Posts Tagged ‘Projeto Comprador’

Think Plastic Brazil organiza mais de 80 encontros de negócios na Plastech Brasil

31/08/2015

Projeto Comprador aproximou vendedores nacionais de sete empresas vindas de quatro países

ThinkplasticBrazil_plastechO Projeto Comprador do programa Think Plastic Brazil opera através da organização de uma série de encontros com duração de 20 a 30 minutos, onde, a partir de um formulário prévio, as empresas internacionais (compradoras), descrevem seu perfil e necessidades. Por outro lado, é feita uma triagem entre os associados do projeto (vendedores). “Depois disso, as empresas que ‘derem liga’, combinam visitas técnicas, e têm grande chances de concretização de negócios.

Sete compradores internacionais, de México, Panamá, Colômbia e Equador, recepcionaram os vendedores brasileiros em Caxias do Sul (RS).

Marco Wydra, gerente executivo do Think Plastic Brazil,  explica que o projeto tem três eixos estratégicos de atuação: o desenvolvimento empresarial, a promoção comercial e comunicação e a inteligência estratégica competitiva. “Visamos a inserção, incremento e consolidação das exportações de produtos transformados plásticos de pequenas, médias e grandes empresas; além da solidificação da cultura exportadora das empresas do setor; do aumento da base exportadora e da melhoria da exposição e imagem do setor no exterior”, ressalta o gerente do Think Plastic Brazil.

Para Wydra, a exportação deve ser vista como um processo constante, e não apenas uma alternativa em tempos de crise. “Não acredito em exportação esporádica. Uma vez entrando nesse segmento, não tem mais saída”, argumenta.

Associado ao Think Plastic Brazil há um ano, o supervisor de exportação da Mega Embalagens, empresa de Salvador do Sul (RS), Moisés Guidi, define o projeto como  bastante interessante e necessário, além de uma grande oportunidade para as empresas.

“Minha expectativa é de fechar negócios. Conversei com cinco compradores, e agendei algumas visitas. Acredito que a exportação é um mecanismo que traz visibilidade, agrega conhecimento, além de atualizar a empresa e auxiliar na sua imagem”, enumera Guidi, que já exporta para Uruguai, Argentina, Costa Rica, República Dominicana, México, Estados Unidos e Venezuela.

Do outro lado da mesa de negociação, o colombiano Víctor Pacheco, da empresa Alquería, ressalta a importância do projeto para as empresas compradoras, uma vez que ajuda a encontrar produtos que possam resolver problemas pontuais das empresas.

“Das reuniões feitas até agora, já tenho, sim, expectativa de fechamento de negócios. Esse projeto nos dá ainda ideias e visões diferentes, apresentando inovação”, emenda o colombiano que gostou muito do Brasil.

Sobre o Projeto Comprador do programa Think Plastic Brazil

O Think Plastic Brazil, criado em dezembro de 2003, é um programa de incentivo à exportação do plástico transformado brasileiro. Fruto de uma parceria entre a cadeia produtiva do plástico e o governo, por meio da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a iniciativa tem como objetivos o incremento das exportações de produtos transformados plásticos – foco em Embalagens e Utilidades Domésticas, a solidificação da cultura exportadora das empresas transformadoras de plástico e o posicionamento do Brasil como Global Player.Hoje, o Think Plastic Brazil conta com a participação de cerca de 90 empresas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plastech Brasil 2015 / Foto: Gabriel Lain

Curta nossa página no

Anúncios

Projeto Comprador na Plastech Brasil 2015 volta a facilitar exportações

15/08/2015

Número de empresas internacionais em busca de fornecedores em Caxias do Sul (RS) será maior em 2015

