Posts Tagged ‘Stand Up Pouch’

Bemis cria embalagens stand-up pouch sem alumínio para a Cargill

09/03/2017

Mudança diminuiu em 25% a emissão de carbono e reduziu o consumo de matéria-prima da embalagem

A Bemis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, desenvolveu embalagens em formato stand-up pouch (sachê) com estrutura foilless (sem alumínio) para a linha de atomatados da Cargill, fabricante dos molhos de tomate Pomarola e Tarantella.

Entre os principais benefícios da mudança, afirma a Bemis, pode-se citar a redução de 25% das emissões de dióxido de carbono da embalagem e menor consumo de matéria-prima através da redução da gramatura da embalagem em 8%. Além disso, o processo de reciclagem das embalagens foi facilitado.
“Reduzir as emissões de carbono em 25% da embalagem representa 826.200 kg de CO2 a menos no ambiente, o equivalente a emissão de CO2 de aproximadamente 468 carros em circulação nas cidades por um ano”, afirma Márcio Barela, Coordenador de Sustentabilidade da Cargill.

“Utilizando a ferramenta de desenvolvimento Stage Gate, trabalhamos em conjunto com o cliente para entender suas necessidades e desenvolvemos um plano de ação minucioso de ajuste de maquinário, consultorias e treinamentos. Isso possibilitou que o novo conceito de embalagens fosse implementado de forma assertiva, atendendo ao cronograma de implementação definido pela Cargill”, explica Antonio Ponce, Gerente de Marketing de Shelf Stable de Alimentos e Bebidas da Bemis.

Além da sustentabilidade, outras vantagens da troca de estrutura da embalagem são o apelo visual no ponto de venda (sem aspecto amassado), resistência mecânica e proteção do produto, afirma a Bemis.

“A embalagem do produto é um dos elos de conexão entre marca e consumidor. A nova embalagem é visualmente mais atrativa e pode contribuir para uma melhor experiência do consumidor no ponto de venda”, afirma Daniel Pontes, Gerente de Marketing da Cargill.

Com sede em Neenah, Wisconsin (EUA), a Bemis atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas, tubos laminados e rótulos. A companhia conta com 18 mil funcionários em 60 unidades, localizadas em 12 países nas Américas do Norte e Latina, Europa e Ásia-Pacífico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Bemis

Curta nossa página no

Anúncios

Tecnologia para embalagens da Dow ajudará na mitigação da pegada de carbono dos Jogos Olímpicos Rio 2016

18/04/2016

Dow_Microfoaming

Por meio de novo método que aumenta a produção de embalagem com a mesma quantidade de matérias-primas, o Microfoaming possibilita reduções nas emissões de gases de efeito estufa

Como Companhia Química Oficial dos Jogos Olímpicos e Parceira Oficial de Carbono dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Dow desenvolve ao longo do mês o lançamento da tecnologia Microfoaming para a indústria de embalagens da América Latina. O projeto é parte importante do abrangente programa da Dow voltado a mitigar a pegada de carbono direta dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

O Microfoaming é uma tecnologia licenciada que foi desenvolvida para atender às demandas do mercado por soluções que reduzam o peso e adicionem características mais sustentáveis aos filmes e às embalagens. Segundo a Dow, a sua tecnologia permite a redução de densidade em filmes coextrudados por meio da espumação física. O resultado é o aumento da quantidade de embalagens produzidas com a mesma quantidade de resina.

De acordo com a Dow, alguns dos principais benefícios oferecidos pela tecnologia Microfoaming, combinadas a uma vasta gama de resinas de polietileno, incluem:

  • Embalagens com desempenho aprimorado, como maior integridade de selagem e maior resistência ao desgaste provocado pelo transporte e manuseio.
  • Embalagens com propriedades óticas diferenciadas que proporcionam características de embalagens premium.
  • Perfil ambiental superior ao de embalagens tradicionais.

Leves e versáteis, as embalagens microespumadas são especialmente indicadas para a indústria alimentícia, afirma a Dow. A tecnologia também pode ser utilizada no desenvolvimento de embalagens flexíveis para os setores de cosméticos, higiene, limpeza e embalagens termoencolhíveis (shrink). Entre as aplicações, destacam-se os stand-up pouches, os filmes laminados PE, PE PET, PE e BOPP, além de filmes com carga de pigmentos reduzida, embalagens FFS (Form, Fill and Seal), sacaria industrial de alta resistência, embalagens para produtos maleáveis e embalagens de detergentes, complementa a empresa.

Fabricantes no Brasil (Valfilm), Argentina (Petropack), México (Folmex), Colômbia e Guatemala (Plastilene) investiram na tecnologia Microafoaming. O projeto também conta com uma parceria com a MuCell Extrusão LLC, fabricante de equipamentos para soluções de extrusão e colaborador exclusivo Dow na tecnologia de filmes espumados.

“A embalagem é um item essencial para a sociedade moderna e fundamental na luta contra o desperdício de alimentos. Desta forma, a promoção da tecnologia Microfoaming dentro do programa de mitigação de carbono dos Jogos Rio 2016 é uma maneira eficaz de estimular o uso racional das embalagens e demonstrar como podem ajudar a reduzir emissões no mundo”, destaca Paloma Alonso, vice-presidente comercial para o negócio de Plásticos de Performance da Dow na América Latina.

