Posts Tagged ‘Sopradora’

Sidel ajuda produtor brasileiro Algar Agro a desenvolver a “garrafa PET para óleo comestível mais leve do mundo “

23/05/2016

Sidel-linha

Produtor relevante no mercado brasileiro, a Algar Agro trabalhou com a Sidel para reduzir o peso total da sua garrafa de 18 para 14 gramas – uma redução de 22%.

A garrafa foi reprojetada sem quaisquer alterações perceptíveis para o consumidor em sua aparência externa, que já é bem conhecida. No entanto, usando a experiência da Sidel em redução de peso, a Algar Agro pôde alcançar uma economia significativa no peso e na matéria-prima utilizada. Houve também um impacto substancial na minimização do custo para produzir, embalar e transportar o produto acabado, juntamente com a redução do custo total da posse (TCO) do próprio equipamento de produção.

As propostas para otimização da embalagem da garrafa foram apresentads pela Sidel, que também realizou testes de viabilidade para o novo design no seu Centro de Embalagem e Ferramentaria em Guadalajara, no México. A Sidel foi escolhida entre outras empresas concorrentes por causa de sua experiência e conhecimento, bem como pelas propostas concretas apresentadas à Algar Agro durante as discussões iniciais para reduzir o peso da garrafa. Edney Valente Lima Filho, Gerente de Projetos da Algar Agro, explicou: “Nós reunimos os melhores fornecedores da indústria e isso se refletiu nos resultados do projeto. O sucesso da Sidel foi assegurado pelo know-how demonstrado durante a negociação para propor e garantir a nova garrafa de óleo vegetal – a mais leve do mundo “!

Sidel_garrafa_algaragroCom a aquisição de duas sopradoras Sidel Matrix ™ – uma em cada unidade de produção – a Algar Agro acredita que é o primeiro produtor de óleo comestível no Brasil com injeção e sopro integrados no seu processo de produção de PET. As máquinas da Sidel foram instaladas em linhas de engarrafamento produzindo 25.000 garrafas PET de óleo vegetal por hora. A instalação é resultado de um estudo de dois anos para investigar e avaliar a viabilidade do processo de integração da produção e acondicionamento de óleos vegetais.

Sopro Modular traz benefícios

Segundo a Sidel, a sua sopradora Matrix é um sistema de moldagem por sopro modular que permite tempos muito rápidos de troca, menor impacto ambiental, maior eficiência do forno e maior tempo de atividade, tudo isso contribuindo para um menor TCO (custo total de posse). A empresa afirma que, contando com até 200 configurações possíveis, o equipamento oferece qualidade e consistência em todos eles, dando aos produtores a flexibilidade para escolher tamanhos e formas que melhor se adaptem às suas necessidades. Três tamanhos de estações de sopro tornam possível a produção de uma variedade quase ilimitada de formas distintas de garrafas para single-serve (até 750 ml), multi-serve (até 2 litros) ou família estendida de garrafas (até 3,5 litros). Especialmente concebida para reduzir a geração de refugos, a sopradora Matrix também pode automaticamente detectar e eliminar desvios no processo de fabricação da garrafa, afirma a Sidel

A Sidel opera atualmente sete Centros de Embalagem e Ferramentaria em todo o mundo: dois na China e os restantes na França, Índia, Brasil, EUA e em Guadalajara (México). Segundo a empresa, a unidade localizada na segunda maior cidade do México demonstra o foco da empresa em transferir seu conhecimento global para os produtores a nível local e, ao fazê-lo, ajuda a atender à crescente demanda neste mercado. Desde o projeto da garrafa até a engenharia da linha de produção e gerenciamento completo do ciclo de vida, os produtores precisam de soluções e serviços otimizados com maior flexibilidade, reatividade, interação e cooperação.

Óleo comestível produzidos em duas unidades

A Algar Agro é uma empresa privada de produção, processamento e comercialização de soja e seus produtos derivados. As linhas de produção de alimentos da empresa incluem óleo de soja, óleo de oliva, óleo composto, extrato de tomate e molho – alguns produzidos em parceria com outras empresas. Ela é fornecedora tanto do mercado doméstico como para exportação. As atividades da empresa para esmagamento do grão, refino e embalagem do óleo de soja estão concentradas em dois complexos industriais avançados localizados em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e em Porto Franco, no sul do Estado do Maranhão.

Fonte: Sidel

Curta nossa página no

Anúncios

Pavan Zanetti realiza a sexta edição da “Pláztico&Negócios”, de 22 a 26 de fevereiro

08/02/2016

Pavan_ZanettiA Pavan Zanetti inicia as comemorações de seus 50 anos de atividades com a sexta edição da “Pláztico & Negócios”, feira de máquinas e workshops sobre processos de fabricação de plásticos que acontecerá de 22 a 26 de fevereiro, no showroom da empresa, localizada às margens da Rodovia Anhanguera, próximo ao km 125, com acesso pela Avenida Angelina Pascote, 4.405, em Americana (SP).

Além da exposição de máquinas para demonstrações, o evento promoverá visitas monitoradas à linha de produção e oferecerá workshops. Haverá, ainda, atendimento aos interessados em orientações financeiras para a aquisição de equipamentos e informações sobre máquinas para pronta-entrega.

Confira a programação:

22/02 – Visitação
23/02 – Workshop de Injeção
24/02 – Workshop de Sopradora
25/02 – Workshop de Injeção e Sopro Pet (manhã)
25/02 – Palestra sobre NR12 (tarde)
25/02 – Palestra sobre Eficiência Energética (tarde)
26/02 – Visitação

Inscrições:

  • As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas no site http://www.pavanzanetti.com.br
  • Os workshops e as palestras são gratuitos para clientes (3 vagas por cliente, 1 pessoa por workshop ou palestra)
  • Para não-clientes, o custo é R$ 200,00 por workshop ou palestra ou R$ 500,00 para participação nos três dias do evento. Informações adicionais fornecidas através do telefone 19. 3475.8500.

A Pavan Zanetti anunciou também que, durante o mês de fevereiro, estará realizando promoção, comercializando máquinas novas abaixo do preço.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Pavan Zanetti expôs sopradora e injetora durante a Fispal

30/06/2015
Sopradora PETIMATIC da Pavan Zanetti

Sopradora PETIMATIC da Pavan Zanetti

De 23 a 26 de junho, a fabricante de sopradoras e injetoras Pavan Zanetti esteve expondo na 31ª. edição da Fispal Tecnologia, a feira internacional do setor, que ocorreu no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo. O evento foi visitado por um amplo contingente de clientes da indústria de embalagens para alimentos, bebidas, produtos químicos e farmacêuticos, cosméticos e outros segmentos que se utilizam da transformação do plástico.

Desta vez, a Pavan Zanetti colocou em exposição duas máquinas: a sopradora Petimatic e a injetora HXF.

