto em 2018

A innovapack é o principal encontro de negócios focalizado em embalagens para alimentos e bebidas, com soluções em matérias-primas, convertedores de embalagens, design e soluções sustentáveis. O encontro reúne fabricantes, fornecedores e distribuidores dessa cadeia, com profissionais ligados ao marketing de produto, diretores e gerentes de marca, engenheiros de alimentos e embalagens, além de decisores que atuam nos setores comerciais e de trade, marketing, design, processos, custos e compras.

A innovapack acontece em paralelo à Food ingredients South America (FiSA). Entre as atrações já confirmadas pela organizadora do evento, a UBM Brazil, está a Packaging Innovations Gallery, vitrine Premium, que promove as principais inovações do setor, e a grade da Conferência innovapack, com a participação dos principais pesquisadores e companhias de inteligência de mercado. No pavilhão acontece também o Seminar Sessions, sessões de 30 minutos com os lançamentos e novas tecnologias das empresas, ministradas por líderes de mercado.

“O evento acontece em paralelo à Fi South América, evento global de ingredientes alimentícios e possui total sinergia com a indústria de embalagens para alimentos e bebidas. Estou confiante na 3ª edição da innovapack e tenho certeza de que será uma edição de sucesso.” Afirma Márcia Gonçalves, a nova gerente do evento.

Em 2017, 88% dos visitantes declararam ter participação na decisão de compra de suas empresas. Do público total, 32% eram diretores ou ocupavam cargo superior, 34% eram gerentes e 13% analistas ou assistentes.

Serviço:
innovapack 2018
De 21 a 23 de agosto de 2018, das 13h às 20h
Local: Transamerica Expo Center
Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387
Santo Amaro, São Paulo (SP)
Site: innovapackexpo.com

Fonte: innovapack

Curta nossa página no

Solvay apresentou um portfólio ampliado de especialidades de sílica durante a feira Tire Tech Expo em Hannover

23/02/2018

Participando da Tire Tech Expo, a Solvay compartilhou os seus resultados promissores em relação aos pneus agrícolas, para caminhões e para inverno. Uma conferência especial liderada pelo especialista em sílica, Dr. Thomas Chaussée (Gerente Global de Pesquisa e Desenvolvimento para pneus), divulgou os resultados na quarta-feira, 21 de fevereiro.

“Estamos orgulhosos em divulgar que o Premium SW confirma seus resultados inovadores em pneus para caminhões e seu status de solução em relação às próximas regulações neste mercado”, disse Thomas Chaussée antes de acrescentar que “nós também compartilhamos com os participantes da conferência como a Sílica Solvay pode contribuir com os desafios de pneus agrícolas e continuar otimizando o desempenho dos pneus de inverno “.

“As equipes de sílica Solvay estão muito próximas do mercado e nós investigamos continuamente as tendências e necessidades nos diferentes segmentos de mercado e aplicações”, afirma An Nuyttens, presidente da Unidade Global de Negócios de Sílica da Solvay. “É por isso que estamos ampliando nosso portfólio de especialidades, pois queremos acompanhar nossos clientes ao longo do caminho que eles escolherem”.

A Tire Tech Expo é considerada como o fórum mais efetivo e eficiente do mercado de pneus para networking e encontros empresa-a-empresa.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay Sílica

Curta nossa página no

 

Evonik apresenta poliamida transparente para aplicações óticas

07/02/2018

Ao utilizar o seu Trogamid®, a Evonik pinta de “roxo” as armações de óculos – a cor do ano de 2018

Em 2018, o mundo da moda está “roxo”. Cada vez mais olhares têm se lançado a essa cor provocante desde que a American Pantone Color Institute indicou “ultravioleta” como a tendência de cor para o ano de 2018. Neste ano, a Evonik, seguindo as idéias inovadoras, apresentará o seu Trogamid® no evento MIDO Eyewear Show, em Milão (Itália), de 24 a 26 de fevereiro.  Segundo a empresa, a sua nova poliamida é permanentemente transparente, leve, resistente e de fácil pigmentação – não somente para a cor “roxa.”

O Trogamid® T5000, uma poliamida amorfa com transparência de 90%, constitui um material ideal para fabricantes de óculos, afirma a Evonik. Em comparação a outras poliamidas transparentes, garante a empresa, esse polímero apresenta um grau superior de recuperação e rigidez. Além disso, o material é especialmente adequado para a fabricação de armações finas ou de meio-aro, podendo reduzir significativamente o peso dos óculos sem afetar o desempenho do material. Tudo isso representa um maior conforto para o usuário.

Mais leve, mais resistente e mais eficiente

A leveza do design ganha uma importância particular na indústria ótica. Segundo a Evonik, a alta rigidez e resistência do Trogamid® T5000 permitem a produção de armações mais finas e mais leves. Além disso, o Trogamid® T5000 é mais resiliente do que armações convencionais, o que se traduz em mais liberdade para os designers.

Os consumidores, que costumavam ter o foco muito mais voltado para a estética, hoje em dia valorizam mais a qualidade e o desempenho do produto. E os fabricantes óticos avaliam criteriosamente as propriedades dos materiais nas suas escolhas. Segundo a Evonik, o Trogamid T5000® caracteriza-se pelo seu fácil processamento e propriedades de coloração, que reduzem o tempo e o custo na busca da eficiência máxima.

Parceria com a Hwa Mao Optical (Xiamen)

Essa aplicação foi desenvolvida e implementada como parte da colaboração entre a Evonik e a Hwa Mao Optical (Xiamen). A Hwa Mao Optical (Xiamen) Co., Ltd., fundada em 1996, é uma empresa especializada na fabricação de uma grande variedade de produtos para aplicações óticas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Plasvale expõe na ABUP 2018 – Feira de Utilidades Doméstica e Decoração

07/02/2018

Mais de 30 novidades serão apresentadas no evento

A Plasvale, uma das maiores empresas do setor de utilidades domésticas do país, estará presente em uma mais edição da ABUP Home & Gift, feira que reunirá os principais fabricantes do mercado de utilidades e decoração. O evento é organizado pela Associação Brasileira de Empresas de Utilidades e Presentes e será realizado de 18 a 20 de fevereiro, das 10h às 19h, e no dia 21, das 10h às 17h, na São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1.5, São Paulo).

Cerca de 30 novidades estão sendo preparadas exclusivamente para o evento, com novas decorações, cores e aposta na modernidade. Segundo a diretora de marketing da Plasvale, Darlene Gomes, as apostas são nos tons pastéis e também em uma nova linha infantil da marca. “Buscando novas tendências e inspirações do mercado, fizemos uma pesquisa na Europa e, a partir dela, vamos manter cores tropicais mas também apostar em tons pastéis para agradar a todos os gostos e perfis. A feira é uma oportunidade para mostrarmos nossos lançamentos ao mercado e fazermos novos negócios”, aponta.

