Posts Tagged ‘Messe Düsseldorf’

Feira interplastica ocorre em Janeiro de 2018 em Moscou estimulada por retomada econômica russa

14/09/2017

A recuperação econômica na Rússia – particularmente no setor de plásticos – tornou a interplastica 2018 muito popular entre os expositores. A feira líder da indústria de plásticos russa apresentará novamente uma visão geral representativa das máquinas e equipamentos disponíveis para a indústria de plásticos e borracha, matérias-primas e produtos auxiliares, além de produtos de plástico e borracha e serviços para o setor. A feira ocorrerá de 23 a 26 de janeiro de 2018. Os organizadores do evento – a Messe Düsseldorf e sua subsidiária, OOO Messe Düsseldorf Moscou – estão esperando cerca de 600 empresas participantes da Rússia e de outros países. Uma forte participação é antecipada do país anfitrião, bem como da Alemanha, Itália, Áustria e Turquia, em particular. A data de encerramento oficial para as inscrições para a interplastica 2018 é 4 de outubro de 2017. Os formulários correspondentes estão disponíveis on-line em http://www.interplastica.de.

A economia russa começou a crescer novamente em 2017 e espera-se que o PIB aumente entre 0,5 e 2%. Os investimentos provavelmente aumentarão em 1,5%. Setores selecionados, incluindo as indústrias de máquinas, automotiva, aeroespacial, eletrônica, de informática e telecomunicações, química e de mineração, estão sendo apoiados pelo governo. Plantas petroquímicas e de geração de gás industrial estão sendo construídas para a fabricação de produtos intermediários e finais com maiores margens e com o objetivo de melhorar a oferta de matérias-primas a partir de fontes domésticas para a própria indústria química do país. Os setores de manufatura e processamento de plásticos, que já aumentaram suas capacidades há algum tempo, também estão se beneficiando desse apoio (Fonte: GTAI – Germany Trade & Invest).

Uma perspectiva consideravelmente melhor para a indústria de plásticos e borracha já era aparente na interplastica em Moscou em janeiro de 2017. Os expositores informaram que os empresários estavam extremamente interessados ​​em suas apresentações – e alguns até estavam prontos para colocar pedidos. Os visitantes comerciais aproveitaram a oportunidade para se familiarizarem com novos desenvolvimentos no mercado global e iniciarem negociações com os fornecedores no evento. Tudo isso é um bom augúrio para a próxima feira, particularmente porque continua a haver uma necessidade considerável de investimento em amplos setores da indústria de transformação na Rússia.

É por este motivo que os visitantes comerciais russos e vindos de países vizinhos continuam altamente interessados ​​em tecnologias inovadoras. É também a razão pela qual o evento de exposição e conferência “3D fab + print Rússia” está sendo expandido para se concentrar nas áreas em rápido crescimento de fabricação aditiva e impressão em 3D. A estréia do evento na interplastica 2017 atraiu atenção generalizada, de modo que todas as apresentações tiveram um ótimo público. Especialistas da Rússia e de outros países estarão novamente discutindo novidades, oportunidades e desafios nesse jovem setor tecnológico e os expositores estarão apresentando seus produtos e soluções no evento.

O Polymer Plaza no Pavilhão 1 será parte integrante do programa na feira interplastica. Cinquenta e oito por cento de todos os visitantes que participaram da interplastica 2017 estavam muito interessados ​​nas apresentações e discussões relacionadas à produção, aplicações e processamento de matérias-primas e foram unânimes em sua opinião de que os resultados compartilhados no evento seriam realmente úteis para suas atividades de negócio. O evento de 2018 se concentrará em produtos leves e de compósitos – assuntos que uma pesquisa junto aos visitantes da feira interplastica mostrou serem considerados particularmente importantes.

A interplastica 2018 ocupará novamente os pavilhões 1, 2 e 8 no Expocentr Krasnaya Presnya em Moscou. A upakovka – processamento e embalagem – feira líder da Rússia para a indústria de embalagens e indústria de processamento associada – também ocorrerá ao mesmo tempo e estará diretamente ligada ao Hall Forum. Isso significa que os expositores e os visitantes poderão novamente beneficiar de efeitos de sinergia interessantes.

A interplastica faz parte da marca Global Gate, na qual a Messe Düsseldorf integrou suas atividades mundiais para a indústria de plásticos e borracha. O portfólio de produtos inclui 10 eventos que se baseiam na competência e experiência adquirida com a organização da feira líder mundial – a K, em Düsseldorf -, bem como da realização de eventos regionais de sucesso. As 10 feiras representam plataformas de comunicação profissional e, portanto, abrem as portas para mercados de crescimento altamente promissores na Europa Central e Oriental, Oriente Médio, África do Norte, China, Índia e Sudeste Asiático. Todas as informações estão disponíveis em www.k-globalgate.com.

Fonte: Messe Duesseldorf

Curta nossa página no

Anúncios

Messe Düsseldorf apóia três feiras do portfólio internacional Global Gate em Setembro

25/07/2017

Messe Düsseldorf intensifica atividades em mercados de crescimento atrativos: interplastica Kazan, T-Plas e IRAN PLAST

Em setembro de 2017, empresas da indústria global de plásticos e borrachas orientadas para a exportação poderão explorar alguns mercados interessantes: a interplastica Kazan no Tartaristão (Rússia), a T-Plas em Bangkok (Tailândia) e a IRAN PLAST em Teerã (Irã) oferecerão a fabricantes de máquinas, produtores de matérias primas e processadores de plásticos oportunidades para terem contato com um novo círculo de clientes. A Messe Düsseldorf, organizadora da feira K, evento-referência mundial da indústria de plásticos e borracha, acompanhará os seus clientes nessas feiras, as quais fazem parte do portfólio de produtos Global Gate.

