Posts Tagged ‘Procter & Gamble’

Procter & Gamble vence 30ª edição do Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018 da Dow

18/09/2018

Os premiados representam as melhores inovações em embalagens em termos de avanço tecnológico, sustentabilidade e experiência para os usuários.

A Dow acaba de anunciar os vencedores do 30o Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018, que reconhece grandes avanços no setor de embalagens em termos de design, materiais, tecnologias e processos de soluções inovadoras.

A premiação mais importante, o Diamond Award, foi concedida para a embalagem Air Assist da Procter & Gamble (foto), que trouxe inovação em desempenho e sustentabilidade para embalagens utilizadas tanto no comércio virtual quanto varejo convencional. Segundo a Dow, a tecnologia de embalagem para líquidos utiliza gás comprimido para conferir rigidez sob medida para a estruturação do filme flexível. Ao utilizar uma válvula unidirecional exclusiva, a nova embalagem garante uma distribuição mais limpa, dosagem mais controlada e facilidade de uso – o usuário consegue manuseá-la utilizando apenas uma mão –, ao mesmo tempo em que mantém a resistência necessária para que o produto, quando adquirido em lojas virtuais, possa ser transportado sem a necessidade de proteção adicional. Além disso, a Air Assist utiliza 50% menos plástico do que uma garrafa rígida tradicional, o que a torna uma solução mais eficiente do ponto de vista do uso de recursos, além de contar com uma paleta completa de cores para um design sofisticado.

“Recebemos centenas de inscrições de soluções de grande valor este ano, o que demonstra o compromisso de empresas do mundo todo em atender às necessidades dos clientes e tratar dos desafios globais”, destacou Diego Donoso, Presidente para o negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow. “Os premiados apresentaram inovações com design focado no cliente, aperfeiçoamentos em tecnologia de materiais e uso responsável de recursos, incluindo desde novos formatos em embalagens para alimentos e proteção para o e-commerce até embalagens médicas e de higiene avançadas”, completou o executivo.

O 30o Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018 da Dow é uma continuação do reconhecido Prêmio DuPont para Inovação em Embalagens, mais antigo programa de premiação do setor julgado de forma independente, que foi lançado em 1986. Como nos anos anteriores, o corpo de jurados foi formado por especialistas em embalagens com histórico e formação diversas a fim de garantir que a premiação mantenha sua perspectiva global em termos de design, engenharia, varejo, conversão e por toda a comunidade acadêmica.

“É incrível poder ver, em primeira mão, as inovações que estão melhorando a vida de consumidores no mundo todo”, afirmou o jurado David Luttenberger, Diretor Global de Embalagens para o Mintel Group, Ltda. “Me sinto honrado em fazer parte de um corpo de jurados tão experiente e especializado e muito entusiasmado em ver empresas do mundo todo inovando para criar embalagens capazes de atender às demandas dos consumidores e as práticas de sustentabilidade em constante evolução”, ressaltou David.

Os jurados avaliaram mais de 200 inscrições de soluções desenvolvidas por empresas de 30 países. Além do Diamond Award, o prêmio mais importante da competição, também foram selecionados e premiados 9 finalistas na categoria Diamante (Diamond Award), 8 na categoria ouro (Gold Award) e 11 na categoria prata (Silver Award):

Solução premiada com o Diamond Award (categoria diamante)

· Air Assist —Procter & Gamble

Finalistas do Diamond Award (categoria diamante)

· Febreze ONE — Procter & Gamble
· Flat Wine Bottle — Delivering Happiness Limited T/A Garçon Wines
· LDS 2cc ECOM Dispensing Pump — Rieke
· LiquiForm® — Amcor Rigid Plastics
· Seed Phytonutrients Shower-Friendly Paper Bottle — Ecological Brands, Inc.
· Simply® Beverages Recycle Code No. 1 Extrudable PET Juice Container — The Coca-Cola Company
· StealthWrap™ — Sealed Air
· Tubairless® — Pumpart System®
· Waterless Internet Flower Packaging — Uflex Limited

Vencedores do Gold Award (categoria ouro)

