Posts Tagged ‘Sidel’

Parceria entre Sidel e PearlWater aumenta o desempenho de equipamentos de fim de linha

18/10/2020

19 de Outubro de 2020 – Produzindo uma grande variedade de garrafas de 0,5 L a 1,5 L em uma única linha de embalagem em PET, a Pearlwater Mineralquellen AG (Pearlwater) estava determinada a aumentar a eficiência de sua linha de produção e a qualidade das garrafas através do upgrade do desempenho de sua paletizadora, instalada pela Sidel em 2011. A Sidel afirma que, respondendo a solicitação da Pearlwater, pôde aumentar a confiabilidade e flexibilidade da paletizadora para o processamento de diversos tamanhos de packs e melhorou a eficiência da linha em 5% com maior estabilidade dos packs e pallets.

Fundada em 1993, a empresa suíça Pearlwater é especialista no setor de bebidas e produção de água engarrafada, água aromatizada e refrescos. A água, que é figura central do portfólio de suas bebidas, origina-se de cinco fontes de água mineral únicas nos Alpes do Valais (também conhecidos como Alpes Peninos). A gama de produtos da Pearlwater abrange de marcas econômicas a nobres, com foco na qualidade do produto e produção sustentável. Entre suas marcas famosas, estão as águas engarrafadas “Swiss Alpina”,“Aquina” e “Prix Garantie” – água aromatizada para a marca de rede varejista sustentável “Coop Naturaplan”, assim como refrescos comercializados sob as marcas “Aquina” e “Prix Garantie”.

Desde 2011, a empresa pertence ao Coop Switzerland (Coop), que é um grupo internacional com diversos formatos de comercialização e que inclui empresas de atacado e fábricas. A Pearlwater engarrafa cerca de 100 milhões de litros de bebidas e é uma das 4 principais empresas no mercado de água e refrescos na Suíça.

Modernização da paletizadora

Para manter a eficiência de linhas que já estão em funcionamento e a operação dos equipamentos em um nível avançado ao longo do tempo, é importante preservar e otimizar o desempenho das máquinas. Assim, a Pearlwater recorreu à sua OEM e estava especialmente interessada em como aumentar o desempenho dos equipamentos de fim de linha.

Após analisar o desempenho da linha, os engenheiros da Sidel identificaram que a principal perda de desempenho vinha do processamento de packs de garrafas pequenas, no estágio de paletização. Segundo o diagnóstico, o upgrade do transporte e rotação dos packs de garrafas pequenas permitiria melhorar a qualidade do produto e o tempo produtivo da paletizadora. A Sidel propôs então aprimorar o posicionamento da garrafa na paletizadora com um novo sistema de transporte e rotação de packs, o “Electronic Spacer”. “O upgrade para a paletizadora PalKombi Gripping da Pearlwater se concentrou em um novo módulo de entrada de packs, composto por transportadores de correntes modulares, pelos quais os packs são suavemente transferidos e girados, formando filas antes de serem empurrados para o pallet”, explica Danny Bollnow, Service Sales Manager da Sidel.

Segundo a Sidel, esse novo sistema aumenta o desempenho da paletizadora, maximizando o tempo produtivo e a qualidade dos packs e pallets, bem como diminuindo o tempo de troca para o processamento de novos formatos. A empresa afirma que o sistema reduz descartes e impactos entre packs, quando são espaçados para gerar filas corretas, com menos quedas e danos. Com isso, ele minimiza os tempos de indisponibilidade para intervenção manual para reposicionamento correto dos packs e melhora a qualidade do produto, garante a fabricante do sistema. Com princípios de espaçamento eletrônico, packs menores são posicionados suavemente para formar filas corretas, garantindo a precisão do palete e uma produção mais confiável.

“Estamos muito satisfeitos com a execução do projeto, acompanhamento, e a excelente colaboração que tivemos com a equipe da Sidel”, revela Pascal Collaud, Head of Production & Logistics da Pearlwater. “Graças ao upgrade da paletizadora, não houve apenas aumento da confiabilidade e flexibilidade no processamento de diversos tamanhos de packs, mas a empresa agora também pode produzir packs muito pequenos, como o de 3×2 no formato de garrafa de 250 mL.”

Além disso, logo após a adaptação, a equipe da Sidel realizou um treinamento para os operadores da Pearlwater sobre as novas funções da paletizadora, permitindo que os funcionários rapidamente estivessem aptos a operar o equipamento.

Curta nossa página no

 

Criadores de gado leiteiro na Espanha escolhem envase asséptico em PET da Sidel

23/08/2020

A empresa de laticínios espanhola Andía Lácteos de Cantabria S.L. modernizou sua fábrica em Renedo de Piélagos com a tecnologia de envase asséptico em PET para leite UHT da Sidel.

A Andía Lácteos de Cantabriaé parte do Iparlat Group, que foi criado originalmente pela união espanhola de cooperativas de criadores de gado leiteiro. A empresa envasa principalmente bebidas lácteas comercializadas sob uma marca de varejo espanhola bem conhecida. A mesma varejista deu o estímulo inicial para realizar a troca de embalagem longa vida cartonada e garrafas de PEAD para o envase de leite em PET. Em sua Sidel Aseptic Combi Predis, já em operação, são envasados leite de prazo de validade prolongado (ESL), leite UHT e milkshakes em três formatos (0,25 L, 1 L e 1,5 L), dando à empresa a oportunidade de ampliar seu leque de SKUs.

A Sidel Aseptic Combi Predis, com sua tecnologia de esterilização seca de preformas e tampas, foi integrada a uma linha de envase que a empresa já tinha para garrafas de PEAD. Segundo a Sidel, a integração proporcionou uma produção simples, eficaz quanto ao custo, bem como sustentável e flexível.