Plastech_Projeto-CompradorQuem aposta no mercado externo como prioridade ou alternativa de negócio tem encontro marcado na Plastech Brasil, dia 27 de agosto (quinta-feira), das 14h às 19h, no Parque de Exposições da Festa da Uva, em Caxias do Sul (RS), ocasião em que a Feira do Plástico, da Borracha, dos Compósitos, da Reciclagem e dos Transformados Automotivos (partes e peças) recebe mais uma edição do Projeto Comprador do programa Think Plastic Brazil, desenvolvido com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O prazo para inscrições se encerra nesta sexta-feira (14). Para participar, basta entrar em contato com cristina.sacramento@thinkplasticbrazil.com, informando nome da empresa e  quem participará das rodadas, contatos (email, telefones fixo e celular) e com quais empresas pretende se reunir. “As inscrições serão validadas pelo comitê organizador, por isso, é muito importante confirmar o quanto antes sua presença”, alerta a especialista em desenvolvimento de mercado para embalagens flexíveis do Think Plastic Brazil, Cristina Sacramento.

A grande novidade em 2015 é o aumento do número de compradores internacionais, que passou de cinco, na edição 2013, para sete. São quatro empresas da Colômbia, uma do México, uma do Panamá e uma do Equador à procura de fornecedores na Plastech Brasil.

Estão confirmadas as companhias Team Foods (alimentação e transformação de plásticos), Alquería/Eplas (alimentos lácteos e transformados plásticos), Geotecol SAS (importação, comercialização e instalação de geossintéticos), e Finca SAS – Contegral (alimentos para pets e equinos), da Colômbia; Jafra (cosméticos), do México; Empresa Panameña de Alimentos (alimentação: café, massas, biscoitos e lácteos), do Panamá; e Induservi (soluções em packaging), do Equador.

A iniciativa que aproxima empresas candidatas à exportação de compradores internacionais que repetir o sucesso da edição anterior do evento, em 2013, quando em apenas algumas horas de reuniões na Plastech Brasil facilitou o fechamento de um negócio de aproximadamente US$ 150 mil e deixou encaminhados outros 11, estimados em mais de US$ 950 mil.

O Think Plastic Brazil, criado em dezembro de 2003, é um programa de incentivo à exportação do plástico transformado brasileiro. Fruto de uma parceria entre a cadeia produtiva do plástico e o governo, por meio da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a iniciativa tem como objetivos o incremento das exportações de produtos transformados plásticos, a solidificação da cultura exportadora das empresas transformadoras de plástico e o posicionamento do Brasil como Global Player.

 Hoje, o Think Plastic Brazil conta com a participação de cerca de 90 empresas. Os objetivos do Programa são alcançados por meio dos três eixos estratégicos: Desenvolvimento Empresarial e Competitividade, Promoção Comercial e Comunicação e Inteligência e Estratégia Competitiva.

Projeto Comprador – Programa Think Plastic Brazil

  • O QUE É: rodadas de negociações com compradores internacionais
  • QUANDO: 27/8 (quinta-feira)
  • HORÁRIO: das 14h às 19h
  • ONDE: na Plastech Brasil 2015 (Pavilhão 1 do Parque de Exposições da Festa da Uva, em Caxias do Sul)
  • INSCRIÇÕES:  cristina.sacramento@thinkplasticbrazil.com (até 14/8)
  • INFORMAÇÕES:  cristina.sacramento@thinkplasticbrazil.com ou telefone (11) 2148.4773

PERFIL DOS COMPRADORES

EMPRESA: Team Foods Colombia
ORIGEM: Colômbia
SITE: http://www.team.co
INTERESSES: etiquetas termoencolhíveis (sleeve); in mold label; etiquetas em papel; estruturas laminadas (bi e tri), impressas, em bobinas, 34 referências diferentes, para embalar margarinas; liners para tampas de 38mm e espumados para tampas de 60mm; pallets plásticos; preformas PET (para complementar sua produção própria); masterbatches e compostos; resinas de PET e PP; foil de aluminio, em unidades, para fechamento de margarinas de embalagens rígidas; sacos de papel de 40kg, impressos, para proteicos, farinha de soja, etc; caixas corrugadas em papelão para embalagem de produtos

