Posts Tagged ‘Feiras’

Empresas brasileiras levam inovações à feira Argenplás

13/06/2022

A Argenplás, feira internacional do plástico, aconteceu entre 06 e 09 de junho, em Buenos Aires, na Argentina. O evento contou com mais de 180 expositores da Argentina e 10 outros países. O foco deste ano foi a economia circular, inovação e meio ambiente. Por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil e ABIMAQ, 15 empresas brasileiras foram selecionadas para participar da feira.

O evento acontece a cada dois anos e é destinado aos setores de máquinas e equipamentos, automação e controle de qualidade, moldes e ferramentas, matérias primas e produtos químicos, borracha, transformadores de plástico, produtos terminados e semielaborados, meio-ambiente e reciclagem, além de entidades, associações, bancos, serviços e revistas técnicas.

Com o objetivo de fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade, os expositores brasileiros levaram diversos produtos e novidades ao evento. A participação das companhias é promovida pelo BMS (Brazil Machinery Solutions), que teve um estande coletivo para exposição de seus lançamentos.

Uma das empresas participantes foi a Piovan, multinacional que opera em todos os países da América do Sul e participa da Argenplás desde 2006. Nesta edição, a companhia apresentou produtos voltados a sistemas de alimentação, dosagem e desumidificação. Entre eles estiveram os Alimentadores Easy 3 System, que trazem um novo conceito em alimentação de materiais e controle centralizado, disponível em três versões de receptores, afirma a empresa. A gama inclui versões especiais para o tratamento de materiais em alta temperatura ou abrasivos, e é construído em aço inoxidável.

Outro lançamento da Piovan é o Dosador Gravimétrico MDW 150, uma unidade dosadora gravimétrica equipada com guilhotina pneumática ou rosca dosadora. O produto dosa até seis tipos de materiais granulados. Segundo a empresa, o dosador é considerado ideal para ser aplicado a processos de injeção, sopro e extrusão, com benefícios que incluem configuração customizada, dosagem precisa e alta repetibilidade do processo, além de mistura homogênea a cada batch.

A Mecalor, empresa líder em soluções de engenharia térmica ao desenvolver chillers para diversos segmentos da indústria, expôs três produtos: Um chiller convencional com capacidade de 3 TRs, outro de 5 TRs e um terceiro de 10 TRs. Todos esses equipamentos são importantes para a refrigeração do processo industrial da transformação do plástico.

A empresa também aproveitou a feira para divulgar o Chiller Turbocor, que, segundo ela, proporciona maior eficiência energética por causa da tecnologia do compressor centrífugo de mancal magnético livre de óleo.

Fundada em 1960, a Mecalor atua no mercado externo há cerca de 20 anos. Atualmente a companhia exporta cerca de 20% da sua produção. Esse percentual vem aumentando ao longo dos anos devido a um trabalho comercial ativo nos mercados latino-americanos, com destaque para a filial do México, inaugurada em 2019.

Negócios Internacionais

Dentre os maiores importadores de máquinas e equipamentos para a indústria do plástico, embalagem e impressão, encontram-se os Estados Unidos, a Argentina e o Peru. Em 2021, os Estados Unidos importaram 16% das maquinas brasileiras, um total de US$15 milhões. No mesmo período, a Argentina teve uma participação de 15%, com US$14,1 milhões. Já o Peru importou US$7,6 milhões ao longo do ano.

Outros países que se destacam na negociação de maquinários brasileiros para o setor são o Reino Unido, que entre 2020 e 2021 teve uma variação de 79,6% no total de suas importações, com US$7,3 milhões; e o Chile, que no ano passado movimentou ao todo US$6,4 milhões.

O Brazil Machinery Solutions é fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), visando a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países.

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

A ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil.

Curta nossa página no

Plastiweber apresenta embalagem plástica reciclada ao setor calçadista durante evento

13/06/2022

A Plastiweber participou, no último dia 25, da 29ª edição do Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC), em Gramado. A diretora de marketing da Plastiweber, Aline Assmann, e o diretor circular da Plastiweber, Pedro Bolfoni, apresentaram o Green Packing, embalagem secundária de plástico reciclado focalizada no setor de calçados. O filme, termoencolhível e de embalamento automatizado, chega como uma solução mais eficiente e sustentável para agregar as unidades em fardos para transporte, afirma a empresa.

Aline Assmann, conta que, no setor calçadista, já há algumas soluções sustentáveis em produtos, como calçados feitos com parcela de material reciclado, com plástico retirado dos oceanos e garrafas PET, entre outros. Agora, explica ela, é possível expandir as soluções para embalagens, mantendo a performance e a viabilidade econômica: “A Plastiweber trabalhou para ampliar as soluções sustentáveis para as embalagens secundárias e terciárias de forma que fossem não apenas economicamente viáveis, mas que também trouxessem melhorias nos processos de logística e gerassem uma série de benefícios socioambientais para aproveitamento pelas marcas no setor de marketing. Tivemos um caso de uso que foi premiado no ano passado: o da Pampili, uma cliente nossa que aderiu ao Green Packing e nos permitiu insights sobre como essa nova forma de embalar calçados pode impactar positivamente as marcas de diversas formas”.

O Green Packing conquistou o Prêmio Grandes Cases 2021 na categoria Impacto Econômico, a partir da substituição das caixas de papelão por embalagens plásticas recicladas. Segundo a Plastiweber, um estudo da empresa feito a partir desse caso de uso no setor calçadista mostra que a automatização para o embalamento e a maleabilidade da embalagem plástica – que ocupa menos espaço – permitem melhorias logísticas na cadeia produtiva.

As embalagens da Plastiweber, incluindo a linha Green Packing, são geradas dentro de um ecossistema circular, afirma a empresa. Através de logística reversa com clientes, parcerias com grandes varejistas e projetos socioambientais com cooperativas, escolas e comunidades, a empresa coleta o resíduo plástico que iria parar em aterros sanitários, os seleciona e processa para que retornem ao mercado como uma nova embalagem.

A Plastiweber afirma que este ciclo gera uma série de benefícios socioambientais agregados ao uso do plástico reciclado. Segundo a empresa, em 2021 o volume total de plástico que ela reciclou tornou possível a redução de emissões de 17 mil toneladas de CO2.

A Plastiweber é uma empresa de soluções sustentáveis em plástico sediada em Feliz (RS). Com um ecossistema circular que envolve logística reversa com clientes, parcerias com grandes varejistas e programas socioambientais com cooperativas, escolas e comunidades, a empresa recebe, seleciona e processa resíduos plásticos para que retornem à economia como novas embalagens. A Plastiweber afirma ter sido homologada com o certificado europeu EUCertPlast, que atesta a rastreabilidade e a qualidade do plástico reciclado produzido por recicladores ao redor do mundo. Além disso, carrega o selo nacional de plásticos reciclados SENAPLAS, que reconhece o trabalho efetuado conforme a Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Em 2022, a empresa recebeu o título de 1º filme 100% pós-consumo de alta performance pela Organização Mundial de Embalagens (World Packaging Organisation).

Curta nossa página no

Portfólio de resinas sustentáveis é destaque da Covestro para a Abrafati 2022

06/06/2022

A Covestro, uma das maiores fabricantes mundiais de polímeros, apresenta seu novo portfólio de resinas sustentáveis na Abrafati 2022, o principal evento do setor de tintas na América Latina. As novidades foram incorporadas pela empresa após a aquisição do negócio de Resinas & Materiais Funcionais (RFM), da empresa holandesa DSM.

Entre os principais destaques estão polímeros à base de biomassa, sistemas alquídicos base água, dispersões, emulsões, resinas para tinta em pó, oligômeros e monômeros para cura UV e sistemas poliuretânicos. Essas tecnologias já fazem parte do catálogo da Covestro e serão cada vez mais divulgadas e amplamente promovidas a partir da Abrafati a todo o mercado latino-americano de tintas e vernizes .

“A Abrafati 2022 marca a apresentação oficial dos novos produtos que complementam o nosso portfólio”, comemora Silvio Torres, Head de Coatings & Adesivos da Covestro Latam. “Com essa importante adição, a Covestro amplia sua atuação junto aos clientes de diferentes segmentos com um importante componente de sustentabilidade aliado à já reconhecida qualidade de nossos produtos”.

A Covestro já possui uma linha de produtos base água e de baixo VOC; entre os diferenciais podemos destacar os sistemas base água 1 e 2 componentes, isocianatos e dispersões de origem de biomassa e sistemas de altíssimos sólidos, como a tecnologia dos poliaspárticos. Segundo a empresa, estes produtos têm entre suas principais vantagens a alta performance, redução no tempo de trabalho, além do benefício ao meio-ambiente e às pessoas.

A Covestro também estará presente como patrocinadora oficial do Congresso Internacional de Tintas. Além disso, dois especialistas europeus da Covestro farão palestras nos dias 21 e 22 de junho abordando as tecnologias base água e base biológica da empresa para os mercados de madeira e tintas arquitetônicas.

A Covestro é um dos principais fabricantes mundiais de materiais de polímeros e seus componentes. A Covestro fornece para clientes do mundo todo em indústrias cruciais como mobilidade, construção e decoração, além dos setores elétrico e eletrônico. Além disso, os polímeros da Covestro são usados em setores como de esportes e lazer, cosméticos e saúde, além da própria indústria química. A empresa tem o compromisso de se tornar totalmente circular e está trabalhando para atingir a neutralidade climática até 2035 (escopos 1 e 2). A Covestro gerou 15,9 bilhões de euros em vendas no ano fiscal de 2021. No fim de 2021, a empresa tinha 50 unidades de produção no mundo todo e empregava aproximadamente 17,9 mil pessoas (calculadas equivalendo à jornada integral).

Curta nossa página no

Na IFAT, Tomra pede para fechar o ciclo de plásticos e ir além

02/06/2022

Tove Andersen, Dr. Volker Rehrmann, Tom Eng

A Tomra continua a praticar um papel relevante em fechar o ciclo das embalagens PET para bebidas, mas reconhece que há mais a ser feito. Agora, a estrutura política, decisões ousadas e investimentos inteligentes na coleta, classificação e reciclagem devem ser usados para melhorar a circularidade em todos os fluxos de materiais e superar os gargalos da cadeia de suprimentos de hoje.

“Temos a obrigação de trabalhar com todas as partes interessadas para reduzir as montanhas de resíduos e transformá-los nos recursos valiosos que são”, afirmou a CEO e presidente da Tomra, Tove Andersen, na conferência de imprensa da Tomra realizada na IFAT. Embora tenha havido um progresso considerável na reciclagem, a pandemia e a guerra em curso na Europa nos mostraram que há uma urgência em diminuir a dependência de materiais primários. “Hoje, investimos aproximadamente 10% de nossas receitas em atividades orientadas para o futuro para aumentar a eficiência dos recursos, avançando no mercado de soluções circulares, o que estamos bem posicionados para fazer. Temos a tecnologia capaz de maximizar as taxas de recuperação. Podemos agir agora, otimizar as práticas de gestão de resíduos e preencher as lacunas existentes”, conclui Andersen.

Tendo estabelecido referências para a política climática em todo o mundo, o Pacto Verde Europeu, juntamente com regulamentos e diretrizes vinculantes para produtores e fabricantes, impulsionam a aceleração para uma economia circular. A Tomra pede a todos os participantes da cadeia de valor que vejam essas especificações como uma oportunidade e apoiem sua implementação. “Aprendemos que a legislação obrigatória é necessária para atingir metas e criar mercados”, explica o Dr. Volker Rehrmann, vice-presidente executivo e chefe da Tomra Recycling/Mining e Economia Circular. “No entanto, antes de podermos reciclar volumes maiores, precisamos coletar o máximo possível. Existem sistemas de coleta que funcionam bem, mas ainda não são suficientes. Todos os dias perdemos recursos valiosos para aterros e incineração onde são enterrados e queimados. Esta é uma fruta fácil e o material deve ser coletado, recuperado e reciclado.”

