Posts Tagged ‘Feiras’

Joinville recebe as principais feiras da indústria do plástico em 2018 na América Latina a partir de terça-feira, dia 14 de agosto

09/08/2018

A Interplast e a EuroMold Brasil acontecerão de 14 a 17 de agosto, das 14h às 21h, no Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE. A estimativa é a geração de R$ 200 milhões em negócios. As feiras devem servir de impulso às mais de mil indústrias de transformação de plástico de Santa Catarina.

Importante polo industrial do país, a maior cidade de Santa Catarina sediará de 14 a 17 de agosto dois eventos tradicionais no setor plástico do Brasil. A Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico – e a EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos para a América Latina – reunirão mais de 400 marcas em 320 estandes de empresas brasileiras e de países da Ásia, Europa e Américas, apresentando novidades que vão desde o design até a produção de produtos de plástico. Mais de 25 mil visitantes são esperados para os eventos, que serão realizados em uma área de 20 mil m², no Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE, em Joinville, SC.

“Santa Catarina reúne cerca de 1.000 indústrias de transformação de plástico que somam mais de 32 mil empregos diretos nas unidades fabris. Anualmente, cerca de 1 milhão de toneladas de plástico são processadas no estado, que possui grandes empresas de atuação nacional e internacional, com destaque para peças técnicas, embalagens e descartáveis. Além disso, a região de Joinville concentra um polo de ferramentarias e de empresas de modelação do Brasil, além de grande parte da produção de peças injetadas em plástico, alumínio e cerâmica”, diz Richard Spirandelli Diretor da Messe Brasil, organizador do evento.

“O acesso a toda a cadeia do plástico em um único espaço atrai visitantes cada vez mais qualificados e faz com que a Interplast e a EuroMold Brasil se consolidem como ponto de encontro do segmento na América Latina. Por meio do maior Centro de Convenções e Exposições do Sul do país, a Expoville, atingiremos uma capacidade plena tanto em área de exposição, capacidade de demanda de energia e uso das salas para os eventos simultâneos. A expectativa é que as feiras criem oportunidade de gerar R$ 200 milhões em negócios durante o evento e os 12 meses subsequentes”, complementa o diretor.

Na Interplast, os visitantes encontrarão soluções focalizando matéria-prima, máquinas e equipamentos. Já a quarta edição da EuroMold Brasil, que acontece simultaneamente à Interplast, contempla a cadeia de soluções para a indústria plástica, desde o molde à produção, que engloba: design, simulação, engenharia, realidade virtual, CAD & CAM, prototipagem rápida, construção de protótipos e modelos, modelação e ferramentaria, equipamentos, máquinas ferramenta, garantia de qualidade e automação, além de processos e acabamento.

Além disso, outras tecnologias para as indústrias serão apresentadas, com destaque para a adequação à indústria 4.0. Simultaneamente ao evento, ocorrerão rodadas de negócios, a Reunião nacional de recicladores e de fabricantes de perfis de PVC para a construção civil, o Congresso de inovação tecnológica, a Conferência sobre embalagens PET e workshops de expositores.

SERVIÇO

Interplast 2018 e EuroMold Brasil
Data: de 14 a 17 de agosto.
Horário: das 14h às 21h.
Local: Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE – R. XV de Novembro, 4315 – Glória, Joinville – SC.
Organização: Messe Brasil
Realização: Simpesc – Sindicato da Indústria do Material Plástico de SC.
Apoio: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, ABIPLAST -Associação Brasileira da Indústria do Plástico e FIESC – Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina.
Organização: Messe Brasil
Informações e credenciamento: http://www.interplast.com.br

Curta nossa página no

Anúncios

Simplás fala sobre educação e sustentabilidade na Interplast 2018

09/08/2018

Presidente do sindicato e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi, apresenta “A Solução dos Plásticos” nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC)

O Presidente do sindicato e conselheiro da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Jaime Lorandi (foto) fará duas apresentações de “A Solução dos Plásticos”, nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC), durante a Interplast. O evento ocorre nos pavilhões da Expoville, onde o Simplás também marcará presença com um estande coletivo de oito empresas expositoras e uma missão técnica com aproximadamente 50 empreendedores da Serra Gaúcha. A experiência do Simplás em programas de educação e sustentabilidade incluem iniciativas como Plástico do Bem, Recicla Plastech Brasil e Descarte Certo – Tampas de Plástico.

Dia 14 (terça-feira), às 12h30, Lorandi encerrará o encontro da Câmara Nacional dos Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Abiplast. A reunião, que começa às 9h30, na Sala Acácia, número 13, é dirigida ao grupo formado por empresas e representantes do setor de reciclagem de material plástico e transformação de material reciclado. Já no dia 15 (quarta-feira), às 18h, na Sala Violeta, número 14, a apresentação será aberta e gratuita para o pública, porém com vagas limitadas. Nos dois casos, é necessário efetuar o credenciamento prévio para acesso à Interplast, pelo site interplast.com.br. (Confira abaixo o serviço completo).

A palestra “A Solução dos Plásticos” foi desenvolvida pelo Simplás ao longo de aproximadamente um ano de pesquisa, sendo aprimorada em fóruns nacionais do setor, sob a coordenação da Abiplast. O conteúdo se originou da constatação de que a opinião pública carece de informações isentas, precisas e atualizadas a respeito dos benefícios do plástico para a sociedade – e das formas corretas de destinação pós-consumo.

“O avanço na qualidade de vida no mundo anda junto com o maior uso dos materiais plásticos. Não importa qual será a matriz energética do futuro, o que sabemos é que usaremos mais plásticos. O plástico é solução. Se quisermos erradicar a fome, a sede e a miséria do planeta, iremos utilizar cada vez mais plásticos”, afirma presidente do Simplás e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi.

Segundo o dirigente, qualquer perspectiva de evolução no comportamento coletivo atual passa, necessariamente, pelo investimento em educação. Uma experiência recente neste sentido já entrou em funcionamento através do próprio Simplás, em março de 2018, com o projeto Plástico do Bem. A iniciativa alia educação e sustentabilidade, disseminando conceitos básicos de destinação correta de plásticos pós-consumo entre professores, estudantes e familiares, além de criar a possibilidade de geração de recursos extras para a rede de ensino público por meio da reciclagem. Neste momento, a iniciativa já rende dividendos para 20 escolas, que atendem cerca de 6,5 mil alunos de educação fundamental da rede municipal de Farroupilha (RS).

“O sujeito ativo da poluição são as pessoas. A solução é educar para separar e destinar corretamente. Cada consumidor é o primeiro responsável pela destinação após o consumo do plástico. O plástico é bom e acessível para toda a humanidade. Mesmo que o município não conte com coleta seletiva, não há justificativa para cada pessoa ou família não desenvolver em casa o hábito de separar o plástico limpo e depois cobrar das autoridades. Novos tempos exigem novos hábitos, então, vamos aprender a separar o que utilizamos e destinar para reciclagem”, afirma Jaime Lorandi.

Serviço:

Palestra: “A Solução dos Plásticos” na Interplast, em Joinville (SC)

Quando: 14 de agosto (quarta-feira)
Horário: 12h30
Onde: Sala Acácia, número 13, no Centro de Convenções da Expoville
Publico: integrantes da Câmara Nacional de Recicladores de Material Plástico (CNRMP) da Abiplast
Confirmações de presença: pelo e-mail rsvp@abiplast.org.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site interplast.com.br

Quando: 15 de agosto (quinta-feira)
Horário: 18h
Onde: Sala Violeta, número 14, no Centro de Convenções da Expoville
Público: geral
Entrada: gratuita
Vagas: limitadas
Inscrições: pelo link bit.ly/2Kf75Yu ou site www.interplast.com.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa -Simplas

Curta nossa página no

Tecniplas divulga soluções em tancagem para fabricantes de estações de tratamento durante a Fenasan

09/08/2018

Empresa é líder nacional em reservatórios de plástico reforçado com fibras de vidro

Consolidar sua posição de fornecedora de tanques e equipamentos especiais em PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro) para os fabricantes de estações de tratamento de água e efluentes: esse é o objetivo da Tecniplas ao participar mais uma vez da Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan) – de 18 a 20/09, no Expo Center Norte, em São Paulo.

“Mostraremos o nosso portfólio completo de reservatórios e equipamentos, com destaque para os megatanques e os tanques monolíticos de grandes dimensões”, adianta Luís Gustavo Rossi, diretor da Tecniplas.

Os primeiros, com capacidade máxima de 4,5 mil m³, são ideais para o armazenamento de água ou efluente bruto, caso dos tanques de detenção. Já os reservatórios monolíticos – ou seja, produzidos em uma peça única – podem ter até 400 m³ de capacidade e reforços para a operação em áreas sujeitas a elevadas cargas de vento, condição bastante comum, por exemplo, na Região Sul do Brasil.

“Ambos podem ser fabricados com resinas próprias para o contato com água potável. Também ajustamos a translucidez desses polímeros para que a luz solar não contribua com a proliferação de algas”, detalha.

Outro objetivo da Tecniplas nessa edição da Fenasan é alertar o mercado sobre a importância do cumprimento das normas técnicas por parte dos fabricantes de tanques de PRFV. “Pretendemos mostrar um patamar de tecnologia e qualidade diferente do que, em regra, é utilizado atualmente. Isso porque a Tecniplas atua há mais de quarenta anos na fabricação de reservatórios e equipamentos que trabalham com produtos químicos altamente corrosivos, bem mais complexos do que água e esgoto”.