EMPRESA: Alquería/Eplas
ORIGEM: Colômbia
SITE: http://www.alqueria.com.co / http://www.eplas.com.co
INTERESSES: filme barreira coextrusado para leite, em bobinas e em bolsas; embalagens rígidas para iogurte e doce de leite – base termoformada em PE (distintos tamanhos) e tampas injetadas em PP; sleeves termoencolhíveis; foil de alumínio laminado com HDPE, impresso, para fechar embalagens de iogurte e de doce de leite; bolsas bilaminadas; stretch film, manual; bag in boxes; paletes plásticos; caixas plásticas; masterbatches para filmes barreira (negro, alta dispersão, FDA); PEBD para filmes barreira; PEAD para garrafas sopradas.

EMPRESA: Jafra
ORIGEM: México
SITE: http://www.jafra.com.mx
INTERESSES: bisnagas com tampa fliptop; tampas para perfumes; frascos em hdpe para produtos cosméticos diversos em PP ou Surlyn; frascos para perfumes; estojos de maquiagem de diversos tipos; etiquetas autoadesivas; embalagens flexíveis laminadas para sachets de amostras de produtos; caixas em papel cartonado para embalagem de perfumes (com aplicação de verniz e hot stamping); selos de vedação para frascos rígidos que embalam sais de banho e óleos corporais; plástico transparente do tipo “celofane” para fechamento de perfumes

EMPRESA: Geotecol SAS
ORIGEM: Colômbia
SITE: http://www.geotecolsas.com
INTERESSES: geomembranas em HDPE; geomembranas em PVC; geotêxteis tecidos e não-tecidos em PP; geomalhas para controle de erosão em PP; geodrenos; tubos em distintas larguras (2,5”, 4” e 6”) em PE para drenagem; tubos para aquedutos; telas de fechamento em PP (para cortina de proteção e fechamento de obras); cobertura “temporal” em PP para fechamento de aterros sanitários; geobolsas para tratamento de água; telas em HDPE calibre 6 e 8 com resistência química; interesse em conhecer melhor dutos de ventilação em PVC

EMPRESA: Empresa Panameña de Alimentos
ORIGEM: Panamá
SITE: http://www.epa.com.pa
INTERESSES: embalagem laminada BOPP/ AL/ PE, em bobina, para café; embalagem em bolsas pré-formadas (tipo stand up pouch) BOPP/ AL/ PE para café; filmes laminados BOPP 2 ou – CPP – 5u para massas; filmes laminados com diferentes estruturas em BOPP, em bobina, para biscoitos; sleeve termoencolhível em PVC impresso a 7 cores; selo para tampa de iogurte – PET impresso + PET metalizado com impressão a 6 cores; embalagens rígidas preformadas em OS branco para iogurte, queijo cremoso, sour cream, doce de leite, sorvetes e sundae e tampas em PP transparente; caixas plásticas tipo cestas em PEAD; paletes plásticos 40x40x5 polegadas em PEAD; stretch film manual e automático em PE; shrink film em PE

EMPRESA: INDUSERVI
ORIGEM: Equador
SITE: http://www.induservi.com
INTERESSES: stretch film em PE; schrink film em PE; tubos / bisnagas; PVC termoencolhível (center folded); tampas; selos de indução/ vedação; filmes PET; materbatches e compostos; zíperes para embalagens flexíveis; palletes plásticos; descartáveis; bolsas em rolos; PVC para alimentos; interesse em produtos inovadores

EMPRESA: Finca SAS / Contegral
ORIGEM: Colômbia
SITE: http://www.finca.co e http://www.contegral.co
INTERESSES: sacos de ráfia impressa, boca aberta; sacos de ráfia laminada, impressa, boca aberta; filmes laminados PET/PE, em bobina, impressos, para embalagem de pet food; tampas / preformas PET para garrafas de óleo comestível; caixas de ovos – 12 unidades

Fonte: Assesoria de Imprensa – Plastech Brasil / Foto: Arquivo Plastech Brasil

Curta nossa página no

Projeto Comprador do Think Plastic Brazil movimentará negócios internacionais na Feiplastic 2013