Maximizar a circularidade do material não se restringe aos plásticos. Existem mais fluxos de materiais para fechar o ciclo, como metais e madeira. “Devemos prestar igual atenção a esses recicláveis para apoiar o alcance das metas de neutralidade climática da UE estabelecidas para 2050”, disse Tom Eng, vice-presidente sênior e chefe da Tomra Recycling. Por exemplo, espera-se que a demanda por alumínio cresça 40% até 2050, um desafio para os produtores de alumínio com capacidade de produção limitada na Europa. A boa notícia é que o alumínio reciclado desempenha um papel fundamental no caminho para um mundo descarbonizado e apoia a busca dos produtores para aumentar o conteúdo reciclado e seus compromissos ambientais. Cenário semelhante pode ser observado no setor madeireiro. Os fabricantes de painéis de partículas estão procurando uma maneira econômica e ecológica de obter materiais cuja disponibilidade é atualmente limitada e com preços vertiginosos. O uso de materiais reciclados na produção de materiais à base de madeira ou metal ajudou os produtores a superar esses desafios, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa e o esgotamento de recursos.

“Se alavancarmos o poder das tecnologias inteligentes e trabalharmos de perto com a indústria, podemos transformar resíduos em valor e reduzir a dependência de materiais primários. A reciclagem é o principal mitigador climático e a rota energeticamente eficiente ao apoiar uma transição sustentável, mantendo os materiais em uso contínuo. O que for preciso para fechar o ciclo, chegaremos lá”, finalizou Eng.
Para mais informações visite: https://solutions.Tomra.com/ifat

A Tomra Recycling projeta e fabrica tecnologias de classificação baseadas em sensores para a indústria global de reciclagem e gerenciamento de resíduos para transformar a recuperação de recursos e criar valor nos resíduos. A empresa afirma ter sido a primeira a desenvolver soluções avançados de classificação de resíduos e metais usando tecnologia de infravermelho próximo (NIR) de alta capacidade para extrair o máximo valor dos recursos e manter os materiais em um ciclo de uso e reutilização. Até o momento, mais de 8.200 sistemas foram instalados em 100 países em todo o mundo, diz a Tomra.

A Tomra Recycling é uma divisão do Grupo Tomra. A Tomra foi fundada durante uma inovação em 1972 que começou com o projeto, fabricação e venda de máquinas de venda reversa (RVMs) para coleta automatizada de recipientes de bebidas usadas.

A Tomra possui aproximadamente 10.000 instalações em mais de 80 mercados em todo o mundo e teve uma receita total de ~10,9 bilhões de NOK em 2021. O Grupo emprega ~4.600 globalmente e está listado publicamente na Bolsa de Valores de Oslo. A sede da empresa fica em Asker, Noruega.

Curta nossa página no

K 2022: Bilheteria online já aberta!

16/05/2022

Os ingressos para a K 2022, a principal feira mundial para a indústria de plásticos e borracha, que ocorrerá de 19 a 26 de outubro, já estão disponíveis na loja de ingressos online em www.k-online.com. O eTicket pode ser impresso ou digitalizado diretamente na tela do seu smartphone na entrada da feira – dando acesso direto ao recinto da feira sem muita espera. Os bilhetes diários custam 55 euros, enquanto que os bilhetes de três dias custam 120 euros. Alunos e estudantes pagam 15 euros por um bilhete diário.

Com a função MyOrganizer no aplicativo, qualquer visitante já pode organizar os expositores de seu interesse com apenas alguns passos e, assim, preparar com precisão seu próprio percurso pelas salas da exposição. Depois de se registrar na loja de ingressos online, os visitantes podem usar o MyOrganizer com um login pessoal ou sem se registrar. Este login habilita o uso conveniente da ferramenta em diferentes dispositivos (smartphone, PC) por um longo período de tempo. Uma vez compilada, a lista pode ser ajustada ou complementada sempre que for chamada.

Se você ainda está procurando hospedagem para o K 2022, a melhor opção é utilizar o serviço oferecido pela BCD Travel Solutions. Este parceiro de feiras de longa data possui a melhor visão geral dos hotéis disponíveis em Düsseldorf e na região durante a maior feira do mundo para a indústria de plásticos e borracha e pode ajudar com reservas específicas. Da mesma forma, vôos e passagens de trem também podem ser reservadas através da BCD Travel Solutions. O visitante também pode desfrutar de uma estadia confortável em um dos navios do hotel KD que ficarão ancorados no coração da cidade, não muito longe do recinto de exposições do K 2022.

Os bilhetes de ônibus e trem para o transporte público local podem ser adquiridos facilmente usando o aplicativo eezy, de acordo com o princípio de check-in/check-out. Os bilhetes de estacionamento também podem ser comprados com antecedência para sua conveniência. Para obter mais informações sobre como chegar, acesse: www.k-online.com/2772.

Noções básicas:

A feira K foi organizada pela primeira vez pela Messe Düsseldorf em 1952 e é realizada a cada três anos. A última feira K em 2019 registrou 3.330 expositores de 63 países em 177.000 m² de área líquida de exposição e 224.116 visitantes profissionais, 73% dos quais vieram do exterior. Mais informações em www.k-online.com.

Curta nossa página no

Reed Exhibitions anuncia adiamento da Inovaplastic para 2023

16/05/2022

A RX (Reed Exhibitions) e a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), parceiras na organização e realização da Inovaplastic – Feira Internacional do Plástico, com apoio do Sindiplast, Siresp e INP, comunicam o adiamento do evento para março de 2023, a se realizar na cidade de São Paulo (SP). Segundo os organizadores, a mudança de data será fundamental para que os expositores consigam manter o padrão de qualidade da Inovaplastic, programando com a devida antecedência as novidades, atrações e ações de interatividade com o público.

“Queremos que nossos expositores e visitantes possam se beneficiar ao máximo da participação em nossas feiras – o que não seria possível com a realização da Inovaplastic em 2022 , devido ao impacto da pandemia na cadeia de produção desta indústria. Acreditamos que a cadeia esteja normalizada até o final do primeiro trimestre de 2023, o que irá permitir que os expositores e visitantes da Inovaplastic se beneficiem integralmente dessa extraordinária plataforma de negócios”, afirma Claudio Della Nina, presidente da RX LATAM.

A Abiplast apoia a decisão da RX. O presidente da associação, José Ricardo Roriz Coelho, lembra que a feira vem sendo realizada nos anos ímpares. Foi assim com a Brasiplast e Feiplastic, ao longo de 35 anos de história. “Como 2021 foi um ano excepcionalmente desafiador, por conta dos impactos dos quais já se vislumbra uma recuperação, estamos convictos de que em 2023 teremos uma edição memorável da Inovaplastic, que carrega em seu DNA a inovação e comprometimento com a Economia Circular”, avalia Roriz.

“A preparação para a Inovaplastic já está a pleno vapor e estamos trabalhando para mostrar o que há de mais moderno e inovador, novos modelos negócios, novos atores da cadeia produtiva, novos materiais e soluções para reciclagem, e para continuarmos nos consolidando como a Feira de Inovação da Cadeia Produtiva dos Plásticos”, conclui Roriz.

O INP e o Siresp também confirmaram o apoio e a presença na feira, conforme reforça Edison Terra, presidente das duas instituições: “O INP e o Siresp são parte integrante da feira, que representa o ecossistema produtivo do nosso setor. Somos apoiadores institucionais e estaremos presentes, participando ativamente durante a nova data de realização da Inovaplastic”, comenta. Esse esforço para a concretização da edição da Inovaplastic em 2023 inicia-se desde já, com a ação de organizadores e expositores preparando atividades para assegurar o engajamento da audiência e gerar conteúdo relevante para o público durante a feira.

Segundo os organizaores, a Inovaplastic tem como principal propósito enaltecer as boas práticas de aplicação do plástico e matérias-primas para o mercado de alta tecnologia e inovação. A primeira edição foi realizada em 1987, como Brasilplast, com o apoio da Abiplast, e a partir de 2013 se internacionalizou como Feiplastic, o evento mais importante e tradicional da América do Sul. Com a missão de disseminar conteúdo e atualizar seu público com as principais tecnologias e inovações da indústria do plástico, em 2021 passou a se chamar Inovaplastic, afirmam os organizadores.

Curta nossa página no

11ª Interplast celebra recordes de público e de geração de negócios

11/04/2022

Na retomada do modelo presencial, evento reuniu 400 marcas, 30 mil pessoas e deve movimentar mais R$ 300 milhões nos próximos doze meses

A indústria plástica voltou ao ritmo de efervescência com a 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, que aconteceu de 5 a 8 de abril, no Centro de Convenções da Expoville, em Joinville (SC).

Durante os quatro dias, 30 mil pessoas circularam pelo evento, entre visitantes, expositores, congressistas e participantes da Rodada de Negócios.

Entre o público, representantes de 695 cidades e 24 estados, especialmente de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Destaque, ainda, para visitantes procedentes da região Nordeste. A feira também foi prestigiada por visitantes estrangeiros, vindos de 17 países, com destaque para os da América do Sul, como Paraguai e Argentina.

Apresentando as principais tecnologias, equipamentos, matérias primas e inovações desenvolvidas pela indústria desde o início da pandemia, houve presença de 400 marcas nacionais e internacionais.

Como resultado desse encontro, a 11ª Interplast estima a geração de R$ 300 milhões em negócios, que devem ser movimentados ao longo dos próximos doze meses. O valor representa crescimento de 16% em relação à edição anterior, realizada em 2018.

Para a diretoria da Messe Brasil, a movimentação de pessoas e negócios registrados no evento comprova que a Interplast continua protagonista, sendo vitrine para a indústria do plástico no país, marcando a retomada dos eventos presenciais e projetando a importância do estado de Santa Catarina para o setor.

“A Interplast é a única feira que reúne toda a cadeia do plástico. Nesta edição, ainda mais especial por bater recordes de público e de negócios, no momento de retomada pós pandemia, mostramos a força do nosso estado, que apresenta altas taxas de crescimento da indústria e concentra algumas das principais empresas de transformação de plástico no Brasil, reconhecidas pela qualidade dos seus produtos em âmbito mundial”, afirma Richard Spirandelli.

Público qualificado

Além do número recorde, o público da Interplast mostra-se cada vez mais qualificado, o que resulta negociações mais assertivas e rentáveis.

Pela primeira vez expondo no evento, a Virtual Automação teve suas expectativas superadas.

“Medindo em números, eu traduziria que 85% do público é bastante qualificado e interessado em buscar soluções. O resultado também foi bem satisfatório em termos de geração negócios: vendemos dois equipamentos e outros seis estão previstos para fechamento nas próximas semana”, comemora o consultor comercial da Virtual Automação, Jaan Tammerik.

O alto nível do público visitante da Interplast pode ser demonstrado nos seguintes números: 10% dos visitantes são sócios/proprietários das empresas; 12% são gerentes; 10% são diretores.

Em relação ao fechamento do negócio, 39% dos visitantes possuem decisão na compra, e 33% participam dos processos de pesquisa, planejamento e recomendação das aquisições.

Além disso, 19% dos visitantes da Interplast atuam em empresas com mais de 500 funcionários. Entre os produtos de maior interesse na feira, 14% dos visitantes vieram buscar máquinas e equipamentos, 12% matérias primas e insumos, e 8% automação industrial.

Rodada de Negócios

Além das relações comerciais iniciadas e concretizadas nos estandes da feira, a Rodada de Negócios foi outro importante momento para a consolidação de novas parcerias.

Neste ano, a estimativa é que a rodada tenha movimentado R$ 5 milhões em negócios, em 586 reuniões realizadas, com a participação de 40 fornecedores e 20 compradores.

Depois de participar da Rodada de Negócios realizada em 2020, de forma on line, a empresa de injeção plástica CR Produtos, de Bragança Paulista (SP), aprovou a experiência presencial.

“O feed back e a troca de cartões foram muito bons. Viemos em busca de fornecedores de resina de matéria prima e máquinas e encontramos alguns contatos de empresas aqui da região Sul às quais eu não tinha acesso, em São Paulo. Aqui já tivemos retorno do que viemos procurar. Com certeza vamos voltar outras vezes”, afirmou a compradora da CR Produtos, Monica Maria Silva.

Conteúdo técnico aprovado pelo público

Também essencial para o desenvolvimento de empresas e profissionais, o conteúdo técnico foi um dos pontos valorizados pela 11ª Interplast que ofereceu ampla programação gratuita.