· Doritos Crunch Prism Pack — PepsiCo Frito-Lay
· Doritos E-Z SnackPak™ — ProAmpac
· Dual Hoop Catheter DISK — CleanCut Technologies
· Extra Rich Rosy Foam Facial Wash Packaging — Kanebo Cosmetics Inc.
· Green Giant® Veggie Spirals™ PrimaPak® — Sonoco Products Company
· Head & Shoulders Beach Bottle — Procter & Gamble
· VOLTAREN® “No Mess” Applicator — GSK
· Wave Seal Technology — Wave International

Vencedores do Silver Award (categoria prata)

. ASAHI SUPER DRY ICE COOLER PACK — WestRock, K.K.
· CleanPouch Aseptic Spouted Pouch System – Scholle IPN
· Danoninho para Levar — Danone Brasil
· Downy (Lenor) Parfum des Secrets Package — Procter & Gamble
· KitKat Celebreak Box — CBA B+G
· Mix On Command® (MOC®) Shaker Bag — JPro Dairy International, Inc.
· PaperBoat Thandai Retortable Profile Pouch – Huhtamiaki PPL Ltd.
· PurClean™ Package — Procter & Gamble
· PushPop® Technology — Amcor Flexibles
· Stain Remover Qualitá – New Again Plastic Container — GPA Group
· Two-Layer Laminate Sachet for Packaging Margarine — PrimePak Industries Nigeria Limited

Para mais informações e imagens das soluções vencedoras de cada categoria, acesse www.dowpackagingawards.com

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Anúncios

Coca-Cola, Procter & Gamble, Ford Motor, Heinz e Nike criam grupo colaborativo para desenvolver PET 100 % de base biológica

07/06/2012

Coca-Cola, Ford Motor Company, HJ Heinz Company, NIKE, Inc. e Procter & Gamble anunciaram a formação de um grupo de trabalho colaborativo estratégico (PTC)na tecnologia de PET à base de plantas, voltado para a aceleração do desenvolvimento e utilização,  nos seus produtos, de materiais e fibras PET integralmente derivados de plantas. O PET, também conhecido como tereftalato de polietileno, é um plástico durável e leve que é usado por todas as empresas-membro em uma variedade de produtos e materiais, incluindo garrafas de plástico, vestuário, sapatos e tecidos e tapetes de automóvel.

O grupo colaborativo se desenvolverá a partir do sucesso da tecnologia da embalagem PlantBottle ™ da Coca-Cola, que é parcialmente feita de plantas e tem demonstrado um menor impacto ambiental quando comparada com garrafas plásticas de PET tradicionais. Atualmente, a Heinz licencia a tecnologia da Coca-Cola para algumas garrafas de ketchup Heinz nos EUA e no Canadá.

Este novo grupo colaborativo foi formado para apoiar novas tecnologias, num esforço para desenvolver o material que hoje é parcialmente feito a partir de plantas para uma solução 100% à base de plantas. Ao alavancar os esforços de pesquisa e desenvolvimento das empresas fundadoras, o grupo PTC está assumindo a liderança no sentido de estimular uma mudança positiva em vários setores industriais, empenhando-se em pesquisar e desenvolver soluções comerciais para o plástico PET obtido inteiramente a partir de fontes biológicas. O grupo também terá como objetivo impulsionar o desenvolvimento de metodologias e normas comuns para o uso do PET à base de plantas, incluindo análises de ciclo de vida e terminologia universal.

O PET à base de plantas pode ser produzido a partir de várias fontes, incluindo cana de açúcar, beterraba de acúcar, milho, sorgo e mandioca. Mas um dos objectivos do grupo colaborativo é pesquisar fontes não alimentícias que atendam aos critérios de sustentabilidade estabelecidos.

