Posts Tagged ‘Secagem’

Inovação e sustentabilidade são temas centrais do Grupo Piovan para a K 2019

31/08/2019

Em meados de outubro, a exposição internacional mais importante do mercado mundial do plástico – Feira K 2019 – abrirá suas portas entre os dias 16 e 23. Mais de 3.000 expositores de mais de 60 países irão se reunir nos pavilhões do centro de exposições de Düsseldorf para receber aproximadamente 200.000 visitantes de todo o mundo.

O Grupo Piovan estará expondo na K 2019 – no stand 9B60 – com suas marcas, Piovan, Aquatech, Fdm e Penta. Uma variedade de soluções turnkey de alta tecnologia, estarão em exposição: desde sistemas de secagem a controladores de temperatura; de rastreabilidade de matérias-primas a soluções completas para a indústria 4.0. No entanto, a feira não abordará apenas o desenvolvimento tecnológico de produtos, mas uma atenção especial também será dedicada a temas essenciais como Sustentabilidade, Indústria 4.0, Rastreabilidade e Integração de Sistemas.

Foco na Inovação

A Piovan sempre investiu recursos em inovação e hoje o Grupo emprega ao redor de 171 especialistas em P&D e engenheiros especializados, capazes de avaliar as necessidades do cliente, com base nos conhecimentos adquiridos ao longo dos anos.

Soluções integradas e eficientes para tratamento de PET e manuseio de materiais reciclados

Na K 2019, a Piovan fará o lançamento mundial da nova linha Genesys. Segundo a empresa, este sistema de desumidificação distingue-se pela sua tecnologia auto-adaptativa, que agora foi otimizada para o tratamento de PET reciclado. A Piovan afirma que o seu novo desumidificador pode gerenciar automaticamente o processo de secagem, atuando em todos os parâmetros críticos: desde a vazão do ar de processo até o valor do ponto de orvalho, o tempo de residência e a temperatura, mantendo o processo em condições ideais de operação, mesmo quando há variação da produção horária e das condições iniciais de temperatura e umidade do granulado plástico. A empresa informa que, além destes controles, foram introduzidas outras inovações de última geração, que incluem um controle mais intuitivo e melhor eficiência na auto-regulação.

Segundo a Piovan, outras melhorias significativas também foram introduzidas na função AIPC (Automatic Injection Pressure Control – Controle Automático da Pressão de Injeção) com o objetivo de garantir o menor custo de produção de cada preforma, não apenas considerando o consumo de energia, mas em termos de otimização de todo processo produtivo das preformas, com melhor qualidade do produto final e redução de descartes.

Ainda sobre às soluções para PET, os visitantes poderão apreciar a nova gama de equipamentos para análise da qualidade da preforma, com interface amigável. Estes equipamentos medem de maneira simples e intuitiva os parâmetros mais importantes, como o nível de acetaldeído das preformas.

Dosagem precisa

A Fdm, empresa do Grupo com sede em Troisdorf (Alemanha), especializada na produção de soluções para aplicações em extrusão, também apresentará novas tecnologias de dosagem na K 2019 como o GDS 5, o novo misturador gravimétrico da linha GDS, com PLC Siemens, que foi otimizado para permitir a montagem de até 5 estações de dosagem, mantendo as dimensões compactas do equipamento.

Transporte de materiais com Penta e Piovan

A Penta, empresa do Grupo que projeta e fabrica grandes sistemas para armazenamento, transporte e dosagem de materiais em pó ou grãos, apresentará as mais recentes inovações em manuseio de aditivos no setor de compostos para a produção de tubos e cabos. Na feira, os visitantes poderão ver o Vakupulse em operação. Segundo a Piovan, o Vakupulse é um sistema particularmente adequado para o transporte de matérias-primas delicadas em fase densa, a baixas velocidade e vazões, em curtas distâncias.

Estará em exposição na K2019, pela primeira vez, uma estação manual de acoplamento equipada com a tecnologia RFID (Radio Frequency Identification – Identificação por Radio Frequência). Segundo a Piovan, Este sistema permite verificar se a combinação entre fontes e destinos estão corretas. Se detectar um erro, o sistema de transporte não ativa o ciclo de carga, evitando assim qualquer risco de erro ou contaminação entre os diferentes tipos de materiais. A unidade permite conectar os tubos de maneira simples e fácil, com apenas uma das mãos, afirma a empresa. É também livre de juntas para evitar contaminação, garantindo que os grânulos plásticos tenham contato somente com o aço inoxidável. Um sistema de LEDs, que mudam de cor conforme as tubulações são acopladas, guiam o operador, permitindo que as conexões sejam verificadas instantaneamente, complementa a Piovan.

Aplicações na área médica

Na exposição, a Piovan também apresentará importantes inovações para o setor médico: segundo a empresa, ocorrerá durante a feira o lançamento de um microdosador capaz de alimentar as máquinas com um único grão de cada vez, mantendo a alta precisão para atender às demandas que vêm especialmente de setores altamente técnicos, como microdosagem médica e micromoldagem de precisão.

Para completar a gama para o setor médico, a linha conta com equipamentos adequados para uso em salas limpas, como o alimentador sem filtro Pureflo, que, segundo a Piovan, não requer ar comprimido ou manutenção e o desumidificador da Série DPA, livre de emissões.

Soluções em Refrigeração

A Aquatech, empresa do Grupo dedicada a tecnologias de resfriamento industrial e controle de temperatura, estará no centro das atenções com muitos produtos inovadores em exposição: desde unidades de controle de temperatura até os novos dry coolers adiabáticos.

A unidade de Controle de Temperatura para Moldes da linha Easytherm recebeu uma nova versão pressurizada, ampliando a gama de aplicações. Ainda na área dedicada à refrigeração industrial, outras inovações interessantes estarão em destaque, tais como o DigitempEvo, um termochiller refrigerado a água com baixos níveis de consumo de energia e alto desempenho, segundo informações da Piovan.

Destaque especial também para a linha de chillers Easycool+, uma linha de chillers compactos que foi concebida e projetada para atender a requisitos específicos de resfriamento de processos industriais.

Sustentabilidade e Economia Circular

A Piovan desenvolve tecnologias e soluções que contribuem para aumentar o uso de materiais reciclados, permitindo que uma gama de produtos seja produzida com a utilização de PET pós-consumo como matéria-prima, por exemplo. Desde 2006 a Piovan tem desenvolvido tecnologias que dão vida nova aos materiais reciclados, transformando-os novamente em garrafas. De uma maneira geral, a decisão de investir em soluções eficientes resultou na redução do consumo de energia e das emissões de CO2 relacionadas com o processamento de plásticos.

Indústria 4.0

A Piovan continua ampliando a gama de recursos oferecidos pelo Software de Supervisão Winfactory 4.0. Uma das novas funcionalidades deste software inclui um módulo de monitoramento da eficiência energética, e também com possibilidade de monitorar e analisar os sistemas de controle de temperatura com a tecnologia Aquatech.

