Posts Tagged ‘Simpesc’

Presidente do Simpesc destaca importância de Santa Catarina no setor de transformação de plásticos brasileiro

24/04/2014

 Estado tem mais de 900 empresas de transformação de resinas plásticas em produtos essenciais para a vida humana

simpescEm 2013 foram produzidas no Brasil 980 mil toneladas de produtos plásticos transformados, com um faturamento de R$ 12,2 bilhões, números que expressam a magnitude do mercado de plásticos no País.

E Santa Catarina tem um papel muito importante neste cenário, com mais de 900 empresas de transformação de resinas plásticas em produtos essenciais para a vida humana. O Estado é produtor de embalagens de alimentos, artigos de transporte, produtos para construção civil, autopeças, partes para produtos eletrônicos, eletrodomésticos, utilidades domésticas, produtos descartáveis etc..

“Em nossa mais recente medição chegamos a um número de 32 mil empregados diretamente nas fábricas. Certamente o setor emprega outro tanto indiretamente. Santa Catarina é o único estado em que o nível de produção per capita é equivalente ao de países desenvolvidos. A nossa diferença reside justamente no fato de termos grandes empresas em diversas sub-regiões, cada uma com sua especialidade: o Sul em descartáveis, o Norte em produtos para construção civil e peças técnicas e o Oeste em embalagens”, destaca o presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina (Simpesc) Albano Schmidt.

Santa Catarina também é apontada como celeiro de áreas promissoras para a indústria de transformação de plásticos. “Entendemos que ainda há espaço para crescimento em todas as áreas. Mas o que nos chama mais atenção são as autopeças, pois nosso Estado deve passar a ser em breve um pólo da indústria automobilística”, aponta Schmidt.

E é em Joinville, maior cidade do Estado que será realizada a oitava edição da Interplast, a principal feira do segmento plástico do Brasil realizada nos anos pares. Contará com mais de 500 marcas expositoras, abrangendo soluções e tecnologias nos segmentos de máquinas e equipamentos, transformadores, ferramentarias, embalagens, matéria-prima, periféricos, design e serviços, distribuídos em 21 mil m² de área.

Em paralelo à feira acontece o Cintec 2014 Plásticos – Congresso de Inovação Tecnológica -, organizado pela UniSociesc, e que reúne cerca de 400 congressistas em 20 palestras e seis minicursos.

A Interplast tem promoção e realização do Simpesc (Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina) e apoio da Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) e da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Anúncios

Especialista americano retorna ao Brasil para apresentar seminário “Troubleshooting – Resolução de Defeitos em Injeção de Plásticos”

14/09/2012

Seminário “Moldagem Científica” em Joinville, em Dezembro de 2010

O especialista americano em injeção de plásticos, Bill Tobin, apresentará o seminário “Troubleshooting – Resolução de Defeitos de Moldagem em Injeção de Plásticos” no próximo mês de novembro, nas cidades de São Paulo,  Caxias do Sul, Belo Horizonte, Joinville e Manaus. Bill Tobin já esteve no Brasil anteriormente em 2010 e 2011, apresentando o seminário “Moldagem Científica”, o qual foi muito bem recebido pelos participantes.  Entre os 240 profissionais que assistiram a “Moldagem Científica” no Brasil,  mais de 90 % avaliaram o seminário como sendo Ótimo / Bom e informaram que estariam dispostos a assistir outro seminário com Bill Tobin. “Moldagem Científica” foi apresentado em São Paulo, Caxias do Sul, Joinville, Manaus, Rio de Janeiro, Maceió, Curitiba e Porto Alegre.

Neste ano, o seminário “Troubleshooting” será apresentado também em Belo Horizonte dentro da Feira Mecplast, que ocorrerá pela primeira vez em Minas, em conjunto com a Feira de Mecânica MecMinas.

O Seminário “Troubleshooting – Resolução de Defeitos em Injeção de Plásticos”, organizado pela Plassoft Tecnologia Ltda., conta com o apoio da ABIPLAST – Associação Brasileira da Indústria do Plásticos e dos Sindicatos da Indústria do Plástico de São Paulo (SINDIPLAST), do Nordeste Gaúcho (SIMPLÁS), do Estado de Santa Catarina (SIMPESC), do Estado do Amazonas (SIMPLAST), do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM), da Feira do Plástico, Borracha, Ferramentas e Moldes (MECPLAST), da Revista Plástico Sul e do Blog do Plástico.

O seminário ocorrerá nas seguintes datas:

05/11/2012 – Caxias do Sul

07/11/2012 – São Paulo

09/11/2012 – Belo Horizonte

12/11/2012 – Joinville

14/11/2012 – Manaus

Está sendo oferecido um desconto de 15% nas inscrições realizadas até o próximo dia 10 de outubro. Associados aos Sindicatos apoiadores e à Abiplast tem um desconto adicional sobre o valor da inscrição. Para as empresas que efetuarem 4 inscrições, é oferecido o bônus de uma quinta inscrição gratuita. As inscrições são realizadas através do site www.plassoft.com.br/seminario .

O seminário terá tradução simultânea realizada por especialista em plásticos.