A Petimatic produz frascos de até 2000 mililitros, dispõe de alimentador automático de pré-formas de PET; painel de operação com tela LCD; sistema de aquecimento de pré-formas dividido em zonas de aquecimento; controle de temperatura da boca ao fundo da pré-forma; sistema operacional de sopro com recuperação de ar de exaustão.

A Injetora automática HXF produz frascos de diversos tamanhos e capacidades. É automática, de alto desempenho e economia de energia. Ideal para brinquedos, pré-forma de PET, utilidades domésticas, produtos com parede fina, produtos em PP/PL, além de PS, PC, conexões em PVC, materiais de engenharia, entre outros. Os modelos opcionais são equipados com bombas fixas e hidráulica proporcional, bomba variável e servo motor.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Pavan Zanetti participa da Feiplastic com sopradora híbrida

01/05/2015

Pavan_FeiplasticAlém de máquinas convencionais de sopro e injeção, a Pavan Zanetti participará da Feiplastic (Feira Internacional do Plástico) com uma inovação em sua linha: a sopradora híbrida.

Esta máquina da série Bimatic, modelo BMT5.6D/H, tem cabeçote sêxtuplo e novidades no sistema de deslocamento dos carros porta-moldes, que deixaram de ser hidráulicos e se tornaram elétricos.

O resultado desta mudança é uma redução do consumo de energia, em torno de 6%, e uma diminuição do uso de óleo hidráulico, proporcionando menores possibilidades de vazamentos e poluição por óleo, afirma a empresa.

O objetivo da Pavan Zanetti é estender a tecnologia híbrida para todas as máquinas da série Bimatic.

Outras quatro máquinas da linha convencional também estarão expostas na Feiplastic:

  • A sopradora da série Bimatic, modelo BMT10.0S/H, automatizada, para sopro de embalagens em 2 cavidades de 5 litros.
  • A sopradora para PET da série Petmatic, sistema 5000, automatizada, para embalagens de até 2.000 ml, porém trabalhando com volumes de 500 ml e produção de 5.000 frascos/hora.
  • A máquina de injeção e sopro da série ISI, modelo ISI 45, para volumes pequenos, com a vantagem de produzir sem rebarbas e com alta qualidade de bocal.
  • A injetora da série HXF, modelo HXF 260, automática, de alto desempenho, reconhecida economia de energia e capacidade para diferentes quantidades e tamanhos de embalagens, segundo a empresa.

Feiplastic (Feira Internacional do Plástico)
Data: 4 a 8 de Maio de 2015
Horário: 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo – SP – Brasil
Estande da Pavan Zanetti: G300

Fonte: Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Operação Reciclar demonstrará diversas aplicações do Plástico e sua importância na economia e na vida das pessoas durante Feiplastic 2015

22/04/2015

Na edição de 2013 foram coletadas e recicladas 25 toneladas de plásticos dentro do Anhembi. Ação terá exposição com a história do plástico e sua importância.

Feiplastic_LogoApós o sucesso na sua edição de 2013, a Feiplastic – Feira Internacional do Plástico – organiza mais uma vez este ano a Operação Reciclar simultaneamente à feira, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Entre as empresas participantes e patrocinadores bronze do projeto estão Pavan Zanetti, Romi e Wortex. A ideia é incentivar a coleta e reciclagem de materiais plásticos mostrando, na prática, todo o potencial de reciclabilidade e variedade de aplicações da resina plástica em diversos segmentos da indústria. A Plastivida coordena a ação com o apoio das entidades Abimaq, Abiplast, Abiquim, Instituto do PVC,  INP e Siresp.  A iniciativa também tem como patrocinadores as empresas Braskem (categoria ouro), Cincoplast (categoria prata) e Valor Sustentável (categoria bronze).

Durante os dias do evento, todo o resíduo plástico gerado na feira, desde a montagem até a desmontagem, será coletado e armazenado em quatro contâineres. Parte desse material será transformado em grão no equipamento Challenger Compounder da Wortex, para reciclagem de materiais rígidos, injetado numa máquina da Romi e soprado numa máquina da Pavan Zanetti. O público poderá conferir, ao vivo, a criação/transformação de novos produtos no espaço da Operação Reciclar. Na edição de 2013, foram coletadas e recicladas 25 toneladas de plásticos. Em todas as edições, a Operação Reciclar também recebe uma exposição com produtos desenvolvidos com plástico reciclado.

Paolo De Filippis, diretor da Wortex, adianta que a empresa levará para o seu estande a linha de equipamento de reciclagem Challenger Recycler para materiais flexíveis. A tecnologia, segundo a empresa, permite o reaproveitamento de produtos plásticos pós-consumo (resíduos sólidos urbanos, RSU) de forma completa, rápida e com baixo custo de energia, operação e espaço. “A linha Challenger Recycler têm modelos com capacidade de processar de 100 a 1500 quilos de plástico por hora. Esse tipo de equipamento permite o máximo de rentabilidade e traz valor agregado para o negócio, seja para cooperativas ou recicladores e para o pós industrial”, afirma o executivo.

A Pavan Zanetti, por sua vez, expõe a sopradora de resinas termoplásticas série Bimatic Modelo BMT 5.6 D/H Híbrida. “A empresa tem pesquisado, investido e realizado testes para desenvolver equipamentos com mais eficiência energética – explica Leandro Pavan, gerente de Marketing da marca – Na série Bimatic, o modelo BMT5.6 D/H tem o sistema de deslocamento dos carros porta-moldes, que deixaram de ter acionamentos hidráulicos e passaram a ter acionamentos através de motores elétricos e inversor, o que representa economia de 6%, em média”.

A Romi expõe uma injetora elétrica modelo EL 75, injetando uma bandeja plástica multiuso. “A reciclagem de materiais plásticos é de grande importância para a questão da sustentabilidade e para a competitividade dos transformadores de plásticos do país. Temos investido em duas modernas tecnologias: a linha de injetoras EN economiza até 65% de energia se comparado a outras injetoras hidráulicas. Sua precisão possibilita economia de até 2,5% do consumo de matéria-prima devido ao seu baixo desvio padrão do volume injetado. A linha EL, acionada por servomotores, pode chegar a 80% de economia, se comparada a máquinas injetoras hidráulicas convencionais, além da economia com o consumo de matéria prima devido a sua excelente repetibilidade e maior razão de injeção que permite a produção de peças plásticas com paredes mais finas”, explica William dos Reis, diretor da unidade de Negócios de Máquinas para Plásticos.

Serviço:
Feiplastic  – Feira Internacional do Plástico
Data: 4 a 8 de maio de 2015
Horário:  2ª a 6ª feira das 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
http://www.feiplastic.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Romi expande atuação na América Latina com participação na Expoplast Peru 2014

14/05/2014

Empresa participou pela primeira vez do evento, destacando equipamento inovador, de alta performance e com baixo nível de consumo energético

Com 84 anos de história e mais de 150 mil máquinas instaladas por todo o mundo, a Indústrias Romi participou da Expoplast Peru 2014,  entre os dias 7 e 10 de maio, no Centro de Exposições Jockey, em Lima.