Tendo como base a feira interplastica de Moscou, que emergiu como a exposição líder da indústria de plásticos na Rússia, a interplastica Kazan – Feira Internacional de Plásticos e Borracha em conjunto com o Fórum de Petróleo, Gás e Petroquímica do Tartaristão – foi lançada na região econômica de Kazan / Tartaristão em 2015. A República Autônoma do Tartaristão é uma das regiões mais industrializadas e de mais rápido crescimento da Rússia. Graças aos extensos depósitos de petróleo e gás natural da região, o governo atualmente pode investir montantes substanciais em segmentos industriais relacionados. A interplastica Kazan ocorrerá de 6 a 8 de setembro de 2017. São esperados mais de 200 expositores.

Na Tailândia, a indústria de processamento de plásticos é considerada como um importante pilar do desenvolvimento econômico do país – um desenvolvimento que tem se caracterizado por um aumento constante da demanda doméstica de produtos plásticos, a uma taxa de crescimento anual média de 3,3%. Considerado como o melhor evento da Tailândia para a indústria de plásticos, a T-Plas em Bangkok tem um enfoque regional direcionado para essa próspera região industrial do Sudeste Asiático e, como tal, tem se tornado um ímã não só para a indústria de transformação, mas também para indústrias de consumo relevantes. Em linha com o conceito industrial nacional “Tailândia 4.0”, a próxima feira T-Plas, que acontecerá de 20 a 23 de setembro, focalizará seis segmentos de aplicação que foram designados como áreas com potencial significativo para o futuro e, portanto, qualificam-se para financiamento governamental: automotivo, biopolímeros, estilo de vida, medicina e cuidados de saúde e E + E. Cerca de 300 expositores de 20 países apresentarão seus produtos e soluções na T-Plas. As parcerias oficiais de exposição já registradas provêm da China, Alemanha, Malásia, Áustria, Cingapura e Taiwan. Mais de 8 mil visitantes da indústria são esperados no Centro Internacional de Comércio e Exposição de Bangkok (BITEC). A Pack Print International, 6ª Exposição Internacional de Embalagens e Impressão para a Ásia será realizada ao mesmo tempo. Em combinação, esses eventos oferecerão aos expositores e visitantes sinergias interessantes e uma visão abrangente de indústrias dinâmicas e com crescimentos intimamente conectados.

Poucos dias depois, o Irã se tornará o foco da indústria internacional de plásticos e borracha. O Irã, um país com uma população de 75 milhões de habitantes, tem uma sólida indústria de petróleo e gás que representa mais de 50% das exportações do país. Há uma significativa demanda represada no setor de bens de investimento, particularmente para máquinas e linhas. A IRAN PLAST, realizada pela 11ª vez neste ano, emergiu como a mais importante feira especializada no Irã. Estabelecida em 2015, a extensiva parceria entre o anfitrião, a Companhia Nacional Petroquímica Iraniana (NPC), e a Messe Düsseldorf continua forte.

A última IRAN PLAST, que aconteceu em abril de 2016, recebeu 920 expositores. O evento deste ano, que acontecerá de 24 a 27 de setembro de 2017 no centro de exposições de Teerã, provavelmente terá uma visitação semelhante. O interesse dos expositores internacionais nessa feira aumentou significativamente, o que também é evidente pelo fato de que somente os expositores que trabalham com a Messe Düsseldorf são provenientes de 21 países diferentes, tendo reservado um espaço de exposição líquido de mais de 2.800 metros quadrados – quase 40% a mais do que na feira anterior. O maior contingente, composto por cerca de 60 empresas, vem da Alemanha, seguido de perto pela Itália, Áustria, França, Suíça e Coréia. Os participantes nacionais oficiais são Alemanha, Finlândia, França, Áustria e Suíça.

Mais informações podem ser obtidas nos links a seguir:

www.k-globalgate.com
www.k-globalgate.com/interplastica_kazan
www.k-globalgate.com/iranplast
www.k-globalgate.com/T-Plas

Reunidos sob o portfolio Global Gate, a Messe Düsseldorf consolidou suas atividades globais para a indústria de plásticos e borracha em uma única marca. A carteira de produtos correspondente se beneficia da vasta experiência e conhecimentos que a Messe Düsseldorf ganhou como organizadora da feira líder mundial K em Düsseldorf e muitos eventos regionais de sucesso. Operando a partir de Düsseldorf, a equipe internacional da Messe Düsseldorf é responsável por todas as feiras incluídas no portfólio, tendo o apoio de subsidiárias e agências locais, bem como de associações e organizações de parceiros regionais. Todas as dez feiras da marca Global Gate são plataformas de comunicação profissionais e facilitadores para uma rápida colocação em mercados de crescimento promissores, como a Europa Central e Oriental, Oriente Médio, África do Norte, China, Índia e Sudeste Asiático.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Messe Düsseldorf

Curta nossa página no

Prévia da K 2016 antecipa onda de inovações a serem lançadas durante a feira em outubro, em Düsseldorf

08/07/2016

K2016_Preview-01

Inovações nas áreas de matérias-primas, máquinas, processos, aditivos e aplicações, bem como novos desenvolvimentos relacionados à indústria 4.0, à impressão 3D, automação, robótica, reciclagem e purificação de matérias-primas foram exibidos na avant-premiére da feira K 2016, organizado pela Messe Düsseldorf entre os dias 26 a 29 de junho, no pavilhão de feiras de Düsseldorf, na Alemanha. Mais de 70 jornalistas de 32 países participaram do evento, no qual 14 expositores apresentaram algumas das inovações que irão exibir durante a K 2016, entre 19 a 26 de outubro, em Düsseldorf.

Um debate com representantes das organizações de apoio à K 2016 e a Messe Düsseldorf abriu o evento, com a participação do Sr. Werner M. Dornscheidt (Presidente e CEO da Messe Düsseldorf), Dr. Rüdiger Baunemann (Diretor Geral da PlasticsEurope Deutschland eV) , o Sr. Thorsten Kuhmann (Diretor Gerente da Associação dos Fabricantes de Máquinas para Plásticos e Borracha da Alemanha, dentro da VDMA), o Sr. Boris Engelhardt (Diretor Gerente da Associação da Indústria de Borracha Alemã – WDK) e o Dr. Oliver Möllenstädt (Diretor Geral da Associação de Processadores de Plásticos da Alemanha – GKV). Durante o painel , o foco da discussão foi a busca do caminho em direção ao crescimento económico para a indústria de plásticos, mas também alguns desafios, tais como implementar a Indústria 4.0 ou como evitar o lixo marinho, foram amplamente debatidas.

K2016_Preview-02

BASF, Sepro, Erema, Battenfeld-Cincinnati, Haiti, Sikora, Reifenhäuser, Huntsmann Tecnoelastomeri, Huntsmann Pigmentos e Aditivos, Hekuma, Lanxess, Arlanxeo, LPKF, Sumitomo Demag e Wacker apresentaram seus novos produtos e tecnologias para os meios de comunicação internacionais em apresentações seguidas de questões levantadas pelos jornalistas.

As novidades apresentadas pela BASF incluíram seu novo portfólio de Poliftalamidas para componentes sofisticados nas indústrias automotiva e eletrônica; o seu portfolio de poliamida especialmente projetados para o duto de ar de admissão em motores de combustão; a simulação de formação de espumas de sistemas de PU para interiores de automóvel, os biopolímeros Ecovio e uma nova geração de estabilizadores de luz contra condições climáticas adversas.

A Reifenhäuser afirmou que eles “estão estabelecendo os novos padrões para além do atual estado da arte” na produção de máquinas de extrusão para filmes soprados de alta qualidade, filmes planos, monofilamentos, fitas e não-tecidos.

A Sepro anunciou que trará 26 robôs para a K 2016, enfatizando o papel que desempenha no cenário da Indústria 4.0. Dois desses robôs deverão ser os maiores em operação durante a feira: um robô de feixe  cartesiano de 5 eixos será demonstrado juntamente com um novo robô de braço articulado de 6 eixos, que é resultado do acordo da parceria recente com a Yaskawa Motoman .

A Erema apresentou o conceito “Careformance’, anunciando a empresa como a primeiro na indústria de reciclagem de plásticos a apresentar um extensivo pacote de fábrica inteligente tanto para os recicladores como para os produtores, na era da “Reciclagem 4.0 ‘.

A Wacker destacou o desenvolvimento da primeira impressora 3D em escala industrial para os silicones. A empresa também apresentou novas aplicações para filmes de silicone, novos aditivos de silicone para compósitos madeira plástica e uma nova borracha de silicone líquido com dureza shore extremamente elevada, além de outras inovações em tecnologias de silicone.

A Battenfeld-Cincinnati anunciou seus mais recentes desenvolvimentos para os setores de tubos, perfis e chapas para termoformagem, como uma nova série de extrusoras de rosca simples com uma unidade de processamento que oferece temperatura do material fundido mais baixas e custos de energia reduzidos em até 15%. Linhas inovadoras de chapas para termoformagem, pilhas de rolos para bobinamento e extrusoras de rosca  dupla também serão exibidas durante a feira.

A Sikora destacou suas tecnologias inovadoras para medição, controle, inspeção, análise e triagem. A empresa apresentou um sistema de inspeção e análise on-line / off-line de pellets, flocos e filmes / fitas com base em tecnologias de infra-vermelho, óticas ou de raios-X, bem como um método para medir com precisão o diâmetro interno / externo, ovalização, espessuras de parede e flacidez de grandes tubos de plástico.

A Huntsman Pigments & Additives enfatizou seus novos pigmentos de dióxido de titânio de tom azulado  para embalagens de filmes multicamadas e filmes duráveis para aplicações externas. Também apresentou uma adição de um novo grade com uma melhor reflexão solar à sua gama de pigmentos Altirium, bem como desenvolvimentos em pigmentos coloridos.

A Huntsman TPU falou sobre transferência de tecnologia e como a natureza acelerada das indústrias de esportes, lazer e vestuário, e a necessidade de contínua inovação em materiais está fomentando o uso de TPU em novas aplicações industriais. A Huntsman Tecnolelastomeri descreveu como a empresa alemã  Raeder Vogel está usando os seus sistemas de poliuretano para criar uma família de rodas e rolamentos de poliuretano duráveis  para uso em aplicações industriais extremas.

A Lanxess destacou suas soluções de peso reduzido para a indústria automotiva, especialmente algumas que serão utilizados no novo veículo Honda Clarity 2016 com célula de combustível de hidrogênio de 2016. Outros desenvolvimentos incluíram: componentes de bateria para motociclistas verdes, novas poliamida 6.6 com 60% de fibras de vidro,  e componentes de compósitos ultra-finos decorados em uma etapa de processamento único.

A Arlanxeo, a nova joint venture formada pela Lanxess e Saudi Aramco, apresentou-se como uma líder global em borracha sintética com unidades de negócios em borrachas para Pneus & Especialidades  e Elastômeros de alto desempenho. Desenvolvimentos introduzidos pelo Arlanxeo compreenderam: Elastômeros que ajudam a reduzir os danos causados pelo fogo, elastômeros para aplicações de baixa temperatura, e outros.

A LPKF apresentou a sua tecnologia de solda plástica com laser que está substituindo, em muitas áreas de aplicação, processos de união convencionais, tais como colagem ou soldag ultra-sônica. Segundo a LPKF, a produção está sendo cada vez mais convertida em tecnologias de solda a laser em  setores sensíveis à qualidade e ao custo, incluindo produtos automotivos, médicos e de consumo.