Um dos destaques foi a Jornada do Grafeno, com a participação de 120 pessoas que puderam conhecer mais sobre a tecnologia que permite produzir plásticos mais resistentes que o aço.

De acordo com Érica Ferreira, diretora de inovação da Zextec, empresa especializada em melhoria de processos industriais, com foco no desenvolvimento de nano soluções a partir do grafeno, o objetivo da jornada foi desmistificar o grafeno e mostrar aos profissionais da área como ele pode ser aplicado em diversos tipos de indústria, seus diferenciais, benefícios e, também, sua viabilidade econômica.

“A Interplast está sendo importante para dar mais visibilidade ao grafeno, mostrar que ele é economicamente viável, além de apresentar seus benefícios técnicos como maior durabilidade, resistência ao calor e flexibilidade. Na feira estamos fazendo muitos contatos que devem se tornar novas parcerias nos próximos dias”, avalia Érica.

A programação de conteúdo técnico apresentou, também, os Workshops dos expositores, que reuniram 540 participantes; o congresso técnico CINTEC Plásticos 2022, realizado em parceria com o IST, Senai SC e Fiesc, e que reuniu 180 pessoas; e o 1º Fórum de Economia Circular Plástico Sul, iniciativa que teve apoio do Simpesc, Simpep, Sinplast-RS e Simplas, e que foi prestigiado por 140 participantes.

Sustentabilidade na Interplast

Tema em alta em todos os setores da sociedade, a sustentabilidade também ganhou espaço especial na 11ª Interplast, com o 1º Fórum de Economia Circular Plástico Sul.

Durante uma tarde, o público acompanhou discussões acerca de políticas públicas na indústria de reciclagem e desafios da política nacional de resíduos sólidos; impacto da guerra na Europa nos investimentos da petroquímica brasileira; embalagens flexíveis PCR de alto desempenho e ecossistema circular; e conheceu cases de sucesso de grandes empresas como JBS Ambiental e O Boticário.

O evento foi realizado em formato híbrido com participação de público presencial e transmissão ao vivo pelo canal da Plástico Sul no Youtube (youtube/plasticosultv), onde o conteúdo permanece disponível para visualização.

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc), Albano Schmidt, o evento foi relevante por abordar todos os aspetos da economia circular, tais como logística, legislação, exemplos práticos de cooperativas, produtos finais, aditivação, entre outros.

“A discussão do tema em um Fórum como esse é fundamental porque junta todas as partes interessadas e em um evento dessa natureza, com a repercussão que ele traz, conseguimos alcançar muito mais pessoas e sensibilizar todos os atores dessa cadeia”, declarou.

Além de destacar a economia circular em sua programação de conteúdo técnico, a 11ª Interplast também fez seu papel e destinou para reciclagem 15 toneladas de resíduos gerados durante a feira, beneficiando diversas famílias que trabalham com essa atividade.

Superação e metas para 2024

Para o diretor da Messe Brasil, Richard Spirandelli, os resultados obtidos pela 11ª Interplast comprovam a importância do evento para a indústria plástica e reforça a responsabilidade de dar continuidade ao processo de evolução do evento.

“Para a próxima edição, trabalharemos mais forte nos eventos paralelos, buscando apresentar novidades e assuntos que tragam competitividade à indústria; buscaremos parcerias com publicações e entidades a nível mundial para ampliar a abrangência da feira, a fim de atrair expositores e visitantes de fora do Brasil, especialmente da América do Sul”, prevê.

A 12ª Interplast será realizada em agosto de 2024, voltando a acontecer em sua data original, durante o segundo semestre do ano. E Spirandelli destaca: “Já estamos com fila de espera para os espaços da próxima edição”.

Curta nossa página no

Mecalor lança nova tecnologia de Termoreguladores na Interplast

07/04/2022

Parceria com empresa suíça prevê representação em toda a América Latina

A maior novidade da Mecalor na Interplast 2022 é apresentação da linha de Termoreguladores de alta precisão HB-Therm, marca suíça especializada em injeção técnica nos segmentos automotivo, médico, eletroeletrônico e industrial.

“Fizemos um acordo com a empresa HB-Therm para atender com exclusividade toda a América Latina. A Interplast é o palco ideal para esse lançamento, uma vez que a região Sul é muito importante para o processo de injeção plástica de alto nível”, revela Marcelo Zimmaro, diretor comercial da Mecalor.

A empresa também vai levar para a feira o DryCooler Mecalor “AluDry” versão 2022. O equipamento, substituto das antigas torres de resfriamento industrial, traz a implementação de várias inovações que amentam a eficiência e reduzem os custos de manutenção. O público da Interplast poderá conhecer ainda a linha de chillers e termochillers, no estande da Mecalor.

“Nosso objetivo é disponibilizar estas tecnologias de ponta para os transformadores de plástico da região, que contam com eficiência operacional como fator de sobrevivência hoje em dia”, afirma Zimmaro.

Para ele, a Interplast deste ano será uma feira com visitantes mais qualificados e realmente interessados nas tecnologias. “A pandemia trouxe esta evolução para os eventos presenciais. Na minha visão isso é positivo e, portanto, o evento tende a ser um sucesso”, conclui.

Curta nossa página no

Economia circular e indústria 4.0 são destaques da Interplast nesta quinta-feira

07/04/2022

A 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Indústria Plástica apresenta nesta quinta-feira (7/4), mais um dia com intensa programação de conteúdo técnico.

Um dos destaques será o 1º Fórum de Economia Circular Plástico Sul, que acontece das 13h30 às 19h. O evento será direcionado aos profissionais da indústria de transformação de plásticos, indústria de reciclagem, fornecedores, cooperativas, ONGs, sociedades civis e demais interessados no tema.

Entre os temas do fórum, estão análise de políticas públicas na indústria de reciclagem e desafios da política nacional de resíduos sólidos; impacto da guerra na Europa nos investimentos da petroquímica brasileira; embalagens flexíveis PCR de alto desempenho e ecossistema circular; cases de sucesso das empresas JBS Ambiental e O Boticário.

O evento será realizado em formato híbrido com participação de público presencial e transmissão ao vivo pelo canal da Plástico Sul no Youtube (youtube/plasticosultv).

O fórum é realizado pela Plástico Sul, com organização da Messe Brasil e apoio do Simpesc, Simpep, Sinplast-RS e Simplas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site da Interplast (interplast.com.br/forum-economia-circular-plasticos), onde também está disponível a programação completa.

Já o congresso técnico CINTEC Plásticos 2022 trará temas ligados à inovação e tecnologias para a indústria de transformação do plástico.

Na grade de palestras, Manufatura aditivada aplicada; Educação 4.0 – Manufatura Preditiva; Indústria 4.0 aplicada à manutenção preditiva; Microfabricação de peças aplicado à Bioengenharia; Uso de Recursos da biomassa na produção de materiais plásticos; Tendência de cores para 2023; Sistema de manufatura e processamento a laser.

O CINTEC Plásticos é uma realização da Messe Brasil, em parceria com o IST, Senai SC e Fiesc.

O Congresso acontece das 14h às 18h30. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site da Interplast (interplast.com.br/congresso-plasticos/).

Workshops

Também na quinta-feira, das 7h às 18h, a Câmara Setorial para Máquinas, Equipamentos e Instrumentos para Controle de Qualidade, Ensaio e Medição (CSQI) da ABIMAQ realiza o Workshop de Qualidade, Instrumentação e Medição. Confira a programação:

14h – Qualidade & durabilidade de materiais plásticos – Ensaios de intemperismo acelerados para determinação da degradação de materiais plásticos expostos ao Sol e condições climáticas
Palestrante: Engenheiro Carlos Maciel – Diretor da Bass Equipamentos.

14h30 – Soluções e tecnologias para a indústria plástica
Palestrante: Danilo Lapastine – Presidente da Hexagon

15h – Aplicação de instrumentos de pressão na indústria plástica.
Palestrante: Hugo Silva – Gerente de contas especiais da Wika do Brasil

15h30 – Controle da Qualidade na Medição de Espessura, práticas recomendadas para o bom uso e conservação dos instrumentos
Palestrante: Amilton Mainard – Diretor da Mainard Medidores de Espessura

16h – Soluções para medição na indústria plástica
Palestrante: Nelson da Cunha Pinto Filho da Mitutoyo

16h30 – Plastômetro de Extrusão para Medição de Índice de Fluidez e Viscosidade Intrínseca
Palestrante: Alaide Ferreira da Digitrol

17h – Sensores de posição linear sem contato para a indústria de plástico
Palestrante: Jhuniur Agustín Apaza Yana da MTS Brasil

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site da Interplast (interplast.com.br/metrologia-abimaq-csqi/).

A Interplast

A 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, acontece de 5 a 8 de abril, no Centro de Convenções e Exposições da Expoville (rua XV de Novembro, 4315 – Glória).

O horário de visitação é das 13h às 20h e a entrada é gratuita, mediante credenciamento prévio feito pelo site do evento interplast.com.br/credenciamento-interplast-feira-do-plastico/.

A Interplast é realizada pelo Sindicato da Indústria do Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc) e organizada pela Messe Brasil.

Curta nossa página no

Rodada de Negócios e capacitações marcam segundo dia da Interplast

07/04/2022

Corredores movimentados, estandes prestigiados e salas cheias marcaram a programação da 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, na quarta-feira (6/4).

Uma das atrações do dia foi a 6ª edição da Rodada de Negócios. Atração consolidada da Interplast, tem o objetivo de aproximar empresas compradoras e fornecedoras, atendendo às suas demandas e otimizando os processos de negociação que envolvem desde serviços até a comercialização de grandes maquinários e equipamentos.

Neste ano, a dinâmica reuniu 21 empresas compradoras e 35 fornecedoras, vindas dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Ao todo, foram realizadas cerca de 550 reuniões, com a participação de aproximadamente 140 profissionais.

Pela primeira vez no evento, a empresa Pewag, com sede na Áustria e filial brasileira instalada em Porto Alegre (RS), participou da Rodada de Negócios como fornecedora de olhais giratórios para moldes de injeção.

De acordo com o engenheiro de vendas da empresa, Nilvo Krauze Júnior, a ação foi positiva por apresentar novos possíveis parceiros e favorecer o contato direto com eles.

“Das oito empresas com quem conversamos, apenas uma já era cliente e todas as demais apresentam potencial de venda”, comentou.

Entre os compradores da Rodada Negócios, estava a Weg Motores que já esteve presente em outras duas edições. Neste ano, a empresa tinha especial interesse em fornecedores para injeção de peças, mas os contatos renderam novas possibilidades de produtos e serviços para outros setores do grupo.

“Fizemos contato com 20 empresas e, algumas delas, já atendem a Weg em alguns segmentos, mas podem ampliar o atendimento para outras áreas. Acabamos abrindo o leque e fizemos contato com fornecedores de manutenção, pigmentos, caldeiraria, além de instituições que oferecem cursos de capacitação que levaremos para os times de recursos humanos”, conta o analista de materiais da Weg Motores, Manolo Floriano.

Grafeno atraiu grande público

Na programação de conteúdos a Jornada do Grafeno, tecnologia que permite produzir plásticos mais resistentes que o aço, foi um dos destaques do segundo dia de Interplast, e reuniu mais de 100 participantes.

De acordo com Érica Ferreira, diretora de inovação da Zextec, empresa especializada em melhoria de processos industriais, com foco no desenvolvimento de nano soluções a partir do grafeno, o objetivo da jornada foi desmistificar o grafeno e mostrar aos profissionais da área como ele pode ser aplicado em diversos tipos de indústria, seus diferenciais, benefícios e, também, sua viabilidade econômica.

Segundo ela, o público mostrou-se receptivo às informações e buscou se aprofundar em questões práticas sobre como utilizar o grafeno em seus processos, que tipos de adaptações seriam necessárias em equipamentos e maquinários.

“A Interplast está sendo importante para dar mais visibilidade ao grafeno, mostrar que ele é economicamente viável, seus benefícios técnicos como maior durabilidade, resistência ao calor, flexibilidade. Na feira estamos fazendo muitos contatos que devem se tornar novas parcerias nos próximos dias”, avalia Érica.

