Posts Tagged ‘Joinville’

Expositores de 5 países e 14 cidades brasileiras estão confirmados na Euromold Brasil 2016

28/07/2016

Interplast_Euromold

De 16 a 19 de agosto acontece em Joinville (SC) a EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos. A terceira edição tem a confirmação de expositores de cinco países – Brasil, China, México, Portugal e Suécia – e 14 cidades brasileiras.

Com o lema “Da ideia à produção em série”, a feira está com todos os setores da cadeia de desenvolvimento de produtos representados. A cadeia engloba: design, materiais, simulação, visualização, engenharia, realidade virtual, CAD & CAM, prototipagem rápida, construção de protótipos e modelos, modelação e ferramentaria, equipamentos, máquinas ferramenta, garantia de qualidade e automação, além de processos e acabamentos.

Pela representatividade ao setor, o evento faz parte do calendário de diversas empresas. “Entendemos que a Euromold Brasil é a única feira para o segmento de ferramentais. Por isso também é a única que participamos”, ressalta Thiago Hobus de Freitas, diretor comercial da GTF.

Moisés dos Reis Melo, diretor da MM Representações, representante exclusivo da Oasis Technology na América do Sul desde 2010, também destaca a importância da Euromold Brasil. “É a terceira vez que participamos. É uma forma de em poucos dias reunir uma variedade grande de clientes e interessados em desenvolvimento de moldes em um mesmo lugar”.

A Euromold Brasil acontece simultaneamente à 9ª Interplast, feira voltada ao setor plástico, e possui o apoio da ABIMAQ, Abinfer e ABNT. Mais informações, acesse http://www.euromoldbrasil.com.br.

Serviço

  • EUROMOLD BRASIL – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos – http://www.euromoldbrasil.com.br
  • Data: 16 a 19 de agosto de 2016
  • Horário: 14 às 21 horas
  • Local: Expoville – Joinville-SC – Brasil
  • Organização: Messe Brasil

Fonte: Assessoria de Imprensa – Messe Brasil

Curta nossa página no

Anúncios

Interplast terá a 3ª Euromold Brasil em paralelo

08/02/2016

Interplast_2012Além do CINTEC 2016 Plásticos – Congresso da Inovação Tecnológica – e da Rodada de Negócios, a Interplast (Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico) terá, paralelamente, a realização da EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos.

A 3ª edição da Euromold Brasil já tem todos os setores da cadeia de moldes representados através de expositores, fazendo valer o lema “Da idéia à produção em série”.

Até o momento, as reservas/contratos incluem 18 ferramentarias de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, 10 ferramentarias do exterior, nove empresas de impressão 3D, além de empresas de design de produto, tratamento térmico e de superfície, periféricos e acessórios para moldes, softwares e materiais.

A 9ª Interplast e a 3ª Euromold Brasil acontecem de 16 a 19 de agosto nos pavilhões da Expoville, em Joinville (SC). Informações através do telefone (47) 3451-3000 ou http://www.interplast.com.br.

Serviço
Interplast 2016 – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico – http://www.interplast.com.br
EUROMOLD BRASIL – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentarias, Design e Desenvolvimento de Produtos – http://www.brasilmold.de
Data: 16 a 19 de agosto de 2016
Horário: 14 às 21 horas
Local: Expoville – Joinville-SC – Brasil
Organização: Messe Brasil

Fonte: Assessoria de Imprensa – Messe Brasil

Curta nossa página no

Projeto piloto em Joinville realiza tratamento de resíduos sólidos orgânicos em sacos compostáveis de plástico biodegradável da BASF

05/03/2014
  • Sacos de ecovio® – polímero compostável certificado da BASF, com conteúdo parcialmente de fonte renovável – juntamente com resíduos orgânicos, transformam-se em adubo de valor
  • Processo automático utilizando composteira JORA Brasil demonstra forma alternativa e eficiente para a compostagem de resíduos orgânicos com sacos de ecovio®

ecovio_BasfA BASF implementou um projeto piloto em Joinville/SC com o objetivo de demonstrar a compostagem automática de resíduos orgânicos urbanos com sacos de ecovio®. Essa tecnologia de compostagem se adapta com facilidade às necessidades residencial e comercial, pois trata o resíduo orgânico no próprio local onde foi gerado.    Isso oferece  um modelo de gestão alternativo ao  apresentado em 2013 pela BASF em Mogi Mirim (mais informações  em: http://wp.me/pDBte-1sO.