A Expoplast é a principal feira do mercado peruano de plásticos,  cenário ideal para apresentar a injetora ROMI EN 150, a qual, segundo a empresa,  é um equipamento de alto padrão tecnológico, baixo consumo energético e de grande robustez e confiabilidade, além de trabalhar em alta velocidade e com repetitividade nos processos..

Para ter mais facilidade no serviço ao cliente, a Romi firmou uma parceria com a GH Trading, representante comercial da empresa em Lima.

“A economia peruana é uma das que mais se destacam na América Latina, com perspectivas de crescimento de 6,5% nos próximos anos. O país está investindo em um importante programa de desenvolvimento de infraestrutura, mineração e associações público-privadas. Nossa estratégia comercial contempla a expansão da marca Romi nesse país, com fornecimento de máquinas de alta performance e serviços de qualidade e confiabilidade, que possam contribuir para o desenvolvimento da indústria local e no crescimento econômico do país”, afirma Mônica Romi Zanatta, gerente de vendas internacionais da empresa.

Exportando bens de capital desde 1944, a Romi conta com experiência no fornecimento de máquinas para todo o mundo, e no gerenciamento de vendas e serviços por meio de suas subsidiárias localizadas no Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Estados Unidos e México.

Fonte:  Romi

Curta nossa página no

Pavan Zanetti realiza mais uma edição da “Pláztico&Negócios”, de 18 a 21 de março

14/03/2014

Pavan_ZanettiEm sua quarta edição, que acontece de 18 a 21 de março, a “Pláztico&Negócios” já conquistou espaço garantido no calendário de eventos para o setor de termoplásticos.

Promovida pela Pavan Zanetti, esta feira de máquinas chama a atenção não só por apresentar os modelos de alta competitividade e performance na fabricação de embalagens, mas também por facilitar o acesso do transformador do plástico às mais recentes tecnologias, com treinamentos e demonstração de equipamentos em operação.

As atividades acontecerão das 8 às 18 horas, no showroom da empresa, que está localizada às margens da Rodovia Anhanguera, próximo ao km 125, com acesso pela Avenida Angelina Pascote, 4.405, em Americana (SP).

Na “Pláztico&Negócios”  estarão expostas  máquinas de Sopro Extrusão Contínua, Sopro Acumulação, Sopro de PET, Injeção, Injeção e Sopro integrados, que fazem parte da linha da Pavan Zanetti.

Além de poderem acompanhar processos produtivos com moldes, resinas e periféricos os visitantes também terão uma excelente oportunidade para fazer bons negócios, com consulta financeira para aquisição de máquinas através do FINAME, linha de financiamento do BNDES.

Fonte:  Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Sopradora da Pavan Zanetti desperta amplo interesse durante Feira K 2013

07/11/2013

Centenas de visitantes de diversas partes do mundo se interessaram pelo equipamento exposto pela empresa, que surpreendeu por sua produtividade

Pavan_Zanetti_Sopradora_K2013Entre os dias 16 e 23 de outubro, a Pavan Zanetti participou, pela primeira vez, da Feira K, maior evento mundial do setor plástico, realizado em Düsseldorf, Alemanha.

A participação fechou um ciclo de metas acertadas a partir da nova planta, que visava à ampliação da marca Pavan Zanetti, aproveitando sua boa penetração no mercado latino-americano e elevando-a ao nível mundial.

Num estande de 81 m², e em parceria com a Abimaq/APEX, a empresa expôs uma sopradora da série Bimatic, modelo BMT 5.6D/H de dupla estação, integrando alguns componentes de fornecedores europeus . O equipamento incorporava um cabeçote quádruplo, fabricado pela alemã W. Mueller, esteiras transportadoras da marca italiana Crizaf e alimentadores da também italiana, Moretto.

Produzindo frascos de 1.000 ml em PEAD, a sopradora  surpreendeu, por sua produtividade, setores acostumados a máquinas de última geração. Visitantes de diversas partes do mundo se interessaram pelo equipamento, gerando mais de uma centena de propostas comerciais de países como Turquia, Argélia, Marrocos, Egito, Irã, Grécia, Índia, Sri Lanka, Indonésia, Portugal, Espanha, Alemanha, França e Inglaterra, além dos países latino-americanos.

Fonte: Amiglo / Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Novos cursos do SENAI em São Paulo terão 9 máquinas da Pavan Zanetti

30/08/2013
HDL-10-L

Sopradora Série HDL

Até setembro, a Pavan Zanetti entregará para o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) cinco injetoras HXF90 BR, duas sopradoras HDL 10L e duas sopradoras BMT 5.6 S/H. As nove máquinas serão instaladas em escolas da instituição no interior paulista.

Os equipamentos permitirão ao SENAI implantar novos Cursos Técnicos, de Aprendizagem em Moldagem de Plástico e Ferramentaria de Moldes, aumentado sua capacidade de formação de profissionais para o setor de plásticos, que está em crescente desenvolvimento.

Segundo a Pavan Zanetti, a injetora HXF90 BR apresenta alto desempenho e grande economia de energia. É utilizada para tampas, brinquedos, peças técnicas (inclusive automotivas) e pré-formas de PET.

A sopradora HDL 10L atende o segmento de embalagens de médio e grande portes, como bombonas industriais e agroquímicos, peças técnicas, autopartes e produtos para construção civil.

A sopradora BMT 5.6 S/H é indicada para frascos de até 5 litros, empregada na fabricação de embalagens para os setores de higiene e limpeza, cosméticos, produtos farmacêuticos, produtos alimentícios e peças técnicas de pequeno volume.

De acordo com a Pavan Zanetti, os equipamentos possuem comando avançado, interface amigável e de fácil operação, além de um completo sistema de segurança. Este conjunto de características garante as condições ideais de manuseio por aprendizes.

Fonte: Amiglo / Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Romi participa da Embala Nordeste e reforça atuação no mercado nordestino

26/08/2013

O Nordeste é uma das regiões do Brasil em que a economia tem registrado bom ritmo de crescimento. Um desses indicadores é a presença de grandes empresas nas feiras regionais. A Indústrias Romi, líder no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para plásticos, além de importante produtora de fundidos e usinados, vem investindo na região. Nos últimos cinco anos aumentou em mais de 100% o número de máquinas injetoras instaladas, e hoje, esse mercado já representa 15% de suas vendas internas.

Outro fato que reforça essa ação é que no ano passado a Romi participou apenas da Embala Nordeste. Neste ano, esteve na FORIND NE e confirmou presença na Embala Nordeste e na Fimmepe, ambas realizadas em Olinda, Pernambuco.

