Posts Tagged ‘Lançamento’

Tomra Sorting Recycling lança novidades e soluções avançadas de seleção para processos de reciclagem em apresentação online

12/06/2020

Autosort de nova geração, lançado durante a apresentação online da Tomra

O dia 9 de junho marcou o lançamento global das novidades e soluções avançadas de seleção da Tomra Sorting Recycling para atender à atual e futura demanda por triagem de material, de forma mais rápida, eficiente e inteligente. Sob o tema “Sinfonia de todos os tipos”, a Tomra Sorting Recycling lançou formalmente dois novos produtos – a nova geração da tecnologia Autosort e o Autosort SpeedAir, assim como também apresentou planos para o lançamento de uma terceira novidade, o Autosort Cybot.

Os lançamentos dos produtos deveriam ocorrer originalmente na IFAT 2020, mas com o evento cancelado devido à pandemia de Covid-19, a Tomra adaptou seus planos e, em vez disso, lançou os novos produtos de forma digital. O tema “Sinfonia de todos os tipos” da Tomra foi escolhido para refletir a maneira como o Autosort de última geração e seus produtos complementares criam uma sinfonia perfeitamente harmonizada para selecionar todos os tipos de resíduos com precisão e sofisticação avançadas.

Especialistas da equipe global da Tomra fizeram apresentações sobre os lançamentos para aproximadamente 1000 participantes digitais em todo o mundo, incluindo representantes da imprensa internacional e regional. As sessões interativas de perguntas e respostas permitiram aos participantes obter mais informações sobre os novos produtos e ouvir as previsões da Tomra sobre o futuro global da seleção baseada em sensores.

Pelo feedback positivo recebido dos participantes, a Tomra Sorting acredita no grande interesse pelo modelo mais avançado de seu sistema Autosort de nova geração. O sistema de seleção baseado em sensores altamente compacto pode ser usado para diversas aplicações de separação de materiais. Segundo a Tomra, o sistema é também flexível e atualizável, reunindo as mais recentes tecnologias da Tomra para oferecer alta precisão em tarefas complexas de separação com alta capacidade. O sistema pode ser facilmente integrado a qualquer processo de seleção existente ou novo, conforme confirmado por um grande número de projetos-piloto iniciais, afirma a empresa.

De acordo com a Tomra, a nova geração do Autosort é equipada com diversos sensores e utiliza análise de dados para identificar os objetos, sendo capaz de separar materiais difíceis ou anteriormente impossíveis de serem separados através de tecnologias convencionais. Incorporada como item de série no mais recente Autosort está a tecnologia Sharp Eye da Tomra, que aumenta a intensidade da iluminação enquanto mantém o mesmo consumo de energia, aprimora a nitidez da seleção e melhora a eficiência de separação de frações complexas, afirma a empresa norueguesa.

O sistema também apresenta uma nova e aprimorada versão da tecnologia de detecção avançada Flying Beam, exclusiva e patenteada pela Tomra. Segundo a empresa, os benefícios da nova versão incluem uma melhor eficiência de luz que permite maior desempenho com baixos custos operacionais; design compacto permitindo instalação fácil e flexível; e a eficiência aprimorada do sinal de luz, que resulta em melhor detecção.

Graças à integração da tecnologia Sharp Eye e Flying Beam, o Autosort oferece consistentemente alto desempenho em termos de precisão de separação em todas as frações alvo – mesmo nas aplicações mais complexas, garante a fabricante do sistema.

Entre os opcionais do sistema tem o novo Deep Laiser, que se destaca por sua flexibilidade e diversidade de informações que é capaz de obter, afirma a Tomra. O reconhecimento de objetos permite uma otimização mais profunda da identificação, o que melhora significativamente o desempenho do processo de seleção, assegura a empresa. Outra área de aplicação é o uso de Inteligência Artificial via Deep Learning. O Deep Laiser é um dos primeiros sistemas de Deep Learning totalmente integrados do mercado.

Fabrizio Radice, vice-presidente comercial e de marketing global da Tomra Sorting Recycling, comenta: “Trabalhamos em estreita colaboração com nossos clientes e integradores de linhas completas para garantir que nossos produtos atendam consistentemente aos requisitos exigidos pelos clientes finais. Nosso sistema Autosort de nova geração é um desenvolvimento incrivelmente empolgante, pois o uso de sensores versáteis e software inteligente permitirá atender às demandas de toda uma série de aplicações de seleção atuais e futuras”.

Os participantes do evento de lançamento digital da Tomra também conheceram outra novidade desenvolvida pela Tomra – o Autosort SpeedAir, um componente adicional da linha Autosort da Tomra. De acordo coma Tomra, o Autosort SpeedAir é um sistema altamente personalizável, projetado para estabilizar materiais leves – como filmes plásticos ou papel – na esteira de aceleração, promovendo uma capacidade maior e melhorando a qualidade da seleção.