A Haitian enfatizou sua estratégia de produto que desloca a produção de pequenas máquinas injetoras para máquinas elétricas, bem como de grandes máquinas para tecnologia de duas placas. A Haitian também enfatizou a sua expansão de unidades em todo o mundo e a expansão do Serviço na Europa. Novos desenvolvimentos incluem a atualização de máquinas de dois cilindros e soluções elétricas.

A Hekuma apresentou os seus sistemas de automação para o ambiente de moldagem por injeção. A empresa também defendeu suas soluções de requisitos complexos no projeto da máquina e na execução técnica de extrema precisão em altas velocidades.

A Sumitomo Demag anunciou que a empresa vai se concentrar principalmente em inovações de aplicações para máquinas elétricas. O segundo foco da empresa durante a Feira K será na área de embalagens. Neste caso,  ciclos rápidos e produtividade correspondem à maior demanda dos clientes. Além disso, a Sumitomo Demag irá se concentrar na sua tecnologia “Indústria 4.0” para todos as máquinas de plásticos elétricas.

Na K 2016, mais de 3.000 expositores de todos os continentes estarão apresentando seus mais recentes desenvolvimentos nas áreas de máquinas e equipamentos para a indústria de plásticos e borracha, matérias-primas e auxiliares, produtos semi-acabados, peças técnicas e produtos plásticos reforçados. A feira, que estará aberta das 10:00 até 18:00 de quarta-feira, 19 de outubro de até quarta-feira, 26 de outubro, espera atrair cerca de 200.000 visitantes profissionais de todo o mundo.

Curta nossa página no

Feira Interplastica na Rússia despertou alto nível de interesse, apesar dos tempos difíceis

26/02/2016

interplastica_logoA tecnologia ocidental para a produção de embalagens e processos relacionados, bem como para a fabricação de produtos de plástico e de borracha, ainda é altamente valorizada por empresas russas. No entanto, as condições políticas atuais, a queda do preço do petróleo, um rublo continuamente fraco, com uma taxa de inflação de aprox. 15,8 % no ano passado, bem como pouca disponibilidade para empréstimos tem dificultado os investimentos, especialmente para pequenas empresas.

Por outro lado, ainda é necessário um investimento considerável na Rússia e em países vizinhos. Acima de tudo, a demanda foi colocada sobre a indústria doméstica de bens de consumo, a indústria de alimentos e a indústria de embalagens no sentido de que estas otimizem os seus processos de produção e qualidade de produtos, a fim de poderem substituir importações. Portanto, a obtenção de informações sobre tecnologias inovadoras, a manutenção de relações comerciais com fornecedores ou o estabelecimento de novas relações representaram o principal foco dos visitantes da Interplastica e UPAKOVKA / Upak Italia 2016. De 26 a 29 de janeiro passados, 20.900 visitantes profissionais provenientes da Rússia e seus países vizinhos vieram ao Moscou Expocentre em Krasnaya Presnya – cerca de 1.900 a mais que em 2015. A atmosfera dentro dos pavilhões era notavelmente excitante. Os expositores relataram a existência de empresários extremamente interessadas, que também estavam, em parte, prontos para fazer encomendas. Um total de 828 empresas de 38 países apresentaram sua gama de ofertas em ambas as feiras.

“A Rússia ainda é um mercado potencialmente significativo, embora esteja atualmente passando por tempos difíceis. No momento, para as pequenas e médias empresas russas, em particular, não está sendo fácil – o problema do financiamento dos investimentos previstos é um bastante grande. No entanto, o mercado, de forma alguma, chegou a uma paralisação. Há ainda um elevado grau de interesse em máquinas inovadoras de alta qualidade e em sistemas e materiais. As empresas querem investir e também estão fazendo um esforço para implementar os projetos planejados. Em tal situação, as feiras comerciais desempenham um papel importante. Com sua participação, os expositores tem demonstrado que eles não tem apenas como objetivo em mente o sucesso a curto prazo, mas estão fazendo esforços para manter relacionamentos de forma sustentável. Isto foi claramente recompensado “, comentou Matthias Werner Dornscheidt, Chairman e CEO da Messe Düsseldorf. A empresa organiza as duas feiras comerciais especializadas: a Interplastica e a UPAKOVKA / Upak Italia, em conjunto com sua subsidiária, a Messe Düsseldorf Moscou OOO, sendo que a última feira é implementada em colaboração com a organizadora italiana CPA.

Os visitantes foram unânimes em expressar um feedback positivo sobre a versátil gama  de empresas e produtos, os inúmeros lançamentos de produtos, bem como sobre a presença de muitos líderes de mercado. Fornecedores especiais e recém-chegados também estavam contentes com a atividade animada em seus estandes de feiras.

Para os fabricantes de máquinas alemães, a Rússia ainda é um mercado de vendas interessante, mesmo que os valores estejam atualmente em declínio. Durante o período de janeiro a novembro de 2015, os embarques de exportação alemãs de máquinas para processamento de plásticos e borracha para a Rússia totalizaram 118,8 milhões de euros, o que é uma diminuição de 16,7 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar desta diminuição das encomendas, a Alemanha continua a ser o fornecedor mais importante neste segmento. Em 2014 (dados para 2015 ainda não estão disponíveis), a fatia de mercado alemã estava em 23,9 %, seguida pela Itália com 12,6%, sendo bem à frente da China, cuja quota de mercado foi de 11,6 por cento. A exportação mundial de plásticos e máquinas de borracha para a Rússia apresentou um aumento de 4,1 por cento em 2014 em comparação ao ano anterior, correspondendo a um valor total de 666.0 milhões de euros.

