Posts Tagged ‘Sindiplast-ES’

Sindiplast-ES premia empresas e estimula inovação no setor de Plásticos do Estado

01/11/2018

Inovações reduziram custos, desenvolveram as equipes, aumentaram a produtividade e o potencial de faturamento das empresas

As empresas Plasvit e a Sacaria Serrana foram as vencedoras da segunda edição do Prêmio InovaPlast, promovido pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES). Os ganhadores foram conhecidos na noite de terça-feira, 23 de outubro, durante a solenidade de abertura da 11ª Semana do Plástico, na Findes.

A premiação é destinada a micro, pequenas, médias e grandes empresas associadas que implementaram práticas inovadoras nas categorias Produtos, Processos e Modelo de Negócio. A escolha dos vencedores foi feita por uma comissão julgadora com membros de entidades como Findes, Sesi-ES, Senai-ES, Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), e que avaliou critérios como relevância; benefícios econômicos, ambientais e de segurança do trabalho; método; grau de desafio e/ou dificuldade e impacto inovador.

A Plasvit venceu na categoria Produto, com o projeto “Tampa Pet 1881”, que diminuiu em 20% o custo com matérias-primas para a produção de tampas sem reduzir a qualidade do produto. A empresa ainda inovou no processo de impressão das logomarcas dos clientes nas tampas, que passou a ser feito diretamente no molde do produto em baixo relevo, aumentando a segurança contra reproduções ilegais.

Outro resultado foi a diminuição do tempo do ciclo de injeção em 2,5%, possibilitando o aumento da produção e do potencial de faturamento da empresa. “Este projeto nos mostrou que é possível se diferenciar no mercado, por isso iniciamos a aplicação de novas idéias em outros produtos”, afirmou o diretor comercial da Plasvit, Ramon Scardua.

Já a Sacaria Serrana foi duplamente premiada nas categorias Processo, com o projeto “Mais com Menos”, e Modelo de Negócio, com o programa “Mico gestão aqui não”. A diretora geral da empresa, Juliana Prado, explicou que a empresa contou com várias consultorias no último ano e implementou diferentes mudanças visando melhorias na produtividade e na própria cultura da organização.

“Tivemos um ano de muito empenho, com mudanças na linha de produção, otimização do quadro funcional, mentorias para reposicionar a empresa no mercado, mudança na política de vendas, entre outras. Aumentamos em 200% a nossa produtividade, trabalhamos o treinamento comportamental dos profissionais e remodelamos nossas equipes”, destacou.

De acordo com o presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Regio, a segunda edição do Prêmio InovaPlast teve um aumento nas inscrições que chegou a 42% em relação ao ano de 2017. “Este prêmio é um incentivo à melhoria contínua, para que as organizações busquem introduzir novos produtos no mercado, otimizem processos de produção e logística e aprimorem métodos de gestão organizacional, de maneira a crescerem e desenvolverem o setor como um todo aqui no Estado”, pontua.

A 11ª Semana do Plástico é o principal evento da indústria capixaba de Transformados Plásticos e terminou no sábado, 27 de outubro, reunindo autoridades, empresários, profissionais da indústria e estudantes, em uma programação com workshops, rodada de negócios, minicursos e palestras.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Anúncios

11ª Semana do Plástico do Espírito Santo coloca o plástico em debate a partir da próxima semana

19/10/2018

O setor de Transformados Plásticos do Espírito Santo participa na próxima semana de mais uma edição da Semana do Plástico. O evento promovido pelo Sindiplast-ES será realizado entre os dias 23 e 27 de outubro, na Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e em unidades do Sesi-ES e Senai-ES. Entre os atrativos da programação estão palestras, workshops, Interface Setorial e Dia de Lazer e Cultura.

A abertura oficial do evento está marcada para as 19h de terça-feira, 23, no Salão da Indústria da Findes, que será o ponto de encontro de empresários e parceiros do setor, além de reunir representantes do poder público e de entidades ligadas à indústria e ao segmento de Plásticos. Durante a cerimônia, serão premiados os vencedores dos prêmios Honra Mérito Empresarial, InovaPlast, Melhor Aluno Escola do Plástico e Gincana do Plástico (Tampinha Legal), promovidos para valorizar o segmento e destacar iniciativas de empreendedorismo, inovação, qualificação e consciência ambiental.

O presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Regio, ressalta a importância do evento para aprimorar as práticas de gestão nas empresas e desenvolver, ainda mais, o setor de Transformados Plásticos. Segundo ele, a programação foi pensada, entre outros fatores, para discutir ideias que possam levar a redução de custos e a melhorias de produção das indústrias do setor no Estado.

“Nosso objetivo é fortalecer a imagem do plástico diante da sociedade, promover inovação, buscar novas parcerias e nos aproximarmos de empresas que já são parceiras. A temática deste ano, O Plástico no Agronegócio, foi escolhida por acreditarmos que o agronegócio é um grande eixo de sustentabilidade da economia nacional que pode se desenvolver, ainda mais, com as inovações tecnológicas de nosso setor”, pontua.

Qualificação e relacionamento para empresários e profissionais da área

Esta será a 11ª edição da Semana do Plástico que, já em seu primeiro dia, 23 de outubro, às 10h, no Salão da Indústria da Findes, contará com a Interface Setorial – iniciativa que busca gerar mais negócios regionais. O encontro reunirá empresários de diferentes Arranjos Produtivos Locais e contará ainda com a palestra “Perspectivas da Economia para o Setor de Transformados Plásticos”, ministrada pelo assessor Econômico da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Marcos Nascimento.

À noite, durante a solenidade oficial de abertura do evento, será a vez de Daniel Fleischer, analista de Relações Institucionais da Braskem, apresentar a palestra “Plástico: vilão ou solução” para os convidados.

Na quarta-feira, dia 24, de 13h30 às 17h30, no Plenário da Findes, haverá o workshop “Compliance como diferencial para a competitividade”, realizado por meio do Programa PicPlast, de capacitação para empresários. Já na quinta-feira, 25, mais um workshop acontece das 14h às 16h, no auditório Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes). Com o tema “O Plástico no Agronegócio”, será ministrado por representantes da Braskem e do Instituto Senai de Inovação e realizado em parceria com instituições do agronegócio.

De terça a sexta-feira, no período noturno, ocorrerá ainda curso e palestra técnica para alunos da Escola Senai do Plástico, com os temas “Avançado em injeção para preparadores e reguladores de máquinas” e “Otimização do Processo de Injeção”.

Espaço para Lazer, Cultura e Família

Para encerrar a semana mais importante para o setor de Plásticos do Estado, o clima será de descontração com a tradicional PlastKids e Dia de Lazer e Cultura. Os profissionais e empresários das empresas associadas ao Sindiplast-ES poderão levar seus familiares para uma confraternização que acontece, a partir de 13h, no Sesi de Jardim da Penha, em Vitória.

Incentivando a criatividade e a cultura, serão apresentados os vencedores do Concursos de Desenho e Redação, promovido com familiares dos colaboradores do setor e destinados a crianças de 7 a 12 anos, em duas categorias específicas para as faixas etárias. Haverá, ainda, brincadeiras, jogos, gincanas e atividades lúdicas desenvolvidas para o entretenimento e a integração.

Programação Completa

23/10 (Terça-feira)
10h às 15h – Interface Setorial com Palestra “Perspectivas da Economia para o Setor de Transformados Plásticos” – Salão da Indústria
19h – Cerimônia de Abertura: Palestra: “Plástico: vilão ou solução” e Premiações dos Prêmios Honra Mérito Empresarial, InovaPlast, Melhor Aluno Escola do Plástico e Gincana do Plástico (Tampinha Legal) – Salão da Indústria

24/10 (Quarta-feira)
13h30 às 17h30 – Picplast: Capacitação para Empresários e Workshop “Compliance como diferencial para a competitividade” – Plenário da Findes

25/10 (Quinta-feira)
14h às 16h – Workshop: “O Plástico no Agronegócio” – Auditório Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes).

De 23 a 26/10 (terça a sexta-feira)
Palestras Técnicas “Otimização do Processo de Injeção” e minicurso “Avançado em injeção para preparadores e reguladores de máquinas” – Escola Senai do Plástico Antônio Carlos Torres

Entrega de Medalhas aos participantes da 2ª Gincana Tampinha Legal nas Unidades Operacionais Sesi/Senai ES – Sesi / Senai ES

27/10 (Sábado)
13h às 17h – Plastkids – Dia de Lazer e Cultura – Sesi Jardim da Penha

Fonte: Abiplast

Curta nossa página no

Empresários do setor de Plásticos do Espírito Santo participam de feira tecnológica do setor em Joinville

17/08/2018

Associados ao Sindiplast-ES visitam a Interplast 2018 para conhecer novas tecnologias, fabricantes e fornecedores do setor

Empresários do segmento de Plásticos capixaba estão presentes na Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, a Interplast 2018, que vem acontecendo desde o dia 14 e 17 de agosto, em Joinville, em Santa Catarina. O evento é referência em tecnologia e está apresentando diversos lançamentos exclusivos do setor.

