EuroMold Brasil traz novidades para toda a cadeia de moldes

Primeira edição da feira apresenta inovações tecnológicas desde o design e engenharia de softwares até a prototipagem e produção em série

 Se o objetivo era mostrar toda a cadeia produtiva da fabricação de moldes e desenvolvimento de produtos, a 1ª EuroMold Brasil está conseguindo surpreender os visitantes. Do design, passando pela engenharia de softwares e prototipagem, até a produção em série, quem passa pelo evento confere as mais recentes novidades para esse mercado.

Na área de desenvolvimento de produtos, a feira conta com a participação da Univille (Universidade da Região de Joinville), que levou sua área de design, focada especialmente nesse segmento, para mostrar as tendências de mercado.

A israelense Objet, a Robtec, EOS e a Fast Parts são algumas das empresas que divulgam as novas tecnologias para a área de prototipagem. A Robtec destaca a impressora 3D Touch (Bites From Bytes), nome dado para enfatizar a nova interação entre equipamento e usuário, agora feita via touch, bem similar aos nossos iPhones e afins, que permite qualquer pessoa utilizar essa tecnologia dentro de casa. “Queremos divulgar amplamente nossos equipamentos, que ajudam as empresas do segmento a se adequar às novas tendências”, afirma Sergio Oberlander, sócio-fundador da Robtec.

Por fim, as ferramentarias, responsáveis por dar forma aos moldes e estampos, também marcam presença na feira. Herten, Belga e Btomec são algumas expositoras nesse segmento e divulgam seu maquinário e tecnologia de produção.

Interplast também apresenta novidades

Quem caminha pelos corredores da Interplast, evento que ocorre em paralelo à EuroMold Brasil, também fica surpreso com os produtos, equipamentos, serviços , periféricos e matérias-primas que os expositores trouxeram para a feira. São novidades que vão de encontro a um dos principais objetivos do evento, que é contribuir para a inovação tecnológica do setor plástico.

A Termocolor, especializada em masterbatches, trouxe para a feira o seu lançamento deste ano: os masterbatches biodegradáveis. Por serem formados de aditivo orgânico, os produtos atraem os fungos e bactérias que atuam em sua decomposição, transformando-os em húmus e biogás. “Os masterbatches biodegradáveis são ideais para aplicação em embalagens flexíveis, descartáveis, utilizadas no segmento de higiene e limpeza, entre outras”, explica Laércio Boracini, gerente técnico da Termocolor.

As soluções da Stäubli também podem ser vistas pelo público. Os visitantes podem conhecer e manipular engates rápidos e placas multiacoplamentos para conexão rápida das mais diversas energias, utilizadas na conexão de moldes: água e óleo para controle térmico, ar comprimido, óleo hidráulico, sinal e potência elétricos. Em exibição, a empresa tem ainda um dos principais sistemas de fixação de moldes, a placa magnética.

Além do exclusivo tinteiro selado ecológico e as tintas tampográficas, que são menos agressivas ao meio ambiente por serem compostas com 75% menos solvente, a Kent do Brasil lança máquinas com a estrutura de pedra de granito. Com isso, as máquinas se tornam mais estáveis, robustas e duráveis, garantindo ainda mais eficiência e desempenho. Com a utilização do granito para a produção das máquinas, a energia para converter o minério de ferro em aço diminui, reduzindo também a emissão de gás CO2, grande responsável pelo aquecimento global e as contaminações provenientes de usinas.

A Vertec destaca seus serviços de codificação em geral, desde treinamento, instalação e manutenção preventiva e corretiva, até aluguel de equipamentos e contratos print service e pay per print em codificadoras. Durante a feira, o público que visitar o estande da Vertec vai conhecer as impressoras industriais por jato contínuo de tinta (CIJ), fabricadas pela inglesa LINX. Da mesma fabricante, ainda serão divulgadas peças, tintas, solventes e os serviços de assistência técnica autorizada. Além destes, a Vertec apresenta também impressoras a laser para codificação industrial de fabricação própria, impressoras TIJ (thermal ink jet) e peças, tintas e solventes para outras marcas de impressoras CIJ.

Palestrantes do Cintec Plásticos enfocam matérias-primas utilizadas pelo setor

No segundo dia do Cintec Plásticos nesta quarta-feira, em paralelo à Interplast, na Expoville, o tema dos congressistas será matéria-prima. Antonio Rodolfo Jr, gerente de Engenharia de Aplicação e Desenvolvimento de Mercado da Unidade de Negócios Vinílicos da Braskem, abordará as “Propriedades de combustão de formulações de PVC”. Rodolfo falará sobre os mecanismos de degradação e combustão de plásticos e do PVC, aditivos retardantes de chama e supressores de fumaça, ensaios e normas brasileiras, além de apresentar estudo de casos.

“Plásticos de alto desempenho para aplicações na indústria aeroespacial e de petróleo e gás” é o tema de Paulo Roberto Barboza, gerente de indústria da Sabic, no Cintec Plásticos. A palestra terá foco estratégico no desenvolvimento do mercado de resinas para os segmentos de construção civil, aeroespacial, óleo & gás, além de equipamentos e acessórios para indústria médica e odontológica. Barboza abordará o cenário e necessidades da indústria de óleo & gás no Brasil, materiais de alto desempenho para a fabricação de cabos e redução de peso, conceitos e tendências na indústria aeroespacial e oportunidades e regulamentações.

Marcelo Delvaux, engenheiro da Ticona, faz palestra no Cintec para falar sobre “Plásticos de engenharia e alto desempenho no segmento de energia”. Vai abordar materiais poliméricos utilizados em aplicações nos segmentos de oil e gás, energia elétrica e solar.

“Plásticos de alto desempenho e ultrapolímeros em aplicações de atrito/abrasão nas indústrias automotiva, mecânica e petroquímica” é a palestra de Felipe Albuquerque Medeiros, engenheiro da Solvay no Cintec 2012 Plásticos. Entre os tópicos, Medeiros abordará o uso de ultrapolímeros e plásticos de alto desempenho em selos dinâmicos, anéis de vedação, compressores, bombas, sedes de válvula e canais hidráulicos. Também enfoca as aplicações em condições severas: tensão elevada e temperaturas até 260ºC e recursos para desenvolvimento e seleção de materiais.

Cesar Marelli, engenheiro da Sabic levará para o Cintec 2012 Plásticos sua experiência no exterior na área de injeção e desenvolvimento de projetos e produtos, sólida experiência na área de simulação via CAE e amplo conhecimento em elementos finitos e estruturação de componentes. Em sua palestra “Substituição de Metais por Plásticos de Engenharia na Indústria Automobilística” vai apresentar os conceitos sobre redução de peso e substituição de metais, principais plásticos de engenharia para fabricação de peças automotivas e tendências e casos de sucesso na indústria automotiva.

O congresso de inovação tecnológica é promovido pela Sociesc. A programação do Cintec também conta com seis minicursos com carga horária de 8 horas cada, realizados no período da manhã na Sociesc, campus Marquês de Olinda.

Fonte: Messe Brasil

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: