Posts Tagged ‘PEKK’

Stratasys lança novo elastômero e materiais com cores vibrantes para impressão 3D

15/11/2018

  • Desenvolvido para as impressoras 3D da Série F123, o novo termoplástico oferece elasticidade e durabilidade;
  • Materiais com cores vibrantes possibilitam protótipos ultrarrealistas nas impressoras 3D modelos J750 e J735

Impulsionando a Manufatura Aditiva, a Stratasys lança um elastômero e materiais aprimorados para seus principais equipamentos das tecnologias FDM e PolyJet, com aplicações em prototipagem rápida, produção de ferramental customizado e peças de uso final. Segundo a empresa, a solução de elastômero FDM oferece novos níveis de elasticidade e durabilidade aos fabricantes, com suporte solúvel, enquanto as cores avançadas dos materiais da tecnologia PolyJet proporcionam maior realismo, transformando os processos tradicionais de design e prototipagem. Os materiais já estão disponíveis para comercialização no mercado brasileiro.

Com o novo material elastômero, os clientes podem produzir peças com resistência única e com a capacidade de alongamento ou compressão, sem comprometimento da forma, afirma a empresa. Disponível para as impressoras 3D da Série F123, o elastômero Stratasys TPU 92A destina-se a atender às Caixas de texto:  a Stratasys assegura que o seu elastômero TPU 92A permite aos clientes imprimir em 3D peças com resistência única – com grande capacidade de alongamento ou compressão, sem perder sua forma – necessidades dos fabricantes que precisam de peças com capacidade de alongamento, alta resistência e total liberdade de design. Com o suporte solúvel, a nova solução pode reduzir significativamente o tempo de produção e os custos de trabalho, garante o fabricante.

“A criação de peças de elastômero usando silicone tradicional ou moldes CNC é um processo extremamente caro e demorado. Ao mesmo tempo, entendemos que outras técnicas aditivas não podem, por si só, apresentar peças com o tamanho e a complexidade obtidas com o nosso material elastômero”, diz Zehavit Reisin, Vice-Presidente e Head da área de Soluções e Materiais, Stratasys. “Os fabricantes precisam de soluções de impressão 3D que possam ser colocadas em operação em ambientes reais e extremos de prototipagem e de produção. Com peças confiáveis e altamente resistentes, nossas soluções são desenvolvidas para permitir que eles obtenham exatamente isso”, complementa Reisin.

“O novo material Stratasys 92A é interessante para nossos clientes, pois quando combinado com suporte solúvel, oferece a oportunidade de produzir peças de elastômero médias ou grandes, complexas, duráveis e resistentes, que antes eram inviáveis”, afirma Vince Anewenter, Diretor do Consórcio de Prototipagem Rápida, Escola de Engenharia de Milwaukee.

Realismo aprimorado para protótipos avançados

A Stratasys anunciou também uma variedade de novos materiais para suas impressoras 3D PolyJet J750 e J735, os quais, segundo a empresa, permitem a produção de protótipos altamente realistas. Os lançamentos incluem cinco novos materiais com capacidade de imitar borracha, couro ou plástico. Estes materiais são projetados para permitir que as equipes atendam melhor aos objetivos específicos do projeto, agilizem as iterações e reduzam os tempos de lançamento dos produtos no mercado, afirma a Stratasys.

Caixa de texto: As novas opções de materiais para as impressoras 3D PolyJet J750 e J735 da Stratasys são projetadas para criar protótipos mais realistas em termos de texturas e cores vívidas. De acordo com a Stratasys, o material Agilus30 White pode imitar peças emborrachadas como vedações e juntas para montadoras – ou modelos em cores vívidas usados para protótipos de artigos esportivos, componentes eletrônicos ou brinquedos/bonecos. Mesclando materiais rígidos e macios, o Agilus30 White produz a maior variedade de protótipos realistas com alto nível de detalhes em um único processo de impressão, afirma a fabricante do material. Como o mais novo membro da família de cores Agilus, que inclui preto e transparente, o Agilus White é essencial para indústrias como a de saúde, na qual a cor branca é necessária para certas aplicações, como protótipos de dispositivos médicos.

O material VeroVivid Cyan expande a gama de cores das impressoras 3D J750 e J735 para mais de meio milhão de cores distintas, abrangendo do rígido ao opaco, flexível e transparente. Produzindo cores vibrantes e transparência em um único processo de impressão, a VeroVivid Cyan e o novo VeroFlexVivid criam protótipos efetivos e realistas para indústrias de bens de consumo, embalagens e óculos, afirma a Stratasys. Usando o software GrabCAD Print, os designers podem imprimir em 3D com maior precisão de cores.

Antero 800NA e MED625FLX

Cumprindo o plano previamente anunciado, a Stratasys disponibiliza um termoplástico FDM baseado em PEKK – o Antero800NA – disponível para a impressora 3D Fortus 900mc. Segundo a empresa, este material de alto desempenho é resistente a produtos químicos, possui propriedades ultrabaixas de liberação de gases e apresenta alta resistência ao calor – ideal para aplicações espaciais e em aeronaves.

De acordo com a Stratasys, o seu MED625FLX é um material biocompatível, adequado para aplicações dentais e ortodônticas, além de procedimentos de implantologia. Já disponível nas impressoras 3D Objet260 Dental e Objet260/500 Dental Selection, o material permite a impressão direta de modelos de arcada flexíveis. Segundo a empresa, isto possibilita aos ortodontistas reduzirem o tempo de colocação e de alinhamento de braquetes em até 75%, sendo que o  material também permite diminuir o custo de produção em laboratórios em 40%.

Stratasys na formnext 2018

A Stratasys está lançando sua solução de elastômero e suas novas opções de materiais avançados na formnext 2018, realizada em Messe Frankfurt, Alemanha, a partir da terça-feira, 13 de novembro, até sexta-feira, 16 de novembro. A empresa está proporcionando demonstrações práticas exclusivas, casos detalhados de uso do cliente e apresentações durante toda a exposição – Hall 3.1, Estande G40.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Stratasys

Curta nossa página no

Anúncios

Stratasys lança termoplástico com base de PEKK para processos FDM

01/05/2018

Novo material permite que fabricantes de veículos aeroespaciais e outros de alto desempenho passem a usar a manufatura aditiva em peças expostas a químicos e altas temperaturas

A Stratasys , empresa líder em soluções de tecnologia aditiva aplicada, apresentou um novo termoplástico de alto desempenho com base de PEKK, o Antero™ 800NA, voltado para seu processo de modelagem por fusão e deposição – FDM.

Segundo a empresa, um material de PEKK (poli-éter-cetona-cetona) para manufatura aditiva FDM oferece vantagens importantes para muitos fabricantes, incluindo peças mais leves, estoques reduzidos e mais lucratividade.

A Stratasys afirma que o Antero 800NA tem desempenho melhor do que outros termoplásticos de alto desempenho, pois apresenta resistência química superior e liberação de gases ultrabaixa, além de possuir resistência a altas temperaturas e propriedades de uso excepcionais.

Fabricantes de veículos aeroespaciais e outros de alto desempenho que desejam uma transição para um processo de manufatura aditiva estão entre os mais interessados no Antero 800NA.

De acordo com o fabricante do Antero 800NA, sua resistência química superior faz com que possa ser usado em componentes expostos a hidrocarbonetos, como combustíveis e lubrificantes, bem como a ácidos diversos. Além disso, sua baixa liberação de gases permite que seja utilizado em espaços confinados e ambientes sensíveis, como satélites, onde os materiais não podem liberar gás sob o vácuo. A alta temperatura de operação do Antero 800NA é projetada para que ele possa ser usado em aplicações sob o capô ou em compartimentos de motores, garante a Stratasys.

A manufatura aditiva customizada ou de baixo volume propicia vantagens de redução de custo em relação aos processos tradicionais de manufatura, nos quais o material é adquirido a granel (disponível apenas em formas e tamanhos limitados) e usinado até chegar a uma forma final. Esta técnica desperdiça uma quantidade considerável de material caro e necessita de tempo de execução maior. Com o processo aditivo, o fluxo de trabalho é mais rápido, uma vez que são produzidas peças mais leves, com topologia otimizada, o que também reduz significativamente desperdícios de material.

Outra vantagem importante do processo aditivo é que permite que os fabricantes produzam partes em PEKK sob demanda, eliminando a necessidade de um estoque, que poderia ficar inativo por anos antes de vir a ser necessário. A redução nos custos relacionados à manutenção do estoque significa maior lucratividade.

Além dos setores espacial, aeroespacial e automotivo, as indústrias-alvo incluem manufatura industrial de ponta e aplicações em petróleo e gás.

Ao contrário das peças PEKK feitas com alguns processos aditivos a base de pó, as peças do Antero 800NA criadas pelo processo FDM são mais duráveis e dimensionalmente estáveis, mesmo quando possuem dimensões muito grandes, afirma a Stratasys. Sua produção também é viável economicamente, mesmo em baixas quantidades.

De acordo com a fabricante do Antero 800NA, as suas vantagens do em relação a processos aditivos concorrentes incluem:

  • Melhor alongamento nos eixos X e Z, resultando em partes mais resistentes
  • Propriedades mecânicas consistentes
  • Custos vantajosos, mesmo na produção de baixo volume de unidades
  • Estabilidade dimensional em peças grandes
  • Vantagens da tecnologia FDM, incluindo facilidade de uso e liberdade de design

O Antero 800NA é o primeiro produto comercial da Stratasys numa nova família planejada de materiais com base de PEKK. Inicialmente, o material será oferecido com espessura de camada de 0,25 mm. Estão planejadas para lançamento futuro opções de espessura de camada adicionais.

O Antero 800NA deverá estar disponível para uso na Impressora 3D Fortus 450mc Production no segundo trimestre de 2018. A previsão para uso na Impressora 3D Fortus 900mc é o quarto trimestre de 2018. Usuários atuais da Fortus 450mc com o pacote de materiais de alto desempenho poderão utilizar o Antero 800NA sem taxas de licenciamento adicionais e os usuários da Fortus 450mc sem o pacote de materiais de alto desempenho podem comprar o pacote ou uma licença de material individual. Os sistemas da Fortus 450mc exigirão o upgrade de hardware Nylon 12CF, além de um novo bico extrusor e borda de purga para operar o material Antero 800NA.

A Stratasys é uma empresa líder em soluções de tecnologia aditiva aplicada para as indústrias, incluindo aeroespacial, automotiva, saúde, bens de consumo e educação.

Curta nossa página no

Solvay produzirá resina PEKK para apoiar o mercado aeroespacial/aeronáutico com materiais compósitos

13/09/2017

O Grupo Solvay começará a produzir polímeros de PEKK (poli(éter-cetona-cetona)) de alto desempenho nos Estados Unidos, no início do próximo ano, para apoiar o seu negócio de materiais compósitos e atender à crescente demanda do setor aeroespacial/aeronáutico.

“O Grupo Solvay reafirma a sua posição única em materiais leves, unindo as forças de seus polímeros especiais de alto desempenho e materiais compósitos para produzir sua própria resina PEKK”, disse Roger Kearns, membro do Comitê-Executivo da Solvay. “Esta nova capacidade abordará a demanda em rápido crescimento de compósitos termoplásticos e componentes de impressão 3D no setor aeroespacial e em outros mercados”.

Com base na sua posição de liderança em materiais para substituição de metal, a Solvay iniciará a produção de PEKK, sob o nome comercial NovaSpire™, em sua unidade em Augusta, na Geórgia.

O PEKK é usado em compósitos termoplásticos reforçados com fibras de carbono e na fabricação aditiva, também conhecida como impressão 3D, em uma variedade de aplicações industriais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no