“A nova Aseptic Combi Predis de baixa velocidade está funcionando a todo vapor e oferece as melhores condições de segurança alimentar, atendendo perfeitamente a nossos rigorosíssimos requisitos de qualidade de produção”, revela Javier Villafranca, Industrial Director do Iparlat Group. A linha opera atualmente a 9.000 garrafas por hora com eficiência de 97%. Com essa nova linha de embalagem, muitos milhões de garrafas foram produzidas pela Andía Lácteos em 2019. “Conseguimos ampliar nosso portfólio com a produção de novas receitas de leite UHT que antes não podíamos produzir, como leite sem lactose, por exemplo, cuja demanda no mercado tem crescido todo dia. Com essa linha de envase asséptico em PET, poderemos fortalecer significativamente a imagem da nossa marca no mercado espanhol”, explica Javier Villafranca.

As garrafas PET para leite mostraram ser um enorme sucesso, afirma a Sidel. Com o aumento das vendas, a Andía Lácteos de Cantabria decidiu recentemente investir em outra Sidel Aseptic Combi Predis, combinada com a solução de transporte e acumulação Gebo AQFlex®,a fim de aumentar ainda mais sua capacidade produtiva.

Curta nossa página no

Nova linha de PET asséptica e design de garrafa para leite UHT da Sidel impulsiona os negócios da Fattoria Latte Sano na Itália

04/06/2020

Pela primeira vez, a produtora de leite italiana local Fattoria Latte Sano trocou sua produção de leite UHT de embalagens longa vida para as de PET assépticas com uma nova linha de embalagem, que conta com a Sidel Aseptic Combi Predis. Combinada com um novo design de garrafa, essa mudança abre caminho para um crescimento sustentável do negócio com flexibilidade para uma necessidade de produção futura de laticínios sem refrigeração de sua própria marca e de redes varejistas.

Com amor pelo campo e pela criação de gado, a Fattoria Latte Sano tem servido lares na província de Lazio há mais de 70 anos. Localizada a poucos quilômetros de Roma, a empresa se tornou importante e bem conhecida para consumidores e varejistas na região. A Fattoria Latte Sano produz leite, que é coletado em fazendas selecionadas. A empresa comercializa produtos com sua própria marca e também opera como co-packer de laticínios para marcas de varejistas e outras indústrias.

Capacidade de produção de leite incrementada com solução de envase asséptico em PET

Embora o mercado italiano de leite ainda seja dominado pelas embalagens longa vida cartonadas ou de polietileno de alta densidade (PEAD), o envase de leite em PET está se tornando cada vez mais comum no país, oferecendo maior valor agregado na percepção do consumidor.

A Fattoria Latte Sano trocou sua produção de leite de prazo de validade prolongado (ESL) e leite UHT para o material de embalagem PET, que é 100% reciclável. “Uma combinação da demanda do mercado com nossa disposição de buscar uma prática de negócios sustentável serviu de incentivo para que escolhêssemos a solução de embalagem PET asséptica da Sidel com seu sistema integrado de sopro, enchimento e fechamento baseado na tecnologia de esterilização seca de preformas”, comenta Marco Lorenzoni, Presidente da Fattoria Latte Sano.

O fato de vários nomes importantes na indústria mundial de laticínios já ter depositado sua confiança na Sidel contribuiu para a decisão da Fattoria Latte Sano de trabalhar com a empresa. Outro elemento-chave foi a aprovação da Aseptic Combi Predis pela Food & Drug Administration (FDA) em 2017, validada para fabricação e distribuição comercial de bebidas de baixa acidez nos Estados Unidos. Segundo a Sidel, isso fez dela a primeira solução de envase asséptico com a tecnologia de esterilização seca de preformas do mundo. Para a empresa italiana, esse foi um importante reconhecimento do nível de segurança alimentar, reforçando sua confiança ao investir em sua primeira solução asséptica em PET.

A equipe de engenheiros da Sidel colaborou de perto com a equipe da Fattoria Latte Sano para projetar o layout de linha mais otimizado, que ocupa relativamente pouco espaço, bem como para instalar a linha e validá-la. Também deu o suporte para a equipe do cliente aprimorar suas rotinas operacionais e fornecer orientação quanto a boas práticas de fabricação. “Desde o start-up bem-sucedido em janeiro de 2019, a linha de PET asséptica completa mantém os mais altos padrões de segurança alimentar, simplicidade de produção e flexibilidade, bem como os aspectos ergonômicos que buscávamos”, explica Marco Lorenzoni.

Além disso, afirma a Sidel, a linha proporciona liberdade quanto ao cronograma de produção e gama de produtos. Ela pode processar múltiplas SKUs com quatro tipos de leite — integral, semidesnatado, desnatado e orgânico — produzidos assepticamente em garrafas de 1 L e 500 mL com tipos diferentes de rótulos conforme cada marca. A linha também proporciona ganhos ambientais com uma redução significativa no consumo de água e de produtos químicos, garante a Sidel.

Novo design de garrafa PET com contornos de vaca: visual moderno e original

O envase de bebidas lácteas em garrafas PET tem trazido benefícios tanto para produtores quanto para consumidores: desde atender a altos padrões alimentares até proporcionar experiências de consumo diferenciadas. O PET é a solução de embalagem mais sustentável e eficaz quanto ao custo que permite aos fabricantes diferenciar os laticínios nas prateleiras dos supermercados das tradicionais caixas cartonadas ou garrafas de PEAD. A liberdade praticamente ilimitada de design de embalagem que ele proporciona foi muito importante para Fattoria Latte Sano realmente diferenciar a marca da concorrência.