A Dow trabalhará com parceiros externos na quantificação das reduções estimadas em emissões por meio desse novo processo produtivo. Os resultados do uso da tecnologia Microfoaming serão posteriormente verificados por auditores independentes para que possam ser agregados aos benefícios climáticos gerados por outros projetos implementados pela Dow para a mitigação da pegada de carbono direta do Rio 2016.

Mais informação sobre o Microfoaming está disponível no vídeo abaixo:

Mitigando a pegada de carbono dos Jogos Rio 2016

A Dow afirma que, além de garantir desempenho diferenciado no setor de embalagens, a tecnologia Microfoaming proporciona reduções nas emissões de gases de efeito estufa por meio de novos métodos de produção que garantem maior produtividade e melhorias no processo de extrusão dos filmes.

Graças ao seu potencial em agregar atributos de sustentabilidade à produção de embalagens, essa nova tecnologia foi incorporada ao programa de mitigação de carbono elaborado pela Dow para o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A empresa desenvolveu um programa personalizado para abordar as necessidades tecnológicas de produtores da América Latina, que poderão contribuir diretamente com o compromisso de mitigar 500 mil toneladas de CO2 equivalentes (CO2eq) provenientes da organização e entrega dos Jogos Olímpicos.

“Como Companhia Química Oficial dos Jogos Olímpicos e Parceira Oficial de Carbono do Rio 2016, a Dow engajou diversos membros da cadeia de valor para ajudar o Comitê a cumprir as suas metas de mitigação de carbono. O projeto da tecnologia Microfoaming é um exemplo claro de como a Dow utiliza o poder dos Jogos Olímpicos para influenciar a indústria de embalagens na adoção de soluções de baixo carbono”, afirma Tania Braga, líder de Sustentabilidade, Legado e Acessibilidade do Comitê Organizador Rio 2016.

Além de mitigar as emissões de carbono provenientes da organização e entrega dos Jogos Olímpicos – 500 mil toneladas de CO2 equivalentes (CO2eq) – Dow e o Rio 2016 ainda trabalham para gerar benefícios climáticos adicionais de 1,5 milhão de CO2eq até 2026, destinados a outras emissões ligadas aos Jogos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Embalagens Stand Up Pouch fabricadas com 100% de Polietileno chegam às prateleiras mexicanas

18/07/2013

Ação é resultado de uma parceria entre a Dow, a Printpack e a Tyson para atender à demanda do mercado por embalagens mais sustentáveis

Dow_stand_up_pouchAcaba de ser colocado à disposição do consumidor mexicano o Stand-Up Pouch  100% polietileno (SUP 100% PE) para carne de frango congelada. O produto é resultado de uma parceria entre a Dow, a Printpack e a Tyson México, proprietária de marca e líder global no segmento. As três empresas já consideram o projeto bem sucedido.

Os detalhes da parceria foram definidos em menos de seis meses, devido ao esforço em equipe das três companhias. “Graças ao entusiasmo e conhecimento compartilhados por todos, o produto chegou à etapa comercial em tempo recorde”, diz Charly Eid, gerente de Cadeia de Valor e Desenvolvimento de Negócios da Dow. “Trata-se de um excelente modelo para projetos futuros”, ressalta.

Valor Agregado – Sustentabilidade

O Stand Up Pouch, embalagem flexível que fica em pé, é um modelo que está em constante crescimento, devido a seus benefícios de visibilidade em gôndola, leveza e praticidade, mas não é facilmente reciclável quando feito com materiais com baixa compatibilidade, que é o mais tradicional no mercado. Porém, a Dow inovou ao desenvolver o Stand-Up Pouch 100% polietileno, criando mais uma solução para a cadeia que busca soluções mais sustentáveis. “O principal diferencial é que oferecemos fácil reciclabilidade”, afirma Dolores Brizuela, gerente de Marketing para Embalagens de Alimentos e Especialidades da Dow na América Latina.

A estrutura 100% polietileno oferece o valor adicional de ser totalmente reciclável nas comunidades onde há fluxos de reciclagem de polietileno. Esse atributo único permite que esta embalagem inclua o símbolo de reciclagem internacional reconhecido no mundo todo, o que se traduz em uma alternativa diferenciada e atrativa para os consumidores.

A tecnologia do SUP (stand-up pouch) 100% PE também agrega valor aos processos das empresas envolvidas com essa inovação e com o modelo para carne de frango congelada nas prateleiras mexicanas,  contribui para ampliar as metas corporativas de sustentabilidade da Printpack e da Tyson e, ao mesmo tempo, aumentar suas participações de mercado.  “Sem dúvida queremos ampliar o uso desse tipo de embalagem em todas as linhas da Tyson”, declara Raul Velasco, Diretor Comercial da Tyson no México. “É uma grande conquista e um importante passo que damos como fabricantes”, conclui.