A missão técnica foi articulada pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES), com as presenças dos empresários Pércio Brito, da BigFlex; Ronaldo Esteves e Mário Cezar Pereira da Silva, da Topplastic; e Jackley Maifredo, da Embalarthe. Conduzindo o grupo, estará o diretor do Sindiplast-ES, Juscelino José de Oliveira, da Agrofit.

Para Juscelino de Oliveira, a missão técnica é importante para os empresários terem contato com diversos fabricantes e fornecedores de matéria-prima e conhecerem a tecnologia utilizada por indústrias de outros estados e países. “As novas tecnologias contribuem para melhorar o trabalho das indústrias, por serem capazes de diminuir os custos que temos”, destaca.

Em sua última edição, a Interplast reuniu cerca de 21 mil visitantes e expositores de 17 países, com soluções em matéria-prima, máquinas, equipamentos, acessórios e serviços. Simultaneamente à feira, também acontece o Congresso de Inovação Tecnológica, a Conferência sobre embalagens PET, workshops de expositores, Rodada de Negócios e a EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos para a América Latina. A estimativa é a geração de R$ 200 milhões em negócios durante o evento.

Segundo o presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Regio, as melhorias dos processos industriais e as amplas possibilidades de soluções para o setor apresentadas pela Interplast reforçam junto ao empresariado e a sociedade que a indústria de Plásticos está se desenvolvendo para enfrentar os desafios atuais. “A Interplast reúne toda a cadeia do plástico em um único espaço, tornando-se o ponto de encontro do segmento na América Latina. Nossa participação visa a capacitação, a busca por inovação e tecnologia, sempre de olho na retomada da economia”, afirma.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Workshop sobre Indústria 4.0 reúne empresários do setor de Plásticos do Espírito Santo

18/06/2018

Os empresários do setor de Plásticos capixaba participaram na última quinta-feira, 14, do workshop “Inserção da indústria capixaba na nova era da manufatura: Indústria 4.0”, promovido pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES), em parceria com a Instituto Senai de Tecnologia (IST), o Senai-ES, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes).

O evento foi realizado no Senai Vitória e apresentou os fundamentos da nova configuração industrial, informando como funciona, as tecnologias utilizadas e os caminhos para sua implementação. Segundo o presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Régio, o objetivo é abrir novas possibilidades de mercado e de técnicas de produção para que as indústrias de plásticos do Estado sejam mais competitivas e produtivas.

O workshop foi conduzido pelo especialista em Gestão de Organizações Inovadoras pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Luciano Raizer Moura, que vem desenvolvendo um programa de Pós-Doutorado sobre o tema no Instituto Fraunhofer, na Alemanha. Dentre as informações apresentadas por ele, inclui-se a avaliação da maturidade da Indústria 4.0, com demonstração e aplicação do modelo e análise dos resultados.

As empresas Technip, Prysmian, Fibrasa, Agrofit, Fibravit, BigFlex, Topplastic, Embali, Ciclo, Sacaria Serrana, Duralevi e Maifredo Embalagens foram algumas das presentes no evento, além de outras organizações parceiras. “Acreditamos que uma das formas de se alcançar a competitividade é seguir a trilha tecnológica, como na Indústria 4.0”, destacou o presidente do Sindiplast-ES ao falar sobre a importância do evento.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Entidades e empresários do setor plástico do Espírito do Santo articulam parceria para estimular o uso do Plástico na Agricultura

22/03/2018

Representantes do Sindiplast-ES, Incaper, Ifes, Ceasa, entre outras instituições, estão articulados na promoção do projeto Plástico na Agricultura, que estuda soluções em plástico para a área da Agricultura, visando o aumento da produtividade e a competitividade dos produtores rurais e o desenvolvimento do setor de Plásticos capixaba.

O último encontro realizado pelo grupo, no dia 13 de março, na Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo, contou com a participação de especialistas da Braskem, que apresentaram o potencial do plástico na Agricultura. O encontro reuniu representantes de instituições e empresários que atuam no Agronegócio do Espírito Santo.

Na ocasião, foi discutida uma parceria entre o Incaper, a Braskem, o Ifes e os empresários do setor para a realização de uma pesquisa aplicada, visando à ampliação dos sistemas de irrigação que utilizam lona de plástico nas lavouras de cacau e café. Em outros países, a iniciativa já é comum, mas no Brasil o sistema ainda é pouco utilizado.

O presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Régio, ressalta a importância da ação para o setor de Plásticos. “Poderemos potencializar o uso de soluções sustentáveis do plástico no agronegócio, o que impulsiona a competitividade do Agronegócio e da Indústria do Plástico no Estado. O Sindiplast-ES vem exercendo sua missão de atuar como indutor do desenvolvimento sustentável da Indústria de Plásticos no Espírito Santo, ao apoiar projetos que estimulem a expansão do setor”, afirma.