“Decidimos aumentar nossa presença no mercado de feiras nordestino em razão da demanda de clientes da região. No ano passado, participamos de uma feira no Recife. Este ano estaremos em três eventos, a fim de trazer soluções aos nossos clientes e mostrar nossa estrutura comercial no Nordeste”, afirma William dos Reis, diretor da unidade de Negócios de Máquinas para Plástico da Romi.

Com um escritório de vendas e serviços localizado em Salvador, a Romi atende com rapidez e agilidade as empresas do Nordeste. Para que os clientes dessas feiras entendam bem o funcionamento dos equipamentos, a equipe de vendas e serviços dará orientação técnica sobre a solução ideal para sua produção. Outra opção disponível aos clientes da Romi em eventos pelo Brasil é o Finame, financiamento oferecido a empresas brasileiras, com taxa de juros 0,29% ao mês.

Embala Nordeste

Realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, no Centro de Convenções de Pernambuco, a Romi vai mostrar aos visitantes a injetora ROMI EN 100 e a sopradora Maxtec 20L.

A 21ª edição da Embala Nordeste 2013 é uma das principais mostras de tecnologia e soluções do Brasil nas áreas de embalagens, processos, transformação e impressão. Ocupando área de 25 mil metros quadrados, a feira reúne cerca de 500 marcas de expositores do Brasil e do exterior.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Romi exibe nova máquina para injeção de PVC na Plastech 2013

20/08/2013

Empresa mostra seu mais recente lançamento na feira mais importante da região Sul do Brasil

Máquinas de alta performance desenvolvidas para atender às mais diversas necessidades dos clientes serão exibidas pela Indústrias Romi S.A. durante a Plastech 2013, a mais importante feira do setor de plásticos da Região Sul.

Líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para plásticos, além de importante produtora de fundidos e usinados, a Romi levará à feira sua mais nova linha de máquinas para injeção de conexões em PVC. O destaque da nova linha é a injetora ROMI EN 380 PVC, destinada ao mercado da construção civil, com aplicações em PVC rígido.

A Romi também vai expor em seu estande a sopradora ROMI P, máquina que utiliza recurso hidráulico de alta performance, produzindo frascos em geral. O equipamento permite alta eficiência e produtividade na fabricação de embalagens de até 5 litros.

Para William dos Reis, diretor da Unidade de Negócios de Máquinas para Plástico da Romi, a participação na Plastech é uma oportunidade de a empresa demonstrar seus lançamentos para o público da desenvolvida Região Sul. “Investimos em um equipamento voltado para a injeção de PVC, pois essa é uma demanda que ouvimos dos nossos clientes e se encaixa no atual momento da construção civil brasileira.”

Com um dos maiores estandes da feira, localizado na rua S/O, a Romi põe à disposição de todos os clientes produtos de alta tecnologia, qualidade e confiabilidade. Para que os clientes entendam bem o funcionamento dos equipamentos, a equipe de vendas dará orientação técnica sobre a melhor aplicação de máquinas para plástico. Os clientes poderão contar com a opção do Finame, financiamento disponível para empresas brasileiras, com taxa de juros 0,29% a.m.

A Plastech Brasil 2013 estará aberta entre os dias 27 e 30 de agosto, no Parque Mário Bernardino Ramos (local dos Eventos Festa da Uva), em Caxias do Sul. Realizada a cada dois anos, a feira terá nesta edição mais de 250 expositores. Os organizadores esperam mais de 22 mil visitantes.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Pavan Zanetti apresenta máquinas para transformação de plásticos na Plastech Brasil

06/08/2013

Pavan_Zanetti_PlastechAtuante no mercado de fabricação de máquinas desde 1966, a Pavan Zanetti é hoje uma das maiores da América Latina. Atualmente a empresa exporta para países como Porto Rico, Marrocos, México e Estados Unidos. Com sede em Americana (SP) e filial de assistência técnica em Recife (PE), a empresa fornece máquinas para transformação do plástico pelos processos de sopro e injeção. Segundo a Pavan Zanetti, seus equipamentos oferecem alta qualidade, produtividade e eficiência energética, associadas à baixa manutenção e facilidade de operação.

A Pavan Zanetti participou da Plastech Brasil em 2007 e na ocasião entregou duas sopradoras para a unidade do Senai em Caxias do Sul. O retorno à feira se dá com o objetivo de melhorar a participação na região, já que a empresa está com novos representantes e produtos no Rio Grande do Sul. Além disso, neste ano o plano de investimento da empresa foi concluído com a construção de uma nova fábrica e compra de maquinas para usinagem e TI. No momento a Pavan está implementando todos os equipamentos comprados na nova sede, já em pleno funcionamento. O investimento foi de cerca de R$ 15 milhões até o momento.

De acordo com o diretor comercial da empresa, Newton Zanetti, a empresa investiu fortemente nos últimos três anos, por isso, acredita que este é o momento de melhorar a participação na área e que a feira poderá ajudar nisso. A expectativa para a Plastech Brasil 2013, de acordo com Zanetti, é melhorar as vendas de injetoras e sopradoras. Ele afirma que a Plastech oferece uma reunião de grande número de clientes potenciais com a possibilidade de um show room de máquinas funcionando, dando visibilidade aos produtos e empresas.

“Temos a liderança no setor de sopro, crescendo muito na área de injetoras e sopro de PET e temos produtos a oferecer ao mercado gaúcho que justificam o investimento nessa feira, além de ser uma região industrial forte no plástico. Sempre dizemos que não podemos vender apenas equipamentos para plásticos, e sim também a confiança de que o cliente, ao comprar uma máquina, terá o respaldo de assistência técnica e bom funcionamento”, garante o diretor.

Fonte: PlastechBrasil 2013

Curta nossa página no

Romi registra melhor resultado trimestral desde o fim de 2011 e alcança R$ 11,7 milhões de EBITDA das Operações Continuadas

02/08/2013

Pelo quarto trimestre consecutivo, o EBITDA da companhia foi positivo, reflexo da busca contínua de eficiência operacional e reajuste gradual dos preços

As Indústrias Romi S.A., empresa brasileira fabricante de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos e importante produtor de peças fundidas e usinadas, atingiu R$ 151,4 milhões no trimestre e R$ 291,7 milhões no semestre em valor de receita operacional líquida das Operações Continuadas.  Isso representa aumento de 45,2% e 17,4% em comparação com os mesmos períodos de 2012.

Em Máquinas-Ferramenta, a receita operacional líquida atingiu R$ 99,4 milhões no 2T13, dos quais R$ 18 milhões se referem à consolidação da receita operacional líquida da B+W. Esse montante consolidado representou aumento de 35,7% se comparado com o mesmo período no ano anterior e de 0,6% ao 1T13. Já no semestre, a receita operacional líquida dessa unidade foi de R$ 198,3 milhões, o que representa crescimento de 11,2% em relação ao mesmo período de 2012.

