Posts Tagged ‘Mexichem’

Mexichem adquire negócios de resinas de PVC da PolyOne

08/04/2013

A PolyOne Corporation anunciou  acordo em que a empresa vai vender a Specialty PVC Resins – seus ativos no segmento de dispersão, resinas em suspensão e blendas vinílicas – para a Mexichem, SAB de C.V. por U$ 250 milhões em dinheiro. O negócio inclui duas unidades de produção e um centro de P & D. A venda está sujeita à satisfação de requisitos regulamentares e outras condições habituais de fechamento de negócios.

Os ativos de resinas da PolyOne são parte do seu segmento de Performance Products and Solution e geraram receitas de US $ 147 milhões em 2012.

“Desde que começamos nossa transformação em provedores de especialidades, temos desinvestido na área de commodities, incluindo Oxy-Vinílicos em 2007 e SunBelt em 2011, reinvestindo os recursos para acelerar o crescimento de nosas ofertas de especialidades”, disse Stephen D. Newlin, chairman, presidente e executivo-chefe da PolyOne Corporation. “Como nosso único negócio remanescente envolvido na fabricação direta de resinas de base, vemos a venda de nossos ativos de produção de resinas como um passo natural e continuado na evolução de nosso portfólio.”

“A Mexichem é um líder comprovado e tem experiência substancial na fabricação de resinas-base. Nós acreditamos que eles serão capazes de destravar mais plenamente o potencial dos nossos ativos de produção de resina e estamos ansiosos para trabalhar com eles, no futuro, como um fornecedor”, disse Sr. Newlin.

Carlos Manrique, vice-presidente e gerente geral da Divisão de Cloro-Vinil da Mexichem, afirmou que esta aquisição irá representar tanto um EBITDA adicional como permitirá que a Mexichem se envolva no nicho de mercados altamente especializados na América do Norte. Outro elemento atrativo desta aquisição é o desenvolvimento de soluções “tailor made” para diferentes clientes; o portfolio de produtos de resinas especiais de PVC da PolyOne irá complementar o portfólio atual da Mexichem.

A aquisição está alinhada com a estratégia de integração vertical a jusante da Mexichem, que visa aumentar o número de produtos de valor agregado, dos quais a empresa tem atualmente uma quota de mercado pequena. A aquisição não só irá reforçar a posição da Mexichem, dadas as vantagens competitivas que implica, incluindo recursos naturais da própria região, tais como gás de xisto, mas também a integração vertical da Mexichem.

Fonte: PolyOne / Mexichem

Curta nossa página no

Anúncios

AkzoNobel fornecerá tecnologia inovadora para empresa mexicana produtora de PVC

29/06/2012

A AkzoNobel assinou um acordo para fornecer a tecnologia Continuous Initiator Dosing (CiD) (Dosagem de Iniciador Contínua) para a empresa mexicana Mexichem Resinas Vinilicas, uma das maiores fabricantes mundiais de PVC e que no Brasil é proprietária da marca Amanco.

O acordo, primeira licença que a AkzoNobel concede para o uso do CiD fora da Europa, envolve três fábricas da Mexichem, sendo duas no México e uma na Colômbia. A planta da AkzoNobel em Los Reyes, que fornecerá o peróxido orgânico, receberá um investimento de € 9 milhões para impulsionar a atual capacidade produtiva.

A tecnologia CiD, patenteada em 2007, foi desenvolvida para ajudar os fabricantes de PVC a aumentar a produção, melhorar a qualidade do produto e a segurança operacional. Ela permite uma melhora de 20 a 30% na capacidade produtiva do PVC e resulta em um produto significativamente mais branco do que aqueles provenientes da tecnologia convencional.

“O acordo com a Mexichem se encaixa perfeitamente na estratégia de crescimento sustentável da AkzoNobel, por meio de parcerias comerciais sólidas e de longo prazo, e também assegura a posição de fornecedor líder de tecnologia e produtos de ponta em nosso negócio de High Polymers”, disse Werner Fuhrmann, membro do Comitê Executivo da AkzoNobel responsável por Especialidades Químicas. “O novo investimento representa não somente um importante avanço em mercados fora da Europa – onde já temos cinco licenças – mas também aumenta a flexibilidade de nossa produção geral de peróxido nas Américas.”

