Posts Tagged ‘Limpeza urbana’

Sacos de lixo da limpeza de São Paulo ganham versão de Boas Festas

27/11/2015

Inova

Material estilizado com símbolos de natal estampará os sacos de varrição nos meses de novembro e dezembro

A partir desta semana, quem caminha pelas ruas da capital notará um saco plástico inusitado armazenando os resíduos da varrição. A INOVA Serviço de Gestão Urbana produziu uma versão estampada com símbolos de natal como árvores, renas e mensagem de boas festas, especialmente para transitar nos meses de novembro e dezembro.

O objetivo é transmitir outra percepção, tanto estética como visual, dos resíduos coletados pela varrição de forma diária. A empresa, que realiza um trabalho de educação ambiental no qual equipes fazem conscientização porta em porta sobre a importância do descarte correto do lixo e dos materiais recicláveis, deseja também transmitir uma mensagem harmoniosa para a população que transita diariamente pela cidade.

Produzido com plástico reciclado e de fonte renovável, os sacos são vistos frequentemente nas ruas e fazem parte do cotidiano da empresa e dos paulistanos. Os agentes ambientais que trabalham na varrição de São Paulo deixam os sacos posicionados estrategicamente nas ruas para a retirada da equipe de coleta.

A gerente de Comunicação da Inova, Mariana de Moraes, explica que a ideia de personalizar os sacos tem o propósito de permitir uma harmonização entre esses elementos e o ambiente em que eles se encontram, reduzindo a sensação de poluição visual. “Gostaríamos de dar aos sacos de lixo uma imagem mais agradável. Na primeira vez que trabalhamos com a temática de camuflagem, a visualização foi tão aceita, que se tornou atração de uma exposição de artistas brasileiros, em Zurique, na Suíça”, afirma Mariana.

A área de atuação da INOVA inclui bairros importantes e pontos turísticos com grande movimentação de pessoas como o Centro e a Avenida Paulista, locais onde os sacos poderão ser vistos com maior frequência.

A Inova Gestão de Serviços Urbanos é uma empresa criada em 2011 para realização de serviços de limpeza pública nas regiões Centro, Norte e Oeste da cidade de São Paulo. Adotando o conceito de “Cidade Limpa”, tem como meta a manutenção da limpeza associada à implementação de projetos de educação ambiental em suas áreas de atuação.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Inova

Curta nossa página no

Anúncios

Contêineres feitos de plástico de origem renovável auxiliam na limpeza da cidade do Rio de Janeiro.

24/04/2012

A Prefeitura do Rio de Janeiro começa a distribuir nesta semana contêineres produzidos com plástico de origem renovável – feitos a partir do etanol da cana-de-açúcar – que irão auxiliar na melhoria da limpeza urbana da cidade. Conhecido como plástico verde, esta resina é fabricada pela Braskem e é reconhecido mundialmente por aliar os benefícios e propriedades do plástico tradicional, entre as quais ser totalmente reciclável, à capacidade de capturar CO2 durante seu ciclo de produção.

 A previsão é que nos próximos 90 dias sejam distribuídos 50 mil contêineres por toda a cidade. Os primeiros cinco mil destinam-se aos prédios, lojas, casas e condomínios de áreas com maior concentração de turistas e comércio na região de Copacabana e Realengo.

Os contêineres são produzidos pela empresa francesa Plastic Ominum, a líder nesse tipo de solução na Europa. Os recipientes distribuídos contribuem para a melhoria das condições higiênicas e sanitárias da cidade. Sua estrutura impede a entrada de água da chuva e a consequente formação do chorume – resíduo líquido gerado pela decomposição de matéria orgânica presente no lixo -, podendo ser guardados nas áreas internas dos prédios até o momento da coleta. Sua tampa também evita que animais remexam seu conteúdo.

A Braskem produz em escala comercial o plástico verde desde setembro de 2010, quando inaugurou em Triunfo (RS) a maior unidade industrial de eteno derivado de etanol do mundo, permitindo a fabricação de 200 mil toneladas de polietileno verde por ano. Seu diferencial mais importante é a capacidade de contribuir para a redução do efeito estufa: para cada tonelada produzida, são retiradas até 2,5 toneladas de gás carbônico (CO2) da atmosfera durante seu ciclo de vida.

 Fonte: Braskem