Rudolf Schaich, Gerente de Desenvolvimento de Mercado da Printpack México, concorda. “O stand-up pouch 100% polietileno é um produto extremamente interessante que nos ajuda a alcançar nossos objetivos de responsabilidade social. Certamente fará parte de nosso portfólio de soluções”, afirma.

Embalagens SUP 100% PE

Segundo a Dow, as embalagens SUP 100% PE são flexíveis, oferecem excelente visibilidade na prateleira e são uma alternativa muito mais leve quando comparadas com embalagens rígidas. O modelo permite que sejam adicionados acessórios para que sejam oferecidas ao consumidor conveniências como facilidade de abertura e fechamento para manter a crocância e o frescor dos alimentos, tampas ou bicos direcionais. Além disso, a solução oferece, segundo a Dow:

  • Selagem íntegra e forte para evitar vazamentos, principalmente para líquidos e alimentos gordurosos;
  • Resistência ao impacto e à perfuração (para que não ocorram falhas durante a armazenagem, transporte, tempo de prateleira e manuseio);
  • Melhor adaptação para a conformação da embalagem com diferentes formatos;
  • Facilidade de reciclagem devido à composição monomaterial;
  • Embalagens que não requerem etiquetas, uma vez que o filme pode ser impresso com altíssima qualidade.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Dow Brasil lança solução para Stand Up Pouch 100% de polietileno na Brasilplast 2011.

15/05/2011

A reciclabilidade é uma das principais vantagens do primeiro stand up pouch totalmente de polietileno do mercado. A companhia já patenteou a solução que está alinhada a sua meta de viabilizar embalagens mais sustentaveis

A  Dow Chemical Company lançOU na 11ª edição da Brasiplast (9 A 13 de maio no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo) a solução Stand Up Pouch 100% Polietileno (SUP 100%PE). A embalagem flexível capaz de ficar em pé foi confeccionada com uma estrutura de filme totalmente de polietileno em substituição aos filmes multimaterial, sem detrimento das suas principais características e com uma importante vantagem adicional: a reciclabilidade.

Nos últimos anos, o Stand Up Pouch (SUP) vem ganhando espaço nas prateleiras dos supermercados devido a sua visibilidade na gôndola associado com sua beleza da impressão. O SUP é capaz de oferecer diversas funcionalidades, por exemplo, abre e fecha fácil, bicos vertedores e direcionáveis, tampas, etc. Outro motivo que está aquecendo a implementação do SUP é a leveza do material em relação às embalagens rígidas tradicionais. Isto permite otimizar tanto a armazenagem quanto o transporte de produtos, além de facilitar o descarte.

A maioria dos SUP no mercado são produzidos com filmes multimateriais, tais como politereftalato de etileno (PET), BOPA, alumínio, entre outros, o que dificulta a reciclagem tanto  do pós-consumo quanto dos materiais que sobram no processo produtivo.

“A grande vantagem do SUP 100% PE é a reciclabilidade: o consumidor terá certeza que está adquirindo um produto cuja embalagem pode ser facilmente reciclada, beneficiando o mercado da reciclagem e o meio ambiente”, afirma Dolores Brizuela, Gerente de Marketing para Food & Specialty Packaging e Health & Hygiene (embalagens especiais para alimentos, higiene e saúde).

A Dow investiu em estruturas diversificadas de filme para que o novo pouch possa atender às demandas de diversas indústrias, como a alimentícia, de higiene, cuidados pessoais, limpeza, lubrificantes, tintas, entre outras. Os filmes desenvolvidos apresentam características como:

  • Selagem: que deve ser íntegra e forte para evitar vazamentos;
  • Resistência ao impacto e à perfuração: para não falhar durante armazenagem, transporte, tempo de prateleira e manuseio.
  • Maquinabilidade: para a conformação do SUP.

A solução pode apresentar ainda todas as demais vantagens dos pouches convencionais, tanto de funcionalidade quanto a visibilidade, tornando o stand up pouch uma embalagem cada vez mais requisitada pelos brand owners (donos das marcas).

O novo SUP foi registrado sob uma patente, e está alinhado à tendência global da indústria de desenvolver  embalagens mais sustentáveis. “As indústrias que apostarem na solução deverão imprimir um selo de ‘100%PE’ para facilitar a identificação de que a embalagem é totalmente reciclável”, destaca Dolores.

Segundo o diretor de vendas da área de Plásticos da Dow Brasil, Nestor de Mattos, o lançamento é resultado dos constantes investimentos em pesquisa e desenvolvimento da Dow em soluções sustentáveis. A companhia tem um plano completo de ações e objetivos voltados à Sustentabilidade e traçou um conjunto de metas a serem atingidas até 2015, entre as quais estão: o compromisso com a segurança dos produtos, química sustentável, soluções para os principais desafios mundiais, entre outras.

“Poder entregar uma solução mais sustentável é sempre motivo de orgulho para todo o nosso time. Acreditamos que o stand up pouch 100% PE encontrará boa receptividade por parte das indústrias e dos consumidores e vamos continuar investindo tempo, energia e recursos para oferecer outras soluções sustentáveis”, afirma de Mattos.

Fonte: Dow / PorterNovelli