Durante a implementação da linha de embalagem, a Sidel também ajudou a criar o design das novas garrafas PET. Fabricada com material monocamada — para facilitar a reciclagem — e com característicos contornos de vaca na parte superior da garrafa, o novo design confere um visual moderno e original. Segundo a Sidel, a garrafa de 1 L pesa apenas 26 g, pois não há restrições térmicas ligadas ao processo tradicional de enxágue de garrafas, contribuindo para uma economia significativa de PET. Também garante opções de fácil abertura e fechamento, bem como a qualidade e integridade do leite, graças à perfeita vedação entre o gargalo e a tampa sem folha de alumínio, acrescenta o fabricante.

Conforme observado por Luigi Camorali, Account Manager for Sales Southern Europe da Sidel, o processo de criação para a embalagem UHT para a Fattoria Latte Sano foi um marco importante no inteiro projeto de implementação: “Nosso suporte desempenhou um grande papel ao selecionar e qualificar a solução de barreira PET mais adequada para a nova embalagem, e também em recomendar a nosso cliente a solução mais eficaz quanto ao custo para a rotulagem: sugerimos manter o mesmo diâmetro e painel de rotulagem em todas garrafas para minimizar custos adicionais ao trocar os rótulos”, revela Luigi. Os rótulos são aplicados com uma rotuladora Sidel RollQUATTRO Evo, proporcionando a flexibilidade necessária a fim de atender aos requisitos da empresa de laticínios quanto à troca de produtos, aplicação precisa de rótulos e manuseio de frascos leves.

Ao tirar partido da expertise da Sidel em design de embalagens, a Fattoria Latte Sano também buscou ampliar as oportunidades comerciais no segmento de marcas próprias de redes varejistas. “Para ajudar nesse objetivo, o logotipo da empresa foi colocado só no rótulo, em vez de gravado em relevo na garrafa, para que os mesmos frascos em diferentes formatos pudessem ser usados para o envase de bebidas lácteas comercializadas não só sob sua própria marca, mas também outras”, conclui Luigi.

Com uma capacidade de produção de 12.000 garrafas por hora, a linha opera atualmente oito horas por dia, cinco dias por semana com eficiência média superior a 90% para cada formato de garrafa, assegura a empresa. E com seus atributos, a linha oferece à Fattoria Latte Sano uma oportunidade para incrementar a capacidade de produção e ampliar sua participação no mercado de leite UHT.

Curta nossa página no

Na França, Sidel fornece garrafas para álcool em gel a estabelecimentos de saúde locais

27/04/2020

Na luta contra a Covid-19, a Sidel transformou seu centro para desenvolvimento de embalagens PET e soluções de sopro na França em um centro de produção para a fabricação excepcional de garrafas para gel hidroalcoólico. Um primeiro lote de 5.000 garrafas plásticas de PET para o produto antisséptico já foi fornecido ao Hospital de Dijon, e um segundo foi distribuído para farmácias e hospitais da cidade de Le Havre, Normandia.

Na França, assim como em qualquer outro lugar no momento, há grande demanda por gel hidroalcoólico para desinfecção. Assim, o governo francês fez um apelo geral pedindo auxílio quanto à produção desse artigo atualmente em escassez. Várias indústrias bem como hospitais têm atendido ao apelo e estão produzindo o gel. Mas os estabelecimentos de saúde têm enfrentado dificuldades para distribuí-lo aos funcionários, visto que ele tem sido produzido em frascos grandes.

“Com habilidades colaborativas e trabalho ágil e criativo, nossos funcionários engajados conseguiram transformar nosso centro de excelência em um pequeno centro de produção em apenas dois dias”, revela Vincent Le Guen, Vice President Packaging da Sidel. Um primeiro pedido foi recebido do Hospital de Dijon em meados de março, solicitando frascos de tamanho menor para acondicionamento do gel hidroalcoólico. A empresa respondeu rapidamente e encontrou as matérias-primas e parceiras certas para produzir as garrafas, que são fabricadas usando um molde de 500 ml que a Sidel já tinha, preformas fornecidas por uma importante empresa de bebidas e tampas esportivas fornecidas por uma fabricante de tampas. A tampa esportiva permite controlar o fluxo do gel e mantê-lo seguro. Em uma semana, as primeiras 5.000 garrafas PET já foram enviadas ao Hospital de Dijon.

Enquanto isso, outras iniciativas similares foram instauradas. “Entramos em contato com um deputado na Normandia e conversamos sobre como a Sidel poderia dar apoio às instituições de cuidado à saúde locais nessa época desafiadora. O deputado nos informou que farmácias também estão tendo dificuldades na distribuição do gel. Assim, além da garrafa de 500 ml para os hospitais, projetamos rapidamente um formato menor, de 200 ml, que é mais prático para o uso individual e distribuição nas farmácias locais. Ao todo, mais de 1.000 garrafas foram entregues às farmácias locais em 1º. de abril, todas 100% recicláveis e potencialmente recarregáveis após esterilização”, prossegue Vincent.

A Sidel tem priorizado suas atividades e tomado posição no sentido de usar os recursos disponíveis para apoiar a comunidade. Normalmente, o laboratório em Octeville-sur-Mer é um centro de desenvolvimento de embalagens dedicado a auxiliar os clientes da Sidel com suas consultas em relação a opções e viabilidade de design de embalagens PET. A unidade geralmente não é reservada para produção industrial.

“Essa iniciativa é um gesto de solidariedade aos nossos profissionais da saúde. Vai nos ajudar a fazer a diferença em vencer a escassez de suprimentos que surgiu devido à situação atual”, acrescenta Vincent. “A flexibilidade sempre foi destaque em nossas soluções e serviços. Ao trabalhar nesse modo, nossa capacidade de produção semanal é de até 20.000 garrafas, e podemos atender a mais solicitações desse tipo. A Sidel faz um apelo à generosidade de qualquer parceiro comercial em fornecer mais preformas e tampas para manter a continuidade da atividade. Além disso, também estamos preparados para apoiar outras empresas que precisariam de moldes para produzir garrafas em suas linhas de envase, desejando assumir responsabilidade adicional na luta que todos temos contra o vírus”, conclui.