Dados, contexto, Interação (DCI) e Interconexão Digital ao longo de todo o processo são as diretrizes da indústria 4.0 que nortearam o desenvolvimento do MTS, o novo sistema de rastreamento de material. Segundo a Piovan, o MTS consiste em um terminal de código de barras capaz de ler os códigos de barras para identificação dos usuários, materiais e lotes de produção. Este sistema orienta o operador no gerenciamento, otimização e armazenamento de materiais, identificando o fluxo dos diferentes lotes desde a fase inicial até o produto acabado.

Um grupo em crescimento

O Grupo Piovan apresentou um crescimento significativo nos últimos anos, seguindo uma trajetória que começou há cerca de dez anos e que o levou a se tornar um grupo internacional em contínua expansão. O Grupo fechou o ano de 2018 com um faturamento de € 246 milhões (mais de 15% em relação ao ano anterior), e em outubro passou a integrar a listagem da Bolsa de Milão, fazendo do ano de 2018 um grande marco para o Grupo. Uma empresa listada na Bolsa, confere ao Grupo um alto perfil internacional, maior visibilidade junto aos principais clientes, atrai novos talentos para a empresa e permite que o Grupo mantenha sua estratégia de crescimento e governança futura.

O primeiro semestre de 2019 também foi muito intenso com a abertura de novas filiais, como a Piovan Marrocos, e a aquisição de novas empresas: Toba, uma empresa sul-coreana líder na automação de processos industriais para o setor de plásticos e particularmente na produção de sistemas de transporte e armazenamento de plástico no formato de pó; e a Fea Process & Technological Plants, uma empresa italiana com sede em Cuneo, na região de Piemonte, especializada em automação para a indústria alimentícia e sistemas de dosagem e transporte para líquidos e pastosos.

Uma nova identidade Corporativa para o Grupo

No início de 2019, foi lançada a nova identidade corporativa do Grupo para comunicar de forma ainda mais efetiva a idéia da Piovan como um grupo internacional, formado por várias empresas que compartilham um denominador comum: a atenção com clientes e pessoal, seguindo os três pilares que distinguem o grupo: Clientes, Pessoas e Inovação. O novo logo do Grupo Piovan é caracterizado por um pictograma com três círculos que expressam os valores do Grupo, as áreas de negócios e os pontos fortes:
– 3 valores: Clientes. Pessoas. Inovação
– 3 áreas de negócios: Plásticos. Alimentos. Refrigeração
– 3 forças: Presença Mundial. Serviços. Equipe

A nova identidade corporativa destaca uma reestilização da imagem gráfica. Uma imagem gráfica que visa reunir todas as empresas do grupo dentro de uma mesma visão. Piovan, Una-Dyn, Fdm, Aquatech, Penta, Progema e Energys: todas adotam o mesmo estilo gráfico e o novo pay-off “Piovan Group” para ressaltar que todas as empresas pertencem a um único grupo.

Curta nossa página no

Piovan destaca modernos dosadores gravimétricos e a nova linha de chillers compactos da Aquatech

13/07/2018

O destaque no estande da Piovan na Interplast será a solução de dosagem e mistura Quantum, a nova geração de dosadores gravimétricos por batch de alta precisão. De acordo com a Piovan, o Quantum é uma linha compacta, flexível e fabricada em aço inox, tendo sido patenteado pela empresa. A solução diferencia-se pela homogeneidade, troca rápida de material e simplificação das operações de limpeza, afirma a empresa, destacando que o Quantum é imune a vibrações e foi fabricado para suportar as possíveis vibrações provenientes das máquinas transformadoras, garantindo precisão da mistura, mesmo sob condições extremas. Com capacidade de produção de 70 a 800 kg/h, o Quantum oferece a mais recente tecnologia, eficiência energética e operacional em dosagem e mistura, garante o fabricante.

Outro destaque no campo da refrigeração industrial é a Slim, a nova geração de chillers da Aquatech, que, segundo a Piovan, combina capacidade de refrigeração, tamanhos reduzidos e elevada eficiência energética. Condensados a ar ou água e capacidade de refrigeração até 85.000 kcal/h, a linha Slim possui dois circuitos frigoríficos independentes, condensadores micro canal e bombas de alto rendimento. De acordo com o fabricante, a construção robusta, 100% em aço galvanizado, permite instalação em ambiente externo e atende a todos os requisitos de aplicação industrial.

Além dessas linhas em destaque, outras soluções e sistemas para manuseio, transporte e desumidificação de materiais também serão expostos. A linha completa de produtos abrange soluções para alimentação e transporte, secagem e desumidificação, dosagem e mistura, granulação, controle de temperatura, refrigeração de processos industriais, softwares de supervisão para controle da planta e instrumentação de análise. As soluções são aplicáveis a diferentes indústrias como preformas e garrafas PET, embalagens rígidas, peças automotivas, peças técnicas, soluções médicas, termoformagem e chapas técnicas, filmes flexíveis, tubos, perfis e cabos, fibras e cintas, reciclagem e compostos.

O Grupo Piovan atua no mercado plástico desde 1964, e se estabeleceu no Brasil em 1982. Ao longo os anos especializou-se em tecnologia para equipamentos auxiliares para os mais diversos processos de transformação de polímeros. No campo da refrigeração industrial, a Aquatech é a empresa do grupo especializada em soluções e sistemas industriais de arrefecimento para a indústria do plástico, alimentos e bebidas. Oferece equipamentos como chillers, dry coolers, termochillers, soluções integradas, grupos de bombeamento, além de acessórios e softwares. Nos últimos anos, a empresa tornou-se uma organização multinacional com sete fábricas na Itália, Brasil, Estados Unidos, Alemanha e China, 26 filiais e representantes em mais de 70 países.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Vomm oferece solução para secagem de resinas

24/01/2017

foto-7

A Vomm (www.vomm.com.br) afirma ter desenvolvido uma técnica de retirada da umidade de resinas que conjuga um resultado qualitativo com a mínima exposição do material ao calor.

Com o novo processo desenvolvido pela Vomm, uma unidade integrada de processamento, secagem e padronização granulométrica é disponibilizada para indústrias que tenham quantidades significativas de produto a serem recuperadas (acima de 10 t/mês).

Produção sob demanda

Segundo a Vomm, o teor de umidade final alcançado com o sistema VOMM de auto regulagem da dosagem pode ser menor que 1% , em função do teor de umidade inicial da resina hidratada ou do plástico lavado e moído.

A solução desenvolvida pela VOMM de São Paulo prevê que a unidade de secagem possa ser deslocada até a fonte geradora, evitando inclusive custos de transporte, quando não seja viável secar o plástico na específica unidade da VOMM.

Com esta nova técnica já estão sendo processadas resinas de PVC, PVC recuperado das linhas de produção ou de remoagem de descartes de produção. Resinas de PP hidratadas na origem ou na recuperação também sofrem mínima degradação térmica, assegura a empresa.

A Vomm afirma que também disponibiliza ao recicladores de PET a realização da secagem e cristalização dos flakes em um módulo VOMM. A empresa diz haver substancial economia energética com o uso do seu processo, substituindo-se a secagem clássica e a cristalização realizada com energia elétrica, que é uma fonte com alto custo.

Existe a possibilidade de realizar o aquecimento indireto utilizando biomassa, dentro de um contexto sustentável de fontes energéticas.