Rossi destaca ainda que, por processar um material nobre como o PRFV, ambientalmente amigável e resistente a vazamentos, a Tecniplas tem plenas condições de atender às exigências da nova Lei de Licitações, que moderniza a Lei 8.666/93 e dá mais liberdade aos entes públicos para optar pela especificação técnica correta, e não apenas pelo menor preço. “Todos os nossos tanques são fabricados de acordo com a norma ASME RTP-1. Isso oferece ainda mais tranquilidade às concessionárias de serviço de abastecimento de água e tratamento de esgoto”, completa.

Fundada em 1976, a Tecniplas mantém uma fábrica de 32 mil m² em Cabreúva, no interior de São Paulo. Seus produtos são consumidos pelas indústrias de álcool e açúcar, papel e celulose, cloro-soda, química e petroquímica, fertilizantes, alimentos e bebidas e saneamento básico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tecniplas

Curta nossa página no

Ilha da Reciclagem promove Fórum Economia Circular dos Plásticos na Interplast

09/08/2018

Cases de empresas e instituições com uma atuação proativa na interação entre os Plásticos e o Meio Ambiente  serão exibidos no Fórum Economia Circular dos Plásticos, promovido pela Ilha da Reciclagem, durante a Interplast, em Joinville, SC. O Fórum será realizado no dia 15 de agosto, a partir das 15h com o case “Tampinha Legal”, apresentado pela coordenadora Simara Souza.

O Tampinha Legal (www.tampinhalegal.com.br) é um importante programa socioambiental de caráter educativo de iniciativa da indústria de transformação do plástico na América Latina. Propõe ações modificadoras de comportamento de massa através do fomento de coletas de tampas de plástico. As entidades assistenciais cadastradas no programa recebem 100% dos recursos obtidos com a venda do material. O Tampinha Legal busca a melhor valorização de mercado, ao mesmo em que mobiliza a sociedade para dar o destino adequado aos resíduos plásticos. O programa terá um estande com vídeos, protótipos de andadores infantis de praia, confeccionados em diversos materiais.

A programação do Fórum Economia Circular do Plástico terá também, às 16h, a apresentação do “Case Santa Luzia: do Lixo ao Luxo”, apresentado por Stéphanny Niehues Wiggers, engenheira de materiais.

Às 17h, Regina Célia Zimmermann da Fonseca, diretora de operações apresenta o “Programa Reciclar EPS, a Economia Circular na Prática”. Antecipando-se à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), desde 2007, a Termotécnica desenvolve o Programa Reciclar EPS, que disponibiliza unidades de reciclagem em várias regiões do Brasil.  As 35 mil toneladas de EPS recicladas pela empresa, correspondem a 1/3 de todo o isopor® reciclado no país. Com mais de mil pontos de coleta, o Programa conta com cerca de 300 cooperativas envolvidas, gera cerca de 100 empregos diretos e beneficia mais de 5mil famílias.

A programação se encerra às 18h com o tema “A ABIPLAST e a imagem do plástico”, apresentado por Paulo Teixeira, diretor superintendente da entidade.

A Ilha da Reciclagem é um espaço de demonstração de máquinas, equipamentos e rotinas, abordando a importância de se reciclar 100% do plástico, além de conscientizar o público sobre a PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos. A Ilha evidencia a reciclabilidade por meio de um processo que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente. A iniciativa busca estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem. Evento simultâneo à Interplast, a Ilha da Reciclagem é um realização da Termotécnica, com patrocínio da Unigel, Santa Luzia, Tampinha Legal e conta com o apoio da Abiplast, Simpesc, Crisaf e Tria Plastics.

Serviço
Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville – Joinville/SC – Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: http://www.interplast.com.br
Fórum Economia Circular dos Plásticos: 15 de agosto, das 15h às 19h, na sala Margarida

Fonte: Assessoria de Imprensa – Messe Brasil

Curta nossa página no

Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) promove evento sobre aplicações de Internet das Coisas e Indústria 4.0 durante a Interplast 2018

09/08/2018

IIoTPlast acontece em paralelo à Interplast com foco em aplicações para na Indústria do Plástico

A ABII – Associação Brasileira de Internet Industrial, em parceria com a Messe Brasil e com o apoio da ACATE Vertical Manufatura, apresentará nove aplicações ou conceitos da Indústria 4.0 totalmente voltadas à Indústria do Plástico.

A Krona, uma das empresas selecionadas, demonstrará “Os desafios da Krona na implementação das tecnologias de IIoT” e como tem sido a sua jornada digital. A Harbor, empresa de Florianópolis, apresentará a “Indústria 4.0 e Gestão da Produção Simplificada”. A Iafox falará sobre a “Gestão da Produção em Nuvem” que trata sobre o Caso da TAF. O Instituto SENAI de Inovação e Processamento a Laser, explicará o “Inserto certos! Simulando o Projeto para Manufatura Aditiva”, que se propõe a acertar de primeira. A TNS Nanotecnologia comentará sobre as “Três Tendências de Nanotecnologia” que pode ser aplicada ao Mercado de Masterbatches. A Termica Solutions abordará a “Digitalização das Injetoras”. A Spin irá falar sobre “Solucionar problemas de indústrias” por meio de startups.

O evento gratuito, integrado à programação da Interplast e EuroMold Brasil, será realizado dia 16 de agosto, das 15h às 19h, no Centro de Convenções e Exposições Expoville, em Joinville, SC.

Potencial da Internet Industrial

No Brasil, o mercado de Internet Industrial das Coisas (IIoT) movimentou US$ 1,35 bilhão em 2016, sendo que a indústria automotiva e manufatura foram as mais relevantes, de acordo com estudo da Frost & Sullivan. Com grande potencial de transformação, especialistas estimam que este mercado movimentará cerca de US$ 15 trilhões nos próximos 15 anos, promovendo ganhos consideráveis de eficiência e produtividade, atuando também na redução de custos, consumo energético e uso de materiais.

A Transformação Digital engloba tecnologias emergentes como inteligência artificial, nuvem, analytics, robótica avançada e internet das coisas. A aplicação isolada ou combinada destas tecnologias está criando novos modelos de negócio e tornando outros obsoletos – é neste contexto que avança a Internet Industrial -, conectando equipamentos e máquinas que, até então, operavam isoladamente e gerando grande volume de dados em tempo real.

O tratamento dessa massa de dados por softwares de análise gera informações capazes de criar ganhos de eficiência e vantagens competitivas acentuadas para as empresas de diversos setores, como agronegócios, manufatura, transporte, geração de energia e cuidados com a saúde.

A Associação Brasileira de Internet Industrial – ABII iniciou suas operações em janeiro de 2017 e atua com o objetivo de promover o crescimento acelerado e o fortalecimento da internet industrial no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais, além da realização de estudos e pesquisas, desenvolvimento de tecnologias e inovação. A ABII é signatária do Acordo de Cooperação com o Industrial Internet Consortium – IIC, consórcio criado em 2014, nos Estados Unidos, com o mesmo fim, pela IBM, GE e Intel. Buscando inserir o Brasil nesta revolução, Pollux, FIESC/CIESC e Embraco uniram-se para fundar a ABII, que já conta com 50 empresas associadas. Mais informações: abii.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Messe Brasil

Curta nossa página no

Termotécnica promove a Economia Circular do EPS durante a Interplast 2018

09/08/2018

O conceito da sustentabilidade vem, ao longo dos anos, ampliando a sua representatividade na Interplast, Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, que acontecerá de 14 e 17 de agosto, em Joinville (SC). Exemplo disso é a Ilha da Reciclagem do Plástico, que reunirá empresas, entidades e profissionais com o objetivo de demonstrar o ciclo de vida do plástico desde o seu berço até a geração de novos produtos. A Termotécnica faz parte desta ação que fomenta o conceito da economia circular por meio da disseminação do conhecimento, do desenvolvimento de novos projetos, investimentos e do engajamento dos visitantes.

Albano Schmidt, presidente da Termotécnica, maior recicladora da EPS (isopor®) da América Latina, afirma que, como todo plástico, o EPS é 100% reciclável e reforça que, para a efetivação da reciclagem, cada cidadão deve assumir a responsabilidade de dar o destino correto após sua utilização. “É inadmissível nos dias de hoje, com a quantidade de informações que temos, descartar o plástico em lixo comum. Não dar o destino correto põe em risco todo o processo de reciclagem e causa sérios danos ao meio ambiente, a curto, médio e longo prazo”, adverte.

Schmidt ainda acrescenta que, por meio do Programa Reciclar EPS, a Termotécnica atua na economia circular, quando se responsabiliza integralmente pela logística reversa e reciclagem do EPS. “Quando descartado da maneira correta, o EPS volta para o mercado e é utilizado para produção de molduras, rodapés, decks de piscina, entre outros”, finaliza.

A Termotécnica também participará na Interplast com uma palestra – gratuita e aberta ao público – no Fórum Economia Circular, que acontecerá na tarde do dia 15/8. A partir das 17 horas, a Diretora de Operações da empresa, Regina Zimmermann, ministrará o tema “Programa Reciclar EPS, a Economia Circular na Prática”.

O Programa Reciclar EPS

Antecipando-se à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), a Termotécnica desenvolve o Programa Reciclar EPS desde 2007, disponibilizando unidades de reciclagem em várias regiões do Brasil.

Com mais de mil pontos de coleta, o Programa conta com cerca de 300 cooperativas envolvidas, gera cerca de 100 empregos diretos e beneficia mais de 5 mil famílias. 35 mil toneladas de EPS já foram recicladas pela empresa, que correspondem a 1/3 de todo o isopor® reciclado no país.

O ponto de entrega voluntária mais próximo pode ser consultado no site www.reciclareps.com.br

Recentemente, a empresa lançou a campanha “98% ar e muita tecnologia”, que apresenta o EPS como protagonista de um ciclo produtivo e reverso totalmente sustentável.