A previsão é de que cerca de 300 expositores e mais de 50 mil varejistas do Brasil e do exterior visitem o evento, em um espaço de 70 mil metros quadrados.

Com um parque fabril de mais de 12 mil metros quadrados, a Plasvale (Indústria de Plásticos do Vale do Itajaí) atende a todos os estados brasileiros e exporta para mais de 25 países. Situada em Gaspar (SC) e com 40 anos de atuação, a empresa desenvolve produtos voltados a utilidades domésticas em plásticos e agora também tem uma linha em aço inox, novidade recente da marca. Atende às mais variadas linhas, como limpeza, organização, potes, acessórios, decorados, cozinha e infantil.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plasvale

Curta nossa página no

Pré-credenciamento iniciado para a Feira Plast 2018, em Milão (Itália)

16/01/2018

Foi iniciado em 15 de janeiro o pré-credenciamento de visitantes para a PLAST 2018 – Exposição Internacional para as Indústrias de Plásticos e Borracha, que ocorrerá na FieraMilano em Rho-Pero entre terça-feira, 29 de maio, e sexta-feira, 1 de junho de 2018, em Milão, na Itália.

Ao se pré-credenciar (na página de visitantes da plastonline.org), os profissionais que pretendem visitar a feira podem solicitar dois ingressos gratuitos para a PLAST 2018 e para cada uma das outras feiras paralelas integrantes da “The Innovation Alliance” (IPACK-IMA, MEAT-TECH, PRINT4ALL, INTRALOGISTICA ITALIA).

Dado o forte caráter internacional da PLAST – na última edição, em 2015, havia 700 expositores não-italianos e mais de 18 mil visitantes de 115 países – espera-se um grande número de visitantes do exterior neste ano. O escritório da PLAST oferece aos visitantes suporte logístico (graças a um acordo com a agência de viagens Gattinoni Travel Network), incluindo assistência na obtenção de vistos de entrada na Itália, quando necessário.

Graças à colaboração da ICE-Agência de Comércio Italiana, estão sendo convidadas várias delegações de compradores de renome vindas de aproximadamente trinta países. Um intenso programa de encontros B2B com os expositores da PLAST 2018 está sendo organizado para esses visitantes, os quais representam empresas de vários segmentos da indústria de processamento de plásticos e borrachas, desde extrusão e moldagem por sopro até moldagem por injeção, termoformagem e reciclagem.

“Faltando cinco meses para a feira”, afirma Alessandro Grassi, presidente da Promaplast srl, organizadora do evento, “mais de oitocentos expositores diretos já confirmaram sua participação na PLAST 2018, que ocupará cinquenta mil metros quadrados. Há três anos, com a mesma antecedência da data da feira, havia aproximadamente setecentos e oitenta expositores e pouco mais de quarenta e seis mil metros quadrados de espaço de exposição.

“As expectativas dos expositores”, continua Grassi, “são, portanto, bastante positivas, com um crescimento particular no número de expositores estrangeiros, o que é mais uma confirmação da crescente estatura internacional do evento, a qual será a feira mais importante da Europa para o setor em 2018, conforme sublinhado pelo patrocínio contínuo do Ministério do Desenvolvimento Econômico italiano”.

Ele conclui: “Isso tudo ocorre em um contexto econômico geral e setorial que continua a demonstrar sinais concretos de recuperação: as exportações de máquinas italianas cresceram 16% entre janeiro e setembro de 2017, com um valor da produção do setor estimado para o ano passado completo em 4,5 bilhões de euros (superando o recorde pré-crise de 4,25 bilhões em 2007). Esses números nos proporcionam motivos para esperança em 2018 e para o resultado da PLAST 2018. “

A próxima edição da PLAST também contará com três feiras satélites dedicadas a três indústrias de excelência no setor: a RUBBER (que ocorre pela terceira vez, dedicada a toda a indústria da borracha), a 3D PLAST (que retorna para a impressão 3D e tecnologias relacionadas) e a PLAST-MAT ​​(a nova exposição focalizada em soluções inovadoras de plásticos).

Nos próximos meses  ocorrerão em todo o mundo várias importantes feiras especializadas, onde a PLAST 2018 terá presença, continuando seu roadshow promocional para visitantes em potencial:

· SAUDI PLASTICS & PETROCHEM (Riyadh, 21 a 24 de janeiro)
· INTERPLASTICA (Moscou, 23 a 26 de janeiro)
· PLASTINDIA (Gandhinagar, 7 a 12 de fevereiro)
· TIRE TECHNOLOGY EXPO (Hannover, 20 a 22 de fevereiro)
· PLAST ALGER (Algeri, 11 a 13 de março)
· PLÁSTICOS & CAVALEIROS VIETNAM (Cidade de Ho Chi Minh, 20 a 22 de março)
· PPP NIGERIA (Lagos, 27-29 de março)
· CHINAPLAS (Xangai, 24 a 27 de abril)
· NPE (Orlando, 7 a 11 de maio).

O site plastonline.org é constantemente atualizado com notícias, números e informações úteis para expositores, visitantes e meios de comunicação. Em particular, as notícias dos expositores serão publicadas regularmente, fornecendo visualizações sobre novidades a serem exibidas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plast 2018

Curta nossa página no

Plastimagen México 2017 bate recorde de vendas de máquinas durante a feira

24/11/2017

  • Os expositores informam que venderam mais máquinas do que em qualquer outra edição
  • Em sua vigésima primeira edição, a Plastimagen México 2017 reuniu 840 empresas expositoras de 31 países participantes, sendo a melhor edição da feira até hoje
  • Mais de 32,2 mil visitantes de diferentes indústrias
  • 13 pavilhões internacionais, 1 pavilhão especializado da ANIPAC e duas novas áreas expositivas.
  • Visitantes de 40 países

Com sucesso sem precedentes, foram concluídas as atividades da Plastimagen México 2017, que, em sua vigésima primeira edição, reuniu 840 empresas expositoras de 31 países participantes.

Os mais de 32,2 mil visitantes profissionais percorreram todo o piso da exposição em busca das últimas soluções e produtos para suas indústrias. Os visitantes pertenciam a indústrias variadas, tais com a automotiva, de transporte, sacos plásticos, agricultura, embalagens, eletrônicos, construção, eletrodomésticos, cosméticos, produtos de escritório e domésticos, esportes, química, dispositivos médicos, empresas de reciclagem e tubos, entre outros. Eles visitaram os vários salões e 13 pavilhões internacionais da Alemanha, Áustria, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Espanha, Índia, Itália, Portugal, Taiwan, Reino Unido, Coréia, bem como 1 pavilhão especializado da ANIPAC e as duas novas áreas: Sala de Valparaíso e Sala de maquinaria pesada, que teve a maior máquina já apresentada em uma exposição, pesando 95 toneladas.