No segundo trimestre de 2013, o faturamento líquido da Unidade de Negócios de Máquinas para Plásticos totalizou R$ 23,3 milhões, representando aumento de 84,7%, em relação ao 2T12 e de 33,6% quando comparado ao trimestre imediatamente anterior.

As vendas físicas da unidade de fundidos e usinados somaram 4.436 toneladas no 2T13, um aumento de 43,5% sobre o 2T12 (3.092 toneladas). Nesse período, a Receita Operacional Líquida da unidade foi de R$ 52,7 milhões, o que representa aumento de 32,7% em relação ao mesmo período em 2012. Foram vendidas 8.034 toneladas de produtos fundidos e usinados no período, 21,6% a mais que o obtido nos mesmos meses de 2012.

“Alcançamos no mercado interno crescimento de 30,9% em nossa receita líquida, se comparada ao primeiro semestre de 2012. Esse fato mostra o fortalecimento dos produtos Romi como um todo e nos deixa ainda mais confiantes para enfrentar os desafios dos próximos trimestres”, afirma Livaldo Aguiar dos Santos, diretor presidente da Romi.

A carteira de pedidos da companhia, em junho, apresentou-se 35% superior quando comparada ao primeiro trimestre de 2013, alcançando, assim, a marca de R$ 330,1 milhões no 2T13. Um dos fatores que auxiliaram a carteira nesse período foi a realização de duas grandes feiras do setor em São Paulo, a Feiplastic e a Feimafe. O lucro líquido das Operações Continuadas da Romi foi de R$ 5,1 milhões no segundo trimestre de 2013.

Nota: O EBITDA corresponde ao lucro antes do resultado financeiro, impostos sobre o lucro, depreciação e amortização.F

Fonte:  Indústrias Romi

Curta nossa página no

Romi investe em linha de baixo consumo energético e lança modelo de aplicação em PVC na Feiplastic

23/05/2013

Na primeira edição da Feira Internacional do Plástico, empresa apresenta novas soluções tecnológicas para a cadeia produtiva dos clientes

Empresa líder no setor brasileiro de máquinas para plásticos, a Indústrias Romi S.A. participou da 1ª Feira Internacional do Plástico, Feiplastic 2013, entre os dias 20 e 24 de maio, no Parque Anhembi, em São Paulo. A companhia apresentou no evento quatro novos equipamentos, que refletem a preocupação com o baixo consumo energético. Atenta às necessidades do mercado, a Romi expandiu a linha EN, com as injetoras ROMI EN 380 PVC e ROMI EN 450. Investiu na série EL, com a injetora ROMI EL 75, e para o mercado de sopro apresentará a nova linha ROMI C 5TS com Sistema IML. Além desses lançamentos, outro destaque na feira foi a sopradora ROMI PET 230.

Como empresa brasileira líder no setor de máquinas-ferramenta, além de importante produtora de fundidos e usinados, a Romi investe 4% de seu faturamento líquido em pesquisa e desenvolvimento, o que possibilita a renovação anual de seu portfólio.

Para William dos Reis, diretor de Máquinas para Plástico, a perspectiva de novos negócios é ampliada com a exposição na feira. “Estamos ansiosos com a Feiplastic, pois entendemos que esses novos equipamentos vão facilitar o processo industrial de nossos clientes. Focamos na ideia de oferecer produtos com a mais alta tecnologia e confiabilidade, com destaque para a nova injetora ROMI EN 380 PVC, equipamento que desenvolvemos para o setor de construção civil e que durante a feira vai injetar conexões”.

As linhas de máquinas ROMI EN e EL atendem aos requisitos de economia de consumo energético e matéria-prima, por conta da maior precisão de movimentos. “Destacamos ainda o alto nível de precisão dos equipamentos, que contam com movimentos independentes, acionados por servomotores, que são ‘energizados’ somente durante o efetivo movimento”, diz Reis.

A sopradora ROMI C 5TS dispõe de projeto hidráulico de alta performance e novo conceito de cabeçotes, com múltiplas zonas de aquecimento e fluxo otimizado. Ela é destinada à fabricação de frascos com até 5 litros para as indústrias de embalagem em geral. Já a sopradora automática ROMI PET 230 pode produzir até 2.500 frascos por hora, com até 3 litros de capacidade volumétrica, e tem como diferencial alimentação e extração automáticas. A máquina atende à fabricação de garrafas PET para as indústrias de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza.

Com um dos maiores estandes, localizado na rua K/L, a Romi pôs à disposição de todos os clientes produtos de alta tecnologia, qualidade e confiabilidade, além de orientação técnica de sua equipe de vendas para a melhor aplicação em máquinas para plástico. Os clientes também contaram com a opção do Finame, financiamento disponível para empresas brasileiras, com taxa de juros de 0,25% ao mês. Todos os equipamentos Romi em exposição estiveram ligados para maior interatividade com os visitantes da Feiplastic.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Fabricantes de máquinas e equipamentos lançam produtos para atender ao mercado de embalagens na Feiplastic 2013

23/01/2013

Multipack Plas, Pavan Zanetti e Eletro Forming apresentarão novidades para o segmento

Para a FEIPLASTIC 2013 – 14ª Feira Internacional do Plástico, que acontece de 20 a 24 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, os principais fabricantes de máquinas e equipamentos trarão soluções para atender o mercado de embalagens.

Entre as grandes marcas que farão lançamentos na Feira, está a Multipack Plas com a Máquina Sopradora Autoblow Elétrica, a primeira fabricada no Brasil, destinada à produção de embalagens plásticas sopradas (frascos plásticos). Além de reduzir o consumo de energia, o equipamento oferece baixo nível de ruído e é sustentável por dispensar o uso de óleo.

Já no setor de sopradoras de PET, a Pavan Zanetti lançará o modelo Petmatic 4C/2L, com 4 cavidades, e a Sopradora ISI 45C para PEAD/PP com injeção e sopro integrados para pequenos volumes. A Petmatic, totalmente automática e de fabricação nacional, atende o mercado de embalagens sopradas de PET até 2 litros com grande capacidade produtiva, até 4.800 embalagens/hora, nos setores de higiene e limpeza, produtos alimentícios, cosméticos, água mineral, entre outros. O segundo modelo é indicado para embalagens utilizadas pelas indústrias farmacêutica e de cosméticos. “Por meio do sistema injection blow, o equipamento injeta uma pré-forma e, a seguir, sopra em outra estação, sem deixar rebarbas. Esse processo garante qualidade, permitindo a estanqueidade da embalagem”, explica Newton Zanetti, diretor comercial da empresa.

