Posts Tagged ‘S&P’

Standard & Poor melhora classificação de risco da Braskem

08/09/2021

A Braskem retornou ao grau de investimento, segundo a agência de classificação de risco S&P

A Braskem retornou ao grau de investimento, segundo a agência de classificação de risco S&P Global Ratings (S&P). A S&P elevou o rating da companhia para BBB-, com perspectiva estável. Segundo informado em release da Braskem, a agência destacou que a elevação do rating para grau de investimento reflete a melhora considerável dos indicadores de rentabilidade e de geração de caixa, o compromisso da empresa com a alavancagem e a expectativa de que a Braskem continue se beneficiando com os altos spreads petroquímicos nos próximos trimestres.

“Essa elevação da classificação é resultado dos esforços contínuos de todos os colaboradores da Braskem. Reiteramos nosso firme compromisso com a higidez financeira, que é fundamental para atendermos bem nossos clientes, parceiros e acionistas”, disse Pedro Freitas, vice-presidente de Finanças, Suprimentos e de Relações Institucionais da Braskem.

Nos últimos trimestres, a empresa registrou fortes resultados operacionais, com aumento da receita líquida de vendas e do lucro líquido. Também reduziu consistentemente a dívida bruta e a alavancagem corporativa, que se encontra em seu menor patamar histórico. Além disso, segundo a companhia, manteve uma forte posição de liquidez e a maior parte das dívidas tem vencimento no longo prazo (50% a partir de 2030).

Curta nossa página no

Depois da Standard & Poor’s, Moody´s também confere “investment grade” à Braskem.

04/04/2011
Agência justifica sua avaliação pela significativa captura de sinergias e disciplina financeira da Companhia

A agência de classificação de risco Moody’s acaba de elevar o rating da Braskem de “Ba1” para “Baa3”, concedendo à empresa o grau de investimento. A perspectiva se manteve estável. Segundo a agência, a alteração reflete o sucesso da integração com a Quattor, que resulta na evolução da performance operacional e da geração de caixa. Com a aprovação da compra da Quattor pelo CADE, os analistas da Moody’s acreditam que a Braskem será capaz de capturar significativas sinergias adicionais e acelerar a redução da alavancagem em antecipação aos investimentos em expansão.

Em relação à perspectiva estável, a Moody’s afirma que reflete sua expectativa de que a Braskem manterá sua posição de liderança no mercado de resinas termoplásticas, melhorará suas margens consolidadas com a captura de novas sinergias resultantes da aquisição da Quattor e administrará prudentemente a sua liquidez. Segundo a agência, a perspectiva estável também pressupõe que os novos projetos serão estruturados de forma a garantir a manutenção da atual saúde financeira da Braskem.

Ontem, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s já havia elevado o rating da Braskem de “BB+” para “BBB-“, concedendo à empresa o grau de investimento e avaliou a empresa como mais forte em negócios e liquidez.

Para Marcela Drehmer, vice-presidente Financeira e de Relações com Investidores da Braskem, “a obtenção do investment grade por duas agências possibilita o acesso a novos investidores e a geração de valor adicional para todos os acionistas em função da potencial redução do custo de capital”.

Fonte: Braskem

Braskem recebe investment grade da S&P

31/03/2011
Standard & Poor’s avalia empresa como mais forte em negócios e liquidez

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s acaba de elevar o rating da Braskem de “BB+” para “BBB-“, concedendo à empresa o grau de investimento. Ao mesmo tempo, também elevou o rating da Braskem na Escala Nacional Brasil de “brAA+” para “brAAA”. A perspectiva se manteve estável.

Segundo a agência, a alteração reflete a melhora do fluxo de caixa e da liquidez da Braskem, a integração com a Quattor e captura de sinergias em velocidade maior do que esperada, bem como maior aprimoramento operacional e financeiro.

Para os analistas da S&P, a redução do endividamento apresentada nos resultados de 2010 deverá ter continuidade neste ano e nos próximos, assim como a expansão do fluxo de caixa. Ao classificar a liquidez como forte, a agência salienta que sua projeção é de que a Braskem gerencie com eficiência seu capital, resultando em menor necessidade de financiamento no médio prazo.

Ao classificar sua expectativa com a Braskem como estável, a S&P afirma que acredita que a empresa continuará crescendo seus resultados operacionais, que a captura de sinergias e as condições favoráveis do mercado irão permitir a expansão da sua receita e do seu fluxo de caixa.

Para Marcela Drehmer, vice-presidente Financeira e de Relações com Investidores da Braskem, “o investment grade foi uma grande conquista, fruto de um trabalho de toda a companhia, da melhoria dos resultados, da equalização da dívida e do permanente compromisso da Braskem com seu crescimento, sem descuidar da disciplina financeira”.

Fonte: Braskem