Posts Tagged ‘Petrolina’

Termotécnica anuncia investimento de R$ 5 milhões em Petrolina (PE)

22/03/2018

Além do lançamento de novos produtos, diretoria anunciou – em encontro com clientes e parceiros – investimentos na ampliação da unidade de Petrolina (PE), que é focada no agronegócio

A Termotécnica reuniu cerca de 100 clientes e parceiros – entre eles grandes produtores de fruta da região do Vale de São Francisco, como os gestores da CAJ, Cappellaro e Special Fruit – em um encontro de negócios, em Petrolina (PE).

Albano Schmidt, presidente da empresa, anunciou o investimento de R$ 5 milhões na ampliação da unidade de negócio que a Termotécnica tem em Petrolina e o lançamento de novos modelos da conservadora DaColheita, item que representa a força motriz da empresa no segmento do agronegócio.

Segundo a Termotécnica, a empresa é a maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento. Na unidade de Petrolina, produz as conservadoras DaColheita que, entre outros benefícios, ampliam o tempo de prateleira, proporcionam menor perda de peso pela desidratação e mantém o teor vitamínico das frutas, verduras e legumes (FLVs) por mais tempo.

A empresa instalou sua unidade de negócio na região do Vale do São Francisco em 2010. A produção se iniciou com conservadoras específicas para uva que, em pouco tempo, se transformaram em um case de sucesso. A partir de 2018, manga, frutas de caroço e figo terão conservadoras DaColheita sob medida para suas necessidades. Aplicações para outras culturas já estão em estudo. No evento também foram lançados modelos da base de movimentação Upally, destinados ao transporte e armazenamento de FLVs, tanto para o mercado interno como para exportação via aérea. Esses pallets podem representar uma redução no peso de até 90% se comparados aos de madeira. A solução conjunta (conservadoras DaColheita e Upally) pode reduzir em até 30% o custo do frete aéreo.

Vilmar Cappellaro, proprietário da Cappellaro Fruits, afirma que em outros países a conservação de frutas em EPS já acontecia há mais tempo e, percebendo seus benefícios, reuniu um grupo de fruticultores brasileiros em busca de um parceiro que atendesse às necessidades daqui. Lembra que, ao procurar a Termotécnica, percebeu que a empresa tinha know-how e lançou o desafio. “A Termotécnica acreditou na nossa proposta e, com responsabilidade, colocou uma equipe completa à nossa disposição, que realizou o desenvolvimento técnico do produto e o estudo de sua viabilidade econômica”, ressalta. Satisfeito, Cappellaro valoriza o fato da conservadora DaColheita agregar valor à fruta e da Termotécnica trabalhar em parceria com os fruticultores, o que – segundo ele – motiva parceria e evolução em todos os aspectos.

Fábio Santos, da Rede Oba Hortifruti, destaca que a conservadora DaColheita contribui com a preocupação da Oba em oferecer ao consumidor produtos sempre impecáveis e com frescor. “A conservadora DaColheita é inovadora, eficaz no armazenamento e transporte de frutas. Também contribui no aspecto visual e é um produto reciclável. Percebemos que o consumidor aprovou, prova disto é que procura e utiliza essas embalagens pós-uso para transportar suas compras para casa”, ressalta.

“A expansão faz parte do nosso plano de negócio. Reunimos os especialistas da Termotécnica que, em parceria com produtores da região, trabalham no desenvolvimento de novos modelos DaColheita para outras culturas, de acordo com a necessidade do mercado”, destaca Albano Schmidt, presidente da Termotécnica. Ele também acrescenta que a ampliação vai gerar emprego e renda para a comunidade local.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Termotécnica

Curta nossa página no

Anúncios

Caixas da Termotécnica em EPS mantém frutas saudáveis por mais tempo

18/03/2015

Termotecnica_dacolheitaA Linha DaColheita, da Termotécnica, compreende caixas para acondicionamento de frutas feitas em EPS(isopor®). Seu diferencial de maior destaque é a conservação térmica. Ao manter a temperatura dentro da caixa, a fruta sofre menor perda de peso, desidratação e mantém seu teor vitamínico por mais tempo.

As conservadoras DaColheita já são utilizadas com sucesso por produtores de frutas premium de Petrolina (PE), no Vale do São Francisco, onde a Termotécnica tem uma unidade fabril para atender este mercado em franco desenvolvimento.

De acordo com o Gerente Comercial da Fazenda Special Fruit, Roberto Carvalho, da cidade de Petrolina, as conservadoras em EPS da Termotécnica têm como principal benefício o aumento na vida de prateleira da fruta. “Identificamos que as uvas acondicionadas e transportadas em EPS duravam em torno de 20% a mais de tempo nas prateleiras, em comparação com as frutas nas embalagens de papelão”, explica Roberto.

A Fazenda Special Fruit é cliente da Termotécnica há quatro anos, consumindo cerca de 600 mil embalagens DaColhieta por ano de EPS para uvas. Além do ganho em maior tempo de conservação, Roberto destaca que os clientes que preferem a embalagem de EPS costumam ser os mais exigentes. “Além de terem o produto por mais tempo nas prateleiras, esses clientes também buscam uma melhor apresentação da fruta, que se destaca quando está no EPS”, frisa. A Special Fruit comercializa a marca Suemi no mercado interno e para exportação.

A Cooperativa de Agronegócio de Juazeiro adotou há mais de dois anos as conservadoras de EPS para transporte e comercialização de uvas do segmento premium. De acordo com o engenheiro agrônomo Junior Silveira, responsável pela área Comercial da cooperativa, as embalagens de EPS trazem uma impressão bastante positiva no aspecto visual, de higiene, no contraste das frutas que ficam mais vistosas e com um visual fantástico. “Nossas vendas foram alavancadas com as embalagens DaColheita, proporcionando agregação de valor principalmente para os mercados de São Paulo e Rio de Janeiro”, revela Silveira.

Segundo a Gerente Comercial da Termotécnica, Maida Rodrigues, as conservadoras em EPS também proporcionam ao produtor a facilidade e durabilidade durante o transporte e empilhamento, já que o material tem alta resistência ao peso e absorve bem os impactos. “Além disso, para o varejista, as conservadoras DaColheita agregam uma melhor estética na exposição dos produtos pois mantêm o formato e não absorvem umidade e, para o consumidor final, garantem a integridade das características nutricionais, ou seja, um produto de maior qualidade”, ressalta Maida.

A engenheira de alimentos, Franciele D’avila, que atua na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Termotécnica, reforça que os benefícios com o armazenamento da uva em EPS são muito significativos e vão desde a otimização da mão de obra na fazenda, a menor perda de água e vitamina C da fruta, a menor perda de degrana, até a satisfação dos consumidores. Ela ainda complementa que, além de testes internos, estudos de centros de pesquisa e universidades de renome mundial comprovam a superioridade das características de conservação pelo EPS.

Segundo a Termotécnica, um desses estudos, conduzido pelo Korean Food Research Institute, entidade localizada na Coreia do Sul, que estuda tecnologias de base sobre o armazenamento, segurança e distribuição de alimentos para melhorar a saúde das pessoas e a qualidade de sua vida, realizou uma série de pesquisas que destacam o percentual de vitamina C de frutas e legumes, após uma semana de armazenamento em embalagens de EPS e papelão. A média de ganhos com o EPS é significativa. Ao comparar a conservação de uvas quando armazenadas em embalagens semelhantes, sendo uma de papelão e outra de EPS, verifica-se um aproveitamento de mais de 40% superior quando armazenada na embalagem de EPS.

Sobre a Termotécnica:  maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento a Termotécnica produz soluções para Construção Civil, Embalagens e Peças Técnicas, Conservação, Agronegócios e Movimentação de Cargas.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Termotécnica

Curta nossa página no