Bernd Notel da Associação alemã para plásticos e máquinas de borracha ( VDMA) está satisfeito pelo fato de que as relações comerciais russo-alemãs tem sido tradicionalmente repletas de confiança e que continuam, mesmo em tempos difíceis. “Máquinas “made in Germany” tem uma boa reputação aqui e o serviço prestado pelas empresas alemãs é muito apreciado. Fornecedores alemães aproveitaram a sua presença durante a feira para manter um contato estreito com seus clientes e apresentar suas inovações. O financiamento dos investimentos planejados e necessários representa atualmente o maior problema. No entanto, definitivamente há otimismo para o futuro – especialmente porque parece que estão sendo desenvolvidos esforços pelo governo russo para impulsionar a expansão da produção doméstica. O desenvolvimento da cadeia de valor agregado tem sido negligenciada – sendo que os atuais preços baixos do petróleo e do gás tem permitido algum movimento neste campo”. Notel também declarou que muitas empresas alemãs chegaram à Interplastica com expectativas moderadas, mas foram claramente surpreendidas pelo aumento do número e da alta qualidade de contatos estabelecidos.

Como é habitual, a Itália foi fortemente representada durante a Interplastica. Nas salas 1 e 3, havia inúmeros expositores individuais e também grandes stands que ofereciam um amplo panorama das ofertas. E, embora os fabricantes italianos não tenham podido vender tantas máquinas e ferramentas para a Rússia como em 2013, as empresas estão contando com os bons contatos com os clientes que têm persistido por muitos anos, bem como na qualidade de seus produtos. Isso foi confirmado por Mario Maggiani, CEO da Associação dos Fabricantes de Máquinas Italianas, Assocomaplast: “As exportações de máquinas para plásticos e borracha, bem como moldes, caíram 12 por cento em 2014 em relação ao ano anterior, ou seja, de 119,5 para 105,3 milhões de euros. E se dermos uma olhada em 2015, temos que assumir inclusive um declínio de 20 a 30 por cento, à luz dos dados existentes até hoje para os três primeiros trimestres. Desse modo, a Rússia caiu para oitavo lugar em nossas estatísticas de exportação, depois de ter sido um dos cinco mercados de vendas mais importantes para os fabricantes italianos de máquinas para plásticos e borracha por muitos anos”. No entanto, Maggiani também comentou que, embora não se espere nenhuma melhoria rápida em face da difícil conjuntura econômica, em particular, do rublo fraco, da queda do preço do petróleo e das sanções, a grande afluência de visitantes na Interplastica, bem como as discussões específicas, foram claramente muito além das expectativas dos expositores italianos.

A gama de ofertas de expositores da Interplastica foi complementada por um programa de apoio especializado. No “Ponto de Encontro de Matérias-Primas”, aconteceram palestras e rodadas de discussões onde matérias-primas, a reciclagem de plásticos e aditivos de produção foram os temas de foco. Além disso, expositores apresentaram produtos e processos inovadores em seminários abertos.

A próxima Interplastica em Moscou acontecerá de 24 a 27 Janeiro de 2017, novamente em paralelo com a UPAKOVKA / Upak Italia. Mais informações estão disponíveis on-line em http://www.interplastica.de e na Messe Düsseldorf GmbH, o Sr. Thomas Franken, tel. 0211 / 4560-7739, e-mail: FrankenT@messe-duesseldorf.de e Claudia Wolfgram, Tel. +49 (0) 211-4560-7712, E-mail: WolfgramC@messe-duesseldorf.de

Fonte: Messe Duesseldorf

Curta nossa página no

Feira K 2016 em Düsseldorf terá mais de 3.000 expositores

16/07/2015
Werner M. Dornscheidt, Presidente e CEO da Messe Düsseldorf, organizadora da K 2016

Werner M. Dornscheidt, Presidente e CEO da Messe Düsseldorf, organizadora da K 2016

A demanda por stands na feira K 2016 aumentou mais uma vez. A principal feira mundial da indústria de plásticos e borracha apresentará novamente um panorama completo de ofertas para o mercado. Mais de 3.000 expositores  apresentarão seus produtos e serviços entre 19 e 26 de outubro de 2016, em Düsseldorf, na Alemanha. A seguir,  entrevista com Werner M. Dornscheidt, presidente do Conselho de Administração da Messe Düsseldorf GmbH, organizadora da feira.

Pergunta: Sr. Dornscheidt, há algumas semanas que se encerraram as inscrições para participação na K 2016 ? Qual foi a ressonância percebida na indústria mundial de plásticos e borracha  ?

Resposta:  – Extremamente positiva ! A demanda por espaço de exposição aumentou novamente e os 19 pavilhões do Centro de Exposições da Messe Düsseldorf estão lotados. Participarão da feira mais de 3.000 expositores de todos os continentes, apresentando suas inovações. O espectro das empresas participantes alcança desde grandes grupos que operam a nível mundial até start-ups,  abrangendo todas as áreas do mercado global de polímeros. A K 2016 tem uma oferta única pela sua amplitude e profundidade.

P – Participarão então todas as empresas que se inscreveram até agora?

R Nosso compromisso é: todas as empresas que tenham se inscrito até 31 de Maio e cuja exposição se adapte aos termos da K 2016 terão um stand. Em alguns casos, será necessário chegar a um compromisso sobre o tamanho do stand, mas estou totalmente convencido de que vamos encontrar uma boa solução para todos os clientes.

P – O que tem de especial a feira K de Düsseldorf ? Alguns outros eventos do setor já atraem também um número alto de expositores.

R A feira K é a plataforma para lançamentos da indústria de plásticos e borracha;  nenhuma outra feira gera uma variedade tão grande de lançamentos. As empresas do setor em todo o mundo já estão trabalhando hoje para fazer a melhor apresentação possível na feira de Outubro de 2016, em Düsseldorf. A melhor apresentação possível, quer dizer, com inovações interessantes. Para terem êxito competitivo, são imprescindíveis produtos inovadores. Somente aqueles que possuem novas tecnologias que ofereçam vantagens reais para os clientes podem se diferenciar no contexto da intensa concorrência global. Outra característica distintiva da K é a grande internacionalidade, tanto dos expositores quanto dos visitantes. Por um lado, é uma garantia de que serão apresentadas, para os visitantes profissionais, todas as áreas de oferta a nível do mercado mundial. Por outro lado, os expositores terão acesso a especialistas do setor provenientes de mais de 100 países e poderão se reunir com potenciais clientes que não poderiam alcançar por outros meios.