Autosort SpeedAir

A demanda da indústria por maiores capacidades reflete-se na necessidade de esteiras de aceleração com velocidades ainda mais altas. O Autosort SpeedAir incorpora entradas de ar acionadas por ventiladores controlados que geram um fluxo de ar constante sobre a esteira de aceleração para impedir que o material na esteira de aceleração se mova. Ao dobrar a velocidade das esteiras de aceleração para até 6 metros por segundo, a capacidade é muito maior e a qualidade da saída é consistentemente alta. Segundo a Tomra, os clientes se beneficiam de um melhor retorno do investimento, além de menores custos de instalação e operação. Além disso, é o primeiro sistema no mercado sem fechamento sobre a esteira, afirma a fabricante. Com isso, o acesso à unidade para manutenção é muito mais rápido e a probabilidade de um bloqueio de material é muito menor em comparação aos sistemas convencionais no mercado, assim como o risco de parada do sistema.

Além do lançamento da nova geração Autosort e Autosort SpeedAir, o terceiro e último produto mencionado no evento foi o lançamento do primeiro robô da Tomra, o Autosort Cybot. O sistema compreende um scanner Autosort de nova geração, um sensor eletromagnético e um braço robótico. É o primeiro robô do mercado que combina quatro tecnologias ao mesmo tempo: espectroscopia de infravermelho próximo (NIR) e luz visível (VIS), Deep Laiser e, se necessário, indução para recuperação de metais ferrosos e não ferrosos. Segundo a Tomra, o braço robótico Autosort Cybot é capaz de separar simultaneamente o fluxo de material em quatro frações diferentes, dependendo do tamanho do material, cor e critérios das frações alvo.

Autosort Cybot

Com instalações de triagem e reciclagem que exigem níveis de automação ainda mais altos, o Autosort Cybot estará disponível em breve, sendo outro componente de valor agregado que complementa a linha Autosort, mas que também pode operar como uma unidade autônoma. Antes de seu lançamento oficial, testes de material podem ser realizados no Centro de Testes da Tomra para confirmar suas capacidades.

Valerio Sama, vice-presidente de desenvolvimento de produtos, acrescenta: “A adição de um braço robótico ao nosso sistema Autosort oferece novas oportunidades de soluções altamente automatizadas no processo de triagem e seleção e proporcionará um nível ainda mais alto de controle de qualidade de recicláveis como PEAD, PET e PP”.

Tom Eng, vice-presidente sênior da Tomra Sorting Recycling, conclui: “Estamos muito satisfeitos com o desempenho do evento de lançamento digital. A Covid-19 estimulou novas maneiras de trabalhar e se comunicar e, como tal, ficamos mais do que felizes em testar uma plataforma de lançamento digital pela primeira vez e provavelmente não a última, devido ao seu sucesso! O lançamento proporcionou uma oportunidade de mostrar nossa variedade de tecnologias complementares, conectadas e perfeitamente harmonizadas que, juntas, oferecem uma sinfonia capaz de selecionar todo tipo de resíduo com desempenhos de seleção incomparáveis e com capacidade e eficiências impressionantes. Os participantes tiveram a chance de ouvir a sinfonia – os sons de todas as nossas máquinas – e foram cativados por ela!”.

Sessão virtual de Perguntas e Respostas, após apresentação “Sinfonia de todos os tipos” da Tomra

A “Sinfonia de todos os tipos” da Tomra continua e será agora realizada em diversos idiomas para alcançar pessoas ao redor do mundo, considerando a grande abrangência de sua atuação. No Brasil, o evento em português ocorrerá no dia 19/06 às 9h também de forma digital.

Para mais detalhes sobre os produtos e as novidades da Tomra apresentados no evento de lançamento digital realizado ontem, visite www.symphonyofallsorts.com.

A Tomra Sorting Recycling desenvolve e fabrica tecnologias de seleção baseadas em sensores para a indústria global de reciclagem e gerenciamento de resíduos. Segundo a empresa, cerca de 6.000 sistemas foram instalados em mais de 100 países em todo o mundo. A Tomra Sorting Recycling faz parte da Tomra Sorting Solutions, que também desenvolve sistemas baseados em sensores para selecionar, descascar e processar análises para a indústria alimentícia, de mineração e outras. A Tomra Sorting pertence à empresa norueguesa Tomra Systems ASA, que está listada na Bolsa de Valores de Oslo. Fundada em 1972, a Tomra Systems ASA tem um volume de negócios de cerca de 815 milhões de euros e emprega mais de 4.000 pessoas globalmente.