17/04/2013

feiplastic

As Rodadas de Negócios do Programa Think Plastic Brazil terão cerca de oito empresas internacionais e 30 nacionais

Em sua 34ª edição, o Projeto Comprador Think Plastic Brazil será realizado na FEIPLASTIC 2013 – Feira Internacional do Plástico, por meio de rodadas de negócios com oito empresas internacionais e 30 nacionais. A iniciativa é patrocinada pela Apex-Brasil, coordenada pelo Instituto Nacional do Plástico e conta com suporte da Associação Brasileira da Indústria do Plástico – Abiplast, com o objetivo de  estimular as exportações de produtos transformados plásticos. A expectativa dos organizadores é que as rodadas superem os U$ 2.600 milhões em negócios, estimados para os anos de 2011/2012.

Compradores de países como Estados Unidos, México, Colômbia, Peru e Equador já confirmaram a participação no Projeto Comprador. Destaque para dois distribuidores norte-americanos com foco em insumos para conversão, setor que tem registrado resultados positivos para a indústria nacional. Estão previstas 100 reuniões de negócios no dia 20 de maio, superando as 81 reuniões da última edição.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Calendário 2013 do Think Plastic Brazil tem eventos-chave para o setor

08/04/2013

Think_Plastic_Gift_FairNa esteira dos eventos já realizados no início do ano, o Think Plastic Brazil dá sequência aos esforços de projeção internacional das empresas brasileiras. Em maio, dois Projetos Comprador incentivarão o networking e prospecção de negócios associados à Fórmula Indy (01 a 06) e à feira Feiplastic (20 a 24).

Já em junho, o foco será concentrado na feira mexicana Expo Pack, programada para o período entre os dias 18 e 21. Neste ano, o evento pretende abordar o futuro das embalagens, dentro dos conceitos “Seguro, Simples e Sustentável”. Na sequência, em agosto, outros dois Projetos Compradores serão realizados: entre os dias 17 e 20, na House & Gift Fair, em São Paulo, para o segmento de UD; e entre 27 e 30, na feira Plastech, focada em Embalagens Rígidas e Flexíveis.

Em setembro e outubro, será a vez de dois Projetos Vendedores. Um deles ocorrerá na Expoalimentaria, no Peru, entre 19 e 21 de setembro. Já nos dias 19 e 20 de outubro, um evento nos mesmos moldes acontecerá no Panamá.

No mês de novembro, a feira colombiana Andina-Pack encerra o calendário de eventos internacionais do ano, com foco concentrado na cadeia latino-americana de Embalagens Rígidas e Flexíveis.

Fonte: Boletim Think Plastic Brazil

Curta nossa página no

Projeto Comprador do Export Plastic consolida negócios internacionais.

09/05/2012

Desenvolvido pelo Export Plastic desde o lançamento do Programa, em 2004, o Projeto Comprador têm como missão aproximar compradores internacionais e transformadores brasileiros em um ambiente propício para a realização de negócios. Muitas vezes, os contatos comerciais iniciados em determinado evento transformam a parceria em fidelidade. Este é o caso do Cochez Novey, grupo do Panamá.

Representado por Mario Ortiz, gerente de negócios, o grupo já participou de algumas edições dos Projetos Compradores – além do Projeto Vendedor Panamá -, fechou negócios com as empresas associadas e confirma o sucesso da plataforma. “A participação no projeto costuma ser muito interessante, pois podemos, em uma única oportunidade, interagir com várias empresas”, afirma. Ortiz tomou conhecimento do Projeto após convite de Gilberto Agrello, especialista em Desenvolvimento de Mercado de UD e Embalagens Rígidas do Export Plastic.

Responsável pelo gerenciamento dos 4Ps (Preço, Promoção, Produto e Ponto de Venda) para os departamentos de Utilidades Domésticas, Recreação e Decoração, Ortiz aprova a metodologia do Programa e ficou muito bem impressionado com o mercado brasileiro. “Principalmente no que se refere à qualidade, design e feedback após a compra”, enfatiza o executivo, que tem 20 anos de experiência, sendo os últimos seis dedicados ao Cochez Novey.