Realizada pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina (SIMPESC) e organizada pela Messe Brasil, a Interplast reúne conceituados fabricantes de máquinas e equipamentos e fornecedores de matéria-prima e toda a cadeia nacional do setor no Pavilhão da Expoville, em Joinville (SC), um importante polo de transformação do plástico da América latina.

A Termotécnica é a maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento. Produz soluções para Embalagens e Componentes, Conservação, Agronegócios, Cadeia de Frio, Movimentação de Cargas e Construção Civil.

Aos 56 anos, a empresa possui matriz em Joinville (SC) e unidades de produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Fonte: Assessoria de Imprensa – Termotécnica

Curta nossa página no

AFAP debate mudanças da norma ABNT para o mercado de perfis na Interplast

09/08/2018

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Perfis de PVC para Construção Civil (AFAP), representante do setor no Brasil, promoverá debate durante a Interplast sobre a transição da norma técnica ABNT, que define a qualidade mínima obrigatória do produto. Desde 2003, a AFAP desenvolve o Programa Setorial da Qualidade, reconhecido pelo PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat), liderado pelo Governo Federal. A qualificação é indispensável para a participação em certames públicos e para a venda a grandes clientes do setor privado.

O encontro, inédito para o setor, busca promover o alinhamento de entendimentos e auxiliar os fabricantes, associados ou não, a se adaptarem à nova realidade. Será realizado na quarta-feira, 15 de agosto, na sala Tulipa n° 5, das 16h às 19h. O evento é gratuito e aberto ao público, com vagas limitadas. Inscrições disponíveis pelo e-mail secretaria@afap.org.br.

Serviço
Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE – R. XV de Novembro, 4315 – Glória, Joinville – SC
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: http://www.interplast.com.br

Curta nossa página no

Simplás leva oito empresas da Serra Gaúcha à Interplast 2018

02/08/2018

Em parceria com o Sebrae, sindicato terá estande de 82m2 na principal feira de transformação plástica do país na temporada, de 14 a 17 de agosto, em Joinville (SC)

Oito empresas do polo de transformação plástica de Caxias do Sul e Farroupilha (RS) serão as atrações com que o Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) desembarcará na Interplast 2018, de 14 a 17 de agosto, em Joinville (SC). Em parceria com o Sebrae, o sindicato terá um estande de 82 m2 na principal feira nacional do setor na temporada. Além dos expositores, o Simplás também marcará presença com uma missão técnica integrada por quase 50 empresários e ainda duas edições da palestra “A Solução dos Plásticos”, abordando educação e sustentabilidade, ministrada pelo presidente Jaime Lorandi.

Com um total de 400 expositores e dezenas de milhares de visitantes em circulação no evento, a expectativa da entidade é propiciar aos participantes oportunidades para geração de negócios, abertura de relacionamentos e aquisição de conhecimento.

“Nestes momentos é que se verifica a importância do associativismo para o empreendedor, pois é a atuação do sindicato aliada a organizações de fomento que dá suporte para as indústrias mostrarem a um público específico o diferencial de seus produtos e serviços e o próprio desenvolvimento econômico e social da nossa região”, avalia o presidente do Simplás, Jaime Lorandi.

Boa parte dos expositores no estande coletivo do Simplás já participa há várias edições da Interplast – graças ao modelo oferecido pelo sindicato. É o caso da Polifibras, presente desde a primeira edição. A empresa farroupilhense aproveitará a vitrine do mercado para lançar novos compósitos de polipropileno com fibras naturais, que conferem às peças injetadas aspecto e coloração semelhantes à de madeira marfim, cerejeira e imbuia.

“São uma excelente opção ecológica e sustentável para as empresas que injetam utilidades domésticas, como copos, pratos e canecas. Não há necessidade de troca de moldes ou gastos extras para que nossos clientes lancem novos produtos no mercado, com apelo sustentável e ecológico” revela o diretor Daniel Pegoraro, que também destaca a visibilidade e ganhos que teve com a feira, por meio da parceria com o sindicato.

Depoimento de alguns expositores:

“Estamos muito confiantes nesta segunda participação no estande coletivo do Simplás. Temos a convicção que abriremos espaço para novos negócios e vamos fortalecer parcerias já existentes no mercado automotivo, linha branca e eletroeletrônico. Vamos apresentar nossa ferramentaria e nossas peças técnicas em termofixo e termoplástico desenvolvidas no Sistema IPOS de Produção (SIP) que é baseado na filosofia Lean Manufacturing ( Kaizen ).” – Thiago Petersen, diretor da IPOS

“Em nossa primeira participação na Interplast junto com o Simplás, seguimos para Santa Catarina com a expectativa de abertura e conhecimento de novos mercados, além da exposição da marca. Levaremos à feira manípulos em geral, injeção bicomponente, rodízios e caixas plásticas, que são nossos cases.” – André Schio, coordenador de vendas da D’Zainer

“Nossa expectativa é a mais alta possível. Acreditamos que nosso flake de PET PCR Super Lavado grau alimentício, homologado junto à Anvisa, será uma grande sensação no nosso segmento. Será o principal produto que apresentaremos. Já é a quarta vez que estamos na parceria com o Simplás e temos a certeza de concretizar ótimos negócios.” – Lauri Felisbino Júnior, diretor da Sulpet

“É nossa primeira participação na Interplast e estamos atentos à prospecção de novos clientes e na abertura de novos mercados com a ampliação da rede de relacionamento. Vamos mostrar no evento moldes e matrizes de precisão para os segmentos automotivo, linha branca, utilidades, agrícola, eletrônico, brinquedos, farmacêutico, entre outros.” – Paula Fioreze, Gerente Administratica da Roma Usinagens

ESTANDE SIMPLÁS/SEBRAE NA INTERPLAST 2018 – Produtos das expositoras

  • D’Zainer (dzainer.com.br): caixas para armazenamento industrial, comercial e residencial, produzidas com polietileno de alta densidade (PEAD); equipamento para movimentação de caixas, aparelhos ou móveis com base plana em uso interno
  • Elri (elri.com.br): acessórios automotivos para linha leve e pesada de veículos, embalagens plásticas técnicas e comerciais, telhado verde
  • Gauer Auto Peças (gauer.ind.br): componentes automotivos
  • Ipos (ipos.com.br): peças em termofixo (baquelite), termoplástico (plástico) para máquinas, equipamentos e materiais elétricos, serviços em pintura pelo processo de tampografia
  • Mantova (mantova.ind.br): tubos flexíveis
  • Polifibras (polifibras.com.br): resinas ecológicas
  • Roma Usinagens (romausinagens.com.br): moldes e matrizes
  • Sulpet (sulpet.com.br): reciclagem e processamento de resíduos

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas

Curta nossa página no

Engcom lança tanque de transporte de vinhaça em compósitos durante a Fenasucro

02/08/2018

Especializada no desenvolvimento de projetos que envolvem o uso de materiais compósitos, a Engcom (Rio Claro, SP) escolheu a Fenasucro como plataforma de lançamento do seu tanque de transporte de vinhaça. Entre os dias 21-24/08, em Sertãozinho (SP), os profissionais do setor sucroalcooleiro conhecerão o tanque que promete tornar mais rápida, segura e eficiente a movimentação de vinhaça nas usinas.

O design limpo e moderno é um dos destaques do tanque desenvolvido – e patenteado – pela Engcom. Segundo a Engcom, seu formato de gota aumenta a estabilidade do transporte, pois o centro de gravidade é 235 mm mais baixo do que outros tanques do mercado. “Tal característica reduz consideravelmente os riscos de tombamento do veículo. Assim, as viagens podem ser feitas em tempo menor, evitando que a usina tenha que adquirir vários tanques para transportar a mesma quantidade de vinhaça”, explica Arnaldo Gatto, diretor da Engcom.

De acordo com a empresa, outra melhoria frente ao produto hoje disponível no mercado é o peso: o tanque da Engcom tem 500 kg a menos. “Isso se reflete diretamente no consumo de combustível e no desgaste dos pneus”. Com capacidade de 18 m³ até 36 m³, os tanques da Engcom podem ser acoplados a “cavalos” já utilizados pelas usinas para o transporte de vinhaça.

A Engcom afirma que, a despeito do peso menor, o tanque apresenta dimensionamento estrutural superior, ou seja, maior resistência mecânica. “Selecionamos matérias-primas de ponta, como tecidos multiaxiais, que melhoram a absorção dos esforços em diversas direções, e adesivos estruturais para a união de peças internas, que combinam maior robustez e redução de peso”, detalha. Por conta desse perfil, o tanque da Engcom está apto a transportar vinhaça concentrada, com densidade de 1,4 kg/m³, ultrapassando a capacidade de 1,05 kg/m³ do produto atualmente comercializado no Brasil.

Quanto aos aspectos comerciais do projeto, a Engcom irá licenciar empresas que têm capacidade técnica comprovada para a fabricação de equipamentos especiais de compósitos. “Uma vez licenciado, o transformador passará a usufruir de assistência técnica e, caso necessário, de consultoria da Engcom”. O primeiro a fechar negócio com a empresa chama-se UPR. Situado também em Rio Claro, está concluindo a fabricação do tanque que será exposto na Fenasucro.

A propósito da feira, Gatto trabalha com uma estimativa de negociar licenciamentos para a fabricação de, aproximadamente, 50 tanques de transporte de vinhaça. “Nossa expectativa é bem animadora, sobretudo porque o mercado de álcool e açúcar tem se mostrado bastante receptivo às características desse novo produto”, ele observa.

Além de lançar o tanque, a Engcom apresentará na Fenasucro os detalhes acerca do seu recém-inaugurado Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec). Trata-se de uma estrutura apoiada por softwares de modelagem, cálculos e ensaios que a empresa colocou à disposição dos transformadores de compósitos. “Começa como uma consultoria para terceiros. Uma vez que haja alguma interface com os objetivos da Engcom, podemos nos tornar parceiros dos projetos apresentados por meio da execução de memória de cálculo e protótipos, por exemplo”, conclui.