Os funcionários da Sidel estão prontos para produzir várias dezenas de milhares de garrafas para álcool em gel a fim de atender às necessidades locais nas próximas semanas tanto quanto for preciso.

Curta nossa página no

Sidel adquire fabricante de moldes francês Comep

23/07/2019

Em 18 de julho, a Sidel anunciou a aquisição da Cognac Moules Emballages Plastiques (Comep), empresa francesa que produz e desenvolve moldes para PET, fortalecendo o grupo na fabricação de moldes e ferramental. “Estamos confiantes de que a expertise complementar da Sidel e da Comep nos trará mais oportunidades comerciais, oferecendo aos clientes uma escolha ideal de parceiros, capazes de tornar realidade seus requisitos”, declara Pavel Shevchuk, Vice Presidente Executivo de Serviços na Sidel.

A Comep foi criada em 1998 para atuar no desenvolvimento e fabricação de moldes para garrafas PET. Localizada em Salles-d’Angles, França, com mais de 20 anos de experiência no setor, a Comep produz mais de 4 mil moldes por ano para clientes do mundo todo. Com cerca de 60 funcionários, a empresa foi uma das pioneiras nas tecnologias de baixa pressão de sopro.

Expansão para manter o foco em embalagens

“Com essa medida, continuamos na direção que tomamos em outubro de 2018. Na época, fortalecemos a Sidel com a aquisição da PET Engineering, que fornece consultoria de design e estratégia de marca, design de embalagens, bem como serviços de conversão de linha e moldes para a indústria de bebidas” disse Pavel. “Agora, ao adquirir a Comep, ampliamos ainda mais nosso conjunto de recursos e portfólio de moldes e ferramental, a fim de oferecer soluções de embalagem completas aos clientes. A embalagem é, de fato, peça chave de diferenciação para nossos clientes. A Comep também complementa perfeitamente o sólido know-how da Sidel em fabricação de moldes.”, complementou o executivo da Sidel.

A Comep e a Sidel permanecerão concentradas em seus respectivos focos atuais lançando mão de suas capacidades próprias e oferecendo um conjunto de serviços de embalagem para empresas que envasam seus produtos em PET. “Estamos confiantes de que a expertise de cada empresa será fundamental para atender à crescente demanda por soluções de embalagem completas que o setor tem mostrado. E quanto a nós, estamos nos juntando a uma empresa líder mundial no setor de design e fabricação de embalagens”, observa Christophe Amarant, CEO da Comep.

A Comep representará um canal separado para o mercado de moldes e ferramental. Isso significa que a Comep e a Sidel empregarão abordagens comerciais distintas, ao mesmo tempo que irão compartilhar práticas e tirar proveito do desempenho conjunto sempre que possível.

A Sidel é uma das líderes no fornecimento de equipamentos e soluções de serviços para o acondicionamento de bebidas, alimentos, produtos para casa e cuidados pessoais em PET, lata, vidro e outros materiais. Com mais de 40.000 máquinas instaladas em mais de 190 países, a empresa possui 5.500 funcionários no mundo todo.

Curta nossa página no

Solução da Sidel abre o caminho para criação de embalagens de nível “premium” na produção de bebidas envasadas a quente em PET

04/12/2018

Segundo a Sidel, BoostPRIME™ é uma solução exclusiva de embalagem PET, oferecendo uma alternativa para bebidas envasadas a quente em garrafas PET. A empresa afirma que a solução amplia as oportunidades para a “premiumização” do produto e aumento dos rendimentos sem comprometer o desempenho da embalagem nem a experiência de consumo. Essa solução patenteada é voltada para o mercado de porções individuais de JNSDIT (sigla em inglês para sucos, néctares, refrescos, isotônicos e chás) envasados em garrafas PET de até 1,2 L à temperatura de 85-88°C.

De acordo com a Sidel, a solução de embalagem BoostPRIME elimina a necessidade dos restritivos painéis de vácuo ou adição de gás nas garrafas PET, que normalmente são necessários para os recipientes resistirem às temperaturas de enchimento a quente. O formato final da garrafa é obtido com uma inversão ativa do fundo e conta com três características principais com pouco impacto no layout da linha de produção de embalagem:

  • O projeto da embalagem exige especificações precisas da geometria do fundo.
  • O Base OverStroke System (BOSS) possibilita a formação mecânica do fundo da garrafa durante o processo de sopro.
  • O inversor contribui para a inversão do fundo. Essa etapa ocorre depois do enchimento, fechamento, inclinação e resfriamento — e antes da rotulagem. Ela equilibra a pressão negativa decorrente do resfriamento da bebida na garrafa de 85°C para a temperatura ambiente.

“Premiumização”: maior atrativo da embalagem para destacar-se na prateleira

A retirada das restrições técnicas do vácuo nas garrafas oferece liberdade de forma para obter garrafas PET premium diferenciadas. Segundo a Sidel, a solução proporciona um aspecto uniforme às garrafas enchidas a quente e de forma asséptica, compatível com a imagem da marca. Outra vantagem mencionada pela empresa é que qualquer formato característico de garrafa com painéis pode ser facilmente adaptado sem afetar a visão que o consumidor tem do produto. Além disso, amplia o destaque à marca, visto que a superfície de rotulagem das garrafas sem painel de vácuo é mais lisa e contribui para uma identidade visual melhor e mais impactante, garante a Sidel. A qualidade da rotulagem tanto dos rótulos roll-fed como sleeve melhoram muito devido à pressão interna da garrafa durante a aplicação do rótulo.