Ao concluir o seminário, o participante adquirirá metodologias que poderão ser imediatamente aplicadas no seu trabalho para melhorar a qualidade dos produtos e reduzir custos, eliminando desperdício e geração de refugo e aumentando a lucratividade da empresa onde trabalha. O seminário foi desenvolvido para proporcionar um melhor entendimento do processo de injeção e dos fatores que contribuem para se obter peças defeituosas. Será mostrado também como eliminar ou minimizar esses fatores. A metodologia apresentada para resolver problemas de injeção poderá beneficiar mesmo aqueles profissionais com muita experiência. Os profissionais que mais obterão proveito deste seminário são: os Técnicos de Regulagem, Operadores líderes, Supervisores de Injeção, Engenheiros de produção, máquina e molde e Inspetores e Supervisores da área de qualidade. Todos os participantes receberão um CD contendo o livro de Bill Tobin  “Troubleshooting Injection Molded Parts”.

Bill Tobin é um conferencista, professor e autor internacionalmente reconhecido e muito solicitado para cursos e seminários na área de Injeção de Plásticos. Ele vem apresentando seminários há vários anos em diferentes cidades dos Estados Unidos, China, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, México, Israel, Marrocos, Arábia Saudita e Brasil. Bill Tobin tem mais de 40 anos de experiência na área de Plásticos, Membro Senior da Society of Plastics Engineers, é autor de 23 livros técnicos e mais de 250 artigos técnicos publicados em diferentes revistas especializadas. Ele tem um estilo de treinamento divertido, informativo e cadenciado.

Informações adicionais sobre o evento, inclusive sobre o programa do seminário, podem ser obtidas no site www.plassoft.com.br/seminario, através dos telefones (71) 3351 6880 ou (11) 98580 0212, pelo email info@plassoft.com.br. As informações podem também ser obtidas junto aos Sindicatos regionais que estão apoiando o evento.

Curta nossa página no

Empresários do setor de plásticos reúnem-se em Joinville e reinvidicam isenção tributária para o plástico reciclado.

25/08/2010

Os sindicatos da indústria de plásticos  dos estados de Santa Catarina,  Paraná,  Rio Grande do Sul e  mais de 80 lideranças do setor subscreveram a “Carta de Joinville”  durante reunião realizada paralelamente à Feira Interplast, na sede da SOCIESC.

O segmento de plásticos vai desenvolver esforços no sentido de reinvidicar a isenção da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados para as matérias primas usadas no segmento de reciclagem.  A alíquota atual gira em torno de 5 a 15%.

O setor de reciclagem deseja também que o BNDES disponibilize recursos para as empresas do segmento com faturamento inferior a 10 milhões de reais por ano para modernização do parque fabril e capital de giro.

Da esquerda para a direita: Aladir Vitola (Cirplasul), Felinto Koeber (Simpesc), Manuel Gonzales (Simplast/RS), Djalma Azevedo (Sindiplast/RS), Robson (Induplast/SC), Luiz Henrique Hartmann (Sinplast/RS), Orlando Marin (Simplas/RS), Merehg Cachum (Sindiplast/SP), Albano Schmidt (Fiesc/Simpesc), Denise Dybas Dias (Simpep/PR), Alfredo Schmidt (Abief), Alceu Lorenzon (Sindiplast/SC), Roger Belisário (Arerj/Sindieco), Marcio Vacaro (Sindiplast/SC), Michele Araujo Ferreira (Senado Federal), Dlama Velho Azevedo (Sindiplast/SC), João Durval A. Neto (Simplavi/RS), Moacir Martins (Sociesc)

CARTA DE JOINVILLE

1. INTRODUÇÃO

Este documento chamado de “CARTA DE JOINVILLE” foi elaborado após amplo debate preliminar dos representantes dos sindicatos ligados à categoria de RECICLAGEM, bem como também na reunião de mobilização e organização do setor, realizada no dia 24 de Agosto de 2010 na cidade de Joinville – SC.

O presente documento é uma carta de reivindicação de empresários, entidades e sindicatos abaixo relacionados, ligados ao setor do plástico em defesa da cadeia da reciclagem, setor que vem encontrando extremas dificuldades econômicas.

2. OBJETIVOS E REINVINDICAÇÕES DO SETOR:

A busca de Incentivos fiscais e econômicos para a cadeia de reciclagem no Brasil, principalmente no âmbito do tributo federal IPI, através da aprovação imediata de uma das duas medidas abaixo relacionadas:

1) PL 510/2009 da Senadora Serys Slhessarenko com revisão, acrescentando alterações no atual formato tributário. Consideramos que a isenção do IPI seria a opção mais adequada.

2) Medida Provisória 476/09 com a emenda do relator Deputado Leonardo Quintão, onde as indústrias terão direito a obter crédito presumido do IPI na compra de matéria-prima decorrente de resíduos sólidos, de qualquer tipo de empresa industrial ou comercial (a proposta inicial limitava este crédito apenas a compras de cooperativas).

Consideramos que qualquer das medidas é benéfica ao setor.

Aproveitamos a oportunidade para demandar linhas de créditos facilitadas e específicas para a cadeia da reciclagem, com taxas de juros diferenciadas, para a modernização do obsoleto parque industrial, assim como capital de giro. Relatamos que o programa do Próplástico não contempla o setor em virtude de que a grande maioria das empresas não se enquadram nas exigências do programa.

São signatários desta carta:

Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC); Simpesc-SC; Sindiplast-SC; Sinplasc-SC; Simpep-PR; Sintrofab-PR; SimplasNP-PR; Simplas-RS; Sinplast-RS; Simplavi-RS; Sindieco-RJ; Sindiplast-SP;

Entidades presentes no evento e apoiadoras:

INP, ABIPLAST,  PLASTIVIDA, ARERJ-RJ, SOCIESC-SC, ABIEF, MAXIQUIM, BRASKEM, CIRPLASUL, ABIRP-SP, ANAP-SP, FIESC-SC

Fonte:  SIMPESC / SOCIESC