O PVC é o terceiro polímero mais fabricado no mundo, com produção anual de cerca de 34 milhões de toneladas. A tecnologia básica presente em sua produção não mudou muito ao longo dos anos, o que significa que o CiD representa uma grande inovação.

“Uma das grandes vantagens do CiD é que ele permite o controle da velocidade de reação no processo de produção do PVC através da regulagem da taxa de dosagem do iniciador”, explicou Jan Svärd, Diretor Geral da AkzoNobel Functional Chemicals. “Além de melhorar a produtividade, também torna o processo muito mais seguro.”

A tecnologia  CiD, da AkzoNobel já está sendo usada por clientes em países como Alemanha, Espanha e Rússia.

Fonte: AkzoNobel

Curta nossa página no

Amanco lança software IrrigaCAD na Agrishow 2011

04/05/2011

Profissionais da área ganham um forte aliado para o desenvolvimento de projetos de irrigação: o Amanco IrrigaCAD. Gratuito e totalmente integrado ao ambiente do AutoCAD, o software (plug in) facilita e agiliza em até dez vezes a elaboração e execução de um projeto, auxiliando inclusive na determinação dos materiais. O lançamento oficial da ferramenta ocorre no estande da Mexichem Brasil na Agrishow 2011, feira internacional do setor agrícola,  realizada em Ribeirão Preto (SP) entre os dias 2 e 6 de maio.

Com o Amanco IrrigaCAD, é possível projetar sistemas de irrigação nas áreas de plantio de acordo com o tipo de cultivo, topografia, necessidade hídrica das plantas, manejo do sistema e demais condições. O programa relaciona os itens necessários para o sistema de irrigação e é capaz de gerar listagens prontas para serem enviadas e orçadas. O software ainda minimiza possíveis erros de especificação, já que sua base contém informações referentes às normas brasileiras.

“Além de ser uma ferramenta segura, a solução é extremamente funcional e o seu download inteiramente gratuito. O recurso oferece aos projetistas velocidade na execução de seu trabalho e maior precisão na elaboração dos projetos”, afirma Wagner Tavares, gerente Comercial da Mexichem Brasil.

A instalação é rápida e fácil – em seu conteúdo existe, inclusive, um manual explicativo em pdf para ajuda e solução de problemas – e o download do IrrigaCAD pode ser feito diretamente no site http://www.amanco.com.br/web/inovacao/irrigacad . O programa trabalha com tecnologia ARX, fornecida pela própria AutoDesk, que é a desenvolvedora do AutoCAD.

Linha Amanco para irrigação

Além do novo software, o público poderá ver toda a linha de produtos da Amanco, marca comercial da Mexichem Brasil, voltados à irrigação, no estande de 150 m² que a empresa ocupará na feira, como os tubos DEFOFORT de grandes diâmetros para irrigação e os tubos ERR 2″ STD e ERR 3″ STD.

Vale destacar também outros lançamentos, como o Anel de Borracha para Início de Linha, o Microaspersor com Vazão de 152 litros/h e o Início de Linha 14mm.

Os tubos de grandes diâmetros para irrigação (DN 350, 400 e 500), utilizados na maioria dos sistemas permanentes, enterrados e também na adução e distribuição principal e secundária da água, podem ser aplicados por aspersão convencional, canhões, minicanhões microaspersão e gotejamento.

Os tubos ERR 2″ STD e ERR 3″ STD foram criados para atender à necessidade de sistemas de irrigação localizada por gotejamento móvel, em que a classe de pressão é bem abaixo de 6 kgf/cm². A vantagem é a redução de custo, pois os produtos existentes são mais caros devido à classe de pressão do Tubo PN 80.

Fonte: Amanco

Amanco Brasil agora se chama Mexichem Brasil e acelera seu crescimento em 2011

14/03/2011
A Amanco Brasil mudou sua denominação para Mexichem Brasil, e incorporará as outras empresas da Mexichem no Brasil: Bidim, Plastubos e Doutores da Construção.

