Posts Tagged ‘Mecânica’

Feira da Mecânica terá apresentação sobre “Indústria 4.0”

25/02/2016

Feira_Mecanica

Conteúdo será apresentado durante quatro dias, paralelamente à feira, com apresentações da CNI e das consultorias Roland Berger, Ernst & Young e Boston Consulting Group

O conceito da Indústria 4.0 reporta-se à 4ª Revolução Industrial, que atualmente oferece à indústria a manufatura executada através de inteligência artificial, bases de informação, big data e a comunicabilidade entre as máquinas e equipamentos. Essa revolução seguiu-se às três anteriores – a primeira, das máquinas a vapor substituindo a tração animal; a segunda, da produção em massa, e a terceira, que introduziu, em grande escala, a eletrônica e a tecnologia da informação.

A Reed Exhibitions Alcantara Machado organiza, para a 31ª Feira Internacional da Mecânica, o Fórum Mecânica Indústria 4.0, com o apoio da Harvard Business Review e conteúdo de parceiros como CNI – Confederação Nacional da Indústria e das consultorias Boston Consulting Group, Roland Berger e Ernst Young.

O primeiro dia do Fórum recebe a CNI com pesquisa inédita sobre a indústria 4.0. No segundo dia, o Boston Consulting Group apresenta o tema “Caminhos para a implementação da indústria 4.0”. A Roland Berger faz palestra no terceiro dia, com o tema “Conectividade” e, no quarto dia, a Ernst Young fecha o Fórum Mecânica com o debate “Como preparar sua empresa para a indústria 4.0.”

“Esta é mais uma das frentes inéditas de conteúdo que preparamos para esta edição da Mecânica – comenta o vice-presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Paulo Octávio Pereira de Almeida – juntamente com a pesquisa da CNI, iremos publicar uma carta à indústria brasileira, abordando o que é necessário para que alcancemos esse patamar industrial, e o que nós e os apoiadores da feira estamos efetivamente fazendo para auxiliá-los”.

A Feira Internacional da Mecânica, que em 2016 chega a sua 31ª edição, acontece de 17 a 21 de maio, no Pavilhão do Anhembi em São Paulo.

A entrada da feira é gratuita para profissionais do setor, que podem fazer o credenciamento online e imprimir a credencial em casa, antes de chegar ao evento.

O credenciamento pode ser feito no link: http://www.mecanica.com.br/Credenciamento/Credenciamento-de-Visitantes/

Serviço:
31ª FEIRA INTERNACIONAL DA MECÂNICA
Data: 17 a 21 de maio de 2016
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo – SP – Brasil
http://mecanica.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feira da Mecânica

Curta nossa página no

Anúncios

Abimaq anuncia realização de feiras próprias

15/04/2015

Com apoio de 32 câmaras setoriais, que representam o universo dos fabricantes de máquinas e equipamentos do país, a ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos vai promover três importantes feiras nos segmentos de metalmecânica, máquinas-ferramenta e plástico. Segundo a entidade, a decisão segue tendência mundial de um modelo onde as entidades de classe são as realizadoras de feiras de seus respectivos setores. Os eventos ocorrerão no São Paulo Expo – Exhibition & Convention Center.

Com a iniciativa, a ABIMAQ deixa de apoiar, a partir de 2016, as feiras FEIMAFE, da MECANICA e FEIPLASTIC. “Há décadas a ABIMAQ sonha em ter suas próprias feiras. Estamos conseguindo colocar esse projeto de pé e fazendo história”, celebra Carlos Pastoriza, presidente do Conselho de Administração da entidade. A apresentação dos projetos de realização da Feimec – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos, Expomafe– Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial e Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, foi feita em um grande evento dia 9 de abril na sede da ABIMAQ, para plateia de cerca de 400 expositores.

