Posts Tagged ‘Selogica’

Arburg fornece décima máquina injetora para produção de Head Up Displays (HUDs) na Continental

08/01/2017

arburg-continental

• A Continental usa a tecnologia e a experiência de Arburg para produzir seus Head Up Displays (painéis informativos projetados no pára-brisa do veículo, no campo de visão do motorista)
• Espelhos esféricos de alta precisão produzidos exclusivamente em máquinas elétricas Alldrive
• Cooperação bem-sucedida no segmento HUD desde 2010

Em novembro de 2016, a Arburg entregou a décima Allrounder à Continental para a produção de espelhos esféricos para HUDs. A empresa tem colaborado desde 2010 com a Arburg de forma exclusiva neste segmento altamente exigente, no qual utiliza exclusivamente máquinas elétricas da série Alldrive especialmente equipadas. A demanda por Head Up displays está crescendo constantemente: a produção anual aumentou em 70% para cerca de 600 mil peças entre os anos de 2015 e 2016. Não há fim à vista para este crescimento.

Os Head Up displays da Continental são instalados em carros de várias marcas em todo o mundo. Eles utilizam espelhos esféricos para projetar no pára-brisas todas as informações relacionadas com a condução (como a velocidade atual da estrada), entrando assim diretamente no campo de visão do motorista – uma contribuição importante para uma maior segurança do condutor. A exibição sem distorções desta informação na tela requer moldes com contornos precisos e superfícies de alta precisão. Durante a produção dos espelhos, é essencial reproduzir com exatidão as diferentes curvaturas de uma grande variedade de pára-brisas de carros.

Cooperação tecnológica desde 2010

A Continental tem utilizado Allrounders no processamento de plásticos desde 1970. Em 2010, a cooperação se intensificou no campo dos Head Up displays, pois a produção de espelhos esféricos tem necessidades extremamente rigorosas em termos de precisão. No caso da parte injetada, o desvio permitido da geometria- alvo é inferior a cinco micra, ou seja, o diâmetro de um cabelo humano.

Por conseguinte, a cooperação tecnológica entre as duas empresas abrange não apenas o design da máquina, mas também a otimização conjunta de processos em termos de seqüenciamento e programação.

As oito primeiras máquinas Arburg, especialmente configuradas para a produção de HUD, foram injetoras Allrounder 720 A, com uma força de fechamento de 3.200 kN e unidades de injeção de tamanho 400 e 800. Duas máquinas Alldrive maiores vieram a seguir, em 2016: as máquinas Allrounder 920 A, com uma força de fechamento de 5.000 kN e unidade de injeção de tamanho 1300, também são usadas pela Continental para moldes de duas cavidades, permitindo que a capacidade de produção seja duplicada.

Allrounders especialmente equipadas

A fim de moldar os espelhos a partir de Copolímero-Cicloolefínico (COC), um termoplástico transparente especial, os Allrounders elétricos da série Alldrive dispõem do recurso de moldagem por injeção-compressão. Um sensor no molde detecta a folga de cunhagem (coining gap) e a pressão interna do molde durante a moldagem por injeção-compressão. O sistema Selogica de controle da máquina monitora esses sinais de medição. O controle de temperatura próxima ao contorno é implementado em até doze zonas individuais de controle de temperatura de molde. O canal da bucha é removido imediatamente no molde. Após o processo de moldagem por injeção, um robô de seis eixos com garra especialmente adaptada remove os espelhos sem dobrá-los e os transfere para uma estação de laser. Aqui, cada peça é marcada com seus próprios dados de produção individuais, de modo que possa ser identificada diretamente e rastreada através da linha de produção. Este passo está em conformidade com as exigências da Indústria 4.0. Em seguida, os espelhos são colocados em uma estação de resfriamento, onde são resfriados de baixo para cima com ar ionizado. Isto é seguido por medição 100% e deposição a vácuo de alumínio altamente refletivo no lado da frente. Todo o processo, incluindo o empacotamento, é totalmente automatizado e ocorre em uma sala limpa. Isto evita, de forma confiável, a contaminação com partículas de poeira.