Fundada em 2014 na cidade de Rio Claro (SP), a Engcom é uma empresa especializada no desenvolvimento, avaliação, inspeção e gestão de projetos que envolvem o uso de materiais compósitos. Seus profissionais – engenheiros, economistas e administradores – somam décadas de experiência nos setores químico e petroquímico, cloro-soda, óleo e gás e sucroalcooleiro, entre outros.

SERVIÇO
26ª Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética (Fenasucro & Agrocana)
Quando: 21-24/08
Onde: Centro de Eventos Zanini (Sertãozinho, SP)
Engcom: estandes AC48 e C30

Fonte: Assessoria de Imprensa – Engcom

Curta nossa página no

Na Interplast, Termocolor expõe linha de matérias-primas livres de metais pesados

30/07/2018

Desenvolvedora de soluções em matéria-prima para a indústria de transformação de plástico, a Termocolor expõe na Interplast sua linha de produtos que vai de masterbatches a compostos, resinas tingidas, aditivos, beneficiamentos e colormatches. Além do desenvolvimento e produção livre de metais pesados, os produtos atendem a normativa europeia RoHS.

Destinado a colorir e/ou aditivar produtos plásticos, o masterbatch é um granulado concentrado de pigmento, carga e/ou aditivo incorporado em resina termoplástica como PP, PE, OS, ABS, EVA e SAN, por meio de um processo de extrusão. Os masterbatches são aplicados na resina natural ou no composto básico do cliente na proporção indicada, que pode variar de 1 a 5%, dependendo do aspecto desejado para a peça final. O manuseio é fácil e aplicação versátil, podendo ser utilizado em qualquer processo de fabricação, atendendo aos requisitos do cliente.

Os compostos são utilizados para reduzir custos e agregar valor às propriedades mecânicas da peça final, tais como tração, flexão, impacto e resistência a intempéries. Os concentrados de resina com cargas de carbonato de cálcio, talco ou fibras de vidro, e/ou borrachas e/ou aditivos podem atender aos mais diferentes segmentos.

Os aditivos são produtos que conferem propriedades específicas aos termoplásticos e podem ser incorporados ao masterbatch, composto ou resina tingida, ou ainda granulados separadamente, tornando a aplicação mais versátil ao processo do cliente.

O serviço de beneficiamento abrange a extrusão de resinas plásticas, resultando em resina tingida, composto ou masterbatch. O cliente envia a resina e a Termocolor incorpora aditivos e produtos necessários para atender à cor e os requisitos técnicos desejados pelo cliente.

Os colormatches são pigmentos diluídos em matriz não polimérica de alta versatilidade e podem ser aplicados em diversos tipos de polímeros. Possuem alta concentração de pigmentos, proporcionando aplicações que variam de 0,5 a 1%, menores que o masterbatch. São utilizados em segmentos de PVC e rotomoldagem. Essa mistura de pigmentos e aditivos em pó não conta com adição de resina termoplástica.

Fundada em 1984, em Diadema/SP, a Termocolor se consolidou como uma das principais especialistas em cor e propriedades de produtos plásticos. Atua nos mais diversificados mercados como construção civil, linha branca, UD, moveleira, embalagens, caixaria, higiene pessoal e cosméticos.

Fonte: Interplast

Curta nossa página no

Multicolor expõe soluções em masterbatches para indústria de plásticos durante a Interplast 2018

30/07/2018

Soluções em masterbatches, pigmentos em pó e microesferas para o mercado termoplástico são os destaques da Multicolor na Interplast. A empresa conta com atendimento que personaliza as necessidades do cliente por meio de microesferas e concentrados de cor para segmentos que requerem alta concentração e dispersão de pigmentos. A linha de produtos abrange pigmentações, aditivos, compostos e blendas.

Os masterbatches são concentrados com substâncias que fornecem ou modificam alguma característica de um polímero (resina) e/ou processo, como cor, propriedades mecânicas e características físicas. Os masterbatches podem ser granulados, quando veiculados em um polímero, ou líquidos, quando veiculados em plastificante ou similar. Nas duas opções o veículo empregado deve ser compatível com o polímero a ser utilizado para a confecção de uma peça específica.

As microesferas são concentrados, assim como os masterbatches, mas veiculados em uma cera e granulados em pequenas esferas. A cera empregada deve ser compatível com o polímero a ser utilizado posteriormente, com necessidade de uso de dosadores.

O pigmentos em pó, também denominados drycolor ou colormatch, são misturas físicas de pigmentos, homogeneizados e pré-dispersos para usos direto na confecção de peças, após devidamente mesclados no polímero.

Os conjuntos de aditivos fornecem ou modificam alguma propriedade específica ao processo ou produto final. A linha de produtos pode ser em forma de masterbatch, microesferas ou pó. Serve de auxiliar de fluxo, redutor de ciclo, protetor UV, antichama, entre outras funções.

Fonte: Interplast 2018

Curta nossa página no

EuroMold Brasil expõe tecnologias para fabricação de moldes

29/07/2018

De 14 a 17 de agosto, Joinville sedia a EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos, para a América Latina. A feira reúne expositores da cadeia que engloba design, materiais, simulação, visualização, engenharia, realidade virtual, CAD & CAM, prototipagem rápida, construção de protótipos e modelos, modelação e ferramentaria, equipamentos, máquinas ferramenta, garantia de qualidade e automação, além de processos e acabamentos.

A quarta edição da EuroMold acontece simultaneamente à Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico, na Expoville, em Joinville – SC, contemplando a cadeia completa de soluções para a indústria plástica, do molde à produção. Na Interplast o visitante encontra as melhores soluções da matéria-prima a máquinas e equipamentos, e na EuroMold soluções tecnológicas em ferramentais e desenvolvimento de produtos.

A Interplast 2018 e EuroMold Brasil são realizadas pelo Simpesc (Sindicato da Indústria do Material Plástico de SC) e tem o apoio da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) e FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina).

Soluções e tecnologias

A AE3D lança na EuroMold Brasil a impressora AE3D SLA para impressão por resina líquida e o Scanner 3D. Segundo a empresa, a impressora SLA é ideal para impressão de peças com altonível de detalhamento, como as de joalheria. Proporciona acabamento superficial liso sem marcas de camadas como nos processos convencionais de impressão. A linha de impressoras 3D por filamento e por resina líquida são de fabricação nacional e contam com projeto robusto e preciso, e estão voltadas ao atendimento da indústria. A empresa afirma que as impressoras diferenciam-se pelo baixo consumo de energia elétrica 250W e o processo de impressão permite a fabricação de modelos sem geração de resíduos ou sobras. Podem ser utilizados materiais biodegradáveis (PLA) para a impressão das peças. A empresa dispõe também o software Simplify3D® que fornece controle completo sobre as configurações de impressão, simplificando a criação de impressões 3D de qualidade. A instalação é fácil, permitindo o rápido início dos trabalhos utilizando as configurações originais da AE3D, conta com assistentes para descobrir novas e poderosas técnicas e está disponível em vários idiomas.

A AMPCO METAL é um centenário fabricante e distribuidor global de ligas de bronze duro e cobres de alta condutibilidade, detentora das marcas AMPCO® e AMPCOLOY®. Segundo a empresa, a linha de ligas de Bronzes de produção própria diferencia-se pela elevada resistência ao desgaste e corrosão. Os Bronzes duro AMPCO® produzidos pelo processo patenteado MICROCAST®, são de fácil e rápida usinagem, dispõe de boas propriedades mecânicas, resistência superior a trincas e falhas, e uniforme resistência ao desgaste, garante a fabricante. Entre eles, apresenta os bronzes AMPCO® 18 e AMPCO® 21, com resultados como trilho de gaveta e placa de deslize do molde; somando-se ainda o seu menor custo comparado a estas mesmas peças fabricadas em aço tratado. Outra linha a ser exposta são os cobres de alta condutibilidade da marca AMPCOLOY®. Em destaque o AMPCOLOY® 83, liga de CuBe2 com elevada dureza e troca térmica e o AMPCOLOY® 940, isento de berílio. Ideais para cavidades e insertos de moldes plásticos, obtendo significativa redução do ciclo de injeção.

Especializada no desenvolvimento de moldes de injeção de termoplásticos, a Artis Matriz aproveita a EuroMold Brasil para divulgar a parceria firmada com a empresa americana R&D Leverage, especializada no desenvolvimento de embalagens e na fabricação de moldes de injeção de pré-formas em PET e PP com auxílio do robô (take off plate). Os moldes de injeção de termoplásticos da Artis Matriz atendem aos mercados de cosméticos, alimentos, cuidados pessoais, peças médicas e odontológicas com alta cavitação e peças técnicas como engrenagens, eletroeletrônicos e automotivos.

Há 11 anos no mercado, a Branqs Automação apresenta a expertise de fabricar equipamentos eletrônicos e software para as áreas de automação de processos e máquinas industriais de médio e grande porte. Segundo a Branqs, seus equipamentos possuem eletrônica robusta, são feitos para serem mais duráveis e construídos para suportar intervenções de manutenção. Toda a fabricação de novos itens são 100% compatíveis com as gerações anteriores do produto, garantindo que seu CLP não se torne obsoleto no mercado. Todos os itens fabricados pela Branqs são testados individualmente de forma automatizada em estações de aplicação em condições rigorosas de temperatura e interferência eletromagnética, afirma a empresa.

