Posts Tagged ‘Olimpíadas’

Termotécnica recicla o isopor® da Vila Olímpica

03/08/2016

Termotecnica_Olimpiadas

Após o material ser recolhido pela empresa contratada pelo Comitê Olímpico para gestão dos resíduos, Termotécnica realiza a reciclagem

Instalar equipamentos de ar-condicionado, refrigeradores, fogão, entre outros, nos 3.604 apartamentos, distribuídos nos 31 edifícios da Vila Olímpica, no Rio de Janeiro (RJ), certamente gerou e está gerando um grande volume de resíduos recicláveis, entre eles, o isopor®. Além disso, o dia-a-dia dos mais de 15 mil atletas que se hospedarão por lá durante os jogos também vai produzir mais desses resíduos, que precisam ser descartados corretamente.

Diante deste cenário, a Termotécnica firmou parceria com a Prórecicle Ambiental e,  juntas,  são responsáveis pela logística reversa e reciclagem de todo o EPS (sigla para Poliestireno Expandido, popularmente conhecido como isopor®) recolhido na Vila Olímpica, no Rio de Janeiro (RJ.

A parceria prevê que a Prórecicle Ambiental, que está localizada em Duque de Caxias (RJ), é responsável pela compactação e armazenamento do isopor®, após seu recebimento. Depois de acumular um volume grande do material, a empresa fluminense enviará o mesmo para a Termotécnica, que se responsabilizará pelo processo de reciclagem,  dando origem a novos produtos, como solados de sapatos, rodapés, molduras e decks de piscina.

Rodrigo Faria, Sócio Diretor da Prórecicle Ambiental, destaca que a parceria com a Termotécnica iniciou-se há pouco tempo, mas já é certo que terá continuidade após as Olimpíadas. “Atualmente, somos a única empresa no Estado do Rio de Janeiro que possui todas as licenças necessárias para a coleta, transporte e destinação correta do EPS para reciclagem. Com o apoio da Termotécnica, fortaleceremos a divulgação da reciclabilidade do material e ampliaremos nossa atuação com o isopor®”, afirma Rodrigo.

Segundo Albano Schmidt, Presidente da Termotécnica, “dar o destino correto ao EPS pós-uso da Vila Olímpica é mais do que um compromisso da Termotécnica; é uma excelente oportunidade de mostrar ao mundo inteiro que o isopor® é um plástico, que pode ser 100% reciclável, e que no Brasil trabalhamos com seriedade pela sua logística reversa e reciclagem”, enaltece Albano.

Isopor® é 100% reciclável

De acordo com a Plastivida – Instituto Sócio-ambiental dos Plásticos,  cerca de 34,5% do EPS pós-consumo é reciclado no Brasil. Aproximadamente um terço de toda essa reciclagem é feita pela Termotécnica.

Programa Reciclar EPS

Com o Programa Reciclar EPS, que teve início em 2007 e, de forma inovadora e pioneira, se antecipou à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), a Termotécnica realiza um trabalho contínuo de orientação da comunidade para a reciclagem.

A empresa passou a investir no desenvolvimento de uma ampla cadeia de logística reversa e de reciclagem, o que foi um desafio substancial, pelo fato de ser um material extremamente leve (98% de seu volume é composto por ar).

Com investimentos na ordem de R$15 milhões, iniciou o processo de reciclagem junto das unidades de negócio da empresa, localizadas em Manaus (AM), Indaiatuba (SP), Rio Claro (SP), São José dos Pinhais (PR), Joinville (SC), Petrolina (PE) e Sapucaia do Sul (RS).

Números representativos do Programa Reciclar EPS

– Mais de 30 mil toneladas de EPS reciclado pela Termotécnica desde 2007;
– 100 empregos diretos;
– Mais de 1.200 Pontos de Coleta;
– 391 cooperativas envolvidas;
– mais de 5mil famílias impactadas.

Portal online indica o ponto de entrega mais próximo

Com o objetivo de fortalecer a divulgação do Programa, a Termotécnica disponibiliza o Portal Reciclar EPS: www.reciclareps.com.br

Se a intenção for verificar onde está o ponto de entrega mais próximo, é só acessar o portal. Ao clicar no link “Onde reciclar”, o site identifica e direciona, em todo o território nacional, o ponto mais próximo de recolhimento de EPS para reciclagem.

A Termotécnica é a maior indústria transformadora de EPS (isopor®) da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento. Produz soluções para Construção Civil, Embalagens e Componentes, Conservação, Agronegócio e Movimentação de Cargas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Termotécnica

Curta nossa página no

Anúncios

Radici Plastics fornece poliamida para componentes de assentos de Arenas dos Jogos Olímpicos de 2016

08/03/2016

Radici_olimpiadasA Radici Plastics, um dos lideres mundiais na produção de plásticos de engenharia, é a fornecedora para componentes dos assentos de 5 Arenas Olímpicas.