Melhora nos rendimentos

Segundo a Sidel, a solução de embalagem BoostPRIME reduz bastante o consumo de resina PET: pode diminuir em até 30% o peso das garrafas resistentes ao calor (HR), em comparação com as garrafas PET HR normais. Também proporciona aos produtores uma economia no material de rotulagem, tornando possível mudar de uma aplicação de rótulo sleeve para roll-fed, assegura a empresa. Todos os parâmetros do processo — pressão do ar durante o sopro, resfriamento do ar — são otimizados ao nível máximo de velocidade mecânica. A fabricante afirma que, ao investir na solução BoostPRIME em uma nova linha PET de enchimento a quente para produção de garrafas de 1 L , os produtores de bebidas podem recuperar rapidamente o investimento em um ano, considerando o investimento adicional versus uma configuração tradicional de linha. Ao mudar das garrafas HR normais com painéis de vácuo decoradas com rótulos sleeve para as garrafas leves com rótulos roll-fed, o potencial de redução de peso das garrafas é estimado entre três e sete gramas, além de uma redução de dez vezes nos custos da rotulagem, garante a Sidel.

Qualidade superior da garrafa e desempenho de embalagem ampliado

A solução completa de embalagem gera um processo de sopro e um perfil final do fundo da garrafa uniformes. O resultado é uma garrafa de qualidade superior e excelente experiência de consumo, assegura a Sidel. Embora leve, a robustez da garrafa não muda quando resfriada porque a pressão interna da garrafa resultante da inversão do fundo reduz o risco de deformação. Visto que o recipiente é mais forte e a superfície da parede da garrafa é mais lisa, a qualidade da aplicação do rótulo é particularmente otimizada, afirma a empresa. Além disso, o amplo diâmetro de apoio do fundo aprimora a estabilidade da garrafa através da linha de embalagem e no palete, contribuindo assim para a eficiência da linha

As primeiras linhas BoostPRIME de PET enchido a quente  já operam no México

A solução de embalagem BoostPRIME da Sidel está sendo usada por um cliente importante no México, onde a produção industrial começou com sucesso no início deste ano. Com aproximadamente 50 SKUs em produção, esse fabricante de bebidas já alcançou enorme economia de até 32% no peso das garrafas, afirma a Sidel. Essas bebidas enchidas a quente, incluindo suco, chá e isotônicos são produzidas utilizando uma variedade de configurações de produção: produção off-line e in-line, equipamentos de sopro e enchimento já em uso e novos da Sidel, sopradora Sidel independente e a Combi integrada de sopro-enchimento-fechamento da Sidel, sopradoras SBO Universal e SBO Sidel Matrix™, enchimento com contato e enchimento por medidor de vazão, aplicação de rótulos sleeve e roll-fed. Todas as linhas configuradas para a BoostPRIME podem também produzir garrafas resistentes ao calor tradicionais com ou sem painéis, o que aumenta a versatilidade da solução de embalagem.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sidel

Curta nossa página no </

Almarai instala duas linhas de PET completas da Sidel para atender ao aumento da demanda por sucos na Arábia Saudita

12/11/2018

A Almarai, produtora líder do mercado de bebidas lácteas e sucos no Oriente Médio, entrou em contato com o Sidel Group para ampliar sua capacidade de produção de suco de laranja distribuído através da cadeia de frio. As demandas da empresa priorizavam alta velocidade, confiabilidade da linha, bem como garantia de uma produção de alta qualidade.

Desde a fundação da empresa em 1977, o crescimento da Almarai se deve a investimentos estratégicos que a transformaram na maior produtora e distribuidora de alimentos e bebidas do Oriente Médio, com uma capitalização de mercado superior a 12,5 bilhões de dólares. A estrutura de produção, marketing e distribuição da Almarai permite distribuir diariamente produtos para mais de 110.000 pontos de venda situados nos seis países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) , além de Egito e Jordânia.

Sucos disparam na preferência do consumidor

Quando a Almarai consultou a Sidel, precisava aumentar a capacidade de produção do formato de dose individual (200 ml) dos sucos de laranja envasados em PET e distribuídos através da cadeia de frio (refrigerados). A demanda era consequência direta da preferência manifestada de maneira expressiva pelos consumidores. Uma parte da linha de produtos oferecia vinte opções de sabores, refletindo as tendências mais marcantes do mercado de bebidas da Arábia Saudita. Segundo estudos, a busca de fórmulas mais saudáveis e naturais deverá influenciar consideravelmente as vendas de suco.

A Almarai decidiu instalar duas novas linhas PET completas da Sidel, cada uma delas com capacidade para produzir 54.000 garrafas por hora (gph), na planta central de processamento situada na cidade de Al Kharj.

Soluções de embalagem para maior eficiência

Como a Sidel é tem mais de 35 anos de experiência no setor de envase PET, reunia as qualidades para prestar apoio à Almarai na busca de soluções de fabricação e processamento. As duas novas linhas PET completas instaladas na unidade de produção de Al Kharj – as primeiras encomendadas pela Almarai junto à Sidel – empregam os equipamentos e recursos dos Sistemas de Processamento da Tetra Pak (TPPS, na sigla em inglês). O equipamento de processamento TPPS captura o sabor natural da bebida e garante que seu consumo é seguro, afirma a Sidel.

Anurag Sharma, gerente de vendas da Sidel na Arábia Saudita, explica: “Nosso desafio era encontrar uma solução para garantir maior eficiência e assim fortalecer a rentabilidade e otimizar o Custo Total de Propriedade (TCO, na sigla em inglês). Tudo isso sem abrir mão da alta qualidade dos produtos, que é essencial para a Almarai, tendo em vista o excelente desempenho das vendas de seu suco de laranja. Para alcançar esses resultados com as duas linhas completas, a Almarai optou pela Sidel Combi. Integrando os processos de sopro, enchimento e fechamento em um único sistema, a Combi reduz os custos operacionais e ocupa um espaço até 30% menor que os equipamentos individuais convencionais. Como a solução traz menos máquinas, oferece níveis de eficiência até 4% superiores aos das máquinas independentes, além de consumir menos energia e proporcionar troca de formato mais rápida. Em consequência, os custos operacionais são até 12% menores, economizando mão de obra, matérias primas e peças de reposição.”

