Posts Tagged ‘Prêmio’

Solvay lança competição mundial estudantil na área de impressão 3D

19/10/2017

A Additive Manufacturing Cup (AM Cup) é destinada a estudantes universitários de todo o mundo para impressão 3D com o polímero especial KetaSpire® PEEK (polieteretercetona) da Solvay

O Grupo Solvay, um dos líderes mundiais em multiespecialidades químicas e materiais avançados, está lançando a Additive Manufacturing Cup (AM Cup), um desafio internacional para estudantes universitários que visa ao aprimoramento da tecnologia de fabricação aditiva com o uso do PEEK (polieteretercetona), um dos polímeros especiais de maior desempenho da empresa e dos mais difíceis de se imprimir em 3D.

Os estudantes podem participar da AM Cup individualmente ou em equipe. Eles terão que replicar, com a maior precisão possível, uma figura 3D com o polímero especial KetaSpire® PEEK (polieteretercetona) da Solvay. O desafio está dividido em duas etapas. A primeira envolve a reprodução de um arquivo CAD simples. As equipes que criarem as melhores impressões serão selecionadas para a etapa final, que consistirá em replicar uma forma complexa.

As impressões 3D serão avaliadas com base em dois critérios: sua estabilidade mecânica e sua aparência estética. O vencedor, o segundo e terceiro lugares serão premiados respectivamente com 10 mil euros, 5 mil euros e 3 mil euros para investimento ou para uma finalidade acadêmica em fabricação aditiva de polímeros ou, ainda, para ser o investimento inicial de ações empreendedoras. Os ganhadores poderão também destinar o prêmio em benefício de uma associação sem fins lucrativos. A Solvay poderá conceder prêmios “discricionários” adicionais aos participantes durante ou no final da competição.

Criada pela unidade global de negócios Solvay Specialty Polymers, a AM Cup está com inscrições abertas até o próximo dia 29 de outubro, através do link http://www.solvay.com/en/company/innovation/open-innovation/additive-manufacturing-cup/submission.html.

A competição começa efetivamente no próximo dia 6 de novembro e se encerra em 22 de março de 2018 com o anúncio do vencedor. Todos os participantes aprovados receberão um pacote de informações e o material necessário para a primeira etapa da competição: 500 gramas de polímero especial, arquivo CAD da peça a ser replicada, descrição do material, principais problemas a serem superados, entre outros.

Desafio – A impressão 3D é uma tecnologia impressionante que se desenvolve rapidamente. Permite a prototipagem imediata e a criação de objetos complexos em minutos. No entanto, a impressão com os melhores polímeros da indústria ainda é um desafio.

O KetaSpire® PEEK da Solvay, um dos termoplásticos de mais alto desempenho, oferece uma excelente combinação de resistência à fadiga e resistência química, semelhante à do PPS (sulfato de polifenileno). Pode operar em temperaturas mais elevadas e mantém suas propriedades mecânicas excelentes em temperaturas de uso contínuo até 240 ° C (464 ° F). Essas propriedades, aliadas a uma resistência química excepcional, permitem que ele possa substituir o metal em ambientes extremos de aplicações finais, tais como os encontrados nas indústrias de petróleo e gás, aeroespacial e automotiva. Os grades reforçados com fibra de vidro e com fibra de carbono oferecem uma ampla gama de opções de desempenho.

A Solvay é uma empresa química de multiespecialidades cujos produtos e soluções são utilizados em aviões, carros, dispositivos inteligentes e médicos, baterias, na extração de minerais e petróleo, entre muitas outras aplicações A empresa tem sede em Bruxelas e emprega 27.000 pessoas em 58 países. As vendas líquidas pró forma foram de € 10,9 bilhões em 2016. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Anúncios

Signature Pack ganha Prêmio de Inovação em Bebidas 2017

28/09/2017

A inovação da SIG conquistou o júri por oferecer valor agregado para o consumidor, para a indústria e para o meio ambiente

A Signature Pack, da SIG, embalagem cartonada asséptica cuja origem do material é atrelada a 100% de matérias-primas de fonte renovável à base de plantas, venceu o Prêmio de Inovação em Bebidas 2017 na categoria ‘Melhor embalagem cartonada ou pouch”. O Prêmio é organizado pela FoodBev.com, anualmente, desde 2002. Este ano, o júri recebeu 227 inscrições de fabricantes e fornecedores da indústria de bebidas, de 33 países. O Prêmio de Inovação em Bebidas reconhece inovações nas áreas de bebidas, embalagem, marketing e sustentabilidade.

