Posts Tagged ‘Tramontina’

Polietileno “verde” da Braskem é utilizado em linhas de cadeiras lançadas pela Tramontina

26/07/2018

Feito à base de cana-de-açúcar, material possui mesma resistência, durabilidade e peso do plástico derivado de fontes fósseis

Combinar sofisticação em design com práticas ecologicamente corretas é a proposta das cadeiras Jet e Paco, resultado da parceria entre a Braskem e a Tramontina. Os produtos são feitos com o Plástico “verde” I’m greenT.

A resina “verde”, derivada da cana-de-açúcar, possui as mesmas características físicas do PE convencional, podendo ser totalmente aproveitada pela cadeia de reciclagem tradicional. Segundo a Braskem, um dos seus principais diferenciais é a captura de 3,09 toneladas de CO2 a cada tonelada produzida, contribuindo para a redução da emissão dos gases causadores do efeito estufa na atmosfera.

Com a mesma resistência, durabilidade e peso das cadeiras feitas com o plástico de origem fóssil, as linhas Jet e Paco utilizam o selo I’m greenT da Braskem, para que o consumidor reconheça os produtos feitos com o Plástico “verde”, produzido em sua fábrica localizada em Triunfo, no Rio Grande do Sul (RS). A planta possui capacidade para a produzir 200 mil toneladas de resina renovável por ano.

Para veicular o selo, as peças precisam passar por um teste de verificação do carbono 14, o mesmo feito para saber a idade de materiais fósseis. Para ser aprovada, a peça precisa conter ao menos 51% de material renovável.

As cadeiras Jet e Paco já estão sendo vendidas em lojas on-line e físicas.

Contando com 8 mil colaboradores, a Braskem tem uma produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e receita líquida de R$ 50 bilhões (em 2017). Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Há 107 anos a Tramontina iniciou como uma pequena ferramentaria no Sul do Brasil, na cidade de Carlos Barbosa (RS). Hoje produz mais de 18 mil itens em dez fábricas no país – oito no Rio Grande do Sul, uma em Belém (PA) e outra em Recife (PE). Atualmente, conta com mais de oito mil colaboradores e leva seus produtos para mais de 120 países, nos segmentos utensílios e equipamentos para cozinha, eletros, ferramentas para agricultura, jardinagem, manutenção industrial e automotiva, veículos utilitários, construção civil, além de materiais elétricos e móveis de madeira ou plástico.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Anúncios

Tramontina registra ganhos com nova resina da Braskem

06/08/2015

Tramontina_BraskemHá pouco mais de um ano disponível no mercado, a resina KM 6150HC, desenvolvida pela Braskem para uso em cadeiras plásticas, já apresentou expressivos resultados de eficiência para clientes, como a Tramontina, que foi parceiro na criação deste produto. Segundo a fabricante da resina, o grade, que faz parte da linha Braskem Maxio®, foi responsável por um aumento de 10% em produtividade, assim como por uma redução de 10% no consumo de energia, podendo reduzir 10% no peso em novos projetos da fabricante.

A Tramontina utiliza a resina KM 6150HC em cerca de 40% do seu portfolio, que contempla mais de 50 modelos diferentes de cadeiras. “Há anos estamos em busca de um material que nos ajude a diminuir custos de produção, mas que não deixasse os móveis frágeis. Com esta resina, podemos atender a todas as normas do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e ainda garantir ao consumidor uma cadeira mais segura, resistente a qualquer impacto e confortável”, relata Luciano Amorim, engenheiro de produção da empresa.

Os ganhos obtidos com as resinas dessa linha estão alinhados aos pilares do selo Braskem Maxio® de redução de consumo energético, aumento da produtividade e diminuição de peso em peças finais.

“A Braskem está em constante alinhamento com os clientes para desenvolver produtos de qualidade, que permitam ganho em eficiência e supram as necessidades dos consumidores. Resultados como esse reforçam a nossa atuação e demonstram a importância de investir em tecnologia, inovação e processos sustentáveis”, afirma Jefferson Bravo, engenheiro de desenvolvimento e aplicações da Braskem.

Neste ano, a linha Braskem Maxio®, marca exclusiva da Braskem, ganhou um aplicativo para smartphones que calcula as vantagens de utilizar o portfólio com este selo em processos de injeção. Os benefícios são estimados de forma simples e rápida, bastando apenas que o usuário insira dados sobre a peça produzida em duas situações: utilizando uma resina comum e utilizando uma resina Maxio®. O aplicativo está disponível nas plataformas Android e iOS sob o título Braskem Maxio®.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Tramontina lança linha de jardinagem com Plástico Verde da Braskem

06/07/2015

Coleção Sweet Garden utiliza matéria-prima de fonte renovável

sweet-garden_tramontinaA Tramontina apresenta ao mercado sua nova linha de utilidades para jardinagem, a coleção Sweet Garden, fabricada com o Plástico Verde I’m greenT da Braskem. Essa coleção traz ao mercado produtos coloridos e com design afetivo, feitos para tornar a área verde um ambiente aconchegante e inspirador. O plástico verde tem como origem o etanol da cana-de-açúcar, uma fonte 100% renovável e que captura gás carbônico da atmosfera em seu processo produtivo.

Com um design afetivo, a coleção Sweet Garden foi desenvolvida pela Zon Design e traz o selo I’m greenT para identificar a procedência de fonte renovável. Composta por regadores com capacidade para sete litros; kit cocoon, com contenedor, pazinha larga, pazinha estreita, garfo e ancinho; cachepôs Mimmo, em quatro cores (rosa, azul, cinza e amarelo) e dois tamanhos (1,7 litros e 5,5 litros); e kit presente especial, com 13 acessórios para cuidar de plantas e flores. Os kits de plástico verde da Braskem já podem ser encontrados no site de Tramontina e em lojas especializadas.

Resultado da combinação de inovação, tecnologia e sustentabilidade, o biopolímero da Braskem, feito a partir do etanol, captura 2,15 quilos de CO2 a cada quilo de plástico verde produzido, com 80% da energia consumida em todo o processo proveniente de fonte renovável.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no