Posts Tagged ‘Packaging Innovation Award’

Unipac ganha prêmio internacional de inovação em embalagens

18/04/2022

Empresa é reconhecida pela aplicação pioneira e inédita de tecnologia de plasma na fabricação de embalagens destinadas ao mercado de defensivos agrícolas

A Unipac foi reconhecida pelas embalagens desenvolvidas com a tecnologia de plasma, desta vez internacionalmente. A empresa recebeu o Prêmio Packaging Innovation Awards (Prêmio de Inovação em Embalagens, em português), promovido pela Dow, na categoria Prata.

A conquista foi revelada em cerimônia realizada em 31 de março, transmitida nas redes sociais da Dow, que apontou os destaques em inovação sustentável na área de embalagens, entre 189 projetos inscritos, dos quais 36 foram finalistas. O Packaging Innovation Awards prestigia, desde 1986, as principais novidades na indústria mundial de embalagens, com foco no avanço tecnológico, na sustentabilidade e na melhoria da experiência do usuário. As soluções são avaliadas por juízes independentes, atuantes em diferentes setores e em diversas partes do mundo.

Em 2021, com o mesmo projeto, a Unipac obteve o 1º lugar na categoria Sustentabilidade e conquistou o troféu ouro no Prêmio ABRE, da Associação Brasileira de Embalagem.

Excelência em qualidade e sustentabilidade

A Unipac afirma que foi a primeira empresa, no Brasil, a fabricar embalagens rígidas para defensivos agrícolas com tecnologia de plasma, dentro dos rigorosos protocolos baseados em normas internacionais de avaliação de compatibilidade com produtos químicos e em requisitos regulatórios vigentes. O resultado traduz-se em embalagens em consonância com as necessidades de segurança e proteção requeridas no envase e transporte desses produtos, com viés sustentável e ambientalmente amigável.

“Esta premiação é especial por ser promovida pela Dow e por ter abrangência internacional, o que permite apresentar nosso know-how na produção de embalagens de alto desempenho, reforçando o papel da Unipac na vanguarda tecnológica e sua capacidade de desenvolver processos mais sustentáveis”, afirma Mauro Fernandes, Diretor Comercial da empresa.

A tecnologia de plasma, conhecida como “o quarto estado da matéria”, permite que gases e vapores sejam excitados eletronicamente e se tornem altamente reativos, processo que forma uma camada de barreira nanométrica na parte interna das embalagens plásticas, evitando a migração de solventes e a perda de ingredientes ativos. Como resultado, oferece menor impacto ambiental, pois exige menor consumo de energia e emite menos gases de efeito estufa (GEE). É um processo estável, livre de solventes e o produto final é 100% reciclável.

Com 46 anos em 2022, a Unipac é fornecedora de empresas nacionais e internacionais que atuam nos segmentos automotivo, embalagens, logístico, entre outros. Executa seis tipos de processos de transformação em suas unidades produtivas – sopro, injeção, injeção estrutural, extrusão de chapas, termoformagem e rotomoldagem – que estão instalados em Pompeia (matriz) e Limeira (filial), ambas em São Paulo, e nos sites de seus clientes, por meio do modelo in house, nas cidades de Regente Feijó/SP, Paulínia/SP e Maracanaú/CE. Possui em torno de 1.000 colaboradores, que atuam de forma colaborativa e participativa, em um ambiente organizacional favorável ao desenvolvimento constante.

Conta com uma área voltada à inovação e um moderno centro de pesquisa de engenharia avançada em materiais e processos. Além disso, investe em programas e parcerias com outros Centros de Pesquisa e de Inovação e tem capacidade para integrar novas tecnologias digitais para o desenvolvimento de produtos e serviços. Mantém uma ferramentaria para a produção de moldes para os vários processos de transformação. A Unipac é uma das unidades de negócio do Grupo Jacto, composto por importantes empresas que atuam nos segmentos agrícola, tecnologia de aplicação de polímeros (automotivo, embalagens e logística), transporte, equipamentos para serviços de limpeza e higienização, e soluções para a área médica.

Curta nossa página no

Dow prorroga inscrições para Packaging Innovation Awards 2021

19/10/2021

Realizado desde 1986, o Packaging Innovation Awards prestigia tecnologias e processos inovadores desenvolvidos por participantes de toda a cadeia de valor do mercado de embalagens.

As inscrições para 33ª edição do Packaging Innovation Awards foram prorrogadas para até o dia 28 de outubro. A premiação, realizada pela Dow, reúne anualmente as principais novidades na indústria de embalagens com foco no avanço tecnológico, na sustentabilidade e na melhoria da experiência do usuário.

“O Packaging Innovation Awards destaca os projetos, novos pontos de vista e ideias que estão ampliando os horizontes da indústria para apresentar verdadeiras inovações que podem simplificar o comércio, impactar a sociedade e impulsionar a economia circular do plástico”, comenta Ana Allegue, diretora de marketing do Negócio de Embalagens Especiais e Plásticos para a América Latina da Dow.

O prazo para submeter um projeto, que pode ser referente a qualquer área da cadeia de valor de embalagem, vai até o dia 28 de outubro e pode ser feito no site: www.dow.com/en-us/market/mkt-packaging/packaging-innovation-award.html. A participação no prêmio é gratuita e os projetos inscritos podem envolver os diferentes tipos de embalagem, desenvolvidas em qualquer material. Todas as inscrições devem contemplar produtos comerciais que estejam no mercado.

“Todas as inscrições serão revisadas e avaliadas por um painel independente e de prestígio de profissionais de todo o mundo, em uma ampla variedade de áreas, incluindo design, engenharia, varejo, conversão e academia. Esses jurados irão analisar e julgar cada projeto com base em três critérios: tecnologia, sustentabilidade e experiência do usuário”, explica a executiva.

Os vencedores na categoria prata, ouro e diamante, além do Prêmio Diamante (de maior honra), que será destinado para o autor do projeto com excelência nas três categorias, serão anunciados no primeiro trimestre de 2022.

“A indústria de embalagens há duas décadas está passando por uma grande transformação, desde a matéria-prima até o chão de fábrica. Essa revolução na cadeia de valor é consequência do impacto da tecnologia, da mudança nos hábitos de compra dos consumidores e da maior consciência, globalmente, do cuidado com o meio ambiente. Os desafios que enfrentamos hoje como setor estão precisamente relacionados a essas questões. Portanto, a inovação é a chave”, finaliza Ana Allegue.

Agenda do Packaging Innovation Awards 2021

Submissão do projeto: www.dow.com/en-us/market/mkt-packaging/packaging-innovation-award.html
Prazo final de inscrições: 28 de outubro de 2021
Prazo para envio de amostras do projeto: 19 de novembro de 2021
Anúncio dos Vencedores: primeiro trimestre de 2022

Curta nossa página no

Embalagens produzidas por empresas brasileiras se destacam na premiação Packaging Innovation Award da Dow

28/01/2020

Embalagem para frutas frescas desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Finalista na principal categoria da premiação, Diamond Award, e reconhecida com uma menção honrosa na categoria Collaboration, a Embrapa concorreu, em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia e o IMA, Instituto de Macromoléulas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Empresas ganharam notoriedade na premiação que reconhece as principais realizações do setor de embalagens e movimenta a cadeia com novas ideias.

A 31ª edição do Packaging Innovation Award, premiação realizada pela Dow, que reúne anualmente as principais novidades na indústria de embalagens, foi marcada pelo reconhecimento de empresas brasileiras entre as finalistas e vencedoras. As três companhias nacionais – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Incom Packing e Unilever – se destacaram na avaliação dos jurados, sendo reconhecidas pelas inovações em seus projetos dentro das categorias Diamond, Gold e Silver award, além de menções honrosas nas categorias Collaboration e Sustainability.

A Unilever, vencedora na categoria Silver, apresentou a Love Beauty and Planet, primeira marca vegana que, segundo a empresa, utiliza embalagens plásticas 100% feitas de material reciclado em sua composição. Para o desenvolvimento da linha, a empresa escolheu cinco pilares: formulações vindas de matérias-primas sustentáveis, material 100% reciclado nas garrafas, tecnologia de enxágue rápido, redução da pegada de carbono e apoio a influenciadores ambientalistas. A linha de shampoos, condicionadores e cremes já está em fase comercial nas grandes drogarias e supermercados brasileiros.

Já a empresa brasileira de embalagens para cosméticos, Incom Packing, recebeu o reconhecimento na categoria Silver com o perfume SPOT, cuja embalagem é inspirada em uma taça de vidro de Martini. O design inovador do frasco trouxe o conceito invertido, onde a tampa serve como a base do produto e a fragrância fica no topo. Diversos testes foram realizados, dimensões e proporções revistas para que o projeto se tornasse viável, incluindo a escolha de materiais resistentes. Para o frasco, os fabricantes utilizaram vidro e, para a tampa, a opção escolhida foi a resina Surlyn da Dow, que trouxe a semelhança ao vidro. Com isso, a Incom Packing mostrou que é possível combinar recursos estéticos com conhecimento teórico para fornecer soluções inovadoras. O produto já está em fase comercial e foi lançado pela marca Hinode, especialista no segmento de beleza e cuidados com o corpo.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) também teve uma participação notória no Packaging Innovation Award. Finalista na principal categoria da premiação, Diamond Award, e reconhecida com uma menção honrosa na categoria Collaboration, a companhia concorreu, em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia e o IMA, Instituto de  Macromoléculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com uma embalagem que mantém as frutas frescas e sem marcas por mais tempo. O produto foi desenvolvido como um sistema de duas peças. A primeira serve como um estojo para substituir a caixa de madeira tradicional e é feita de polietileno de alta densidade (PEAD). Já a segunda, onde as frutas são embaladas, é feita de PET e é colocada sobre a caixa PEAD ao seu redor. As bordas superiores desta peça se ligam à parte superior da caixa de PEAD e as frutas são guardadas na camada PET dentro da caixa circundante. Graças às essas peças, a embalagem teve como um dos seus principais diferenciais a personalização de formato e tamanho de acordo com cada fruta, o que reduz substancialmente lesões mecânicas durante o transporte até o varejo. Outro atributo importante é que o recipiente, por ser um sistema fechado, otimiza o uso de refrigeração, diminui o gasto com energia e mantém a qualidade das frutas, reduzindo as perdas pós-colheita para menos de 5%.

“Para nós, é um prazer reunir anualmente importantes empresas e profissionais para reconhecer grandes projetos e debater sobre inovação na indústria. A edição de 2019 do Packaging Innovation contou com uma média de 250 inscrições de mais de 30 países. Celebramos ainda mais o resultado obtido no Brasil, que tem mostrado seu potencial para trazer tecnologias inovadoras e sustentáveis. Agradecemos a cada um dos participantes e parabenizamos os vencedores por seu excelente trabalho”, diz Angels Domenech, Diretora de Pesquisa e Desenvolvimento do Negócio de Plásticos para a Dow na América Latina.

Já Daniella Souza, Vice-Presidente do negócio de Plásticos para a Dow na América Latina, afirma: “O Packaging Innovation Award está em sua 31ª edição e é a premiação mais antiga do setor de embalagens, reconhecendo, em âmbito mundial, os avanços do setor e incentivando organizações no desenvolvimento de soluções que visam, prioritariamente, a inovação e a sustentabilidade”.

As inscrições para a 32ª edição da premiação começarão em breve.

A Packaging and Specialty Plastics (P&SP), uma unidade de negócios da Dow oferece tecnologias para mercados de uso final em embalagens de alimentos, higiene pessoal, infraestrutura, bens de consumo e transporte. A P&SP é uma das maiores produtoras mundiais de resinas de polietileno, polímeros funcionais e adesivos.

A Dow está presente no Brasil desde 1.956. A companhia reúne atualmente cerca de 2.700 funcionários em suas 11 instalações, incluindo 9 unidades de produção em Aratu (BA), Breu Branco (PA), Campinas (SP), Guarujá (SP), Jacareí (SP), Jundiaí (SP), Palmyra (PA), Santa Vitória (MG) e Santos Dumont (MG), atendendo a clientes nos mercados de embalagens, infraestrutura e cuidados ao consumidor.
Na América Latina, a Dow opera 18 complexos de produção em 4 países e teve vendas líquidas pro forma de US$ 4,9 bilhões em 2018.

Globalmente, a companhia opera 113 fábricas em 31 países e emprega aproximadamente 37.000 funcionários. A Dow teve vendas pro forma de aproximadamente US$ 50 bilhões em 2018.

Curta nossa página no