O interesse pelo grafeno foi um dos principais fatores que atraiu a Rotoplastyc Soluções em Rotomoldagem, de Carazinho (RS), à 11ª Interplast.

Para o gerente industrial da empresa, Jeferson Nagorny, o que mais chamou sua atenção foi a aplicabilidade do grafeno em vários tipos de material e a possível compatibilidade às tecnologias com as quais trabalha.

“Saímos daqui com a expectativa de poder fazer a aplicação do grafeno no processo. Ele pode trazer resistência e redução de até 30% do peso dos nossos maquinários, o que vai levar valor agregado ao nosso cliente e ao cliente final”, prevê.

Workshops gratuitos

A programação da 11ª Interplast também ofereceu diversos Workshops que apresentaram temas atuais, ministrados por renomados profissionais e empresas.

A grade de Workshops continua na quinta-feira (7/4), a partir das 14h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site interplast.com.br/workshop-expositores/.

A Interplast

A 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, acontece de 5 a 8 de abril, no Centro de Convenções e Exposições da Expoville (rua XV de Novembro, 4315 – Glória).

O horário de visitação é das 13h às 20h e a entrada é gratuita, mediante credenciamento prévio feito pelo site do evento: www.interplast.com.br/credenciamento-interplast-feira-do-plastico/.

A Interplast é realizada pelo Sindicato da Indústria do Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc) e organizada pela Messe Brasil.

Curta nossa página no

Interplast concentra inovações e tecnologias dos últimos quatro anos

06/04/2022

Com a pandemia, evento bienal não foi realizado em 2020 e deve atrair visitantes de todas as regiões do Brasil e de outros países

A 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, está sendo realizada de 5 a 8 de abril de 2022, em Joinville, SC. Após quatro anos, sem acesso presencial aos lançamentos, inovações e tecnologias, a feira está sendo um sucesso de público, atraindo profissionais da indústria do plástico de todo o Brasil e de outros países. Na edição de 2018, os visitantes da feira vieram de 12 diferentes países, 24 estados brasileiros e 683 diferentes cidades, superando a marca de 28 mil pessoas.

“Observamos um mercado carente por inovações e tecnologias. Por mais que a interação online tenha suprido as demandas do mercado no período de pandemia, a interação presencial com os fornecedores, visualizar máquinas e equipamentos em funcionamento, conhecer as novas matérias primas e ampliar o conhecimento técnico, são fundamentais para esse momento”, comenta Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil.

A Interplast está consolidada como um dos principais eventos do Brasil que reúne a cadeia completa do plástico no mesmo ambiente, abrangendo de fornecedores de moldes a matéria-prima, máquinas e equipamentos, além de contar com atividades simultâneas de conhecimento técnico e rodada de negócios.

A feira ocupa os 22 mil m² dos pavilhões do Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE, com a presença de cerca de 400 marcas expositoras, e mais de 40 horas de conteúdo voltados aos profissionais do setor.

A Interplast é realizada em ambiente favorável ao mercado, considerando que Santa Catarina concentra um importante polo com mais de mil indústrias de transformação do plástico, destacando-se no cenário nacional como segundo polo do setor, conforme levantamento da Abiplast.

As indústrias do plástico empregam mais de 37 mil pessoas diretamente em Santa Catarina e estima-se o dobro de empregos indiretos. Mais de 1 milhão de toneladas de plástico são processadas no estado anualmente, incluindo grandes empresas de atuação nacional e internacional, com destaque para a fabricação de peças técnicas, embalagens para conservação de alimentos e medicamentos, artigos de transporte, produtos para construção civil, autopeças, peças de eletroetrônicos, eletrodomésticos, utilidades domésticas e produtos descartáveis.

Entre os diferenciais da indústria do plástico catarinense destacam-se a mão de obra preparada e interessada na qualificação constante, assim como instituições de ensino públicas e privadas, que disponibilizam oportunidades de formação aos profissionais. Outra característica marcante são os focos de atuação bem definidos por regiões do estado: o Sul em descartáveis, o Norte em produtos para construção civil e peças técnicas e o Oeste em embalagens. O acesso ao abastecimento de fontes energéticas, serviços de portos, qualidade de vida e investimentos em tecnologia e inovação são fatores determinantes para destacar Santa Catarina no cenário da indústria nacional.

Curta nossa página no

11ª Interplast estreia com expectativa de recorde de público e negócios

06/04/2022

Na terça-feira (5/4), a 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, estreou com sucesso de público e expectativa de números recordes.

O evento foi prestigiado pelo prefeito de Joinville, Adriano Silva, vereadores e secretários municipais, lideranças e representantes de entidades setoriais, empresários e profissionais da indústria plástica, imprensa e visitantes que já aguardavam pela abertura da feira.

Após quatro anos sem acesso presencial, a 11ª edição da Interpast marca a retomada das grandes feiras do setor plástico com a presença de 400 marcas que apresentam ao mercado os principais lançamentos de equipamentos e tecnologias desenvolvidos durante o período.

Em relação ao público, o número de visitantes credenciados quando a feira abriu, já era o dobro do registrado na abertura do evento, em 2018. Entre os inscritos, visitantes vindos de todos os estados brasileiros, além de estrangeiros.

“Nossa expectativa é que teremos o dobro de visitantes que recebemos em 2018, e que vamos superar em 50% a marca dos R$ 260 milhões em negócios alcançados na edição anterior”, prevê Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, empresa realizadora da Interplast.

O diretor destacou, também, a importância da feira na promoção da educação ambiental, mostrando como o plástico pode ser utilizado sem agredir o meio ambiente e como pode se tornar um gerador de renda.

E relatou: “Para se ter ideia, todo o resíduo plástico gerado na Interplast está sendo reciclado por uma cooperativa e os números da reciclagem no evento chegam a três toneladas beneficiando diversas famílias”.

As práticas de reciclagem e a economia circular também serão destaque na programação de eventos paralelos da Interplast que vai oferecer mais de 60 horas de conteúdos gratuitos.

“O evento cumpre o seu papel de disseminador de conhecimento, onde serão abordados temas como a utilização de grafeno na indústria do plástico, metrologia aplicada ao setor, congresso de inovação, workshops, além da Rodada de Negócios que reunirá mais de 20 compradores e mais de 60 fornecedores”, concluiu Spirandelli.

Logística reversa e incentivos para o setor

O esforço da indústria plástica para fomentar a logística reversa e as transformações dos materiais pós-consumo em novas matérias primas foi comentado pelo presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc), Albano Schmidt, que reforçou a necessidade de políticas públicas que incentivem essas iniciativas.

“É fundamental contarmos com incentivos governamentais, como redução de tributos, comunicação eficiente voltada para a educação e conscientização da população, começando pelas escolas, compras públicas que privilegiem materiais de origem reciclada”, afirmou.

Sobre a importância da feira, Schmidt comentou: “É com grande alegria e satisfação que retomamos a Interplast de forma presencial, com toda a movimentação que o evento traz para o nosso setor, com negócios realizados, visitação em indústrias locais e essa importante troca de experiências”.

A Interplast

A 11ª Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico acontece de 5 a 8 de abril, no Centro de Convenções e Exposições da Expoville (rua XV de Novembro, 4315 – Glória).

O horário de visitação é das 13h às 20h e a entrada é gratuita, mediante credenciamento prévio feito pelo site do evento https://www.interplast.com.br/credenciamento-interplast-feira-do-plastico/.

A Interplast é realizada pelo Sindicato da Indústria do Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc) e organizada pela Messe Brasil.

Curta nossa página no

70 anos da feira K em Düsseldorf

23/03/2022

No mesmo ano em que a rainha Elizabeth II subiu ao trono, em que a primeira válvula cardíaca artificial foi implantada nos EUA e em que o musical “Singin’ in the Rain” inspirou milhões no cinema, se fez história também na Alemanha com a edição inaugural da feira K, sediada em Düsseldorf de 11 a 19 de outubro de 1952. Naquela época, ninguém suspeitava que este evento que estava apenas decolando se tornaria a principal feira mundial da indústria de plásticos e borracha.

Hoje, a K em Düsseldorf pode relembrar uma história de sucesso de 70 anos. É a plataforma de informações e negócios mais relevante da indústria de plásticos e borracha em todo o mundo. Sua posição é indiscutível como a feira líder para toda a indústria, onde a liderança temática e a inovação andam de mãos dadas para abrir o caminho para visões para o futuro. Em nenhuma outra plataforma a internacionalidade é tão alta quanto em Düsseldorf. Para a K 2022, de 19 a 26 de outubro, são esperados cerca de 3.000 expositores de 61 países e o Centro de Exposições de Düsseldorf já está com o espaço de exposição completamente.

Como tudo começou

No entanto, a feira K em Düsseldorf também começou pequena: o evento de estreia “Wunder der Kunststoffe” (Maravilhas do Plástico) em 1952 registrou 270 empresas expositoras – exclusivamente da Alemanha. Eles ocuparam aproximadamente 14.000 metros quadrados de espaço de exposição líquido.

Na estreia, 165.000 visitantes ficaram maravilhados especialmente com os bens de consumo coloridos exibidos pelos processadores de plásticos. Isso porque de 1952 a 1959 K Düsseldorf foi puramente uma vitrine da indústria alemã. Qualquer visitante interessado, fosse um leigo ou especialista, era admitido para visitar a feira. As principais atrações em exposição foram produtos projetados para tornar a vida mais bonita e conveniente. Hoje, nós achamos graça da publicidade da época, a qual também era voltada para a “dona de casa moderna” e apresentava a ela as conquistas do pós-guerra, como capas de chuva de PVC da moda ou meias de nylon transparentes – símbolos estéticos do milagre econômico.

Quanto mais a indústria de plásticos foi se especializando e os plásticos de alta tecnologia para soluções especiais em eletrônica, medicina, automotiva ou aeroespacial atraíam atenção além dos polímeros padrão, mais especialistas visitavam a feira. Em 1963, foi feita um corte: a K em Düsseldorf tornou-se uma feira de nível internacional com foco em interesses especiais. Desde então, mantém sua posição como uma das principais feiras comerciais globais para toda a indústria. A edição de 2019 recebeu mais de 220.000 visitantes comerciais de quase 170 países.

A origem internacional e a composição dos expositores também garantirão a completude das gamas de produtos e uma visão abrangente do mercado mundial na próxima feira K no outono. Em nenhum outro lugar os visitantes encontrarão tamanha riqueza de inovações, e nenhuma outra feira fornecerá tamanha variedade de impulsos para o futuro da indústria global de plásticos e borracha.

Microsite do evento: mergulhe nos 70 anos de K em Düsseldorf

Antes mesmo da K 2022 abrir seus portões, já existe a oportunidade de entrar no clima do aniversário da feira. Estamos celebrando a K com seu próprio microsite, convidando você a mergulhar em sete décadas de história K e a sorrir e se maravilhar com fotos e histórias históricas. Embarque em uma viagem no tempo em https://70years.k-online.de/en

Curta nossa página no

Feira Interplast apresenta tecnologias em máquinas e equipamentos possibilitam melhorias nas indústrias de transformação do plástico

22/03/2022

A Interplast 2022 – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, que será realizada de 5 a 8 de abril, em Joinville, reunirá um acumulado de três anos de lançamentos em máquinas e equipamentos, considerando que a feira não foi realizada no período da pandemia. As inovações passam a ser uma importante alternativa para as indústrias de transformação do plástico investirem na modernização dos parques fabris e melhorias dos processos.

A ARBURG, uma das fabricantes líderes mundiais de injetoras de altíssima qualidade para processamento de plásticos, apresenta na Interplast a injetora elétrica Golden Electric. Segundo a empresa, as máquinas elétricas ARBURG são potentess e, ao mesmo tempo, econômicas, tendo o dimensionamento perfeitamente graduado e se ajustando a qualquer aplicação. A injetora Golden Electric é o modelo básico da companhia. Entre os diferenciais, destacam-se os tempos de ciclo seco curtos e os movimentos simultâneos. O preenchimento do molde é reprodutível, a demanda de energia excepcionalmente baixa, além dos baixos requisitos de refrigeração e baixo nível de ruído, garante a empresa.