O projeto foi implementado em parceria com o condomínio Joinville Country Club, com a Jora Brasil – fabricante da composteira automática, com a Romapack – fabricante dos sacos de ecovio® e a consultoria Inambi. Os resultados demonstram a eficácia de um método alternativo de compostagem de resíduos orgânicos com sacos ecovio® que podem ser implementados em locais privados com grande quantidade de geração de resíduos, como shoppings, restaurantes, clubes, empresas, escolas e até bairros.

Moradores do Joinville Country Club  (22 residências) participaram de um workshop de educação ambiental com foco na coleta seletiva de seus resíduos orgânicos domésticos em sacos de ecovio®. Os resíduos foram coletados durante seis semanas e depositados diretamente em uma composteira automática no próprio condomínio. Foram coletados 720 quilos de resíduos das residências e também do restaurante do clube local, os quais foram transformados em 360 quilos de adubo orgânico de qualidade que serão utilizados no campo de golfe do próprio condomínio. A qualidade do adubo produzido foi avaliada pelo laboratório Unithal.

“Em média, resíduos orgânicos demoram 30 dias para se compostar, ao serem coletados em sacos de ecovio®  o processo torna-se fácil e mais higiênico, pois  evita a necessidade de lavagem de recipientes. Os sacos plásticos convencionais não são adequados porque não se degradam em processo de compostagem”, compara Karina Daruich, gerente de biopolímeros da BASF.

A BASF já está utilizando um modelo automático de composteira similar no restaurante da fábrica da BASF, em Ludwigshafen, na Alemanha, onde foi demonstrada a mobilidade e simplicidade do uso do equipamento. O mesmo modelo também foi empregado com  sacos de ecovio® na feira K de 2013, principal feira global do segmento de plásticos.

“Nossas composteiras são as únicas que transformam os resíduos orgânicos em adubo de valor e funcionam a um baixo custo de energia – 10 a 15 vezes menor que equipamentos desidratadores, ou seja, que apenas reduzem volume e não transformam o resíduo em adubo pronto para fertilizar as plantas”, afirma Eduardo Schreiber diretor da Jora Brasil.

“A preocupação com o meio ambiente e com a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos – lei federal número 12.305/10) nos fez pensar em uma alternativa viável para a destinação do lixo que coincide com os propósitos dos parceiros”, comenta Pierre Richter síndico do condomínio Joinville Country Club.

Para a BASF, o resultado do projeto e o conceito de circuito fechado demonstram oportunidades que podem beneficiar a sociedade e serem implementadas, por exemplo, em grandes eventos, como o campeonato mundial de futebol deste ano.

Fonte: BASF

Curta nossa página no

ALMACO organiza encontro regional em Joinville

15/08/2013

4º Encontro Regional de 2013 terá debates, palestras e visita à fábrica da Tecnofibras

A cidade de Joinville (SC), um dos maiores polos de moldagem de compósitos do país, receberá no próximo dia 21 o 4º Encontro Regional promovido este ano pela Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO).

Na parte da manhã, haverá uma rodada de debates com diversos especialistas sobre matérias-primas, processos, moldes e aplicações. “É uma maneira de prestar consultoria gratuita àqueles que, de alguma forma, se relacionam com os compósitos”, afirma Erika Bernardino, gerente de marketing da associação.

As palestras terão início às 13h30. Representantes das empresas 3A Composites, Ashland, Owens Corning, Purcom, Reichhold, Tecnofibras e Toho Tenax apresentarão trabalhos sobre diversos temas relacionados à manufatura e ao caráter sustentável do material.

Também fará parte do evento uma visita, no dia 20, à fábrica da Tecnofibras, uma das principais moldadoras de compósitos do país – as vagas para conhecer a unidade já estão esgotadas.

Os interessados em participar do 4º Encontro Regional ALMACO devem ligar para (11) 3719-0098. As vagas são limitadas.

Para mais informações, acesse http://www.almaco.org.br

Serviço:
4º Encontro Regional ALMACO
Quando: 21/08 – 10h/18h
Onde: Bourbon Hotéis & Resorts, Rua Visconde de Taunay, 275, Joinville (SC).

