Posts Tagged ‘Ulma Packaging’

Alliz lança embalagem termoformada para linha de frango fresco fabricada com material rico em polietileno da Dow

30/09/2021

Segundo fabricante, a solução mantém o produto fresco para consumo por até 15 dias, sendo inviolável, resistente e hermética, além de eliminar vazamentos e odores, danos e perdas do produto.

A embalagem termoformada a vácuo e rica em polietileno desenvolvida com a linha Phormanto, da Dow, para cortes de frangos frescos e refrigerados da Alliz, empresa de processamento de aves do Grupo Zanchetta, recebeu troféu prata no Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira na categoria ‘Estratégica – Soluções para varejo e e-commerce’. Em sua 21ª edição, a premiação tem como objetivo principal eleger as embalagens que se destacam no mercado brasileiro.

“A nossa proposta foi desenvolver uma embalagem otimizada e tecnicamente reciclável, à prova de vazamentos e odores, a partir de polietilenos de alto desempenho, e que permite porcionamento do produto. O resultado gera menos resíduo para o consumidor, afinal, caso seja descartado corretamente, o material pode entrar na cadeia de reciclagem existente após a higienização adequada e separação dos restos orgânicos”, explica Sabine Rossi, Gerente de Desenvolvimento de Novos Mercados da Dow.

Segundo a empresa, a embalagem também é capaz de manter os alimentos frescos e prontos para consumo por até 15 dias, oferecendo confiabilidade, higiene e segurança. Como resultado, os produtores obtêm benefícios na oferta de produtos que se destacam na gôndola em embalagem sustentável que pode contribuir para a diminuição de avarias, perdas e desperdício de alimentos. Já o consumidor tem uma experiência de ‘mãos limpas’, pois não tem vazamento e cheiro no pacote, além de conseguir levar o produto embalado ao preparo em porções adequadas para sua necessidade.

Para a Alliz, a proposta possibilitou o desenvolvimento de uma solução inédita para o mercado de aves. A empresa é referência nacional na tecnologia de processamento de aves há mais de duas décadas. “Nossa missão é ser uma empresa inovadora, que oferece soluções sustentáveis e que busca excelência para oferecer produtos de qualidade, a fim de atender os mercados, clientes e consumidores finais. Essa parceria com a Dow reflete e reforça esse compromisso, avançando em tecnologias de design e fabricação de embalagens para agregar valor a toda a cadeia”, afirma Carlos Augusto Zanchetta, Diretor de Operações da Alliz.

A Dow afirma que, além do combate ao desperdício de alimentos, a nova embalagem desenvolvida com Phormanto colabora para a redução de 35% das emissões de CO2 por causa da otimização de 50% dos materiais utilizados na sua produção, quando comparada à embalagem referência de mercado. Em comparação a novas tecnologias já implementadas no mercado de proteínas, a redução de impacto é ainda maior, assegura a empresa. Outro diferencial da embalagem está na apresentação na gôndola e em sua cor diferenciada, o que melhora a visualização no PDV. Além disso, segundo a Dow, o design permite comunicação clara, objetiva, deixando em destaque as informações importantes para o consumidor.

Para a Zanchetta, os varejistas ganham com a tecnologia Phormanto ao oferecer carne de frango mais confiável, fresca e refrigerada, “pois a respirabilidade controlada foi projetada para essa proteína e, como resultado, temos um aumento de shelf life (vida de prateleira) de 25% em relação às embalagens de bandejas convencionais. Consumidores ganham, como vimos, uma experiência de compra de ‘mãos limpas’ e reduzem também o desperdício, pois o frango embalado com essa solução tem um prazo de validade maior ou também pode ser congelado, se adequando à necessidade do consumo”, enfatiza o executivo da Alliz.

Pesquisa da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) revela que 98,5% dos lares brasileiros consomem algum tipo de proteína animal, sendo que carne de frango, com 94%, perde apenas para o ovo, com 96% do consumo. “Neste cenário, fica evidente a importância de se ter no mercado de embalagens uma solução inovadora para garantir maior qualidade do produto, avançando mais na questão da sustentabilidade. Isso foi possível graças a um trabalho de colaboração com toda a cadeia, reunindo a fabricante de máquinas ULMA Packaging, da Plaszom Indústria de Plásticos, empresa produtora de embalagens do ramo de flexíveis, a Alliz, do Grupo Zanchetta, e a Dow. Esse case reforça que é parte do nosso comprometimento de ‘fechar o ciclo’ da economia circular e colaborar no redesenho das aplicações de embalagens recicláveis”, finaliza Sabine Rossi.