“Estamos deixando de ser clientes para sermos organizadores, com total controle para traçar estratégias em defesa dos setores”, argumenta José Velloso, presidente executivo da ABIMAQ. Segundo ele, que usa o exemplo de sucesso da Agrishow, promovida pela ABIMAQ – alavanca R$ 2,5 bilhões ao ano -, ter a feira nas mãos não é apenas realizar um evento de negócios. “Queremos o setor em evidência, com relevância política.”

Segundo Velloso, “entre as vantagens para as empresas associadas exporem nas feiras da ABIMAQ estão a melhor infraestrutura do pavilhão, a redução dos custos de montagem, a força da entidade, condições especiais de financiamento durante os eventos, alianças estratégicas com órgãos governamentais e institucionais e ações do projeto ABIMAQ-Apex”. De acordo com a Abimaqu, com a realização marcada para maio de 2016 no setor metal mecânico e, em 2017, a de máquinas-ferramenta e plástico, as feiras terão a ganhar também em matéria de logística, infraestrutura e conforto para expositores e convidados ao optar pelo projeto do São Paulo Expo em vez do Pavilhão de Exposição do Anhembi.

O São Paulo Expo – Exhibition & Convention Center terá pavilhão totalmente novo com 90 mil metros quadrados, ambiente climatizado, garagem para 5.000 veículos (4.500 vagas cobertas) e localizado próximo ao aeroporto de Congonhas, Metrô, rodovia dos Imigrantes e Rodoanel. O São Paulo Expo está recebendo investimentos da ordem de R$ 300 milhões.

No lançamento das três feiras na sede da ABIMAQ, empresas consideradas âncoras confirmaram reserva de espaço. O vice-presidente das Indústrias Romi, William dos Reis, endossa a decisão da ABIMAQ e confirma a participação nos eventos, por ter produtos endereçados aos três mercados. A Pavan Zanetti, de acordo com Newton Zanetti, diretor Comercial da empresa fabricante de sopradoras e injetoras para plásticos, participará da Plástico Brasil com a certeza de ter feito uma escolha acertada em termos de logística, infraestrutura do evento, conforto e proximidade com a rede hoteleira da região do São Paulo Expo. ”Não dá mais para descarregar máquinas gigantescas na madrugada por conta do rodízio, isso sem contar o acesso impossível ao Anhembi”, pondera.

A ABIMAQ optou por contratar como parceira para a realização dos eventos a  BTS Informa, empresa integrante do Informa Group, um dos maiores organizadores de feiras e conferências do mundo. “Nossa parceria com a ABIMAQ na Agrishow dura três anos e é muito bem-sucedida”, observa Marco Basso, presidente da BTS Informa para a América Latina. A BTS possui conhecimento das feiras da ABIMAQ, além de realizar eventos como Agrishow, Revestir, Fispal Tecnologia, Fispal Food Service, ABF Franchising Expo, entre outras.

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos foi fundada em 1975, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da Indústria Nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

Estruturada nacionalmente com escritórios e sedes regionais distribuídos pelo País, a ABIMAQ representa atualmente cerca de 7.500 empresas dos mais diferentes segmentos fabricantes de bens de capital mecânicos, cujo desempenho tem impacto direto sobre os demais setores produtivos nacionais. Muito além da representação institucional do setor, a ABIMAQ tem a sua gestão profissionalizada e as suas atividades voltadas para a geração de oportunidades comerciais para as suas associadas, agindo como Agência de Desenvolvimento da Indústria Brasileira de Máquinas e Equipamentos.

A BTS Informa ocupa a segunda posição no ranking das maiores promotoras de feiras de negócios no Brasil e é a principal promotora de eventos para a cadeia produtiva de alimentos e bebidas da América Latina. Detentora de um portfólio diversificado, atua nos mais variados setores da economia. É Parte do Informa Group, provedor mundial de informação especializada e serviços para comunidades acadêmica e científica, profissional e empresarial.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Abimaq

Curta nossa página no

Feira Internacional da Mecânica projeta 500 milhões em negócios para os próximos meses

28/05/2014
  • Tecnologia e produtividade foram a tônica do evento que reuniu 90 mil visitantes no maior encontro da indústria na América Latina.
  • Expositores comprovam sucesso da feira como plataforma de negócios.