Fonte- Vomm

Curta nossa página no

Piovan apresenta inovações na tecnologia de processamento de PET durante SAPET em Buenos Aires

13/06/2016

SAPET_PIOVAN

A produção da garrafa PET envolve uma série de processos, que se inicia com a entrega da resina na planta, seguindo com armazenagem, transporte, distribuição, mistura, secagem, injeção e refrigeração. Outro processo muito importante é o armazenamento da preforma ou o estiramento/sopro da garrafa. A evolução nas metodologias e tecnologias para produção de preformas tem levado o desempenho de processo ao limite, a tal ponto que todos esses processos atingiram eficiência física máxima. O controle de processo também evoluiu neste mesmo ritmo, garantindo hoje o mais alto nível de produtividade e qualidade. As mais recentes tendências de desenvolvimento visam melhorar ainda mais a produtividade constante, eficiência operacional e a qualidade do produto.

Dentro deste contexto, a Piovan lançou um novo programa de desenvolvimento tecnológico, iniciado em 2012 e concluído no primeiro semestre de 2015. A Piovan apresentará no SAPET 2016, os resultados destas inovações em tecnologia de processamento de PET, com foco em auto adaptabilidade para processos de secagem e refrigeração.

A Palestra da Piovan, a ser proferida pelo Vice-Presidente da empresa no Brasil, Eng. Ricardo Prado, ocorrerá no dia 14 de junho, às 13:00 hs. no Hotel Panamericano, em Buenos Aires, na Argentina.

O 3o. SAPET (South American PET Markets, Applications & Recycling) é um evento que reúne especialistas, produtores de resinas, transformadores, provedores de equipamentos auxiliares e vários outros profissionais do segmento da Tecnologia de PET. O SAPET é promovido pela CMT (Center for Management Technology), empresa com sede em Cingapura.

Fonte: Piovan / SAPET

Curta nossa página no

Nordson indica Scott Springer como Diretor de Vendas das Américas para Linha de Sistemas de Processamento de Polímeros

30/06/2015

Scott J. Springer juntou-se à Nordson Corporation como Diretor de Vendas da América para produtos de Sistemas de Processamento de Polímeros (PPS)

Scott Springer, novo diretor de Vendas da Nordson Polymer Processing para as Américas

Scott Springer, novo diretor de Vendas da Nordson Polymer Processing Systems para as Américas

Springer será responsável pelas vendas nas Américas de sistemas de peletização e secagem, matrizes para extrusão plana e revestimento, sistemas de filtragem para material fundido, bombas de engrenagem, válvulas de fusão, roscas e cilindros para extrusão e moldagem e outros componentes para processamento de material fundido. Esses itens são vendidos sob as marcas Nordson BKG, Nordson EDI, Nordson Kreyenborg e Nordson Xaloy. Além disso, Springer será responsável pelo suporte técnico e pelas equipes de serviço de atendimento ao cliente nas Américas para as linhas de produto Kreyenborg e Xaloy.

“Scott traz consigo mais de 25 anos de experiência em gerenciamento de vendas e marketing de equipamentos usinados, muitos dos quais com foco em componentes sofisticados para otimização e automação de processos”, afirmou Steve Purcell, Vice-presidente de produtos PPS para as Américas. “Ele trará valiosa liderança na missão da Nordson PPS, que é a de oferecer aos clientes soluções abrangentes para o aumento de produtividade, redução de custos e melhor de qualidade.”

Antes de se juntar à Nordson (http://www.nordsonpolymerprocessing.com), Scott Springer foi vice-presidente de vendas e marketing da Schwing Bioset Inc., fabricante de equipamentos para manuseio de materiais. Anteriormente, ocupou posições de liderança em vendas e marketing na Thermo Fisher Scientific, na Banner Engineering Corp. e em outros produtores de componentes para processamento.

Springer possui Licenciatura em engenharia elétrica pela North Dakota University.

Nordson_logoOs Sistemas de Processamento de Polímeros da Nordson fornecem aos clientes componentes customizados para fundir, homogeneizar, filtrar, medir e dar forma a plásticose material de revestimento fluído. A Nordson Corporation tira proveito da experiência da indústria de plásticos como um todo por meio de uma série de aquisições estratégicas para oferecer um portfólio amplo e único das principais tecnologias do setor. A Nordson fornece uma ampla gama de produtos de precisão de fluxo fundido — desde parafusos e cilindros para extrusão e molde para injeção a sistemas de filtragem, bombas e válvulas — para as matrizes de extrusão e sistemas de peletização a fim de atender às necessidades em constante evolução da indústria de polímeros.

A Nordson Corporation fornece aos clientes recursos para vendas técnicas, serviços e reforma locais por meio de organizações de venda e fábricas regionais em mais de 30 países.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Nordson

Curta nossa página no

Motan apresenta Sistemas de Automação e Manipulação de Resinas durante Feiplastic

16/05/2015

Durante a feira, a MOTAN-Colortronic expôs toda a sua gama de soluções para aplicações de processamento de plásticos. A linha de produtos apresentada compreende toda a linha de Automação e Manipulação de Materiais Plásticos e Pós, desde os equipamentos para Compounding das resinas, passando pela Armazenagem, Distribuição, Desumidificação e Dosagem dos materiais.

Melhorando a dosagem com o MINIBLEND V

Feiplastic_motan_ChinaplasRecentemente lançada, a unidade volumétrica de dosagem e mistura MINIBLEND V oferece, segundo a MOTAN, uma excelente qualidade de mistura e dosagem exata de forma consistente. Montada entre o funil da da máquina e a garganta de alimentação da máquina de processamento de plásticos, a unidade necessita de muito pouco espaço. Segundo a motan, a dosagem por disco com o MINIBLEND V oferece uma medida real do volume que garante uma precisão de dosagem muito alta – até mesmo para quantidades de dosagem muito pequenas. Estão disponíveis três discos de tamanhos diferentes, bem como módulos de dosagem feitos de materiais como aço inoxidável ou vidro, além de discos especiais resistentes ao desgaste para materiais duros e abrasivos. A troca de módulo é rápida e fácil e, portanto, permite mudanças de cor rápidas. O MINIBLEND V é projetado para dosar materiais de fluxo livre e normal, além de micro-lotes. A unidade pode ser operada pelos controles volumétricas MOTAN VOLU MC ou VOLUnet MC, que estão equipados com uma interface Ethernet.

O grupo MOTAN é um provedor líder global de unidades e sistemas periféricos para o manuseio de materiais plásticos. É uma empresa multinacional conhecida com mais de 60 anos de história e sua sede localizada na Alemanha. A empresa tem uma rede de vendas e serviços em todo o mundo. No Brasil, a motan possui fábrica própria em Piracicaba (SP).

Fonte: Assessoria de Imprensa – Motan

Curta nossa página no

Conair reforça estrutura comercial no Brasil e indica dois novos representantes no país

09/01/2014
Conair_Brasil

José Eduardo Poeta de Carvalho (à direita), Bill Hricsina, diretor administrativo da Conair para a América Latina (centro) e Ronis Sanchez (à esquerda).