As duas Combis instaladas na unidade de Al Kharj são equipadas com uma enchedora SF100 da Sidel, que, segundo a empresa, garante ótima operabilidade e alta produtividade. A Sidel afirma que a válvula de “dupla velocidade” permite obter um desempenho homogêneo e produtos de qualidade, especialmente na fabricação de bebidas com polpa. Além disso, tanto os medidores de vazão magnéticos como as válvulas de enchimento são equipados com êmbolos para garantir precisão, dando maior eficiência ao envase e à limpeza, sem esquecer que o sistema previne entupimentos e facilita a remoção dos resíduos de polpa, garante o fabricante das máquinas. Para assegurar uma proteção ainda maior do produto e facilitar as operações, o compartimento impermeável com filtro HEPA garante higiene, enquanto a limpeza “Cleaning In Place” (CIP) dispensa a intervenção de operadores, graças às garrafas falsas automáticas, complementa a Sidel.

A Combi é completada pela rotuladora RollQUATTRO Evo da Sidel. Utilizando principalmente a tecnologia Roll-Fed envolvente para aplicar rótulos de papel ou plástico com cola quente, a rotuladora proporciona a flexibilidade para atender às necessidades da Almarai em termos de processamento de frascos leves e rótulos finos em altíssima velocidade.

Sistema de final de linha para maior flexibilidade e melhor qualidade do pacote

Como parte das soluções completas disponibilizadas pela Sidel, a Almarai decidiu aplicar as soluções da Gebo Cermex para otimizar o desempenho do final de linha. Foram instalados dois sistemas de empacotamento com filme termoencolhível para controlar três configurações de pacotes: 6×4, 2×3 e 2×3 garrafas em clusters (agrupamentos). Para dar ainda mais flexibilidade em velocidades altíssimas (67.500 gph em sobrevelocidade), uma das empacotadoras de filme termoencolhível processa garrafas retangulares individuais em fluxo massivo, posicionando-as em bandejas e aplicando filme, enquanto a outra opera tanto com garrafas individuais como packs de garrafas agrupadas por meio de pinos de seleção especiais com rolos que identificam os agrupamentos conforme o agregado ou lote de produtos. Para garantir um resultado homogêneo e confiável para a produção de pacotes da mais alta qualidade – verdadeiro desafio devido ao diâmetro reduzido da garrafa –, a máquina foi equipada com uma câmera de inspeção 3D que detecta frascos faltantes na bandeja antes da aplicação do filme termoencolhível. Além disso, a mesa removível de injeção da empacotadora de filme termoencolhível facilita a manutenção e dá estabilidade ao manuseio do filme.

Para garantir maior economia de energia e redução do TCO, os sistemas de empacotamento com filme termoencolhível são combinados com duas paletizadoras EvoFlex® da Gebo Cermex. O sistema de paletização Evoflex tem alimentação de nível baixo capaz de operar com até 12 camadas por minuto e, segundo o fabricante, oferece vantagens significativas em termos de ergonomia, consumo de energia e segurança. A solução é equipada com o AxoSmart, sistema de preparação de camadas criado pela Gebo Cermex para atender às demandas de embalagens mais ecológicas (garrafas mais leves e menos embalagens secundárias) e portfólio de produtos mais variado.

Inteligência operacional

As duas linhas PET completas instaladas na fábrica de Al Kharj são equipadas com o EIT® (ferramenta de melhoria da eficiência) do Sidel Group, sistema de aquisição de dados e inteligência de fabricação. Segundo a empresa, a sua solução registra dados brutos de produção 24h por dia e 7 dias por semana, calcula um grande número de indicadores de desempenho (KPIs), analisa problemas de produção, detecta fontes de perda de eficiência e efetua análises de causa raiz. Atualmente instalado em mais de 70 países, o sistema foi criado para diminuir as paradas não planejadas, reduzir desperdícios e custos, além de aumentar o rendimento da fábrica, pois permite que funcionários de todos os níveis hierárquicos da empresa acessem dados relevantes e acionáveis sobre questões de produção em tempo real. A versão do EIT da Almarai apresenta uma funcionalidade adicional: o módulo ECO, que monitora e mede o consumo de energia, água e outros serviços essenciais no nível do equipamento e da linha. Segundo a Sidel, além de fornecer o custo da energia por unidade produzida, o sistema estabelece correlações entre as tendências de consumo (incluindo energia, água, vapor ou ar comprimido) e ocorrências na linha ou fases de produção a fim de melhorar o desempenho de maneira duradoura.

As duas linhas começaram a operar no último trimestre de 2017, tendo disponibilizado produtos para comercialização a partir desse mesmo período.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sidel

Curta nossa página no

Sidel Group adquire empresa italiana PET Engineering e diversifica portfólio de soluções de embalagem

19/10/2018

Em 11 de outubro, o Sidel Group concluiu a aquisição da PET Engineering Srl, ampliando o portfólio de soluções de embalagem do grupo. “Como a embalagem vem ocupando um espaço cada vez mais importante em qualquer mix de marketing, estamos certos de que a complementaridade das competências da Sidel e da PET Engineering em design, qualificação e processo de sopro de embalagens proporcionará mais oportunidades de negócios para o Sidel Group, além de oferecer uma gama mais variada de parceiros para materializar todas as exigências de criatividade formuladas pelos clientes”, explica Pavel Shevchuk, vice-presidente executivo de Serviços do Sidel Group.