As diversificadas linhas de soluções da Brevil para a indústria em equipamentos de movimentação de carga, usinas de tratamento de resíduos sólidos e túnel para tratamento de superfícies poderão ser conferidas no estande da empresa na EuroMold Brasil. Além da movimentação de cargas, especializou-se em mais duas linhas de produtos: o tratamento de superfícies e usinas para tratamento de resíduos sólidos urbanos. Para tratamento de superfícies conta com modelos standard, além de desenvolver e fabricar túneis automáticos de jateamento mecânico de acordo com os requisitos e necessidades dos clientes. A Brevil é especialista no desenvolvimento tecnológico de equipamentos de tratamento e preparação de superfícies de materiais – ferro, aço, inox, alumínio, plástico – fabrica e fornece túneis automáticos de jateamento mecânico por projeção de granalha – aço e vidro – que permitem a remoção de contaminantes presentes nos materiais, garantindo assim a melhoria do acabamento superficial e as propriedades mecânicas dos mesmos.

A Cimacad lança a versão Cimatron 14, solução para atender as principais áreas de ferramentarias e usinagem. O sistema dispõe de módulos que se complementam desde o orçamento, pré-projetos, projetos completos incluindo bibliotecas de peças, programação de máquinas CNC de 3 a 5 eixos, módulos de extração de eletrodos e vários outros benefícios para os clientes com relação à velocidade e ganho de produtividade.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Euromold Brasil

Curta nossa página no

Chem-Trend apresenta na Interplast 2018 portfólio de soluções em desmoldantes, agentes de purga e limpeza de moldes

25/07/2018

Líder em agentes desmoldantes e especialidades químicas traz ao evento da indústria de plásticos duas linhas exclusivas de produtos

A Chem-Trend, empresa do Grupo Freudenberg, anuncia sua participação na Feira Interplast 2018, apresentando suas linhas de produtos para o segmento de termoplásticos: Lusin® e Ultra PurgeTM. O evento ocorre de 14 a 17 de agosto, nos Pavilhões da Expoville em Joinville (SC).

Com o objetivo de consolidar as marcas e promover soluções personalizadas, a empresa traz um portfólio abrangente, que inclui agentes desmoldantes, agentes de purga, limpadores de molde, lubrificantes e protetivos de molde. O destaque fica por conta dos agentes de purga, que, segunda a empresa, apresentam eficiência para todos os tipos de polímeros, aplicações e segmentos industriais. Os produtos podem ser aplicados nos processos de limpeza de extrusoras, máquinas de moldagem por injeção e em processos por extrusão, sopro ou laminação.

Com aplicações especiais para o ramo automotivo, os produtos da Chem-Trend viabilizam soluções como mudanças de cores escuras e claras, são de fácil manuseio e eficazes em purga de roscas, cilindros e câmeras quentes, afirma a empresa.

No setor de embalagens, a empresa afirma que seus produtos customizados possuem alto poder de preenchimento nos moldes, permitindo mudanças com os equipamentos de produção em movimento.

Rodrigo Bombonatti, gerente de vendas da Chem-Trend, afirma: “queremos oferecer aos nossos clientes o que há de melhor para o setor de termoplásticos, e isso se torna possível com as linhas Lusin® e Ultra PurgeTM, que auxiliam a reduzir custos entre 50% e 70% em algumas etapas dos processos produtivos, devido à diminuição do consumo de material e tempo de parada das máquinas”.

Para Patrícia Ajeje, diretora de Vendas da Chem-Trend no Brasil, “a Interplast é uma feira de grande credibilidade e abrangência para toda a indústria do plástico. A presença da empresa é muito importante por ser uma oportunidade única de apresentar soluções que garantem os melhores resultados nas linhas de produção dos nossos clientes”, finaliza.

Serviço:
Interplast (Feira do Plástico)
Local: Pavilhões da Expoville – Joinville, SC
Data: de 14 a 17 de agosto
Horário: 14h às 21h
Localização na feira: Estande 512

Fonte: Assessoria de Imprensa – Chem Trend

Curta nossa página no

Ilha da Reciclagem demonstra o reaproveitamento de plásticos durante a Interplast

22/07/2018

Destacar o passo a passo da reciclagem do plástico, desde a coleta do material até a fabricação de um novo produto, é a proposta da Ilha da Reciclagem da Interplast. A iniciativa busca estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem.

O espaço demonstrará máquinas, equipamentos e rotinas, abordando a importância de reciclar 100% do plástico – em especial o PS e o EPS (isopor®), além de conscientizar o público sobre a PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos. A Ilha evidencia a reciclabilidade por meio de um processo que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente.

A Interplast proporcionará uma oportunidade para os visitantes entrarem em contto com as novidades do segmento e para empresas comunicarem seus trabalhos diretamente para o público alvo, além de prospectarem negócios. Reúne parceiros e abordagens do ciclo de vida dos plásticos e o conceito da economia circular, em um espaço de grande movimentação de pessoas.

Evento simultâneo à Interplast, a Ilha da Reciclagem é um realização da Termotécnica, com patrocínio da Unigel, Santa Luzia, Tampinha Legal e conta com o apoio da Abiplast, Simpesc, Crisaf e Tria Plastics.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

CINTEC reúne especialistas para destacar inovações, tecnologias e tendências para a manufatura avançada

15/07/2018

O CEO da Tigre, Otto Von Sothen, é o palestrante convidado para a abertura do CINTEC 2018 Plásticos, que acontece dia 14 de agosto, às 19 horas, simultâneo a Interplast 2018. O executivo detalhará os “Desafios e oportunidades do mercado brasileiro e mundial”. O evento desse ano está voltado para inovações, tecnologias e tendências para a manufatura avançada. O evento é organizado pela Unisociesc e acontece simultâneo a feira.

O primeiro dia de palestras técnicas (14/08) é voltado para o macrotema “Novas tecnologias e inovação industrial”. Às 16h, Paulo Roberto dos Santos, da Zorfatec, apresentará “Indústria 4.0: a revolução na cultura organizacional pela inovação”. Às 16h, Camilla Dojicsar, da BASF, abordará o assunto “Trilhando a implantação de um ambiente digital de produção”. Às 17h20, o macrotema do dia será abordado por Kirk Douglas de Souza Bardini, da WEG. A programação encerra com debate.

O segundo dia (15/08) está voltado para o macrotema “Eficiência Industrial”. Às 16h, Udo Löhken, da Engel do Brasil, apresentará “Inject 4.0: novas ferramentas para atender a indústria 4.0”. Às 16h45, Jeziel de Oliveira, da Arburg, fará palestra sobre “Sistemas de gerenciamento de produção”. Às 17h30, Marcos Cardenal, da Wittmann Group, apresentará mais uma visão sobre “Sistemas de gerenciamento de produção”. Ás 18h15, Paulo Garrido, da Romi, falará sobre “Competitividade com novas tecnologias em máquinas injetoras”.

O terceiro dia (16/08) será voltado para “Manufatura Avançada”. Às 16h, Alessandra Neves, da Polyone Corporation, abrirá as apresentações sobre “Tendências de consumo no mercado de embalagens: conhecendo o consumidor e suas exigências em inovação”. Às 16h45, Alexandre Luz, da Braskem, fará palestra com o tema “Imprimindo o futuro”. Às 17h30, Carlos Ermel, da Celanese, falará sobre “Elastômeros termoplásticos para o processo de bi-injeção”. Às 18h15, Fernando Ribeiro, da Solvay, encerrará o congresso com o tema “Sinterline: solução pioneira em poliamida para a impressão 3D de protótipos”.

Serviço:
Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville – Joinville/SC – Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

Piovan destaca modernos dosadores gravimétricos e a nova linha de chillers compactos da Aquatech

13/07/2018

O destaque no estande da Piovan na Interplast será a solução de dosagem e mistura Quantum, a nova geração de dosadores gravimétricos por batch de alta precisão. De acordo com a Piovan, o Quantum é uma linha compacta, flexível e fabricada em aço inox, tendo sido patenteado pela empresa. A solução diferencia-se pela homogeneidade, troca rápida de material e simplificação das operações de limpeza, afirma a empresa, destacando que o Quantum é imune a vibrações e foi fabricado para suportar as possíveis vibrações provenientes das máquinas transformadoras, garantindo precisão da mistura, mesmo sob condições extremas. Com capacidade de produção de 70 a 800 kg/h, o Quantum oferece a mais recente tecnologia, eficiência energética e operacional em dosagem e mistura, garante o fabricante.

Outro destaque no campo da refrigeração industrial é a Slim, a nova geração de chillers da Aquatech, que, segundo a Piovan, combina capacidade de refrigeração, tamanhos reduzidos e elevada eficiência energética. Condensados a ar ou água e capacidade de refrigeração até 85.000 kcal/h, a linha Slim possui dois circuitos frigoríficos independentes, condensadores micro canal e bombas de alto rendimento. De acordo com o fabricante, a construção robusta, 100% em aço galvanizado, permite instalação em ambiente externo e atende a todos os requisitos de aplicação industrial.

Além dessas linhas em destaque, outras soluções e sistemas para manuseio, transporte e desumidificação de materiais também serão expostos. A linha completa de produtos abrange soluções para alimentação e transporte, secagem e desumidificação, dosagem e mistura, granulação, controle de temperatura, refrigeração de processos industriais, softwares de supervisão para controle da planta e instrumentação de análise. As soluções são aplicáveis a diferentes indústrias como preformas e garrafas PET, embalagens rígidas, peças automotivas, peças técnicas, soluções médicas, termoformagem e chapas técnicas, filmes flexíveis, tubos, perfis e cabos, fibras e cintas, reciclagem e compostos.