Para o diretor técnico do Incaper, Mauro Rossoni Junior, o projeto Plástico na Agricultura aborda de maneira eficaz como o plástico pode ser reaproveitado de forma consciente e ecológica. “O projeto ainda possui um longo caminho a ser percorrido, mas demonstra grande vantagem, tanto para a agricultura quanto para o setor de Plásticos. O uso do plástico no setor Agrícola é grande, por isso é importante gerar ações sustentáveis”, declara.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast – ES

Curta nossa página no

Sindiplast-ES lança prêmio para estimular a cultura da inovação em empresas de Transformados Plásticos

07/10/2016

Com o objetivo de estimular a cultura da inovação nas empresas de Transformados Plásticos do Espírito Santo, o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado (Sindiplast-ES) acaba de lançar o Prêmio Plast-Inova 2016. A premiação é voltada para micros, pequenas, médias e grandes empresas associadas à entidade e que desenvolvam produtos, processos ou modelos de negócios inovadores em sua atividade econômica.

A apresentação dos trabalhos pode ser feita até o dia 21 de outubro, através do preenchimento e envio do formulário de submissão do projeto para o e-mail sindiplastes@sindiplastes.org.br. Cada empresa poderá inscrever até três trabalhos, desde que sejam de autores diferentes.

“Nosso objetivo é que sejam apresentadas práticas inovadoras nas categorias Produtos, Processos e Modelo de Negócio desenvolvidos por empresas capixabas. É um trabalho que estamos realizando em conjunto com nosso Comitê de Inovação para tornar essas práticas públicas e para que sirvam de modelos para outras empresas”, afirma o presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Régio.

Ele explica que, na avaliação dos projetos, serão levados em consideração requisitos, como: relevância técnica em termos de inovação, qualidade e produtividade para a empresa; ganhos econômicos, ambientais e de segurança no trabalho; método aplicado no desenvolvimento e implantação do projeto; grau de dificuldade na implantação; e impacto inovador do projeto para clientes e colaboradores.

A seleção dos projetos irá ocorrer até o dia 28 de outubro, feita por uma comissão julgadora formada por representantes da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), do Senai-ES, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho do Espírito Santo (Sectti – ES), da TecVitória, da Fundação Espírito-Santense de Tecnologia (Fest), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Ifes-Embrapii.

Os cinco melhores trabalhos receberão certificados de Menção Honrosa e o primeiro colocado de cada categoria receberá o troféu “Prêmio Empresarial de Inovação”, confeccionado pelo artista plástico Rubens Szpilman. A premiação será na cerimônia de abertura da 9ª Semana do Plástico ES, no dia 7 de novembro, na Findes, em Vitória.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Vitória (ES) sedia encontro sobre compósitos

16/05/2016

No próximo dia 19/05, em Vitória (ES), o auditório da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (FINDES) será palco do 3º Encontro Regional, evento promovido pela Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO), em parceria com o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (SINDIPLAST-ES).

O encontro na capital capixaba contará com apresentações de trabalhos sobre tecnologias de processamento dos compósitos, materiais largamente consumidos pelas indústrias da construção civil, transporte, eólica e aeroespacial, entre outras. Há mais de 50 mil aplicações de compósitos catalogadas em todo o mundo, a exemplo de tubos, tanques, componentes automotivos, cascos de embarcações e pás eólicas.

Com abertura de Gilmar Régio, presidente do SINDIPLAST-ES, o 3º Encontro Regional também terá palestras sobre gestão de empresas e logística reversa dos compósitos. Na parte da manhã, dois grupos ainda visitarão as instalações da fabricante de resinas Novapol, localizada na cidade de Serra.

Confira, a seguir, a programação completa do 3º Encontro Regional:

  • 9h-12h – Visita à fábrica da Novapol
  • 13h30 – Abertura – Gilmar Régio (SINDIPLAST-ES)
  • 14h – “Crise ou transformação: foco na gestão e estratégia”, Gilmar Lima (ALMACO)
  • 14h30 – “Logística reversa: uma realidade”, Paulo Camatta (ALMACO)
  • 15h – “Sistema construtivo em compósitos”, Erivelto Mussio (MVC)
  • 15h30 – Coffee break
  • 16h – “Bacia sanitária ecológica a vácuo”, Filipe Rocio (Embrafi)
  • 16h30 – “Compósitos de SMC na construção civil – case Novapol”, Alexandre Jakelaitis (Novapol)
  • 17h – “Compósitos: evolução dos materiais, processos e tendências”, Waldomiro Moreira (Global Composites)
  • 17h30 – Tira-teima

As inscrições são gratuitas (vagas limitadas) e devem ser feitas pelo e-mail marketing@almaco.org.br ou fone (11) 3719-0098.

Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – por exemplo, fibras de vidro –, os compósitos são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química, associados à liberdade de design.

Fundada em 1981, a ALMACO tem como missão representar, promover e fortalecer o desenvolvimento sustentável do mercado de compósitos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Almaco

Curta nossa página no

Presidente do Sindiplast-ES faz balanço do setor de plásticos do Espírito Santo e fala das perspectivas para 2016

08/02/2016

Sindplast-es-nevitonO presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo, Neviton Helmer Gasparini (foto), fez um balanço do cenário da indústria de Plásticos no Estado e falou das perspectivas do setor para 2016. Gasparini destacou o trabalho feito pelo Sindicato para fortalecer a indústria local e no apoio aos empresários em busca de alternativas para manter a competitividade frente ao cenário de instabilidade político-econômica. Confira na entrevista a seguir:

Que balanço pode ser feito do ano de 2015 para o setor de Transformados Plásticos do Espírito Santo ?

O ano de 2015 não foi fácil para o empresário do setor de Plásticos. Foi um ano que exigiu esforços extras para evitar demissões e encolhimento, especialmente devido à retração na indústria de Alimentos e Bebidas e na Construção Civil, nossos principais mercados. Muitos utilizaram suas reservas, mas elas também acabam. Por outro lado, algumas áreas do setor intensificaram seus negócios, como a indústria de soluções para armazenamento de água, que se beneficiou da crise hídrica e fechou o ano mais fortalecida.

Nesse contexto apresentado, quais foram as principais realizações do Sindiplast-ES para o fortalecimento do setor ?

É exatamente nesse contexto desafiador que o Sindicato deve intensificar suas ações. Por isso, 2015 foi um ano muito produtivo. A principal ação foi, sem dúvida, a inauguração oficial da Escola Senai do Plástico Antonio Carlos Torres, iniciativa que buscávamos há alguns anos e que se concretizou.  Além disso, o Sindiplast-ES realizou mais uma edição da Semana do Plástico ES; intensificou as visitas aos associados; inscreveu e teve quatro práticas sindicais pré-selecionadas para compor a 1ª Edição do Banco de Boas Práticas Sindicais da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Em outras frentes, articulou e promoveu parcerias para cursos in company, missões técnicas nacionais e internacionais; reduziu a inadimplência; representou o setor em fóruns locais, nacionais e internacionais; promoveu a interiorização do Sindicato, com palestras e exposição itinerantes em municípios fora da Região da Grande Vitória, como Aracruz, Linhares, São Mateus, Colatina e Cachoeiro Itapemirim; finalizou o Plano de Trabalho e orçamento do Sindicato para 2016; entre outras ações.

Quais são as perspectivas do setor para o ano de 2016 ?

Em 2016, o setor deve manter o pé no freio e continuar buscando alternativas para sustentar a sua competitividade. Acredito que será um ano mais conservador, mas temos que nos manter otimistas e buscar opções para o crescimento mesmo que o cenário seja adverso.

O cenário é o mesmo em relação às perspectivas do setor em âmbito nacional ?

A indústria do Plástico em todo o Brasil tem a consciência de que os problemas políticos e econômicos enfrentados pelo País vão continuar afetando o setor. Mas esta é uma visão geral, que pode variar de acordo com o tipo de produção de cada empresa. Algumas vão sentir mais, outras vão sentir menos, sendo que haverá aquelas que poderão crescer dentro deste cenário. As expectativas mais otimistas para 2016 são de que o setor se mantenha estável com relação a 2015.

Que conduta deve o empresariado adotar para que 2016 seja um ano melhor ?

Os empresários devem continuar buscando alternativas dentro de suas possibilidades. Este é um momento em que o esforço empregado na busca de novos mercados deve ser maior. É hora de colocar o pé na estrada e ir atrás dos clientes em potencial. Também é importante estar disposto a ouvir e estreitar o relacionamento com clientes e parceiros; de discutir, planejar e executar estratégias para a conquista de novos mercados. Do mesmo modo, é preciso preparar-se tecnologicamente e ter como foco a excelência da qualidade dos serviços. Para esses últimos pontos, é essencial que os empresários busquem certificações para suas empresas, um significativo diferencial competitivo, e que qualifiquem suas equipes.

Quais são os projetos do Sindiplast-ES para este ano ?

Nosso ano será de continuidade às ações que já estão sendo realizadas. Trabalhamos para garantir mais oportunidades de negócios para os empresários e para fortalecer o setor dentro do Espírito Santo. Para isso, manteremos o diálogo com outros setores e empresas e articularemos com eles encontros de negócios. Assim como já tem sido feito, iremos promover cursos de aperfeiçoamento e qualificação de acordo com a demanda das indústrias e para isso intensificaremos as visitas às associadas para verificar suas necessidades. Não podemos esquecer que este também será um ano de eleições no Sindiplast-ES, portanto, um trabalho de prestação de contas vem sendo preparado para que a transição de gestão seja feita da forma mais transparente possível.

Fonte: Assesoria de Imprensa – Sindiplast (ES)

Curta nossa página no

Senai-ES e Sindiplast-ES inauguram Escola do Plástico no Espírito Santo

29/10/2015

SindiplastES

Será inaugurada oficialmente nesta quinta-feira, 29 de outubro, a Escola Senai do Plástico “Antonio Carlos Torres”. A iniciativa faz parte da programação da Semana do Plástico ES, evento que ocorre de 26 a 31 de outubro para fortalecer e dar mais visibilidade ao setor de Transformados Plásticos do Estado do Espírito Santo.

A instituição é resultado de uma parceria entre o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) e a Federação das Indústrias do Estado (Findes), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-ES). Com capacidade para formar, capacitar e atualizar cerca de 800 profissionais por ano, a Escola Senai do Plástico já está em funcionamento em uma área de 600 metros quadrados, no Senai Civit I, na Serra, com ambientes de sala de aula teórica, laboratório e área fabril.

“Desde 2012, são ministrados diferentes cursos da grade da Escola Senai do Plástico, mas o projeto não estava totalmente finalizado e muitas atividades práticas eram realizadas por meio de parcerias com as indústrias do setor, através de visitas técnicas e atividades in company”, explica o presidente do Sindiplast-ES, Neviton Helmer Gasparini.

Para o gerente do Sesi-Senai Civit, Leonardo Afonso Mello, esse foi um período importante para o trabalho e com resultados satisfatórios. “Tivemos retornos positivos por parte dos alunos e das empresas do segmento, que têm reconhecido o esforço do Senai-ES e do Sindiplast-ES nesse projeto. Nosso objetivo é capacitar os profissionais do setor do Plástico da melhor maneira possível”, afirma.

Os investimentos na Escola do Plástico chegarão a R$ 4 milhões. Somente em maquinário e nas instalações, já foram investidos R$ 1,8 milhão, o que coloca a instituição entre as mais modernas e bem equipadas do País para as atividades práticas e teóricas voltadas para o segmento de Transformados Plásticos.

A instituição também permitiu a realização de cursos inéditos no Espírito Santo, dentre eles o curso Técnico em Plásticos, com duração de dois anos, cuja primeira turma se formou em julho deste ano e a segunda turma está em andamento. Quando totalmente implantada, a Escola Senai do Plástico terá capacidade de oferecer cerca de 50 cursos de formação, capacitação e aperfeiçoamento, que serão ministrados de acordo com a demanda do setor no Estado.

Reivindicação antiga do segmento de Plásticos

A Escola Senai do Plástico “Antonio Carlos Torres” atende a uma reinvindicação antiga do setor de Plásticos do Espírito Santo, que sempre demandou por mão de obra qualificada para aumentar a competitividade das indústrias. O projeto da instituição foi idealizado pelo diretor para Assuntos Tributários e ex-presidente do Sindiplast-ES, Leonardo de Castro, que iniciou, no ano 2010, as negociações junto à Findes para a implantação da instituição de ensino.

Em novembro de 2013, a Pedra Fundamental da Escola Senai do Plástico foi lançada. Deste então, Senai-ES e Sindiplast-ES trabalham no levantamento de demandas de cursos na área e na compra e instalação de toda a infraestrutura necessária para o completo funcionamento da escola.

Grade de cursos da Escola Senai do Plástico Antonio Carlos Torres

  • Técnico em Plásticos.
  • Preparador e regulador de máquinas de corte e solda.
  • Preparador e regulador de máquinas de sopro.
  • Preparador e regulador de máquinas injetoras.
  • Preparador e regulador de máquinas extrusoras e granuladora.
  • Preparador e regulador de máquinas de termoformagem.
  • Preparador e regulador de máquinas de roto moldagem.
  • Laminação spray-up.
  • Mecânica para tubos flexíveis.
  • Preparador e regulador de impressoras Dry Off Set.
  • Reciclagem do plástico.
  • Segurança na operação de máquinas injetoras.
  • Práticas operacionais.
  • Ferramenteiro.
  • Manutenção de máquinas mecânicas.
  • Manutenção elétrica.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

P​​arcerias e novas frentes de trabalho intensificam ações do setor de Transformados Plásticos no Espírito Santo

06/07/2015

Uma parceria firmada entre o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES) terá como resultado um diagnóstico completo do setor de Transformados Plásticos no Espírito Santo. A análise identificará, entre outros quesitos, os principais produtos do setor, o volume de investimentos previstos e as necessidades de qualificação.