Ao longo de cinco dias, a Feira Internacional da Mecânica transformou o Pavilhão de Exposições do Anhembi em um complexo de 85 mil m² de avançadas tecnologias da indústria de bens de capital. De 20 a 24 de maio, foram expostos produtos de 2.100 marcas nacionais e internacionais, de 12 setores da indústria, com visitação de 90 mil compradores, de acordo com a Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora do evento. Em um ambiente propício para a atualização profissional e negócios, estima-se que cerca de R$ 500 milhões foram movimentados, principalmente por conta dos financiamentos e condições especiais preparados especialmente para o evento. Com forte presença internacional, a feira também recebeu visitantes e expositores de 60 países, como Argentina, Portugal, França, Espanha, EUA, Itália, Alemanha, Espanha, Canadá, Chile, Peru, entre outros.

“Desde sua criação há 50 anos, a Feira da Mecânica mantém sua tradição em se superar e mostrar a inovação como matéria-prima para o desenvolvimento da indústria nacional. Nesta edição, não foi diferente”, explica a diretora do evento Liliane Bortoluci. A confirmação de sucesso da feira também vem nos depoimentos dos expositores. “A edição deste ano está surpreendendo pela quantidade de visitantes, e o nível de interesse e conhecimento do público é bom, não estamos pegando ninguém no laço – avalia Wilson Borgneth, diretor comercial do Grupo Bener – até hoje, quarto dia, já fechamos 15 negócios, inclusive da área da Makino, que é de alta tecnologia. Calculo que já movimentamos R$ 2 milhões. Estamos muito satisfeitos”.

Para o diretor-presidente da Romi e vice-presidente da Abimaq, Livaldo Aguiar dos Santos, muitas das empresas procuraram mostrar algo novo para o mercado. “Tudo isso está ligado a ganho de produtividade. A Feira tem o foco da inovação, tendência para os próximos anos. Muitos economistas advogam que o Brasil não crescerá de maneira proporcional à sua população sem o ganho de produtividade. É o que faz a cadeia toda se movimentar. A Mecânica sempre ajudou muito o setor, e é um termômetro do mercado”. Diretor de vendas da Ergomat, Alfredo Ferrari acredita que esta edição da feira superou as expectativas. “Levando em consideração a conjuntura econômica, foi surpreendente. Desde o primeiro dia até agora tivemos grande número de visitantes, clientes interessados em investir e saber como adquirir novas máquinas. Fechamos negócios, 30% acima do que esperávamos, para pequenas e médias empresas, prestadores de serviço”.

E nem só de máquinas vive a Mecânica. A Arpi, empresa que produz equipamentos e acessórios para proteção pessoal e ambiental teve êxitos nesta edição. “Trouxemos produtos que, além de sua utilidade prática, contribuem para a segurança do trabalhador e para o meio ambiente. A aceitação foi ótima. Nossa intenção era puramente institucional e mesmo assim fechamos R$ 1,5 milhão em negócios, sem contar os novos contatos que gerarão futuros clientes cujo volume de venda é imensurável”, relata Renato Nunes, diretor comercial. Para Agenor de Carvalho, da Ecomach, o sucesso também foi inconteste. “Participar da Feira Internacional da Mecânica superou totalmente nossas expectativas. Trouxemos um produto novo no mercado, um óleo orgânico feito a partir da casca do arroz, apenas para que o mercado conhecesse essa solução. O resultado foi que saímos daqui com pedidos de amostra de 98 empresas para testar nosso produto. Muitas delas de grande porte, com consumo de 40 mil litros de óleo por mês. Nossa previsão mínima é que estes contatos gerem, até 2015 faturamento, na ordem de R$11 milhões”.