Assim como ocorreu em 8 arenas na Copa do Mundo de 2014, a fábrica brasileira da Radici Plastics é a responsável por fornecer a matéria prima para o suporte de fixação, braços e articulação dos assentos que estarão presentes em 5 Arenas dos Jogos Olímpicos Rio 2016: Handebol, Hóquei sobre grama, Tiro Esportivo, Parque Aquático e Arena da Juventude.

O produto utilizado é o RADIFLAM® S PA6 com fibra de vidro, que, segundo à empresa, garante à peça resistência mecânica, propriedades antichama, resistência à exposição prolongada aos raios UV e outras condições climáticas severas, respeitando as normas rígidas solicitadas pelo Comitê Olímpico Internacional. A gama Radiflam® inclui tecnopolímeros termoplásticos autoextinguíveis à base de poliamida e poliéster, apropriados para aplicações de segurança, nas quais é requerida a resistência à propagação da chama.

“Segundo Jane Campos, CEO América do Sul da Radici Plastics, este é um reconhecimento por todo um trabalho que realizado há 19 anos no Brasil.

Os produtos desta linha observam os critérios de classificação V-0, segundo o ensaio de inflamabilidade UL 94, e a grande maioria dos graus comercialmente disponíveis são certificados pela UL – Underwriters Laboratories e relacionados no Yellow Card, afirma a empresa.

A RadiciGroup é um importante fabricante de poliamida e plásticos de engenharia para aplicações em muitas indústrias tais como: Automobilística – Elétrica e Eletrônicos – Técnico Industrial – Mobiliário – Bens de Consumo – Esportiva – Alimentícia. Com unidades de produção estrategicamente localizadas na Itália, Alemanha, Brasil, Estados Unidos, México, China e Índia, a RadiciGroup Plastics oferece processamento, controle de qualidade, pesquisa e desenvolvimento e apoio ao desenvolvimento tecnológico. Uma ampla rede de unidades de venda – de forte presença na Itália, Alemanha, França, Espanha, Grã-Bretanha, EUA, Brasil, China e Índia -– faz a RadiciGroup Plastics uma organização global, capaz de suprir as necessidades de seus clientes em todo o mundo.

Fonte – Assessoria de Imprensa (Radici Group)

Curta nossa página no

Soluções de cobertura e assentos para estádios da SABIC IP oferecem conforto, durabilidade e são sustentáveis

16/05/2011

As chapas Lexan* da SABIC IP são usadas em estádios no mundo todo.

A SABIC Innovative Plastics demonstra, novamente, liderança no setor ao exibir, na Brasilplast 2011, dois materiais com tecnologia de ponta para a construção de estádios esportivos .

Os produtos são a resina Valox*, com estabilizante de raios ultravioleta (UV) e propriedade retardante de chama, atendendo às rigorosas exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para estádios abertos e fechados, e a nova chapa ultrarrígida Thermoclear*Lexan* para coberturas e fechamentos verticais.. Esses materiais agregam valor em termos de conforto e segurança do público, oferecendo mais liberdade de design e atendendo às exigências normativas mais rigorosas, em comparação aos materiais tradicionais.Estes produtos fazem parte do amplo e crescente portifólio da SABIC Innovative Plastics destinado à construção civil, incluindo a linha de chapas compactas e a chapa Lexan Thermoclick*.

Com três décadas de desempenho comprovado, a chapa Lexan* é o material preferido dos arquitetos e designers para coberturas, paredes, fechamentos verticais de escadas, entre outras aplicações, comoarenas e estádios.

“Os grandes eventos, como Copa do Mundo e Olimpíadas, colocarão o foco do mundo nos estádios e arenas do País”, declara Ricardo Knecht, presidente da SABIC Innovative Plastics no Brasil.

“Nesse contexto, os produtos exclusivos da SABIC Innovative Plastics se destacam pelo design, desempenho e responsabilidade ambiental. A leve e versátil resina Valox, por exemplo, nos permite ser um dos poucos fornecedores a oferecer materiais para a confecção de assentos de estádios que atendem às novas normas da ABNT, incluindo conformidade com a legislação ambiental de REACH (Regulamentação, Avaliação, Autorização e Restrição de Produtos Químicos)”, explica o executivo.