Fonte: Almaco

Curta nossa página no

Joinville tem pós-graduação em materiais compósitos

16/06/2013

Curso é resultado da parceria entre ALMACO e Universidade Positivo

Começaram as aulas de pós-graduação em materiais compósitos poliméricos na cidade de Joinville (SC). Fruto da parceria entre a Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) e a Universidade Positivo, o curso terá carga horária de 460 horas e contará com o mesmo corpo docente das turmas de Curitiba (PR), formada em março, e de Caxias do Sul (RS).

“A educação é uma das nossas principais bandeiras, tanto que pretendemos ter cem profissionais pós-graduados até 2015”, afirma Gilmar Lima, presidente da ALMACO. Ao longo dos últimos quatro anos, a associação promoveu mais de 200 cursos e workshops em toda a América Latina – contaram com a participação de, aproximadamente, 5.000 pessoas. Nesse período, a ALMACO também editou seis livros técnicos.

A partir de julho, terão início as aulas da segunda turma de pós em Curitiba. E, em breve, o curso também deve ser ministrado em São Paulo.

Para mais informações, acesse http://www.almaco.org.br

Fonte: Almaco

Seminário Internacional em Injeção abordará metodologia para resolução de Defeitos de Moldagem

16/10/2012

Seminário com Bill Tobin em Joinville, em Dezembro de 2010

Durante a apresentação do Seminário Internacional em Injeção de Plásticos – Troubleshooting – Resolução de Defeitos de Moldagem – na primeira quinzena de novembro próximo, o especialista americano Bill Tobin abordará metodologia para resolução de problemas que podem ocorrer durante o processamento por injeção.

Segundo Bill Tobin, os defeitos podem ser classificados em famílias, de acordo a etapa do ciclo de injeção em que se originam (preenchimento do molde / recalque / resfriamento / extração) ou se estão relacionados ao material, pós-moldagem, molde / equipamento.

No seminário, serão analisados vários defeitos que podem ocorrer durante a moldagem por injeção, tais como: Marcas de Queima,  Rebarbas, Linhas de solda / linhas de fluxo, Dispersão de cor inadequada, Variação dimensional / dimensões inadequadas, Acabamento superficial não uniforme, Cascas de laranja, Peças incompletas, Estrias prateadas, Rechupes, Canal da bucha preso, Estrias marrons, Bolhas, Peças presas na cavidade, Peças quebradiças/Rachaduras, Escorrimento,  Marcas de extração, Vazios, Empenamento, Esguichamento e Pontos pretos (black specs).

Para cada defeito, será identificada uma Causa Raiz e serão discutidas causas individuais relacionadas com parâmetros de processamento tais como temperaturas, pressões, tempos e velocidades,  além do molde/máquina e ambiente.

O seminário Troubleshooting é bastante interativo, sendo estimulada a participação ativa dos presentes.

Bill Tobin é um conferencista e autor internacionalmente reconhecido e solicitado para cursos e seminários na área de Injeção de Plásticos. Ele vem apresentando seminários há vários anos em diferentes cidades dos Estados Unidos, China, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, México, Israel, Marrocos, Arábia Saudita e Brasil. Bill Tobin tem mais de 40 anos de experiência na área de Plásticos, é Membro Senior da Society of Plastics Engineers, e autor de 23 livros técnicos e mais de 250 artigos técnicos publicados em diferentes revistas especializadas. Bill Tobin já esteve no Brasil em 2010 e 2011, apresentando o seminário “Moldagem Científica” em São Paulo, Caxias do Sul, Joinville, Manaus, Rio de Janeiro, Maceió, Curitiba e Porto Alegre.

O Seminário “Troubleshooting – Resolução de Defeitos de Moldagem em Injeção de Plásticos”, organizado pela PLASSOFT TECNOLOGIA LTDA., é patrocinado pela fabricante de injetoras ARBURG e conta com o apoio da ABIPLAST – Associação Brasileira da Indústria do Plásticos e dos Sindicatos da Indústria do Plástico do Estado de São Paulo (SINDIPLAST), do Nordeste Gaúcho (SIMPLAS), do Estado de Santa Catarina (SIMPESC), do Estado do Amazonas (SIMPLAST-Manaus), do Estado de Minas Gerais (SIMPLAST-MG), além da Feira do Plástico, Borracha, Ferramentas e Moldes de Minas Gerais (MECPLAST), do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM), da Associação Mineira da Indústria do Plástico (AMIPLAST) e da PLASTECH BRASIL 2013.