O Grupo Piovan atua no mercado plástico desde 1964, e se estabeleceu no Brasil em 1982. Ao longo os anos especializou-se em tecnologia para equipamentos auxiliares para os mais diversos processos de transformação de polímeros. No campo da refrigeração industrial, a Aquatech é a empresa do grupo especializada em soluções e sistemas industriais de arrefecimento para a indústria do plástico, alimentos e bebidas. Oferece equipamentos como chillers, dry coolers, termochillers, soluções integradas, grupos de bombeamento, além de acessórios e softwares. Nos últimos anos, a empresa tornou-se uma organização multinacional com sete fábricas na Itália, Brasil, Estados Unidos, Alemanha e China, 26 filiais e representantes em mais de 70 países.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Na Interplast 2018, Arburg expõe tecnologia com foco em produtividade e repetibilidade

13/07/2018

A Arburg (www.arburg.com.br), uma das fabricantes líderes mundiais de injetoras para processamento de plástico, destaca na Interplast tecnologias com foco em produtividade e repetibilidade. A empresa conta com máquinas para produção em alta escala e também peças individuais. A carteira de produtos modulares com máquinas injetoras Allrounder, sistemas turn key e Freeformer para a fabricação de manufatura aditiva, apresenta soluções de produção eficiente adaptada a cada requisito. Na Interplast, a empresa irá destacar uma máquina de 400 toneladas com uma aplicação em PVC, consolidando assim, a presença da Arburg no mercado de injeção desse segmento.

Os serviços oferecidos pela Arburg são padronizados em qualquer país para atendimento pré e pós-venda. A matriz na Alemanha mantém relação estreita com as filiais internacionais e parceiros comerciais para que a tecnologia e prestação de serviços chegue de forma objetiva aos cliente. Os especialistas oferecem suporte em vários campos, desde o assessoramento detalhado em tecnologia até o atendimento ao cliente no local.

Entre os equipamentos oferecidos pela Arburg destacam-se as soluções modulares com máquinas injetoras, elétricas, hidráulicas e híbridas com forças de fechamento de 125 até 6.500 kN. Através do Freeformer, a empresa oferece flexibilidade aos seus clientes para a fabricação via manufatura aditiva utilizando pellets standard disponíveis no mercado. Sistemas universais robóticos e robôs multieixos integrados no comando da máquina e otimização da produção com diferentes ferramentas de software são também disponibilizados pelo fabricante alemão.

A Arburg participa das mais importantes feiras mundiais para apresentar aos clientes os avanços e mais recentes inovações em tecnologia de moldagem por injeção. Os destaques mais recentes nos eventos são os lançamentos e tópicos relacionados à indústria 4.0, a digitalização e as inúmeras aplicações relacionadas a moldagem por injeção e fabricação de manufatura aditiva.

Fonte: Interplast

Curta nossa página no

Karina lança compostos para diferentes aplicações durante a Interplast 2018

13/07/2018

A Interplast será palco de lançamento de produtos da Karina para atender a diferentes aplicações. A empresa lançará o Karinprene®TR, um elastômero termoplástico produzido com base de copolímeros em blocos de SBS, destinado ao segmento de calçados. Além disso, o Karinprene®TPE, elastômero termoplástico de materiais de engenharia para peças injetadas e extrusadas, também será lançado durante a feira. Por último, será apresentado o Karintox®Eco, um composto de polietileno “ECO” (Fonte Renovável), fabricado com polietilenos de origem renovável, derivado da cana de açúcar.

A Karina é especialista na produção de compostos termoplásticos e atua no segmento há mais de 38 anos. Segundo a empresa, seus produtos e infraestrutura estão em conformidade com normas e legislações nacionais e internacionais que regem a produção de Compostos de PVC, Especialidades Poliolefínicas, Borracha Termoplástica e Masterbatch.

A linha de produtos abrange Compostos de PVC, Especialidades Poliolefínicas, Masterbatch, Karintox® (LSZH), Karinpex® (HEPR), Karinpex® (XLPE), Roto – K® (Rotomoldagem), Karinprene® TR e Karinprene®TPE.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Cromex participa da Interplast pela oitava vez para expor suas soluções em masterbatch

12/07/2018

A Cromex, empresa do setor de masterbatches de cores e aditivos para plásticos ,irá expor sua linha completa de produtos e serviços na Interplast 2018, feira que será realizada entre os dias 14 e 17 de agosto, em Joinville – SC.

Durante o evento, a empresa apresentará os dois últimos lançamentos em aditivos. O primeiro é um aditivo inibidor de corrosão (VCI), utilizado na fabricação de filmes plásticos para embalagens, que, segundo a Cromex, protege os materiais metálicos produzidos pelas indústrias automotiva, metalúrgica, siderúrgica, eletroeletrônica e mecânica  contra a ação da umidade ambiente. O segundo produto é um aditivo antimicrobiano que confere aos plásticos ação bactericida (elimina as bactérias e impede sua proliferação) e pode ser usado em vários polímeros, como Polietileno (PE), Polipropileno (PP), Poliestireno (PS), AcrylonitrileButadieneStyrene (ABS) e Poli Tereftalato de Etila (PET), em todos os processos de transformação, garante a empresa.

A Cromex é especialista no desenvolvimento e na produção de concentrados de cores standard e de efeitos especiais (perolados, metalizados, policromáticos e fluorescentes) e possui uma linha de produtos capazes de atender a necessidades de diversas aplicações e segmentos (automotivo, cosmético, higiene pessoal e beleza, brinquedos, mono e multifilamentos, agricultura, fios e cabos, rotomoldagem), entre outros.

Segundo a Cromex, o seu portfólio de masterbatches para PET (granulometria cilíndrica ou micropellets) possui uma ampla variedade de opções de cores, incentivando a liberdade de design dos transformadores plásticos na produção de embalagens para atrair o consumidor final. Segundo a empresa, são fabricados com desempenho aprovado pela FDA e ANVISA e graus compatíveis de pigmentos e corantes isentos de metais pesados que ajudam a proteger o meio ambiente.

Think Green, liveallcolors – Preocupada em promover práticas ambientalmente responsáveis, a Cromex foi uma das empresas pioneiras em masterbatches de cores e aditivos totalmente isento de metais pesados.

O masterbatch isento de metais pesados evita o risco de contaminação cruzada e não possui substâncias consideradas perigosas, prevenindo com isso a contaminação do solo ou água com metais pesados no momento do descarte de embalagens ou produtos plásticos, afirma a Cromex.

Os benefícios de não se usar metais pesados também diz respeito diretamente aos colaboradores da empresa, proporcionando-lhes mais segurança no ambiente de trabalho, já vez que há a redução de risco de contaminação do organismo durante a manipulação dos concentrados, inclusive ocasionando a redução de exames toxicológicos.

Segundo Cesar Ortega, Diretor de Vendas da Cromex, a empresa tem investido em tecnologia, P&D e na qualificação de pessoas para ampliar e melhorar sua gama de soluções e para prestar melhores serviços, além de produzir e entregar melhores produtos a seus clientes. “Consideramos a região Sul um importante polo de desenvolvimento de tecnologias e um mercado estratégico. Com uma equipe de vendedores, distribuidores e assistência técnica regionais, o foco da companhia é estreitar o relacionamento com clientes e parceiros locais, assim como conquistar novas oportunidades. Somos certificados pela ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001 e nossos produtos obedecem as mais rigorosas normativas internacionais como REACH, FDA entre outras.”

Serviço: Cromex na INTERPLAST 2018
Pavilhões da Expoville – Joinville – SC
Localização do estande: Rua B, Stand 440

Fonte: Assessoria de Imprensa – Cromex

Curta nossa página no

PETtalk, conferência do setor de embalagens de PET, acontecerá durante a Interplast 2018 em Joinville

12/07/2018

Mais uma vez a cadeia produtiva das embalagens de PET se reunirá para o maior encontro do setor: o PETtalk. Com o apoio da Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico – o evento acontecerá nos dias 15 e 16 de agosto, em Joinville, Santa Catarina, reunindo os principais executivos e profissionais do setor.

O PETtalk é uma conferência que reúne a cadeia produtiva das Embalagens de PET, seus clientes e parceiros – além dos interessados em conhecer mais sobre o setor. Atrai quem está diretamente ligado à produção ou reciclagem das embalagens de PET, mas a amplitude de informações é relevante também para os Brand Owners que utilizam as embalagens, fornecedores de insumos e equipamentos e todos os interessados e envolvidos, direta ou indiretamente, com o setor do PET.

O encontro entre os profissionais é um dos pontos altos do evento. Na edição anterior, mais de 75% da assistência foi formada por diretores e gerentes. Os profissionais têm a oportunidade de trocar cartões, rever amigos e antigos parceiros de trabalho, renovar contatos, debater sobre as oportunidades.

A programação do PETtalk 2018 vai apresentar novidades tecnológicas, tendências e a evolução do mercado, casos de sucesso e novas aplicações do PET para embalagens. A reciclagem do material, novos usos para o reciclado e as legislações que atingem o setor, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, ou as novas exigências para obtenção de licença de funcionamento, por exemplo, também estão entre os temas tratados.

