Posts Tagged ‘Plástico Brasil’

Plástico Brasil 2019 apresentará variedade de tecnologias e equipamentos para reciclagem do plástico

07/03/2019

Feira oferece aos visitantes uma gama de fornecedores de máquinas voltadas para o processamento de resíduos plásticos de origem pós-consumo ou pós-industrial

Tema de grande interesse da indústria do plástico, a reciclagem ganha destaque na Plástico Brasil 2019 – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 25 a 29 de março, no São Paulo Expo. De acordo com a Fundação Instituto de Administração (FIA/USP), atualmente a indústria recicla 25% do plástico, em especial as embalagens, o que comprova o enorme potencial desta atividade.

A programação do Parque de Ideias vai se engajar no tema. Além das palestras apresentadas no Especial Plastivida de Sustentabilidade, a TriCiclos, empresa de engenharia de economia circular aplicada, vai fazer a apresentação “Demanda Tecnológica para Plásticos Mais Sustentáveis”.

A área de exposição da feira, por sua vez, reflete o constante investimento em pesquisa e desenvolvimento feito pelos fornecedores de máquinas voltadas para o processamento de resíduos plásticos de origem pós-consumo ou pós-industrial.

Entre as grandes marcas que levam para a Plástico Brasil 2019 seus equipamentos e soluções voltados para operações primárias e secundárias, bem como para a separação do plástico, estão Seibt, Wortex, Wefem Extrusores, Tria do Brasil, Kie Máquinas, Shini, Rone Moinhos, Rocla, Lindner, Erema Plastic Recycling Systems, Erema Group, Atema e Steinert.

A Steinert destaca o separador Unisort Film, destinado à separação de filme plástico para reciclagem. O equipamento possui uma esteira de aceleração de alta velocidade que permite atingir 4,5 m/s, resultando em um rendimento de 50% a mais em relação aos sistemas convencionais, afirma a empresa.

Dois equipamentos desenvolvidos para trabalhar com plásticos e materiais escuros também serão apresentados pela marca aos visitantes da Plástico Brasil 2019. O primeiro é o Unisort Black, usado para a separação de plásticos escuros. Já o Unisort Blackeye faz a separação de plásticos na cor preta por tipo.

A Wortex Máquinas, fabricante de equipamentos para a indústria plástica, destacará na Plástico Brasil 2019 suas soluções de ponta para reciclagem. No estande da empresa, o visitante poderá conferir in loco novidades como a Linha Challenger Recycler Geração II, agora aprimorada, e a Linha Challenger Recycler Conical 55mm, de dimensões compactas e que estará em operação durante o evento.

Além das variadas linhas de granulação/reciclagem, capazes de produzir até 2.500 quilos/hora, a Wortex também divulgará em seu stand extrusoras, sistemas de seleção/preparação, linhas de lavagem e a gama de roscas e cilindros para máquinas de injeção, sopro e extrusão. Vídeos mostrarão equipamentos em operação e o funcionamento do complexo industrial da empresa, em Campinas (SP).

Comprometida com a importância da reciclagem para a indústria de plástico, a Wortex investe constantemente em pesquisa e desenvolvimento de novas soluções que tenham, principalmente, custo acessível a fim de viabilizar a reciclagem de diversos tipos de materiais. “São máquinas com elevado conteúdo tecnológico, que resultam em produtos confiáveis nas áreas de separação e materiais provenientes da coleta seletiva, sistemas de lavagem e extrusão, tais como sacos de lixo, sacos para embalagem de uma maneira geral, tubos de irrigação, madeira plástica, compostos de materiais de engenharia, entre outros”, ressalta Paolo De Filippis, diretor geral da empresa.

Sobre a Plástico Brasil:

Uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química e Informa Exhibitions, a feira vai reunir mais de 600 marcas nacionais e internacionais, que representam os setores de máquinas, equipamentos e acessórios, matérias-primas e resinas, moldes e porta moldes, automação industrial e robótica, periféricos, entre outros produtos, serviços e soluções.

Parte significativa das marcas expositoras é representada por 13 países: Alemanha, Argentina, Áustria, China, Estados Unidos, Hungria, Índia, Itália, México, Portugal, Taiwan, Turquia e Suíça, sendo que quatro deles – Alemanha, Áustria, China e Itália – participam com grupos de empresas reunidas em seus respectivos pavilhões.

São esperados mais de 45 mil visitantes, entre transformadores de plástico, compradores e demais profissionais da construção civil, alimentos e bebidas, embalagens, automóveis e autopeças, perfumaria, higiene e limpeza, farmacêuticos, entre outros, que vislumbram na Plástico Brasil a melhor oportunidade para se modernizar e competir num mercado em ascensão.

A feira vai oferecer uma programação técnica com cerca de 80 horas de seminários, palestras e workshops, a maioria deles gratuita, como o Parque de Ideias, VDI Road Show, 1º ABINFER BUSINESS CENTER – ABC 2019, PETtalk 2019, SEBRAE Móvel e o SMED (Single Minute Exchange of Die).

Ao lado dos negócios, conhecimento e relacionamento, a Sustentabilidade é um dos pilares da Plástico Brasil 2019. A feira vai destacar uma série de ações visando inspirar os fornecedores, transformadores e demais visitantes profissionais a replicarem tecnologias ambientalmente corretas em seus negócios.

O credenciamento é gratuito e já pode ser feito no site da feira: https://www.plasticobrasil.com.br/pt/credenciamento.html.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil 2019

Curta nossa página no

Anúncios

Balanço da Plástico Brasil aponta para a retomada dos negócios na indústria do plástico e da borracha

31/03/2017

Encerrada na última sexta-feira, 24 de março, a primeira edição da Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha foi considerada um sucesso pelos organizadores e expositores. A feira é uma iniciativa da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e da ABIQUIM (Associação Brasileira da Indústria Química), com organização e promoção da Informa Exhibitions.

Primeiro evento do setor no ano, a Plástico Brasil foi palco de novidades apresentadas para o mercado por 400 marcas de toda a cadeia produtiva do plástico: máquinas, equipamentos e acessórios, matérias primas e resinas, moldes e porta moldes, automação industrial e robótica, entre outros produtos, serviços e soluções.

O volume de negócios realizados sugere o início da retomada de crescimento da atividade industrial do setor, depois de dois anos de estagnação. Apenas nas Rodadas Internacionais, foram gerados 30 milhões de dólares em negócios por meio de 180 reuniões realizadas entre fabricantes brasileiros e 10 compradores de oito países (Argentina, Colômbia, Costa Rica, Egito, Estados Unidos, Índia, México e Rússia), informam os organizadores.

Estes compradores vieram à feira a convite do programa Brazil Machinery Solutions, uma parceria da ABIMAQ e Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) para promover as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, e fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital.

“A Plástico Brasil assume uma importância ainda maior por representar o início de um novo ciclo de crescimento”, diz José Velloso, presidente executivo da ABIMAQ. De acordo com o dirigente, o volume de visitantes e o grande volume de negócios superaram as expectativas, e a feira, além de evidenciar a tecnologia da indústria brasileira de máquinas, foi testemunha de uma nova fase para o País. “A Plástico Brasil será lembrada como o momento da virada”.

Velloso destaca também o caráter institucional da Plástico Brasil: “É a primeira vez que uma feira para a indústria do plástico é organizada pelas entidades setoriais. O apoio recorde de mais de 70 associações e sindicatos nacionais e internacionais comprova sua enorme representatividade”.

O presidente executivo da ABIQUIM, Fernando Figueiredo, também destaca a importância da feira para o desenvolvimento do setor e a retomada dos investimentos: “A Plástico Brasil ofereceu uma oportunidade para que os visitantes conhecessem as ações da indústria transformadora do plástico e da borracha em benefício do consumidor. A participação das entidades do setor na promoção da feira deu credibilidade ao evento e foi importante para que, logo em sua primeira edição, a Plástico Brasil atraísse expositores e público qualificado. Esse encontro em um ambiente propício para a geração de novos negócios será importante para a retomada do crescimento da indústria química e de máquinas e na geração de novos postos de trabalho”.

Gino Paulucci, presidente da Polimáquinas

Para Gino Paulucci, presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Acessórios para a Indústria do Plástico da ABIMAQ, a feira foi um sucesso total. “Recebemos no estande da Polimáquinas uma visitação altamente qualificada, formada por tomadores de decisão e pessoal técnico. Muitos negócios foram fechados no próprio pavilhão logo nos primeiros dias”, comemora. Como presidente da Comissão Organizadora da Plástico Brasil, Paulucci colecionou depoimentos positivos dos expositores e garante que a feira indica a retomada de crescimento da indústria do plástico.

A Plástico Brasil recebeu a visita de milhares de compradores e profissionais da indústria do plástico, que atendem e atuam nos mais diversos segmentos – construção civil, automóveis e autopeças, embalagem, agricultura, móveis, eletrônicos, instrumentos médicos, vestuário e calçados e eletrodomésticos, entre muitos outros.

O perfil dos visitantes compradores variou entre aqueles que vieram em busca de soluções para implantação de novas plantas ou ampliação das atuais, diversificação da produção e modernização do parque fabril, principalmente no que diz respeito ao ganho de eficiência energética, produtividade e competitividade.

Qualificação e negócios

Patrocinadora da feira, a Indústrias Romi destacou a qualificação dos visitantes que passaram por seu estande. De acordo com o vice-presidente da empresa, William dos Reis, a feira deu sinais que a indústria está se preparando para a retomada da economia e visando ao aumento da eficiência de suas plantas. O executivo lembra que a decisão de patrocinar a Plástico Brasil – bem como outras duas feiras setoriais da ABIMAQ, a Feimec e a Expomafe – devem-se à visão da Romi de buscar o melhor para seus clientes e para o setor industrial.

A empresa apresentou seis novas máquinas durante a feira e fechou negócios já no primeiro dia. Reis diz que foi possível perceber a melhora no “humor” dos fabricantes. “Viemos para a feira com uma expectativa alta, e ela foi superada”. Segundo ele, as vendas foram dirigidas a clientes habituais, que procuram modernizar suas plantas e se preparar para atender a esperada retomada da demanda. “Todas nossas máquinas estão voltadas para oferecer ganhos para os transformadores, principalmente de eficiência energética”, diz Reis.

Durante a Plástico Brasil, a Carnevalli apresentou aos visitantes o que há de melhor em seu portfólio. De acordo com o diretor Comercial Wilson Carnevalli Filho, a participação da empresa foi muito satisfatória e as vendas superaram às expectativas. A forte presença de tomadores de decisão possibilitou a efetivação de vendas no próprio estande e, também, o início de diversas negociações que serão retomadas após o evento. “Nossos clientes estão ampliando a capacidade de produção e outros substituindo as máquinas mais antigas por novas”, explica.

Para ele, o grande movimento de profissionais do segmento na feira deve-se ao ânimo que tomou conta do mercado. “O número de visitação no estande foi bastante significativo desde o primeiro dia. Recebemos clientes de todo o Brasil e de vários países, como Argentina, Peru, Equador, Chile e Bolívia”. Carnevalli avalia que, além da oportunidade de realizar vendas e prospectar novos negócios e clientes, a principal meta de sua participação na feira foi atingida: “Conseguimos fortalecer a marca no mercado com a participação da Carnevalli na Plástico Brasil”.

Marcelo Silva, gerente Geral da Stäubli, também destaca a qualificação dos visitantes e a importância da feira para ampliar ainda mais a divulgação da marca. A Stäubli destacou em seu estande soluções para diminuição do tempo de parada de máquina, por meio de engates e placas de multiacoplamentos para conexão rápida das mais diversas energias utilizadas nos moldes.

Segundo Silva, as empresas começaram a perceber que a redução do tempo do setup proporciona não apenas ganho de produtividade, mas também maior rentabilidade. “Quando o transformador não tem essa limitação, ele está mais preparado para atender ao mercado, produzir o que o cliente quer, na quantidade que ele precisa. Isso melhora a negociação e é uma vantagem sobre os concorrentes”, explica.

O sistema de fixação de moldes em versão magnética foi um dos que mais chamaram atenção no estande da Stäubli, uma vez que era um dos destaques do espaço SMED – Single Minute Exchange Of Die – Troca Rápida de Moldes, onde ocorreram palestras rápidas e demonstração ao vivo da troca (cerca de cinco minutos) de moldes de uma máquina injetora.

O diretor Geral da Wittmann Battenfeld do Brasil, Cassio Saltori, ficou bastante satisfeito com os resultados desta primeira edição. “Visitação acima da média, sem tumulto, de boa qualidade técnica e formada em sua maioria por tomadores de decisão”, enumera. Essa qualificação possibilitou que a empresa fechasse durante a feira negociações que estavam em andamento e fizesse prospecção com clientes habituais. Segundo Saltori, a maior parte dos visitantes compradores veio em busca de modernizar suas instalações para melhorar a produtividade, mas também houve casos de clientes que adquiriram máquinas para atender a projetos específicos de grandes clientes.

O diretor elogia a qualidade também dos expositores. “Foi uma feira limpa, com estandes muito bem construídos. Dava prazer andar pelos corredores”, lembra. A estrutura do pavilhão e a organização do evento são mencionados por Saltori como outros pontos positivos. “O retorno do nosso pessoal técnico é que eles tiveram facilidade no trabalho de instalação das máquinas no estande graças à estrutura do pavilhão e à rapidez no atendimento às demandas. A feira atendeu 100% nossa expectativa e faço votos para que ela cresça cada vez mais”.

Ulisses Fonseca, diretor da Multipack Plas, também garante que a Plástico Brasil atendeu às expectativas. “Tivemos negócios muito bem encaminhados e que estão sendo fechados logo na primeira semana; então é como se tivéssemos feito a venda na feira”, comenta. Assim como os demais expositores, Fonseca chama atenção para a alta qualificação dos visitantes. “Eram pessoas interessadas, diretores e até presidentes das companhias”, lembra. Na avaliação do diretor, o mercado brasileiro está em “estado latente”, apenas aguardando algumas medidas econômicas e de incentivo à produção para efetivamente voltar a crescer.

O Presidente da Informa Exhibitions, Marco Basso ressalta que a visitação é ainda mais surpreendente se for levado em conta o fato de se tratar da primeira edição da feira. “O resultado de visitação e negócios superou nossas expectativas mais realistas. Isso é bom não só para o setor, mas para a economia como um todo. A feira emitiu um sinal positivo para o futuro e mostrou que os transformadores vieram se preparar para o momento da retomada”, afirma. Basso lembrou que a moderna infraestrutura do pavilhão do São Paulo Expo possibilitou uma experiência tranquila e confortável para expositores e visitantes.

Alexandra Klemina, diretora geral da World Machines LCC e representante da Rússia na 1ª Rodada Internacional de Negócios da Plástico Brasil 2017, mostrou-se muito bem impressionada com a feira, tanto do ponto de vista da organização quanto da Rodada Internacional de Negócios. A empresária russa afirmou que as máquinas brasileiras possuem tecnologia comparável à das máquinas europeias, porém são mais acessíveis e apresentam maior competitividade, o que a interessa muito. “Vim para cá justamente para abrir novos contatos, trabalhar nas prospecções e buscar as mais diversas linhas de produção da indústria transformadora do plástico. Nesta feira, encontrei as opções que desejava conhecer”, destaca.

Conteúdo técnico e reciclagem

A Plástico Brasil ofereceu em torno de 60 horas de conteúdo profissional, tecnológico e científico, por meio de seminários sobre a Indústria 4.0 – ministrado por especialistas nacionais e internacionais da VDMA, a associação que representa os fabricantes de máquinas na Alemanha – e sobre Eficiência Energética como diferencial competitivo, além dos workshops sobre Sustentabilidade e Mobiliários em PVC para crianças com disfunções neuromotoras, a conferência da indústria do PET, palestras ministradas por especialistas e executivos das empresas expositoras na Arena Técnica, uma ilha de Inovação em Materiais Plásticos coordenada por instituições de ensino e pesquisa, e a demonstração inédita do SMED (Single Minute Exchange of Die – Troca Rápida de Moldes), sistema que pode reduzir o tempo de parada das máquinas para troca de moldes para cerca de cinco minutos.

Outro projeto invoador na feira foi o Recicla Plástico Brasil, promovido em parceria com a Plastivida e Instituto Brasileiro do PVC, com apoio das empresas expositoras Pavan Zanetti, Piovan, Romi e Wortex Máquinas. A ação foi composta por um estande ambientado de forma a expor produtos feitos em plástico no cotidiano dos consumidores e uma Linha de Reciclagem e Transformação funcionando ao vivo dentro da feira, onde os resíduos gerados no evento fora selecionados, tratados, moídos e transformados em novos produtos reciclados por equipamentos de última geração.

O Recicla Plástico Brasil abrigou também uma demonstração de Reciclagem de EPS e promoveu dois outros projetos de extrema importância para a reciclagem do plástico: o Tampinha Legal, que incentiva a coleta de tampas plásticas de garrafa para que sejam reutilizadas e recicladas, e a Reciclagem de Credenciais, coletadas em máquinas de Papa Cartão localizadas no pavilhão e destinadas à reciclagem para fabricação de porta copos, placas, caixas e outros objetos.

O Presidente da Plastivida e do Instituto do PVC, Miguel Bahiense se diz “extremamente satisfeito” com o resultado do projeto. O estande recebeu um grande número de pessoas dos mais diferentes perfis: professores, trabalhadores da indústria, jornalistas, formadores de opinião e políticos , entre outros.“Nosso objetivo era mostrar que a gestão dos resíduos sólidos numa cidade é possível, e que as pessoas podem continuar utilizando cada vez mais o plástico em suas atividades do dia a dia, conscientes de que existe uma destinação pós-uso”, explica Bahiense.

Ele lembra que o projeto, que contou com o apoio institucional da Secretaria do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, foi concebido para simular a coleta seletiva de uma cidade, formatada com a responsabilidade compartilhada entre todos os atores: sociedade civil, poder público, indústria, varejo, coleta e reciclagem. Bahiense destaca também o aspecto científico do Recicla Plástico Brasil em palestras como o estudo de ecoeficiência das janelas de PVC e de lixo nos mares – este último em parceria com o Instituto Oceanográfico da USP – e o aspecto social, no workshop de mobiliário em PVC para crianças com disfunções neuromotoras, em parceria com a secretária da Pessoa com Deficiência do município de São Paulo.

A próxima edição da Plástico Brasil foi marcada para 25 a 29 de março de 2019, no São Paulo Expo.

Curta nossa página no

Expositores da Plástico Brasil relatam realização de negócios nos primeiros dias da feira

24/03/2017

Gino Paulucci, presidente da Polimáquinas

Os três primeiros dias da Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, que vai até esta sexta-feira (dia 24) no São Paulo Expo, registraram uma grande visitação nos estandes, com vários negócios fechados e visitas técnicas agendadas.

Para o presidente da Polimáquinas, Gino Paulucci, este início superou as expectativas. Seu stand recebeu compradores do Brasil e do exterior, em sua maioria tomadores de decisão que fecharam negócios no pavilhão. “Nunca tivemos um início de feira com tantas vendas efetivas”, afirma Paulucci.

O enfoque dos transformadores que adquiriram as máquinas da empresa na feira foi na renovação do parque fabril, diversificação de mercado e abertura de novas plantas, segundo Paulucci. “Estamos operando com capacidade máxima de atendimento. Esse é o melhor termômetro de que o Brasil vai voltar a crescer”. Na Plástico Brasil, a Polimáquinas está expondo seis tipos de máquinas: três delas são lançamentos e as outras foram atualizadas para oferecer aos clientes melhor eficiência energética, mais velocidade e mais qualidade do produto final.

A austríaca Engel mostrou-se satisfeita com a  qualidade dos visitantes em seu estande, e também com o nível tecnológico apresentado pelos expositores da feira como um todo. Segundo o diretor da empresa, Udo Löhken, já nos primeiros dias da Plástico Brasil a Engel fechou negócios com clientes atuais, alguns deles já em andamento e concretizados na feira. “Nosso principal objetivo era conhecer clientes novos e fiquei surpreso com os contatos que fizemos. Cerca de 20% dos visitantes do stand são clientes novos”, diz o executivo.

O destaque da Engel na Plástico Brasil são seis produtos com configurações da Indústria 4.0: máquinas inteligentes, produção inteligente e serviços inteligentes. A empresa está demonstrando a conectividade em tempo real dessas soluções instaladas na feira com seu showroom na Áustria. “Estamos tendo uma ótima recepção dos visitantes”, garante Löhken.

A fabricante de injetoras Tsong Cherng expõe na Plástico Brasil duas máquinas: uma acionada com servomotor para ciclos rápidos e uma preforma híbrida, ambas voltadas a oferecer aos transformadores alta performance, economia de energia e aumento da produtividade, além de melhor aproveitamento do espaço nas fábricas, dadas suas proporções reduzidas.

O gerente de Operações da empresa, Eduardo Chern, comenta que fechou negócios que estavam em andamento nos primeiros dias e ficou positivamente surpreso com a qualificação dos visitantes em seu estande. “Recebemos empresários que vieram em busca de expansão das plantas, mas principalmente, de soluções para tornar suas fábricas mais eficientes”. Segundo Chern, umas das injetoras da Tsong Cherng oferece economia de 40% na matéria prima de embalagens. De acordo com o gerente, os produtos expostos estão alinhada à Indústria 4.0, com fornecimento de informações gerenciais em tempo real.

A exclusiva tecnologia de soldagem por ultrassom é o destaque da Herrmann Ultrassom na Plástico Brasil. A empresa apresenta ao mercado nacional a máquina Ultracell HIQ Vario 4800 watt de potência com tecnologia de soldagem por ultrassom para aplicação individual (manualmente) com painel de visualização gráfica do processo de solda.

Trata-se de um processo que permite unir peças termoplásticas em três tipos de segmentos: peças injetadas de plástico (com aplicação na indútria médica, automotiva, brinquedos, eletroeletrônica), embalagens e tecidos ou não-tecidos (produtos de higiene, como fraldas).

De acordo com o gerente de Vendas da Herrmann Ultrassom, Andreas Haug, a empresa alemã é a primeira a desenvolver e a oferecer ao mercado esse tipo de equipamento com painel que permite vizualizar o processo de solda. “Os clientes produtores de plástico no Brasil vão ter no futuro a chance de trabalhar com alta tecnologia no segmento de solda por ultrassom, que irá aumentar a qualidade, produtividade, e eficência de produção e, também, ampliar novos mercados, dando a possibilidade de diversificar as linhas de produtos e exportar para outros países”.

Com 20 anos de atuação, a Reinaflex atua mercado destinado a impressoras de bandas estreitas e médias e tambor central. “Esperamos abranger maior público com potencial de se tornar novos clientes no segmento de plásticos, para cada vez mais aprimorarmos as tecnologias das máquinas. Estamos sempre participando de feiras para acompanhar as novas tendências e inovar com o objetivo de oferecer impressão de qualidade e maior velocidade aos nossos clientes”, declara Kátia Magazoni, da Reinaflex Máquinas Flexográficas.

A Impressora Flexográfica RNF 550 de seis cores é o grande destaque da empresa na Plástico Brasil, que conta com 20 anos no mercado. Destinada à impressão de alta qualidade em papel, plástico, etiquetas, adesivos e rótulos, seu diferencial é possibilitar, também, a impressão em tiragem reduzida. O modelo está em conformidade com as normas NR10 e NR12. O estande da marca também conta com rebobinadeira e peças de fabricação própria para as máquinas também fabricadas pela empresa, além de outros produtos que atendem ao mercado de papel, plástico e papelão.

Patenteada pela Hudson-Sharp Machine Company, com 110 anos de atuação e líder na fabricação de máquinas confeccionadoras de sacos de plástico, máquinas pouch e soluções de embalagens refecháveis, a tecnologia de aplicação do Zíper Inno Lok ganha destaque no estande da empresa. Trata-se de um zíper especial transversal que é aplicado em filmes para a produção de embalagens de alimentos congelados, confecções e salgadinhos. Com barreira e lacre, oferece maior resistência à entrada de luz, umidade e contaminação.

No estande da marca, ganham destaque as linhas Pouch para a produção de embalagens pré-fabricadas por envase para o mercado de alimentos e Pet Food, além da linha de embalagens por envase automática Wicketer para pão de forma, fraldas e produto de higiene feminino.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Abertura da Plástico Brasil aponta sinais de retomada econômica

23/03/2017

Presidente da Abimaq, João Carlos Marchesan, fala durante abertura da feira Plástico Brasil

Presidentes de entidades, empresários e autoridades mostraram otimismo na abertura da Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, no dia 20 de março, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Evento está oferecendo 60 horas de conteúdo em programação

Primeira feira do setor no ano, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março trouxe, em parceria com a Apex, compradores internacionais da Argentina, Chile, Costa Rica, Egito, Estados Unidos, Índia, México e Rússia. De acordo com o presidente do Conselho da Administração da ABIMAQ, João Carlos Marchesan, a Plástico Brasil “compartilha nova experiência reunindo num local moderno grandes expositores da cadeia produtiva e os mais avançados processos para o aprimoramento técnico do mercado”.

O presidente da ABIQUIM, Fernando Figueiredo disse que nada melhor para a Plástico Brasil do que começar na Semana do Meio Ambiente: “O plástico tem contribuído para melhorar o dia a dia das pessoas”. Na mesma linha, o deputado federal Alex Manente, observou que o plástico é um dos segmentos que mais inovações vêm apresentando nos últimos tempos, “e a feira é uma oportunidade de levar o País adiante com uma indústria forte”.

O presidente da Informa Exhibitions, Marco Basso, lembrou que há um ano atrás, durante a realização da FEIMEC, o momento da economia era de pessimismo, reforçado pela ameaça de impedimento da presidente da República. “Agora a economia dá sinais de reação e a Plástico Brasil marca a virada do setor. Ela nasce com 40 mil m2, 400 marcas e apoio de 70 entidades, que revelam uma primeira edição robusta”, complementou.

Gino Paulucci, presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Acessórios para a Indústria do Plástico da ABIMAQ

Mais tarde, em entrevista coletiva, o presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Acessórios para a Indústria do Plástico da ABIMAQ, Gino Paulucci, lembrou da necessidade da indústria de transformação renovar seu parque industrial depois de dois anos praticamente sem investimentos. “Grandes e pequenos fabricantes já estão iniciando suas compras neste ano, visando à economia de recursos, produtividade e competitividade”.

A Plástico Brasil representa diversos segmentos que compõem a cadeia produtiva do plástico e da borracha: instrumentação, controle e automação, máquinas, equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, produtos básicos e matérias primas, reciclagem, resinas sintéticas, serviços, projetos técnicos e outros. O evento aguarda a visita de 40 mil compradores, transformadores e profissionais da indústria do plástico, que atendem e atuam em segmentos como construção civil, automóveis e autopeças, agricultura, móveis, eletrônicos, instrumentos médicos, vestuário e calçados, eletrodomésticos, entre muitos outros.

A feira é uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions

Eventos Paralelos

A Plástico Brasil criou uma programação com 60 horas de conteúdo, ministrado por especialistas brasileiros e estrangeiros, autoridades e empresários, distribuídas nos seguintes eventos paralelos:

  • Seminário Internacional Plástico Brasil – Rumo à Indústria 4.0: Organizado pela ABIMAQ e VDMA (associação que representa os fabricantes de máquinas na Alemanha), reúne palestras apresentadas por especialistas nacionais e internacionais da VDMA. Dia 20, das 13h às 17h30.
  • Seminário “Eficiência Energética Como Diferencial Competitivo”: Organizado pela ABIMAQ, apresenta as soluções mais atuais para redução dos custos operacionais das indústrias e uso racional dos recursos naturais. Dia 23, das 13h30 às 17h10.
  • PETtalk – Conferência Internacional da Indústria do PET: Realizado pela ABIPET – Associação Brasileira da Indústria do PET, o encontro apresenta novas tecnologias, cenários e temas atuais da indústria do PET. Dia 21, das 8h às 17h, e dia 22, das 8h às 14h.
  • Workshop “Mobiliários Adaptados em PVC para Crianças com Disfunção Neuromotora”: Promovido pela Plastivida e Instituto Brasileiro do PVC como parte integrante do projeto Recicla Plástico Brasil, ensina profissionais da área de terapia ocupacional e voluntários a montar mobiliários feitos com PVC, adaptáveis a crianças com disfunção neuromotora. Dia 23, das 8h30 às 12h30.
  • Workshop de Sustentabilidade: Também integrante do projeto Recicla Plástico Brasil, com promoção da Plastivida e Instituto Brasileiro do PVC, o encontro é dedicado à troca de experiências sobre sustentabilidade, com presença de palestrantes renomados. Dia 23, das 14h às 18h.
  • SMED – Single Minute Exchange of Die – Troca Rápida de Moldes: Palestras rápidas e demonstração ao vivo da troca de moldes de uma máquina injetora em menos de 10 minutos. Realização: SENAI, Romi, Stäubli, Previsão e Berg-Steel. Todos os dias, às 11h, 13h, 15h e 17h.
  • Arena Técnica: palestras em formato dinâmico e duração média de 45 minutos, ministradas por especialistas e executivos das empresas expositoras. Dias 20 a 23, a partir das 10h.
  • Ilha de Inovação em Materiais Plásticos: Apresenta as novas tendências, tecnologias e inovações em resinas antes de sua chegada ao mercado. Participação das unidades de plástico e resinas da UNICAMP, CCDM – UFSCAR, FATECs Sorocaba, Zona Leste e Itaquera, e Instituto Mauá de Tecnologia.
  • Recicla Plástico Brasil: Ação criada com objetivo de disseminar a educação ambiental em torno da reciclagem do plástico e sua reutilização, bem como promover a sua imagem. Junto com os Workshops de Sustentabilidade e “Mobiliários Adaptados em PVC para Crianças com Disfunção Neuromotora”, é composto pelo Estande Recicla Plástico Brasil, Linha de Reciclagem e Transformação, Reciclagem de EPS, Projeto Tampinha Legal e Reciclagem de Credenciais. É uma iniciativa da Plastivida, Instituto Brasileiro do PVC, ABIMAQ, ABIQUIM e Informa Exhibitions, com apoio da Pavan Zanetti, Piovan, Romi e Wortex Máquinas.
    Ainda na área de reciclagem, uma das atrações é a Muzzicycles, fabricante de bicicletas com quadro feito de plástico. A empresa demonstra em seu estande o processo de montagem, os diferentes modelos de quadros e as bicicletas prontas. Uma delas fica exposta no estande do Recicla Plástico Brasil.

Incentivo às Exportações

Importadores de diversos países interessados na tecnologia e competitividade das máquinas e acessórios para a cadeia produtiva do plástico participam da 1ª Rodada Internacional de Negócios que acontece durante a Plástico Brasil, a convite do Programa Brazil Machinery Solutions. Trata-se de uma ação de promoção comercial, denominada Projeto Comprador, organizada pelo Programa BMS, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

A partir de dados disponibilizados pelas empresas brasileiras, como mercados escolhidos e produtos ofertados, consultores especializados em matchmaking internacional fizeram o cruzamento de informações e identificaram compradores em diversos países que têm interesse nos produtos.

Participam das Rodadas 10 compradores de 8 países: Argentina, Colômbia, Costa Rica, Egito, Estados Unidos, Índia, México e Rússia. A ação tem como objetivo principal potencializar o contato e as negociações entre fabricantes brasileiros e compradores estrangeiros do setor. As reuniões acontecem em um espaço exclusivo para a ação, ao longo dos dias 21 e 22 de março.

Pavilhão

Inaugurado em maio de 2016, o São Paulo Expo é um moderno centro de exposições, com 90 mil m2 de área de exposição, pavilhões climatizados e mais de 5 mil vagas de estacionamento (4,5 mil cobertas), localizada a 850 metros do metrô Jabaquara, 10 minutos do aeroporto de Congonhas e fora do perímetro de restrição municipal (rodízio) de veículos de passeio e de carga. Os visitantes que usam transporte público contam com traslado gratuito de ida-e-volta para o evento a partir da estação Conceição do Metrô e do aeroporto de Congonhas.

Serviço:

PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Horário: Das 10h às 19h
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – São Paulo – SP)
Iniciativa: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Promoção e organização: Informa Exhibitions
http://www.plasticobrasil.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Distribuidores marcam presença nas principais feiras de Plástico do País

23/03/2017

Plástico Brasil e Feiplastic contam com a presença da Adirplast e seus associados

Oito distribuidores associados à Adirplast (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins), que respondem por metade de toda resina comercializada no varejo nacional, 50% do setor de varejo, estão presentes em dois dos eventos mais importantes do segmento. O primeiro deles, Plástico Brasil, acontece desde o dia 20 (segunda-feira) e vai até o dia 24 de março, no São Paulo EXPO Center Norte. O segundo é a Feiplastic. Será realizada, de 3 a 7 de abril, no Centro de Exposições do Anhembi, também em São Paulo.

A prestação de serviço e parceria estabelecida com os milhares de pequenos e médios transformadores é o foco dessas empresas nos eventos. Vale lembrar que os distribuidores associados à entidade atendem 20% das mais de 11 mil empresas de transformação de plástico do país, a grande maioria composta por empresas pequenas e familiares.

Nos locais, são destaques os diferenciais oferecidos pelas afiliadas à Adirplast aos clientes, como qualidade e procedência dos produtos, além de uma grande gama de resinas ofertadas, com mais de 2.500 grades, assistência técnica, financiamento e pronta-entrega. “Nosso foco é o cliente. Por isso, é nele que pensamos quando oferecemos serviços que outras empresas que atuam no setor não conseguem”, explica Laercio Gonçalves, presidente da entidade.

Daniela Guerini, da Mais Polímeros, explica que, mais que um simples fornecedor, o distribuir oficial de resinas é um parceiro das pequenas e médias empresas: “São muitos os benefícios de se manter essa parceria, pela confiabilidade fiscal e tributária, garantia de procedência, qualidade e suporte técnico dos produtos e, também, para o caso de eventuais problemas. Nossa grande capilaridade ainda permite a pronta-entrega em todo o território nacional”, explicou.

Outro ponto destacado por essas empresas nas feiras está na vantagem de se fazer negócio com distribuidor local ao invés de optar pela importação. “Entregamos resinas em qualquer lugar do Brasil em até 24 horas. Já, ao importar, o cliente fica sujeito a taxações e atrasos na entrega, que geralmente é 40 dias, burocracias de importação e variação cambial na compra indent”, completa Fábio Romulo, diretor da Remo Plásticos.

Premix, Piramidal, Replas, Mais Polímeros e Premix estão na Plástico Brasil. Já na Feiplastic, será possível visitar os estantes das distribuidoras Activas, Eteno, Fortymill e Remo Plásticos, além de rever Piramidal, Replas e Mais Polímeros. Na Feiplastic a Adirplast também contará com um estande próprio, que será um local para os demais associados se reunirem e apresentarem seu portfólio.

As principais atrações de cada empresa durante a Plástico Brasil e a Feiplastic são:

PIRAMIDAL: Irá comemorar 30 anos de mercado e apresentará sua linha completa de Resinas Commodities e de Resinas de Engenharia.

REPLAS: além do seu portfólio, fará o comunicado oficial de inauguração de sua nova planta em Manaus, AM, para produção de Xirinque.

MAIS POLÍMEROS: apesentará todo o portfólio de seus principais fornecedores e parceiros como BRASKEM e UNIGEL.  A empresa também promete divulgar nova parceria comercial com trader internacional para importações diretas em PET, ABS, Poliamidas e outros materiais.

PREMIX: irá mostrar todo o seu portfólio, para atendimento ao cliente, contará com uma equipe completa para atender os transformadores e suas necessidades.

ACTIVAS: promete atendimento personalizado ao cliente, para isso, levará toda sua equipe técnica para seu estande e, assim, entender melhor as necessidades do cliente e oferecer a melhor solução. Também mostra portfólio bastante diversificado.

ETENO: com o objetivo de ser um ponto de apoio para os clientes e fornecedores, a distribuidora contará com toda sua equipe de vendas e técnica.

FORTYMILL: irá expor toda a linha de PE, PP e EVA da Braskem, além de novos produtos e serviços desenvolvidos pela empresa de Compostos e Reciclagem do Grupo, a Plastimil.

REMO PLÁSTICOS: apresentará sua linha de produtos REMO e LGCHEM para ABS / SAN / PMMA / PC / BLENDAS E COMPOSTOS voltados principalmente para a linha Automotiva, Eletroeletrônica, Linha Branca e Construção Civil.

Sobre a Adirplast: A Adirplast tem como diretrizes o fortalecimento da distribuição, o apoio aos seus associados e a integração do setor de varejo de resinas plásticas e filmes de BOPP-PET. Seu objetivo é demonstrar a importância que os distribuidores têm para o setor e para o desenvolvimento do mercado brasileiro de plásticos. A entidade trabalha ainda para promover a imagem sustentável do plástico, melhorar a gestão financeira dos transformadores e ajustar o desordenamento tributário sobre a indústria. Atualmente, a entidade agrega empresas distribuidoras de resinas plásticas e filmes BOPP-PET que, juntas, tiveram um faturamento bruto de cerca de R$ 3,5 bilhões em 2016, e responderam por cerca de 10% de todo o volume de polímeros e filmes BOPP-PET comercializados no país.

Fonte: Adirplast

Curta nossa página no

Piovan apresenta novidades na Plastico Brasil

23/03/2017

A Piovan participa da Feira Plástico Brasil apresentando uma série de novidades. Entre elas o Easylink, a nova linha de estações de acoplamento automático para alimentação centralizada. O equipamento  oferece transporte automático da matéria prima plástica de forma eficiente e econômica, afirma a empresa.  As estações automáticas de acoplamento Easylink são totalmente construídas com tubos rígidos e componentes revestidos de cerâmica que garantem melhor desempenho, resistência ao desgaste e ausência de contaminação, assegura a Piovan. São projetadas para pequenas ou grandes capacidades de transporte. Com design vertical compacto, ocupa uma área bem pequena mesmo para o maior range (60 posições de entrada e saída).

No campo de dosagem a empresa está apresentando o Quantum, da nova geração de dosadores gravimétricos de precisão. Quantum é um misturador gravimétrico por batch, compacto e flexível. A fabricação é em aço inoxidável e, segundo a Piovan, oferece dosagem precisa, boa homogeneidade, troca rápida de material e operações de limpeza  simplificadas. Imune às vibrações, o Quantum foi projetado para suportar possíveis vibrações provenientes das máquinas transformadores, garantindo precisão da mistura, mesmo sob condições extremas, afirma a empresa. Com capacidade de produção entre 70 e 800 kg/h e projeto patenteado, representa um passo adiante em termos de tecnologia, eficiência energética e operacional em dosagem e mistura.

Umas das principais inovações, lançada na feira K em Outubro passado, será apresentada em primeira mão ao mercado Brasileiro: o Winfactory 4.0, um software de supervisão da Piovan para “smart factory”. Trata-se de um novo aplicativo preparado para a “Indústria 4.0”; um conjunto de procedimentos e tecnologias que faz a integração digital entre as estruturas de produção, distribuição e informação. A Piovan implantou este conceito com a evolução de seu software de controle e gestão de processos, criando redes de comunicação com capacidade de troca que permitem conexões entre as diversas partes do ecossistema tecnológico. Winfactory 4.0 é a solução da Piovan para evolução da indústria de transformação de plásticos.

No campo de refrigeração, Aquatech, empresa do Grupo Piovan dedicada à refrigeração de processos industriais, apresenta seus mais recentes desenvolvimentos e soluções de alta eficiência energética. Em destaque, a solução Flexcool, que oferece redução dos ciclos da máquina transformadora, composta pelo Aryacool, um dry cooler que é uma alternativa eficaz para as torres de refrigeração.  O Aryacool oferece inúmeras vantagens para o processo de resfriamento de água industrial. Com um processo inteligente através do resfriamento da água em circuito fechado, mantêm a limpeza da água de processo, sem desperdícios e reduz os custos operacionais, afirma a empresa; o termorefrigerador Digitempl integra funções de aquecimento, resfriamento e free-cooling. Com duas saídas independentes e temperaturas entre 6°C a 90°C, com condensação por água, estão disponíveis na versão mono e duplo circuito.

Outro destaque é a Slim, a nova linha de chillers compactos adequados para aplicações ao lado da máquina. Os chillers da série Slim combinam alta capacidade de refrigeração e tamanhos reduzidos com alta eficiência energética, afirma a empresa.

Fonte: Piovan

Curta nossa página no

Feira Plástico Brasil inicia-se nesta segunda (24/03) no São Paulo Expo

19/03/2017

Inicia-se nesta segunda-feira (24 de março), no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, a PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha.  Uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions, a Plástico Brasil apresentará avanços tecnológicos e tendências globais de diversos segmentos que compõem a cadeia produtiva do plástico: instrumentação, controle e automação, máquinas, equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, produtos básicos e matérias-primas, reciclagem, resinas sintéticas, serviços e projetos técnicos e outros.

O evento deverá receber uma visitação de transformadores e profissionais de setores consumidores, como como construção civil, automóveis e autopeças, agricultura, móveis, eletrônicos, instrumentos médicos, vestuário e calçados, eletrodomésticos e químico.

Em sua edição inaugural, Plástico Brasil conta com o apoio da EUROMAP – European Plastics and Rubber Machinery, que agrega os fabricantes europeus de máquinas de plásticos e borracha, além da SPI – Plastics Industry Trade Association, entidade que reúne todo o setor de plásticos nos Estados Unidos.

A Plástico Brasil contará com atividades e eventos paralelos tais como :

  • “Seminário Internacional Plástico Brasil – Rumo à Indústria 4.0”: no dia 20, a partir das 13h30. As palestras serão apresentadas por especialistas nacionais e internacionais da VDMA, a associação que representa os fabricantes de máquinas na Alemanha
  • PETtalk – Conferência Internacional da Indústria do Plástico. Promovido pela ABIPET – Associação Brasileira da Indústria do PET, o evento ocupa parte da programação técnica de dois dias da feira, 21 e 22 de março. O conteúdo vai tratar de sistemas de injeção, para condicionamento da resina e para fechamento e rotulagem; aditivos e pigmentação; resina PET; processos de envase e equipamentos; entre outros temas.
  • Seminário Eficiência Energética como Diferencial Competitivo. Realizado pela ABIMAQ, o seminário terá a participação de especialistas e representantes de empresas que irão comentar cases e práticas adotadas em indústrias do setor de plásticos e borracha. As palestras acontecem no dia 23 de março no mezanino do São Paulo Expo.
  • Espaço “SMED – Single Minute Exchange of Die – Troca Rápida de Moldes”: resultado de uma parceria da Plástico Brasil com o SENAI e um grupo de empresas expositoras: Romi, Stäubli, Berg Steel, Piovan e Previsão.
  • Arena Técnica da Plástico Brasil – palestras rápidas sobre lançamentos, inovações e novas tecnologias.
  • Recicla Plástico Brasil – ação com objetivo de disseminar a educação ambiental em torno da reciclagem do plástico e sua reutilização, promovida pela Plastivida, Instituto do PVC, ABIMAQ, ABIQUIM e Informa Exhibitions

Serviço:

PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Realização: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Promoção e organização: Informa Exhibitions
Patrocínio Oficial: Romi
Mais informações, acesse: http://www.plasticobrasil.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Polimold apresenta sua linha de sistemas de Câmara Quente, Porta Moldes, Controladores e acessórios na Plastico Brasil

19/03/2017

A Polimold, fabricante brasileira de Câmaras Quentes e Porta Moldes, mostrará na Plástico Brasil (Stand D080) toda a sua gama de produtos usados no dia-a-dia da ferramentaria e do transformador de plásticos.

A Polimold trará para o evento seus Sistemas de Câmara Quente, Porta Moldes Padronizados, as tecnologias embarcadas no Controlador de Temperatura e do Sequenciador de injeção, bem como também toda sua linha de Componentes e Acessórios para a utilização em Moldes de Injeção e Bases de Estampo.

Entre os destaques em Sistemas de Câmara Quente estão:
– Sistema para múltiplas cavidades para injeção de Pré-formas
– Sistema Valvulado com 10 vias Facility, muito utilizado na indústria automobilística.
– Modelo virtual de um Sistema Facility para que o visitante conheça todos os detalhes do sistema, além de outros recursos visuais.

Os Porta Moldes Padronizados e suas inúmeras formas de montagens também serão exibidos.

As tecnologias do Controlador de Temperatura Polimold Mini Smart e do sequenciador de injeção Timer Control estarão também presentes e todos seus recursos poderão ser demonstrados. Haverá também o lançamento da nova Linha de Acessórios com a marca própria Polimold – itens que se juntarão à linha de Componentes para Moldes e Estampos, Pinos, Molas e Cilindros de Nitrogênio.

Sobre a Polimold: Maior fabricante de Porta Moldes e Sistemas de Câmara Quente da América Latina, exporta seus produtos para diversos países da Europa, Ásia, América do Sul e com participação nos Estados Unidos e México. Sua linha de produtos destinados à construção de ferramentas para injeção plástica e estamparia incluem: Sistemas de Câmara Quente, Porta Moldes, Controladores de Temperatura, Sequenciadores de Injeção, Pinos Extratores, Bases de Estampo, Acessórios para Moldes e Estampo, além de Molas e Cilindros de Nitrogênio.

Fonte: Polimold

Curta nossa página no

G4 lançará novas máquinas para embalagens e mostrará sua linha completa na Plástico Brasil

19/03/2017

Um dos maiores fabricantes brasileiros de equipamentos para a produção de embalagens e sacolas plásticas, a G4 Máquinas marcará presença na primeira edição da feira Plástico Brasil. Promovida pela Abimaq e Abiquim, a exposição será realizada de 20 a 24 de março no São Paulo Expo, na capital paulista.

Em um estande com 150 m2, a G4 Máquinas apresentará uma completa linha de soluções para as indústrias do setor. Atualmente, a empresa fornece seis famílias de produtos (com larguras úteis entre 700 e 1.300 mm) e uma série de acessórios, como desbobinadores, mesas empilhadoras e gofradores.

Embalagens Trapezoidais

Os profissionais que visitarem a G4 Máquinas na feira Plástico Brasil também conhecerão o mais novo lançamento da marca. A Start TR 700 é o primeiro modelo trapezoidal projetado pela empresa. Oferece diversas vantagens para os fabricantes de embalagens para flores e hortaliças, afirma a empresa.

Segundo a G4, a Start TR 700 é a máquina mais rápida do segmento (até 60 metros por minuto), sendo totalmente automatizada e contando com uma interface prática para o operador, com o uso de um monitor colorido touch screen. Sua construção foi pensada para garantir uma maior versatilidade e baixa manutenção.

Ao contrário das máquinas tradicionais, a TR 700 utiliza cabeçotes superior e inferior. Produz embalagens com solda fundo, beira-lateral ou solda lateral em sacos blocados. Em complemento, a G4 criou muitos opcionais exclusivos para o equipamento.

Atendimento Diferenciado

Ao longo da semana, as equipes de engenharia, vendas e suporte técnico da G4 Máquinas estarão de plantão no stand (espaço B040) para demonstrar os equipamentos, planejar unidades de produção, detalhar todas as opções de compra e apresentar a estrutura diferenciada de pós-vendas da marca.

G4 Máquinas – Boy Service

Fundada em 2001, a G4 tem as suas origens na Boy Service Máquinas, uma empresa que realizava serviços de manutenção em equipamentos do setor de embalagens plásticas. Há oito anos, lançou sua primeira máquina e investiu na construção de uma moderna fábrica na cidade de Agudos (SP).

Atualmente, conta com uma ampla linha de produtos e segue desenvolvendo novas soluções para os empresários do segmento. Possui representantes em todo o Brasil e exporta seus produtos para vários países da América Latina, como o Chile, Costa Rica, Equador, México e Peru.

Plástico Brasil 2017

A Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha será realizada pela primeira vez entre os dias 20 e 24 de março. A exposição acontecerá no novo centro de eventos São Paulo Expo. Os profissionais poderão conhecer as novidades das indústrias do setor das 10 às 19 horas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – G4

Curta nossa página no

Indústria 4.0: Seminário Internacional na Plástico Brasil fornece soluções práticas para empresas

17/03/2017

Palestras serão apresentadas no dia 20 de março, primeiro dia da feira, por especialistas nacionais e internacionais da VDMA – Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas. As inscrições estão abertas.

Linhas de produção em que sistemas inteligentes colocam máquinas para interagir com outras máquinas;  dispositivos que alertam para a tomada de ações;  informação processada e distribuída em tempo real entre subsidiárias separadas por um oceano de distância. A configuração produtiva conhecida como “Indústria 4.0” parecia obra de ficção científica há poucos anos; , hoje ela é uma realidade cada vez mais próxima dos fabricantes brasileiros.

A Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, no São Paulo Expo, irá realizar o “Seminário Internacional Plástico Brasil – Rumo à Indústria 4.0” no dia 20, a partir das 13h30.

As palestras serão apresentadas por especialistas nacionais e internacionais da VDMA, a associação que representa os fabricantes de máquinas na Alemanha, um dos países mais avançados na implantação da Indústria 4.0.
Realizada pela ABIMAQ e VDMA, a iniciativa visa principalmente oferecer aos visitantes da Plástico Brasil – transformadores e profissionais da indústria do plástico, que atendem e atuam em diversos segmentos – uma melhor compreensão sobre as novas aplicações e soluções práticas dentro do escopo da Indústria 4.0.  As palestras acontecem no mezanino do São Paulo Expo e a inscrições podem ser feitas pelo link http://plasticobrasil.com.br/pt/a-industria-do-plastico-rumo-a-industria-40. O investimento é de R$ 80 para associados da ABIMAQ, ABIQUIM e VDMA e R$ 120 para demais interessados.

Programação:

Dia 20 de março
13h30: Abertura – Moderador: Paulo Roberto dos Santos, da Zorfatec
13h45: Keynote Speaker Internacional: Global Trends for Plastics and Rubber Machinery (Tendências Globais para Plásticos e Máquinas de Borracha), por Thorsten Kü, Diretor Executivo da Câmara de Máquinas para Indústria do Plástico e da Borracha, VDMA – Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas
14h25: Palestra: Máquinas para Plásticos e a Indústria 4.0, por Paulo Garrido, Chefe da Engenharia de Aplicação de Máquinas para Plásticos da Indústrias Romi
14h45: Palestra: Plástico Verde – Manufatura Aditiva, por Everton Simões Van Dal, da Braskem
15h30: Keynote Speaker Internacional: Standardisation as the Key for Industry 4.0 (Padronização como Chave para Indústria 4.0), por Harald Weber, Gerente de Tecnologia, VDMA – Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas
16h10: Palestra: Internet das Coisas
16h35: Palestra: Novo Perfil do Profissional da Indústria 4.0, por Osvaldo Maia, Gerente de Inovação e de Tecnologia do Senai São Paulo
17h: Perguntas dos participantes
17h30: Encerramento

A Feira Plástico Brasil é uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions, a Plástico Brasil será palco de avanços tecnológicos e tendências globais dos  segmentos que compõem a cadeia produtiva do plástico: instrumentação, controle e automação, máquinas, equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, produtos básicos e matérias-primas, reciclagem, resinas sintéticas, serviços e projetos técnicos e outros. O evento vai receber uma visitação de transformadores e profissionais da indústria do plástico, que atendem e atuam em diversos segmentos, como construção civil, automóveis e autopeças, agricultura, móveis, eletrônicos, instrumentos médicos, vestuário e calçados e eletrodomésticos, entre outros.

Serviço: PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Realização: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Promoção e organização: Informa Exhibitions
Patrocínio Oficial: Romi

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Plástico Brasil apresenta lançamentos do segmento de matérias-primas

17/03/2017

Braskem, Activas, Aditive, Advanced Polymers, Bevi Plastic, Cristal Master, FG Resinas, Global Plastics, Mais Polímeros, MMS Plásticos, Piramidal, Plascomcor, Premix e Replas são algumas das marcas que levarão para a feira seus principais produtos, lançamentos e serviços

Um dos segmentos representados na Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, no São Paulo Expo, é o de matérias-primas. Durante a feira, algumas das principais marcas do segmento estarão presentes para apresentar seus produtos e lançamentos. Entre as empresas estão a Braskem, Activas, Aditive, Advanced Polymers, Bevi Plastic, Cristal Master, FG Resinas, Global Plastics, Mais Polímeros, MMS Plásticos, Piramidal, Plascomcor, Premix e Replas e outras.

A Bevi Plastic atua há 29 anos no mercado, apresentando soluções em cores e aditivos. A empresa é certificada ISO 9000-2008 e atende todas as normas nacionais e internacionais. O destaque em seu stand na Plástico Brasil é seu principal diferencial: fabricar sob encomenda qualquer tipo de cor em todos os tipos de resina, seja ela material de engenharia, poliolefinico, estirenicos, PVC e material biodegradáveis, em pequenas quantidades (25 Kg) de masterbatch.

Já o Grupo MMS Plásticos, com mais de 19 anos de know-how no segmento de matérias-primas, apresenta as chapas de fabricação própria (PSAI, PS Cristal, ABS, Policlear G, PP Corrugado e Acrílico Diffuse), além das Bobinas PSAI, ABS, Policlear G as Resinas de Poliestireno (PS) da UNIGEL, que a empresa distribui. Os serviços de Laminação, Moagem e Regranulação também estarão em evidência em seu estande.

Desde 2003 atuando no mercado de beneficiamento e industrialização de termoplásticos, a Plascomcor vai expor produtos de duas de suas linhas: a Plascomplus, representada por Compostos Técnicos, Aditivados, Tingidos e Blendas Poliméricas; e a Plascomaster, composta por concentrados de cor ou aditivos funcionais.

Além da distribuição das principais resinas termoplásticas e filmes de BOPP, a Replas, com mais de 30 anos de experiência no segmento e uma das principais distribuidoras de usinas termoplásticas do País, também está atuando no mercado de filmes de polietileno e termo-contrátil (shrink) por meio de sua fábrica em Manaus-AM, com capacidade de produção para 350 kg/hora.

Os filmes de polietileno de baixa densidade da marca – utilizados pelas indústrias alimentícia, de bebidas, moveleiras, pisos e cerâmicas, entre outras – apresentam boa selagem, transparência e resistência ao rasgo, alta resistência mecânica e controle do encolhimento e espessura do filme.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

PETtalk define temas que serão apresentados na Plástico Brasil

17/03/2017

Novidades tecnológicas em processos e sistemas industriais, reciclagem, meio ambiente, design, Política Nacional de Resíduos Sólidos e apresentação de números do setor fazem parte da programação que será oferecida aos visitantes em dois dias da feira, 21 e 22 de março

Tradicional encontro para apresentar novas tecnologias, cenários e temas atuais e relevantes do segmento,  este ano o PETtalk – Conferência Internacional da Indústria do Plástico será realizado durante a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, no São Paulo Expo. Promovido pela ABIPET – Associação Brasileira da Indústria do PET, o evento ocupa parte da programação técnica de dois dias da feira, 21 e 22 de março. O conteúdo vai tratar de sistemas de injeção, para condicionamento da resina e para fechamento e rotulagem; aditivos e pigmentação; resina PET; processos de envase e equipamentos; entre outros temas.

Dentro do macro tema da Reciclagem, serão abordados: equipamentos para separação óptica; pós-condensação; filtragem; e soluções para bottle-to-bottle. Design de embalagem e ecodesign também fazem parte da grade, assim como a apresentação dos números do setor (consumo de resina PET, mercados consumidores de embalagens de PET, tendências de consumo e Reciclagem).

A Política Nacional de Resíduos Sólidos, em vigor desde 2010, mais uma vez recebe atenção no PETtalk, dado seu impacto direto na indústria de embalagens, apontada pela legislação como corresponsável pela destinação adequada dos resíduos.

O encontro é voltado para fabricantes de máquinas e equipamentos, prestadores de serviços, usuários das embalagens (brand owners), produtores de resinas e preformas, sopradores, recicladores e outros profissionais ligados à cadeia produtiva. As inscrições para PETtalk na Plástico Brasil estão abertas e podem ser feitas no site da ABIPET (www.abipet.org.br). O investimento é de R$ 340 para associados da entidade e R$ 620 para não associados. As vagas são limitadas.

Fonte: Assessoria Técnica – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Eficiência energética como diferencial competitivo é tema de seminário na Plástico Brasil

11/03/2017

Realizado pela ABIMAQ, encontro acontece no quarto dia feira, 23 de março, e apresenta soluções para um tema essencial à redução dos custos operacionais das indústrias e ao uso racional dos recursos naturais. As inscrições estão abertas

A Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, que acontece de 20 e 24 de março, no São Paulo Expo, vai sediar o Seminário Eficiência Energética como Diferencial Competitivo. Realizado pela ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, o seminário visa apresentar as soluções mais atuais sobre um tema relacionado não só à redução dos custos operacionais das indústrias – essencial em tempos de retração da atividade econômica –, mas também ao uso racional dos recursos naturais.

Especialistas e representantes de grandes empresas vão comentar cases e práticas adotadas em indústrias do setor de plásticos e borracha. As palestras acontecem no dia 23 de março no mezanino do São Paulo Expo, e a inscrições podem ser feitas pelo link http://plasticobrasil.com.br/pt/seminario-eficiencia-energetica. O investimento é de R$ 80 para associados da ABIMAQ, ABIQUIM e VDMA e R$ 120 para demais interessados.

Confira a programação:

Dia 23 de março

  • 14h: Abertura
  • 14h20: Palestra: A Qualidade no Mercado de Eficiência Energética, por Alexandre Sedlacek Moana, Presidente da ABESCO –  Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia
  • 14h45: Palestra: ISO 50001 – A Norma de Gestão de Energia na Indústria de Plásticos, por Edgard Dutra, Diretor Comercial da Metaplan Equipamentos Ltda
  • 15h10: Palestra: Soluções e Cases do Setor Plástico, por Sidnei Amano, Coordenador do CNEE – Centro de Negócios de Eficiência Energética da Weg Equipamentos Elétricos S/A – Região Sudeste
  • 15h35: Palestra: Eficiência Energética na Produção de Plásticos, por Cristiano dos Santos Gonçalves, Diretor Industrial da Schneider Electric Brasil Ltda
  • 16h: Palestra: Benefícios da Cogeração nas Indústrias de Borracha, por Oliver Jones, Engenheiro Novos Produtos da Ecogen Brasil Soluções Energéticas S.A.
  • 16h25: Perguntas dos participantes
  • 16h45: Encerramento

A Feira Plástico Brasil é uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions, a Plástico Brasil será palco de avanços tecnológicos e tendências globais dos  segmentos que compõem a cadeia produtiva do plástico: instrumentação, controle e automação, máquinas, equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, produtos básicos e matérias-primas, reciclagem, resinas sintéticas, serviços e projetos técnicos e outros. O evento vai receber uma visitação de transformadores e profissionais da indústria do plástico, que atendem e atuam em diversos segmentos, como construção civil, automóveis e autopeças, agricultura, móveis, eletrônicos, instrumentos médicos, vestuário e calçados e eletrodomésticos, entre outros.

Serviço: PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Realização: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Promoção e organização: Informa Exhibitions
Patrocínio Oficial: Romi

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Romi apresenta soluções para paredes finas em ciclos ultrarrápidos e automação na feira Plástico Brasil

17/02/2017
Injetora ROMI ES 300

Injetora ROMI ES 300

Desenvolvendo continuamente soluções que proporcionam vantagens competitivas para seus clientes, a Romi estará presente na Plástico Brasil, que será realizada entre os dias 20 e 24 de março de 2017, no São Paulo Exhibition & Convention Center. A Plástico Brasil apresentará os últimos avanços tecnológicos e as principais tendências globais que envolvem a cadeia produtiva do plástico.

Em seu stand, a Romi apresentará seis equipamentos: as injetoras ROMI EN 600 e ROMI EN 220, a injetora para paredes finas em ciclos ultrarrápidos ROMI ES 300, as sopradoras ROMI C 5TS e ROMI MX 20L e o Centro de Usinagem ROMI D 800. Além do baixo nível de consumo energético e de ruído, performance e confiabilidade, toda a linha de injetoras e sopradoras está equipada com o novo comando de operação CM20, afirma a Romi.

Interface - Comando CM20

Interface – Comando CM20

Segundo a empresa, o comando CM20 possui altíssima velocidade e capacidade de processamento, interface gráfica multitouch de 19″ full HD e plena conectividade, sendo possível acessá-lo remotamente via browser, tablets ou smartphones. Os recursos interativos do comando CM20 e as diversas possibilidades de automação dos equipamentos Romi proporcionam aos clientes o aumento da eficiência e da produtividade em sua cadeia produtiva, rumo à Indústria 4.0, assegura a fabricante de máquinas para processamento de plásticos e ferramentaria industrial com sede em Santa Bárbara do Oeste (SP).

No stand da Romi, o visitante poderá contar com o suporte técnico da equipe, recebendo orientações sobre aplicações, suporte comercial e informações sobre as opções de financiamento disponíveis. “Nossos esforços estão totalmente direcionados para oferecer aos nossos clientes soluções completas e tecnológicas para aumentar a sua competitividade no mercado. Os visitantes da Plástico Brasil podem contar com a Romi em todos os momentos para, juntos, buscarmos as melhores oportunidades, adequadas às necessidades de cada empresa”, afirma William dos Reis, Diretor da Unidade de Máquinas para Plásticos.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Wortex leva novas soluções em equipamentos de reciclagem para as feiras do setor

24/01/2017

challenger-coumpounder-geracao-ii

Empresa desenvolve a segunda geração de máquinas para a indústria plástica que oferecem maior ganho de produtividade e melhor desempenho

A Wortex Máquinas, fabricante de equipamentos para a indústria plástica, vai levar para as feiras do setor deste ano – Feiplastic e Plástico Brasil – novas soluções em reciclagem com o desenvolvimento da segunda geração das linhas Challenger Recycler e Compounder. Os novos equipamentos, segundo a empresa, oferecem maior ganhos de produtividade e de desempenho. A Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha – acontece em março, no São Paulo Expo, e a Feiplastic – Feira Internacional do Plástico – ocorre no mês de abril, no Expo Center Norte, na capital paulista.

De acordo com a Wortex, a linha Challenger Recycler processa uma grande variedade de resíduos de filmes lisos/impressos e rígidos, com eficiência e baixo custo. Os equipamentos Recycler utilizam um eficiente sistema de alimentação forçada, o que permite o processamento do material sem a necessidade de aglutinação. Seu sistema de granulação é adequado ao processamento de todos os tipos de termoplásticos, proporcionando maior produtividade e homogeneidade dos grãos e otimizando a qualidade do produto final, assegura a Wortex.

Nas feiras será apresentado a Linha Challenger Recycler Geração II (foto), a qual, além de melhorias técnicas, tem capacidade de processar até 20% de material rígido no material flexível ou processar 100% de material rígido ou aglutinado. A geração II apresenta avanços na degasagem de materiais altamente impressos com um sistema opcional de dupla filtragem para materiais com maiores níveis de contaminação, afirma a Wortex.

A Linha Challenger Compounder Geração II também apresenta grandes melhorias técnicas e produtivas, segundo o fabricante. Essa linha de reciclagem de plásticos é direcionada para as indústrias que precisam desenvolver e compor suas próprias blendas, aditivar cargas minerais e peletizar materiais provenientes de sopro, injeção, termoformagem e outros, tais como: ABS, OS, PP, PE, POM, PC e Nylon. A Compounder é uma extrusora mono rosca, idealizada para substituir com qualidade e eficiência algumas máquinas de dupla rosca.

A Wortex também vai mostrar nas feiras uma nova linha de moinhos, inédita na sua concepção, podendo ser operada a seco ou com água, aliada a um sistema de ajustes de facas em dispositivo que fica localizado fora do equipamento, que agiliza e traz mais segurança para o operador. Além disso, a empresa traz uma linha de triagem de filmes ou rígidos, que facilita a seleção de materiais e, ao serem acoplados à linha de granulação e lavagem, tornam o custo da reciclagem muito atrativo, afirma a empresa.

Depois de um ano de crise, a indústria de plásticos estima que em 2017 haverá recuperação na sua produção. De acordo com a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), a projeção para 2017 é de que a produção física de produtos plásticos cresça 2,15%, em relação a 2016. A entidade espera que o faturamento do setor tenha aumento de 1,9%, atingindo a casa dos R$ 56,3 bilhões.

Fundada em 1976 na cidade de Campinas (SP), a Wortex é uma empresa 100% nacional que fabrica equipamentos para extrusão, reciclagem, acessórios, moinhos, roscas e cilindros. Mais informações: http://www.wortex.com.br

Serviços:

FEIPLASTIC – Feira Internacional do Plástico
Data: 3 a 7 de abril de 2017
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
www.feiplastic.com.br

Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo
www.plasticobrasil.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Wortex

Curta nossa página no

Feira Plástico Brasil terá dois dias dedicados ao PETtalk

24/01/2017

plastico-brasil

Parceria estabelecida entre a Informa Exhibitions e a ABIPET – Associação Brasileira da Indústria do Pet traz para a Plástico Brasil palestras com informações técnicas e mercadológicas para os profissionais do setor. Inscrições podem ser feitas no site do PETtalk (www.pettalk.org.br) a partir de meados de janeiro.

Promovidas tradicionalmente pela Associação Brasileira da Indústria do Pet, os encontros da entidade são concorridos por trazerem novidades tecnológicas, números atualizados do setor e debates importantes. Pesquisa realizada pela ABIPET confirma o acerto das PETtalks, que têm 90% de conceito relevante, por parte dos participantes, do seu conteúdo.

Durante a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, será realizada o PETtalk – Conferência Internacional da Indústria do Plástico, evento que traz informações, novidades internacionais, palestras e debates aprofundados. Também será apresentado o novo núcleo industrial da ABIPET, o Núcleo de Chapas e Termoformagem. Os termoformadores utilizam resina PET virgem e reciclada e produzem embalagens para diversos segmentos – inclusive o alimentício. Na ocasião serão apresentados os números de mercado relativos a 2016, palestrantes inéditos e cases de mercado.

Um movimento importante vem acontecendo desde 2010 com a aprovação e regulamentação da Lei da Política nacional de Resíduos Sólidos, tema que deverá ser abordado em virtude da sua relevância para toda a cadeia industrial de embalagens – corresponsável pela destinação adequada dos resíduos sólidos.

Serviço

PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Realização: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Promoção e organização: Informa Exhibitions
Patrocínio: Romi
Mais informações: www.plasticobrasil.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plástico Brasil

Curta nossa página no

Credenciamento para a feira Plástico Brasil já está disponível na Internet

03/10/2016

plastico-brasil

Foi aberto o credenciamento para os profissionais do setor visitarem a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março de 2017, que ocorrerá no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Podem se credenciar profissionais e técnicos em logística, compradores, designers de embalagens e produtos, engenheiros, especialistas em produtos e processos, fabricantes, fornecedores, técnicos, transformadores de produtos e demais profissionais da cadeia do plástico e da borracha – tanto os autônomos como aqueles pertencentes a empresas e entidades setoriais, além de orientadores de universidades e escolas técnicas.

O credenciamento é gratuito e deve ser feito por meio do site da feira (www.plasticobrasil.com.br), na opção “Credenciamento”, até o último dia da feira, 24 de março. Depois de preencher a ficha, o visitante pode imprimir a credencial em casa ou nos totens eletrônicos na entrada da feira. A entrada é gratuita e restrita a pessoas com idade acima de 16 anos. Alunos de escolas técnicas entre 14 e 16 anos só terão acesso ao pavilhão acompanhados pelo professor ou coordenador que tiver feito credenciamento prévio pela Internet. Os educadores devem primeiro credenciar no site a instituição de ensino e seus dados pessoais e, então, aguardar a liberação para o cadastro dos alunos. Para os visitantes que preferirem visitar a feira utilizando transporte público, haverá traslado gratuito de ida e volta do pavilhão do São Paulo Expo a partir da estação Conceição do Metrô e do Aeroporto de Congonhas. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail plasticobrasil@informa.com

A Plástico Brasil é uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions. A Plástico Brasil tem parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) para a realização do programa para estimular as exportações, o Brazilian Machinery Solutions. A Plástico Brasil recebe apoio oficial da EUROMAP – European Plastics and Rubber Machinery, que agrega os fabricantes europeus de máquinas de plásticos e borracha. Entidades representativas e eventos setoriais de outros países também fecharam acordo de parceria com a Plástico Brasil, como a mexicana Asociación Nacional de Industrias del Plástico (ANIPAC), a Colombiaplast (Feria Internacional de Plásticos, Cauchos y Petroquímica), a Asociación Ecuatoriana de Plásticos (ASEPLAS), a Asociación Peruana de la Industria del Plástico (APIPLAST), a Camara Argentina de La Industria Plastica (CAIP), a Expo Plast Peru (Feria Internacional de la Industria del Plástico) e a associação norte-americana The Plastics Industry Trade Association (SPI).

Realizadores

A ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos representa cerca de 7.800 empresas dos mais diferentes segmentos fabricantes de bens de capital mecânicos, cujo desempenho tem impacto direto sobre os demais setores produtivos nacionais e está estruturada nacionalmente com a sede em São Paulo, nove regionais e um Escritório Político em Brasília. Além da representação institucional do setor, a ABIMAQ tem a sua gestão profissionalizada e as suas atividades voltadas para a geração de oportunidades comerciais para as suas associadas, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

A ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 16 de junho de 1964, que congrega indústrias químicas de grande, médio e pequeno portes, bem como prestadores de serviços ao setor químico nas áreas de logística, transporte, gerenciamento de resíduos e atendimento a emergências. A associação realiza o acompanhamento estatístico do setor, promove estudos específicos sobre as atividades e produtos da indústria química, acompanha as mudanças na legislação e assessora as empresas associadas em assuntos econômicos, técnicos e de comércio exterior. A entidade ainda representa o setor nas negociações de acordos internacionais relacionados a produtos químicos.

A Informa Exhibitions é filial do Informa Group, organizador global de eventos, conferências e treinamentos, com capital aberto e papéis negociados na bolsa de Londres. Dentre os eventos realizados pela Informa Exhibitions no Brasil estão: Agrishow, Fispal Tecnologia, Fispal Food Service, ForMóbile, FutureCom, ABF Franchising Expo, SerigrafiaSign e Feimec, num total de 24 feiras setoriais. A Informa Exhibitions possui escritórios em São Paulo (sede) e Curitiba, com cerca de 200 profissionais. Nos últimos quatro anos, a empresa investiu cerca de R$ 400 milhões no Brasil em aquisições de eventos e marcas, o que levou a decisão estratégica de alterar o nome da empresa no Brasil de BTS Informa para Informa Exhibitions.

Serviço:
PLÁSTICO BRASIL – Feira Internacional do Plástico e da Borracha
Data: 20 a 24 de março de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Realização: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química.
Apoio: Euromap – European Plastic and Rubber Machinery
Promoção e organização: Informa Exhibitions
Patrocínio: Romi

Fonte: Plástico Brasil

Curta nossa página no

Abimaq e Abiquim firmam parceria para realização da Feira Plástico Brasil

21/12/2015

PlasticoBrasil

A Abimaq e a Abiquim – Associação Brasileira da Indústria Química assinaram acordo de parceria entre as entidades para a realização da Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha. O apoio foi oficializado durante o evento de apresentação da Feira Plástico Brasil, na sede da Abiquim, em que estiveram representantes de empresas associadas, os presidentes da Abimaq, da Abiquim e da organizadora do evento, Informa Exhibitions.

A Plástico Brasil, que acontece de 20 a 24 de março de 2017, será palco de avanços tecnológicos e tendências globais dos diversos segmentos que compõem a cadeia produtiva do plástico.

Fernando Figueiredo, presidente-executivo da Abiquim, ressaltou que a entidade tem como tradição apoiar as principais feiras do setor e que a proposta da Plástico Brasil, em um ambiente inovador, vem ao encontro das necessidades do segmento.

Para Carlos Pastoriza, presidente do Conselho de Administração da Abimaq, ter a Abiquim como parceira na realização da feira é de extrema importância, vista a relevância deste segmento no evento. O presidente do Informa Group, Marco Basso, recordou que é tendência mundial que as entidades representativas sejam as realizadoras dos eventos dos seus segmentos.

Ao reunir toda a cadeia industrial do plástico, a Plástico Brasil nasce com a missão de alavancar o desenvolvimento da indústria de máquinas, equipamentos e acessórios, e estimular a realização de negócios com compradores do Brasil e do exterior que buscam novidades, tendências e inovações para as mais variadas aplicações.

A diretora da feira, Liliane Bortoluci, apresentou o status da organização e da divulgação do evento, que conta com o apoio das principais mídias e entidades do setor, inclusive da Euromap – organização europeia que reúne as associações da cadeia do plástico, que apóia exclusivamente o evento na América Latina.

A parceria entre as entidades fortalecerá o evento e contribuirá para o desenvolvimento de toda a cadeia da indústria do plástico. A Abiquim integra o Conselho Gestor da feira e as empresas associadas participarão do Comitê de Expositores, atuando junto à organizadora na realização da Plástico Brasil.

Fonte: Abimaq

Curta nossa página no

ABIMAQ anuncia oficialmente suas feiras nos segmentos de Plásticos, Metalmecânica e Máquinas-Ferramenta

20/05/2015

 A ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – anunciou oficialmente na quinta-feira (14/05) a realização de três importantes exposições que englobam segmentos altamente relevantes na economia brasileira: metalmecânica, máquinas-ferramenta e plásticos. A ação, que segundo a ABIMAQ se alinha à tendência mundial de um modelo de feiras próprias de entidades, terá a organização da BTS Informa, e será realizada no São Paulo Expo, que promete ser o mais moderno centro de exibições e convenções da América Latina.

O primeiro dos três eventos, a FEIMEC – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos -, acontecerá de 2 a 6 de maio de 2016 e estima trazer mais de 2 mil marcas expositoras voltadas tanto para as áreas de produção quanto manutenção da indústria em geral, fazendo da exposição uma plataforma ideal para lançar produtos, gerar negócios e divulgar marcas e serviços voltados ao público do setor industrial.

Já as outras duas exposições promovidas pela ABIMAQ ocorrerão em 2017. Entre 20 e 24 de março, será realizada a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha -, que promoverá o desenvolvimento tecnológico e econômico da cadeia industrial do plástico e da borracha. Dois meses depois, entre 8 e 12 de maio, será a vez da Expomafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial – abrir as portas e posicionar o setor como base essencial da cadeia produtiva.

“Estamos deixando de ser clientes para nos firmarmos como organizadores, com total controle para traçar estratégias em defesa dos setores”, celebra José Velloso Dias Cardoso, presidente executivo da ABIMAQ.

Os três eventos serão realizados no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Localizado na capital paulista, o local promete se consolidar como o maior e mais moderno centro de exposições do Brasil. Conta com pavilhão totalmente novo com 90 mil m2 de área de exposição, ambiente climatizado, mais de 5 mil vagas de estacionamento (4,5 mil cobertas) e localização estratégica: 850 metros do metrô Jabaquara, a 10 minutos do aeroporto de Congonhas e com acesso rápido aos principais hotéis da região.

Fonte: Abimaq

Curta nossa página no