Durante a feira, participaram profissionais de mais de 40 países, tais como: Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, França, Alemanha Guatemala, Honduras, Índia, Itália, Japão, Holanda, Panamá, Polônia, Portugal, Coréia do Sul, Espanha, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos, entre outros.

Mais de 1.200 máquinas estiveram operando “ao vivo” no evento. Este ano, a feira apresentou aos visitantes profissionais as últimas novidades em máquinas de baixo consumo energético, máquinas elétricas híbridas, máquinas mais rápidas, produtores de embalagens biodegradáveis, novos materiais para envases e máquinas para reciclagem, entre muitas outras soluções. Os expositores informaram que venderam mais máquinas no piso da exposição do que em qualquer outra edição.

Neste ano, a Plastimagen México 2017 apresentou um programa de conferências internacionais que começou na terça, 7 de fevereiro, com a apresentação de Matthew Lenninton, cientista da PolyAdServices, com a palestra intitulada “Nanotecnologia aplicada aos plásticos – estudos de caso” .

A conferência principal do dia teve como tema “A atualização do NAFTA – como a indústria participa”. Nela, se apresentou o que o setor de plástico tem feito para que o acordo beneficie o México e quais os progressos realizados.

O espaço de apresentações do segundo dia foi dedicado à Indústria 4.0 / Internet das Coisas (IoT). Essa tendência vem permeando a indústria porque permite otimizar tempos de produção, ajuda a não perder a produção e a resolver problemas antes de surgirem.

Oliver Lindenberg, Vice-Presidente de Vendas e Marketing da Mold – Masters / Milacron, falou sobre “O impacto da IoT nas fábricas de moldagem do futuro. Em outra apresentação, Jochen Mitzler, chefe de gerenciamento estratégico de produtos do grupo KraussMaffei, mencionou a importância de dar respostas específicas aos clientes para os diferentes problemas que surgem, representando redução de custos em tempo e dinheiro.

Enquanto isso, a WittmannBattenfeld apresentou uma palestra intitulada “Indústria 4.0 – tendências na digitalização de cadeias de valor através da integração de tecnologias de processamento de dados”, que foi proferida por Rudolf Pichler, gerente regional de vendas da empresa para a América do Norte, Central e do Sul. Na palestra, ele explicou a necessidade de os meios de produção serem conectados para melhorar seu desempenho. Ele concluiu dizendo que uma empresa inteligente é aquela que possui soluções 4.0, o que permite resolver problemas na metade do tempo.

Finalmente, a palestra principal do dia, intitulada “Plastico Industrial Inclusivo; Presente e futuro”, foi dada por Cleantho de Paiva, diretor da Braskem Idesa México, e por Juan Antonio Hernández, presidente da ANIPAC.

Com uma imagem do filme “A primeira noite de um homem”, na qual o personagem interpretado pelo jovem ator Dustin Hoffmann especulava sobre profissões de futuro, Cleantho de Paiva começou sua palestra. “Uma palavra: plástico. O futuro está no plástico”. Ele comentou que, até 2020, 18% do automóvel será feito de plástico, em contraste com o percentual de 6% que era registrado nos primórdios da indústria.

Hernandez, por sua vez, assegurou que a indústria de transformação é baseada em micro e pequenas empresas, que representam 84% da indústria de plásticos, enquanto as grandes empresas correspondem a 4% e as empresas médias 12%.

Houve também dois seminários técnicos: o primeiro foi dedicado à moldagem por injeção, manutenção, máquinas e moldes, proferido por Gianbattista Bellina, da Assocomaplast. O segundo foi sobre os Sacos e Reciclagem Inteligentes, apresentado pela Comissão Técnica da ANIPAC. Gabriel Catino, Aldimir Torres e Abraham Beutelspaches discorreram sobre as sacolas plásticas, seus usos e a maneira de aproveitar o produto final.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plastimagen México / foto: Facebook (Plastimagen)

Curta nossa página no

3M reafirma sua liderança em inovação durante a Plastimagen México 2017

24/11/2017

No âmbito da celebração de 70 anos da 3M no México, a empresa esteve presente na vigésima primeira edição da Plastimagen México 2017, o evento mais importante na indústria de plásticos na região.

Na presença de 32 mil visitantes que se reuniram de 7 a 10 de novembro no centro Citibanamex, a 3M apresentou várias soluções para a indústria plástica através do seu negócio de Materiais Avançados, que aplica as inovações científicas da 3M para oferecer melhor desempenho para o setor.

Com mais de 16 anos de experiência, as tecnologias de soluções de Materiais Avançados ajudam a aumentar a produtividade e a eficiência das indústrias atendidas pela 3M. As soluções providas pelo negócios de Materiais Avançados são focalizadas essencialmente em aplicações de peças moldadas por injeção, pintura reflexiva de calor e revestimentos industriais, recipientes retornáveis ​​e garrafas leves.

Neste ano, a 3M participou com três produtos principais na Plastimagen México 2017:

  • As microesferas de vidro, que permitem reduzir o peso em peças de plástico e o custo na fabricação de vários produtos. A tecnologia foi desenvolvida pela 3M na década de 1960 e foi refinada ao longo do tempo, tornando-se um produto emblemático da divisão de Materiais Avançados.
  • Auxiliares de processamento, que são um aditivo especializado para melhorar e facilitar o processamento de polímeros. Como conseqüência, permitem a eliminação da rugosidade no material e transições de cores mais rápidas.
  • Nitreto de Boro – cerâmicas avançadas que funcionam como aditivos para polímeros e são usadas em aplicações de tecnologia de iluminação LED, baterias de alta capacidade, aplicações eletrônicas para indústrias de consumo e automotiva, oferecendo benefícios de alta condutividade térmica, propriedades de isolamento elétrico, densidade reduzida e propriedades de processamento para injeção plástica.

Oscar David Molina Ramírez, Engenheiro de Desenvolvimento de Aplicações na Divisão de Materiais Avançados (à esquerda, na foto), comentou: “Nossos materiais estão presentes em grandes projetos das empresas mais importantes, tanto em aplicações subterrâneas quanto na área espacial. Buscamos constantemente desenvolver tecnologias e soluções que ajudem a aumentar a produtividade e a eficiência da indústria de plásticos “.

Fundada em 1902, a 3M possui mais de 91 mil colaboradores ao redor do mundo, com escritórios em mais de 70 países. Com $30 bilhões de dólares anuais em vendas em 2016, a 3M aloca 5,8% de suas vendas para pesquisa e desenvolvimento em todo o mundo, tendo investido um total de US $ 1,7 bilhão em 2016. A empresa possui 36 laboratórios e Centros de P&D e 8 mil pesquisadores em todo o mundo, contando com 46 plataformas tecnológicas. Ao longo da sua história, a 3M já requereu mais de 109.000 patentes.

No México, a 3M está presente desde 1947, possuindo 9.800 funcionários e exportando para 20 países. Possui várias fábricas no Páis, além de um Centro de Inovação e Pesquisa e Desenvolvimento onde a tecnologia é usada para desenvolver soluções adaptadas às necessidades dos clientes locais.