O grupo Conair nomeou, para o mercado brasileiro, dois representantes independentes de vendas para comercializar sua linha de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos. Com mais de 30 anos de experiência no mercado, Luciano Giannasi estará à frente das oportunidades de negócios no segmento de injeção. Já as vendas para o setor de extrusão ficarão sob responsabilidade da Poeta Tecnologia Representações, comandada por José Eduardo Poeta de Carvalho e Ronis Sanchez, ambos com mais de 20 anos de vivência no mercado. A Conair está buscando um terceiro representante com conhecimentos e experiência para trabalhar no mercado de embalagens PET.

“Esperamos contribuir para o aumento da participação da Conair no mercado”, observa Luciano Giannasi. “A experiência e os conhecimentos são os diferenciais competitivos da Conair e estamos contentes em contribuir com nossa experiência no mercado brasileiro, para essa marca poderosa”, acrescenta José Eduardo Poeta.

A Conair reforça sua estrutura comercial, tendo como base a rápida expansão do mercado brasileiro de processamento de plásticos. O objetivo é  elevar o volume de vendas de equipamentos e atender a demanda por projetos de sistemas completos, bem como serviços de instalação. “Esses novos representantes nos ajudarão a criar uma base sólida para o futuro, quando começarmos a fabricar e abrirmos o escritório de vendas/serviços no Brasil”, justifica Bill Hricsina, diretor administrativo da companhia para a América Latina.

A Conair está presente no Brasil desde o início dos anos 70. Atualmente os equipamentos para os clientes brasileiros são fabricados nos EUA. As peças de reposição são fornecidas pelos EUA ou pela Conair mexicana, que é o centro de suporte para toda a América Latina. Os serviços técnicos continuarão a ser prestados por Analdo Monteiro, profissional da Conair que vêm atendendo os processadores brasileiros há quase 20 anos. O gerenciamento dos negócios, sob a direção de Bill Hricsina, será administrado pela Conair mexicana.

Planos futuros

Com a nomeação de dois representantes no Brasil, a Conair prepara as bases para aumentar seu crescimento no país. Mesmo sem dar detalhes sobre o assunto, Bill Hricsina confirma a existência de planos para estabelecer uma unidade fabril no país.

Estes planos demonstram a importância do Brasil para a expansão da Conair. Bill Hricsina explica que a estratégia da Conair é crescer globalmente para atender os clientes que mudam para novos mercados e, em seguida, desenvolver essa base. “Vemos muito potencial no país. Hoje não se trata de uma questão de se iremos expandir aqui, mas sim como iremos expandir.” Esperamos que o Brasil seja um dos principais mercados da Conair na próxima década.

O Grupo Conair (www.conairgroup.com) é um importante fornecedor global de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos, incluindo sistemas de secagem de resina, misturadores, alimentadores e sistemas de transporte de materiais, equipamentos de controle de temperatura e granuladores. Soluções para extrusão incluem sistemas de controle de linha, sistemas de reciclagem de filmes e rebarbas de extrusão de tubos e perfis. Mais de 450 produtos individuais resolvem problemas, economizam energia elétrica, reduzem desperdícios e são fáceis de usar. A Conair é uma companhia internacional, com operações de longa data na Europa, Ásia e América Latina. A linha de produtos mais completa do setor, excelente engenharia e serviços insuperáveis, tudo combinado para dar aos processadores a confiança que precisam para serem bem sucedidos no mercado competitivo global atual.

Fonte: Interativa / Conair

Curta nossa página no

Braskem apresenta estufas de plástico para a produção de cacau

03/12/2013

Tecnologia inovadora garante aumento de produtividade e redução de custo

Braskem_estufa_cacauA Braskem apresentou novas estufas que usam filmes plásticos e telas especiais para a secagem de cacau. A tecnologia foi desenvolvida para os associados da Cooperativa Agroindustrial de Cacau Fino – COOPERBAHIA, e contou com a participação da Tropical Estufas, Electro Plastic e Roma. Inovadora, a iniciativa reduz de forma significativa o custo desta etapa do processo e aumenta a produtividade de forma sustentável. As primeiras estufas estão instaladas nos municípios de Igrapiúna e Gandu, na Bahia.

“Uma etapa de grande importância no beneficiamento do cacau é a secagem. Se esta ocorrer de forma muito rápida ou muito lenta as amêndoas podem perder qualidade. Neste sentido, a estufa de plástico permite que as condições de secagem sejam controladas de forma a garantir um cacau excelente, sem perda na produtividade. O principal diferencial desta iniciativa foi a reunião todos os elos da cadeia para que cada um agregasse o seu conhecimento e nos levasse a uma solução vencedora”, afirma Eimar Sampaio Rosa, diretor acionista da M. Libânio Agrícola S.A., e diretor Agrícola e Comercial da COOPERBAHIA.

Nas estufas de plásticos, as amêndoas de cacau passam por um processo sustentável, já que a secagem não é feita mais com a queima de madeira e sim pelo uso da energia solar. Isto proporciona ainda um produto com maior qualidade e com alto valor agregado para o mercado de chocolates gourmet, no Brasil e no exterior. No fim de sua vida útil, o filme e a tela plásticos podem ainda ser reciclados.

“Esta tecnologia pode ser utilizada também para outras culturas, como a do café, pela qualidade assegurada pelo processo totalmente controlado” afirma Ana Paiva, da área de Desenvolvimento de Mercado da Braskem.

Segundo o diretor das Fazendas Reunidas Vale do Juliana, Leonardo Sorice, “o desenvolvimento em pesquisas realizado pela Braskem e seus clientes na cadeia do polímero, inovaram na eficácia da secagem das amêndoas de cacau em estufas agrícolas, proporcionando bem estar do trabalhador, ganhos de qualidade e tempo no processo de secagem, maior vida útil do material bem como a redução de custos em relação aos processos anteriormente usados. Dessa forma, firmamos o compromisso de aumentar a produtividade agrícola do Brasil e do mundo com iniciativas mais sustentáveis”.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Desenvolvimento do setor de plásticos no Brasil faz a Conair considerar expansão

11/06/2013

Logo-ConairUm dos maiores fornecedores  globais de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos, o grupo Conair está avaliando suas opções de crescimento, incluindo uma possível operação de fabricação no Brasil, em 2014, informa Bill Hricsina, diretor administrativo para América Latina.

¨A Conair é uma companhia internacional, com operações de longa data na Europa, Ásia e América do Sul e está ativiamente envolvida no Brasil, desde meados de 1970, pois já fabricamos aqui durante um determinado período, até que as condições do mercado e as regulamentações governamentais nos forçaram a parar nossas operações. Hoje, no entanto, vemos um grande potencial e a pergunta não é “se” vamos ampliar nossa participação no Brasil, mas sim, a questão é simplesmente “como vamos ampliar.”

Imagem-ConairUsuários de equipamentos da Conai são encontrados no setor automotivo, na fabricação de eletrodomésticos, em embalagens, tubos para irrigação e tubulação comercial. No momento, os negócios no Brasil são gerenciados pela sede latino-americana no México, porém a Conair tem pessoal de vendas e serviços há muito tempo em São Paulo.

O Grupo Conair (www.conairgroup.com) é um importante fornecedor global de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos, incluindo sistemas de secagem de resina, misturadores, alimentadores e sistemas de transporte de materiais, equipamentos de controle de temperatura e granuladores.

Mais de 450 produtos individuais e soluções para extrusão incluem sistemas de controle de linha, sistemas de reciclagem de filmes e rebarbas de extrusão de tubos e perfis. O grupo Conair tem operações na Europa, Ásia e América do Sul.

Fonte: Interativa

Curta nossa página no

Starlinger destaca máquinas têxteis e de reciclagem na Feiplastic

20/05/2013

feiplastic

  • Starlinger viscotec apresenta secador e descontaminador deCON e viscoSHEET para produzir chapas a partir de 100% rPET.
  • Empresa austríaca também destaca novos equipamentos de bobinamento de ráfia, laminação e acabamento de sacos valvulados

A Starlinger viscotec, especializada em tecnologias de reciclagem, apresenta na Feiplastic o secador e descontaminador de flakes de PET deCON. O mercado principal para este equipamento são os produtores de filmes e chapas para embalagens de alimentos. Com essa tecnologia, contam com uma produção de qualidade e redução de cerca de R$ 100 mil/ano no consumo de energia. Ainda há a vantagem de o processo ter sido aprovado pela americana FDA e pela agência européia EFSA. Também será apresentada a linha de extrusão para chapas e filmes viscoSHEET, que pode produzir a partir de 100% de rPET.

Na Feiplastic, o segmento de máquinas têxteis da Starlinger destaca as novas máquinas de bobinamento de ráfia (twinTAPE), laminação (lamiTEC) e acabamento de sacos valvulados (ad*starKON SX®), que visam aumentar eficiência e dar maior flexibilidade na produção de embalagens.

Inovações da Starlinger viscotec

deCON – Segundo a empresa, a principal vantagem da unidade de secagem e do descontaminador deCON é a redução da umidade residual para menos de 50ppm, o que resulta em melhorias consideráveis no processo de extrusão, permitindo excelentes valores de viscosidade do material. Através do seu tratamento térmico suave de alta eficiência sob vácuo, não há calor em excesso no produto, o que resulta em filmes e chapas de PET de melhor qualidade.

Afirma a empresa que a redução no consumo de energia de um deCON em comparação a sistemas convencionais de secagem são muito grandes. Um sistema composto por secador de ar quente+cristalizador utiliza em torno de 0,1 KWh/kg a mais de energia, sem que consiga reduzir a umidade final para o mesmo valor de um deCON, que trabalha sob vácuo (<50 ppm). Considerando uma capacidade de 600 kg/h e 6.000h de produção, é possível economizar com um deCON aproximadamente R$ 100 mil por ano na conta de luz, além de ainda melhorar de forma expressiva a qualidade do produto final.

Baseada na experiência obtida durante a instalação de deCON e viscoSTAR nos últimos anos, a viscotec desenvolveu também uma nova extrusora de chapas:

viscoSHEET – Flexibilidade sem comprometer a qualidade: Esta máquina é preparada para produzir chapas a partir de 100% de rPET. Os flakes são secos e descontaminados em um módulo deCON, para então serem transportados para a extrusora que produzirá o filme/chapa. A combinação do viscoSHEET com o deCON garante uma alta produção com máxima flexibilidade e 100% de segurança do consumidor para produtos de alimentos.

A perfeita mistura é possível graças ao uso de duas roscas cônicas, que resulta em filmes e chapas de qualidade premium e com propriedades óticas e mecânicas excelentes. A troca de produtos e receitas em poucos minutos asseguram mudanças rápidas, abrindo caminho para um aumento de lucratividade através da redução drástica de perdas e aparas durante as mudanças de artigos.

Inovações da Starlinger & Co. GmbH

twinTAPE 200LX – Bobinadeira de precisão para ráfia de PP, HDPE e PET : Produz bobinas de alta qualidade para a transformação na tecelagem, ajudando desta forma a aumentar a eficiência na produção de tecidos de alta qualidade. A bobinadeira dupla automática twinTAPE 200LX permite velocidade de até 600 m/min e possui um revolucionário e patenteado sistema de movimentação transversal, que permite variação de curso, possibilitando novas formas de bobinas. Desde 2011, quando foi lançada no mercado, já foram fornecidas cerca de 3000 bobinadeiras, que vem recebendo uma avaliação muito positiva dos clientes em todo o mundo.

lamiTEC LX e lamiTEC CX (com co-extrusão) são desenvolvimentos totalmente novos para a área de laminação de tecidos de ráfia. Com sistema modular e capacidade de até 420 kg/h e velocidade de até 220 m/min, os equipamentos asseguram alta produtividade. O novo recurso de troca de bobinas sem a redução de velocidade evita os problemas de variação do neck-in neste processo.

ad*starKON SX® – Máquina de acabamento para sacos valvulados de alta velocidade: Para a produção do saco patenteado AD*STAR combina altíssima velocidade com fechamento seguro dos fundos e uma troca de formato extremamente rápida. O equipamento trabalha com velocidade de até 85 sacos por minuto e permite trocas de formato, da válvula e dos reforços de fundo sem paradas. Um sistema de monitoramento integrado permite maiores tolerâncias na largura do tecido, evitando paradas de produção devido às variações.

Durante a Feiplastic, profissionais especializados estarão no stand da Starlinger – Rua I, estande 90

Fonte: Letania Menezes

Curta nossa página no

Conair destaca sistema de secagem / transporte móvel na Feiplastic 2013

15/05/2013

feiplastic

Logo-ConairUm dos maiores fornecedores  globais de equipamentos auxiliares para processamento de plásticos, o grupo Conair apresentará na Feiplastic um sistema de secagem/transporte móvel, misturadores gravimétricos, equipamentos de transporte de resina, de transferência de calor e granuladores acoplados a máquinas.

Destaque para o sistema de secagem/transporte móvel MDCW-25, que pode ser utilizado por processadores de plásticos que desejam mudar a capacidade de secagem de polímeros de uma célula de fabricação para outra.

Imagem-ConairOs sistemas MDCW são compostos de um eficiente secador Carousel ® Plus e um transportador, coletor de pó e reservatório de vácuo para alimentação direta – transportando materiais secos para a zona de alimentação da máquina.

A montagem é feita de forma segura e conveniente – em um carrinho com rodas -, a fim de que a preparação, secagem do lote, limpeza e manutenção possam ocorrer remotamente sem gastar tempo valioso de máquina ou exigir a subida do operador na máquina.

O MDCW-25 a ser exposto na Feiplastic  é um entre sete modelos diferentes com capacidade nominal de saída variando entre 6 a 150 kg/h. Os secadores usam um dessecante à base de peneira molecular, em um disco que gira continuamente para gerar ar de secagem com ponto de orvalho de -40° C e temperatura até 90°C.

Outras novidades

Além dos sistemas de secagem MDCW, a Conair vai expor uma ampla variedade de equipamentos auxiliares para processamento de plásticos:

Equipamento de transporte de resina – incluindo os modernos reservatórios e carregadores Access, que contém uma moega angulada exclusiva para facilitar a limpeza e manutenção e uma abertura de descarga superdimensionada para evitar a aglomeração de materiais.