Fundada em 1999 e situada em San Vendemiano, na Itália (foto), a PET Engineering conta com 40 funcionários e fornece uma gama ampla de soluções em embalagem para clientes na indústria de alimentos e bebidas. A empresa ganhou renome graças à criatividade dos designs de suas embalagens e dispõe de conhecimento e expertise do processo de sopro, além de desfrutar da fidelidade de uma clientela global. Sua abordagem integra design, engenharia e industrialização. Além disso, a capacidade de criar um equilíbrio delicado entre viabilidade técnica e criatividade valeu à PET Engineering prêmios prestigiosos na área de embalagem, dentre os quais, o WorldStar Award, na categoria Bebidas, conquistado no ano passado, e o A’ Design Award de ouro na categoria Design de Embalagem, em 2018.

Dois players para oferecer mais soluções

“A PET Engineering está perfeitamente posicionada para ajudar a Sidel a ampliar sua oferta de embalagens, especialmente no que se refere ao design de frascos para água, refrescos, bebidas lácteas e cerveja”, diz Moreno Barel, CEO da PET Engineering. “Com essa aquisição, também diversificamos nosso portfólio de serviços de embalagem a fim de atender melhor às necessidades dos clientes”, completa Pavel. “O design de embalagem tem um impacto determinante na eficiência de toda a cadeia de suprimentos, por isso é um fator decisivo para podermos honrar o compromisso de Performance through Understanding da marca e implementar a estratégia para alcançar esse objetivo. Consideramos que a aquisição representa mais solidez para o Sidel Group.”

O Sidel Group é formado pela união da Sidel e a Gebo Cermex, líderes no fornecimento de equipamentos e serviços de acondicionamento de líquidos, alimentos, produtos para casa e cuidado pessoal em PET, lata, vidro e outros materiais. O grupo conta com mais de 37 mil máquinas instaladas em mais de 190 paísese mais de 5 mil funcionários ao redor do mundo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sidel; Foto: PET Engineering

Curta nossa página no

Empresa chinesa Huanlejia adota embalagem PET para seu leite de coco para reforçar a imagem da marca e a produção

14/09/2018

A Huanlejia, fabricante de alimentos e bebidas de renome na China, iniciou recentemente a produção de seu leite de coco em garrafas PET — anteriormente o produto era envasado em PEAD. Os principais objetivos da mudança eram reforçar a imagem da marca e agilizar a produção. A experiência de 40 anos da Sidel em envase asséptico foi fundamental para a realização do projeto. A nova garrafa PET de leite de coco, já premiada localmente, é produzida em duas linhas completas de envase PET asséptico da Sidel, a um taxa de 48.000 garrafas por hora (gph).

Em 2016, a categoria de bebidas com mais rápido crescimento mundial foi a de líquidos vegetais, como a de coco. O crescimento de valor chegou a 20 por cento. O sucesso dessa nova categoria pode estar ligado à maior demanda do consumidor por bebidas saudáveis e funcionais. Embora a água de coco domine o mercado de águas vegetais e de raízes industrializadas, uma enorme variedade de produtos de menor destaque na categoria vem sendo introduzida, realizando experimentos sofisticados com sabores e preferências do consumidor.

Em um contexto de atitudes de consumo mais saudáveis, as vendas de sucos de fruta 100% integrais, de água engarrafada e de chás vêm aumentando expressivamente, em detrimento da venda de sucos com adição de açúcar. Um bom exemplo dessa tendência é o leite de coco agora em PET da Huanlejia, uma alternativa vegetal às bebidas lácteas vendidas no mercado chinês. A fabricante chinesa de alimentos e bebidas, que emprega mais de 4 mil trabalhadores em suas unidades de produção nas províncias de Guangdong, Hubei e Shandong, com faturamento anual de mais de 3 bilhões de RMB, envasava seu enorme portfólio de produtos em latas, PEAD e vidro. Esta é a primeira vez que a Huanlejia adota as garrafas PET para promover seu leite de coco, anteriormente envasado em PEAD. Com um rótulo termoencolhível desenhado para reforçar o valor da marca e do produto, o leite de coco da Huanlejia envasado em PET foi bem recebido pelos consumidores locais e, inclusive, eleito produto-estrela na Feira de Alimentos e Bebidas de Chengdu 2018, que ocorre anualmente.

Troca bem-sucedida de PEAD para embalagem PET asséptica

Há dois anos, a Huanlejia decidiu lançar o leite de coco em garrafas PET, devido às múltiplas vantagens, tanto do material quanto da linha de produção de embalagens. O PET é resistente, inquebrável, leve, transparente, seguro e, principalmente, 100% reciclável. A garrafa PET garante 12 meses de prazo de validade do leite de coco, dispensando selo de alumínio esterilizado antes da tampa devido à alta segurança de vedação entre o gargalo e a tampa. Desse modo, as garrafas PET não raro melhoram a imagem da marca e a experiência geral do consumidor. Equipamentos capazes de fabricar embalagens a taxas de produção mais elevadas e custos menores, viabilizados pela redução no consumo de energia e matéria-prima também contribuem para o ganho geral do envase com PET. Com esses benefícios em mente, a empresa buscava um parceiro que oferecesse linhas PET assépticas completas.

Do projeto à operação das linhas

Quando a Huanlejia adquiriu as duas novas linhas de envase PET, a reputação da Sidel no setor asséptico foi determinante, afirma a empresa. Outro fator foi a experiência da Sidel como parceiro de soluções completas — desde o preparo, tratamento e envase asséptico do produto até a logística. Adquirir soluções de linha completa de um único fornecedor é uma escolha lógica: simplifica o trabalho do cliente desde a compra, instalação, comissionamento, e principalmente, garante a vida útil e o desempenho da linha.

Quando escolheu a Sidel como parceiro, a Huanlejia passou a conhecer mais amplamente toda a cadeia de suprimentos do PET: desde as tendências do mercado atual e a evolução do gosto do consumidor até os desafios da distribuição de bebidas e as normas locais. Encontrar a solução ideal para a Huanlejia envolvia mais que uma simples escolha de equipamento; exigia uma abordagem flexível na instalação das duas linhas completas de envase PET asséptico.