Inscrições podem ser feitas pelo site http://www.pettalk.org.br, onde também serão publicadas e atualizadas periodicamente as informações sobre o PETtalk 2018, programações e investimentos. O PETtalk é organizado e realizado pela Abipet – Associação Brasileira da Indústria do PET. A entidade, fundada em 1995, tem como associados os Fabricantes da resina PET, os Fabricantes de Preformas e Embalagens de PET, Recicladores do material e as principais empresas de Tecnologia do setor.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

Indac promove uso do acrílico durante a feira SIGN 2018

12/07/2018

Peças produzidas em acrílico durante o evento poderão ser adquiridas a preços especiais. Versátil, além de bonito, o acrílico tem espaço garantido no mercado de comunicação visual

Totens, ilhas, painéis, fachadas, objetos de decoração, o acrílico ajuda a dar vida às ideias que nascem nas agências de publicidade e, no ponto de venda, conquistam o cliente

O INDAC – O Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico – sabe que uma campanha publicitária ou uma marca de sucesso valem muito. Por isso, o Instituto pede que publicitários e designers de agências de todo o país sejam cautelosos e críticos ao escolherem os materiais com os quais trabalham e aos quais atrelam a marca de seus clientes. Para falar sobre isso e sobre a capacidade do acrílico em atender diferentes demandas do setor de comunicação visual, o Instituto estará presente na Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018, que acontece de 25 a 28 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Na feira, o INDAC irá atender ao público no estande da Castcril, maior produtor de chapas acrílicas coloridas da América Latina e empresa patrocinadora da entidade. “A Sign é uma das feiras mais importantes do ano e nós não poderíamos ficar de fora. São vários segmentos no mesmo local, o que faz com que as empresas vejam novidades em seus setores e também nos demais. Toda esta ‘mistura’ é um prato cheio para criação de novos produtos, com materiais diferentes. E isso representa muito, principalmente por estarmos vindo de um cenário adverso na economia, quando as empresas precisam oferecer melhorias de produtos e soluções mais completas aos seus clientes”, afirma William Gomes Oliveira, gerente financeiro da Castcril.

Assim, para demonstrar os benefícios do acrílico, o estande da empresa abrigará uma transformadora, oonde o visitante da feira poderá conferir, em tempo real, a manufatura de cinco peças distintas em acrílico desenvolvidas pelo arquiteto e fundador da Acrilaria, Carlos Rizzo Jr. Os que tiverem interesse poderão comprar os produtos a preços especiais. “Quem nos visitar na Sign verá o quanto se pode criar com o acrílico. Teremos cadeiras, mesas, fechamentos de paredes e uma série de itens de comunicação visual expostos, tudo feito com o material. Afinal, o acrílico é incrível para se trabalhar – pode ser cortado, vincado, dobrado, colado e misturado a outros materiais – e tanto faz se será utilizado na movelaria, na comunicação visual ou na indústria de remédios, ele sempre supera as expectativas. Seus altos índices de transparência e resistência a impactos, além da leveza e da enorme variedade disponível de cores e espessuras, fazem dele uma opção indispensável qualquer projeto contemporâneo”, ressalta Rizzo.

Para que o estande se tornasse essa pequena transformadora, o trabalho conjunto de alguns associados ao INDAC foi fundamental. Participam da ação, além da Castcril, que deve ceder o espaço e as chapas que serão utilizadas durante o evento, e da Acrilaria, que assina as peças manufaturadas, a Oswaldo Cruz, como patrocinadora da ação. “Estamos juntos com a Castcril para mostrar o tamanho da nossa capacidade de atendimento neste mercado e tamém que continuaremos a investir em serviços que ajudem a qualquer cliente interessado no crescimento e sucesso do mercado de acrílicos. Acreditamos na união dos elos da cadeia para fortalecer a indústria nacional”, afirma Marcelo Thieme, diretor de novos negócios da Oswaldo Cruz e presidente do INDAC.

Também parceira da ação, a Automatisa Laser Solutions, primeira empresa na América Latina a fabricar máquinas de corte e gravação a laser, leva para a feira a Dua Startup, que traz consigo o conceito de empreendedorismo necessário a este novo mercado. A máquina, que custa em torno de R$ 55 mil, tem 1,20m x 0,90m de área de trabalho e pode ser equipada com um ou dois cabeçotes de corte com potência nominais de 100, 130 ou 150W. “Com essa solução, grande parte dos materiais pode ser cortada e gravada e, embora essa seja uma máquina com o conceito “start”, pode produzir peças com mesmos níveis de qualidade que um equipamento industrial”, explica Joana de Jesus, CEO da empresa.

Outra máquina que os visitantes poderão ver no estande é a Dobracril 1000. Trata-se de uma das dobradeiras para acrílico, lançamento da Digisolda, que compõe linha com cinco máquinas que oferecem áreas de dobras de 600 a 1500 mm para chapas de até 08 mm de espessura. Segundo Marco Santos, diretor da empresa, o equipamento é bastante resistente, tem preço acessível e, além disso, é muito prático: “A facilidade no manuseio de nossas dobradeiras vem de um mecanismo interno de ajuste da altura da resistência que possibilita o posicionamento de altura do filamento com um único toque, de forma simples e uniforme e sem precisar de qualquer outra ferramenta. Assim o operador consegue elevar ou baixar a resistência da máquina usando apenas uma das mãos”, explica.

Mercado

Cerca de 60% do uso das chapas acrílicas no Brasil tem destino certo: O mercado de comunicação visual, no qual se enquadram letreiros e outros luminosos, sinalizadores, displays e PDV’s (displays de ponto de venda). Assim, esse segmento acaba por ser, de longe, o maior consumidor desse plástico no país, seguido pelo setor de móveis e de iluminação, responsáveis por cerca de 10% cada da utilização desse insumo.

Fórum

Além de marcar presença no estande, o INDAC ainda participará do Fórum Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018, no dia 27 de junho, às 16h50, onde deve falar mais sobre o uso do acrílico e do ACM na comunicação visual.

Acrílico em Ação

Outra mensagem reforçada pelo Instituto durante A SIGN deve ser a do Acrílico em Ação – programa inteiramente gratuito e por meio do qual, designers, arquitetos ou mesmo consumidores comuns conseguem apoio técnico e informações para viabilizar seu projeto em acrílico.

O Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico é uma organização criada há 18 anos por empresários do setor com objetivo de promover o uso correto do acrílico, difundir o conhecimento das suas propriedades e aplicações, além de ampliar sua participação no mercado, por meio da indicação de seus associados. A entidade, geradora de negócios e difusora de conhecimento para o setor de acrílico, reúne atualmente 45 filiados em todo o país.

Fonte:  Assessoria de Imprensa – INDAC

Curta nossa página no

Interplast terá apresentação paralela de palestras gratuitas

03/07/2018

Palestras promovidas por expositores acontecem nos dias 15 e 16 de agosto. Inscrições estão disponíveis no site da feira

A organização da Interplast traz uma novidade para essa edição da feira com a realização de workshops gratuitos, promovidos pelos expositores, com foco nas tendências, tecnologias e inovações em produtos e serviços para o segmento. As palestras acontecem nos dia 14 e 15 de agosto, simultâneas a feira, com duração de 40 a 60 minutos. As vagas por evento são limitadas e as inscrições estão disponíveis no site da feira – http://interplast.com.br/congresso.

Confira a programação completa:

15 de agosto – quarta-feira

14h – Sistemas de Fixação de Ferramentas Cases de Sucesso, Demore, Rossini e Murta, Taurus e WHB – RegoFix – Duração: 60 minutos – Palestrante: Daniel Carlo Jacob – Sala Acácia N.13
15h – TPU’s: Visão Geral, Tecnologias e Aplicações – Apta Resinas – Duração : 60 minutos – Palestrante: Ricardo Carvalho – Lubrizol – Sala Violeta N.14
16h – Apresentação VRMAQ de Novos Produtos e Novas Tecnologias – VRMaq – Duração: 50 minutos – Palestrante: Rafael Rulli – Sala Acácia N.13
17h – Extrusão Reativa do Polipropileno – PP – Arkema – Duração: 40 minutos – Palestrante: Evandro Falaguasta – Sala Violeta N.14
17h – Extrusoras monorroscas e de dupla rosca “Next Generation”Enfrentando os desafios em extrusão com melhor desempenho, custos de energia mais baixos e maior flexibilidade – Battenfeld-Cincinnati – Duração: 30 minutos – Palestrante: Leandro Campos Araújo – Sala Acácia N.13
18h – Estado da Arte em Tecnologias de Triagem de Plásticos por Sensores Óticos – Steinert – Duração: 50 minutos – Palestrante: Leandro Campos Araújo – Sala Acácia N.13
19h – O Melhor do Plástico ao seu Alcance – Advanced Polymers – Duração: 60 minutos – Palestrante: Regis Feliciano – Sala Acácia N.13

16 de agosto – quinta-feira

14h – Fixação de Ferramentas em Usinagens – RegoFix – Duração: 60 minutos – Palestrante: Bill Obras – Sala Acácia N.13
15h – Viabilidade da Indústria 4.0 em Ferramentarias e Pequeno e Médio Porte – Simcomap – Duração : 40 minutos – Palestrante: Eng° Ricardo Caetano de Oliveira – Sala Violeta N.14
15h – STARextruder: extrusão de PET para chapas de termoformagem de qualidade alimentar – Battenfeld-Cincinnati – Duração : 30 minutos – Palestrante: Miguel Lopez – Sala Acácia N.13
16h – Vantagens e Cuidados Necessários para a Realização de Retrofitting de CLP em Injetoras e Sopradoras – Branqs – Duração : 45 minutos – Palestrante: Fernando José Cesilio Branquinho – Sala Acácia N.13
17h – Como a reforma trabalhista pode ser melhor aplicada na cadeia produtiva da indústria de transformação de plástico – Dra. Yolanda Robert – Especialista em Direito do Trabalho – Duração: 60 minutos – Sala Acácia N.13
17h – Educação Financeira – Você sabe como fazer o seu dinheiro trabalhar a seu favor? – SICREDI – Willian Rafael Vianna Bonin – Duração: 60 minutos – Sala Violeta N.14
19h – Retardante de Chamas & Sinergético Anti-Chamas – SI Group – Eduardo Smetana – D ração: 45 minutos – Sala Violeta N.14

Serviço
Interplast – Feira e Congresso da Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: de 14 a 17 agosto de 2018
Horário: 14h às 21h
Local: Expoville – Joinville/SC – Brasil
Organização: Messe Brasil
Credenciamento de visitantes: www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

Romi leva à Interplast 2018 soluções para a indústria de transformação de plástico e ferramentarias

28/06/2018

Além da Injetora Romi EL 300 e da Sopradora Romi C 5TS, o estande também terá o Centro de Usinagem Vertical Romi D 800

A Romi vai participar da 10ª edição da Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, que acontece entre os dias 14 e 17 de agosto, nos pavilhões da Expoville, em Joinville – SC. Para o gerente de vendas da Romi, Glauco Machado, o evento, um dos mais importantes e representativos do setor de plástico, vai oferecer grandes oportunidades de negócio. “Vamos apresentar as soluções da Romi para dar mais produtividade e robustez ao setor de plástico, levando máquinas com alto nível de tecnologia para atender a busca da indústria local por mais precisão e velocidade”, explica o executivo.