Na linha de termoformadoras, a Eletro Forming lançará as máquinas TA para copos de PET e a TB, de maior porte, para produção de potes e tampas de polipropileno. Ambas realizam as funções de corte e molde, que se diferenciam por serem movidas com servomotores, um sistema de acionamento que permite regulagem por controle eletrônico do corte do material sem a necessidade de mover placas. De acordo com a empresa, o produto reduz o consumo de energia em relação aos movimentos pneumáticos hidráulicos, mantendo alta velocidade e precisão nos movimentos.

A expectativa da Abiplast é que o setor de transformados plásticos invista cerca de R$ 2 bilhões na compra de novos equipamentos, ampliando os negócios gerados ao longo deste ano. Na avaliação da entidade, com a retomada no crescimento da economia brasileira, a demanda por produtos plásticos estimada para 2013 será 7% maior do que a observada no ano passado.

Fonte: Feiplastic 2013 / Reed Alcântara Machado

Curta nossa página no

Interplast 2012: Romi expõe sopradora recém-lançada

11/07/2012

Empresa traz para o principal evento do setor na Região Sul a Sopradora ROMI Premium Full e a injetora hidráulica ROMI EN 150

 A Romi apresenta ao público da Interplast 2012 sua mais nova máquina para o setor de sopro, a Sopradora ROMI Premium Full. O equipamento, que produz frascos em geral, oferece alta eficiência e produtividade, para fabricação de embalagens de até 5 litros.

Durante o evento, os visitantes também poderão conhecer a injetora ROMI EN 150 para PVC, máquina equipada com servobomba, que garante melhor performance do sistema hidráulico, resultando em baixo consumo energético e reduzido nível de ruído. Ela é voltada para a produção de peças de pequeno e médio porte, com aplicações de até 170 toneladas.

Segundo o diretor da área de Máquinas para Plástico, William dos Reis, a Interplast é uma feira de extrema importância para o Sul do Brasil, região que se destaca pelo grande potencial e desenvolvimento industrial. “Queremos reforçar a presença da companhia nessa região, demonstrando assim nosso amplo portfólio de máquinas para processamento de plástico.”

A Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico será realizada entre os dias 20 e 24 de agosto, das 14 às 21 horas, no Expoville, em Joinville/SC. Durante o evento, a Romi colocará toda a estrutura da companhia à disposição dos seus clientes, como vendas, serviços pós-venda, reforma de máquinas, entre outros.

Fonte: Indústrias ROMI

Curta nossa página no

Interplast: Bekum do Brasil apresenta sua linha de máquinas sopradoras

06/07/2012

A empresa alemã Bekum, especializada na fabricação de máquinas sopradoras para o mercado transformador de plásticos, estreia na Interplast com a apresentação de linha de máquinas 100% fabricadas no Brasil. Produzidas conforme rigorosos padrões de qualidade, as sopradoras da Bekum são conhecidas por sua produtividade, longevidade e resistência ao desgaste e tem capacidade de soprar artigos entre 50 ml e 160 l em mono e multicamada. Em seu estande, a empresa vai expor também peças de reposição para os seus equipamentos.

Além de comercializar máquinas sopradoras, a Bekum conta com serviços pós-venda, vendas de peças e engenharia. “Esse atendimento completo, que vai da venda do equipamento até a assistência técnica e disponibilidade de peças para reposição, é, certamente, um diferencial, que proporciona mais segurança e comodidade aos nossos clientes”, comenta Romi Kuhlemann, gerente de marketing da Bekum.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Pintarelli apresenta sopradora da nova linha Starmaq

06/07/2012

A Pintarelli Industrial vem se firmando como fabricante de máquinas sopradoras por extrusão contínua, com mais de 60 equipamentos das linhas Starmaq, Soprática e Versátile fornecidos ao mercado nacional. Tratam-se de células automatizadas, para os mais variados segmentos de embalagens, que destacam-se pela qualidade, produtividade e  relação custo x benefício.

Focalizada em atender as necessidades e contribuir com o crescimento de seus clientes, a Pintarelli Industrial, em parceria com a Blufer Tecnoplast, tradicional fabricante de periféricos para a área de sopro, oferece soluções completas permitindo a formação de célula produtiva com sopradoras totalmente automatizadas, do sopro até a embalagem final dos frascos soprados.

Na Interplast 2012, a Pintarelli Industrial apresentará um modelo da linha de sopradoras Starmaq totalmente automatizada com periféricos fabricados pela Blufer Tecnoplast. A nova linha foi totalmente reestilizada, está mais robusta e com força de fechamento maior. Desenvolvida para atender a NR-12, permite um maior número de cavidades na mesa de sopro. O sistema hidráulico foi projetado para ter o melhor desempenho em termos de velocidade de trabalho, com controle proporcional e menor geração de ruído. O comando por IHM gráfica de 10 touch screen permite o acesso rápido a todos os parâmetros operacionais. Outro grande diferencial é o baixo consumo de energia e a possibilidade de incrementar mais cavidades com maior velocidade em célula totalmente automatizada.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Eastman e Bekum realizam palestra e demonstração no Senai de Jundiaí sobre o processo de extrusão-sopro e aplicações de resinas de copoliéster.

18/11/2011

A Eastman Chemical do Brasil e a Bekum do Brasil realizaram no dia 8 de novembro, no SENAI Jundiaí, um Open House para convidados. Os participantes assistiram uma palestra dada pelas duas empresas envolvendo aspectos técnicos e possíveis usos para resinas de copoliéster .

Após a palestra, os convidados foram encaminhados a uma sopradora Bekum  que operava com a resina GN001, da Eastman, para produção de garrafas de 500ml sem alça. O GN001 é uma resina de PETg direcionada para o processo de extrusão sopro, conferindo ao produto final boas caracteristicas de transparência e brilho.

 As resinas copoliéster GN001 e EB062 são materiais transparentes, de fácil processamento, que se adequam muito bem aos equipamentos de extrusão-sopro. Por serem resinas obtidas de matérias primas da linha de produção do PET, podem ser recicladas junto com este, podendo, inclusive, ter o número “1” de reciclagem.

 “Os nossos copoliésteres não possuem plastificantes ou geram qualquer tipo de gás tóxico durante seu processamento. Possuem FDA para contato com alimentos, e não necessitam de materiais especiais para limpeza da máquina ou para suas paradas”, afirma Mauro Kohler, Representante da Área de Assistência Técnica da Eastman.

Fonte: Eastman

Romi leva injetoras e sopradora à Plastech Brasil 2011

12/08/2011

A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, apresenta algumas de suas principais linhas de injetoras e sopradoras na Plastech Brasil 2011.

A companhia irá demonstrar, durante o evento, a injetora ROMI EL 300, um equipamento totalmente elétrico, com baixo consumo energético, que se adapta facilmente a salas limpas e é voltado para produção de peças de alta precisão. A injetora ROMI EN 150, voltada para diversas aplicações, também é composta por servobomba, recurso que permite a redução do consumo energético em relação à máquina com bomba de vazão variável.