Serão expostas duas unidades completas com seus motores a vácuo, além de um modelo de alimentação direta para uso em um sistema de transporte de vácuo central.

Misturadores gravimétricos TrueBlend™ – representados pelo TB-100-4, que oferece capacidade de produção de até 181 kg/h. Os misturadores TrueBlend estão disponíveis em diversos tamanhos, com capacidade máxima de saída até 5443 kg/h e precisão de ±0,5% do ponto de ajuste do peso de corantes e aditivos. Seus controles são intuitivos e fáceis de usar, com uma tela de LCD sensível ao toque, contendo gráficos coloridos. Todos os pontos de ajuste são exibidos simultaneamente. Os operadores simplesmente digitam as porcentagens da mistura na tela sensível ao toque e o sistema pesa automaticamente os ingredientes na sequência correta e mantém a proporção desejada da mistura.

Equipamentos de transferência de calor – serão expostas duas unidades de controle de temperatura de molde, montadas uma sobre a outra, o que minimiza a necessidade de espaço no piso. Dois níveis de controle diferentes serão exibidos: o mais simples – o controle TW-Plus – possui indicação de leitura alfanumérica de grande porte e a opção de controlar a temperatura tanto com base na temperatura da água para o processo, como na temperatura da água de retorno ou pela média das duas temperaturas. O controle TW-1 que oferece um display maior e um pacote opcional de comunicação de dados. As duas unidades possuem bombas de alta eficiência, aquecedores fabricados com Incoloy e garantia de 3 anos.

Granuladores acoplados a máquinas – possuem um motor de baixa rotação e alta eficiência energética, um projeto avançado de câmara de corte e facas em rotor escalonado. O modelo NCR 614S exposto foi projetado para operação silenciosa, máxima potência de corte e capacidade de saída de até 91 kg/h para alimentação de múltiplos canais, passagem e pequenas peças por robô ou via manual.

Sobre o Grupo Conair: O Grupo Conair ( http://www.conairgroup.com ) é um importante fornecedor global de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos, incluindo sistemas de secagem de resina, misturadores, alimentadores e sistemas de transporte de materiais, equipamentos de controle de temperatura e granuladores. A Conair é uma companhia internacional, com operações de longa data na Europa, Ásia e América do Sul. Suas soluções para extrusão incluem sistemas de controle de linha, sistemas de reciclagem de filmes e rebarbas de extrusão de tubos e perfis.

Fonte: Interativa Comunicação

Curta nossa página no

Novo secador de resina a vácuo da Maguire oferece operação livre de problemas e custos operacionais competitivos

08/04/2013

O secador a vácuo Maguire® VBD™ é um sistema da nova geração que substituirá o secador a vácuo LPD™ atualmente em uso no mundo todo

Maguire

O secador a vácuo Maguire® VBD™ é mostrado com estrutura para montagem no chão. De cima para baixo, os recipientes são o recipiente de aquecimento, o recipiente a vácuo e o recipiente de retenção / retirada. Na janela do canto inferior esquerdo, é possível ver o secador de ar de membrana para purgar a umidade dos recipientes. O controlador está localizado no canto superior esquerdo.

Foi anunciado hoje pela Maguire Products, Inc. um secador de resina de design totalmente novo que representa um avanço drástico no conceito da secagem a vácuo, tornando a operação muito mais simples e confiável do que os sistemas a vácuo anteriores, ao mesmo tempo em que continua fornecendo reduções significativas no tempo de secagem e no consumo de energia em comparação a secadores dessecantes.

Embora o conceito de usar o vácuo para forçar a saída da umidade de dentro dos grânulos de resina permaneça sendo a diferença radical em relação aos sistemas desumidificadores convencionais, o novo Secador a vácuo Maguire® VBD™ acrescenta outro conceito simples: o uso da gravidade para mover o material através dos estágios do processo de secagem organizados verticalmente, com a descarga do material de um estágio para o próximo sendo controlada por válvulas de gaveta corrediça. Isso elimina a maioria das peças móveis, especialmente o mecanismo de carrossel indexador de três estações do secador a vácuo Maguire® LPD™, introduzido em 2000. O novo sistema também remove as gaxetas de vedação, que podem ser desgastadas e comprometidas pela poeira da resina, e as telas perfuradas, que requerem limpeza.

“O secador a vácuo VBD oferece um serviço livre de problemas e de baixa manutenção, juntamente com o software de fácil utilização e o controlador usado com grande sucesso no secador LPD, além dos mesmos cinco anos de garantia”, afirmou B. Patrick (Pat) Smith, vice-presidente de marketing e vendas. “A economia de energia e no tempo de ativação em comparação aos sistemas desumidificadores convencionais permite que o processador que adotar o novo secador VBD obtenha o retorno do seu investimento em questão de meses.”

O primeiro modelo no sistema de nova geração é o Secador a vácuo VBD-1000, com uma capacidade de produção de até 455 kg (1.000 lb) por hora. A unidade tem 4,9 m (16 ft) de altura e ocupa um espaço de apenas 2,1 m (6,8 ft) por 1,1 m (3,7 ft). Ela pode ser configurada para montagem no chão de fábrica (assim como mostra a foto anexa) ou em um mezanino. A Maguire oferece a unidade por aproximadamente US$ 60.000.

Uma série de secadores VBD menores, com uma produção inicial de 45 kg (100 lb) por hora, será introduzida nos próximos meses.

O secador VBD™ combina o baixo custo da secagem a vácuo com a operação livre de problemas

A economia de custo alcançada pela secagem a vácuo é resultado de três fatores: a redução de mais de 60% do consumo de energia em comparação aos secadores desumidificadores; a eliminação da necessidade de gerar novamente o desumidificador; e a redução no tempo de ativação como resultado de um ciclo de secagem equivalente a 1/6 do tempo anterior. Além disso, o tempo de exposição da resina a uma temperatura elevada é 80% menor do que ocorre com o secador desumidificador, o que significa menos tensão no processo.

A secagem a vácuo no novo secador VBD é uma operação em lote contínua em múltiplos estágios, executada em três receptáculos inoxidáveis revestidos em aço, amplamente isolados e organizados verticalmente. As válvulas de gaveta corrediça de alta velocidade para a distribuição de material de um receptáculo para o outro têm uma precisão de +/- 4 gramas por distribuição e utilizam o mesmo design amplamente empregado em outros equipamentos da Maguire. O sistema utiliza ar ambiente que é circulado por um ventilador, cujo acionamento por frequência variável economiza energia.

De cima para baixo, os recipientes são compostos por:

● Recipiente de aquecimento. Por meio de um ventilador centrífugo e de um elemento aquecedor de 40 kW, o material atinge a temperatura definida no painel de controle. O volume deste recipiente é três vezes maior que o do próximo recipiente (a vácuo), o que garante um tempo de aquecimento adequado.

● Recipientes a vácuo. Um vácuo aplicado pelo gerador-venturi reduz o ponto de ebulição da água, fazendo com que a umidade dentro dos grânulos vaporize e seja expelida do grânulo para dentro de um ambiente de baixa pressão que o cerca. A umidade é purgada do recipiente com o ar no ponto de orvalho a -40 constantemente gerado por um secador de ar de membrana.