O seminário ocorrerá nas seguintes datas e cidades:

  • 05/11/2012 – Caxias do Sul
  • 07/11/2012 – São Paulo
  • 09/11/2012 – Belo Horizonte
  • 12/11/2012 – Joinville
  • 14/11/2012 – Manaus

 O seminário terá tradução simultânea realizada por especialista em plásticos. Todos os participantes receberão um CD contendo o livro de Bill Tobin “Troubleshooting Injection Molded Parts”.

Informações adicionais sobre o evento, inclusive sobre inscrições e programa do seminário, podem ser obtidas no site www.plassoft.com.br/seminario, através dos telefones (71) 3351 6880 e (11) 98580 0212 ou ainda pelo email info@plassoft.com.br. As informações podem também ser obtidas junto aos Sindicatos regionais que estão apoiando o evento.  Associados às entidades apoiadoras tem um desconto adicional sobre o valor da inscrição. Para as empresas que efetuarem 4 inscrições, é oferecido o bônus de uma quinta inscrição gratuita.

Curta nossa página no

Interplast 2010 consolida R$ 400 milhões em negócios e será ampliada na próxima edição

28/08/2010

Número de visitantes chega a 25 mil, vindos de 19 países e 23 estados, com destaque para profissionais e empresários dos segmentos de embalagem, automotivo/autopeças, construção civil e linha branca.

O clima de satisfação é unânime nos estandes da Interplast 2010. Expositores comemoram o fechamento de negócios e importantes contatos que prometem resultados pós-feira. De acordo com a Messe Brasil, organizadora do evento, a estimativa de negócios nos cinco dias de evento e nos próximos seis meses, reflexo dos contatos iniciados, deve ultrapassar os R$ 400 milhões. O número de visitantes chegou a 25 mil, com profissionais vindos de 19 países, 22 estados brasileiros e do DF. Os segmentos de embalagem, automotivo/autopeças, construção civil e linha branca foram os de maior número no evento.

A Steelmach, fornecedora de máquinas e equipamentos importados, consolidou a venda de cinco máquinas durante a feira. Entre os equipamentos comercializados está o lançamento da empresa, uma máquina elétrica, livre de óleo e de ruído, compacta e que economiza 70% de energia em relação às convencionais. “Estamos satisfeitos com o resultado da feira e com a presença no mercado potencial, dinâmico e concorrido do sul do país”, afirma Melissa Casali Cardoso, diretora da Steelmach.

A Gabiplast, representante exclusiva da petroquímica africana Sasol, estreou sua presença em feiras na Interplast 2010, com o enfoque institucional para fortalecer e ampliar a rede de contatos. Mesmo sem objetivo comercial comemora o fechamento de cerca de R$ 700 mil nos cinco dias do evento. “Nossa atuação é voltada para empresas de pequeno e médio porte, por meio de uma logística estruturada que permite o transporte em apenas 15 dias entre a África e o porto de Itajaí, onde estamos instalados”, explica Luciano Regis Dutra, gerente geral da Gabiplast.

Sem revelar números, a fornecedora de máquinas e equipamentos industriais Wittmann Battenfeld confirma o fechamento de negócios durante a feira e está satisfeita com rede de contatos estabelecida. “Santa Catarina e a região sul em geral é um mercado estratégico para o grupo, que aposta em fechamentos pós-feira em função das consultas realizadas no estande”, cometa Cássio Luis Saltori, engenheiro de vendas da Wittmann Battenfeld. Entre os diferenciais do grupo está a possibilidade de integração dos equipamentos, podendo estruturar uma linha industrial completa.

A HDB, importadora de máquinas, trouxe para a Interplast a tecnologia inovadora e pioneira para sopradoras, com o diferencial de ampliar a precisão, aproveitamento de 100% da matéria-prima, eliminando as sobras e o aumento de produtividade. Segundo Herbert Buschle, diretor-presidente da HDB, o equipamento é competitivo em relação aos convencionais disponíveis no mercado. “Estamos satisfeitos com os contatos estabelecidos com clientes brasileiros e uruguaios e as negociações iniciadas”, reforça.

A Sumitomo (SHI) Demag, que comercializa máquinas com tecnologia alemã no Brasil, em sua segunda participação na Interplast, também cita o fechamento de negócios. “Estamos satisfeitos com o nível de visitantes, incluindo decisores das organizações e pelo elevado nível de qualidade dos expositores, o que atribui credibilidade à feira”, destaca Christoph Rieker, gerente geral da Sumitomo (SHI) Demag do Brasil.