A Amanco Brasil é hoje uma das empresas da Mexichem, grupo mexicano de empresas químicas e petroquímicas, líder na América Latina nas cadeias produtivas do flúor e do cloro-vinil. Esta unificação é o ápice de um processo de integração que vem ocorrendo gradualmente nos últimos anos. 

Em 2007, a Mexichem ingressou no maior mercado de tubos e conexões da América Latina ao adquirir o Grupo Amanco. Neste mesmo ano, o grupo também adquiriu a Plastubos, também fabricante de tubos e conexões no Brasil, ampliando sua atuação neste setor. Em 2008, a Mexichem comprou a Bidim, líder no mercado nacional de geotêxteis nãotecido.

Segundo Marise Barroso, que já comandava as quatro empresas e agora assume o cargo de presidente da Mexichem Brasil, a criação desta nova companhia faz parte da estratégia corporativa global da Mexichem de integração vertical de sua cadeia produtiva, com o objetivo de responder às necessidades da indústria química tanto no relacionamento com clientes corporativos como com o consumidor final, por meio de suas marcas comerciais. “Esta mudança contribui também para acelerar o crescimento e fortalecer a atuação do Grupo no Brasil”, declara Marise.

As marcas comerciais e suas respectivas estratégias serão mantidas. As três marcas comerciais – Amanco, Plastubos e Bidim – tiveram um crescimento muito expressivo em 2010, e, somadas, as suas vendas, representam um crescimento de 18% em comparação a 2009, enquanto o aumento na venda de materiais básicos para construção no ano passado foi de 9,28% segundo a Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção).

De acordo com Marise Barroso, a unificação da atuação da Mexichem sob uma única empresa será benéfica tanto para consumidores como para colaboradores. A gestão também será facilitada. “Teremos ganhos importantes de eficiência operacional, e os colaboradores, ganhos em termos de empregabilidade e benefícios”.

Perspectivas
A Mexichem Brasil pretende investir R$ 148 milhões em 2011. O valor inclui aumento de 20% na capacidade de produção das fábricas, desenvolvimento de novos produtos, comunicação das marcas comerciais na mídia e nos pontos de venda do varejo da construção e capacitação profissional.

As vendas líquidas da Mexichem Brasil no ano passado somaram R$ 946 milhões, um crescimento de 18% em comparação a 2009. A empresa apresentou um Ebitda (resultado operacional antes da depreciação, despesas financeiras e impostos) superior ao do ano anterior em 20% e um aumento de 14% no volume de produção. 

“Os resultados superam nossas expectativas iniciais e são fruto da nossa estratégia de negócio fundamentada no conceito de triplo resultado (econômico, social e ambiental). Além disso, o setor de construção civil está bastante aquecido e as três marcas comerciais – Amanco, Plastubos e Bidim –, ganharam participação de mercado”, afirma Marise Barroso.

Sobre a Mexichem Brasil
A Mexichem Brasil é a subsidiária brasileira do Grupo Mexichem, com atuação nos setores de tubos e conexões e de geotêxteis nãotecido. É resultado da incorporação das empresas controladas pela Mexichem no Brasil: Amanco, Plastubos, Bidim e Doutores da Construção. É detentora das marcas comerciais Amanco, Plastubos e Bidim. Possui cerca de 3 mil colaboradores e nove fábricas: Joinville (duas), Sumaré (SP), Suape (PE), Uberaba (MG), Ribeirão das Neves (MG), Araquari (SC), Maceió (AL) e São José dos Campos (SP). Sua sede administrativa está localizada em São Paulo, capital.

Sobre a Mexichem
Mexichem é um grupo mexicano de empresas químicas. Com respaldo de mais de 50 anos de trajetória, a Mexichem atua nas cadeias produtivas do flúor e do cloro-vinil, sendo líder em toda América Latina nos dois segmentos de negócio. Exporta para mais de 50 países. Suas vendas líquidas em 2010 totalizaram US$ 2,9 bilhões.

Fonte: Ketchum Estratégia