O grupo panamenho é formado pela Cochez e Cia, a maior empresa local de compra e venda de materiais para construção e que atua no atacado e no varejo e possui 17 filiais espalhadas pelo país; e da Novey (Geo F. Novey Inc.), que é a cadeia de lojas no formato home center mais importante e que apresenta crescimento mais rápido no Panamá.

Fonte: Boletim Export Plastic

Curta nossa página no

Negócios e informação reuniram as associadas ao Export Plastic na House & Gift Fair.

12/09/2011

Fabricantes e compradores de artigos para casa e decoração marcaram presença na 43ª House & Gift Fair South America, feira realizada em São Paulo, entre os dias 27 e 30 de agosto. Durante o evento, o Programa Export Plastic promoveu atividades específicas para suas associadas, a fim de estimular a implantação de uma cultura exportadora nas empresas e divulgar a imagem dos produtos brasileiros no exterior.

Uma dessas atividades foi a 27ª edição do Projeto Comprador, que viabilizou 151 rodadas de negócios entre 19 empresas brasileiras fabricantes de utilidades domésticas plásticas e 12 compradores internacionais, vindos da Costa Rica, Colômbia, Chile, Paraguai, El Salvador e Jamaica. A estimativa é que em 12 meses esta ação resulte em US$ 1.190.000 em negócios.

A Tritec, que exporta seus produtos de utilidade doméstica para a América Latina, África, Europa e Estados Unidos, se reuniu com nove importadores. “Já encaminhamos informações e amostras aos compradores”, disse Alexandre Sachet, Gerente de Exportação da companhia. E completou: “o Programa Export Plastic nos oferece constantemente a possibilidade de novos contatos comerciais, além oportunidades de ampliar nossa presença no mercado internacional e de conhecer as tendências mundiais, o que é fundamental para aumentar nossa competitividade lá fora.”

Além da possibilidade de estabelecer novos mercados, o Projeto Comprador também possibilita que as associadas revejam contatos antigos. Foi o caso da fabricante de utilidades domésticas Martiplast que, além de abrir contatos no Paraguai, Chile e Jamaica, também reencontrou antigos compradores da Colômbia. “As primeiras conversas foram promissoras e já agendamos visitas técnicas de representantes à nossa fábrica”, afirmou Jones da Rocha Filho, gerente de exportação da empresa. A Martiplast já exporta para 17 países da América Latina, África e Europa.

 Outra iniciativa do Export Plastic foi o Projeto Imagem, que traz jornalistas internacionais para conhecerem o mercado e a produção de plásticos do Brasil. Durante a 43ª House & Gift, o Programa trouxe um jornalista da revista mexicana Ambientes, com tiragem de 25 mil exemplares, e uma representante da norte-americana Gifts and Decorative Accessories, com tiragem de 27 mil exemplares.

 O Programa fechou o evento com a participação de Karim Rashid, um dos ícones do design mundial. Além das associadas ao Programa, o artista também conversou com representantes de outros setores de utilidades domésticas, como vidro e porcelana, e ministrou uma palestra na feira sobre a importância do design para as marcas estabelecerem diferenciais no mercado.

 Para Marco Wydra, gerente do Export Plastic, a House & Gift foi o palco ideal para o Programa reunir a promoção de seus integrantes à informação. “Durante o evento, conseguimos dar às associadas a oportunidade de mostrarem seus produtos aos importadores e ainda discutirem sobre a importância de reforçar o design dos produtos como diferencial das marcas, por meio do contato com Karim Rashid”, concluiu.

 Fonte: Boletim ExportPlastic

Export Plastic promove 110 rodadas comerciais na Plastech 2011

12/09/2011


As cidades de São Paulo e Caxias do Sul sediaram as 110 rodadas de negócios promovidas pelo 26º Projeto Comprador, realizado pelo Programa Export Plastic durante a Plastech Brasil – Feira de Tecnologias para Termoplásticos e Termofixos, Moldes e Equipamentos, que ocorreu em Caxias do Sul entre os dias 16 e 19 de agosto.