Já a sopradora ROMI PET 230 automática é um equipamento para sopro de pré-formas com alta produção de frascos e garrafas para linha de bebidas, cosméticos, limpeza e frascos de uso geral.

Apresentando ao público gaúcho dois lançamentos da linha de injetoras, o diretor de Comercialização de Máquinas da empresa, Hermes Lago, afirma: “A Plastech está crescendo e a participação da Romi no mercado da região Sul também. Acreditamos que esse evento vai colaborar com o crescimento dos resultados da companhia em 2011.”

Outra máquina Romi em exposição será a injetora ROMI P220, que estará demonstrando uma injeção de peça no estande do SENAI.

Máquinas Romi na Plastech:

Injetora ROMI EL 300 Aplicação – máquinas elétricas que se adaptam facilmente a salas limpas. Apresentam baixo nível de ruído e são indicadas para produção de peças de alta precisão com baixo consumo de energia. Capacidade – 300 toneladas de força de fechamento, 745 g de capacidade de injeção.Essa série de máquinas propicia elevada relação desempenho/consumo energético, permitindo uma melhor relação entre produção (kg/h) e consumo energético (kW). É um projeto novo, dotado de componentes e insumos de alta confiabilidade e tecnologia.

Injetora ROMI EN 150 Aplicação – máquina de uso geral destinada a diversas aplicações: injeção de peças técnicas, utilidades domésticas, brinquedos e embalagens. Capacidade – 150 toneladas de força de fechamento, 380 g de capacidade de injeção. Diferencial – a série ROMI EN é composta por máquinas com servobomba, recurso que permite a redução do consumo energético em relação à máquina com bomba de vazão variável. O funcionamento é baseado na variação da rotação do motor: quando a máquina é exigida, o motor fornece a potência necessária ao movimento; quando a máquina está em tempo “de parada”, ou seja, num momento em que não é exigida, o motor permanece praticamente em descanso. Nessa fase, o consumo energético se aproxima muito ao de uma lâmpada convencional.

Sopradora ROMI PET 230 automática Aplicação – equipamento para sopro de pré-formas com alta produção de frascos e garrafas para linha de bebidas, cosméticos, limpeza e frascos de uso geral. Capacidade – produção de frascos e garrafas com capacidade volumétrica de até 3 litros. Dimensões – permitem moldes de duas cavidades de até 3 litros cada. Diferencial – equipamento de alta produtividade, com processo 100% automático, bem compacto em uma construção monobloco, robusto e preciso. Na Plastech 2011 estará produzindo garrafas de 500 ml para água mineral, com uma produção estimada em 1.500 garrafas por hora.

Sobre a Romi – A Indústrias Romi S.A. , fundada em 1930, é líder de mercado na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais. A empresa fabrica máquinas-ferramenta, principalmente tornos mecânicos e centros de usinagem, máquinas injetoras e sopradoras de termoplásticos e peças feitas de ferro fundido cinzento, nodular ou vermicular, que são fornecidos em estado bruto ou usinado. Os produtos e serviços da Romi são vendidos mundialmente e utilizados por uma grande variedade de indústrias, tais como a automotiva, produtos de consumo geral e indústrias de máquinas e equipamentos industriais e agrícolas.

 Fonte: Assessoria de Imprensa – PlastechBrasil 2011

 

Romi leva sopradora ROMI PET 230 para a 27ª Fispal Tecnologia.

07/06/2011

A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, participa, de 7 a 10 de junho, da Fispal Tecnologia 2011, demonstrando a sopradora ROMI PET 230 automática. A máquina é voltada à fabricação de garrafas ou frascos para as indústrias de bebidas e refrigerantes, água mineral, óleos comestíveis, molhos, cosméticos, condimentos e produtos de higiene e limpeza. Durante o evento, que será realizado no Parque Anhembi, o equipamento estará soprando pré-formas de garrafas de 500 ml para água mineral, com produção estimada em 2,5 mil garrafas por hora.

Sopradora ROMI PET 230 automática

Aplicação – equipamento para sopro de pré-formas com alta produção de frascos e garrafas para linha de bebidas, cosméticos, limpeza e frascos de uso geral.

Capacidade – produção de frascos e garrafas com capacidade volumétrica de até 3 litros.

Dimensões – permitem moldes de duas cavidades de até 3 litros cada.

Diferencial – equipamento de alta produtividade, com processo 100% automático, bem compacto em uma construção monobloco, robusto e preciso.

Fonte: RP1 C0municação

Agência de Fomento Paulista emite mais de R$ 5 milhões em Cartas de Crédito durante a Brasilplast

19/05/2011

Pequenos e médios empresários puderam contar com baixas taxas de juros para expandir seus negócios. Linha Economia Verde foi destaque para financiar reciclagem e desenvolvimento sustentável.

A presença da Agência de Fomento Paulista na Brasilplast atingiu bons resultados ao financiar o desenvolvimento sustentável das pequenas e médias empresas paulistas, assim como a compra de equipamentos. As Cartas de Créditos emitidas na feira atingiu o valor de R$ 5 milhões. A Feira ocorreu do dia 9 a 13 de maio no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

O primeiro financiamento efetuado pela Agência de Fomento Paulista na BrasilPlast foi firmado entre a Pavan Zanetti – Indústria Metalúrgica Ltda., localizada no município de Americana, em São Paulo, e duas empresas do Rio de Janeiro de um mesmo empresário, Raízes Indústria e Comércio de Embalagens e Serviços Ltda. – voltadas, respectivamente, para o financiamento de máquinas destinadas ao setor de embalagens plásticas para cosméticos e óleos lubrificantes de carro, no valor de R$ 1,6 milhão.

A presença da Agência de Fomento Paulista na BrasilPlast incentiva  a realização de negócios pois opera com taxas de juros abaixo das do mercado  atendendo assim às necessidades dos empresários interessados em expandir seus negócios. É o caso da Pavan Zanetti, fabricante de sopradoras e injetoras para plásticos, da cidade de Americana, que fechou a venda de duas das suas mais modernas máquinas para o empresário carioca, Roberto Ávila.

Segundo Newton Zanetti, diretor da Pavan Zanetti, a participação da  Agência de Fomento Paulista como agente financiador é indispensável para que o sucesso de eventos semelhantes à BrasilPlast ocorra. “Faltam opções de serviço de crédito para que possamos atender também os pequenos e médios empresários”, relata o diretor. “Obter crédito rápido a juros tão baixo e com prazos mais extensos para pagar é a oportunidade que todo empresário procura e a Agência de Fomento Paulista oferece “, frisa.