Curta nossa página no

Amaplast expõe na Plastimagen 2017; México é 3o. principal destino de exportação de máquinas italianas para plásticos e borracha

24/11/2017

A Amaplast decidiu expor na Plastimagen México 2017 à luz da tendência das vendas italianas de máquinas de plásticos e borracha para processadores mexicanos, que tem crescido de forma constante e significativa, especialmente nos últimos três anos: de 85 milhões de euros em 2014, para 100 em 2015 e 173 em 2016. Este é o melhor desempenho já registrado, pelo menos entre os dez principais mercados de exportação italianos do setor.

É por este motivo que a Amaplast (associação italiana que reúne 170 fabricantes de máquinas para plásticos e borracha e moldes, filiada à Confindustria) coordenou o pavilhão italiano na 21a. Plastimagen, hospedando cerca de quarenta empresas em 850 m2 de espaço.

Além disso, pelo menos trinta empresas italianas adicionais participaram da Plastimagen 2017, algumas delas representadas em stands de seus agentes ou sucursais locais.

“Uma presença tão considerável”, destacou Alessandro Grassi, presidente da Amaplast, “confirma o México como um dos principais mercados de destino para as exportações italianas de máquinas para plásticos e borracha: de fato, em 2016 o país ficou em terceiro lugar, com uma participação de 5,8% do total.”

Também vale a pena salientar que uma parte expressiva das vendas italianas para o México é representada por linhas de extrusão e outras máquinas de processamento de alto valor agregado, que muitas vezes são fabricadas de acordo com as especificações do cliente. Por um lado, isso representa claramente a necessidade dos processadores mexicanos de atualizar seus equipamentos instalados e, por outro, a capacidade dos fabricantes italianos de fornecer tecnologias avançadas para produzir itens de alta qualidade em larga escala.

A indústria manufatureira mexicana – que está fortemente ligada à economia dos EUA, embora se inclinando a um desenvolvimento mais independente – está passando por uma fase de forte crescimento que está se espalhando por outros setores, como o automotivo e de embalagens, que usam uma grande quantidade de plásticos e borracha.

“De qualquer forma”, continua Grassi, “esta feira é uma vitrine muito importante para a Made in Italy, que está entre os principais países exportadores do mundo no setor”.

As seguintes empresas associadas da Amaplast estiveram exibindo no pavilhão italiano: Bausano & Figli, BMB, Borghi, Cantoni, CMS, Dega, Elba, Filtec, Frigosystem, Gamma Meccanica, Gavo Meccanica, Icma San Giorgio, LTL, Macchi, Marra, Meccanica Generale, Moretto, Negri Bossi, Omipa, Plas Mec, Plastiblow, Previero N./Sorema, Promixon, Sica, Tecnomatic e Tecnova.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Amaplast

Curta nossa página no

Tomra Sorting Recycling marca presença na Waste Expo

20/11/2017

A Tomra Sorting Recycling vai marcar presença na Waste Expo 2017 (Stand A5A), que ocorre entre os dias 21,22 e 23 de Novembro em São Paulo. Trata-se de um evento totalmente focalizado na Gestão de Resíduos Sólidos

No Brasil, cerca de 80 milhões de toneladas de resíduos são gerados por ano e apenas 3% desse total é reciclado. Outro dado preocupante, segundo estudo anual da ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), corresponde ao fato de que 59,8% das cidades brasileiras fazem uso de destinos considerados inadequados para o descarte de lixo. Além disso, cerca de 500 municípios não possuem sequer coleta domiciliar.

Ciente dos desafios apresentados por tal quadro, a Tomra Sorting Recycling acredita ter um papel importante na mudança do panorama do setor.

A Tomra Sorting Solutions desenvolve e oferece soluções de triagem baseada em sensores. A empresa acredita que o impulso para o tratamento adequado dos resíduos passa pela recuperação dos materiais valorizáveis que atualmente estão sendo descartados, de forma a aumentar o ciclo de vida desses produtos, colocando-os de volta na atividade econômica através da reciclagem.

De acordo com Carina Arita (foto), Diretora Comercial da Tomra Brasil, “os benefícios da reciclagem abrangem a saúde publica – pelo tratamento dos resíduos sólidos-, a geração de empregos diretos e indiretos, a movimentação da economia da indústria da reciclagem e a proteção do meio ambiente pela substituição do uso de recursos naturais, além de outros benefícios intrínsecos como o próprio atendimento da Politica Nacional de Resíduos Sólidos”.

Considerando o potencial desse mercado e o alinhamento da sua tecnologia com os benefícios que pode proporcionar para a sociedade e o meio ambiente, a Tomra Sorting Recycling tem acreditado e investido na sua subsidiária no Brasil desde 2011, visando impulsionar a reciclagem através da separação baseada em sensores óticos. A empresa vai estar presente na segunda edição da Waste Expo Brasil para apresentar ao mercado suas soluções já existentes e consolidadas em todo o mundo, assim como os últimos lançamentos no segmento de Resíduos Sólidos, tais como a separação de vidro através do Autosort Laser.

Segundo Carina Arita, “a Tomra Sorting Solutions está à disposição para conhecer a realidade dos resíduos em cada cidade do Brasil e da América do Sul, a fim de discutir e buscar soluções com suas tecnologias de última geração, as quais vão aos poucos conquistando terreno no mercado brasileiro ao atender às diferentes demandas”.

Waste Expo

De forma a dar respostas a desafios das atuais políticas do país, a Waste Expo Brasil (www.wasteexpo.com.br) vai reunir especialistas do setor para explorar alternativas para a gestão de resíduos sólidos e identificar possíveis caminhos para uma mudança de mentalidade. O painel de oradores contará com a presença do Ministro de Estado do Meio Ambiente, José Sarney Filho. Também ocorrerá o lançamento de um estudo inédito do Programa da Organização das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA: o Atlas da Gestão de Resíduos na América Latina.

Apresentação do Autosort Laser

Lançando no último mês de Outubro, o Autosort Laser permite a seleção de vidro, cerâmica, pedras, metais e plásticos de resíduos domiciliares e comerciais. As suas capacidades permitem que as Plantas de Triagem de Resíduos possam recuperar ainda mais materiais e reduzir o volume de resíduos que seguirá para os aterros, reduzindo também os custos de descarte. Além disso, o Autosort Laser ajuda a criar receitas adicionais através da recuperação de mais um produto com valor comercial.

Para Carina Arita, que estará apresentando o novo sistema ótico durante a feira (stand A5A) e esclarecendo dúvidas e questionamentos, o Autosort Laser “tem uma tecnologia de separação a laser com base no bem-sucedido sistema de infravermelhos (NIR) e na flexível série Autosort da Tomra, que é um separador com mais de 4.000 unidades instaladas em todo o mundo”.