Especializada na fabricação de máquinas com tecnologia de fibra óptica, a Welle Laser leva para a Interplast o portfólio de máquinas de marcação e corte laser. As máquinas para marcação e gravação laser atendem os mais diversos mercados, com soluções para marcar polímeros e metais com quatro linhas de máquinas, aderentes a qualquer demanda do cliente.

A Unic Brasil leva para a Interplast máquinas injetoras de plástico e destaca as novas tecnologias para processos de injeção. Segundo a empresa, as injetoras contam com a tecnologia diferenciadas para dosagem elétrica e são flexíveis para uso nos mais diferenciados processos de injeção de peças termoplásticas, com baixo consumo de energia. A máquina em destaque da Único Brasil na feira é da fabricante LK e vem equipadas com tecnologia de servomotores, aplicados na bomba hidráulica e na dosagem. Essa característica resulta em uma máquina injetora híbrida e com movimentos simultâneos.

A máquina injetora de plástico FIT-280 que opera com simultaneidade de movimentos será o destaque da TSONG na Interplast. A simultaneidade de movimentos combinada com a configuração do conjunto de injeção e acionamento por servo motor garantem menor tempo de ciclo, aumentando a produtividade com economia de energia elétrica. A série de máquinas possui forças de fechamento variando de 90 a 1600 toneladas e o acionamento servo motor resulta em economia de energia de até 75%, comparado às máquinas de motor convencional, afirma a empresa. A série de injetoras FIT pode ser adaptada para qualquer tipo de aplicação, atendendo às normas de segurança de NR-12 e contando com dois anos de garantia do fabricante.

Os visitantes da Interplast terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as linhas de reciclagem de PE, PP e PET e a estação de tratamento de efluentes industriais da Seibt. Uma linha de reciclagem de PET de 1.500Kg/h é capaz de reciclar aproximadamente 45.000 garrafas PET por hora. A estação de tratamento de efluentes industriais da Seibt é um sistema desenvolvido para tratamento, reuso e emissão correta do efluente líquido e do lodo gerado no processo de reciclagem de plásticos.

A Cortadeira Rebobinadeira Vemax VRXS STDH é o lançamento que a Vemax leva para o estande da Interplast. O equipamento conta com eixos diferenciais e foi desenvolvida para trabalhos pesados com papel, filmes plásticos ou autoadesivos, atendendo a empresas de embalagens flexíveis, rótulos e etiquetas. A cortadeira rebobinadeira Vemax possui o Sistema integrado de Controle, que, através de uma rede interna, possibilita a comunicação direta com o PLC da máquina e com todos os outros componentes eletrônicos. Com essa tecnologia é possível fazer qualquer reparo ou mudança de programação a distância e online.

Uma célula de produção inteligente compreendendo injetora, robô e periféricos, totalmente integrada e com automação, será o destaque da Wittmann Battenfeld em seu estande na Interplast. O produto é voltado para os transformadores de plástico por injeção. Com a integração, é possível estabelecer a comunicação entre os equipamentos de fabricação, produtos e seus componentes para alcançar uma produção eficiente e personalizada. A célula de produção conta com tecnologia da biblioteca modular Wittmann 4.0, que contempla inúmera possibilidades. O foco é voltado para funções inteligentes para auto-otimização dos aparelhos individuais, uma plataforma uniforme para transmissão de dados entre a injetora e os periféricos da Wittmann, vários módulos para serviço e manutenção, além da facilidade de integração em um sistema MES.

A presença da SIMCO Máquinas na Interplast será uma oportunidade para as indústrias do segmento plástico conhecerem de perto as máquinas de alta tecnologia, conectadas com a indústria 4.0. A SIMCO apresenta suas linhas em injetoras termoplásticas, periféricos, centro de usinagem e bancada expositora 3D. As máquinas industriais da SIMCO são voltadas para os segmentos de usinagem, transformação de plásticos e impressão 3D.

Especializada na produção de termoformadoras, a MTF lança na Interplast seu novo modelo de termoformadora de alta produção para o segmento de embalagens. Os equipamentos contam com um novo visual e estrutura de rápida assistência técnica para toda a América Latina. As termoformadoras foram desenvolvidas com tecnologia 100% nacional, com reduzido consumo de energia em relação a equipamentos com menos tecnologia, afirma a empresa.

A fabricante de máquinas injetoras de plástico Haitian leva para a Interplast a terceira geração de injetoras com sistema de algoritmos inteligentes. As máquinas com algoritmos inteligentes são preparadas para integração MES e o futuro Learning Machine. A Haitian afirma que, com a terceira geração das suas injetoras, o cliente adquire um sistema com uma plataforma inteligente, de fácil adaptação e conectividade com os sistemas MES existentes no mercado. A capacidade de personalização permite a integração em processos automatizados, celulares e linhas de produção.

Especializada no desenvolvimento de moldes, a Sulbras aproveita sua participação na Interplast para apresentar ao mercado o novo Centro de Tecnologia de Moldes, com capacidade de produção de moldes de até 10 toneladas. Segundo a empresa, o Centro de Tecnologia de Moldes está equipado com máquinas de última geração e tem capacidade de atuação desde o desenvolvimento do molde até o ciclo de aprovação da peça injetada, por meio de equipe técnica qualificada.

Com atuação focalizada na indústria de transformação do plástico, a CPicolo leva para o estande da Interplast soluções para linhas de extrusão de tubos, filmes, chapas e reciclagem, incluindo um portfólio de periféricos para estas linhas. A empresa representa no mercado brasileiro fabricantes mundiais relevantes como CYCJET, Bayerteq, Econ, FB Balzanelli, iNOEX, Omipa, Rollepaal, Tecnomatic, Tecno System, Tecom e Unicor.

Referência em projetos e fabricação de equipamentos para solda de materiais termoplásticos, a Cemas do Brasil apresentará na Interplast tecnologias inovadoras no mercado nacional para solda de termoplásticos, como laser e nanoSTAKE. Segundo a empresa, o principal diferencial das tecnologias está na alta produtividade, qualidade estética, repetibilidade e confiabilidade do processo.

A multinacional japonesa Aoki, fabricante de máquinas e moldes para a produção de embalagens plásticas e líder no mercado de embalagens especiais, leva para Interplast a tecnologia de processamento ISBM. A tecnologia permite a moldagem por injeção-estiramento-sopro em estágio único ou ciclo quente, sem reaquecimento de preforma.

Referência no mercado por representar marcas internacionais líderes em soluções e tecnologias para a indústria do plástico, a BY Engenharia expõe máquinas e equipamentos voltados para o aumento de produtividade e qualidade dos produtos. Entre os destaques está o equipamento para cortar e chanfrar tubos de PVC sem remoção de material da italiana SICA, fabricante de máquinas para processar tubos plásticos.

Líder mundial no fornecimento de máquinas e equipamentos voltados para indústria transformadora de plástico, a Milacron lança na Interplast a nova série (-B) da já conceituada linha de máquinas injetoras elétricas Roboshot, controladas por inteligência artificial, assim como as novas soluções em sistemas de câmara quente e sofisticados controladores de temperatura da canadense Mold Masters. Segundo a empresa, a sua nova tecnologia de máquinas para moldagem por injeção totalmente elétrica traz maior velocidade de injeção, movimentos mais suaves e silenciosos e ainda mais economia de energia. Sua performance resulta em maior produtividade, maior precisão e qualidade das peças e baixíssimo custo de manutenção, garante a Milacron.

Os Chillers da Evacon são resfriadores de líquidos especialmente desenvolvidos para processos industriais, feitos para suportar ambientes extremos, sendo duráveis e confiáveis. De acordo com a empresa, os equipamentos tem como finalidade produzir água gelada de forma eficiente e com baixo custo operacional e de forma totalmente autônoma, pois são construídos com tecnologia de ponta, tendo em seu coração compressores herméticos scroll, condensadores resfriados a ar ou água, evaporador de placas e controle através de painel CLP.

Serviço
Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico
EuroMold – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos
Data: 5 a 8 de abril de 2022
Horário: 13h às 20h
Local: Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE – R. XV de Novembro, 4315 – Glória, Joinville – SC
Realização: Simpesc (Sindicato da Indústria do Material Plástico de SC)
Organização: Messe Brasil

Curta nossa página no

Definida a Programação do Congresso Técnico da Interplast 2022

15/02/2022

A Messe Brasil, organizadora da Interplast, em parceira com o IST, SENAI SC e Fiesc, definiu a programação do CINTEC Plásticos 2022. O congresso técnico traz temas ligados a inovação e tecnologias para a indústria de transformação do plástico. Estão contempladas as seguintes palestras:

  • Manufatura aditiva aplicada – Prof. Luis Gonzaga Travassos, Phd – ISI
  • Educação 4.0 – Manufatura Preditiva – Alex Kühnen, Msc. – Senai SC
  • Indústria 4.0 aplicada a manutenção preditiva – Israel Furtado – KRONA
  • Materiais poliméricos aplicados na área da saúde – Palova S. Balzer – Univille
  • Microfabricação de peças aplicado a Bioengenharia – Águedo Aragones – NOWAD Biomateriais
  • Uso de recursos da biomassa na produção de materiais plásticos – Jordão Gheller Júnior – ISI POLÍMEROS
  • Tendência de cores para 2023 – Fabio Fazolim – AVIENT
  • Sistema de manufatura e processamento a laser – Ariel Paulo Rezende – ISI

O Congresso será realizada durante a Interplast, no dia 7 de abril, das 14h às 18h30, no auditório da Sala Bromélia n. 4. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da feira.

Curta nossa página no

K 2022: a indústria global de plásticos e borracha se junta para proteção climática, economia circular e digitalização

13/02/2022

  • Banco de dados de expositores já online
  • Alta internacionalização
  • K-Talk, K-MAG e K-monthly já fornecem know-how compartilhado

No início dos anos em que ocorre a K, torna-se evidente mais uma vez o consenso de todos os especialistas em plásticos e borracha: a K em Düsseldorf é o ponto de encontro mais relevante para toda a indústria em todo o mundo. Expositores de todo o mundo vêm a Düsseldorf para demonstrar a excelência operacional da indústria e ativamente delinear o rumo do futuro junto com os visitantes. E esta trajetória leva claramente aos temas da proteção do clima, economia circular e digitalização – e estes são também os três temas orientadores declarados da K 2022.

A troca aberta e o diálogo sobre inovações orientadas para soluções e desenvolvimentos sustentáveis ao longo das fronteiras nacionais e continentes também estarão em foco na K deste ano em Düsseldorf. Ela cumpre os pré-requisitos ideais para o engajamento em uma intensa rede global e para avançar em projetos em conjunto. Porque em nenhum outro lugar a indústria do plástico e da borracha está reunida em um lugar com um grau tão alto de internacionalização.

Fornecedores da Europa, especialmente da Alemanha, Itália, Áustria, Turquia, Holanda, Suíça e França estarão particularmente bem representados neste ano, assim como expositores dos EUA. Ao mesmo tempo, a K reflete claramente as mudanças que afetam o mercado global: o número e as áreas de apresentação das empresas da Ásia tem permanecido em alta constante há vários anos. Pode-se esperar aparições de destaque, especialmente da China, Taiwan, Índia, Coréia do Sul e Japão.

Os cerca de 3.000 expositores de 61 países ocuparão totalmente o Centro de Exposições de Düsseldorf. A base de dados de expositores da K 2022 está acessível em www.k-online.com/2410

A K 2022 já está oferecendo conhecimento especializado com seu K-Talk. Uma vez por mês, esta palestra digital ao vivo em inglês apresenta painéis de discussão empolgantes com um grupo variável de participantes internacionais que lidam com diferentes temas focais, mas sempre com foco nos três temas norteadores do K 2022. O primeiro K-Talk, já realizado em 20 de janeiro sob o título “Proteção Climática e Plásticos – Eles Andam Juntos?” – como todos os K-Talks a seguir – ainda está disponãvel sob demanda. O K-Talk em fevereiro será sobre plásticos na medicina, enquanto a discussão em Março será dedicada ã engenharia mecânica.