P – A inovação se situa no cerne da K 2016. Além das mostras dos expositores, haverá uma programação complementar paralela para informar sobre as novidades e as perspectivas do setor?

R Tanto as empresas industriais como os institutos de pesquisa mostrarão na K 2016 os desenvolvimentos e as perspectivas futuras da indústria de plásticos e borracha. Isto ocorrerá nos stands de expositores e também na extensa programação complementar que oferece vantagens adicionais para os visitantes. Para mencionar apenas dois elementos: na exposição especial do Pavilhão 6 será mostrado como o plástico pode moldar nosso futuro e resolver os problemas de amanhã, dos pontos de vista funcional, estético e de sustentabilidade. Temas como, por exemplo, a eficiência no uso de recursos, construção leve, novos materiais e a Indústria 4.0, além de assuntos relacionados aos detritos marinhos, serão discutidos em mesas redondas e multimídia. A exposição especial é organizada pela indústria alemã do plástico, sob a direção da Plastics Europe Deutschland e da Messe Düsseldorf. Enquanto a exposição especial atrai os responsáveis pela tomada de decisões do setor e, por meio de multiplicadores e meios de comunicação, atrai também o grande público, o Campus de Ciência é o ponto de encontro da comunidade científica. Instituições, universidades e faculdades têm aqui os resultados mais recentes de suas pesquisas sobre o complexo tema do plástico e borracha e podem manter um diálogo com os utilizadores industriais.

P – Com uma oferta tão abrangente, os visitantes profissionais podem encontrar também todos os outros elementos destacados na feira ?

R Tenho absoluta certeza! A K 2016 tem uma oferta extremamente abundante, mas está muito claramente estruturada. Os pavilhões de exposições estão divididos nas áreas de:
• Matérias-primas e materiais auxiliares
• Produtos semi-acabados, peças técnicas e produtos plásticos reforçados
• Máquinas e equipamentos
• Serviços.
Esta estrutura garante que todos os visitantes podem encontrar, diretamente e sem perda de tempo, os expositores que se ajustam a seus interesses profissionais. Uma oferta de serviços completa via Internet facilita a preparação e a visitação durante a feira. E, como ajuda adicional, há também uma ferramenta – o Innovation Compass (Bússola da Inovação) – que auxilia os visitantes a localizarem melhor as inovações dos expositores.

P – No panorama global de feiras para a indústria do plástico e borracha estão ocorrendo mudanças nas datas. Como se posiciona a K 2016?

R – Graças ao volume da sua oferta e à sua enorme internacionalidade, a feira K tem uma posição global única. Ela é considerado como o núcleo do setor e o ponto de partida para as decisões de políticas para soluções de produtos, processos e problemas. Um dos segredos do sucesso da K é o seu conceito, o qual temos adaptado e desenvolvido continuamente desde o início, juntamente com empresas e associações industriais. Esta colaboração tem demonstrado sua eficácia e tem feito com que a feira se encontre no topo, indiscutivelmente, já há décadas. Durante esse tempo, temos observado que os expositores e responsáveis pela tomada de decisões tem grande preferência por Dusseldorf. O pessoal da indústria no mundo todo está reorganizando seus calendários para garantir que não haja choque com as datas da K.

Feira K 2016 n° 1 mundial para os plásticos e borracha (19 a 26 de outubro de 2016)

A feira mundial mais importante da indústria de plásticos e borracha apresenta novamente em 2016 todo o espectro da oferta do setor: desde a situação técnica mais avançada, passando por inovações pioneiras, até desenvolvimentos visionários. Durante a K 2013, estiveram presentes 3.220 expositores de 59 países e  218.000 visitantes profissionais de mais de 100 países que usaram a feira como plataforma de informações de negócios e de investimento. 82% dos visitantes da K 2013 estavam diretamente envolvidos nas decisões de investimento. Os grupos de visitantes da K são os fabricantes de produtos plásticos e de borracha, além de desenvolvedores, construtores e técnicos de produção das indústrias utilizadoras, como, por exemplo, a indústria automotiva, de bens de consumo, elétrica e eletrônica, aeroespacial e de construção.

A K 2016 será realizada nos 19 pavilhões da Messe Düsseldorf. Os fornecedores de máquinas e equipamentos são, tradicionalmente, o maior grupo de expositores. As apresentações ao vivo de unidades de produção complexas durante a feira são únicas em todo o mundo. Entre os fabricantes de matérias-primas, produtos semi-acabados e peças técnicas, produtos e novas aplicações e soluções que economizam energia e de interesse ecológico atraem a maior atenção.

A K 2016 será abeerta na quarta-feira, 19 outubro, e terminará na quarta-feira, 26 de outubro de 2016. o horário da feira é das  10:00 às 18:30. Mais informações podem ser encontradas em  www.k-online.com

Fonte: Press Service (Messe Düsseldorf)

Curta nossa página no

Feira K 2016 – apontando o caminho a seguir para a indústria mundial de plásticos e borracha

23/04/2015

A apenas algumas semanas da data de encerramento das inscrições de expositores, a Messe Düsseldorf está registrando uma demanda muito grande por espaço de exposição

k2016Faltando algumas semanas para a data limite das inscrições para espaço de exposição na K 2016, uma coisa já é certa: a feira vai novamente proporcionar uma visão completa do mercado mundial da indústria de plásticos e borracha. Cerca de 3.000 expositores estarão presentes na principal feira mundial do setor, que se realiza de 19 a 26 de outubro de 2016. A demanda por espaço de exposição é extremamente animadora e todos os 19 pavilhões do recinto da feira de Düsseldorf serão mais uma vez totalmente ocupados. Empresas de todos os continentes já se inscreveram para apresentar suas inovações nas seguintes categorias de exposição:

– Matérias-primas e produtos auxiliares
– Produtos semi-acabados, peças técnicas e plásticos reforçados
– Máquinas e equipamentos para a indústria de plásticos e borracha.