“Nossas chapas Lexan* são a escolha ideal para conservar energia, possibilitando a criação obras com sistemas de coberturas e fechamento laterais de grande porte.”, completa Knecht.
A equipe de design e engenharia da SABIC Innovative Plastics trabalha em conjunto com representantes oficiais brasileiros para possíveis projetos para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Brasil.

Nos assentos da primeira fila

A resina Valox da SABIC IP é uma boa opção para aplicações em assentos de estádios

Além de atender às novas normas da ABNT, que incluiem o UL94 V0 a 3 mm e as normas REACH, a resina de tereftalato de polibutadieno Valox (PBT) utilizada para a confecção de assentos dos estádios oferece excelente resistência a impactos, entre outras propriedades, como alto desempenho.

Diferentemente de alguns materiais que requerem a adição de masterbatches pelo fabricante, a resina da SABIC Innovative Plastics contém um estabilizante de raios UV para manter a estética e a clareza ótica, além conter aditivos retardantes de chama. O material está disponivel em diversas cores. Essa incorporação de propriedades economiza tempo, evita problemas logísticos e elimina operações secundárias de alto custo. Além disso, a resina Valox pode ainda contribuir para a redução de custos do projeto ao possibilitar um material altamente rígido, mas com design com fina camada.

Inovação no design de estádios sustentáveis
A chapa Lexan Thermoclear, ultrarrígida com 3 camadas e estrutura em X, produzida pela SABIC Innovative Plastics, oferece resistência a ventos e neve com pressões de até 2.200 N/m2, equivalentes à ventos com velocidade de até 200 km/h. Oferece ainda resistência ao impacto 250 vezes maior quando comparada ao vidro, o que reduz o risco de quebras por vandalismo ou fenômenos naturais, como ventos ou tempestades de granizo.

A estrutura da chapa em multiparedes proporciona ainda bom desempenho em isolamento térmico. A chapa Lexan Thermoclear também contribui para a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) do projeto, ao favorecer o uso da luz natural e ao ser feita com material reciclado. Outro benefício importante da chapa Lexan Thermoclear é seu baixo peso em comparação aos pesados painéis de vidro, o que a torna mais fácil de manipular, instalar e transportar.

Um amplo portfólio de soluções em chapas
Outro destaque da SABIC Innovative Plastics é o sistema de chapas Lexan Thermoclick com espessura de 40 e 50 mm. Esses produtos são ótimas opções para revestimentos e fachadas de estádios. Com uma estrutura exclusiva de 9 paredes, com 1000 mm de espessura , o sistema de chapas de policarbonato Lexan Thermoclick de -50mmoferece isolamento térmico com valor U igual a 0,176 Btu/h t2 Fahrenheit (1,0W/m2 K) , além de ser duas vezes maiorque os produtos encontrados no mercado. Isso proporciona significativa economia de energia, com redução de até 17% em comparação ao envidraçamento tradicional de painel duplo .O sistema de chapas Lexan Thermoclick de 40 mm atende às classificações de incêndio e fumaça CC1 (ASTM D635) e Classe A (ASTM E-84).

Além disso, as chapas compactas de Lexan* oferecem propriedades que dificultam o vandalismo e as pichações, estando em conformidade com as normas de construção civil estabelecidas pela International Conference of Building Officials (ICBO).

Com uma superfície com revestimento resistente à abrasão em ambos os lados, as chapas Lexan* Margard* MR10 possuem garantia limitada escrita de 10 anos contra quebras, amarelecimento, perda de transmissão de luz e delaminação do revestimento por possível uso em abrigos subterrâneos, fachadas, janelas, portas de entrada e cercas. Esta chapa de PC transparente, praticamente inquebrável, oferece uma ótima qualidade ótica, – mesmo após exposição contínua à luz solar intensa ou a condições extremas de temperatura.

Estádios em todo o mundo usam a chapa Lexan
O amplo portfólio de soluções para a construção civil da SABIC Innovative Plastics já comprovou sua qualidade junto aos clientes em mais de 50 estádios conhecidos no mundo inteiro. Em 2010, a empresa ganhou, pela segunda vez, o Prêmio EPSE (European Polycarbonate Sheet Extruders), como Melhor Projeto e Inovação, pelo Estádio Aviva, de Dublin, na Irlanda. As paredes curvilíneas e transparentes do estádio foram feitas com chapascompactas de Lexan*, trazendo elegância, alto desempenho e benefícios ambientais. As chapas Lexan* resistentes a raios UV também foram escolhidas para a cobertura e o fechamento de escadas do Estádio Soccer City, de Soweto, em Joanesburgo, África do Sul, onde foram realizados os jogos de abertura e encerramento da Copa do Mundo de 2010, a FIFA World Cup™.

Fonte: SABIC IP