Em sua quarta participação na feira, a distribuidora de resinas termoplásticas Activas elogia a evolução crescente do evento. “A Interplast é uma das principais feiras do segmento, que traz tecnologia e elevado nível de visitantes”, diz Laércio Gonçalves, diretor geral da Activas. A região Sul é considerada estratégica pela empresa por absorver 14 mil toneladas/mês de resinas contra 3 mil toneladas/mês consumidas em todo o Nordeste.

Próxima edição será ampliada

Realizada a cada dois anos, a Interplast 2012 está agendada para o período de 20 a 24 de agosto, mantendo a Expoville como sede do evento, com a novidade de ampliação da área ocupada. O novo espaço terá 4 mil m², com capacidade para cerca de 150 novos estandes, abrigando a fila de espera dessa edição que já ocuparia 800 m². “Estamos avaliando um espaço alternativo para suportar o crescimento que a feira vem registrando a cada edição”, explica Richard Spirandelli, gerente de marketing da Messe Brasil.

Principais números de 2010

Número de expositores: 500 empresas – 25% superior a 2008

Área: 20 mil m² – 12% superior a 2008

Número de visitantes – 25 mil

Estimativa de negócios – mais de R$ 400 milhões (durante e pós-feira)

Países visitantes

Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coréia do Sul, Equador, Espanha, EUA, Itália, Índia, Paraguai, Peru, Taiwan, Uruguai e Venezuela.

Estados visitantes

Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Inovação, sustentabilidade e reciclagem foram temas do Cintec Plásticos

Inovação, reciclagem, processos e sustentabilidade foram alguns dos temas que permearam as palestras e mini-cursos do Cintec Plásticos 2010 realizado em paralelo à Interplast. O evento reuniu profissionais e pesquisadores de Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná e contou com mais de 350 participantes durante as exposições. O encerramento do evento, com o lançamento da “Régua da Inclusão”, uma Patente da Sociesc, desenvolvida por alunos do Instituto Superior Tupy/ Sociesc, também atraiu cerca de 200 pessoas, ampliando o número de congressistas.

Fonte: Messe Brasil

Yudo anuncia instalação em Joinville durante a Interplast.

25/08/2010

Empresa está concluindo negociações do terreno e prevê início da operação para setembro de 2011.

Com mais de 12 anos de presença no mercado nacional, a Yudo,  fabricante de sistemas de injeção, anuncia instalação em Joinville durante a Interplast. A escolha pela cidade se justifica pelo potencial de mercado da região e estrutura logística disponível. O anúncio foi feito por José Dantas, presidente da Yudo para as Américas, África, EUA e Oriente Médio, no estande da empresa na Interplast. “Com a instalação da fábrica em Joinville ampliamos a competitividade devido à eliminação da alta carga tributária para importação dos produtos e melhoramos nossos prazos de entrega”, enfatiza. A expectativa do presidente é iniciar a viabilização da licença ambiental ainda esse ano para iniciar as operações em setembro de 2011. A capacidade instalada da unidade será de R$ 25 milhões em faturamento. A previsão do grupo é faturar 500 milhões de dólares em 2010.

Fonte: Messe Brasil

Empresários do setor de plásticos reúnem-se em Joinville e reinvidicam isenção tributária para o plástico reciclado.

25/08/2010

Os sindicatos da indústria de plásticos  dos estados de Santa Catarina,  Paraná,  Rio Grande do Sul e  mais de 80 lideranças do setor subscreveram a “Carta de Joinville”  durante reunião realizada paralelamente à Feira Interplast, na sede da SOCIESC.

O segmento de plásticos vai desenvolver esforços no sentido de reinvidicar a isenção da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados para as matérias primas usadas no segmento de reciclagem.  A alíquota atual gira em torno de 5 a 15%.

O setor de reciclagem deseja também que o BNDES disponibilize recursos para as empresas do segmento com faturamento inferior a 10 milhões de reais por ano para modernização do parque fabril e capital de giro.