Avanços contínuos no desenvolvimento

A Continental está agora produzindo sua terceira geração de Head up Displays. As peças moldadas na primeira geração ainda requeriam operações de montagem a posteriori, mas as funções óticas e mecânicas são agora diretamente integradas nas versões atuais. Eles podem ser instalados diretamente na estrutura, o que melhora a eficiência da produção. O desenvolvimento de HUD está se movendo na direção de espelhos maiores, melhor qualidade de imagem, integração de sistemas de assistência e aplicações de realidade aumentada.

Fonte – Arburg

Curta nossa página no

Arburg demonstra produção eficiente na Feiplastic 2013

07/03/2013
  • Elétrica: série EDrive para injeção técnica
  • Específica: Allrounder H híbrida com aplicação de IML (in-mould labelling) para a indústria de embalagens
  • Eficiência: soluções de automação específicas

ARBURG_33430_520ENa Feiplastic, que acontecerá em São Paulo, de 20 a 24 Maio de 2013, a Arburg vai apresentar duas máquinas – uma Allrounder Hidrive H híbrida e um Allrounder EDrive elétrica que satisfaz as necessidades do mercado brasileiro e sul-americano . Por outro lado, as duas máquinas que serão exibidas no Stand H28 são um modelo de eficiência de produção, o tema sobre o qual Arburg está focalizando no mundo todo. A máquina elétrica EDrive apresente uma atrativa relação preço / desempenho e pode ser vista como uma solução de automação. As aplicações demonstradas durante a feira também correspondem aos requisitos da região: a máquina híbrida Allrounder 570 H irá produzir tampas IML de alta qualidade para a indústria de embalagem.

Os transformadores sul-americanos estão interessados tanto no aumento da automação da sequência de injeção como em máquinas elétricas com uma relação preço / desempenho coerente. Não somente as grandes empresas internacionais que operam na América do Sul, mas também os fabricantes nacionais estão cada vez mais se voltando para esse tipo de tecnologia de máquina elétrica. O setor de embalagens também está vivendo um boom na região. A Arburg montou seu stand na Feiplastic em resposta a essas demandas.

Iniciação na tecnologia de máquinas elétricas e de produção automatizada

A série elétrica EDrive é caracterizada por precisão, reprodutibilidade, eficiência energética e minimização de emissões. Devido à sua excelente relação preço / desempenho, a Allrounder Edrive é uma alternativa interessante para a tecnologia de máquina hidráulica e permite uma iniciação econômica no mundo das máquinas elétricas da Arburg.

Durante a feira, uma Allrounder 520E com uma força de fechamento de 1.500 kN e uma unidade de injeção de 400 irá injetar estojos de CD empilháveis, com um molde de cavidade única. As peças serão removidas e arrumadas por um sistema robótico Multilift Select, o qual tem uma configuração fixa adaptada ao tamanho da máquina, tornando-se uma aquisição bastante rentável. Esta célula de produção, na qual todo o equipamento periférico está integrado ao sistema de controle da máquina SELÓGICA, é um excelente exemplo de iniciação -com uma boa relação custo-benefício – no universo da produção automatizada de peças injetadas usando-se a tecnologia de máquinas elétricas.

Esta máquina apresenta também o módulo Assistente de Preparação da máquina (“Setup Assistant”) SELOGICA, que permite uma regulagem das máquinas Allrounder através de um menu-guia, de forma simples, rápida e confiável. Não é necessário um conhecimento detalhado do sistema de controle. O Assistente de Preparação ajuda-o a reduzir tempos de parada e aumentar a eficiência de produção.

Allrounder 570 H produz tampas IML

A segunda máquina pertence à série Hidrive híbrida, a que é notável pela sua alta produtividade, tempos de ciclo curtos e uma elevada eficiência energética, sendo, portanto, predestinada para aplicações de embalagem.

A velocidade e a precisão associadas à tecnologia elétrica são combinadas com a potência hidráulica e dinâmica para desempenhos de produção elevada. Todas as máquinas Allrounder H exibem o rótulo de eficiência energética “e ²” da Arburg como uma indicação de que operam com otimização energética.

