Posts Tagged ‘Palestra’

Palestra do Presidente do Simplás, Jaime Lorandi, mobiliza lideranças do setor de plásticos na Interplast em torno de proposta de educação para sustentabilidade

15/08/2018

Presidente da Abiplast e da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, avaliou positivamente palestra do presidente do sindicato, Jaime Lorandi

O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) finalizou, sob aplausos, a reunião da Câmara Nacional de Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), em edição especial realizada no dia de abertura da Interplast 2018 – Feira e Congresso de Integração da Indústria do Plástico, nesta terça-feira (14), em Joinville (SC). A platéia de lideranças do setor saudou a linguagem inovadora e acessível proposta pelo sindicato para difundir na sociedade os conceitos da economia circular.

A palestra, que o presidente do Simplás e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi, apresentará também na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul, alusiva aos 29 anos do sindicato, no dia 27 de agosto, desafia visões pré-concebidas. E com dados, fatos e estatísticas, propõe soluções por meio da responsabilidade coletiva.

Na mesma ocasião, o Simplás também lançará o projeto Plástico do Bem, na própria CIC, capacitando os integrantes do condomínio de entidades a coletar, separar e trazer seus plásticos limpos para destinar à reciclagem e gerar recursos. Neste momento, o Plástico do Bem já está remunerando 20 escolas da rede municipal de Farroupilha por meio da capacitação para reciclagem oferecida aos estudantes, familiares e professores.

“O sujeito ativo da poluição são as pessoas. Não dar o destino correto para aquilo que se consome, ou nem mesmo pensar a respeito, é uma questão de comportamento. Porém, vivemos novos tempos e precisamos desenvolver novos hábitos. Assim, o caminho é investir na educação para a sustentabilidade”, afirma Lorandi.

Presidente da Abiplast e também da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), José Ricardo Roriz Coelho entende que a apresentação desenvolvida pelo Simplás – e que será compartilhada por todo o setor – tem a capacidade de modificar a forma como as pessoas enxergam o ato de consumo e o incremento na qualidade de vida oferecido pelos produtos.

“O Jaime é um palestrante bem didático e o conteúdo está bem acessível a toda a população. Não usa aquela linguagem técnica, restrita ao setor. Ele mostra, com fatos, que a sociedade não poderia viver sem o plástico. Porque oferece muitos benefícios e porque a troca por outros materiais teria imenso impacto ambiental. O que a sociedade precisa fazer é buscar alternativas para ampliar o uso dos plásticos e estabelecer uma relação mais amigável deles com as pessoas”, avalia Roriz.

Nesta quarta-feira (15), Lorandi volta a ministrar a palestra na Interplast 2018, agora aberta a todo o público participante da principal feira nacional do setor. O encontro está marcado para as 18h, na Sala Violeta (número 14), no Centro de Convenções da Expoville, em Joinville (SC). Inscrições podem ser feitas pelo link bit.ly/2Kf75Yu ou pelo site interplast.com.br.

Comentários sobre a Palestra:

“A palestra desenvolvida pelo Simplás é educativa, abrangente, expõe os benefícios dos plásticos para a humanidade, contrapõe a imagem tradicional que se tem dos plásticos e propõe uma solução. O problema, hoje, é de comportamento. Falta educação e falta ação, principalmente do poder público, para dar incentivos à economia circular, que ampliaria a geração de dinheiro, impostos e trabalho em toda a sociedade, de maneira limpa.”

Ricardo Hajaj (Presidente da Câmara Nacional de Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Abiplast)

“A palestra é fantástica! Estamos apenas debatendo alguns pontos de sintonia, via Abiplast, para ser a mensagem nacional e oficial do setor. E vamos viralizar. Buscar as crianças. O trabalho feito pelo Simplás é maravilhoso. Estou orgulhoso e encantado de contar com um parceiro de setor como o Jaime.”

Albano Schmidt (Presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina)

“A linguagem não é nada técnica e, pelo contrário, é bastante acessível a qualquer pessoa. Principalmente, para quem é de fora do setor. Já estamos em tratativas para que o Jaime leve a palestra para o Energiplast [Fórum Brasileiro de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos com Ênfase em Plásticos], quem sabe fazendo a abertura do evento [dia 11 de setembro, na Fiergs, em Porto Alegre].”

Luiz Henrique Hartmann (Coordenador do Energiplast – Fórum Brasileiro de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos com Ênfase em Plásticos)

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas; Foto: Zeca Martins

Curta nossa página no

Anúncios

Simplás fala sobre educação e sustentabilidade na Interplast 2018

09/08/2018

Presidente do sindicato e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi, apresenta “A Solução dos Plásticos” nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC)

O Presidente do sindicato e conselheiro da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Jaime Lorandi (foto) fará duas apresentações de “A Solução dos Plásticos”, nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC), durante a Interplast. O evento ocorre nos pavilhões da Expoville, onde o Simplás também marcará presença com um estande coletivo de oito empresas expositoras e uma missão técnica com aproximadamente 50 empreendedores da Serra Gaúcha. A experiência do Simplás em programas de educação e sustentabilidade incluem iniciativas como Plástico do Bem, Recicla Plastech Brasil e Descarte Certo – Tampas de Plástico.

Dia 14 (terça-feira), às 12h30, Lorandi encerrará o encontro da Câmara Nacional dos Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Abiplast. A reunião, que começa às 9h30, na Sala Acácia, número 13, é dirigida ao grupo formado por empresas e representantes do setor de reciclagem de material plástico e transformação de material reciclado. Já no dia 15 (quarta-feira), às 18h, na Sala Violeta, número 14, a apresentação será aberta e gratuita para o pública, porém com vagas limitadas. Nos dois casos, é necessário efetuar o credenciamento prévio para acesso à Interplast, pelo site interplast.com.br. (Confira abaixo o serviço completo).

A palestra “A Solução dos Plásticos” foi desenvolvida pelo Simplás ao longo de aproximadamente um ano de pesquisa, sendo aprimorada em fóruns nacionais do setor, sob a coordenação da Abiplast. O conteúdo se originou da constatação de que a opinião pública carece de informações isentas, precisas e atualizadas a respeito dos benefícios do plástico para a sociedade – e das formas corretas de destinação pós-consumo.

“O avanço na qualidade de vida no mundo anda junto com o maior uso dos materiais plásticos. Não importa qual será a matriz energética do futuro, o que sabemos é que usaremos mais plásticos. O plástico é solução. Se quisermos erradicar a fome, a sede e a miséria do planeta, iremos utilizar cada vez mais plásticos”, afirma presidente do Simplás e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi.

Segundo o dirigente, qualquer perspectiva de evolução no comportamento coletivo atual passa, necessariamente, pelo investimento em educação. Uma experiência recente neste sentido já entrou em funcionamento através do próprio Simplás, em março de 2018, com o projeto Plástico do Bem. A iniciativa alia educação e sustentabilidade, disseminando conceitos básicos de destinação correta de plásticos pós-consumo entre professores, estudantes e familiares, além de criar a possibilidade de geração de recursos extras para a rede de ensino público por meio da reciclagem. Neste momento, a iniciativa já rende dividendos para 20 escolas, que atendem cerca de 6,5 mil alunos de educação fundamental da rede municipal de Farroupilha (RS).

“O sujeito ativo da poluição são as pessoas. A solução é educar para separar e destinar corretamente. Cada consumidor é o primeiro responsável pela destinação após o consumo do plástico. O plástico é bom e acessível para toda a humanidade. Mesmo que o município não conte com coleta seletiva, não há justificativa para cada pessoa ou família não desenvolver em casa o hábito de separar o plástico limpo e depois cobrar das autoridades. Novos tempos exigem novos hábitos, então, vamos aprender a separar o que utilizamos e destinar para reciclagem”, afirma Jaime Lorandi.

Serviço:

Palestra: “A Solução dos Plásticos” na Interplast, em Joinville (SC)

Quando: 14 de agosto (quarta-feira)
Horário: 12h30
Onde: Sala Acácia, número 13, no Centro de Convenções da Expoville
Publico: integrantes da Câmara Nacional de Recicladores de Material Plástico (CNRMP) da Abiplast
Confirmações de presença: pelo e-mail rsvp@abiplast.org.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site interplast.com.br

Quando: 15 de agosto (quinta-feira)
Horário: 18h
Onde: Sala Violeta, número 14, no Centro de Convenções da Expoville
Público: geral
Entrada: gratuita
Vagas: limitadas
Inscrições: pelo link bit.ly/2Kf75Yu ou site www.interplast.com.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa -Simplas

Curta nossa página no

Simplas promoverá apresentação sobre Indústria 4.0 durante a próxima reunião-jantar

05/10/2017

Diretor Regional do Senai-SC, Jefferson de Oliveira Gomes, abordará o tema segunda-feira (9), às 20h, na CIC de Caxias do Sul (RS)

Vislumbra-se que em 2020 haverá profissões que ainda não existem e que substituirão outras que acabaram de surgir; a educação precisará ser reformulada para a solução de problemas; e o desenvolvimento dos negócios no Brasil precisará de uma completa reformulação.

Tal cenário será explorado durante a palestra “Indústria 4.0” que o diretor regional do Senai de Santa Catarina, Jefferson de Oliveira Gomes, traz para a Reunião-Jantar do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) na segunda-feira (9), a partir das 20h. O evento será na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul (RS). Mais informações e consulta para adesões podem ser feitos pelo telefone (54) 3013.8484 ou e-mail vanessa@simplas.com.br.

Engenheiro mecânico com graduação e mestrado pela UFSC e professor da divisão de engenharia mecânica-aeronáutica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Gomes deixou a gerência executiva de tecnologia e inovação do Senai nacional, em Brasília, para assumir o comando da regional catarinense, em Florianópolis, há dois anos.

“Nos acostumamos com uma indústria em que a gente trabalha com máquina. Só que agora chegamos num momento em que a máquina trabalha com a gente. É uma lógica um pouco diferente”, comenta Gomes. Segundo o palestrante, a dificuldade de acesso à infraestrutura e o labirinto regulatório tem sido os maiores entraves para o desenvolvimento da indústria 4.0 no Brasil. Por outro lado, existe grande oportunidade para novidades germinadas em parques tecnológicos.

“Os americanos dizem que estamos saindo da era em que produzimos para o cliente e estamos chegando na era em que o cliente nos produz. É a era da customização em massa. O cliente me diz o quê e como quer. Por meio de sensores, estas informações são transmitidas diretamente à fábrica, a partir do produto. Primeiro, tínhamos as máquinas comunicando-se entre si. Agora, temos plantas industriais inteiras interligadas, recebendo e transmitindo informações e trabalhando com robótica inteligente”, comentou.

Neste sentido, afirma Gomes, há uma necessidade premente de se reformular o paradigma da educação no Brasil. Segundo ele, hoje o Brasil tem 27 milhões de estudantes que serão formados sem uma especialização técnica. Apenas 6% dos jovens brasileiros concluem o ensino médio com alguma formação técnica. Na Alemanha, o índice gira em torno dos 56%. E na Suécia, supera os 70%.

Dados do Fórum Econômico Mundial citados por Gomes revelam que, dos 3 bilhões de trabalhadores com algum tipo de vínculo empregatício no mundo, 1 bilhão exercem profissões que não existiam cinco anos atrás. E das profissões que surgirão nos próximos oito anos, 65% ainda são desconhecidas.

“Ninguém sabe dizer com certeza o que vai acontecer. Mas o que se sabe é que a educação terá de ser baseada em problemas. As pessoas terão que trabalhar mais em conjunto. Será preciso entender de engenharia e de psicologia. A indústria moderna é feita por gente que pensa e trabalha”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas

Curta nossa página no

UBE E Clariant apresentarão palestras no próximo café da manhã da Abief, no dia 28 de Setembro

25/09/2017

Sob o tema central Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade, o Café da Manhã da ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis – www.abief.org.br) agendado para 28 de setembro das 8h00 às 12h30, em sua sede em São Paulo, terá como palestras: “Tendências em embalagens flexíveis”, “Hydrocerol: suas aplicações com benefícios em sustentabilidade e inovação” e “Todos os nylons são iguais? Diferenças, aplicações e vantagens dos nylons em embalagens flexíveis”.

Reinaldo Silva, da área de Marketing da UBE, fará a apresentação “Tendências em embalagens flexíveis” focalizada em soluções em embalagens flexíveis que atendam às necessidades do consumidor moderno e estejam alinhadas a macro tendências tais como crescimento populacional, falta de tempo, saudabilidade, estética corporal, busca pela transparência, sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Já Edgar Veloso, da área Comercial da mesma empresa, apresentará a palestra “Todos os nylons são iguais? Diferenças, aplicações e vantagens dos nylons em embalagens flexíveis”. Na apresentação, serão abordados os diferentes tipos de nylon segundo as necessidades do mercado e características de produtos. Entre os assuntos, serão abordados: sustentabilidade em filmes flexíveis, produção do nylon, soluções em CoPA para aplicações existentes (transparência, resistência, retort, termoformabilidade, bolsas termoencolhíveis, garrafas flexíveis) e características do processo de extrusão em diferentes máquinas (filme soprado, cast, resfriamento a água, balão duplo/triplo).

Pela Clariant, Edson Marçal apresentará o novo Hydrocerol, um agente químico nucleante oferecido na forma de masterbatch ou em pó, e que pode ser usado nos processos de extrusão e injeção. O Café da Manhã da ABIEF conta com o apoio da Abiplast, Afipol, Instituto Brasileiro do PVC, Plastivida, Instituto de Embalagens e Projeto Pack.

Com 40 anos de atividades, a ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) tem por objetivo fomentar o mercado nacional de embalagens plásticas flexíveis. A Associação também tem incorporada às suas atividades o fomento à exportação e a preservação ambiental a partir do Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas. A entidade reúne empresas de todo o Brasil fabricantes de filmes monocamada, coextrusados e laminados; filmes de PVC e de BOPP; sacos e sacolas; sacaria industrial; filmes shrink e stretch; rótulos e etiquetas; stand-up pouches; embalagens especiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Abief

Curta nossa página no

Empresários do setor de plásticos do ABC conhecem medidas para redução de custos da energia elétrica

28/09/2015

Em um cenário de elevação do preço da energia elétrica em todo o país, provocado, entre outros fatores, pelo aumento no custo da energia hidrelétrica e o acionamento de usinas termoelétricas, empresas do Grande ABC buscam alternativas para se manterem competitivas. Na noite da quinta-feira, dia 24/09, empresários receberam dicas sobre como economizar o insumo, durante palestra gratuita do SENAI.

No evento, idealizado pelo Arranjo Produtivo Local do Plástico do ABC, e realizado por meio de parceria com a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC e o SEBRAE SP, foram pontuadas as razões para o aumento do preço da energia elétrica, mencionando, por exemplo, o sistema de bandeiras tarifárias, autorizado pela ANEEL, que vigora desde o início do ano e torna o custo do insumo variável de acordo com os níveis de abastecimento dos reservatórios das hidrelétricas.

Para contornar a elevação dos preços, é necessário estruturar internamente a gestão da energia, seja em uma empresa ou até mesmo em uma residência. É o que explicou Dener Piolo, engenheiro eletrotécnico do SENAI,  especialista em Produtos Tecnológicos, durante a palestra.

“A idéia das ações de eficiência energética é proporcionar que as empresas produzam a mesma coisa, ou até mais, com custos menores. Nosso papel é ajudar as empresas a conseguirem otimizar o uso da energia na produção”, disse.

Mudanças como a substituição do modelo de lâmpadas fluorescentes e de reatores convencionais para reatores eletrônicos e alterações na tecnologia de equipamentos e máquinas utilizadas na produção estão entre as medidas que podem contribuir para a redução da conta com a energia elétrica.

Ao final do evento, Piolo apresentou os serviços e consultorias prestados pelo SENAI relativas a soluções em eficiência energética para a redução dos custos, consumo e diminuição do impacto ambiental no processo produtivo, com o objetivo de maximizar competitividade e a produtividade da indústria.

A palestra marca a retomada das ações do Arranjo Produtivo Local (APL) do Plástico do ABC. O grupo, que se reúne periodicamente, discute assuntos estratégicos para a indústria de plástico e toda sua cadeia produtiva.

A partir de temas relevantes para o setor que estão sendo elencados nas reuniões, o APL Plástico planeja e executa atividades para ampliar o alcance dos debates e a participação dos empresários nas ações.

“Este é o passo inicial para a retomada do APL, mas precisamos de novos atores para conseguir dar mais peso às ações do grupo. Com um arranjo forte, é mais fácil encontrar soluções para desafios comuns aos empresários do setor”, afirmou Giancarlo Bechelli, da empresa Letska, uma das integrantes do APL.

Segundo um estudo realizado em 2014 pela consultoria MaxiQuim sobre o setor químico do ABC, o faturamento das indústrias de transformação plástica chegou a R$ 3,9 bilhões em 2013.

De acordo com dados analisados pelo GT Químico do ABC, com base nas estatísticas do RAIS 2013*, do Ministério do Trabalho e Emprego, existem no ABC cerca de 540 estabelecimentos cadastrados como “indústria de transformação plástica”.

Fonte: Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC

Curta nossa página no

Simplás realiza palestra sobre segurança no trabalho.

07/06/2011

O encontro ocorre no mini-auditório da CIC no dia 8 de junho

O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho – Simplás, realiza a palestra NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos e seu Impacto na Indústria do Plástico. O evento ocorre no dia 8 de junho, às 19h30min, no mini-auditório da CIC, em Caxias do Sul.

A NR-12 institui a obrigatoriedade de adaptação das máquinas tanto novas como usadas no quesito segurança pelas empresas. A palestra tem o objetivo de esclarecer a Norma nos âmbitos financeiro, técnico e produtivo da implementação destas pelas empresas.

A Norma visa à redução dos índices de acidentes de trabalho e, consequentemente, a diminuição dos processos judiciais.

Quem ministra a palestra é o engenheiro Amarildo Tomaz. Pós-graduado em Administração de Recursos Humanos e Engenharia de Segurança do Trabalho, Tomaz é diretor da PROALT – Segurança e Qualidade. Também é diretor de engenharia de segurança da SEAAQ e perito em processos de insalubridade e periculosidade. Além disso, é educador na área de segurança ocupacional há mais de 18 anos.

Estão convidados a participar na palestra diretores de empresas, profissionais responsáveis pela segurança, RH e manutenção.

Fonte: Núcleo / Simplás