Lançada em abril passado, a revista online K-MAG tem como alvo todas as indústrias relacionadas à K e fornece fatos, notícias, histórias e tendências da indústria internacional de plásticos e borracha em alemão e inglês durante todo o ano.

K-monthly é o nome da nova Newsletter da feira K. Os assinantes não apenas recebem as notícias e histórias mais interessantes da K-MAG por e-mail mensalmente, mas também informações atuais sobre K em Düsseldorf e as feiras internacionais da família de produtos K-Global Gate. A assinatura é possível no site K ou no K-MAG.

Certifique-se de lembrar a data: a bilheteria para a 2022 abre em abril de 2022.

A feira K foi organizada pela Messe Düsseldorf pela primeira vez em 1952 e tem sido realizada em intervalos de 3 anos desde então. A última feira K em 2019 registrou 3.330 expositores de 63 países em 177.000 m² de área de exposição e 224.116 visitantes profissionais, sendo 73% destes vindos do exterior. Para mais informações, visite www.k-online.de.

Curta nossa página no

Fornecedores de equipamentos levam tecnologias diferenciadas para a Interplast

24/01/2022

De 5 a 8 de abril, Joinville sedia a Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, consolidada como um dos principais eventos do Brasil que reúne a cadeia completa do plástico no mesmo ambiente. Abrange fornecedores de moldes e matéria-prima, máquinas e equipamentos, além de contar com atividades simultâneas de conhecimento técnico e rodada de negócios. Entre os fornecedores de equipamentos destacam-se empresas nacionais e internacionais que trazem tecnologias diferenciadas para o evento.

Os moinhos que a Neobravo lança na Interplast chegam ao mercado com diferenciais de baixo ruído e limpeza rápida, afirma a empresa. Além de compactos, apresentam um design arrojado e o sistema magazine que, juntamente com fechamento por engate rápido, possibilita uma limpeza ampla, ágil e com suavidade pelos seus operadores, garante a fornecedora. Os moinhos Neobravo atuam de formao integrado com injetoras. Os equipamentos são compostos por três facas móveis e duas facas fixas, com corte uniforme e preciso, diminuindo a formação de pó, além de rodízios reforçados que facilitam a locomoção para cada injetora. O equipamento é ideal para recuperação imediata de galhos e pequenas peças do processo de injeção.

Especializada em soluções de codificação e rastreabilidade industrial, a Vertec leva para a Interplast uma tecnologia testada por indústrias de diversificados segmentos. As impressoras industriais imprimem diretamente na superfície de produtos, peças, alimentos, plásticos, embalagens e outros materiais, facilitando a rastreabilidade e eliminando o uso de etiquetas, o que amplia a autonomia da operação de linhas industriais. Segundo a Vertec, o uso dessa tecnologia da Vertec garante uma codificação sem erros e permite marcar informações como data de validade, lote, fabricação, números sequenciais, código de barras, QR-Code e logomarcas. A empresa afirma que o sistema atende às demandas exigidas com segurança, qualidade, além de permitir a rastreabilidade adequada exigida por padrões internos e externos, atendendo às exigências de clientes e órgãos de regulamentação. As impressoras garantem uma operação contínua, alto rendimento e sem erros na linha de produção, assegura a Vertec. Utilizam a tecnologia de impressão CIJ (inkjet), TIJ, por transferência térmica ou laser.

A Octagon estará presente na Interplast 2022 com o anel de ar SmartLip para extrusoras de filmes. Segundo a empresa, o diferencial do produto, com tecnologia alemã, é fazer o controle automático do fluxo de ar por elementos mecânicos, que se posicionam automaticamente. A Octagon afirma que os ganhos desse sistema abrangem a redução de uso de matérias-primas, aparas e do tempo de parada das máquinas. Tecnicamente, o processo da correção de espessura no anel de ar SmartLip é feito por meio da movimentação interna dos elementos que controlam a passagem do fluxo de ar refrigerado. Esse diferencial beneficia a regulagem da geometria, estabilidade do balão e correção do perfil de espessura. Com o anel de ar SmartLip, o balão demora mais para bater (flatejar), em função do projeto especial dos lábios. Com isso, o operador pode fazer os ajustes finos, acelerar a extrusora e ainda acompanhar os índices de variação de espessura indicados no painel, explica a empresa.

Uma linha completa de equipamentos periféricos para indústria termoplástica será apresentada pela Injetec aos visitantes da Interplast. Entre os itens estão alimentadores, funis secadores, misturadores, unidades de água gelada, torres de resfriamento, aquecedores de molde, moinhos trituradores, entre outros. A Injetec representa no Brasil a marca chinesa Wensui. Segundo a empresa, os equipamentos se diferenciam pela alta qualidade e rendimento, com garantia e diminuição do consumo de energia.

Curta nossa página no

Organização da GreenPlast 2022 na Itália a todo vapor

24/01/2022

Mais de uma centena de empresas já se inscreveram na GreenPlast, a nova feira/congresso dedicada a materiais, tecnologias e processos para plásticos e borracha, que acontecerá em Milão (Itália) de 3 a 6 de maio de 2022, no recinto de feiras de Rho-Pero, com uma ênfase especial na sustentabilidade ambiental e eficiência energética.

As inscrições estão abertas e o número de participantes continua a crescer. As empresas líderes da indústria de plásticos e borracha apresentarão as soluções mais inovadoras no contexto da economia circular, da estratégia “Reduzir-Reutilizar-Reciclar” e da Indústria 4.0 nos segmentos de:

  • Máquinas, equipamentos auxiliares e moldes para processos de produção energeticamente eficientes com tecnologias projetadas para materiais reciclados, inovadores e de base biológica
  • Sistemas de recuperação e reciclagem de plásticos e borracha
  • Materiais virgens recicláveis ​​de baixo impacto
  • Artigos produzidos com materiais ambientalmente sustentáveis.

Além da vitrine de tecnologia, a GreenPlast também contará com uma nova edição do Packaging Speaks Green, o fórum internacional sobre embalagens sustentáveis ​​com líderes de opinião, empresas e formuladores de políticas de renome mundial, os quais oferecerão um panorama da indústria e perspectivas para aumentar a sustentabilidade na indústria de embalagens e mercados posteriores na cadeia produtiva. O evento será organizado em três sessões: alimentos e bebidas, plásticos e reciclagem, indústria farmacêutica.

Os organizadores também estão apresentando webinars como parte dos preparativos para a GreenPlast. Dois deles aconteceram em novembro e dezembro como parte de um programa de eventos que conta com expositores conduzindo discussões iniciais sobre alguns dos principais temas da exposição. Mais de 500 participantes de todo o mundo ouviram palestras da Tomra, Previero-Sorema e Bandera sobre “Uma segunda vida para o PET” e Icma San Giorgio, Maris e Bausano sobre “Extrusão em processos de reciclagem de plásticos e borracha”. O último evento ocorreu nos dias 18 e 19 de janeiro de 2022, com o terceiro webinar, intitulado “AreYouR: o lado verde dos plásticos” com a participação da Filtec, Fimic, Gamma Meccanica e Tecnofer.

O evento foi realizado paralelamente à Ipack-Ima, Feira internacional da indústria de embalagens. tornando possível combinar a apresentação de duas esferas de produção diferentes, mas altamente complementares.

Além disso, o recinto de feiras também acolherá concomitantemente a Print4All (dedicado à impressão comercial e industrial), Intralogistica Italia (sistemas de manuseio de materiais industriais, gestão de armazéns, estocagem de materiais e movimentação de produtos) e, pela primeira vez em Milão, a Pharmintech (processamento, e soluções de embalagem para produtos farmacêuticos, nutracêuticos, cosmecêuticos). Esses eventos incorporam a lógica de uma cadeia de suprimentos integrada e são um componente importante da “The Innovation Alliance”.

Curta nossa página no

Conselho Científico de K 2022 detalha temas prioritários da Feira nas áreas de Proteção Climática, Economia Circular e Digitalização

01/12/2021

  • Know-how especializado para moldar os principais temas em proteção climática, economia circular e digitalização
  • Energias renováveis, processos que economizam recursos, neutralidade climática – enfrentar os principais desafios é a chave. Essas tarefas globais exigem mentes criativas, tecnologias inovadoras e materiais de alto desempenho.

De 19 a 26 de outubro de 2022, a Indústria internacional de Plásticos e Borracha se reunirá na K 2022, em Düsseldorf (Alemanha), para apresentar suas contribuições para uma solução. Na condição de feira mais relevante do mundo para o setor de plásticos e borracha e suas aplicações industriais, a feira K de Düsseldorf reúne as tendências e os tópicos do futuro, dando assim à indústria novas orientações, especialmente nestes tempos desafiadores. A feira K é a plataforma de inovação e negócios para produtores de matérias-primas, fabricantes máquinas de processamento de plásticos e borracha, bem como uma plataforma de informação e networking indispensável para todas as partes interessadas dos segmentos de usuários mais importantes.

Além disso, ela oferece às indústrias de plásticos e borracha os pré-requisitos ideais para discutir e enfrentar ativamente os desafios atuais em nível global, com foco em soluções. Isso também é evidenciado pelos três temas principais da K 2022: proteção climática, economia circular e digitalização. Esses temas principais, que determinarão de forma sustentável os desenvolvimentos nas indústrias de plástico e borracha nos próximos anos, serão abordados nas exibições dos expositores na K 2022, de 19 a 26 de outubro do próximo ano, e servirão como temas recorrentes para o Show Especial oficial “Plásticos Moldam o Futuro” , o Fórum de Economia Circular e também o Campus de Ciências da feira.

Um suporte de qualidade para o ajuste fino desses temas norteadores na K em Düsseldorf ficará a cargo de um comitê especializado de alto calibre, o Conselho Científico da K 2022. O Conselho já se reuniu duas vezes este ano, em julho e novembro, com o objetivo de destacar os mais importantes aspectos dos temas orientadores individuais, formulando questões atuais e prospectivas e traçando o curso para sua implementação na feira.

Os Membros do Conselho Científico da K 2022 são:

  • Prof. Dr. – Ing. Christian Bonten, Universidade de Stuttgart, chefe do Instituto de Tecnologia de Plásticos (IKT)
  • Prof. Dr. – Ing. Hans-Josef Endres, Leibnitz University Hannover, Instituto de Plásticos e Tecnologia Circular
  • Prof. Dr. Ulrich Giese, Instituto Alemão de Tecnologia da Borracha (DIK) Hannover, Conselho de Administração
  • Univ. – Prof. Dr.-Ing. Christian Hopmann, RWTH Aachen, chefe do Instituto de Processamento de Plásticos
  • Univ. Prof. Dipl.-Ing. Dr. mont. Reinhold W. Lang, Johannes Kepler University Linz, Instituto de Materiais Poliméricos e Testes
  • Prof. Dr. Dr. h.c. Bernhard Rieger, TU München, Wacker-Chair for Macro-molecular Chemistry
  • Prof. Dr. – Ing. Alois K. Schlarb, Universidade Técnica de Kaiserslautern, Cadeira para Compósitos
  • Prof. Dr. Hans-Werner Schmidt, University Bayreuth, Cátedra de Química Macro-molecular I

Os cientistas já elaboraram uma lista abrangente dos aspectos a serem considerados. Esta lista, por exemplo, inclui: reciclagem de componentes, padronização de reciclados, micropartículas no meio ambiente, plásticos biodegradáveis, CO2 como componente de polímeros, Indústria 4.0, marcadores digitais, digitalização como um facilitador para a economia circular, construção de peso leve e e-mobilidade.

Além de aprimorar os temas norteadores, o Conselho Científico do K 2022 também apóia explicitamente medidas para promover jovens talentos nas indústrias de plásticos e borracha.

Para obter mais informações sobre K 2022, acesse: www.k-online.com

Curta nossa página no

Espaço Recicla Plástico será uma das atrações da Interplast 2022

16/11/2021

Processo de reaproveitamento de plásticos será apresentado durante o evento

Destacar o passo a passo da reciclagem do plástico, desde a coleta até a consolidação de um novo produto, é a proposta do espaço Recicla Plástico na Interplast 2022. A iniciativa tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de novos projetos, investimentos e o engajamento com o tema reciclagem.