“Graças à sua inigualável amplitude de oferta e à internacionalidade incomparável de expositores e visitantes, a feira situa-se em uma classe única em todo o mundo. É o lugar onde são tomadas as decisões-chave para produtos, processos e resolução de problemas, além de apontar o caminho a seguir nos próximos anos para toda a indústria”, diz Werner M. Dornscheidt, Presidente e CEO da Messe Düsseldorf. “Estamos muito satisfeitos pela demanda por espaço de exposição ser mais uma vez extremamente dinâmica. As empresas do mundo dos plásticos e borracha sabem que podem contar com um excelente trampolim para o sucesso dos seus negócios a cada três anos em Düsseldorf. As inscrições para K 2016 ainda podem ser feitas até 31 de maio de 2015. ”

As apresentações de empresas expositoras na K 2016 serão complementadas por uma mostra especial,  ilustrando o potencial de plásticos e borracha para aplicações no futuro. Fazendo referência a exemplos de diferentes setores, ela mostra a extensão com que as propriedades diversificadas dos plásticos moldam nossas vidas hoje e as contribuições que eles podem oferecer para a solução de importante problemas cotidianos. A mostra especial está sendo organizada pela indústria de plásticos da Alemanha, sob os auspícios da PlasticsEurope Deutschland eV e da Messe Düsseldorf.

Outro destaque do programa paralelo à K 2016 será o Campus da Ciência, o fórum de pesquisa e ensino. O Campus da Ciência oferece uma visão compacta das atividades e descobertas das universidades e organizações científicas e ajuda a intensificar o diálogo entre a pesquisa e a indústria.

Informações sobre os assuntos relacionas à K 2016 e à indústria estão disponíveis em www.k-online.com. Relatórios de ciência e pesquisa atualizados regularmente podem ser encontrados no site, juntamente com artigos da imprensa especializada internacional. A gama de informações fornecidas pelo site também se estende a outros eventos para a indústria de plásticos e borracha nos quais a Messe Düsseldorf está envolvida. O serviço é arrematado com uma lista dos meios de comunicação especializados mais importantes do mundo e uma retrospectiva da K 2013.

A K 2016 será realizada em toda a área dos pavilhões da Messe Düsseldorf. Será aberta diariamente de quarta-feira, 19 de outubro de 2016, até quarta-feira, 26 de outubro de 2016, das 10:00 às 18:30.

Fonte: Messe Düsseldorf

Curta nossa página no

Feiras ArabPlast e TeknoTube atraíram mais de 18.000 visitantes

09/02/2011

As feiras ArabPlast e a Tekno Tube de 2011, que ocorreram simultaneamente de 8 a 11 de janeiro, no Dubai International Convention and Exhibition Centre, atraiu 18.680 visitantes.

Dr. Rashid Ahmed Bin Fahad, Ministro do Meio Ambiente & Água dos Emirados Árabes Unidos, disse durante a abertura da ArabPlast e Tekno Tube: “O sucesso da ArabPlast / TeknoTube 2011 demonstra a robustez da indústria de feiras nos Emirados Árabes Unidos. “

A ArabPlast e a Tekno Tube são a plataforma líder de negócios para a indústria, em um mercado com grandes investimentos e grande futuro para os plásticos e petroquímicos  nos países do Golfo Pérsico, em geral, e nos Emirados Árabes Unidos, em particular.

A ArabPlast 2011, principal feira de Plásticos, Borracha e processamento de Plásticos no Oriente Médio, realizou a sua 10 ª edição com participação internacional importante.

A Tekno Tube, Feira internacional de Máquinas Industriais e Ferramentaria, único evento especializado do gênero no Oriente Médio, no seu vigésimo ano, contribuiu para fomentar este crescimento conjunto das feiras,  provando ser a plataforma ideal para as empresas fazerem incursões no florescente mercado do Oriente Médio.

Na ArabPlast e Tekno Tube 2011, foi registrada a presença de mais de 50 empresas alemãs e também apresentações conjuntas da Áustria, Itália e Portugal. Na Tekno Tube, houve apresentações conjuntas da China, Áustria e Alemanha .

O Sr. Satish Khanna, Gerente Geral dos organizadores da Feira, Al Fajer Information & Services, disse:  “O fato de que Arabplast e a Tekno Tube atraíram 800 expositores, representando 40 países, e o aumento de 25 por cento na área de exibição em comparação com a última edição, é uma clara evidência de que os Emirados Árabes Unidos são a plataforma ideal para se atingir o mercado do Oriente Médio. “

Erhard Wienkamp, Diretor da Divisão da Messe Düsseldorf, comentou: “A ArabPlast e a Tekno Tube têm reforçado as suas posições como as plataformas de negócios líderes em um mercado com grandes investimentos e um grande futuro. A feira representa o sucesso de uma parceria que vem unindo a Messe Düsseldorf e a Al Fajer Information & Services por mais de seis anos. Os Emirados Árabes Unidos emergiram com sucesso como o centro regional dos mercados do Oriente Médio. As empresas regionais e internacionais consideram que este mercado é benéfico para suas operações.  Estou muito satisfeito pelo fato de que a Messe Düsseldorf pôde acrescentar know-how e experiência para o sucesso da ArabPlast / Tekno Tube 2011 e estou ansioso para manter a nossa parceria em andamento, para o benefício dos nossos clientes.”

