Posts Tagged ‘Unilever’

Embalagens produzidas por empresas brasileiras se destacam na premiação Packaging Innovation Award da Dow

28/01/2020

Embalagem para frutas frescas desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Finalista na principal categoria da premiação, Diamond Award, e reconhecida com uma menção honrosa na categoria Collaboration, a Embrapa concorreu, em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia e o IMA, Instituto de Macromoléulas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Empresas ganharam notoriedade na premiação que reconhece as principais realizações do setor de embalagens e movimenta a cadeia com novas ideias.

A 31ª edição do Packaging Innovation Award, premiação realizada pela Dow, que reúne anualmente as principais novidades na indústria de embalagens, foi marcada pelo reconhecimento de empresas brasileiras entre as finalistas e vencedoras. As três companhias nacionais – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Incom Packing e Unilever – se destacaram na avaliação dos jurados, sendo reconhecidas pelas inovações em seus projetos dentro das categorias Diamond, Gold e Silver award, além de menções honrosas nas categorias Collaboration e Sustainability.

A Unilever, vencedora na categoria Silver, apresentou a Love Beauty and Planet, primeira marca vegana que, segundo a empresa, utiliza embalagens plásticas 100% feitas de material reciclado em sua composição. Para o desenvolvimento da linha, a empresa escolheu cinco pilares: formulações vindas de matérias-primas sustentáveis, material 100% reciclado nas garrafas, tecnologia de enxágue rápido, redução da pegada de carbono e apoio a influenciadores ambientalistas. A linha de shampoos, condicionadores e cremes já está em fase comercial nas grandes drogarias e supermercados brasileiros.

Já a empresa brasileira de embalagens para cosméticos, Incom Packing, recebeu o reconhecimento na categoria Silver com o perfume SPOT, cuja embalagem é inspirada em uma taça de vidro de Martini. O design inovador do frasco trouxe o conceito invertido, onde a tampa serve como a base do produto e a fragrância fica no topo. Diversos testes foram realizados, dimensões e proporções revistas para que o projeto se tornasse viável, incluindo a escolha de materiais resistentes. Para o frasco, os fabricantes utilizaram vidro e, para a tampa, a opção escolhida foi a resina Surlyn da Dow, que trouxe a semelhança ao vidro. Com isso, a Incom Packing mostrou que é possível combinar recursos estéticos com conhecimento teórico para fornecer soluções inovadoras. O produto já está em fase comercial e foi lançado pela marca Hinode, especialista no segmento de beleza e cuidados com o corpo.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) também teve uma participação notória no Packaging Innovation Award. Finalista na principal categoria da premiação, Diamond Award, e reconhecida com uma menção honrosa na categoria Collaboration, a companhia concorreu, em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia e o IMA, Instituto de  Macromoléculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com uma embalagem que mantém as frutas frescas e sem marcas por mais tempo. O produto foi desenvolvido como um sistema de duas peças. A primeira serve como um estojo para substituir a caixa de madeira tradicional e é feita de polietileno de alta densidade (PEAD). Já a segunda, onde as frutas são embaladas, é feita de PET e é colocada sobre a caixa PEAD ao seu redor. As bordas superiores desta peça se ligam à parte superior da caixa de PEAD e as frutas são guardadas na camada PET dentro da caixa circundante. Graças às essas peças, a embalagem teve como um dos seus principais diferenciais a personalização de formato e tamanho de acordo com cada fruta, o que reduz substancialmente lesões mecânicas durante o transporte até o varejo. Outro atributo importante é que o recipiente, por ser um sistema fechado, otimiza o uso de refrigeração, diminui o gasto com energia e mantém a qualidade das frutas, reduzindo as perdas pós-colheita para menos de 5%.

“Para nós, é um prazer reunir anualmente importantes empresas e profissionais para reconhecer grandes projetos e debater sobre inovação na indústria. A edição de 2019 do Packaging Innovation contou com uma média de 250 inscrições de mais de 30 países. Celebramos ainda mais o resultado obtido no Brasil, que tem mostrado seu potencial para trazer tecnologias inovadoras e sustentáveis. Agradecemos a cada um dos participantes e parabenizamos os vencedores por seu excelente trabalho”, diz Angels Domenech, Diretora de Pesquisa e Desenvolvimento do Negócio de Plásticos para a Dow na América Latina.