Além do diagnóstico, o Sebrae-ES propôs um projeto de acompanhamento de quatro anos para o setor, envolvendo consultoria, gestão, missões técnicas, acessos a feiras, entre outras atividades. O acompanhamento e o diagnóstico serão gratuitos aos associados do Sindicato. Já as atividades que podem ter custos maiores, como as missões técnicas, por exemplo, terão subsídio de 80% do valor total.

Para tratar especificamente dessa parceria com o Sebrae-ES, o Sindiplast-ES criou um Grupo de Trabalho (GT), formado pelo presidente e pelo superintendente do Sindicato, respectivamente, Neviton Gasparini e Agostinho Miranda Rocha, pela analista do Sebrae-ES, Ana Paula Berquo, e pelos representantes de empresas associadas: João Klinger (Bigflex), Eduardo Barbosa Lima (Sacaria Serrana), Felipe Rocio (Embali) e Cynthia Pinheiro Marinho (Thermopor).

Uma primeira reunião do Grupo de Trabalho foi realizada no dia 03 de junho, e definiu o eixo básico e os principais quesitos do diagnóstico que será realizado pelo Sebrae-ES. “Nossa expectativa é de que até o final de 2015 já tenhamos essa pesquisa pronta, a qual trará todo o mapeamento das indústrias do setor e informações tais como força de trabalho, volume de investimentos previstos e até mesmo o volume de resíduos retirados da natureza pelas empresas de reciclagem”, explica o superintendente do Sindicato, Agostinho Miranda Rocha.

Novas frentes de trabalho

Além do Grupo de Trabalho que trata da parceria com o Sebrae-ES, o Sindiplast-ES criou mais dois GTs: GT de Compósitos e GT de Rotomoldagem. O GT de Compósitos está trabalhando para trazer uma pós-graduação e cinco cursos da área de Compósitos para o Estado por meio de uma parceria com a Associação Latino Americana de Materiais Compósitos (Almaco).

Já o GT de Rotomoldagem irá prospectar e identificar o potencial da área de Rotomoldagem no Estado, além de identificar equipamentos da área para a Escola do Plástico. Outra novidade é que o GT de Recursos Humanos, antes coordenado pela gerente de RH da Flexibras, Yêda Vietchesky, passou para a coordenação do diretor da Fibrasa, Giuliano Castro.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Sindiplast-ES chama atenção para eficiência energética nas empresas

20/05/2014

A atual situação energética nacional, com períodos de baixos níveis nos reservatórios de hidrelétricas e alto custo da tarifa de energia, tem preocupado ao empresários do setor do Plástico, já que o gasto com energia interfere diretamente na competitividade das empresas.

Há dois anos, o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) realizou uma parceria com o Sebrae-ES para a aplicação de um programa de eficiência energética nas empresas associadas, com consultoria para o uso racional e inteligente da energia. Algumas empresas aderiram, mas o resultado ainda não foi considerado satisfatório pelo Sindicato.

“Estimamos que o custo com energia elétrica deve aumentar de 15% a 20% até agosto deste ano. O uso eficiente deste bem é a melhor maneira de evitarmos perda de competitividade, por isso, mais uma vez estamos chamando a atenção do empresariado do setor para buscarem a redução dos custos diretamente no processo de produção”, enfatiza o presidente do Sindiplast-ES, Neviton Helmer Gasparini.

Neviton complementa que o serviço de consultoria pode realizar a análise tarifária e orientar quanto à redução de perdas de calor em equipamentos e tubulações, correção do fator de potência, troca de motores, aquisição de novas máquinas, troca de lâmpadas, entre outros. “A atitude deve partir do próprio empresário através de um diagnóstico de eficiência energética e com investimentos para a redução do consumo”, finaliza o presidente do Sindiplast-ES.

Fonte: Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Sindicato da Indústria de Plásticos do Espírito Santo realiza Semana do Plástico

21/10/2013

O maior evento do setor do Plástico no Estado, a Semana do Plástico ES, ocorreu entre os dia  07 e 19 de outubro, com ações em diferentes locais da Grande Vitória. O evento contou ainda com uma programação complementar, com atividades específicas que acontecem até o mês de novembro.

Em sua sexta edição, a Semana do Plástico ES discutiu o tema “O Plástico e a Sociedade”. A programação buscou atender demandas do setor e da sociedade em geral, com momentos de educação socioambiental, capacitação, fortalecimento do associativismo e integração entre os profissionais da Indústria do Plástico.

“Há alguns anos, a Semana do Plástico ES era uma utopia. Surgiu de uma conversa em que se discutia uma forma de motivar o industrial a participar das ações do Sindicato. Hoje, o evento cresceu e evoluiu. Fez a diferença para o setor depois de implantado”, destaca o presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES), Neviton Helmer Gasparini.

A solenidade de abertura do evento acontece às 19h, na Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), em Vitória.

Capacitação durante o evento

Os empresários e profissionais da Indústria do Plástico capixaba puderam aproveitar a Semana do Plástico ES para se capacitarem. O evento contou com workshops ministrados nos dias 08 e 09 de outubro pelas maiores fornecedoras de matérias-primas e insumos para produção do setor, a Braskem e a Cromex, e pelas empresas Pavan Zanetti e Refrisat.

Dentre os temas que foram apresentados, estiveram: “Tecnologia dos polímeros”; “Otimização do consumo energético na moldagem de termoplásticos por injeção”; “Pigmentação dos polímeros” e “A importância da refrigeração nos processos de moldagem”. Os workshops foram realizados no Senai-Civit, na Serra.

“As formas de aplicações das matérias-primas e insumos do setor são amplas e, muitas vezes, o empresário desconhece todos esses aproveitamentos. Os workshops apresentaram essas aplicações, orientando as indústrias para que aumentem sua eficiência. Foi uma oportunidade para o diálogo diretamente com os fornecedores, em que puderam tirar dúvidas, debater dificuldades e demandas, e ainda visualizar a possibilidade de novos negócios”, enfatizou o vice-presidente do Sindiplast-ES, Hudson Temporim, responsável pelas capacitações.

Exposição e integração

Além de workshops, a programação oficial contou com a exposição “O setor do Plástico no ES”, que exibiu produtos de 40 empresas do setor e permaneceu por 15 dias no hall de entrada da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), em Vitória. A abertura da mostra aconteceu no dia 07. O objetivo foi apresentar aos demais segmentos de mercado, o que o Espírito Santo produz em termos de embalagens, tubos flexíveis, frascos e componentes, artefatos injetados e fibra de vidro.

Palestras educativas e estande na Semana de Ciência e Tecnologia

Pela primeira vez em suas edições, a Semana do Plástico ES conta com uma programação complementar que estenderá as ações do evento até o mês de novembro. Como parte dessa programação, está a participação do Sindiplast-ES na 10ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, de 22 a 25 de outubro, na Praça do Papa, em Vitória. O Sindiplast-ES estará com um estande na tenda principal do evento e promoverá uma mesa redonda, no auditório central, para discutir o tema “O Plástico e a Sociedade”.

O diretor Especial de Meio Ambiente do Sindiplast-ES, Romário Corrêa Araújo, destaca que assuntos como as aplicações do plástico no dia a dia, consumo consciente, e efeitos e benefícios do Plástico Verde estarão em pauta durante o debate. Já o estande do Sindiplast-ES apresentará vídeos de processos de produção e exibirá a exposição “O setor do Plástico no ES”, apresentando ao público da feira o que o Espírito Santo produz no setor de Transformados Plásticos, assim como a tecnologia na produção.

Fonte: Contatus Comunicação

Curta nossa página no

Sindiplast-ES prepara mais uma edição da Semana do Plástico do Espírito Santo

13/07/2012

Semana do Plástico 2011

O Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) está organizando uma programação especial para a Semana do Plástico ES 2012, que acontece de 01 a 06 de outubro, em Vitória. Neste ano, o tema principal será “O Plástico e suas Aplicações”.

Segundo o presidente do Sindiplast-ES, Leonardo de Castro, a novidade ficará por conta da reunião bimestral da diretoria da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), que ocorre no primeiro dia da Semana do Plástico ES como parte da programação.  Após o encontro, o secretário de Desenvolvimento do Espírito Santo, Márcio Félix, fará uma apresentação aos empresários destacando as oportunidades de investimentos no Estado.

A programação do evento também contará com exposição de produtos das indústrias do plástico, rodada de negócios, palestra e seminário de formação e capacitação. A tradicional festa de integração dos profissionais da indústria, o Dia de Lazer, também está confirmada.

A Semana do Plástico ES está em sua quinta edição. O evento tem o objetivo de dar mais visibilidade ao setor de transformação do plástico do Espírito Santo, mostrar o aspecto econômico e social do produto e valorizar a responsabilidade socioambiental, com o envolvimento de toda a sociedade, empresários, profissionais do setor e instituições públicas e privadas.

Fonte: Contatus Comunicação

Curta nossa página no