 Compradores da Costa Rica, Dinamarca, México, Holanda e Estados Unidos participaram das reuniões de negócios com 38 empresas associadas ao Programa. A estimativa das associadas é que em 12 meses esta ação resulte em US$ 1.930.000 em negócios.

 Uma dessas empresas foi a Plastrela, fabricante de laminados e sacos de polietileno e que já exporta para a Inglaterra, o Uruguai e a Colômbia. A partir do Projeto Comprador da Plastech, a empresa iniciou negociações com executivos da Costa Rica e México. Segundo Jack Shen, diretor da Plastrela, o processo de negociação é lento e o período pós-evento é fundamental para garantir bons resultados futuros. “Exportação é uma ação de longo prazo e, no nosso caso, que fabricamos produtos personalizados, é ainda mais importante darmos a assistência necessária aos compradores para conquistarmos mercado”, concluiu.

 Fabricante de sacos em bobina para o área de frutas e verduras de sacolões e supermercados, a Unisold realizou rodadas de negócios com os compradores e os recebeu na sede da sua empresa, em Esteio/RS, para visitas técnicas. “Os visitantes ficaram impressionados com a nossa capacidade de produção e aprovaram nosso processo”, disse Gustavo Bazzano, diretor comercial da empresa. “Já enviamos amostras para dois deles e estamos aguardando os próximos passos das negociações, que devem acontecer em breve”, concluiu. Os produtos da Unisold já são encontrados nos mercados da Dinamarca, Portugal, além de países da América Latina.

 A Plastech teve como proposta facilitar o acesso dos empresários às novas tecnologias. A feira reuniu 250 expositores e mais de 21 mil visitantes que conheceram as novidades em matérias-primas e produtos básicos, máquinas, equipamentos, acessórios, moldes, ferramentas, instrumentação, equipamentos de controle e automação, além de serviços e projetos técnicos.

 Segundo Marco Wydra, gerente do Programa Export Plastic, as rodadas de negócios do Projeto Comprador e as visitas técnicas representaram grandes oportunidades para as associadas mostrarem seu potencial para atender às demandas internacionais. “As ações realizadas na Plastech, possibilitaram a aproximação entre os importadores e os empresários brasileiros, especialmente os da região Sul, que puderam receber os compradores em suas sedes e mostrar sua capacidade de atender grandes demandas”, concluiu o gerente do Programa.

Fonte:  Boletim Export Plastic

PlastechBrasil 2011 contará com rodadas de negócios do Projeto Comprador do Export Plastic.

07/07/2011

A cidade de Caxias do Sul (RS) estará no centro das atenções de fabricantes e compradores de flexíveis durante o mês de agosto. A cidade recebe o 26º Projeto Comprador, a ser realizado durante a Plastech (15 a 19 de agosto), que contará com empresários do México, da Costa Rica, da Dinamarca e da Holanda.

Esta é a terceira vez que Programa participa do evento, a primeira com rodada de negócios. Nesta edição do Projeto Comprador, o Export Plastic espera receber associadas fabricantes de embalagens para alimentos, filmes estiráveis e encolhíveis, plásticos para agricultura e descartáveis diversos.

Leve a sua empresa para o Projeto Comprador da Plastech. Mais detalhes podem ser obtidos com a especialista em Desenvolvimento de Mercado – Embalagens Flexíveis, Cristina Sacramento, pelo email: cristina.sacramento@exportplastic.com.

Fonte: Boletim Export Plastic

Grandes compradores internacionais confirmam presença no Projeto Comprador na Brasilplast

03/05/2011

Cada vez mais o Brasil tem atraído olhares, atenções e investimentos estrangeiros, por sua tecnologia e crescimento econômico. Um cenário propício para negócios é a quantidade de feiras e eventos que o país sedia. No setor do plástico, o Brasil se destaca na realização da Brasilplast, terceira maior feira do segmento do mundo, realizada a cada dois anos.