Curta nossa página no

Wittmann Battenfeld lança nova injetora da série SmartPower

26/10/2015

Battenfeld_smart-PowerWittmann Battenfeld anuncia o lançamento da SmartPower 350, que completa nova geração de injetoras com sistema de acionamento servo-hidráulico. A série foi projetada para proporcionar maior precisão e menor consumo de energia elétrica

A Wittmann Battenfeld acaba de lançar a SmartPower 350, que completa a série de injetoras da marca – agora disponível com força de fechamento entre 25 e 350 toneladas. A apresentação do equipamento ocorreu na feira Fakuma, realizada entre 13 e 17 de outubro, em Friedrichshafen, na Alemanha. Segundo a Wittmann Battenfeld, a série Smart Power, com acionamento servo-hidráulico, tem como principais características a eficiência energética, alta produtividade, precisão, tamanho compacto, baixo nível de ruído e facilidade de uso, além de permitir a associação de aplicativos para tablets e smartphones, que são de fácil operação e conexão e possibilitam maior gerenciamento de todo o sistema.

A SmartPower 350 possui distância entre colunas de 800 x 720 mm, em um chassi  compacto. Segundo a empresa, a máquina está equipada com blocos hidráulicos integrados, posicionados ao lado dos cilindros de acionamento, que contribuem para a rapidez e precisão dos controles. A placa móvel, que se desloca apoiada em guias lineares, garantem alto grau de precisão e movimentos mais dinâmicos e eficientes, o que reduz a necessidade de lubrificação, assegura a Wittmann Battenfeld.

Eficiência energética

As máquinas da série Smart Power utilizam o sistema KERS (Kinetic Energy Recovery System) que, na fase de redução da velocidade para a proteção do molde, transforma a energia cinética em energia elétrica, direcionando-a para outras funções e etapas do processo e otimizando o consumo, explica a Wittmann Battenfeld. Outra característica especial é a lista de cerca de 1.200 opcionais, que podem ser facilmente instalados na injetora, mesmo estando em operação no cliente, de acordo com a conveniência do transformador e sem a necessidade de adaptações na máquina.

Segundo a fabricante, a série SmartPower permite a instalação de uma servobomba (opcional) que, ao entrar em operação, possibilita movimentos simultâneos entre abertura, extração e machos. Afirma a empresa que essa opção reduz o tempo de ciclo e amplia a eficiência energética. Sua unidade de injeção possui relação L/D de rosca padrão de 22 e o design facilita a operação, desde a etapa de secagem, dosagem e alimentação de material.

O comando da máquina se dá por um sistema de controle que armazena todos os dados, possibilitando manuseio, integração das máquinas e periféricos e supervisão remota – por meio da interação em sistemas de PDA e controle on-line – e permitindo a programação e análise de todas as variáveis do ciclo, explica a Wittmann Battenfeld.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Wittmann Battenfeld

Curta nossa página no

KraussMaffei lança nova linha de máquinas injetoras

18/05/2012

Durante um evento para clientes em Munique (Alemanha), a KraussMaffei mostrou aos profissionais convidados a sua nova série GX de máquinas injetoras. Apresentada pela primeira vez, a série GX amplia o portfolio de produtos da empresa no segmento de injetoras hidromecânicas de placas duplas,  na faixa de forças de fechamento médias.

Durante a estréia mundial, a KraussMaffei apresentou uma demonstração de seis máquinas de sua nova série GX, com uma força de fechamento variando de 400 a 650 toneladas. Estas máquinas têm tamanhos diferentes e variantes de equipamentos que permitem atender às necessidades de produção em um  grande número de setores industriais, tais como produtos para embalagem e artigos de qualidade premium para a indústria automotiva ou o setor de bens de consumo. “Nossos clientes estavam interessados principalmente em células de automação modulares contendo robôs lineares e industriais em diferentes configurações”, resumiu Dr. Karlheinz Bourdon, Vice-Presidente de Tecnologia do Segmento de Máquinas Injetoras de KraussMaffei

GearX e GuideX

De acordo com a KraussMaffei, a unidade de fechamento hidromecânica na série GX estabelece novos padrões em termos de qualidade e produtividade. “Na minha opinião, as máquinas GX representam o melhor conceito global”, sublinhou Bourdon. Com a engenhosa sapata-guia GuideX, as forças são idealmente absorvidas e o tempo de vida útil dos moldes é aumentado. GuideX é um destaque na nova série GX que garante um excelente paralelismo das placas devido ao seu design estável, garantindo movimentos suaves com economia de energia. Além disso, o inovador sistema de travamento GearX é ativado imediatamente, de forma confiável, dentro do menor tempo possível, e produz continuamente movimentos rápidos na máquina.