A SIG afirma que, além do papelão (de origem vegetal) usado na Signature Pack, os plásticos usados na embalagem cartonada também são de origem renovável.

Os jurados foram unânimes em afirmar que a Signature Pack é um importante passo rumo à sustentabilidade desta indústria. Ao receber o prêmio durante a feira drinktec, Udo Felten, Gerente de Produto Relacionado à Sustentabilidade Ambiental Global & Outros Assuntos da SIG, disse: “Temos muito orgulho em receber o Prêmio de Inovação em Bebidas 2017. A resposta positiva dos jurados e experts internacionais confirma que a Signature Pack oferece valor agregado para a indústria e para os consumidores. Ao escolher a Signature Pack, os fabricantes de bebidas ajudam a reduzir o uso de materiais de fonte fóssil e a substituí-los por materiais de origem vegetal, ou seja, uma matéria-prima natural. Esta é uma vantagem clara para o meio ambiente e o retorno dos clientes é muito positivo. O lançamento da Signature Pack no mercado é um passo importante dentro da estratégia Way Beyond Good que reflete nosso caminho para nos tornarmos uma empresa de “balanço positivo”, devolvendo mais para a sociedade e para o meio ambiente do que retiramos deles.”

A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2016, a empresa faturou € 1,724 bilhão, com mais de 5 mil colaboradores.

Fonte: Assessoria de Imprensa – SIG

Curta nossa página no

Covestro é eleita Empresa do Ano pela ICIS

25/09/2017

Primeira colocada em ranking global

A Covestro foi eleita Companhia do Ano ICIS baseada em suas métricas de negócios e financeiras para 2016. O prêmio foi conceido pela publicação global ICIS Chemical Business, que é parte da ICIS, a maior provedora mundial de informações sobre o mercado petroquímico.

A análise feita para a escolha da Companhia do Ano é baseada no crescimento anual em vendas, lucros e margens dos principais fabricantes químicos globais, levando em consideração o nível absoluto de retornos em termos operacional e líquido em relação às vendas e ao total de ativos.

“Nós parabenizamos a Covestro por um desempenho financeiro estelar em seu primeiro ano completo como uma empresa pública em 2016, quando o Ebitda cresceu 41% em termos anuais e o preço das ações mais que duplicou, mesmo em um ambiente com dúvidas sobre o possível excesso de capacidade no mercado de poliuretanos”, afirmou Joseph Chang, editor global da ICIS Chemical Business.

“A empresa teve um desempenho particularmente forte em seu ano de estréia e os ganhos obtidos em lucros e retornos garantiram o primeiro lugar na análise detalhada de métricas financeiras da ICIS, reunidas para listar as Top 100 Companhias Químicas da ICIS”, pontuou Nigel Davis, editor da ICIS Insight.

Em 2016, o resultado líquido da Covestro subiu 132%, atingindo 795 milhões de euros, apesar de um declínio de 1,5% em vendas, fechando em 11,9 bilhões de euros. A empresa registrou crescimento de 7,5% em volume total, em meio a um cenário desafiador de preços.

“Estamos honrados com a escolha da Covestro como Companhia do Ano da ICIS – o que também serve como um grande prêmio a todos os colaboradores em todo o mundo”, afirmou o CEO Global da Covestro, Patrick Thomas. “Os seis primeiros meses de 2017 foram muito positivos para a Covestro e reforçam o nosso forte posicionamento nas indústrias de nossos clientes em regiões-chave. Nosso desempenho é sustentado por uma demanda consistentemente forte por nossos produtos, levando a dez trimestres consecutivos com aumento no Ebitda, até 30 de junho de 2017. Continuamos comprometidos em gerar valor para nossos acionistas, focalizando em Pesquisa & Desenvolvimento e inovação”.