Duas linhas PET assépticas completas operando a 48.000 gph

A empresa chinesa optou por duas linhas PET assépticas completas com produção de 48.000 gph. Ambas as linhas — que começaram a produzir em Linyi, província de Shandong, e Hanchuan, província de Hubei, entre março e abril de 2018 — são equipadas com a Sidel Aseptic Combi Sensofill, aplicando a descontaminação tradicional úmida de garrafas para garantir a integridade da bebida. Também incluem transportadores Gebo Cermex e paletizadoras automáticas Pal-Kombi. A eficiência global das linhas será monitorada e otimizada com o sistema EIT® (Efficiency Improvement Tool). Esse sistema melhora a produtividade e permite que funcionários em todos os níveis da empresa acessem, em tempo real, dados relevantes e práticos sobre desempenho, qualidade, eficiência, perdas e outras questões de produção.

O Sidel Group é formado pela união da Sidel e a Gebo Cermex. O grupo é líder no fornecimento de equipamentos e serviços de acondicionamento de líquidos, alimentos, produtos para casa e cuidado pessoal em PET, lata, vidro e outros materiais. Com mais de 37 mil máquinas instaladas em mais de 190 países, a empresa tem quase 170 anos de experiência e mais de 5 mil funcionários no mundo todo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sidel

Curta nossa página no

Sidel ajuda produtor brasileiro Algar Agro a desenvolver a “garrafa PET para óleo comestível mais leve do mundo “

23/05/2016

Sidel-linha

Produtor relevante no mercado brasileiro, a Algar Agro trabalhou com a Sidel para reduzir o peso total da sua garrafa de 18 para 14 gramas – uma redução de 22%.

A garrafa foi reprojetada sem quaisquer alterações perceptíveis para o consumidor em sua aparência externa, que já é bem conhecida. No entanto, usando a experiência da Sidel em redução de peso, a Algar Agro pôde alcançar uma economia significativa no peso e na matéria-prima utilizada. Houve também um impacto substancial na minimização do custo para produzir, embalar e transportar o produto acabado, juntamente com a redução do custo total da posse (TCO) do próprio equipamento de produção.

As propostas para otimização da embalagem da garrafa foram apresentads pela Sidel, que também realizou testes de viabilidade para o novo design no seu Centro de Embalagem e Ferramentaria em Guadalajara, no México. A Sidel foi escolhida entre outras empresas concorrentes por causa de sua experiência e conhecimento, bem como pelas propostas concretas apresentadas à Algar Agro durante as discussões iniciais para reduzir o peso da garrafa. Edney Valente Lima Filho, Gerente de Projetos da Algar Agro, explicou: “Nós reunimos os melhores fornecedores da indústria e isso se refletiu nos resultados do projeto. O sucesso da Sidel foi assegurado pelo know-how demonstrado durante a negociação para propor e garantir a nova garrafa de óleo vegetal – a mais leve do mundo “!

Sidel_garrafa_algaragroCom a aquisição de duas sopradoras Sidel Matrix ™ – uma em cada unidade de produção – a Algar Agro acredita que é o primeiro produtor de óleo comestível no Brasil com injeção e sopro integrados no seu processo de produção de PET. As máquinas da Sidel foram instaladas em linhas de engarrafamento produzindo 25.000 garrafas PET de óleo vegetal por hora. A instalação é resultado de um estudo de dois anos para investigar e avaliar a viabilidade do processo de integração da produção e acondicionamento de óleos vegetais.

Sopro Modular traz benefícios

Segundo a Sidel, a sua sopradora Matrix é um sistema de moldagem por sopro modular que permite tempos muito rápidos de troca, menor impacto ambiental, maior eficiência do forno e maior tempo de atividade, tudo isso contribuindo para um menor TCO (custo total de posse). A empresa afirma que, contando com até 200 configurações possíveis, o equipamento oferece qualidade e consistência em todos eles, dando aos produtores a flexibilidade para escolher tamanhos e formas que melhor se adaptem às suas necessidades. Três tamanhos de estações de sopro tornam possível a produção de uma variedade quase ilimitada de formas distintas de garrafas para single-serve (até 750 ml), multi-serve (até 2 litros) ou família estendida de garrafas (até 3,5 litros). Especialmente concebida para reduzir a geração de refugos, a sopradora Matrix também pode automaticamente detectar e eliminar desvios no processo de fabricação da garrafa, afirma a Sidel

A Sidel opera atualmente sete Centros de Embalagem e Ferramentaria em todo o mundo: dois na China e os restantes na França, Índia, Brasil, EUA e em Guadalajara (México). Segundo a empresa, a unidade localizada na segunda maior cidade do México demonstra o foco da empresa em transferir seu conhecimento global para os produtores a nível local e, ao fazê-lo, ajuda a atender à crescente demanda neste mercado. Desde o projeto da garrafa até a engenharia da linha de produção e gerenciamento completo do ciclo de vida, os produtores precisam de soluções e serviços otimizados com maior flexibilidade, reatividade, interação e cooperação.

Óleo comestível produzidos em duas unidades

A Algar Agro é uma empresa privada de produção, processamento e comercialização de soja e seus produtos derivados. As linhas de produção de alimentos da empresa incluem óleo de soja, óleo de oliva, óleo composto, extrato de tomate e molho – alguns produzidos em parceria com outras empresas. Ela é fornecedora tanto do mercado doméstico como para exportação. As atividades da empresa para esmagamento do grão, refino e embalagem do óleo de soja estão concentradas em dois complexos industriais avançados localizados em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e em Porto Franco, no sul do Estado do Maranhão.

Fonte: Sidel

Curta nossa página no