Com o financiamento a fabricante Pavan Zanetti terá seu setor de produção diretamente beneficiado. “Hoje, com 205 funcionários, o número de trabalhadores da indústria irá aumentar por conta do negócio fechado”, conta Zanetti. Segundo ele, o financiamento realizado pela Agência de Fomento Paulista fará com que, em breve, novas contratações sejam efetuadas para preencher o quadro de funcionários da nova sede da Pavan Zanetti, a ser inaugurada ainda este ano. As duas Cartas de Créditos aprovadas são no valor de R$ 1,2 milhão e  R$ 420 mil.

A linha de financiamento para a compra de máquinas e equipamentos apresentada na BrasilPlast conta com uma taxa de juros de 0,65% ao mês (+IPC/Fipe) e prazos que podem chegar até 5 anos, com 12 meses de carência, a mesma adiquirida pelo empresário Roberto Ávila para a compra das máquinas da Pavan Zanetti. “As taxas oferecidas são muito abaixo do mercado. É o apoio indispensável que todo empresário como eu necessita. A Agência de Fomento Paulista foi capaz de possibilitar a concretização dos planos de expansão das minhas indústrias”.

Presente na BrasilPlast, Carlos Nogueira, Diretor Financeiro da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), entidade parceira da Agência de Fomento Paulista, também defende os benefícios oferecidos. “O objetivo é um só – buscar o desenvolvimento das cidades do Estado e não há instituições que ofereçam tantas facilidades como a Agência de Fomentos”.

É a Agência de Fomento Paulista colaborando para o desenvolvimento de setores produtivos da econômia do Estado de São Paulo,  gerando novos postos de trabalho, geração de renda e de novos empregos.

Linha Economia Verde
A linha de financiamento Economia Verde tem como objetivo financiar projetos sustentáveis e que beneficiem o meio ambiente como o fortalecimento da indústria de reciclagem do plástico. Os pequenos e médios empresários de São Paulo contam com uma taxa abaixo da encontrada no mercado para projetos de ampliação e compra de máquinas e equipamentos. Os juros são de 0,49% ao mês (+IPC/Fipe), com prazo de até 5 anos e 12 meses de carência.

Fonte: Assessoria de Imprensa BRASILPLAST

Foto (crédito): Getty Images

Romi promove leilão de máquinas e equipamentos

17/03/2011

Empresa vai leiloar diversos tipos de máquinas a preços atrativos, entre as quais Injetoras,  Sopradoras, Tornos e Centros de Usinagem.

Agendado para o dia 23 de março de 2011, a Romi anuncia um leilão público presencial e online de máquinas seminovas, usadas, equipamentos e materiais de estoque. Neste leilão, um lote composto por um torno CNC Centur 30D V.4.0 x 1.000mm A2-6″ Siemens terá uma vantagem extra: a garantia de três meses.

O pregão oficial será realizado às 12 horas no Maici’s Place, localizado na Rua Pernambuco, 478, próximo à Avenida Tiradentes, em Santa Bárbara d’Oeste, interior do Estado de São Paulo. Quem não puder ir até o local terá a possibilidade de participar do leilão simultaneamente pela internet. Os interessados pelo pregão online podem se cadastrar pelo site www.milanleiloes.com.br e já começar a registrar seus lances.

A visitação aos lotes disponíveis poderá ser feita nos dias 17, 18, 21 e 22 de março de 2011, das 8 às 16h e, no dia do leilão, das 8 às 12h. Os lotes encontram-se na unidade Matriz e na unidade Distrito da Romi, em Santa Bárbara d’Oeste, SP. Alguns dos lotes encontram-se em Manaus, AM.

Entre os destaques dos quase 120 lotes oferecidos, estão centros de usinagem vertical Discovery 760, torno convencional Tormax 30B, tornos CNC Centur 30G, Centur 30D, Multiplic 35D, ROMI G 280 Fanuc, injetora de plástico Prática 130 e 170 e Sopradora Maxtec Especial.

Informações para visitação:

Matriz Romi: Lotes 087 a 104 e 108 ao 119 – Avenida Pérola Byington, 56 Centro – Santa Bárbara d’Oeste – SP
Unidade Distrito: Lotes 001 a 086 – Rodovia SP-304 km 141,5 – Santa Bárbara d’Oeste – SP
Manaus: Lotes 105 a 107 – Av. dos Oitis, 5699, Distrito Industrial II, Manaus – AM

Informações ou agendamento de visitas pelo telefone (11) 3845-5599 ou pelo site www.milanleiloes.com.br

Fonte: Romi

Através de sua marca Sandretto, Romi participará da importante feira K 2010, que se realiza em Düsseldorf, Alemanha.

01/10/2010

Presente na Feira K 2010, na Alemanha, a Romi apresentará ao mercado europeu as novidades da sua linha de máquinas para plásticos da conceituada marca Sandretto. É a primeira participação da Companhia no evento após a aquisição das operações da italiana Sandretto em 2008. A feira K 2010 será realizada entre os dias 27 de outubro e 3 de novembro de 2010, no pavilhão Messe Düsseldorf GmbH, na Alemanha.

“A participação nesta que é uma das maiores feiras mundiais do setor de máquinas para processamento de plásticos demonstra a consolidação internacional das operações da Romi através de sua marca Sandretto, que hoje possui uma rede própria de distribuição e de serviços pronta para atender aos importantes mercados e unidades de produção da Europa e do resto do mundo”, afirma Hermes Alberto Lago Filho, diretor de Comercialização da Romi.

Em seu estande de 400 m², a Romi vai expor as máquinas EL 220, da linha Técnica; a Nove HPF 200, da linha para embalagem e um lançamento para Aplicação Geral.

Fonte: Indústrias Romi

Romi leva sopradora e injetora para Interplast 2010

18/08/2010

A Indústrias Romi S.A.,  empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, participa da Interplast 2010 com duas máquinas das suas linhas de sopradoras e injetoras para plástico. Em seu estande de 120 m2 estarão expostas, em plena operação, a sopradora ROMI JAC Compacta 5TS e a Injetora ROMI Prática 220. A Interplast acontece entre 23 e 27 de agosto, no Megacentro Expoville, em Joinville, Santa Catarina.

Sobre a Romi
A Indústrias Romi S.A. (Bovespa: ROMI3), fundada em 1930, é líder de mercado na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais. A companhia está listada no segmento de “Novo Mercado”, que é reservado para sociedades com o mais alto grau de governança corporativa na Bovespa. A empresa fabrica máquinas-ferramenta, principalmente tornos mecânicos e centros de usinagem, máquinas injetoras e sopradoras de termoplásticos e peças feitas de ferro fundido cinzento, nodular ou vermicular, que são fornecidos em estado bruto ou usinado. Os produtos e serviços da Romi são vendidos mundialmente e utilizados por uma grande variedade de indústrias, tais como a automotiva, produtos de consumo geral e indústrias de máquinas e equipamentos industriais e agrícolas.

Fonte: Indústrias Romi / Messe Brasil