O prêmio Companhia do Ano da ICIS é a 3ª parte da série Top 100 Companhias Químicas da ICIS, que reúne a listagem das empresas Top 100 como a parte 1, publicada na edição de 1º de setembro, e a parte 2, referente aos Líderes Regionais, publicada na revista Chemical Business em 8 de setembro.

Sobre a Covestro: Com vendas de 11,9 bilhões de euros em 2016, a Covestro está entre os maiores fabricantes mundiais de polímeros. As atividades de negócios estão focadas na fabricação de polímeros de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados em segmentos como o automotivo, eletroeletrônico, construção e também as indústrias de esportes e lazer. A Covestro possui 30 sites de produção em todo o mundo e, no final de 2016, empregava cerca de 15.600 pessoas.

Sobre a ICIS Chemical Business: A ICIS Chemical Business é parte da ICIS, a maior provedora mundial de informações sobre o mercado petroquímico, com divisões de energia e fertilizantes. Dados sobre preços, notícias, análise e consultoria independente são ofertados aos clientes da ICIS para fundamentar a tomada de decisões comerciais e de planejamento. Com uma equipe global de mais de 600 colaboradores, a ICIS tem funcionários em Houston, Washington, Nova York, Londres, Montpellier, Karlsruhe, Milão, Mumbai, Cingapura, Guangzhou, Pequim, Xangai, Yantai, Tóquio e Perth. Cerca de 350 colaboradores são jornalistas engajados em reportar preços de mercado e notícias. A ICIS é uma divisão da Reed Business Information, parte do RELX Group.

Fonte: Covestro

Curta nossa página no

Rhodia premia fornecedores de Logística e Transportes

24/08/2017

Empresa compra por ano em torno de 70 milhões de dólares desses serviços

A Rhodia, empresa do Grupo Solvay, fez a entrega do Prêmio Excelência Fornecedor para as empresas que mais se destacaram em 2016 no fornecimento de serviços de Logística e Transportes.

Na categoria Performance, que levou em conta o Sistema de Medição de Performance adotado pela Rhodia, os vencedores do prêmio foram as empresas Servimex, por Serviços Logísticos; Den Hartogh, em Transporte Marítimo; e Transmodal, na área de Transporte Rodoviário.

Na categoria Destaque, a empresa premiou os três principais projetos que se destacaram em Inovação, Sustentabilidade e Competitividade, conforme avaliação de um comitê da Rhodia. Os cases vencedores foram as empresas Cavalinho, em Inovação; Pronave, em Sustentabilidade; e Letsara, em Competitividade.

A empresa também entregou certificados para empresas que passaram com sucesso pelo audit do programa Together for Sustainability Audit (TfS), que foram Tirapu, Transbueno, Jaloto, Manuchar, Essemaga, Santos Brasil, Cavalinho, TQUIM, Cesari, Transeich e Henrique Stefani. O programa Juntos pela Sustentabilidade (Together for Sustainability – TfS) é uma iniciativa mundial, lançada em 2014, que avalia e fomenta a sustentabilidade na cadeia de fornecimento do setor químico. A Solvay é um dos membros fundadores do TfS.

A empresa fez ainda a entrega de menções honrosas a 24 fornecedores que não registraram incidentes de transportes em 2016. São eles: Covre, Dalcoquio, Essemaga, Getel, H. Stefani, Hsud/Aliança, Jaloto, Letsara, Loga, Luxafit, Mabruk, Mirassol, Tegma, Tirapu, TQUIM, Transbueno, Transeich, Transmodal, Transpaulo, Valni, Santos-Brasil, Lune, Transcopa e Porto Ferreira.

A Rhodia compra anualmente em torno de 70 milhões de dólares em serviços de logística, para atender as suas seis unidades e conjuntos industriais instalados no Estado de São Paulo. Cerca de 60% desse valor são aplicados na contratação de 120 mil viagens rodoviárias anuais no Brasil e na América do Sul.

Segundo Eduardo Rocha, Diretor de Compras e Supply Chain do Grupo Solvay na América Latina, a companhia tem evoluído em suas metas relativas à logística e transportes, principalmente pelo esforço feito em conjunto com seus fornecedores. “Temos investido permanentemente em programas de trabalho e em sistemas de medição específicos, que nos ajudam a identificar as ações que precisamos tomar para melhorar a nossa excelência operacional e aperfeiçoar o atendimento ao cliente final”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Dow recebe prêmio da Moto Honda

15/06/2017

A Moto Honda elegeu a Dow como uma das suas melhores fornecedoras do ano de 2016. A indústria química foi reconhecida na categoria “Excelência em Qualidade e Entrega” como uma das parceiras que mais se destacaram no cumprimento da prestação de serviços, contribuindo para o alcance das metas anuais e bons resultados da Moto Honda.

A parceria entre Dow e a líder de mercado Moto Honda já dura mais de 20 anos. A Dow fornece sistemas de poliuretanos para os bancos, que são 100% produzidos no Brasil.

“Estamos muito contentes com esse prêmio, que fortalece a relação entre a Dow e a Moto Honda e reforça a nossa credibilidade como fornecedor para esse mercado”, afirma Denys Datti, diretor do negócio de Poliuretanos da Dow Brasil. “A Dow atua de forma muito comprometida com seus clientes e desenvolve soluções personalizadas para ajudá-los a alcançar seus objetivos de negócios. Por contar com laboratório de pesquisas e equipes de suporte técnico nacionais, a companhia garante fornecimento contínuo do material e oferece assistência técnica local com agilidade.”

A Dow é uma das empresas líderes no fornecimento de elastômeros, fluídos, adesivos e materiais de isolamento acústico e interiores para a indústria automotiva mundial. Oferece soluções e tecnologias para melhorar a performance, conforto e segurança nos veículos para as montadoras, além do mercado de reposição e manutenção.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Prêmio da Dow promove o papel da embalagem no combate ao desperdício de alimentos

12/05/2017

Diamond Award é iniciativa pioneira da Dow para incentivar projetos de embalagem que combatam o desperdício e levem inovação à indústria de plásticos na América Latina

A Dow anunciou os vencedores do Diamond Award, prêmio concebido pela Área de Embalagens para Alimentos e Plásticos de Especialidades da companhia. O objetivo é reconhecer os melhores projetos desenvolvidos pelos clientes da Dow que tenham como propósito a redução do desperdício de alimentos, um dos principais desafios globais. Segundo a FAO, um terço dos alimentos (1,3 bilhão de toneladas) produzidos para consumo humano é perdido ou desperdiçado em todo o mundo anualmente.

Esta iniciativa está alinhada às metas de sustentabilidade globais da empresa e também às diretrizes de negócios da Dow para a América Latina, que busca gerar valor econômico ao lidar com os principais desafios sociais e ambientais da região. Os cases participantes no Diamond Award tiveram como desafio propor soluções para embalagens que incentivem a indústria a implementar alternativas e inovações para tópicos como tamanhos mais apropriados para cada ocasião de consumo; aumento do tempo de vida útil antes e após a abertura; melhores soluções de dosagem; possibilidade de utilização integral do produto – sem excedentes ou perdas – e redução nos danos causados durante o transporte, por meio de soluções de unitização.

Para Paloma Alonso, vice-presidente Comercial para Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow, “a premiação é importante para fomentar iniciativas inovadoras e sustentáveis para embalagens, ao mesmo tempo em que estimulam a colaboração em toda a cadeia de valor”.

Os três projetos vencedores, em ordem alfabética, são:

ABA, companhia mexicana, foi contemplada com o case de embalagem de alta barreira 100% reciclável. Destinado a embalagens para hambúrgueres, a embalagem possui alta barreira contra a transmissão de oxigênio, gases e humidade, evitando a criação de micro-organismos que deterioram os alimentos e, consequentemente, conservando-os por mais tempo, reduzindo perdas e desperdício. A embalagem desenvolvida pela ABA prolonga a vida dos hambúrgueres para até seis meses e além de cumprir sua função de proteger o alimento, a mesma embalagem pode ser reciclada para a fabricação de novos produtos.

Bemis, empresa norte-americana de embalagens, que atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas, tubos laminados e rótulos. Por meio da sua filial brasileira, foi premiada com o case “Soltíssimo” para frios fatiados. Trata-se de uma embalagem termoformada selada hermeticamente, com filme de alta barreira que garante a integridade do produto, e tem tecnologia “abre-e-fecha”, que oferece tempo de prateleira bem superior às embalagens existentes no mercado.

Plastiandino, empresa argentina de embalagens, foi reconhecida pelo projeto “RationFilm”. Solução proposta para cortes de carnes, traz uma forma simples de porcionar as unidades de acordo com os diferentes perfis de consumo. As principais vantagens são: possibilidade de porções individuais, maior vida útil em função de melhores condições de armazenamento, visão 360º do produto para que o consumidor veja a qualidade do corte que está comprando, reciclabilidade, estética, redução de custos para o consumidor e possibilidade de exportação.

A comissão julgadora foi formada por Veronica Ramos e Mario Tonelli da Ecoplas (Argentina), Professor Fábio Mestriner, Dr. Carlos Garay, ex-presidente da Acoplasticos (Colômbia), Juan Antonio Hernández León da Anipac (Mexico), além de um corpo de especialistas em sustentabilidade, tecnologia e comunicações da Dow América Latina.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Sindiplast-ES lança prêmio para estimular a cultura da inovação em empresas de Transformados Plásticos

07/10/2016

Com o objetivo de estimular a cultura da inovação nas empresas de Transformados Plásticos do Espírito Santo, o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado (Sindiplast-ES) acaba de lançar o Prêmio Plast-Inova 2016. A premiação é voltada para micros, pequenas, médias e grandes empresas associadas à entidade e que desenvolvam produtos, processos ou modelos de negócios inovadores em sua atividade econômica.

A apresentação dos trabalhos pode ser feita até o dia 21 de outubro, através do preenchimento e envio do formulário de submissão do projeto para o e-mail sindiplastes@sindiplastes.org.br. Cada empresa poderá inscrever até três trabalhos, desde que sejam de autores diferentes.

“Nosso objetivo é que sejam apresentadas práticas inovadoras nas categorias Produtos, Processos e Modelo de Negócio desenvolvidos por empresas capixabas. É um trabalho que estamos realizando em conjunto com nosso Comitê de Inovação para tornar essas práticas públicas e para que sirvam de modelos para outras empresas”, afirma o presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Régio.

Ele explica que, na avaliação dos projetos, serão levados em consideração requisitos, como: relevância técnica em termos de inovação, qualidade e produtividade para a empresa; ganhos econômicos, ambientais e de segurança no trabalho; método aplicado no desenvolvimento e implantação do projeto; grau de dificuldade na implantação; e impacto inovador do projeto para clientes e colaboradores.

A seleção dos projetos irá ocorrer até o dia 28 de outubro, feita por uma comissão julgadora formada por representantes da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), do Senai-ES, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho do Espírito Santo (Sectti – ES), da TecVitória, da Fundação Espírito-Santense de Tecnologia (Fest), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Ifes-Embrapii.

Os cinco melhores trabalhos receberão certificados de Menção Honrosa e o primeiro colocado de cada categoria receberá o troféu “Prêmio Empresarial de Inovação”, confeccionado pelo artista plástico Rubens Szpilman. A premiação será na cerimônia de abertura da 9ª Semana do Plástico ES, no dia 7 de novembro, na Findes, em Vitória.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sindiplast-ES

Curta nossa página no

Vigor se destaca com três prêmios em evento promovido pela Associação Brasileira de Embalagens

17/09/2016

vigorA Vigor, empresa nacional de alimentos e bebidas, é um dos destaques do 16º Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira. Na última quarta-feira a companhia conquistou ouro em dois produtos de seu portfólio. O primeiro ficou com Vigor Mix, um blend de margarina e manteiga que venceu na categoria ‘Embalagem de Alimentos Salgados’. O segundo foi para os Cremes de Queijos Danubio, na categoria ‘Design Estrutural – Forma’. A empresa também foi reconhecida por sua inovação na categoria ‘Embalagens de Bebidas Não Alcoólicas’, conquistando medalha de prata por seu Leite Fermentado Vigor Minions.

O ouro de Vigor Mix veio a partir de critérios como inovação, criatividade do design, apelo de venda, objetividade de posicionamento e outros. A nova embalagem é marcada por um design ergonômico e exclusivo no Brasil, que inclui uma sobretampa com brilho e transparência, além da rotulagem IML (in mold label) de alta qualidade gráfica. Essa tecnologia de impressão reproduz os detalhes do grafismo, ressaltando as imagens e deixando-as atraentes. Pote e rótulo utilizam a mesma matéria-prima facilitando a reciclagem. Para o consumidor o tato da embalagem é prático e o produto é consumido até o fim, sem desperdício.

Já entre os Cremes de Queijos Danubio, o diferencial está na utilização da área de rotulagem, que garante uma melhor exposição na gôndola. Seu formato facetado permite que o produto seja exposto tanto na horizontal, com face voltada para o consumidor, quanto na vertical (empilhado). A aplicação de um grafismo leve nas embalagens ainda transparece o frescor e a qualidade dos produtos Danúbio. Como resultado, a marca já superou suas expectativas de vendas nos três primeiros meses após o lançamento dos cremes.

Na linha de Leite Fermentado, a Vigor ficou com a prata por conta de embalagens inspiradas nos personagens amarelinhos que viraram febre no país: os Minions. Nesse caso, o destaque foi para o formato diferenciado e inovador. Dessa vez, muito diferente do padrão, a marca trouxe o produto envasado em garrafinhas, onde cada uma delas representa um personagem diferente dos Minions.

“Estamos muito felizes com mais este reconhecimento, pois inovação é uma marca registrada da Vigor. Ser premiado pela ABRE mostra que estamos no caminho certo alcançando a preferência do consumidor a cada dia”, comenta João Nery, Gerente de Pesquisa & Desenvolvimento.

Fonte:  Vigor

Curta nossa página no

Tecnologia Intune da Dow recebe prêmio Kirkpatrick de Engenharia Química

07/04/2016

A 43a. edição do renomado prêmio bienal Kirkpatrick Chemical Engineering Achievement Award reconhece os maiores destaques de tecnologias relacionadas à engenharia química em todo o mundo

A Dow, por meio de seu negócio de Elastômeros, foi premiada no 43º Kirkpatrick Chemical Engineering Achievement Award, por sua tecnologia Intune™. O reconhecimento é concedido pela revista Chemical Engineering, uma das mais tradicionais e reconhecidas no setor de engenharia química no mundo.

Criado a partir da plataforma exclusiva de copolímeros olefínicos em bloco da Dow, uma revolução em ciência de catalisadores e engenharia de reação, a tecnologia Intune™ possibilita a combinação de polietileno (PE) e polipropileno (PP), de forma que as melhores propriedades de cada um desses materiais seja mantida, afirma a empresa. Tal combinação de propriedades somente é possível graças à compatibilização promovida pelo Intune™ – uma vez que antes do desenvolvimento dessa inovação, a combinação destes materiais resultava em propriedades inferiores àquelas obtidas individualmente. A tecnologia oferece uma flexibilidade totalmente inédita aos processos de mistura e compatibilização desses importantes polímeros, possibilitando atender necessidades específicas de várias aplicações, assegura a Dow.

“O desenvolvimento da tecnologia Intune™ comprova que o negócio de Elastômeros da Dow é líder em inovação, desenvolvimento e comercialização de soluções únicas e diferenciadas para o mercado. Este novo material permite que os fabricantes e usuários finais possam desenvolver novos produtos pela obtenção de características únicas de dois polímeros que tipicamente não são compatíveis. Um exemplo seria ter num só produto as propriedades de flexibilidade do polietileno e a resistência a altas temperaturas do polipropileno. O Intune™ exemplifica como soluções inovadoras podem trazer benefícios de desempenho e custo para diversas aplicações, mercados, clientes diretos e indiretos. Essa nova tecnologia baseada na plataforma copolímeros de bloco poliolefinicos foi desenvolvida através do contato direto com toda a cadeia de valor, possibilitando obter uma família de produto que pode ajudar a mudar o cenário da indústria de plástico, celebra Marcello Mori, Diretor Comercial do negócio de Elastômeros da Dow para a América Latina.