O ambiente apresentará demonstrações de máquinas, equipamentos e rotinas, além da abordagem sobre a importância de reciclar 100% do plástico, em especial o PS e o EPS (poliestireno expandido), além de conscientizar o público sobre a PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos. A ideia é evidenciar a reciclabilidade através de um processo inovador que beneficia tanto os consumidores quanto o meio ambiente.

A Interplast 2022 é uma oportunidade para surpreender os visitantes com as novidades do segmento e para empresas apresentarem seus trabalhos diretamente para o público-alvo, além de prospectarem negócios. O evento reunirá parceiros e abordagens referentes ao ciclo de vida dos plásticos e o conceito da economia circular em um espaço de grande movimentação de pessoas.

Evento simultâneo à Interplast, o Recicla Plástico é idealizado pela Termotécnica, com promoção da Messe Brasil e apoio do Simpesc.

Curta nossa página no

Thangs Edition, evento voltado para o setor de impressão 3D, acontece em novembro

04/11/2021

A terceira edição da Mega Live de Impressão 3D, “Thangs Edition”, que acontece em 15 de novembro, das 9h às 21h, no canal 3D Geek Show no YouTube, apresentará as principais novidades do mercado de impressão 3D, além de muita informação e debates pertinentes para este setor que só no ano passado cresceu 150% no país.

O mercado de impressão 3D vem ganhando espaço no Brasil. Só no ano passado, ele cresceu 150% e a estimativa é que cresça 35% ainda neste ano, chegando a um faturamento de R$ 71 milhões, afirmam os organizadores da Thangs Edition. Para falar mais sobre esse mercado, suas oportunidades e desafios, além de também apresentar as novidades que a indústria oferece para este segmento, milhares de profissionais se envolvem na Mega Live Thangs Edition. O evento acontece em 15 de novembro, das 9h às 21h, no canal 3D Geek Show, do YouTube.

A Live, que entra na terceira edição, é na verdade uma versão digital da Expo3DBr – maior evento voltado ao setor de impressão 3D da América Latina. “Surgimos da necessidade de intensificar a troca de conhecimentos da comunidade de impressão 3D e apresentar para a sociedade o potencial desta tecnologia”, explica Rubens Medido, diretor da Expo3DBr, organizador do evento.

A Mega Live Thangs Edition é dividida entre palestras e debates com profissionais do mercado e conta com a participação de diversos fabricantes de impressoras, filamentos e outros insumos da impressão 3D. No total, cerca de 110 empresas nacionais e internacionais participam do evento e pretendem falar ainda de serviços e manutenção, além de outros temas pertinentes ao conhecimento técnico destes equipamentos.

O empreendedorismo, que é sempre o foco no evento, já que esse é um mercado que tem atraído bastante gente que está iniciando seu próprio negócio, ganha ainda mais destaque nesta edição. “Só para se ter uma ideia, o Brasil reúne atualmente cerca de 100 mil usuários de impressão 3D e mais de um milhão de makers. Assim, empresários do setor – gente que apostou na área e que tem conseguido êxito – também participam do encontro. Eles darão dicas importantes e vão tirar as dúvidas dos espectadores que estão interessados em investir neste segmento”, explica Medido.

“Queremos mostrar para as pessoas que a impressão 3D é uma ferramenta que viabiliza negócios com segurança e baixo investimento. Para isso, informação é vital, assim como a troca de experiências”, completa Cleber Rampazo, organizador do evento.

Os organizadores afirma que esperam a participação de milhares de pessoas nesta edição da Mega Live Thangs Edition. Além de todo o conteúdo informativo, o evento irá distribuir brindes oferecidos pelas empresas parceiras, como cursos, filamentos, impressoras e diferentes insumos. Na edição anterior da Mega Live, foram oferecidos R$ 46 mil em brindes.

Além da Expo3DBr, participam da organização do evento as empresas FabLab 3D Toy, a Revista Impresso 3D, Loja 3DX Filamentos e o Canal 3D Geek Show.

Para mais informações ou para visualizar a programação do evento, acesse o site http://expo3dbr.weebly.com/.

Curta nossa página no

Arburg apresenta nova série de injetoras para moldagem multicomponente durante a Fakuma 2021

28/10/2021

Nova máquina Alrrounder More para injeção multicomponente, em exposição durante a Fakuma 2021

Estreia mundial: série Allrounder More de múltiplos componentes

“Estamos muito satisfeitos por finalmente estar de volta aqui na Fakuma em Friedrichshafen e encontrar nossos clientes e parceiros cara a cara.” Este foi o sentimento unânime dos sócios e diretores da Arburg na coletiva de imprensa da Fakuma em 12 de outubro, o primeiro dia da feira. Contando com o maior estande da feira e muitos novos produtos em exibição, incluindo alguns da família Arburg, a empresa fez uma declaração clara em favor de Fakuma e da localização de Friedrichshafen. Sob o lema “O melhor de dois mundos”, a Arburg combinou os principais tópicos do futuro – digitalização, assim como a sustentabilidade e conservação de recursos – com o objetivo declarado de aumentar a eficiência de produção dos clientes e torná-los à prova de futuro a longo prazo .

“Depois de muito tempo sem nenhuma grande feira internacional presencial na Europa, viajamos para Friedrichshafen com muita alegria e entusiasmo e esperávamos por uma Fakuma que fosse o mais ‘normal’ possível”, comentou o Dr. Christoph Schumacher , Diretor de Marketing da Arburg. “Nossas expectativas foram mais do que atendidas: a qualidade dos visitantes profissionais e seu interesse em nossas exposições e inovações foram muito grandes. Muitos tomadores de decisão vieram ao nosso estande para discutir projetos específicos. ”

Referindo-se ao estande expandido de Arburg, a tópicos voltados para o futuro – como digitalização, sustentabilidade e conservação de recursos -, às demonstrações ao vivo, incluindo uma estreia mundial, e à sua numerosa equipe oferecendo suporte e aconselhamento intensivo aos visitantes, Dr. Schumacher acrescentou que o feedback muito positivo de todos os visitantes confirmou que a estratégia da empresa de se mostrar ao máximo e de mandar uma mensagem ao mercado foi um sucesso.

Novidades do “arburgGREENworld”

O programa “arburgGREENworld” reúne todos os aspectos da conservação de recursos e da economia circular. Em seu estande, a Arburg utilizou diversos aplicativos para demonstrar como os recursos podem ser conservados e os materiais podem ser reciclados de maneira sensata. Os exemplos incluíram o processamento de Poliamida 12 transparente, de base biológica, um bio-plástico que contém 39 por cento de matérias-primas renováveis ​​à base de óleo de rícino. Este material foi usado para criar os conhecidos óculos de sol Uvex em um sistema turnkey baseado em uma injetora Allrounder 520 A.

Material reciclado pós-consumo (PCR) foi usado em uma máquina de mesa rotativa Allrounder 1300 T no estande do parceiro da Arburg, Lauffer. No caso de reciclados, as oscilações acentuadas na qualidade do material impõem altas demandas às máquinas injetoras e aos processos de injeção. Para lidar com isso, a Arburg montou um novo “pacote de reciclagem”, que comemorou sua estreia na Fakuma. O pacote inclui várias funções de controle e recursos especiais de plastificação para permitir que os reciclados sejam processados ​​de forma confiável. O pacote de reciclagem está disponível para todos os Allrounders e também pode ser adaptado para modelos mais antigos.

O modo como ocorre a interação entre a sustentabilidade e a digitalização foi demonstrada pelas tecnologias de marcação “CurveCode” e “HolyGrail”, que são soluções inovadoras para separar plásticos por tipo e devolvê-los ao ciclo de materiais.

Crescimento do “ArburgXworld”

O programa da Arburg na Fakuma também refletiu o rápido crescimento do “arburgXworld”. Toda a gama de aplicativos assistentes da empresa estava em exibição, incluindo “aXw Control FillAssist” para simulação de preenchimento em 3D e “aXw Control MeltAssist” para avaliação de processo. Dois novos aplicativos assistentes estavam fazendo sua estreia no show: “AXw Control CycleAssist” para otimização do tempo de ciclo e “AXw Control EnergyAssist” para economia de energia.

Também houve novos recursos para o portal do cliente. O novo aplicativo “AnalyticsCenter” permite que a amostragem e teste de moldes e processos de injeção sejam documentados e analisados. E um recurso de nome “Customer Upload”, permitindo que os clientes adicionem seus próprios equipamentos, foi incorporado ao aplicativo “MachineCenter”.

Estreia mundial: Allrounder More

A nova série de máquinas Allrounder More da Arburg também foi apresentada ao mercado. A série cobre os dois tamanhos 1600 e 2000 e, segundo a Arburg, atende aos mais rigorosos requisitos para a moldagem por injeção de múltiplos componentes com eficiência de produção. De acordo com a empresa, seu design flexível oferece muito mais espaço para moldes maiores e extratores de maior dimensão, além de mais modularidade em sua montagem e facilidade de uso por meio do sistema de controle Gestica. Durante a feira, uma unidade da Allrounder More 1600 produziu uma peça complexa para aplicações tem tecnologia médica.

Made by Arburg: Gestica e acionador da rosca com rolos planetários

Outros pontos focais foram o sistema de controle Gestica e o acionamento da rosca por rolos planetários – ambos “made by Arburg”. Segundo a empresa, o Gestica não só econonmiza tempo no dia-a-dia de trabalho, mas também oferece um alto grau de segurança de TI e permite que os dados sejam analisados ​​diretamente na máquina. A simulação do processo por “aXw Control FillAssist” é única.

A Arburg também destacou seu elemento de acionamento – o acionamento da rosca com rolos planetários – como uma parte importante do trem de acionamento, que é uma característica central para o desempenho e durabilidade de uma máquina injetora e, portanto, um “selo de qualidade”.

Potencial da fabricação aditiva

A manufatura aditiva também desempenhou um papel importante na Fakuma. Foi feita uma apresentação ao vivo do processamento do material de alta temperatura Ultem em um Freeformer 300-3X. Além disso, um grande número de componentes demonstrou o potencial oferecido pela Arburg Plastic Freeforming para os setores de tecnologia médica e automotivo, onde a Arburg está trabalhando em projetos junto com parceiros e clientes. Também representada de forma proeminente no estande da Arburg estava a empresa irmã innovatiQ e seu sistema de impressão LiQ 320, que processa silicone líquido (LSR) usando o processo LAM (Liquid Additive Manufacturing ou Manufatura Aditiva Líquida).

Curta nossa página no

Informa Markets e Feira Plástico Brasil promovem evento digital Plástico Brasil Xperience

14/09/2021

De 14 a 16 de setembro, o evento promove oportunidades de conteúdo e interação com recursos de engajamento, além da exposição das marcas na plataforma Plástico Brasil Xperience

Em uma versão 100% digital, a Plástico Brasil Xperience acontece de 14 a 16 de setembro de 2021, reunindo dezenas de marcas expositoras do evento físico, além de uma grade paralela de apresentações, debates e mesas redondas organizadas com profissionais e influenciadores deste mercado. Iniciativa inédita no setor do plástico, o evento traz oportunidades de networking e de negócios para toda a cadeia de transformação, reunindo em um mesmo ambiente fornecedores, indústrias, empresários e representantes do segmento.

Promovida pela Informa Markets Brasil, todas as apresentações abordarão o mercado atual e o futuro dessa indústria, envolvendo o impacto da transformação digital e os novos cenários político e econômico, tanto brasileiros quanto globais.

“Criamos esta plataforma digital para manter e fortalecer o senso de comunidade que Plástico Brasil tem construído presencialmente ao longo dos últimos anos”, explica Yeda Monteiro, gerente do evento. “É um ambiente virtual onde será possível acompanhar transmissões de conteúdo ao vivo, aproveitar os recursos de engajamento, navegar simultaneamente nas páginas para buscar conexão com outros profissionais do seu interesse, além de conhecer produtos e marcas expositoras”, defende.

Totalmente gratuito, o acesso é permitido mediante cadastro na plataforma Plástico Brasil Xperience. A programação completa do evento digital de 2021 pode ser consultada no site do evento plasticobrasil.com.br/pt/xperience.