O Autosort Laser da Tomra oferece uma combinação de sensores capaz de detectar simultaneamente ainda mais propriedades do material no mesmo ponto, selecionando, portanto, as frações de material de forma mais eficiente. Ao contrário de tecnologia existentes, o Autosort Laser se destaca em separar o vidro fino, grosso ou opaco de resíduos sólidos urbanos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tomra

Curta nossa página no

Com 870 expositores de 25 países, Plastimagen México 2017 começa nesta terça feira (07/11)

07/11/2017

  • A Plastimagen México deste ano será realizada de 7 a 10 de novembro no Centro Citibanamex na Cidade do México e inclui 14 Pavilhões Internacionais e especializados da Alemanha, Áustria, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Espanha, Índia, Itália Portugal, Taiwan, Reino Unido, Coréia e ANIPAC.
  • Como parte da sua turnê de promoção da feira, os organizadores da Plastimagen México 2017 viajaram por países da América do Sul e Central (Colômbia, Peru, Equador, Guatemala, El Salvador, Honduras e Costa Rica), apresentando dados sobre o evento.

No âmbito da sua visita à América Central e do Sul, percorrendo países como a Colômbia, Peru, Equador, Guatemala, El Salvador, Honduras e Costa Rica para promover a vigésima primeira edição da Plastimagen México 2017, o Eng. Juan Antonio Hernández (foto), presidente da Associação Nacional de Indústrias de Plásticos do México, AC (ANIPAC), apresentou aos empresários do setor dessas regiões um panorama sobre o novo ambiente geopolítico e geoeconômico que enfrenta essa indústria, indicando que a América do Norte é hoje em dia a região do mundo com a produção mais barata na indústria de plásticos,  registrando também um aumento na sua capacidade de produção mas enfrentando novos concorrentes e infra-estrutura insuficiente.

De 1950 a 2015, a indústria de plásticos mundial registrou crescimento constante em sua produção. A Ásia atualmente domina a produção plástica (49%), seguida pela Europa (19%) e pela América do Norte (18%).

Enquanto isso, o valor de mercado da produção de máquinas para a indústria é de 34 bilhões de euros, sendo a Europa a região líder com 43% da produção, seguida da China, que representa 32% da produção mundial, enquanto que a América do Norte representa apenas 10%.

O México importa 20 bilhões de dólares de resinas e plásticos por ano e está entre os principais países exportadores de produtos, juntamente com os Estados Unidos e o Canadá. A indústria de plásticos mexicana mostra uma trajetória claramente crescente. Em 2015, a produção aumentou 7,7% e, até o final deste ano, espera-se um crescimento anual de mais de 6%. O México importa anualmente cerca de 20 bilhões de dólares em resinas e plásticos e está incluído entre os principais países de exportação de produtos, juntamente com os Estados Unidos e Canadá. O México ocupa o 12º lugar no consumo de plásticos no mundo.

A este respeito, o Ing. Hernández falou com os presentes nesses países sobre o comércio entre o México e a região, as importações e exportações e os principais produtos comercializados, entre outros temas de interesse.

A nova edição

Por 21 anos, a Plastimagen México estabeleceu-se como referência na indústria em busca de soluções para o setor de plásticos. Em novembro, exatamente entre os dias 7 e 10, será realizada a vigésima primeira edição da Plastimagen México no Centro Citibanamex da Cidade do México, organizada por E.J. Krause Tarsus do México. O evento terá a participação de empresas mexicanas e internacionais, mostrando a vanguarda de soluções para o setor de transformação de plásticos dirigidas a quase todas os segmentos industriais.

Para esta feira, são esperados mais de 30.000 visitantes e cerca de 870 empresas expositoras vindas de 25 países, representando mais de 1.600 marcas. Neste ano, a área de evento também será estendida e haverá 14 pavilhões internacionais. 4 pavilhões do Citibanamex serão ocupados com mais de 43 mil metros quadrados de espaço de exposição, além do pavilhão Valparaiso e da sala F, destinada a máquinaria pesada.

Um programa especial de palestras

A Plastimagen 2018 também contará com um programa internacional de conferências, organizado conjuntamente pela Associação Nacional de Indústrias de Plásticos (ANIPAC) e a EJ Krause de Mexico, que irá oferecer aos visitantes uma oportunidade para capacitação e para encontrar soluções para problemas que frequentemente surgem no cotidiano da indústria de plásticos.

Dentro do programa, serão apresentados tópicos como o da Indústria 4.0. Este é um tema fundamental pois é importante que a indústria de plásticos conheça os seus benefícios nos processos. É imprescindível ouvir a experiência de pessoas que convivem com a conectividade inteligente e o poder da Internet aplicado à manufatura.

Outro grande tema a ser abordado são as matérias primas e aditivos. Novos polímeros continuam a ser desenvolvidos mundialmente, com grandes investimentos para obtenção de materiais com propriedades físicas, mecânicas, ópticas e químicas mais apropriadas a aplicações em diferentes segmentos. Como resultado, por exemplo, tem sido possível a otimização no projeto de embalagens, recipientes e vários outros itens usados na nossa vida cotidiana. Novos materiais plásticos também tem facilitado a reciclagem e reutilização de produtos.

A sustentabilidade e o desenvolvimento da economia circular também é um outro tema focalizado. Finalmente, o público poderá participar de um workshop para discutir tecnologias de processamento de plásticos.

Sobre a EJ Krause México: A EJ Krause de Mexico é um promotor de fóruns de negócios internacionais que produz importantes exposições e conferências anuais em setores estratégicos desde 1991 , no México, com destaque para os setores de alimentação, educação, energia, estilo, silvicultura, indústria, meio ambiente, plástico e TIC, entre outros. É parte da rede mundial da EJ Krause & Associates, Inc. (EJK), que há mais de 30 anos vem sendo um líder mundial na organização de exposições e conferências e uma das maiores empresas privadas organizadoras de exposições do mundo.

Sobre o Tarsus Group Plc: Tarso Group Plc é um grupo de mídia de negócios internacionais com enfoque em exposições, publicações e mídia online. O grupo opera em setores-chave como a aviação, medicina, rótulos e embalagens, vestuário com desconto (Off-Price clothing), bens de consumo e indústrias automotivas. A Tarsus gerencia mais de 80 eventos e sites e é conhecido por suas exposições Labelexpo na Europa, Américas, Índia, Ásia e no Dubai Airshow.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plastimagen

Curta nossa página no

Arburg teve stand cheio, com excelente atmosfera de negócios na Fakuma 2017

30/10/2017

  • O stand de Arburg esteve lotado: dez exposições demonstraram aplicações inovadoras e tendências da indústria
  • Peças individualizadas e produção de alto volume: desde peças de PP fabricadas por impressão 3D em lotes de unidade única até 7.700 bacias plásticas por hora com “In Mould Labelling”
  • Excelente ambiente: um ávido interesse internacional nas exposições e discussões com especialistas

Para aqueles que estavam à procura de informações sobre tendências da indústria, inovações e os tópicos mais recentes na Fakuma, uma visita à Arburg era obrigatória. Os destaques foram as duas grandes máquinas híbridas, a Allrounder 1120 H e a Allrounder 920 H, ambas com um novo design e apresentando o novo sistema de controle Gestica, bem como um novo exemplo prático da Indústria 4.0. Dez exposições inovadoras, a maioria delas correspondendo a sistemas “turn key”, demonstraram a produção eficiente de peças de plástico, que vão desde componentes funcionais de PP fabricados por impressão 3D em lotes de unidade única, passando pela produção de peças moldadas multi-variantes sob demanda até a produção em volume de 7.700 por hora de bacias plásticas com rotulagem IML. Foram apresentadas dez exposições adicionais em stands de parceiros.

