Braskem apresenta estufas de plástico para a produção de cacau

Tecnologia inovadora garante aumento de produtividade e redução de custo

Braskem_estufa_cacauA Braskem apresentou novas estufas que usam filmes plásticos e telas especiais para a secagem de cacau. A tecnologia foi desenvolvida para os associados da Cooperativa Agroindustrial de Cacau Fino – COOPERBAHIA, e contou com a participação da Tropical Estufas, Electro Plastic e Roma. Inovadora, a iniciativa reduz de forma significativa o custo desta etapa do processo e aumenta a produtividade de forma sustentável. As primeiras estufas estão instaladas nos municípios de Igrapiúna e Gandu, na Bahia.

“Uma etapa de grande importância no beneficiamento do cacau é a secagem. Se esta ocorrer de forma muito rápida ou muito lenta as amêndoas podem perder qualidade. Neste sentido, a estufa de plástico permite que as condições de secagem sejam controladas de forma a garantir um cacau excelente, sem perda na produtividade. O principal diferencial desta iniciativa foi a reunião todos os elos da cadeia para que cada um agregasse o seu conhecimento e nos levasse a uma solução vencedora”, afirma Eimar Sampaio Rosa, diretor acionista da M. Libânio Agrícola S.A., e diretor Agrícola e Comercial da COOPERBAHIA.

Nas estufas de plásticos, as amêndoas de cacau passam por um processo sustentável, já que a secagem não é feita mais com a queima de madeira e sim pelo uso da energia solar. Isto proporciona ainda um produto com maior qualidade e com alto valor agregado para o mercado de chocolates gourmet, no Brasil e no exterior. No fim de sua vida útil, o filme e a tela plásticos podem ainda ser reciclados.

“Esta tecnologia pode ser utilizada também para outras culturas, como a do café, pela qualidade assegurada pelo processo totalmente controlado” afirma Ana Paiva, da área de Desenvolvimento de Mercado da Braskem.

Segundo o diretor das Fazendas Reunidas Vale do Juliana, Leonardo Sorice, “o desenvolvimento em pesquisas realizado pela Braskem e seus clientes na cadeia do polímero, inovaram na eficácia da secagem das amêndoas de cacau em estufas agrícolas, proporcionando bem estar do trabalhador, ganhos de qualidade e tempo no processo de secagem, maior vida útil do material bem como a redução de custos em relação aos processos anteriormente usados. Dessa forma, firmamos o compromisso de aumentar a produtividade agrícola do Brasil e do mundo com iniciativas mais sustentáveis”.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “Braskem apresenta estufas de plástico para a produção de cacau”

  1. Alianildo Says:

    Boa tarde,

    gostaria de obter o contato telefônico da empresa, preciso entrar em contato.

    Alianildo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: