Posts Tagged ‘Polifenilsulfona’

Solvay aumenta a produção mundial de polímeros de sulfona com nova unidade na Índia e expansão nos EUA

10/10/2017

Polímeros de sulfona são aplicados em diversos mercados de alto desempenho, principalmente de indústrias das áreas de Saúde e tratamento de água

A Solvay está expandindo sua capacidade de produção global de polímeros especiais de sulfona na Índia e nos Estados Unidos para atender ao crescimento significativo da demanda por este material termoplástico de alto desempenho, principalmente nas indústrias do setor de saúde/médico e de tratamento de água.

Como parte dos planos da Solvay, anunciado anteriormente, de aumentar a capacidade de polímeros de sulfona em mais de 35% nos próximos 5 anos, a empresa está construindo uma nova unidade de produção, exclusiva para polietersulfona (PESU), em Panoli, na Índia. Os aumentos de capacidade também estão ocorrendo nos EUA, nas unidades de polímeros e monômeros da Solvay em Marietta (Ohio) e Augusta (Geórgia), por meio de investimentos e otimização de processos.

“A expansão da Solvay reforça nossa posição de liderança em polímeros especiais de sulfona, beneficiando-se da crescente demanda em indústrias de rápido crescimento, como purificação de água e tratamentos de saúde”, disse Augusto Di Donfrancesco, presidente da Unidade Global de Negócios Specialty Polymers do Grupo Solvay. “Os clientes podem confiar em nós para o seu suprimento a longo prazo em todo o mundo”, disse Donfrancesco. A construção da nova unidade em Panoli está em andamento e a produção deverá atingir a capacidade total em meados de 2019.

Os polímeros de sulfona da Solvay, Radel® PPSU (polifenilsulfona), Veradel® PESU (polietersulfona) e Udel® PSU (polissulfona), são aplicados em uma variedade de indústrias altamente competitivas, como a aeroespacial/aeronáutica, automotiva, água e eletrônica, bem como mercados de consumo e construção.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Anúncios

Solvay lança nova geração de resinas pré-coloridas de PPSU para aplicações no interior de aeronaves

21/12/2015

Solvay_RadelA Solvay Specialty Polymers, fornecedora global de polímeros de alto desempenho, introduziu uma nova série de resinas pré-coloridas para moldagem por injeção da família Radel® PPSU, para aplicações no interior de aeronaves comerciais. Segundo a Solvay, as novas cores da série Radel® R-7159 aproveitam o desempenho dos seus polímeros de polifenilsulfonas Radel® PPSU, oferecendo uma solução competitiva compatível com os padrões de cores de interiores de aeronaves estabelecidos pelos principais OEM’s (fabricantes de equipamentos originais) da indústria aeronáutica.

“Os polímeros Radel® PPSU da Solvay oferecem soluções comprovadas em interiores de aeronaves comerciais há 25 anos”, diz Armin Klesing, Gerente Global de Desenvolvimento de Negócios para as Indústrias Aeroespacial e de Compósitos da Solvay Specialty Polymers. “Com o lançamento de nossos produtos Radel® R-7159 pré-coloridos, nós estendemos esse portfólio para incluir resinas moldáveis por injeção que podem atender de forma competitiva às exigentes especificações em vigor para interiores de cabine de aeronaves comerciais.”

A Solvay formulou seus grades pré-coloridos de Radel® R-7159 para corresponder aos padrões de cores de interiores de fabricantes importantes de aeronaves, como a Boeing, com cores que vão do branco brilhante a cores escuras, como azul e cinza. Os grades coloridos são baseados no Radel® R-7159 NT 50 PPSU produzido pela empresa, uma resina comercial de cor natural estabelecida no mercado, largamente utilizada na fabricação de componentes de interiores de aeronaves.

Como todos os produtos do portfólio Radel® PPSU da Solvay para interiores de aeronaves, as novas resinas, com padrões rigorosos de cor, oferecem excelente resistência ao impacto e resistência a produtos de limpeza e inseticidas comerciais, afirma a Solvay. Segundo a empresa, também cumprem os regulamentos de inflamabilidade da Federal Aviation Administration (FAA) dos EUA, para materiais utilizados no interior de cabines de aeronaves. Especificamente, atendem às exigências da Federal Aviation Regulation (FAR) 25.853 para baixa inflamabilidade e liberação de calor, baixa geração de fumaça e padrões de OEMs para baixas emissões de gases tóxicos.

As novas resinas Radel® R-7159 pré-coloridas podem ser adquiridas diretamente da Solvay ou através da RTP Company, que recentemente assinou um acordo de licenciamento que lhe permite fabricar e vender grades selecionados de PPSU’s da Solvay para o setor aeroespacial. O acordo oferece maior flexibilidade para os clientes que desejam encomendar resinas pré-coloridas Radel® R-7159 em lotes menores ou em cores personalizadas.

A série Radel® R-7159 ® já está disponível para fornecedores Tier 1 (nível 1) e para o mercado de reposição. A qualificação para grandes fabricantes da indústria aeroespacial está em curso e deverá ser concluída no início do próximo ano.

A Solvay Specialty Polymers fabrica mais de 1500 produtos agrupados em 35 marcas de polímeros de alto desempenho – fluoropolimeros, fluoroelastômeros, fluidos fluorados, poliamidas parcialmente aromáticas, polímeros sulfonados, polímeros aromáticos de ultra-alto desempenho, polímeros de alta barreira e compostos de alto desempenho reticulados – para uso nas indústrias Aeroespacial, de Energia Alternativa, Automotiva, de Saúde, de Membranas, de Petróleo e Gás, de Embalagens, de Tubos e Conexões, de Semicondutores, de Fios e Cabos, entre outras. O grupo Solvay, com sede em Bruxelas, emprega cerca de 26.000 pessoas em 52 países e obteve um faturamento de € 10,2 bilhões em 2014. No Brasil, o grupo também atua com a marca Rhodia, cujas atividades internacionais foram adquiridas em 2011.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Solvay e RTP ampliam a disponibilidade global de resinas PPSU para aplicações em aeronaves

04/09/2015

Novo acordo de licenciamento permite que a RTP Company produza e venda resinas PPSU, oferecendo prazos de entrega mais curtos e maior flexibilidade para atender aos pedidos dos clientes

A Solvay Specialty Polymers, um dos líderes globais na fabricação e fornecimento de termoplásticos de alto desempenho, anunciou um novo acordo de licenciamento que permite à RTP Company, produtora global de compostos termoplásticos avançados, produzir e vender a linha de resinas de polifenilsulfona (PPSU) Radel® R-7000 da Solvay para a indústria aeronáutica mundial. O acordo expandirá significativamente os canais de fornecimento em uma escala global para esta família de polímeros de alto desempenho amplamente reconhecida pela indústria, ajudando a encurtar os prazos de entrega e a ampliar as opções de resinas PPSU Radel® R-7000 em cores customizadas, em pequenos ou grandes volumes.

As resinas da família de produtos Radel® R-7000 PPSU são especialmente formuladas para aplicações no interior de cabines de aeronaves, como assentos, unidades de serviços aos passageiros, compartimentos para bagagens e grades de ventilação. Além de fornecer uma excelente estética, resistência ao impacto e resistência química superiores, segundo a Solvay, estas resinas também atendem aos rigorosos regulamentos da Federal Aviation Administration (FAA), dos Estados Unidos, que estabelecem padrões para inflamabilidade, liberação de calor, geração de fumaça e emissões de gases tóxicos.

“A família de polímeros Radel® R-7000 PPSU da Solvay tem desempenho comprovado em aplicações em interiores de aeronaves, onde vem sendo utilizado há mais de 25 anos, em uma ampla gama de aeronaves comerciais, incluindo o A320 da Airbus e os modelos 737, 747, 757, 767, 777 e 787 da Boeing”, disse Michael Finelli, vice-presidente sênior da unidade de negócios de Sulfonas da Solvay Specialty Polymers. “O alto desempenho e o amplo portfólio dessa linha de produtos os estabeleceu como os materiais preferidos  de OEMs (fabricantes de equipamentos originais) e de empresas de MRO (serviços de manutenção, reparo e revisão) globais do setor aeronáutico. Este acordo entre a RTP Company e a Solvay ocorre de forma natural, dadas as capacidades globais de produção e distribuição de compostos da RTP Company, largamente reconhecidas , e nosso relacionamento de longa data para a venda de uma ampla gama de polímeros em vários mercados, incluindo o aeronáutico”.

A Solvay continuará a fabricar, vender e distribuir seus polímeros da série Radel® R-7000 PPSU. Esse novo acordo de licenciamento dá à RTP Company acesso às formulações e tecnologia de produção de polímeros Radel® R-7000 PPSU da Solvay e permite que a RTP Company fabrique e venda produtos utilizando códigos e a reconhecida marca Radel® da Solvay. Além disso, o acordo  oferecerá maior flexibilidade para clientes que queiram encomendar lotes menores de cores customizadas em conformidade com as paletas de cores de fabricantes de aeronaves ou de determinadas companhias aéreas.

“Este acordo de licenciamento com a Solvay agora nos permite oferecer aos clientes uma gama ainda mais ampla de polímeros de alto desempenho que atendem os rígidos regulamentos da indústria aeronáutica”, disse Ben Wiltsie, gerente geral de produtos retardantes de chamas da RTP Company. “Este acordo cria uma cadeia de fornecimento global mais ágil, que faz uso otimizado de dois reconhecidos fornecedores de materiais para o mercado aeroespacial”.

Sobre a RTP Company:  Com sede em Winona, Minnesota, EUA, a RTP Company é uma produtora global de compostos termoplásticos customizados. A empresa tem 18 fábricas na América do Norte, Europa e Ásia, e representantes de vendas localizados em todo o mundo. Os engenheiros da RTP Company desenvolvem compostos termoplásticos customizados em mais de 60 diferentes sistemas de resinas para aplicações que requerem cores e propriedades específicas como condutividade elétrica, alta elasticidade, retardamento de chama, alta resistência térmica, elevada rigidez  e alta resistência ao desgaste.

Sobre a Solvay Specialty Polymers: A Solvay Specialty Polymers fabrica mais de 1500 produtos agrupados em 35 marcas de polímeros de alto desempenho – fluoropolímeros, fluoroelastômeros, fluidos fluorados, poliamidas semi-aromáticas, sulfonas, polímeros aromáticos de ultra-alto desempenho, polímeros de alta barreira e compostos reticulados de alto desempenho –  para uso nas indústrias Aeronáutica, de Energias Alternativas, Automotiva, de Saúde, de Membranas, de Petróleo e Gás, de Embalagens, de Construção Civil, de Semicondutores, de Fios e Cabos e outras.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Rhodia lança inovações em plásticos de engenharia e polímeros especiais na Feiplastic 2013

20/05/2013

feiplastic

  • Novidades atendem aos diversos mercados de plásticos de engenharia e polímeros especiais de alto desempenho
  • Participação conjunta das áreas de negócios de Plásticos de Engenharia e Specialty Polymers amplia o portfolio de soluções à disposição do mercado
  • Empresa conclui investimento e amplia em 15% a produção de plásticos de engenharia no Brasil
  • Technyl® completa 60 anos de inovação

A Rhodia, empresa do grupo Solvay, com o objetivo de reforçar sua liderança no mercado de compostos de poliamidas 6 e 6.6 e de polímeros especiais, está fazendo o lançamento de inovações para atender necessidades de diversos segmentos de aplicações desses produtos.

Essas novidades criadas pelas áreas globais de negócios Plásticos de Engenharia e Specialty Polymers, que serão apresentadas na Feiplastic 2013 – Feira Internacional do Plástico (de 20 a 24 de maio, em São Paulo, Brasil), ampliam a oferta de produtos e tecnologias do grupo Solvay com foco em sustentabilidade à disposição da indústria do setor.

Lançamento de novidades – Na área de plásticos de engenharia, a principal novidade da empresa é o Technyl® ECO, uma aplicação criada no Brasil para o plástico de engenharia a partir de poliamida 6.6 reciclada, que é obtida por meio de um processo exclusivo de reciclagem química produzido pela Rhodia com o aproveitamento de resíduos de fios têxteis e industriais de poliamida.

Esse processo garante excelentes propriedades mecânicas e manutenção das propriedades térmicas ao Technyl® ECO, fazendo com que ele possa ser utilizados em peças com alta exigência em performance, além de permitir uma redução significativa de CO2 equivalente. De acordo com análises de produto em aplicação industrial, o uso dessa poliamida reciclada permite a redução de 70% da emissão de CO2 equivalente e de 76% do consumo de energia, quando comparado ao composto virgem. Outro aspecto importante dos compostos Technyl® ECO é a qualidade assegurada Rhodia.

Rhodia_Entrada_de_arDestinadas inicialmente ao segmento automotivo, as poliamidas Technyl® ECO podem ser aplicadas na produção de diversas autopeças. A primeira autopeça a partir dessa poliamida reciclada, um coletor de admissão de ar para motor de automóvel, foi desenvolvida pela Rhodia e a Magneti Marelli, líder no desenvolvimento e produção de sistemas e componentes de alta tecnologia para veículos.

O coletor de admissão de ar é responsável por levar ar ao motor do veículo, além de dar suporte à galeria e ao corpo de borboleta. Trata-se de uma peça com alta exigência técnica de performance para a qual o Technyl® ECO já está homologado.

Investimentos em inovações sustentáveis – “Nosso planejamento estratégico, para reforçar nossa posição de liderança em plásticos de engenharia a partir de poliamida 6 e 6.6, contempla o desenvolvimento permanente de inovações que valorizam a sustentabilidade em todos seus aspectos e estão em linha com as grande tendências da sociedade atual”, afirma Marcos Curti, diretor para as Américas da área global de negócios Plásticos de Engenharia do grupo Solvay.

A empresa concluiu recentemente a instalação de uma extrusora mega compounder, um investimento que aumentou em 15% a capacidade da unidade industrial em São Bernardo do Campo, para atender os mercados da América Latina. Os plásticos de engenharia a partir de poliamidas 6 e 6.6 da Rhodia são empregados principalmente na produção de peças para a indústria automotiva, de eletroeletrônicos e bens industriais e de consumo.

“Abastecemos as necessidades dos clientes e trabalhamos em conjunto com eles para a criação de novas aplicações, que atendem tanto ao mercado interno quanto aos mercados internacionais”, acrescenta Curti, lembrando, como exemplo, os produtos anti-chama livres de halogênio, produzidos a partir de plásticos de engenharia da Rhodia.

Technyl, 60 anos de inovação – Durante a Feiplastic 2013, sob o slogan “60 anos de inovação”, a Rhodia inicia a comemoração da existência da marca Technyl, que se tornou reconhecida internacionalmente como uma das mais importantes linhas de produtos e tecnologia em plásticos de engenharia ou plásticos técnicos, cujas aplicações têm contribuído para o crescimento de diversos mercados industriais.

Polímeros Especiais – Um dos destaques do grupo Solvay no evento serão os Specialty Polymers, área global de negócios em que a empresa dispõe de um vasto portfólio de produtos e aplicações destinados a diversos mercados de atuação. “Estamos prontos para acompanhar todo o crescimento tecnológico que se dará no Brasil nos próximos anos, tanto pelos produtos que oferecemos quanto pela qualificação de nossos profissionais”, diz Alexandre Guimarães, gerente de Vendas e Marketing da área global de negócios Specialty Polymers para a América do Sul.

Essa área de negócios do grupo Solvay apresenta durante o evento uma série de novidades. Por exemplo, no segmento de produtos para a área de Saúde, no qual é cada vez maior o uso de polímeros especiais da empresa, em substituição ao metal, vidro e outros materiais, uma das inovações é o triângulo Bender, um dispositivo de apoio e posicionamento para cirurgia ortopédica totalmente ajustável, desenvolvido pela empresa norte-americana Tri-Medics, LLC, um dos principais fabricantes de dispositivos médicos e de instrumentação.

Rhodia_TrianguloPesando apenas quatro quilos, o triângulo é feito de Polifenilsulfona (PPSU) e oferece aos cirurgiões uma solução simples e fácil de usar, pois é ajustável, autoclavável e radiotransparente na utilização de raios-x. É uma alternativa altamente eficaz para substituir o suporte feito de espuma de borracha e metal, que é mais caro e mais complicado para manipulação.

No segmento industrial, a novidade da Solvay é um novo grade da linha Halar®, polímero de alta performance voltado para o revestimentos de superfícies, visando a prevenção contra agentes corrosivos. Qualquer indústria que maneje de alguma forma produtos químicos encontra nesses polímeros de revestimento uma solução tão ou mais eficaz, com melhor custo/benefício do que as soluções oferecidas por metais, como aço inox e outras ligas especiais.

O novo grade é destinado a aplicações em pintura eletrostática, muito comum para tubulações e peças de pequena geometria, mas que possui certa limitação de espessura de camada. Os polímeros da Solvay para revestimento anticorrosivo também possuem  aplicações no setor de Oil&Gas.

Para o segmento automotivo, a empresa oferece polímeros utilizados na produção de peças automotivas para ambientes agressivos, inclusive as que são imersas em biodiesel. Os polímeros especiais da Solvay são utilizados na produção de autopeças, tais como bombas de água e peças do sistema de arrefecimento, arruelas de encosto e mancais para transmissão e conectores elétricos para solda utilizando tecnologia “Reflow”.

A empresa apresenta peças com polímeros especiais para torneiras, conexões e válvulas de água quente, feitas para substituir o latão. Há também o primeiro material cromável/metalizável com função estrutural, trata-se de um dos materiais com a maior resistência mecânica do mercado, atendendo a requisitos estéticos.

Diversos novos grades atendem a aplicações de desgaste por abrasão e temperaturas ainda mais elevadas na automotiva. Grades de novos de materiais como a Poliftalamida (PPA) Amodel® atendem a validações de sistemas de turbocompressores automotivos em 220ºC por milhares de horas. O PPA Amodel ® hoje pode atender à substituição de metais em hidrômetros ou relógios de água.

Para o segmento de construção, peças podem ser produzidas com compostos de polietileno reticulado (XL Compounds) para aplicações em fios e cabos, tubos, válvulas e conexões. Um dos destaques nesse segmento são os polímeros especiais para a produção de compostos isentos de halogênios para a produção de cabos elétricos. Esse tipo de cabo está ganhando cada vez mais espaço em ambientes de alta densidade de ocupação, bem como difíceis condições de fuga. O consumo de cabos livre de halogênios ainda é pequeno, mas as novas construções principalmente do estádios de futebol para a Copa do Mundo de 2014 estão alimentando esse mercado e estima-se um crescimento de 50% em cinco anos.

Sobre a Unidade Global de Negócios de Plásticos de Engenharia: A unidade global de negócios Plásticos de Engenharia, especialista em plásticos de engenharia a partir de poliamida 6 e 6.6, desenvolve, fabrica e comercializa nos últimos 60 anos, sob a marca Technyl®, uma linha completa de plásticos de alto desempenho para os mercados automotivo, de construção, elétrica e bens de consumo. Com uma estratégia de crescimento sustentada por seis unidades de produção em todo o mundo, a GBU Plásticos de Engenharia emprega sua expertise e capacidade de inovação, a fim de atender mais de perto às necessidades dos seus clientes, através de uma rede global de centros técnicos e de Pesquisa e Desenvolvimento.

Sobre a Unidade Global de Negócios de Specialty Polymers:  Com mais de 2.700 pessoas em todo o mundo, a empresa atende clientes a partir de seus 15 centros de fabricação e 11 centros de Pesquisa, Desenvolvimento e Tecnologia. Com sede em Bollate, na Itália, a GBU fornece mais de 1.500 produtos em 35 marcas de polímeros de alto desempenho – fluoropolímeros, fluorelastômeros, fluídos fluorados, poliamidas semiaromáticas, polímeros de sulfona ultrapolímeros aromáticos, polímeros de alta barreira e compostos reticuláveis de alto desempenho – para uso em mercados de alto crescimento, como transporte avançado, saúde, água, energia, e dispositivos inteligentes.

Fonte: Rhodia

Curta nossa página no