● Recipiente de retenção / retirada. O secador de ar de membrana também purga continuamente esse recipiente pressurizado, garantindo que o nível desejado de secagem seja preservado até que o material seja descarregado na extrusão de plástico ou no processo de moldagem.

A secagem a vácuo é um conceito comprovado, com milhares de secadores LPD Maguire atualmente em operação no mundo todo. A Maguire espera que o secador VBD substitua o sistema LPD, embora a empresa continue produzindo uma pequena versão do LPD para uso laboratorial.

A Maguire Productos Inc., sediada em Aston, Pennsylvania, EUA, é a maior fornecedora mundial de dosadores gravimétricos e bombas de cores líquidas, bem como fabricante de sistemas de carregamento, secadores, alimentadores e equipamentos e softwares relacionados. Seus clientes incluem moldadores por injeção, sopro e rotacionais, processadores de extrusão e fabricantes de compostos. Fundada em 1977, a Maguire opera em seis instalações de produção em Aston. A empresa mantém uma rede de distribuidores nas Américas e fora do continente, além de três subsidiárias de vendas e serviços que armazenam, vendem e oferecem serviços para sistemas de equipamentos auxiliares da Maguire e sua afiliada, Novatec, Inc.: Maguire Canada, Maguire Europe e Maguire Asia. Visite http://www.maguire.com

Fonte: Martino Communications

Curta nossa página no

Interplast 2012: Premiata apresenta novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos

13/07/2012

A Máquinas Premiata vai levar, para a Interplast 2012, suas novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos. Um dos lançamentos será o novo misturador secador vertical, modelo 2012, que ganhou melhorias em seu sistema de aquecimento e mancais.

O misturador compacto, desenvolvido para pequenas quantidades de material, e os modelos de funil misturador e funil misturador secador também estarão no estande da empresa.

Outro destaque será o porta big bag estacionário, com ou sem moega, para descarga de bags com mais de 1.000 kg. “Nossa filosofia é desenvolver projetos seguros, eficientes e de excelente qualidade, sempre buscando zelar pela segurança de operação das máquinas e equipamentos”, comenta Rafael Rosanelli, diretor da Máquinas Premiata.

Sobre a Máquinas Premiata

A Máquinas Premiata é uma empresa fabricante de máquinas, periféricos e acessórios para o setor de reciclagem e transformação de plásticos. Localizada em São Vendelino/RS, emprega, em seu processo produtivo, sistemas de corte a laser, corte plasma CNC, dobra CNC e solda Mig/Mag. A empresa aplica a sua tecnologia de ponta no desenvolvimento de equipamentos, resultando em projetos funcionais e com elevado padrão de qualidade.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Piovan demonstra sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros

12/07/2012

Há quase 50 anos trabalhando com o tratamento de matérias plásticas, a Piovan é especialista em desenvolver soluções para as mais diversas aplicações na transformação de polímeros, desde injeção e sopro, até extrusão e tratamento de PET e PC. Para a Interplast 2012, a empresa preparou diversos produtos, que se destacam por sua tecnologia e aplicabilidade. Um sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros estará em funcionamento no estande. Transportando polietileno linear de baixa densidade, fornecido pela Braskem, o sistema conta com um dosador gravimétrico com quatro estações de dosagem, capacidade de 500 kg/hora, controle touch screen de 8,5″, quatro funis alimentadores independentes com controle por microprocessador Easy² System, um desumidificador compacto da série DS 507 e uma unidade de vácuo para altas capacidades.

Outro destaque é o secador, da linha DPA, a ar comprimido, para secagem de materiais higroscópicos. Indicado para desumidificação de pequenos volumes de resina, o equipamento pode ser instalado sobre injetoras ou sopradoras.

Para a linha de refrigeração industrial, a Piovan traz o Dry Cooler, para resfriamento de água industrial em circuito fechado. Além de garantir água sempre limpa e consumo reduzido, o equipamento ainda conta com vantagens como baixos níveis de ruído e flexibilidade para atender a diversas aplicações. Da mesma forma, outro produto, o Mini Chillers, também pode ser utilizado em qualquer aplicação. Com capacidade de resfriamento de até 25.000 kcal/h, está disponível a água e a ar. Caracterizado pelo design extremamente compacto, o equipamento ocupa apenas 0,5 m² da área fabril, proporcionando grande versatilidade na instalação.

“Sempre nos colocamos a disposição de nossos clientes, como parceiros de engenharia, desde o desenvolvimento do projeto até a implementação de sistemas centralizados turn-key e soluções inovadoras, em sintonia com as exigências do mercado e as evoluções tecnológicas”, comenta Ana Green, da área de marketing da Piovan.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Shini Brasil expõe sistemas de dosagem / mistura, secagem e desumificação

06/07/2012

A Shini Brasil preparou alguns destaques para o seu estande, na feira Interplast 2012, a exemplo do sistema de dosagem e mistura. Constituído por equipamentos como válvulas proporcionais, dosadores volumétricos e/ou gravimétricos, misturadores verticais, separadores de pó e magnéticos, possuem aplicabilidades diferentes, permitindo ao cliente escolher o modelo que melhor atende a sua necessidade. Outro sistema exposto no estande será o de secagem e desumidificação de matérias-primas, incluindo desumidificadores específicos para PET, ópticos e cristalização de PET. Entre os alimentadores, o destaque será o modelo SAL-300, o único monofásico do mercado com capacidade para 200 kg/h. Utilizado para o transporte de material virgem ou moído, entre suas vantagens estão o baixo nível de ruído e longa durabilidade.

Líder mundial na fabricação de plásticos da classe de equipamento auxiliar, o Grupo Shini, originário de Taiwan, está presente em mais de 50 países com bases produtivas, centros de tecnologia, equipe de vendas ou rede de serviços. Focada em oferecer soluções para empresas do ramo termoplástico, a Shini mantém alto padrão de qualidade, controlando passo a passo seus processos, desde a matéria-prima até o produto acabado. Por conta disso, está certificada com a ISO 9001:2000 e possui em seus equipamentos certificações internacionais, como CE, do instituto italiano Giordano.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Ineal mostra Joint Venture na Plastech Brasil

12/08/2011
A Ineal mostra a sua marca em mais uma participação na Plastech Brasil. Em sua exposição, irá levar tudo aquilo que foi apresentado na BrasilPlast 2011, e o que foi o grande ápice do evento, a Joint Venture Ineal Syncro, que trouxe ao Brasil o que há de mais moderno em sistemas de controle para extrusão de filme e chapa.
Através de seus parceiros, serão colocados em funcionamento os dosadores gravimétricos das linhas EaSYbatch e SYline, equipamentos consolidados na Europa e agora com fabricação nacional, sem dúvida a melhor alternativa para o transformador que necessita de precisão em sua mistura e um controle rígido no seu processo. Esses equipamentos proporcionam um aumento significativo na qualidade do filme, aumentam a produtividade da máquina e reduzem drasticamente os desperdícios, pois garantem com exatidão a homogeneidade no peso de cada metro do produto.