A Dow afirma que a sua tecnologia Intune™ permite o desenvolvimento de materiais com misturas ou estruturas multicamadas contendo PE e PP, combinando os melhores atributos de cada material, como a tenacidade, processabilidade e excelente propriedade de selagem do PE com a rigidez, transparência e resistência à alta temperatura do PP. A tecnologia também possibilita atingir propriedades superiores em aplicações obtidas a partir de matéria-prima pós consumo e pós-industrial em que PE e PP não foram previamente segregados. Assim, é possível produzir material reciclado com alto valor agregado, afirma a empresa.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Tomra Sorting Solutions ganha Prêmio Internacional de Design por sua interface de usuário

29/09/2015

TOMRA-CUI

A interface de usuário comum da Tomra (CUI, Common User Interface), criada pela Tomra Sorting Solutions e a Design Partners, recebeu o prêmio internacional de excelência em design (IDEA, International Design Excellence Award) deste ano, em uma cerimônia em Seattle, EUA, no dia 22 de agosto. A IDEA é uma das competições de design mais prestigiadas no mundo e já está em sua 35.ª edição, sendo organizada pela Sociedade dos Designers Industriais da América (IDSA, Industrial Designers Society of America). Entre os 1700 produtos que participaram  da  IDEA 2015, foram selecionados 28 prêmios de ouro, 53 de prata e 83 de bronze em 20 categorias.

A CUI da Tomra foi premiada com prata na categoria “Design Digital”. Os critérios de avaliação incluíram inovação, beneficios para o usuário, responsabilidade, apelo visual e estética apropriada. A CUI foi criada para que o usuário possa ter mais flexibilidade nos ajustes de seleção e para permitir um controle amigável do usuário.

“Receber um prêmio prata numa competição tão prestigiada é uma aprovação da qualidade do design presente nos sistemas de seleção Tomra e um aumento do valor agregado dos nossos produtos junto aos clientes. A CUI da Tomra é um design de interface de usuário inovador que torna os sistemas Tomra de seleção mais acessíveis, facilitando o seu uso e operação. A vantagem desta nova interface de usuário é permitir que nossos clientes obtenham melhor controle e performance do seu sistema de separação e, em última análise, o aumento da sua produtividade”, explica John McGloughlin, Responsável pela Inovação, Estratégia e Design na Tomra Sorting Food.

A CUI já foi implementada nas séries de reciclagem Finder da Tomra, no Sistema de Separação de Batatas (FPS, Field Potato Sorter) e no Halo, ambos sistemas de separação baseados em sensores para a indústria alimentícia , bem como no sistema de mineração COM Tertiary EM e será ampliado às demais linhas de produto.

O CEO da Design Partners, Brian Stephens, comentou o prêmio recebido recentemente: “O design de qualidade constrói as marcas de forma significativa, melhorando as vidas dos consumidores e motivando o sucesso comercial. A diversidade e o status destes prêmios reconhecem a criatividade e a excelência técnica necessárias para criar este valor em diferentes indústrias”.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tomra

Curta nossa página no

Braskem recebe inscrições para programa de incentivo a startups

20/07/2015

Braskem Labs estimula projetos que criem soluções sustentáveis em segmentos como saúde, moradia e mobilidade

Braskem_LabsA Braskem está com inscrições abertas até 31 de julho para o Braskem Labs, programa de apoio a novos negócios voltados à sustentabilidade e à tecnologia. Em parceria com a ONG Endeavor, a iniciativa engaja empreendedores no desenvolvimento de soluções socioambientais que melhorem a vida das pessoas em segmentos como saúde, moradia e mobilidade, por meio do uso do plástico.

Interessados em participar da plataforma podem se inscrever pelo site www.braskemlabs.com. Serão selecionados até 20 projetos, cujos resultados serão divulgados em agosto. Nos meses de setembro e outubro, a companhia promoverá capacitação das equipes com mentores da Braskem e da Endeavor e apoiará a elaboração do modelo de negócio com foco no impacto social promovido e na viabilidade financeira. Ao final, dois projetos serão selecionados para receber benefícios específicos de acordo com seus principais desafios.

“Nosso objetivo é incentivar a inovação feita por empreendedores, acelerando a materialização de boas ideias para que ganhem escala e tragam benefícios às pessoas por meio do plástico. Com o Braskem Labs queremos engajar públicos estratégicos, como universitários e empresários, a pensarem como o plástico pode contribuir para atender grandes demandas socioambientais, como acesso à água potável, moradia e alimentação”, afirma André Leal, líder de Responsabilidade Social da Braskem.