A Allrounder híbrida 570 H a ser exibida na Feiplastic tem uma força de fechamento de 2000 kN e uma unidade de injecão de 800. Ela irá produzir tampas de baldes usando o processo “in-mould labelling” (rótulagem no molde), em um tempo de ciclo de cinco segundos. O peso da peça moldada é de 6,1 gramas por tampa, e a quantidade de material processada é de 26 kg por hora. O uso de material transparente e de um filme da Verstraete impresso em ambos os lados proporciona às tampas uma superfície decorativa, tanto por dentro como por fora.

O molde de 6 cavidades é fornecido pela RK Ferramentaria e o sistema robótico para alimentar os rótulos e remover as peçasos são da OK! Automação – ambos fornecedores qualificados do Brasil.

A Arburg pode rapidamente fornecer aos seus clientes os serviços e assistência para obtenção de seu sistema ideal.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no

Arburg e BASF fazem exposição conjunta sobre eficiência energética em injeção durante a feira Fakuma 2011.

05/10/2011

Exemplo de aplicação: Combinação material / máquina que economiza energia. Em uma mostra especial na feira Fakuma 2011 (a ocorrer entre os dias 18 a 22/10/2011 em Friedrichshafen, na Alemanha), o produtor de materias-primas BASF e o fabricante de máquinas injetoras Arburg irão apresentar o tema multifacetado da eficiência energética. Os visitantes no Foyer Leste serão apresentados a medidas para aumentar a eficiência energética em injeção através de toda a cadeia de valor agregado – e além dela -, reduzindo, assim, custos unitários. Usando um plástico especialmente otimizado e a tecnologia de máquina apropriada, as duas empresas irão demonstrar como novos desenvolvimentos podem trabalhar conjuntamente para economizar energia.

Em uma área de exposição de 100 m2, o processo completo de moldagem por injeção será analisado em detalhes, em termos de eficiência energética: desde o projeto da peça até o planejamento de produção. Como um exemplo prático claro, a produção comparativa com dois plásticos diferentes irá mostrar como a eficiência energética pode ser aprimorada pela escolha correta do material. Para esta finalidade, uma injetora elétrica Arburg Allrounder 370 E irá produzir corpos de prova a partir de um plástico padrão e também de um material que foi especialmente melhorado em termos de suas características de fluxo. A função de “medida de energia” existente no sistema “Selogica” de controle da injetora registra o consumo energético do processo.

A comparação torna claro como uma máquina otimizada em termos energéticos, em conjunto com um plástico com características de fluxo melhoradas, podem contribuir para economias de energia significativas no processo de moldagem por injeção. Dependendo do tamanho das peças e das suas geometrias, temperaturas de processamento mais baixas e tempos de ciclo mais curtos resultam em maior eficiência energética, reduzindo assim os custos unitários de produção

Eficiência energética através de um material otimizado.

O novo material com características de fluxo melhoradas da BASF é o Ultramid B3WG6 High Speed (Poliamida 6 com 30% de fibras de vidro). As propriedades de fluxo melhoradas deste material termoplástico permitem uma temperatura de processamento mais baixa, resultando em vários benefícios em termos de economias de tempo, energia e custos.

Propriedades de fluxo melhoradas podem ser aproveitadas de várias maneiras. Estruturas delicadas e peças com paredes finas podem ser preenchidas mais facilmente e com mais confiabilidade, gerando uma queda na taxa de refugo, particularmente no caso de geometrias complexas. A redução significativa na pressão de injeção implica que os moldes serão submetidos a um desgaste muito menor. Isto aumenta o tempo de operação e reduz custos de manutenção. Um fluxo melhorado significa que menos pressão de injeção é requerida para peças grandes, em particular, de modo que a força de fechamento pode ser reduzida, permitindo que os transformadores possam fabricar os seus produtos em máquinas menores. Além disto, menos pontos de injeção ou bicos de sistemas de câmara quente são requeridos nos moldes. Mesmo com paredes finas, é ainda possível produzir peças com um conteúdo de fibra de vidro comparativamente alto.