Outros destaques da plataforma Plástico Brasil Xperience são a interface amigável, sistema para organizar sua agenda, notificação para palestras, área de networking incluindo videochamadas, área de marketplace e grupos de discussão.

Conteúdo segmentado e discussões técnicas: Destaques da agenda da Plástico Brasil Xperience

Em 3 dias de conteúdo exclusivo, a grade do evento foi estruturada com macrotemas, para ajudar os participantes a organizarem sua agenda conforme seus interesses.

Dia 14/09 – Panorama Setorial
O cenário político e econômico, tanto brasileiro quanto global, gera desafios e oportunidades específicas. Entender essas variações é extremamente importante para o setor do plástico, especialmente com as consequências pós-pandemia. Para abrir o evento, especialistas do setor vão ajudar a interpretar o contexto político de reformas e investimentos e como lidar com ele.

Dia 15/09- Transformação Digital
Para enfrentar problemas complexos, a tecnologia é uma aliada de peso. A era do 4.0 chega com força para a ferramentaria moderna e o setor de transformação do plástico, aumentando a eficiência e os resultados da indústria. Como isso foi acelerado desde o início da pandemia? No segundo dia de evento, confira como a Indústria 4.0 pode tornar o setor ainda mais competitivo.

Dia 16/09 – Plástico em Transformação
Cada vez mais relevante para a sociedade, o plástico é um material versátil e valioso. Mas quais desafios esperam o setor no futuro? E o que podemos fazer hoje para nos preparar para essa nova realidade? Discussões sobre biopolímeros, biodegradáveis, economia circular e o papel do plástico nessas transformações são o tema desse primeiro dia.

Novas soluções para o público digital

“Consideramos que 14 de setembro será apenas o marco para lançamento deste novo ambiente de conexão com o mercado do plástico, pois permaneceremos ativos com a plataforma Plástico Brasil Xperience durante o ano todo, reunindo em um ambiente digital os principais pilares deste evento de sucesso: negócios, conteúdo e networking”, defende Yeda Monteiro. A intenção é proporcionar ao mercado um ponto de encontro, criando uma verdadeira rede para conexão do setor.

A inscrição e acesso à plataforma podem ser feitos a qualquer momento, durante ou após o evento. Profissionais de toda a cadeia de transformação do plástico podem se credenciar para participar, interagir e trocar informações sobre embalagens, metalurgia, autopeças, automotiva, eletroeletrônica, petroquímica, construção civil, alimentos e bebidas e reciclagem.

Além da plataforma, o canal Mundo do Plástico oferta conteúdo e materiais direcionados ao mercado de transformação do plástico. No Youtube, a websérie Plástico Brasil no Ar promove bate-papos leves e descontraídos com diversos profissionais convidados no YouTube. Tanto a websérie quanto os conteúdos do evento poderão ser consumidos on demand na plataforma Plástico Brasil Xperience.

O crescente público conectado à Plástico Brasil também levou à criação de um hub estratégico para o desenvolvimento de soluções digitais, visando apresentar produtos e serviços para esse público altamente qualificado.

A Feira Plástico Brasil reúne as últimas tecnologias e lançamentos destinados aos transformadores do plástico, indústrias da construção civil, alimentos e bebidas, automóveis e autopeças, perfumaria, higiene e limpeza, entre outros. A Plástico Brasil é uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM) e das principais entidades do setor. Ela apresenta os últimos avanços tecnológicos e as principais tendências globais dos segmentos que envolvem a cadeia produtiva do plástico.

A Informa Markets cria plataformas de relacionamento e conexão de pessoas e mercados nos ambientes físico e digital. O portfólio global é composto por mais de 550 marcas internacionais, sendo mais de 30 no Brasil, em mercados como Saúde, Infraestrutura, Construção, Alimentos e Bebidas, Agronegócio, Tecnologia e Telecom, Energia, Metal Mecânico, Indústria, Móveis, entre outros. A Informa oferece soluções em oportunidades de networking, fazer negócios por meio de soluções de audiência, conteúdo digital especializado, feiras, eventos híbridos, e inteligência de mercado, construindo uma jornada de relacionamento e negócios entre empresas e mercados.

Curta nossa página no

Arburg apresenta célula de produção combinando tecnologias inovadoras durante feira Interplas na Inglaterra

13/09/2021

  • Em rede: sistemas prontos para usar que definem novos padrões para digitalização, automação e economia circular
  • Pioneira: iniciativa R-cycle com passaporte de produto digital para classificação por tipo
  • Sistemas assistentes para simulação de preenchimento e injeção regulada

O foco do estande da Arburg na feira Interplas (H4, Hall 4), que acontecerá de 28 a 30 de setembro de 2021 em Birmingham, Reino Unido, será uma injetora Allrounder elétrica, conectada digitalmente, possuindo um inovador sistema de controle Gestica, diz a empresa. O sistema inteligente fabricará copos plásticos de forma totalmente automática, que podem ser classificados por tipo por meio de um passaporte digital do produto. A Arburg afirma que a aplicação define novos padrões de processamento de plásticos em termos de digitalização, automação e economia circular. O sistema de computador host ALS da Arburg e o portal do cliente arburgXworld também estarão em exibição na feira.

“Depois de uma pausa de quatro anos desde a última Interplas, estamos ansiosos para novamente ter contato pessoal face a face com clientes e outros interessados ”, enfatiza Colin Tirel, Diretor Executivo da Arburg Ltd. no Reino Unido. “Os negócios estão melhores do que nunca e o mercado no Reino Unido e na Irlanda em geral também está em alta. Na feira, exibiremos um Allrounder com sistema de controle Gestica pela primeira vez em nosso mercado. Esta célula de produção com eficiência energética também reunirá inúmeras tecnologias inovadoras, todas as quais tornam a moldagem por injeção mais eficiente e conveniente. Só por isso, uma visita ao nosso estande de feiras certamente já valerá a pena”.

Sistema turnkey inteligente

O coração do sistema turnkey da Arburg é uma injetora Allrounder 370 A elétrico (foto) com uma força de fechamento de 600 kN, um molde de câmara quente da Haidlmair e o novo sistema robótico vertical Multilift V 20, com carga de 20 kg em um design transversal . A máquina também está equipada com um gateway IIoT como padrão. Além disso, o sistema é conectado ao sistema Módulo Scada de Controle Turnkey (ATCM), que reúne todos os processos relevantes e dados de qualidade para cada peça específica. Um copo é fabricado em PP e depois impresso com um código QR, em conformidade com o processo de moldagem por injeção. Isso permite a separação por tipo após o uso.

O passaporte digital do produto permite a classificação correta

Como resultado, a Arburg – como um parceiro de engenharia exclusivo na iniciativa R-Cycle – demonstra também na produção de copos como um reciclado de alta qualidade pode ser recuperado de resíduos de plástico após os produtos terem sido usados, fechando assim o ciclo de reciclagem. O elemento central do R-Cycle é um banco de dados que contém todas as informações sobre os materiais usados. Como resultado, cada produto de plástico recebe um passaporte de produto digital. Já na fase de moldagem por injeção são transmitidos os dados relacionados às matérias-primas e cores usados. O código é então lido, tornando possível a separação por tipo de material.

Funções assistentes inteligentes

A exposição está equipada com sistemas assistentes inteligentes. Isso permite que o controle aXw FillAssist execute simulações de preenchimento diretamente na tela do sistema de controle Gestica. A ferramenta usa o modelo de simulação e a geometria da peça criados previamente para tornar a troca e a a regulagem mais eficientes. Os três outros sistemas de controle, “aXw ScrewPilot”, “aXw PressurePilot” e “aXw ReferencePilot”, garantem que a injeção seja adaptativa e regulada. Essas são estratégias de controle que se complementam e oferecem soluções para requisitos chave de qualidade, tais como pesos constantes de material injetado e preenchimento uniforme do molde.

arburgXworld: Notícias sobre o portal do cliente e digitalização

Em dois terminais, os visitantes podem aprender como digitalizar sua produção com o portal do cliente “arburgXworld” e o sistema de computador host ALS da Arburg. Segundo a empresa, por meio da conexão com o ALS, os dados de produção podem ser registrados e analisados ​​em tempo real, aumentando significativamente a eficiência e a transparência da produção. Com sua versão básica gratuita e vários aplicativos e níveis de configuração, o “arburgXworld” oferece aos clientes suporte digital abrangente e acesso a uma grande quantidade de informações e know-how da Arburg. Os principais recursos incluem uma visão geral da frota de máquinas (MachineCenter) e pedidos de peças de reposição online (Loja). A Arburg atualiza continuamente seu portal de clientes com novos serviços digitais, o que cria valor agregado e torna a moldagem por injeção cotidiana mais fácil. Isso inclui o “AnalyticsCenter” para documentação de amostragem de molde, testes e processos de moldagem por injeção.

Curta nossa página no

Arburg prepara exposição para a Fakuma 2021

22/07/2021

Juliane Hehl, sócia-diretora da Arburg

• “Wir sind da.”: Arburg terá uma presença pessoal relevante na feira de plásticos em Friedrichshafen
• Dois mundos, um objetivo: Digitalização e sustentabilidade para mais eficiência de produção
• Ao vivo: novas máquinas, aplicativos inovadores, discussões pessoais no estande de Arburg

Ocorrendo entre 12 a 16 de outubro, a Fakuma será o primeiro grande evento presencial internacional deste ano para o setor de plásticos a ser realizado na Alemanha. A Arburg está se preparando para uma ter uma exposição relevante na feira de Friedrichshafen. O foco será “O melhor dos dois mundos”: “arburgXworld” e “arburgGREENworld”. Arburg estará ao vivo e pessoalmente no estande 3101 no Hall A3, onde os visitantes profissionais entrarão em contato com os temas do processamento de plásticos digital, sustentável e de produção eficiente.

“Mal podemos esperar para voltar a falar pessoalmente com os clientes e partes interessadas. Nossa equipe está muito motivada e ansiosa para apresentar os diversos destaques ao vivo aos visitantes”, enfatiza Juliane Hehl, Sócia-Diretora responsável por Marketing na Arburg. “A Fakuma tem sido tradicionalmente de grande importância para nós. A visita ao stand da Arburg certamente será uma experiência da qual os visitantes profissionais irão se lembrar por muito tempo. Com nosso espírito pioneiro e estratégia focalizada, mostraremos como as peças de plástico podem ser produzidas hoje e amanhã, de forma competitiva, sustentável e digitalmente interconectada. “

Grandes temas do futuro

Na Fakuma 2021, a Arburg apresentará suas competências agregadas e novos desenvolvimentos.

A Arburg disponibiliza um grande volume de know-how em seu portal do cliente “arburgXworld” e no desenvolvimento de novos serviços e recursos digitais que trazem valor agregado real, como o “AnalyticsCenter” para análise de processos. No futuro, também será possível integrar máquinas e dispositivos periféricos de outros fabricantes na plataforma central.

A produção sustentável de peças plásticas e seu retorno ao ciclo de materiais recicláveis ​​(Economia Circular) é ilustrada pela Arburg por meio de exemplos de aplicação inovadores. Entre esses, inclui-se a separação por tipo usando uma marca d’água digital (“HolyGrail2.0” e “CurveCode”) durante a produção de IML e xícaras de café expresso. Uma outra aplicação que também chama a atenção são os óculos de sol “verdes” feitos de PA12 de base biológica e produzidos em um sofisticado sistema turnkey.

Aplicações inovadoras e de primeira linha para feiras

A série Allrounder More para moldagem por injeção multicomponente eficiente será estreada na Fakuma 2021. Outros destaques são o acionador de rosca de rolos planetários desenvolvidos e produzidos em Lossburg e o sistema de controle Gestica. Um total de nove exposições de máquinas irão demonstrar aplicações e processos inovadores no estande da feira. Em exposição estará a produção eficiente de copos IML para o setor de embalagem, de tubos de sangue e invólucros de fluido 2k (2 componentes) para o setor médico, bem como a moldagem por injeção de porta-máscaras em Borracha de Silicone Líquido (LSR) e a manufatura aditiva industrial de materiais LSR e pellets de plástico originais.

Curta nossa página no