“Os combustíveis fósseis como o petróleo tem impactos significativos sobre a biodiversidade do planeta, clima e outros sistemas naturais”, disse Erin Simon, diretor sênior do Programa de Embalagem para o World Wildlife Fund (WWF). “A gestão sustentável dos nossos recursos naturais e a descoberta de alternativas aos combustíveis fósseis são imperativos tanto empresariais como ambientais. É encorajador ver essas empresas líderes usando a sua influência no mercado para reduzir a dependência de plásticos baseados em petróleo. Esperamos que outras empresas sigam seu exemplo.”

“O grupo colaborativo oferece uma excelente oportunidade para se trabalhar usando um novo modelo de negócios para a Procter & Gambler no estabelecimento de parcerias com empresas-líderes, não concorrentes, de produtos de consumo”, explicou Ed Sawicki, Diretor Adjunto de Desenvolvimento de Negócios Globais da Procter & Gamble. “É nossa expectativa de que isso permitirá que a P & G avance no uso comercial do PET à base de plantas de modo significativamente mais rápido, a um custo muito menor e com maior qualidade.”

A criação do grupo colaborativo PTC representa um compromisso dessas empresas de marcas líderes em promover e apoiar a pesquisa, ampliar o conhecimento e acelerar o desenvolvimento de tecnologia para tornar possível o PET 100% derivado de plantas, comercialmente viável, obtido de fontes mais sustentáveis e ao mesmo tempo reduzir o uso de combustíveis fósseis.

Fonte: Coca Cola / Procter & Gamble

Curta nossa página no

Braskem e Procter & Gamble fecham parceria mundial para fornecimento de Polietileno Verde

13/08/2010

Material de fonte renovável será usado em produtos das linhas Pantene, Max Factor e Cover Girl

A Procter & Gamble, líder mundial em bens de consumo, e a Braskem, maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, fecharam parceria para fornecimento de polietileno (PE) verde. O acordo vale para o mercado mundial e envolverá inicialmente produtos das linhas Pantene, Max Factor e Cover Girl.

A Braskem já é fornecedora de resinas termoplásticas para a P&G no Brasil. Agora, passa a fornecer também o polietileno verde, que é produzido a partir do etanol de cana-de-açúcar, fonte renovável, que tem como principal vantagem a redução de emissão de gases causadores do efeito estufa (GEE). Cada tonelada de plástico verde produzido sequestra e fixa até 2,5 toneladas de CO2 que estavam na atmosfera.

A proposta ambiental do PE Verde está alinhada com a estratégia de ambas as empresas para o desenvolvimento sustentável. “A parceria permite reforçar as iniciativas tanto da P&G como da Braskem no sentido de promover o desenvolvimento sustentável. E levaremos até o consumidor final em todo mundo essas vantagens do plástico verde através de produtos com maior valor agregado”, diz Gabriela Onofre, Diretora de Assuntos Corporativos da P&G do Brasil.

As linhas de produtos com embalagem feita de polietileno verde chegarão às prateleiras do mundo todo em breve. No Brasil, as consumidoras poderão conferir o novo material na linha de cuidados com o cabelo Pantene.

A proximidade com o cliente P&G contribuiu para que esse novo acordo envolvendo o polietileno verde fosse realizado. “A Braskem sempre busca desenvolver soluções que superem as necessidades dos Clientes. Entendemos que o nosso PE Verde tem grande identidade com os produtos e com a proposta de Sustentabilidade da P&G, por isso o acordo foi algo natural”, diz Rui Chammas, vice-presidente da Unidade de Negócios de Polímeros da Braskem.

O desenvolvimento do polietileno de fonte renovável é parte da estratégia da Braskem de ser líder mundial em polímeros verdes. A planta que irá produzir polietileno verde em escala industrial, localizada no Polo de Triunfo (Rio Grande do Sul), recebeu investimentos na ordem de R$ 500 milhões e será inaugurada agora em setembro com capacidade para produzir 200 mil toneladas anuais.

O polietileno é o tipo de plástico mais utilizado no mundo, especialmente pela indústria automotiva, de cosméticos, de embalagens, brinquedos, higiene e limpeza, entre outras. Como o polietileno verde da Braskem possui características e propriedades idênticas às do PE de origem fóssil, ele possui a mesma versatilidade em suas aplicações.

Fonte: Braskem