A experiência do BNDES na feira também indica o movimento aquecido no país em busca de financiamento. Nos dois primeiros dias de Mecânica, a procura foi intensa pelas linhas do PSI. Segundo o porta-voz do banco, Rafael Mazzeo, foram 31 visitas registradas na terça-feira e 44 no segundo dia de evento. “Temos recebido interessados principalmente no programa PSI para máquinas e equipamentos e pelo cartão BNDES. O grande público do banco são as micro, pequenas e médias empresas”.

Fonte: Reed Alcantara Machado – Assessoria de Imprensa

Curta nossa página no

30ª Feira da Mecânica começa hoje apostando em financiamento para indústria de bens de capital

20/05/2014

 Solenidade de abertura tem palestra do economista Paulo Rabello de Castro e presença de executivos como Milton Luiz de Melo Santos da Agência de Fomento Paulista – Desenvolve SP.

Mec_banner_blogdoplastico_site_168x90Hoje, dia 20 de maio, começa a 30ª Feira Internacional da Mecânica no Anhembi, em São Paulo, com a presença de autoridades da indústria nacional e especialistas do setor. O professor Paulo Rabello de Castro, doutor em Economia pela Universidade de Chicago, presidente do Instituto Atlântico e fundador SR Rating, primeira empresa brasileira de classificação de riscos, fará palestra de abertura. Presenças também confirmadas de Luiz Aubert Neto, presidente da Abimaq – entidade apoiadora da feira, e Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Agência de Fomento Paulista Desenvolve SP.

Também participam Juan Pablo de Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado e Liliane Bortoluci, diretora da Feira. Durante o evento, Livaldo Aguiar dos Santos, diretor-presidente da Indústrias Romi S.A e membro do comitê de inovação da Câmara Brasil-Alemanha, fará o pré-lançamento do Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação.

A edição 2014 da Feira da Mecânica, que reunirá 2.100 marcas expositoras nacionais e internacionais, chega também com forte presença das linhas de crédito da Desenvolve São Paulo e do BNDES. Segundo o órgão paulista, os interessados contarão com juros de apenas 0,37% ao mês, prazo de até 72 meses e carência máxima de 12 meses para começar a pagar. A Agência atende empresas paulistas com faturamento anual a partir de R$ 360 mil. O Bradesco, que também oferece programas de financiamento, estima crescimento de 15% sobre o volume de negócios realizados na última edição da Mecânica.

Em pesquisa feita Reed Exhibitions Alcantara Machado, promotora da Mecânica 2014, existe um potencial de compras entre os visitantes pré-credenciados para a feira, que deve receber 100 mil visitantes/compradores. A sondagem revelou que 24% do público visitante possui decisão final de compra, 20% efetuam pesquisa para suas empresas e 27% recomendam máquinas e equipamentos para as mesmas. Entre o capital disponível para negócios durante a feira, 30% dos entrevistados pretendem gastar até R$ 100 mil; 13% de R$ 100 mil a R$ 500 mil; 5% pretendem fazer negócios que devem ultrapassar R$ 1 milhão.

Fonte:  2pro / Reed Alcantara Machado

Curta nossa página no

Pavan Zanetti participa da Feira Internacional da Mecânica demonstrando Injetora

20/05/2014

Pavan_ZanettiA Pavan Zanetti participa da 30ª Feira Internacional da Mecânica com a exposição de uma Injetora HXF 88, em  funcionamento  com molde de uma cavidade, injetando um porta copo em material especial tipo “madeira” (com resina de polietileno e fibra de coco), em ciclos de 6 segundos.

A exibição vai de encontro aos interesses dos visitantes ligados ao setor do plástico e que costumam marcar presença no evento a procura de novidades em ferramentarias, moldes e acessórios. A presença da Pavan Zanetti na Feira da Mecânica também atinge segmentos diversos na indústria de transformação de plástico por injeção, como automotivo, utilidades domésticas e prestadores de serviços.

30ª Feira Internacional da Mecânica
Data: 20 a 24 de maio de 2014.
Horário: terça à sexta, das 10h às 19h, e sábado, das 9h às 17h.
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo – SP

Fonte: Pavan Zanetti

Curta nossa página no