A empresa se especializou na busca por soluções para melhoria de processo, sua linha tradicional também cresceu, será colocado em exposição esteiras, agora com fabricação própria, e os avanços alcançados nos sistemas de alimentação, dosagem, secagem e a parte de moagem, além de toda a linha de controle de espessura que passa por anéis de ar automáticos e os sistemas de desumidificação.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PlastechBrasil 2011

Ineal traz para a Brasilplast novidades em equipamentos para controle do processo de extrusão.

17/03/2011

A Ineal apresentará na Brasil Plast 2011 novidades a respeito de equipamentos para controle de extrusão que serão fabricados no território nacional através da parceria com uma empresa líder mundial. Essa parceria visa unir a melhor tecnologia do segmento com a confiabilidade e forte penetração que a Ineal conquistou ao longo dos seus 21 anos de experiência.

A empresa apresentará também a tradicional linha Ineal, com algumas novidades em seu design e melhorias tecnológicas que visam á otimização energética e o atendimento aos mais diferenciados processos, fortalecendo o compromisso da Ineal com a sustentabilidade e com a satisfação total do nosso cliente.

Poderão ser conferidos no stand os seguintes equipamentos:
-Linha SDI, desumidificadores indicados para secagem contínua de matérias primas higroscópicas,atua com secagem regulada individualmente no silo de secagem, o que permite grande flexibilidade e economia de energia;
-Linha SA, secadores que possuem alimentação do silo incorporada utilizando uma única motorização para secagem e alimentação da matéria prima, a linha agora conta com um novo controlador de temperatura que identifica anomalias do processo e quebra o ciclo, evitando a perda de materiais;
-Moinhos de baixa rotação destinados á recuperação de peças defeituosas, refugos do processo e canais de injeção;
-Sistema de Alimentação e Dosagem, otimiza o trabalho com o material reciclado e elimina em 100% o desperdício de matéria prima e pigmento.

Fonte: Brasilplast / Ineal

Ineal apresenta nova linha de dosadores gravimétricos e esteiras de transportes

13/08/2010

A Ineal, fabricante nacional de equipamentos periféricos para a indústria plástica, apresenta na Interplast 2010 a nova linha de dosadores gravimétricos e esteiras de transporte. Os dosadores gravimétricos são ideais para a instalação em máquinas transformadoras e possui até seis estações de dosagem, equipadas com guilhotinas pneumáticas, para capacidades de até 1000 kg/h e painel de comando com interface touch screen. As esteiras de transportes são indicadas para facilitar o trabalho com máquinas injetoras, alimentação de moinhos, saída de sopradores, entre outras.

No estande da Ineal, os visitantes também encontram as linhas de produtos: alimentação individual e central; mistura de matéria; secagem e desumidificação; dosagem gravimétrica e volumétrica; cristalização de pet flake; moinhos trituradores, de baixa e alta rotação; balança para ensacamento e pesagem; sistemas de armazenagem – carrinhos, porta-bag, quebra-sacos e silos; acessórios – funil isolado e grades magnéticas.

Sobre a Ineal
A empresa Ineal Equipamentos Periféricos possui 20 anos de mercado e fornece produtos para a indústria plástica para todo o território nacional e América Latina. A empresa oferece qualidade e inovação aos seus clientes, como ótima relação custo X benefício. A Ineal constantemente aprimora seus equipamentos e treina sua equipe, que sempre está em contato com as novas tecnologias e com a evolução dos processos produtivos da indústria plástica.

Fonte: Messe Brasil

SRE lança desumidificador de peneira molecular e secador alimentador contínuo

04/08/2010

A SRE Indústria e Comércio de Máquinas e Equipamentos lança na Interplast 2010 o desumidificador mono pereira modelo DMP e o secador alimentador contínuo modelo SAC. Os desumidificadores da linha DMP foram desenvolvidos com única peneira molecular com vazão de até 180 m³/h e ponto de orvalho de até – 35ºC. Os equipamentos ultracompactos garantem eficiência na desumidificação para todos os materiais higroscópicos e polímeros de engenharia. O sistema de operação consiste em operar em circuito fechado com os funis de secagem e todos os parâmetros dos processos de desumidificação e regeneração são ajustáveis através do controle microprocessado com duplo display.

O painel de controle conta com alarme de segurança, controle do percentual de potência das resistências elétricas da desumidificação e regeneração além de indicadores de falhas luminoso e sonoro. A linha DMP é oferecida em versões de montagens com o silo diretamente sobre a máquina transformadora ao lado, em estrutura com rodízios ou em estrutura fixa com múltiplos funis.

O secador alimentador contínuo SRE modelo SAC utiliza o mesmo compressor radial para as duas funções, sendo acionados pneumaticamente e controlados pelo CLP. O compartilhamento do mesmo compressor para as duas funções (secagem e alimentação) não gera perda de rendimento para nenhuma das funções em razão do sistema de alimentação operar com a pressão negativa (vácuo) e o processo de secagem operar com pressão positiva. O equipamento oferecido com silos de aço inox entre 25 a 1500 litros podendo ser montado em chassi com rodízios ou direto sobre o canhão da máquina.

Sobre a SRE
A SRE é uma empresa nacional, fundada em 1986 com a finalidade de fabricação de equipamentos para a crescente indústria de transformação de termoplásticos, termofixos e elastômeros. Dispõe de soluções para controle térmico (aquecimento e resfriamento de processos industriais), secagem, cristalização, desumidificação, mistura e transporte de resinas plásticas.

Fonte: Messe Brasil

Linha de Mini Chillers da Piovan apresentado na Interplast tem baixíssimo consumo de energia

08/07/2010

A Piovan, uma das líderes mundiais no setor de transformação de matérias plásticas, leva para a Interplast uma amostra de sua linha de refrigeração Industrial. “A linha de Mini Chillers Piovan, considerada a mais versátil e eficiente do mercado, com capacidades até 25.000 kcal/h, é caracterizada por suas reduzidas dimensões, com uma significativa economia no consumo energético.  Possui alta flexibilidade das capacidades de resfriamento e conta com modelos condensados a ar ou água”, explica Rogério Riccardi, diretor comercial da empresa.

Além desse equipamento, a Piovan mostra na feira, a linha de desumidificadores da Série DS que tem o menor consumo de energia do mercado, os dosadores volumétricos da série MDP para até quatro componentes, com capacidade de até 1000 kg/h, moinhos de alta performance e termorregulares para moldes. Entre os recém-lançados da linha de refrigeração como o Mini Chiller, a Piovan também mostra o Duotemp para aquecimento e resfriamento da água de processo em circuitos e temperaturas independentes. Para o mercado de PET a Piovan apresenta a nova geração de secagem para PET, a linha Genesys que reduz o consumo energético em até 50%.

Sobre a Piovan

A Piovan é líder mundial no segmento de transformação de plástico, com mais de 50 anos de atividade e presença em todos os continentes. Possui um amplo portfolio de equipamentos auxiliares capazes de atender as necessidade e exigências de injeção, sopro, extrusão, preformas PET e refrigeração industrial. Oferece completa linha de equipamentos para armazenamento, transporte, alimentação, secagem, dosagem, moagem e controle de temperatura, além da linha completa para Chillers e Dry Coolers. Opera em 40 países com quatro unidades fabris no Brasil, China, Itália e EUA.

Fonte: MesseBrasil