As empresas associadas ainda podem manifestar seu interesse em participar das rodadas de negócios, que serão realizadas pelo Programa Export Plastic, no dia 9 de maio, das 15h às 20h, no Espaço Premium da feira.

Tradicionalmente, o Programa promove a vinda de importantes compradores internacionais, media contatos, estimula a interação dos empresários nacionais e estrangeiros e incentiva a divulgação dos avanços tecnológicos das empresas associadas, o diferencial competitivo do país e a qualidade dos produtos brasileiros.

Nesta edição da Brasilplast não será diferente. O Programa promoverá o 24º Projeto Comprador e o Projeto Imagem, além de viabilizar visitas às empresas e intermediar negócios entre os brasileiros e os visitantes. “Queremos mais uma vez disseminar a cultura exportadora e valorizar o produto brasileiro”, afirma Marco Wydra, gerente executivo do Programa Export Plastic.

O Projeto Comprador contará com a participação de representantes de sete grandes empresas internacionais interessadas em negociar com empresários brasileiros. Uma delas é a Atlantic Packing, uma das maiores distribuidoras de embalagens americana, com 12 unidades de negócios somente nos EUA e bases na América Latina e Caribe. A empresa busca laminados em BOPP, filmes shrink e outros produtos destinados à indústria alimentícia e de embalagens.

A corporação mexicana Distribuidora y Comercializadora de Productos para La Construcción y Geosinteticos SA participa pela primeira vez do evento e traz uma grande oportunidade de geração de negócios com os fabricantes de geosintéticos e produtos para setores agrícolas e de construção civil.

A gigante chilena SPL, empresa detentora de uma das maiores minas a céu aberto de sal do mundo, também marcará presença no Projeto Comprador. No Brasil, a empresa busca, desde stand up pouches e shrink film em PVC até big bags em polipropileno e sacaria de ráfia para acondicionamento do sal.

Os participantes do Projeto Comprador e os importadores terão a oportunidade de assistir uma palestra sobre o mercado europeu de embalagens, com o pesquisador convidado pelo Programa, Robbin Leggett.

Na edição anterior da Brasilplast, em 2009, o Programa Export Plastic realizou um Projeto Comprador que contou com 193 encontros comerciais e que gerou US$ 160.000 em negócios. A expectativa da organização dessa ação é de dobrar o montante este ano.

A Brasilplast 2011 contará com 1300 expositores e deverá receber 65 mil pessoas, entre brasileiros e visitantes de 60 países, interessados em conhecer as novidades em equipamentos, máquinas, matérias-primas e produtos transformados de plástico.

Fonte:  Boletim Export Plastic

Rodadas de negócios do Export Plastic ampliam negócios com México, Colômbia e Peru

31/08/2010

No total, o 22º Projeto Comprador computou negócios da ordem de US$ 3 milhões para os próximos doze meses

Os fabricantes brasileiros de transformados plásticos, presentes no 22º Projeto Comprador, realizaram negócios imediatos com importadores do México, Colômbia e Peru da ordem de US$ 230 mil, valor que deverá subir para US$ 3 milhões nos próximos doze meses. O evento ocorreu no dia 14 de agosto, durante a 41ª. edição da House and Gift Fair, em São Paulo, totalizando 130 rodadas de negócios. Além disso, foram realizadas seis visitas técnicas em fábricas de empresas associadas.

Do Brasil, participaram 24 empresas: Alpes, Acrimet, Bandeirante, Belchior, Caixaplast, Cobrirel, Coza, Cromex, Dejota, Delo, Grupo BB, Invicta, Jaguar, Kaballa, Kos Acrílicos, MartiplastParamount, PKZ, Plasútil, Replasmac, Sanremo, São Bernardo, Schwanke e Tritec. Entre os importadores estavam Sears, CE International, Latin American Distribuidors, Heim Dekoration, Usabco Industries e Almacenes.