A simulação de preenchimento no computador mostra a peça que será vista ao vivo durante a Fakuma 2011: um plástico com características de fluxo melhoradas (figura superior) é capaz de preencher adequadamente uma peça complexa, enquanto que um plástico convencional com o mesmo conteúdo de fibra de vidro não consegue realizar o preenchimento à mesma temperatura de processamento (figura inferior). A figura mostra a parte superior de um pião de aproximadamente 10 cm. com uma longa trajetória de fluxo. Com o plástico convencional, a frente de material fundido se solidifica prematuramente, de modo que a peça não é completamente preenchida.

Uma característica especial do Ultramid B3WG6 High Speed é a excelente qualidade da superfície da peça. As propriedades mecânicas do novo material, tais como rigidez e resistência mecânica, são comparáveis àquelas do plástico padrão.

Em termos de eficiência energética, o uso do novo material reduz o calor utilizado pela máquina injetora, que corresponde à maioria dos requerimentos globais de energia. Testes realizados pela BASF tem mostrado que o tempo de ciclo pode ser reduzido em até 30 % graças ao processamento a temperaturas aproximadamente 40°C mais baixas, ajudando a reduzir ainda mais o consumo de energia. Assim, nos testes – que são representativos de muitas aplicações-padrão – uma economia de energia global de 30 % pode ser alcançada, baseada no número de peças produzidas.

Tecnologia de máquina injetora energeticamente eficiente.

Além disso, como uma representante da série Edrive, a injetora elétrica Allrounder 370 E também contribui para a eficiência energética na produção de peças moldadas por injeção. As injetoras elétricas Allrounders são caracterizadas pela alta eficiência do acionamento servo-elétrico e das unidades de fechamento com joelhos mecânicos, por exemplo. A recuperação energética dos servo-motores durante a frenagem também tem um efeito benéfico na demanda energética da máquina. Juntos, estes fatores se combinam para reduzir o consumo energético de 25 a 50 %, em comparação com máquinas hidráulicas padrão, dependendo da aplicação. Como um indicativo da sua eficiência energética ótima em operação, todas as máquinas da série Edrive carregam o rótulo de eficiência energética “e2” da Arburg.

Fonte: Arburg

Arburg lança mundialmente módulo SELÓGICA – Assistente de preparação de injetoras.

19/01/2011

 Na Feira especializada K 2010 a ARBURG, com o seu comando exclusivo SELOGICA, mais uma vez lançou um marco no setor. O mundo técnico internacional ficou entusiasmado com o novo módulo SELOGICA “Assistente de preparação”. Esse módulo permite que preparadores, sem conhecimento técnico detalhado, preparem uma injetora ALLROUNDER de forma simples, rápida e segura. Com um menu, o Assistente de preparação acompanha todo o processo de configuração e preparação – desde a montagem do molde, passando pelo cálculo inicial dos parâmetros até o final do processo.

A ARBURG fabrica o seu comando de máquina SELOGICA internamente e não para de aperfeiçoá-lo. A filosofia, presente desde o princípio, é permitir que exigentes processos de operação sejam dominados de forma simples e segura. Uma exigência que vai ganhando importância em meio a processos cada vez mais complexos. Orientando o usuário, o comando, com interface gráfica, editor de processos e um teste de plausibilidade direto e patenteado, realiza um gerenciamento de máquina e de periferia voltado para o processamento real. Para a ARBURG, pioneira na tecnologia de comando simplificada e interligada, a próxima fase de desenvolvimento da filosofia SELOGICA veio naturalmente. Se é possível acompanhar ou “ensinar” o preparo de processos robotizados usando um menu, por que então não usar isso em todo o processo da moldagem por injeção? Com o novo módulo SELOGICA “Assistente de preparação”, a ARBURG introduz uma interface homem-máquina extremamente simples na moldagem por injeção, que permite acompanhar a preparação do processo da máquina, ou “ensiná-la” rapidamente. Os preparadores recebem um apoio ativo no processo de configuração e ajuste. Agora basta seguir cinco etapas guiadas por um menu para que todo o processo esteja preparado.