A região Sul é um dos principais polos do setor de transformados plásticos do país, gerando mais de 85 mil empregos, em mais de 3 mil empresas. Anualmente são processados cerca de um milhão de toneladas de plástico somente no estado de Santa Catarina, com destaque para os descartáveis no sul, embalagens no oeste e peças técnicas no norte do estado.

Para a Interplast 2018, a Romi leva ao estande 438 a Injetora Romi EL 300, a Sopradora Romi C 5TS e o Centro de Usinagem Vertical Romi D 800 (nova geração), lançado recentemente.

Segundo a Romi, a Injetora elétrica Romi EL 300 foi desenvolvida para produzir peças plásticas com alto desempenho, precisão, alta velocidade e mínimo consumo de energia. A empresa afirma que, além de alta capacidade de plastificação, maior área de molde e simultaneidade de movimentos, com redução de até 30% nos tempos de ciclo, a máquina se destaca pela alta velocidade e precisão, com elevada eficiência energética. A Romi assegura que a linha injetora elétrica diminui em até 70% o consumo energético comparado com injetoras de bomba variável e 90% se comparado com bomba fixa. A injetora Romi EL 300 está equipada com o novo comando CM 20 com display de 19” Full HD.

A Sopradora Romi C 5TS foi desenvolvida para a produção de embalagens plásticas de até 10 litros. O equipamento se destaca pela maior área de molde e força de fechamento elevada. Sua unidade hidráulica conta com acumulador de pressão e servo-válvula no programador de parison, que dispõe de até 512 pontos de ajuste no perfil. A sopradora Romi C 5TS está equipada com o novo comando CM 20 com display de 19” Full HD.

Além das máquinas voltadas para plásticos, a Romi também vai levar ao evento o Centro de Usinagem Vertical Romi D 800, que faz parte de nova geração da Linha Romi D, equipamentos destinados a uma ampla gama de aplicações.

A Indústrias Romi S.A. (B3: Romi3), fundada em 1930, fabrica máquinas ferramenta, com foco em tornos, tornos CNC, centros de torneamento e centros de usinagem; máquinas injetoras e sopradoras de termoplásticos; e peças fundidas em ferro cinzento e nodular, que podem ser fornecidas brutas ou usinadas. Os produtos e serviços da Companhia são vendidos mundialmente e utilizados por uma grande variedade de indústrias, tais como automotiva, de bens de consumo, máquinas em geral, equipamentos industriais e agrícolas.

Fonte: Interplast 2018

Curta nossa página no

Linha de resinas hidrocarbônicas Unilene é destaque da Braskem na Expobor 2018

27/06/2018

A linha de resinas hidrocarbônicas é usada para produção de compostos em borracha

A Braskem reforça sua presença e atuação junto aos clientes do mercado de borracha na Expobor 2018, que está acontecendo de 26 a 28 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo. A empresa apresenta os diferenciais de seu portfólio com produtos voltados para esse segmento.

O destaque da Braskem no evento é a linha Unilene, que são resinas hidrocarbônicas utilizadas na produção de compostos de borracha, adesivos e tintas. De acordo com a empresa, funcionam como auxiliares de processamento de borrachas, aumentando produtividade e reduzindo consumo de energia, sem alterar as propriedades finais. Em veículos automotivos, por exemplo, seu uso garante melhor aderência do pneu ao chão molhado e menor resistência ao rolamento, afirma a Braskem. Desta forma, oferecendo mais segurança a motoristas e passageiros, além de reduzir o consumo de combustível.

“Como líder na produção de resinas hidrocarbônicas na América Latina, a Braskem garante agilidade em suas entregas e segue desenvolvendo novos produtos e aplicações para o mercado”, explica Adriana Morasco, responsável pelo Negócio de Especialidades Químicas da Braskem. “Além disso, a empresa atua no mercado internacional, com equipes de venda nos Estados Unidos, Europa e Ásia, clientes em mais de 20 países e exportando mais de cinco mil toneladas por ano”, conclui.

Para a feira, a Braskem também está levando a solução Polibuteno (PIB), que pode ser utilizado em filmes, adesivos, óleo e lubrificantes, explosivos para mineração, couro e cosméticos. A matéria-prima impede a passagem de ar na borracha e a torna mais resistente, afirma a empresa. Com isso, os produtos que levam o composto em sua fabricação podem ser feitos com paredes mais finas sem perder suas propriedades. Além disso, a Braskem garante que o PIB torna a massa crua de borracha sintética mais fluida, permitindo que as máquinas produzam mais em menor tempo e economizem energia.

“Nossa expectativa é bastante positiva para o evento, uma vez que o setor de borrachas é muito importante para a Braskem, que possui um amplo portfólio para o segmento. Temos desde o Butadieno utilizado na confecção de borracha, até as especialidades químicas, como a Braskem Unilene e o PIB. Nosso objetivo é reforçar o comprometimento da empresa com o fortalecimento da cadeia produtiva da região, que vem demonstrando sinais claros de recuperação produtiva”, complementa a executiva.

Soluções Braskem para o mercado de borracha:

Pneus – Bandas de Rodagem
Produto: Braskem Unilene

Pneus – Inner Liner
Produto: PIB Braskem
Função: No Inner Liner, é um promotor de barreira a gás, reduzindo a quantidade de borrachas especiais utilizadas no composto.

Solados
Produto: Braskem Unilene
Função: Otimizar o processamento dos componentes do solado, funcionando como auxiliar de fluxo, o que permite a incorporação de materiais de difícil processamento como por exemplo, os materiais reciclados. Aplicável para solados à base de borracha.

Mangueiras
Produto: PIB Braskem
Função: Aumentar a barreira a gás de borrachas usadas em mangueiras.

Borracha Sintética
Produtos: Butadieno, Eteno, Propeno, Benzeno.
Função: Dar origem a diversas borrachas, como BR, NBR, SBR, PBR e PSBR.

Artefatos em borracha
Produto: Braskem Unilene
Função: Auxiliar no processamento da borracha. Benefícios: Facilita a moldagem de peças em borracha, como por exemplo, anéis, buchas, coxins e batentes de borracha.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Wacker apresenta novas linhas de borracha de silicone resistentes ao calor e sem necessidade de pós-cura na Expobor 2018

25/06/2018

A nova linha de silicone líquido foi desenvolvida para aplicações nos segmentos de cuidados com bebês, alimentos e médicos.

A Wacker, empresa química sediada em Munique (Alemanha), apresentará sua nova borracha sólida de silicone Elastosil® R plus 4350/55 na Expobor 2018. O material é uma borracha de silicone para a formulação de elastômeros de silicone resistentes ao calor. Segundo a empresa, a propriedade de destaque deste silicone extrudável com cura via adição é a sua alta resistência ao calor. Estabilizadores de calor permitem que esse silicone sólido resista a temperaturas de até 300°C por vários dias, sem modificações substanciais em sua elasticidade ou propriedades mecânicas, afirma a Wacker.

Segundo a empresa, as propriedades ótimas são obtidas em combinação com estabilizadores de calor da série Elastosil® Aux Stabilizer H, que são adicionados à borracha base. O tipo de estabilizador e a quantidade utilizada têm uma influência significativa nas propriedades térmicas da borracha curada.

Segundo a empresa, o Elastosil® R plus 4350/55 pode ser usado para fabricar tubos resistentes ao calor e perfis de vedação que resistem a temperaturas de até 300°C por vários dias, sem qualquer dano. A Wacker afirma que testes térmicos a 200°C e 300°C, respectivamente, mostraram que propriedades mecânicas importantes, como dureza e alongamento na ruptura, mudam muito pouco mesmo após 2.000 horas, ou seja, 80 dias. As especificações para produtos como perfis de vedação usados em fornos são claramente excedidos, garante a empresa.

Elastosil®LR 5040 para aplicações de cuidados com bebês, alimentos e segmento médico.

Também será apresentada a nova linha de borracha de silicone líquido Elastosil®LR 5040. Ela contém poucos componentes voláteis, o que torna a borracha de silicone líquido (LSR) compatível com as especificações regulamentares que regem as aplicações nos setores de cuidados com os bebês, alimentos e segmento médico, garante a empresa.

A Wacker afirma que o Elastosil®LR 5040 possui propriedades mecânicas muito boas após a cura, sem pós-tratamento térmico posterior. Portanto, em muitos casos, os processadores não precisam realizar pós-cura dos elastômeros de silicone após a vulcanização. Peças de borracha feitas de Elastosil® LR 5040 são translúcidas com uma ligeira tonalidade azul. Seu conteúdo volátil – sem pós-cura – é inferior a 0,5% em peso, afirma a empresa. Segundo a empresa, mesmo em seu estado não pós-curado, a borracha de silicone já exibe um alto nível de resistência ao rasgo, equivalente ao de um LSR de alta resistência com pós-cura. Como resultado, assegura a Wacker, ele pode suportar até mesmo altas tensões mecânicas, como pode ocorrer durante o uso de mamadeiras ou chupetas, por exemplo.

A Expobor será realizada em São Paulo, de 26 a 28 de junho. A Wacker estará expondo no Estande 2/3, corredores H/G.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Wacker

Curta nossa página no