Para ler o artigo completo  (em inglês), clique no link a seguir:

http://www.brazilianplastics.com/edicao00/wr08_may_17_2012.html

Fonte: KraussMaffei

Curta nossa página no 

Unigel anuncia investimentos de R$ 40 milhões em Centro de Tecnologia e Inovação em Camaçari (BA).

22/08/2011

A Unigel apresentou no último dia 16/08 ,  no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia – FIEB, o projeto do seu novo Centro de Inovação e Tecnologia (CITU).  O Centro ocupará uma área de 2 mil metros quadrados nas instalações da empresa, em Camaçari,  e receberá investimentos  de aproximadamente R$ 40 milhões no decorrer dos próximos anos. O Centro de Pesquisas contará com laboratórios, equipamentos e plantas pilotos e um quadro técnico de aproximadamente 50 pesquisadores, engenheiros e técnicos.

“A inovação e a pesquisa fazem parte do DNA da Unigel; por isso a criação deste centro representa a frutificação de investimentos de longa data em tecnologia”,  afirma o presidente do grupo Unigel Henry Armand Slezynger, fazendo menção ao fato de que a origem da empresa, na década de 60, teve relação com pesquisas para o desenvolvimento de resinas acrílicas.

Segundo Luiz Pontes, diretor-presidente do Centro de Inovação e Tecnologia da Unigel, a Unigel irá formar parcerias com agências financiadoras de projetos como a FINEP e Fapesb para o lançamento de editais na área de ciência e tecnologia. “Também vamos apoiar teses de mestrado e doutorado e estimular pesquisadores da academia a estudar os problemas da indústria”, explicou Pontes,  que também professor é da UNIFACS.

Messe Brasil e Demat lançam Interplast e Euromold Brasil 2012

09/05/2011

Durante a Brasilplast, de 9 a 13 de maio, a Messe Brasil lança a Interplast 2012 – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico, agendada para 20 a 24 de agosto de 2012. A principal novidade dessa edição é a realização da Euromold Brasil 2012 – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos, em sua primeira edição no Brasil, viabilizada por meio de uma joint venture entre a Messe Brasil e a alemã Demat, uma das mais representativas empresas privadas de organização de feiras da Alemanha. Em paralelo acontece ainda o Cintec Plástico – Congresso de Inovação Tecnológica, organizado pelo IST/Sociesc – Sociedade Educacional de Santa Catarina.

 Na Interplast 2010, a Messe Brasil estima que o volume de negócios nos cinco dias de evento e nos seis meses subsequentes, reflexo dos contatos iniciados na feira, deve ter ultrapassado os R$ 400 milhões. O número de visitantes chegou a 25 mil, com profissionais vindos de 19 países, 22 estados brasileiros e do DF. Os segmentos de embalagem, automotivo/autopeças, construção civil e linha branca foram os de maior número no evento.

 A Messe Brasil participa da Brasilplast com estande onde contata os expositores para renovação das áreas, com preferência inicial para renovação dos espaços para expositores da edição anterior. Segundo Richard Spirandelli, gerente de marketing da Messe Brasil, com a realização de mais um evento paralelo a estimativa de crescimento é de 4 mil m² de área, com capacidade de cerca de 150 novos estandes. “Estamos projetando a criação de um espaço alternativo para abrigar esse crescimento, pois os pavilhões da Expoville já tiveram sua capacidade total ocupada em 2010”, explica.

 Euromold Brasil 2012

A EuroMold Brasil, voltada para a América Latina, segue os padrões da EuroMold, a maior feira mundial do segmento, que acontece anualmente em Frankfurt/Alemanha, em dezembro. A Demat também organiza e promove a AmericaMold em Cincinnati (EUA), AfriMold em Johannesburg (África do Sul), DieMould Índia em Chennai (Índia), RosMould em Moscou (Rússia) e a AsiaMold em Guangzhou (China).

 Além dos eventos já consolidados, os clientes Demat têm agora a oportunidade de explorar novos negócios na América Latina. “Entendemos que a primeira edição, junto com a Interplast, agrega valor à cadeia de moldes, ferramentarias e design, ampliando as possibilidades de negócios para visitantes e expositores da cadeia de desenvolvimento de produtos”, comenta Spirandelli.

 A Messe Brasil é responsável pela divulgação e comercialização do evento no Brasil e demais países da América Latina, e a Demat por expositores e visitantes dos demais continentes interessados em negócios nos países latinos. “A expertise da Messe Brasil em feiras técnicas para o setor de ferramentais plásticos, fundições e metal-mecânico, somados ao sucesso da Interplast que caminha para a sétima edição e ao amplo relacionamento da Demat no mercado mundial, respaldam o sucesso desta parceria internacional”, acrescenta Spirandelli.

Fonte: Messe Brasil