Cinco passos para o sucesso

Essa condução de todas as ações através de cinco etapas reduz a inserção de parâmetros ao estritamente necessário. O processo da máquina, como acontece com a preparação dos sistemas robóticos da ARBURG, é confirmado (ensinado) com o simples pressionar de uma tecla. Assim, já não é preciso ter conhecimentos detalhados sobre comando. E mesmo assim o sistema permanece sempre aberto para ajustes posteriores de parâmetros e processos. Na primeira etapa o preparador escolhe as funções de máquina necessárias com as quais a ALLROUNDER deve trabalhar como, por exemplo, ejetor, tiramacho ou unidade seletora. A gama de opções surge em função do equipamento.

Na segunda etapa, o Assistente de preparação apoia ativamente a montagem do módulo. É ele que indica a sequência ideal das etapas de trabalho. Depois é só executá-las e finalizá-las uma após a outra. O preparador, em uma tela central, escolhe as sequências parciais necessárias como, por exemplo, as referências (zeros) de eixos individuais, e as inicia simplesmente apertando uma tecla. O comando executa cada uma das tarefas automaticamente. Além disso, ainda existe uma representação gráfica para facilitar a orientação. Em princípio, nada de inserir parâmetros.

Na terceira etapa se inserem os dados mais importantes para o processo de moldagem. Entre eles estão material, diâmetro da rosca, tipo de molde, área da peça moldada projetada, peso de injeção, espessura da parede e comprimento dos percursos do fluxo. Além disso, só é preciso conhecer poucos dados sobre o produto para que todos os parâmetros de processamento como temperaturas, pressões ou velocidades sejam calculados automaticamente pelo SELOGICA, com respaldo na imensa base de dados integrada no comando.

Na quarta etapa, o preparador define quais parâmetros deverão ser calculados autonomamente. Opções modulares possibilitam, por exemplo, apenas redefinir as temperaturas da unidade injetora quando há uma troca de material. Todos os demais parâmetros podem permanecer inalterados. Além disso, nessa tela do Assistente de preparação também é possível predefinir automaticamente, com um simples “clique”, todas as funções disponíveis de monitoramento e de protocolo. Dessa forma, todo aquele trabalho de inserir parâmetros em diversas telas e selecionar diferentes funções de monitoramento e protocolo deixam de existir.

Na quinta e última etapa, finalmente, a máquina é “ensinada”, quer dizer, usando um menu, ela é preparada de forma serial. Ou seja: o preparador só precisa entrar nas posições necessárias uma depois da outra e confirmá-las. Todas as entradas de parâmetros bem como a complementação do processo da máquina são assumidas automaticamente pelo comando. O SELOGICA assegura que todas as funções de máquina selecionadas na etapa passem pelo aprendizado. Durante o acompanhamento da preparação, também já são definidos os mecanismos de segurança como a posição da proteção do molde. Após passar por todas essas cinco etapas, de um modo geral a ALLROUNDER já está praticamente pronta para o uso.

Entrar na filosofia de comando, ainda mais fácil

Dessa forma o módulo SELOGICA “Assistente de preparação” simplifica eficientemente o trabalho com o comando da ARBURG. Agora é muito mais fácil preparar as ALLROUNDER. A divisão do Assistente de preparação em cinco etapas permite lidar de forma flexível e modular com a complexa técnica de máquina. Como cada função parcial também pode ser utilizada independentemente, o preparador é novamente apoiado em cada troca de molde e preparação. Duas vantagens principais chamam a atenção no “Assistente de preparação”: não é preciso um especialista em comando para poder preparar todo o processo de moldagem por injeção. E a preparação das ALLROUNDER para a produção ficou muito mais rápida com a enorme flexibilidade do Assistente de preparação e com as funções que vão sendo executadas automaticamente em segundo plano. O novo módulo SELOGICA é mais um marco na direção de uma preparação de injetoras realmente aperfeiçoadas. Não resta dúvida: quem quiser configurar a sua ALLROUNDER de forma mais simples, mais rápida e ainda por cima, pronta para enfrentar a concorrência, não vai querer abrir mão de um auxiliar eficiente, que até agora não existia no mercado.

Fonte: Arburg