O Braskem Labs foi lançado oficialmente em maio e representa mais um investimento da empresa petroquímica em pesquisa e desenvolvimento, fomentando a competitividade da cadeia do plástico no Brasil.

Sobre a Endeavor

A Endeavor é uma das principais organizações de fomento ao empreendedorismo no mundo. Atua na mobilização de organizações públicas e privadas e no compartilhamento de conhecimento prático e de exemplos de empreendedores de alto impacto para fortalecer a cultura empreendedora do país. No Brasil desde 2000, já ajudou a gerar quase R$ 4 bilhões em receitas anualmente e mais de 20.000 de empregos diretos através de programas de apoio a empreendedores; e a capacitar mais de 3 milhões de brasileiros com programas educacionais presenciais e à distância. Mais informações: http://endeavor.org.br/

Sobre a Braskem

A Braskem possui 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, produzindo anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Grande produtora de biopolímeros, a Braskem tem capacidade para fabricar anualmente 200 mil toneladas de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Resina de Polieterimida da SABIC IP é destaque em premiação da Aviation Week.

31/01/2011

A SABIC Innovative Plastics recebeu prêmio na primeira competição anual SuppliersInnovation Challenge da Aviation Week, que reconhece os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos realizados por fornecedores do setor aeroespacial e de defesa.

A espuma Ultem* de polieterimida (PEI), que apresenta como destaques sua elevada rigidez e leveza, venceu na categoria de materiais compósitos e está sendo utilizada como núcleo estrutural em sistemas de multicamadas para componentes interiores de aeronaves.

Segundo os responsáveis pela Aviation Week, os vencedores representam os melhores em seu segmento, com potencial para inovar e mudar o cenário tecnológico. Esta conquista demonstra o foco da SABIC Innovative Plastics na parceria com OEMs da indústria aeronáutica, com o objetivo de ajudá-los a atender as rigorosas exigências relacionadas à segurança, regulamentações, sustentabilidade e também econômicas.

“A SABIC Innovative Plastics sente-se honrada em receber o reconhecimento do setor pela espuma Ultem, um material que oferece uma variedade de benefícios aos nossos clientes da aviação em todo o mundo.” afirma Kim Choate, Líder Global de Mercado do Produto Ultem da SABIC Innovative Plastics.

“A espuma estrutural é uma forma de baixo peso e de alto desempenho da nossa resina termoplástica Ultem, já conhecida mundialmente e que vem comprovando o seu valor há mais de 20 anos de uso em aplicações na indústria aeronáutica.”,completa Choate.

Essa importante inovação pode ajudar a proporcionar grandes melhorias no retardamento de chamas, na economia de combustível, na diminuição das emissões de gases de efeito estufa e na flexibilidade do design, ajudando as companhias aéreas atingirem suas metas de negócios e de sustentabilidade.

A espuma Ultem possibilita aos projetistas de aeronaves alcançarem elevados níveis de desempenho em testes de flamabilidade, emissão de fumaça e toxicidade (FST) da resina Ultem, de forma que seja de 10 a 20 vezes mais leve que os componentes de plástico tradicionais.

O material de núcleo termoformável é ideal para estruturas compostas como compartimentos de bagagem, divisores e painéis de paredes (painéis laterais). A espuma Ultem atende aos níveis de desempenho da Universidade do Estado de Ohio (OSU) abaixo de 50/50, oferecendo baixa absorção de umidade, excelente absorção de energia e baixa perda dielétrica sendo ainda indetectável por sistemas de radares. A família de produtos de espuma Ultem compreende classes com três densidades diferentes.

O programa do prêmio Suppliers’ Innovation Challenge, patrocinado pela Aviation Week e pela Defense Technology International, recebeu candidaturas de 80 organizações. Elas foram analisadas por um distinto quadro de nove jurados nos seguintes requisitos:

Inovação no design com alteração do tamanho, peso ou da capacidade do produto;

Alternativas de simplificação para o design de um produto complexo e dispendioso;

Inovações tecnológicas que proporcionam um desempenho novo ou substancialmente aprimorado.

Fonte:  SABIC IP