Curta nossa página no

Dow e Ulma Packaging introduzem embalagem termoformada rica em polietileno no mercado de frango fresco

06/08/2021

  • Em parceria com a fabricante de máquinas e serviços de embalagem ULMA Packaging, a Dow leva a primeira embalagem termoformada com alto teor de polietileno para o segmento.
  • Segundo a Dow, a embalagem é a solução mais sustentável porque tem menos embalagem por produto, menor pegada de carbono, pode ajudar a diminuir o desperdício de alimentos e é tecnicamente reciclável.
  • Fabricante do material afirma que, por sua alta resistência mecânica e selagem hermética, a embalagem é a prova de vazamento e oferece melhor experiência de compra. Permite gôndolas e manuseio limpos, além de atender às novas tendências de consumo alimentar decorrentes da pandemia, com aumento de compras online, proporcionando segurança para o serviço delivery, sem contaminação de outros produtos, além de ser uma embalagem lavável.
  • Material estende o tempo de vida útil do frango fresco por até dois finais de semana, aumentando o tempo na prateleira e oferecendo produtos frescos e seguros para consumo final, com diminuição de manutenção para os varejistas, garante a Dow.

Em parceria com a fabricante de máquinas ULMA Packaging e transformadores licenciados na América Latina, a Dow traz para o mercado de cortes de frangos frescos e refrigerados a primeira embalagem termoformada rica em polietileno desenvolvida com Phormanto, uma tecnologia inovadora que, segundo a empresa, oferece uma solução sustentável e disruptiva para o segmento. A nova embalagem é capaz de manter os alimentos frescos e prontos para consumo por até dois finais de semana, oferecendo alta confiabilidade, higiene e segurança em uma estrutura tecnicamente reciclável, garante a Dow. Como resultado, os produtores obtêm benefícios na oferta de produtos que se destacam na gôndola, em uma embalagem sustentável que contribui para a diminuição de avarias, perdas e desperdício de alimentos. Segundo a fabricante do material, o varejista tem menor manutenção de gôndolas e o consumidor recebe alimentos seguros e confiáveis, em embalagens práticas e sustentáveis com melhor experiência e manuseio limpo durante a compra.

A tecnologia Phormanto e o Mercado de Carne de Frango

Segundo a Dow, Phormanto é uma tecnologia patenteada pela empresa para embalagens termoformadas flexíveis, rica em polietileno, com estrutura reciclável, alta transparência, além de possibilitar a respirabilidade específica ou aplicação de atmosfera modificada atendendo aos requisitos do produto a ser embalado, com estrutura simplificada (sem a necessidade de poliamida).​ Criada em 2012, Phormanto é uma solução versátil, podendo atender diversos mercados e já presente em segmentos de queijos, alimentos embutidos e snacks e pela primeira vez, sendo adaptada às necessidades da avicultura.

O mercado de frango ocupa um importante espaço na economia dos países latino-americanos. Além da forte exportação, a proteína avícola está cada vez mais presente no cardápio das populações locais. Dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) apontam que a produção de frangos triplicou nos países do Mercosul e da América Central nas últimas três décadas, com Brasil, México e Argentina à frente desse mercado. A produção brasileira é a terceira no ranking global e o consumo interno representa o quarto maior mercado consumidor de frangos, em todo o mundo.

O cenário de pandemia reforçou a demanda interna, com maior procura pelo frango – proteína com preço mais acessível – no lugar da carne bovina. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (Abrapa), a produção para o mercado interno poderá crescer cerca de 6,5% em 2021, com aumento estimado em 4,4% no consumo per capita, correspondente a 47 quilos.

Com base nesse contexto, atenta às particularidades dos cortes de aves e aos rígidos requisitos técnicos para esse segmento, a Dow e a ULMA encontraram no Phormanto uma solução para os desafios dessa cadeia.