Khanna acrescentou: “Na ArabPlast 2011, os negócios relacionados com máquinas ultrapassou a casa dos 4,61 bilhões de Dirhams (moeda dos Emirados Árabes), envolvendo principalmente companhias européias e asiáticas. Houve uma enorme afluência de fábricas de plásticos regionais, que encararam a feira como uma plataforma ideal para compra de máquinas, ao invés de viajar ao exterior para fazer pedidos. Os governos do Golfo Pérsico estão abrindo as portas para os produtores de plásticos e as fábricas estão aproveitando esta oportunidade para produzir plásticos no mercado interno. As empresas petroquímicas no Golfo Pérsico também estão apoiando os produtores de plásticos para aumentar a sua competitividade e a exportação de seus produtos. “

Comentando sobre a indústria de plásticos na região do Golfo, o Sr. Joaquim Branz, Gerente Geral dos escritórios regionais da Arburg, uma empresa alemã líder no segmento de injeção, disse: “Esta é a nossa segunda participação na ArabPlast,  a qual ocorre depois do grande sucesso e dos importantes negócios que  obtivemos na edição anterior de 2009. “

O Sr. Daniel Liao, Gerente Regional de Vendas para o Oriente Médio e Norte da África da Hyplas, uma empresa líder de Taiwan, especializada em plásticos, afirmou: “Nós estamos no Oriente Médio e Norte da África desde dez anos atrás e estabelecemos um escritório aqui há dois anos. Esta é a nossa terceira participação no ArabPlast e esta feira provou ser um dos melhores eventos no setor de plásticos e petroquímica. “

“Esta edição da ArabPlast deu um forte impulso a este setor. Nós realizamos importantes negócios, incluindo duas máquinas, no valor de 220.000 dólares e 68 mil dólares”, acrescentou Liao.

“Nós fechamos negócios no valor de 5 milhões de euros. Recebemos muitos visitantes durante a feira, com uma média de 50 por dia. Nós e as outras empresas austríacas consideram que este é um excelente espaço para mostrar nossos produtos para todo o Oriente Médio “, disse Franz Gass, Gerente Regional de Vendas, da Starlinger & Co. Gesellschaft mbH., uma empresa austríaca líder, especializada na produção de sacolas plásticas e máquinas de reciclagem.

Fonte: Messe Duesseldorf

Interplastica Moscou: Economia da Rússia se recupera e registra crescimento na indústria de Plásticos e Borracha.

24/01/2011

INTERPLASTICA: Moscou,  de 25 a 28 de Janeiro de 2011

Depois de uma retração séria, a economia da Rússia está gradualmente voltando a tomar impulso. O volume de produção do setor manufatureiro teve um aumento de mais de 14 % em termos anuais na primeira metade de 2010, com crescimento especialmente forte nas indústrias de produtos químicos, plásticos e borracha. Esta é uma boa notícia para a Feira INTERPLASTICA 2011, a Feira Internacional da Indústria de Plásticos e Borracha da Rússia, cuja confiança se reflete no número de inscritos até o momento. Com expositores de aproximadamente 30 países, a feira irá acontecer no Centro de Exposições Krasnaja Presnja entre 25 a 28 de janeiro de 2011 e irá mais uma vez apresentar um corte transversal representativo da indústria do setor, compreendendo as áreas de máquinas e equipamentos para a indústria de plásticos e borracha, máquinas de processamento e reciclagem, moldes e periféricos, equipamentos de medição, controle e teste, matérias-primas e materiais auxiliares, produtos de plásticos e borracha, tecnologia de armazenamento e serviços.

Em função da afinidade de temas, em 2011 a INTERPLASTICA ocorrerá novamente em paralelo à UPAKOVKA/UPAK ITALIA, Feira Internacional para Máquinas, Produção e Materiais de Embalagens. No total, os dois eventos esperam contar com aproximadamente 800 expositores, com um leve crescimento em tamanho, cobrindo aproximadamente 15.000 metros quadrados de área de exposição total. A INTERPLASTICA e a UPAKOVKA/UPAK ITALIA são organizadas pela Messe Düsseldorf GmbH e a sua subsidiária russa OOO Messe Düsseldorf Moscow.

Embora a maioria das empresas russas esteja ainda cautelosa no que se refere à previsão sobre o desenvolvimento futuro de negócios, elas estão planejando investimentos e gradualmente se modernizando e aumentando a sua capacidade. Alguns setores da indústria de plásticos já estão experimentando um forte crescimento, como, por exemplo, o mercado para filmes plásticos, onde novas linhas de produção estão sendo montadas e onde se espera uma progressiva substituição de importações. Há um potencial enorme, já que o consumo per capita de filme plástico na Rússia é ainda muito mais baixo do que nos Estados Unidos ou Europa Ocidental. Isto, por sua vez, significa boas perspectivas de negócios para os vendedores de máquinas para a fabricação de filmes, especialmente em função de haver um grande interesse em tecnologias inovadoras.

O maior contigente de expositores da INTERPLASTICA será novamente composto por empresas da Rússia, Alemanha e Itália, embora a Áustria, França, Portugal, China e Taiwan também devam ter uma presença forte. O número de expositores da Rússia e China, particularmente, irá aumentar de forma significativa em comparação com o ano passado.

Em Janeiro de 2010,  a INTERPLASTICA e a UPAKOVKA/UPAK ITALIA atraíram aproximadamente 21.000 visitantes da Rússia e países vizinhos. Apesar de um clima econômico difícil, os expositores ficaram satisfeitos com o resultado global da feira e, à luz das solicitações que eles receberam e dos investimentos planejados, ficaram também otimistas com o futuro.

Para mais informações, visitar www.interplastica.de

Fonte: Messe Duesseldorf