Durante as rodadas de negócios, os empresários brasileiros também puderam realizar consultas com especialistas em Comércio Internacional, Cores & Design, Transporte, Logística, Crédito Corporativo e Financiamento para Inovações Tecnológicas e Ambientais.

“Estas rodadas de negócios fazem parte da ação tripla ++Leads Export Plastic, organizada pelo Programa para gerar contatos e interações comerciais para o resto do semestre”, lembra Gilberto Agrello, especialista em Desenvolvimento de Mercado – Rígidos & UD.

Produtividade nas rodadas

“Não perdemos uma rodada! Cada uma representa um importante canal de relacionamento e de negócios com o Comércio Internacional”, explica Jones Rocha, responsável pela exportação da Martiplast, para quem além de ampliar o network internacional, a empresa também aumenta seus negócios. “Estamos em tratativas finais com empresas da Colômbia e México”, revela.

O executivo informa que, além de negociar pessoalmente com os importadores “decision makers”, nessa edição teve também a oportunidade de mostrar em seu estande na feira o porte e a dimensão da empresa, com destaque para a qualidade, design e conceito dos produtos. ”Por isso é sempre muito produtivo participar de rodadas como essa”, finaliza Rocha.

Fonte: Boletim Export Plastic

Empresas associadas ao Programa Export Plastic realizam negócios durante Feira Fispal.

25/06/2010

As empresas associadas ao Programa Export Plastic, que participaram do 21º Projeto Comprador, encaminharam negócios da ordem de US$ 285 mil de imediato e US$ 3.735.000 no médio prazo. “Esse resultado superou os números do ano passado, o que nos incentiva a desenvolver novas ações para esse segmento em 2010”, afirma Marco Wydra, gerente executivo do Programa Export Plastic. O 21º. Projeto Comprador ocorreu no dia 9 de junho, durante a Fispal Tecnologia, a mais importante feira de embalagens, processos e logística para as indústrias de alimentos e bebidas da América Latina. Na ocasião, o Programa Export Plastic disponibilizou estande de cerca de 100 m2 para a realização das rodadas de negócios no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

No total, as empresas associadas participaram de mais de 60 reuniões com os importadores da área de embalagens rígidas e flexíveis, como Abocol e Comarbel (Colômbia), Global Pack (EUA), Corporación Misti (Peru), Magnum (Reino Unido) e Pacific Gold (Chile). Os encontros foram gerados por meio de matchmaking qualificado, análise detalhada do perfil dos compradores, para potencializar oportunidades de negócios com os diferentes países.

Neste ano, o evento contou ainda com a participação de quatro empresas da área de máquinas e associadas à Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq): Nippon, Waig, Haver do Brasil e Ensacadeira Paraná.

Projeto Imagem

Além das rodadas de negócios, o Programa Export Plastic promoveu o 1º. Projeto Imagem do ano de 2010, com a vinda de dois jornalistas internacionais ao Brasil. Tony Deligio da Revista norte-americana Modern Plastics e Steven Pacitti da Revista inglesa Plastics in Pacakging estiveram no País e realizaram entrevistas com executivos de empresas associadas ao Programa, dirigentes de associações que representam o setor de plásticos e embalagens flexíveis e Maurício Borges, diretor de negócios da Apex-Brasil. A programação incluiu ainda visitas às fábricas de empresas que integram ao Export Plastic. Segundo Wydra, o objetivo do Projeto Imagem é promover a imagem da indústria transformadora plástica brasileira no exterior. “Ao conhecer de perto a capacidade produtiva das empresas brasileiras e a qualidade de produtos fabricados no País, os jornalistas internacionais nos auxiliam na multiplicação dessas informações ao redor do mundo”, conclui Wydra.

Sobre o Programa Export Plastic

O Programa Export Plastic, coordenado pelo Instituto Nacional do Plástico, foi criado em 2004, e é fruto de uma parceria entre a toda a cadeia produtiva do plástico (Petrobrás, as centrais petroquímicas, os produtores de resinas termoplásticas e os transformadores) e o governo brasileiro por meio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Fonte: Abiplast