Já Daniella Souza, Vice-Presidente do negócio de Plásticos para a Dow na América Latina, afirma: “O Packaging Innovation Award está em sua 31ª edição e é a premiação mais antiga do setor de embalagens, reconhecendo, em âmbito mundial, os avanços do setor e incentivando organizações no desenvolvimento de soluções que visam, prioritariamente, a inovação e a sustentabilidade”.

As inscrições para a 32ª edição da premiação começarão em breve.

A Packaging and Specialty Plastics (P&SP), uma unidade de negócios da Dow oferece tecnologias para mercados de uso final em embalagens de alimentos, higiene pessoal, infraestrutura, bens de consumo e transporte. A P&SP é uma das maiores produtoras mundiais de resinas de polietileno, polímeros funcionais e adesivos.

A Dow está presente no Brasil desde 1.956. A companhia reúne atualmente cerca de 2.700 funcionários em suas 11 instalações, incluindo 9 unidades de produção em Aratu (BA), Breu Branco (PA), Campinas (SP), Guarujá (SP), Jacareí (SP), Jundiaí (SP), Palmyra (PA), Santa Vitória (MG) e Santos Dumont (MG), atendendo a clientes nos mercados de embalagens, infraestrutura e cuidados ao consumidor.
Na América Latina, a Dow opera 18 complexos de produção em 4 países e teve vendas líquidas pro forma de US$ 4,9 bilhões em 2018.

Globalmente, a companhia opera 113 fábricas em 31 países e emprega aproximadamente 37.000 funcionários. A Dow teve vendas pro forma de aproximadamente US$ 50 bilhões em 2018.

Curta nossa página no

 

SABIC e clientes lançam polímeros circulares oriundos de resíduo plástico misto durante evento em Davos

28/01/2019

Executivos da SABIC ao lado de representantes da Unilever, Vinventions, Walki Group e Plastics Energy Ltd. em Davos (Suíça)

A SABIC (www.sabic.com) anunciou em Davos (Suíça), no último dia 24, em conjunto com seus clientes Unilever (www.unilever.com), Vinventions (www.vinventions.com) e Walki Group (www.walki.com), o lançamento de polímeros circulares certificados a serem produzidos pela SABIC e usados ​​por seus clientes para desenvolver soluções de embalagem para uma variedade de produtos de consumo que serão introduzidos no mercado em 2019.

Os polímeros circulares certificados serão produzidos a partir de uma matéria-prima conhecida como Tacoil – um produto patenteado da empresa Plastic Energy Ltd (www.plasticenergy.com) sediada no Reino Unido – obtida da reciclagem de resíduos plásticos mistos de baixa qualidade destinados atualmente à incineração ou aterro. A SABIC processará esta matéria-prima em sua planta de produção em Geleen, na Holanda. Os polímeros circulares certificados finais serão então fornecidos a três clientes-chave para uso no desenvolvimento de embalagens pioneiras, seguras e de qualidade para consumidores dos mercados de alimentos, bebidas, produtos para cuidados pessoais e domésticos. Esse estágio de fundação do mercado é uma etapa importante de um projeto anunciado recentemente pela SABIC e pela Plastic Energy para construir as primeiras fábricas comerciais na Holanda para fabricar e processar a matéria-prima.

Como uma inovação disruptiva, a introdução dos polímeros circulares certificados em 2019 deverá criar uma nova cadeia de valor, onde a SABIC, juntamente com seu fornecedor da nova matéria prima e clientes-chave, trabalham lado a lado para retornar o resíduo de plástico misto ao seu polímero original, a fim de que possa ser usado novamente em aplicações de embalagem .

Como líderes de marcas globais ou líderes de mercado em suas respectivas áreas, a Unilever, Vinventions e Walki valorizam a sustentabilidade e seu papel na economia circular. Os clientes da SABIC cobrem um amplo espectro de necessidades dos consumidores das embalagens, desde as aplicações da Unilever para produtos alimentícios, pessoais e de cuidados domésticos até tampas sintéticas para vinhos da Vinagens e materiais de embalagem protetoras para produtos de consumo do Grupo Walki.

“A sustentabilidade e a reutilização fazem parte da missão da SABIC desde sua criação”, disse Yousef Al-Benyan, vice-presidente e CEO da SABIC. “Hoje, mais do que nunca, a sustentabilidade é um valor essencial que impulsiona nossa especialização científica e tecnológica. Juntamente com nossos clientes, estamos orgulhosos em lançar nossos polímeros circulares certificados, que é mais uma prova de nossa atuação no avanço da economia circular.”

Fonte: Assessoria de Imprensa – SABIC

Curta nossa página no </