“Estamos muito satisfeitos com a Fakuma 2017. Recebemos muitas consultas firmes e os negócios foram excelentes – tanto para nossos clientes de todas as indústrias, bem como para nós. Durante esses tempos de “boom” econômico, a tecnologia de máquinas de produção eficiente, assim como soluções personalizadas e serviços confiáveis estão especialmente em demanda “, disse Michael Hehl, sócio-gerente e porta-voz da equipe de gerenciamento da Arburg. “Além disso, tópicos como a Indústria 4.0, sistemas de computadores para hospedagem e a fabricação aditiva (impressão 3D) estão se tornando cada vez mais relevantes para nossos clientes. Em Friedrichshafen, fomos mais uma vez capazes de demonstrar que podemos oferecer não apenas a tecnologia adequada de máquinas inteligentes para quaisquer requisitos, mas que estamos ao lado do cliente como um parceiro tecnológico”, complementou Hehl. Houve também um grande interesse no stand especial de recrutamento que a Arburg vem disponibilizando na Fakuma desde 2015, com a finalidade de conhecer profissionais e recrutar novos funcionários.

Premiere da Allrounder em novo design

Os destaques inconfundíveis no stand da Arburg na feira foram as duas grandes máquinas híbridas, a Allrounder 1120 H e a Allrounder 920 H, com novo design e apresentando o novo sistema de controle Gestica.

A nova Allrounder 920 H, com uma força de fechamento de 5.000 kN, fez sua estréia em Friedrichshafen. A exposição foi equipada com o sistema robotizado Multilift V 40 e produziu invólucros de 720 gramas, dos quais sete unidades por vez eram embaladas, em linha, dentro de caixas.

A Allrounder 1120 H, com uma força de fechamento de 6.500, produziu as populares banquetas dobráveis com design Arburg, como parte de uma sofisticada solução “turnkey”. A máquina já pode ser encomendada por clientes de todo o mundo depois da Fakuma 2017. Em uma estação separada, especialistas da Arburg apresentaram as funções do novo sistema de controle Gestica – que tem a aparência de dispositivos móveis inteligentes – e estiveram envolvidos em discussões com clientes e visitantes interessados praticamente sem parar. Os comentários sobre o novo design da máquina e o novo sistema de controle foram bastante positivos.

Indústria 4.0 na prática: cintas de tensão “sob demanda”

No que diz respeito à “Indústria 4.0”, “Transformação Digital” e “Fábrica Inteligente”, produtos como o sistema de computador “host” Arburg (ALS), assim como a integração de soluções de TI no processo de produção, foram muito procurados.

Como um terceiro destaque, a Arburg apresentou um novo exemplo prático de Indústria 4.0 que foi adaptado especificamente aos requisitos do setor de moldagem por injeção. Em relação a isto, os requisitos do cliente eram integrados a um processo de moldagem por injeção em execução para produção multi-variante em alto volume. Um sistema turnkey compacto com um Allrounder 375 V vertical produziu, sob demanda, a cada ciclo, cintas flexíveis de tensão em vários comprimentos, cores e combinações de peças finas – sem nenhuma necessidade de conversão. Os visitantes podiam digitar o valor desejado para a tensão da cinta diretamente no terminal, fazendo com que o pedido fosse transmitido diretamente para o sistema central de controle Selogica através do protocolo de comunicação OPC UA. A cinta de tensão era então cortada automaticamente para o comprimento selecionado, ambas as extremidades unidas por meio de um processo de plasma e colocadas nas cavidades do molde de quatro cavidades de acordo com o pedido. A manipulação foi realizada por um robô de seis eixos compactamente alojado dentro da área de instalação. Os insertos eram opcionalmente sobremoldados em combinações de gancho / gancho, gancho / ilhós ou ilhós / ilhós, sendo a cinta de tensão retirada do sistema depois de pronta. Na prática industrial, este tipo de produção de alto volume com múltiplas variantes é ideal para montagem de cabos na indústria automotiva, por exemplo.

A Arburg define a Fakuma

A Arburg apresentou um total de dez exposições em seu próprio stand e mais dez em stands de parceiros. Esta presença foi um reflexo da importância da Fakuma, que celebra este ano o seu 25º aniversário. A Arburg não tem sido somente o maior expositor, mas também foi co-fundadora da Fakuma. Quando Paul E. Schall apresentou sua ideia a Eugen Hehl,da Arburg, décadas atrás, ele foi imediatamente atraído pela idéia de uma feira no Lago Constance: relevância prática combinada com expertise profissional, um local atraente na fronteira alemã, austríaca e suíça e uma atmosfera familiar – uma fórmula vencedora que tem permanecido extremamente bem sucedida até hoje.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no

Radici apresenta novos polímeros de PPS durante feira Fakuma, na Alemanha

22/10/2017

  • Amplia-se a oferta do RadiciGroup com a introdução de produtos inovadores.
  • Alemanha é um mercado estratégico para o Grupo; Radicigroup está presente no país com fábricas na área química e de polímeros técnicos

Diante de um mercado cada vez mais exigente em termos de inovação e desempenho – especialmente o alemão, reconhecido pela sua indústria automotiva – a estratégia do RadiciGroup é a de se tornar um parceiro de confiança para os clientes, completando a oferta dos chamados “polímeros de alto desempenho”. Durane a Fakuma, o RadiciGroup anunciou oficialmente a expansão da sua gama de plásticos técnicos com as resinas PPS, que polímeros de alto desempenho, particularmente indicados para usos de engenharia.

Segundo o RadiciGroup, as características diferenciais dos novos polímeros Raditeck® P são:

  • Resistência química superior em contato com óleos, combustíveis, solventes e soluções água-glicol
  • Manutenção das propriedades mecânicas após exposição a temperaturas elevadas em contato com o ar e outros fluidos
  • Alta estabilidade dimensional graças a uma higroscopicidade muito baixa
  • Produto “naturalmente” resistente à chama

«Os produtos Raditeck® P foram criados como parte da estratégia do RadiciGroup de continuar a expandir o seu portfolio de produtos especiais” – disse Erico Spini, Gerente de Marketing da Europa do RadiciGroup Performance Plastics – “Eles nos dão a capacidade de apoiar melhor nossos clientes tendo à disposição uma oferta mais completa de materiais, especialmente nos projetos envolvendo inovação e substituição dos metais. Na Fakuma 2017, nós apresentamos cinco grades de Raditeck® P, com conteúdo de carga que varia de 40% de fibra de vidro a 65% de carga mista (mineral e fibra de vidro). Nós estamos prontos para criar novos grades especiais “sob medida”, de acordo com a filosofia de colaboração que sempre influenciou positivamente o relacionamento comercial entre a nossa empresa e os nossos parceiros».

Os principais setores de aplicação dos novos produtos Raditeck® P são:

  • Automotivo – Segundo o RadiciGroup, os novos grades de Raditech apresentam elevada estabilidade dimensional (requerida, por exemplo, para os impulsores e carcaças de bombas), alta resistência química, mesmo em presença de substâncias ácidas,  capacidade de manter as propriedades mecânicas ao longo do tempo mesmo quando expostos a altas temperaturas (>200°C)
  • Gerenciamento de água e eletrodomésticos – O RadiciGroup assegura que o Raditeck® P oferece excelente resistência à hidrólise,  estabilidade dimensional e propriedades mecânicas, incluindo excelente resistência à deformação
  • Elétrico/eletrônico – De acordo com o RadiciGroup, o PPS possui propriedades retardantes de chamas intrínsecas absorção de água praticamente nula. Após a introdução no mercado da linha de produtos Radilon XTreme e o lançamento das PPAs (Radilon® Aestus T) na Feira K no ano passado o RadiciGroup enriquece a sua oferta de polímeros de alto desempenho com os novos produtos à base de PPS, posicionando-se cada vez mais como um interlocutor confiável na implementação de projetos inovadores de seus clientes.

“Outro aspecto do qual estamos particularmente orgulhosos – conclui o Sr. Spini – é a colaboração com os nossos clientes no fornecimento de suporte ao desenvolvimento de projetos, a partir da fase bem inicial. Nós gostamos de nos definir como um “provedor de soluções” porque, além de dar assistência na escolha correta do material, podemos também oferecer um suporte avançado para cálculo estrutural. Esta abordagem de simulação permite obter um modelo do componente estrutural, tipicamente com material reforçado com fibras, que leva em conta todas as variáveis que afetam o processamento e o desempenho da peça, incluindo principalmente a orientação das fibras de vidro. Desta maneira, nós estabelecemos uma relação entre as características mecânicas “locais” da peça e a sua morfologia, influenciada pelos parâmetros usados no processo de moldagem.  Assim, é possível avaliar, entre outras  propriedades, a mudança na resistência mecânica do componente como uma função da posição do ponto de injeção, mantendo a geometria da peça inalterada. Nós concluimos que esta nova abordagem fornece uma melhoria perceptível na confiabilidade de cálculos virtuais, com uma consequente redução dos custos de design causados principalmente por erros nos estágios iniciais. Nós fizemos investimentos importantes também na caracterização avançada dos nossos materiais – tanto para os novos como para os materiais-padrão – que são frequentemente usados em aplicações inovadoras para  substituição de metal».

Todos esses tópicos foram cobertos na apresentação intitulada “A visão da RadiciGroup Performance Plastics: novos materiais e abordagens de cálculos inovadoras para as aplicações de hoje e de amanhã”, que Erico Spini realizou durante a Fakuma 2017.

No stand do RadiciGroup na Fakuma foi apresentado também o processo de marcação a laser de uma especialidade de poliamida, otimizada para este tipo de processamento. A demonstração foi realizadas através de colaboração com a Evlaser, uma empresa especializada no design e produção de equipamento de laser para aplicações industriais, estéticas e médicas.

Fonte: RadiciGroup

Curta nossa página no

Fabricantes italianos de máquinas para processamento de plásticos e borracha registram forte crescimento nas exportações no primeiro semestre de 2017

11/10/2017

Importações subindo 9,1% e exportações crescendo 14,6%: estes são os resultados do primeiro semestre de 2017, em relação ao mesmo período de 2016, obtidos pelo Centro de Estudos Estatísticos da Amaplast com base na análise dos dados de comércio exterior do ISTAT (Instituto Nacional de Estatísticas da Itália).

As duas tendências apontam para uma melhoria adicional na balança comercial positiva do setor (em mais de 1,1 bilhões de euros), com um aumento de dezessete pontos percentuais em relação ao período de janeiro a junho de 2016.

Enquanto as importações diminuíram ligeiramente em relação ao final do ano de 2016 e aos primeiros meses de 2017, as vendas no exterior confirmam um robusto crescimento de dois dígitos, o qual caracterizou todo o primeiro semestre de 2017.

Em relação às exportações – a principal saída para a produção nacional do setor – os fabricantes italianos podem considerar-se satisfeitos tanto no que se refere à gama de produtos vendidos como também em termos de geografia das vendas.

Desempenho por tipo de máquina

Com exceção do desempenho negativo em plantas para maquinaria de mono e multi-filamentos, máquinas de moldagem por sopro e máquinas para materiais espumados, todos os tipos de máquinas registraram uma melhoria acentuada na demanda externa, com particular destaque para linhas de extrusão (+ 17% em relação ao ano anterior) , impressoras flexográficas (+ 23%), máquinas de termoformagem (+ 37%) e moldes (+ 18%).

Desempenho por geografia – Europa

A Europa continua a ser o principal mercado de destino das máquinas italianas. As vendas dentro da União Européia aumentaram mais de vinte pontos percentuais em relação aos primeiros seis meses de 2016 e um aumento semelhante foi registrado em todo o resto da Europa, em geral. Vale ressaltar o desempenho positivo na Rússia, onde o valor das vendas mais do que duplicou, saindo de aproximadamente 21 milhões para quase 50 milhões de euros.

Desempenho por geografia – Américas

As Américas absorveram um quinto das exportações italianas no setor, com um aumento da ordem de dez pontos percentuais, atribuível principalmente ao crescimento nos mercados latino-americanos, com o Brasil liderando (+ 73%). Os países do NAFTA, por outro lado, registraram um crescimento mais modesto devido a uma desaceleração das vendas para o México.

Desempenho por geografia – Ásia

As vendas para países asiáticos permaneceram bastante estagnadas, condicionadas por uma queda das exportações para o Oriente Médio em geral e, especificamente, para a Arábia Saudita e o Irã. As vendas para o Extremo Oriente não foram muito melhores, arrastadas pela queda de 12% registrada para a China, que certamente não foi compensada pelo aumento de 1% para a Índia (apenas olhando para os dois principais mercados da área).

Desempenho por geografia – África

Embora as vendas agregadas para África sejam de valor modesto, tanto os países mediterrâneos como os países subsaarianos registraram um aumento que se aproxima de vinte pontos percentuais.

“Deve-se notar”, ressalta o satisfeito presidente da Amaplast, Alessandro Grassi, “que a recuperação de suprimentos para mercados históricos importantes, como a Rússia e o Brasil, que estavam derrapando no passado recente devido aos seus respectivos problemas econômicos e políticos, dá um impulso bastante significativo na confiança para as empresas do nosso setor “.

“As estatísticas do fim de junho que destacam o crescimento contínuo das exportações para o setor”, continua Grassi, “são um sinal importante para os fabricantes italianos de máquinas, moldes e equipamentos de processamento de plásticos e borrachas, que têm uma percepção mais tangível da recuperação em seu mercado e podem aguardar um novo recorde de produção e exportação no final do ano. As empresas também observam uma recuperação paralela no mercado interno, sustentada em parte pelas medidas de estímulo implementadas pelo governo italiano para apoiar o investimento dos fabricantes dentro da abordagem da “Indústria 4.0”. Os fabricantes italianos de máquinas de processamento de plásticos e borracha estão prontos para contribuir com o processo, fornecendo sistemas de ponta e competitivos “.

Confirmando as estatísticas de comércio exterior acima descritas, a pesquisa de meio de ano realizada no final de julho entre as empresas associadas à Amaplast, comparando o primeiro semestre de 2017 com o mesmo período de 2016, revelou uma tendência positiva tanto no volume de negócios (aumento para 45% dos entrevistados e estável para 51%) como nos pedidos correntes (melhorando para 51% dos entrevistados e permanecendo estável para 35%).

Eventos no setor

Os próximos meses trazem um intenso calendário de importantes feiras especializadas em todo o mundo, onde a Amaplast desempenhará um papel ativo na promoção do “Made-in-Italy”:

  • Plastimagen (Cidade do México, 7 a 10 de novembro), com cerca de 40 expositores no pavilhão italiano
  • Plásticos e borracha Indonésia (Jacarta, 15 a 18 de novembro)
  • Plast Eurasia (Istambul, 6-9 de dezembro).

Além disso, a Amaplast também participou da Iranplast, em Teerã, de 24 a 27 de Setembro, onde a associação, juntamente com a ICE-Agenzia, coordenou uma exposição coletiva de aproximadamente 30 empresas italianas. A Amaplast também esteve presente na Equiplast, realizada de 2 a 6 de Outubro, em Barcelona.

Naturalmente, a presença italiana nestas feiras também oferece a oportunidade de intensificar a promoção da feira PLAST 2018 (Milão, 29 de maio a 1 de junho de 2018) entre os potenciais visitantes. Enquanto isso, o escritório organizacional da feira completou o procedimento de atribuição de stands, o qual está sendo revisado pelos mais de mil expositores atualmente registrados, que reservaram cerca de 90% do espaço disponível.

A PLAST 2018 é membro da “The Innovation Alliance”, que reúne cinco feiras internacionais (Ipack-Ima, Meat-Tech, Plast, Print4All e Intralogistica Italia), todas acessíveis com um único ingresso. As feiras contêm a excelência tecnológica de várias indústrias complementares dentro de uma lógica de cadeia de suprimentos integrada: desde o processamento de plásticos e borrachas até a moldagem industrial; desde a fabricação até a embalagem; desde gráficos personalizados para embalagens e etiquetas até o manuseio e armazenamento de mercadorias.

A PLAST 2018 também incluirá três feiras satélite: Rubber 2018 (para o segmento de borracha), 3D Plast (impressão 3D e tecnologias associadas) e Plast-Mat ​​(plásticos inovadores).

Com base em números da última edição (1.584 expositores de 57 países e 50.087 visitantes de 115 países), a PLAST será o evento mais importante do setor na Europa, em 2018. Juntamente com os outros eventos que compõem “The Innovation Alliance”, ocupará todo o recinto de feiras de Rho-Pero.

O novo nome

Amaplast é a associação industrial nacional italiana, membro da Confindustria, que representa mais de 160 fabricantes de máquinas, equipamentos e moldes para processamento de plásticos e borracha. Em 7 de junho de 2017, a Assocomaplast foi renomeada como Amaplast. O escritório da associação criou uma breve apresentação animada no Youtube (https://www.youtube.com/watch?time_continue=8&v=kDJzqPHsi3U) para sublinhar a importância do novo nome.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Amaplast

Curta nossa página no

Tecniplas mostra soluções em tancagem na Fenasan

26/09/2017

Um dos tanques da Tecniplas fornecidos para a Sabesp

Empresa fabrica tanques e megatanques de PRFV para aplicações em saneamento

A Tecniplas, fornecedor brasileiro de tanques e equipamentos especiais em compósitos (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro), participa mais uma vez da Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan), evento que acontece entre os dias 03-05/10, em São Paulo.

Fabricante do maior tanque de Plástico Reforçado com Fibra de Vidro do Brasil – com 15 m de diâmetro, armazenando até 3,5 milhões de litros –, a Tecniplas pretende divulgar na Fenasan não só os seus megatanques, mas também os reservatórios que produz de acordo com as padronizações das concessionárias de água e esgoto. “Por exemplo, uma das exigências mais comuns é a inclusão de pontos de descanso, estruturas compostas por plataformas intermediárias e escadas”, explica José Roberto Vasconcellos, gerente comercial da Tecniplas.

Outra determinação das concessionárias diz respeito à coloração das resinas utilizadas na fabricação das paredes dos tanques. “Ajustamos o tom dos polímeros que processamos para que fiquem mais escuros. Assim, o líquido envasado não sofre qualquer influência da luz solar”, detalha.

A Tecniplas também demonstrará na Fenasan a importância de se contemplar nos projetos dos tanques a influência das cargas de vento. Por conta das recentes mudanças climáticas, tem crescido no Brasil o número de ocorrências causadas pela maior velocidade das rajadas. “Projetamos os reservatórios sujeitos a cargas de ventos com a adição de anéis de reforço que os protegem contra as pressões externas e evitam amassamentos que podem danificar a estrutura”.

Os tanques da Tecniplas para aplicações em saneamento podem ter até 15 m de diâmetro e armazenar 4,5 milhões de litros. Frente aos tradicionais reservatórios de concreto, garantem diversas vantagens, tais como maior estanqueidade e vida útil superior. “Concessionárias como Sabesp, em São Paulo, Corsan, no Rio Grande do Sul, e Casan, em Santa Catarina, já operam com os nossos tanques”.

Fundada em 1976, a Tecniplas mantém uma fábrica de 32 mil m² em Cabreúva, no interior de São Paulo. Seus produtos também são utilizados pelas indústrias de álcool e açúcar, papel e celulose, cloro-soda, química e petroquímica, fertilizantes e alimentos.

Serviço: Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan)
Quando: 03-05/10
Onde: São Paulo Expo
Tecniplas: estande G04

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tecniplas

Curta nossa página no