Posts Tagged ‘Scandiflex’

Scandiflex busca ampliar produção de polióis para fabricação de Poliuretanos Termoplásticos

18/11/2012

A empresa apresentou suas novidades durante a Feipur que aconteceu em São Paulo de 6 a 8 de Novembro

A Scandiflex, Subsidiária da Eastman do Brasil, vem atuando na inovação e ampliação da sua área de produção de polióis utilizados na fabricação de poliuretanos termoplásticos (TPUs). O TPU é um poliuretano que garante versatilidade no desenvolvimento de várias soluções para a indústria, como produtos pneumáticos, solas de sapato, tubos petrolíferos, buchas, roletes, material dentário, entre outros. O TPU da Scandiflex é comercializado pelo nome de Thermollan™, poliuretano termoplástico.

“A Eastman acredita no potencial do TPU como negócio, portanto, vem investindo e ampliando a capacidade produtiva da empresa, introduzindo tecnologias mais eficientes e sustentáveis, reorganizando e adequando os processos”, afirma o Diretor geral da Eastman e da Scandiflex, Pedro Fortes. “A partir de agora, a Scandiflex passa a seguir os rígidos critérios e padrões de qualidade praticados pela Eastman”, completa.

A Scandiflex busca trabalhar junto a seus clientes, identificando necessidades e problemas, e propondo novas soluções, sejam elas, novos produtos ou solicitações individuais e personalizadas. O diferencial da empresa é a flexibilidade na execução de todo processo de produção da resina base.

No laboratório de desenvolvimento localizado em sua sede, em Mauá/SP, são realizados diversos testes de verificação de desempenho do produto. “Os produtos desenvolvidos aqui possuem alta tecnologia e qualidade, com preço competitivo frente ao mercado nacional e internacional”, afirma Luis André Mazurok, Gerente Desenvolvimentos de Novos Produtos da Scandiflex.

Tanto a Eastman quanto a Scandiflex estão comprometidas em atingir  altos padrões de desempenho de saúde, segurança, ambiental e de proteção. “Temos consciência da importância da segurança operacional, gerenciamento de produto e responsabilidade social da Scandiflex. Por isso, participamos desde 1992, do programa Atuação Responsável, instituído e coordenado pela ABIQUIM, Associação Brasileira das Indústrias Químicas, completa Mazurok.

Sobre a Eastman Chemical Company

Uma empresa global com sede em Kingsport, Tennessee, Estados Unidos, a Eastman alcançou vendas de US$ 7,2 bilhões de dólares em 2011, possuindo aproximadamente 10 mil colaboaradores em todo o mundo.

Sobre a Scandiflex

A Scandiflex conta com uma diversificada linha de mais de 40 tipos de plastificantes poliméricos e monoméricos, incluindo ftalatos, adipatos, citratos, maleatos, sebacatos, azelatos e trimelitatos, destinados a diversas indústrias como, tintas, vernizes, filmes, calandrados, adesivos, fios e cabos, brinquedos, embalagens, plásticos, borrachas, têxtil, plastissóis, produtos hospitalares, veterinários e defensivos agrícolas. A empresa possui ampla gama de polióis-poliésteres e sistemas de poliuretano. A Scandiflex foi adquirida pela Eastman Chemical Holdings do Brasil Ltda em Setembro de 2011.

Fonte: The Group Comunicação / Eastman

Curta nossa página no

Eastman adquire a Scandiflex para expandir seu negócio de plastificantes

01/09/2011

Aquisição permite o crescimento na América Latina em rápida expansão

A Eastman Chemical Company anunciou a aquisição da Scandiflex do Brasil S.A. Indústrias Químicas, fabricante de plastificantes localizada em Mauá, São Paulo, Brasil. O negócio de plastificantes da Scandiflex bem como suas capacidades de fabricação agora fazem parte do segmento de Produtos Químicos e Intermediários da Eastman (PCI). Os termos da transação não foram divulgados.

 Com vendas de $54 milhões em 2010, a capacidade produtiva e o relacionamento com os clientes da Scandiflex no Brasil permitirão à Eastman acelerar o crescimento do seu negócio de não-ftalatos na América Latina. Além da diversificação regional de vendas e fabricação, a Scandiflex também oferece produtos complementares não-ftalatos à ampla carteira de plastificantes da Eastman.

 “Essa aquisição é um importante passo em nossa estratégia de crescimento global e nos permite crescer na medida em que a demanda na América Latina por produtos não-ftalatos aumenta”, declarou Ron Lindsay, vice-presidente executivo de produtos químicos, intermediários e fibras. “Estou confiante de que a forte conexão da Scandiflex com seus clientes e sua reputação como um fornecedor confiável no mercado da América Latina nos trará oportunidades adicionais para futuro crescimento nessa região de rápida expansão”.

 “A Scandiflex é a primeira aquisição da Eastman no Brasil depois de 33 anos no país e tenho certeza de que isso nos ajudará a realizar nossa estratégia de crescimento ao mesmo tempo que continuamos a ser uma companhia química de alto desempenho”, declara o Diretor Geral da Eastman no Mercosul, Pedro Fortes.

 “Demos o primeiro passo em busca de nossa estratégica de crescimento na América Latina. Essa aquisição demonstra o nosso comprometimento de crescimento no Brasil e na região e continuaremos a buscar novas oportunidades”, complementa o presidente da Eastman na América Latina, Juan Carlos Parodi.

Fonte: The Group / Eastman