“Os consumidores estão cada vez mais exigentes e cuidadosos em suas escolhas no momento de compra. Buscam por praticidade, alimentos frescos e sustentabilidade. Isso se reflete diretamente nas embalagens que, segundo pesquisas, precisam ser mais sustentáveis, inteligentes, práticas e adaptadas para diferentes momentos, com o máximo de eficiência e proteção do produto. No mercado avícola existe uma carência na experiência de compra além das oportunidades de melhoria em toda a cadeia, que podem ser atendidas a partir da mudança de embalagem.” explica Sabine Rossi, Gerente de Desenvolvimento de Novos Mercados da Dow.

Para a ULMA Packaging, a proposta da tecnologia Phormanto possibilitou o desenvolvimento de uma solução inédita para o mercado de aves. A empresa atua no mercado de termoformadoras de alto desempenho e desenvolve produtos e serviços para fornecer soluções completas a seus clientes. “Além de nossa liderança e presença global, o que nos diferencia é o nosso extenso catálogo, que incorpora tecnologias de ponta, um serviço amigável e flexível e nossa capacidade de fornecer soluções chave na mão. A parceria com a Dow reflete e reforça esse compromisso, avançando em tecnologias de design e fabricação de embalagens para agregar valor à toda a cadeia”, analisa José Segovia, Diretor da ULMA Packaging.

Segundo a Dow, a tecnologia Phormanto é uma alternativa inédita em comparação à termoformagem tradicional para esse segmento e às opções atuais de embalagem. A empresa afirma que, por suas propriedades, o material Phormanto proporciona alta resistência mecânica com respirabilidade específica para a proteína avícola, quando fornecida de forma fresca ou refrigerada.

A Dow assegura que o material Phormanto é à prova de vazamentos e pode ser projetado para embalagens de fácil abertura, com aspectos visuais diferenciados, como brilho e transparência, além de permitir a exposição vertical, facilitando a visibilidade da marca e contribuindo para otimizar o espaço em prateleiras e gôndolas. Combinadas, essas propriedades permitem a produção de embalagens seguras e confiáveis, que estendem da vida útil do alimento em até duas vezes mais, um impacto significativo na comparação com outras soluções disponíveis, garante a fabricante. Essa extensão pode reduzir o índice de desperdício no varejo em até 40%, segundo dados do estudo “Stop Waste – Save Food” (2016-2020), realizado pela Denkstatt.

Ainda segundo o mesmo estudo, vale ressaltar que o setor de alimentos é responsável por cerca de 30% das emissões de gases efeito estufa. Além do combate ao desperdício de alimentos, a nova embalagem desenvolvida com Phormanto colabora para a redução das emissões de CO2 resultantes da produção de embalagens.

“Esta nova oferta para a indústria de proteína animal está intimamente ligada à nossa meta de ‘fechar o ciclo’ da economia circular e ao nosso compromisso de trabalhar diretamente com nossos clientes, proprietários de marcas e a cadeia de valor. Queremos colaborar no redesenho das aplicações de embalagens recicláveis, proporcionando claros benefícios sociais e ambientais”, Sabine Rossi, Gerente de Desenvolvimento de Novos Mercados da Dow.

A Dow oferece um portfólio de materiais plásticos, intermediários industriais, revestimentos e silicones para uma variedade de produtos e soluções a clientes em segmentos de mercado de alto crescimento, como embalagens, infraestrutura e cuidados do consumidor. A Dow opera 109 unidades fabris em 31 países e emprega cerca de 36.500 pessoas. Em 2019, gerou aproximadamente US$ 43 bilhões em vendas.

A ULMA Packaging atua no desenvolvimento e fabricação de equipamentos e sistemas de embalagem, compreendendo soluções completas que abrangem desde a manipulação e carga do produto primário, até o encaixotamento e paletização final, passando pelo empacotamento, com a possibilidade de opção entre cinco diferentes tecnologias de embalagem: Filme Extensível, Flow Pack (HFFS), Termoformado, Termoselado e Vertical (VFFS). A ULMA Packaging opera em mais de 60 países com presença própria em 24, contando com mais de 1700 funcionários.

Curta nossa página no