Posts Tagged ‘Quattor’

Depois da Standard & Poor’s, Moody´s também confere “investment grade” à Braskem.

04/04/2011
Agência justifica sua avaliação pela significativa captura de sinergias e disciplina financeira da Companhia

A agência de classificação de risco Moody’s acaba de elevar o rating da Braskem de “Ba1” para “Baa3”, concedendo à empresa o grau de investimento. A perspectiva se manteve estável. Segundo a agência, a alteração reflete o sucesso da integração com a Quattor, que resulta na evolução da performance operacional e da geração de caixa. Com a aprovação da compra da Quattor pelo CADE, os analistas da Moody’s acreditam que a Braskem será capaz de capturar significativas sinergias adicionais e acelerar a redução da alavancagem em antecipação aos investimentos em expansão.

Em relação à perspectiva estável, a Moody’s afirma que reflete sua expectativa de que a Braskem manterá sua posição de liderança no mercado de resinas termoplásticas, melhorará suas margens consolidadas com a captura de novas sinergias resultantes da aquisição da Quattor e administrará prudentemente a sua liquidez. Segundo a agência, a perspectiva estável também pressupõe que os novos projetos serão estruturados de forma a garantir a manutenção da atual saúde financeira da Braskem.

Ontem, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s já havia elevado o rating da Braskem de “BB+” para “BBB-“, concedendo à empresa o grau de investimento e avaliou a empresa como mais forte em negócios e liquidez.

Para Marcela Drehmer, vice-presidente Financeira e de Relações com Investidores da Braskem, “a obtenção do investment grade por duas agências possibilita o acesso a novos investidores e a geração de valor adicional para todos os acionistas em função da potencial redução do custo de capital”.

Fonte: Braskem

Anúncios

Aquisição da Quattor pela Braskem é aprovada pelo CADE

23/02/2011

A aquisição da Quattor pela Braskem foi aprovada, integralmente, pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Com essa decisão, foi mais uma vez confirmado como global o mercado relevante para o setor petroquímico e que, portanto, a competição se dá nessa dimensão.

As negociações para aquisição da Quattor foram concluídas em janeiro de 2010, por meio de um Acordo de Investimento celebrado entre Odebrecht, Petrobras, Braskem e Unipar. A aquisição posiciona a Braskem como a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, colocando-a em um novo patamar de escala e eficiência para fazer frente aos desafios do mercado internacional.

Como parte da operação, a Braskem se comprometeu a notificar previamente o CADE sobre os futuros contratos para a compra de resinas de fornecedores estrangeiros que contenham cláusula de exclusividade e que preencham os demais requisitos legais que tornam tais contratos notificáveis, em linha com o projeto de lei que reestrutura o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência. Além disso a Braskem, visando incentivar a transparência nas suas relações comerciais e a competitividade da cadeia produtiva, concordou em submeter periodicamente, sob regime de confidencialidade, informações a respeito de seus contratos e atividades de importação e comercialização de resinas.

Fonte: Braskem