Da esquerda para a direita: Aladir Vitola (Cirplasul), Felinto Koeber (Simpesc), Manuel Gonzales (Simplast/RS), Djalma Azevedo (Sindiplast/RS), Robson (Induplast/SC), Luiz Henrique Hartmann (Sinplast/RS), Orlando Marin (Simplas/RS), Merehg Cachum (Sindiplast/SP), Albano Schmidt (Fiesc/Simpesc), Denise Dybas Dias (Simpep/PR), Alfredo Schmidt (Abief), Alceu Lorenzon (Sindiplast/SC), Roger Belisário (Arerj/Sindieco), Marcio Vacaro (Sindiplast/SC), Michele Araujo Ferreira (Senado Federal), Dlama Velho Azevedo (Sindiplast/SC), João Durval A. Neto (Simplavi/RS), Moacir Martins (Sociesc)

CARTA DE JOINVILLE

1. INTRODUÇÃO

Este documento chamado de “CARTA DE JOINVILLE” foi elaborado após amplo debate preliminar dos representantes dos sindicatos ligados à categoria de RECICLAGEM, bem como também na reunião de mobilização e organização do setor, realizada no dia 24 de Agosto de 2010 na cidade de Joinville – SC.

O presente documento é uma carta de reivindicação de empresários, entidades e sindicatos abaixo relacionados, ligados ao setor do plástico em defesa da cadeia da reciclagem, setor que vem encontrando extremas dificuldades econômicas.

2. OBJETIVOS E REINVINDICAÇÕES DO SETOR:

A busca de Incentivos fiscais e econômicos para a cadeia de reciclagem no Brasil, principalmente no âmbito do tributo federal IPI, através da aprovação imediata de uma das duas medidas abaixo relacionadas:

1) PL 510/2009 da Senadora Serys Slhessarenko com revisão, acrescentando alterações no atual formato tributário. Consideramos que a isenção do IPI seria a opção mais adequada.

2) Medida Provisória 476/09 com a emenda do relator Deputado Leonardo Quintão, onde as indústrias terão direito a obter crédito presumido do IPI na compra de matéria-prima decorrente de resíduos sólidos, de qualquer tipo de empresa industrial ou comercial (a proposta inicial limitava este crédito apenas a compras de cooperativas).

Consideramos que qualquer das medidas é benéfica ao setor.

Aproveitamos a oportunidade para demandar linhas de créditos facilitadas e específicas para a cadeia da reciclagem, com taxas de juros diferenciadas, para a modernização do obsoleto parque industrial, assim como capital de giro. Relatamos que o programa do Próplástico não contempla o setor em virtude de que a grande maioria das empresas não se enquadram nas exigências do programa.

São signatários desta carta:

Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC); Simpesc-SC; Sindiplast-SC; Sinplasc-SC; Simpep-PR; Sintrofab-PR; SimplasNP-PR; Simplas-RS; Sinplast-RS; Simplavi-RS; Sindieco-RJ; Sindiplast-SP;

Entidades presentes no evento e apoiadoras:

INP, ABIPLAST,  PLASTIVIDA, ARERJ-RJ, SOCIESC-SC, ABIEF, MAXIQUIM, BRASKEM, CIRPLASUL, ABIRP-SP, ANAP-SP, FIESC-SC

Fonte:  SIMPESC / SOCIESC

Interplast 2010 – Começa nesta segunda a maior feira do plástico realizada na América Latina em 2010

23/08/2010

A Interplast 2010, sexta edição da Feira e Congresso Nacional de Integração da Tecnologia do Plástico, começa nesta segunda-feira 23 a 27 de agosto, nos dois pavilhões da Expoville, em Joinville/SC. Realizada a cada dois anos pela Messe Brasil Feiras e Promoções, a Interplast congrega a exposição de máquinas e equipamentos da transformação, dispositivos auxiliares e matéria-prima, e o Cintec 2010 Plásticos que debate temas de gestão de meio ambiente e processos. Dessa forma, o evento reúne teoria e prática em um único local com o objetivo de desenvolver a indústria do plástico no Brasil.

 A Interplast é a maior feira do plástico em espaço ocupado e número de expositores, realizada na América Latina em 2010, e a maior da região sul desse setor. O número de expositores cresceu 25% em relação a 2008, totalizando 500 empresas. A feira ocupará uma área de 20 mil m², 12% maior que a de 2008. A expectativa dos organizadores é receber 30 mil visitantes nos cinco dias de evento.

 Abertura da feira

Data: 23 de agosto de 2010 – segunda-feira

Horário: 13h30

Local: Megacentro Wittich Freitag – Expoville

Endereço: Rua XV de Novembro, 4315

Oportunidades para o setor de plásticos na Interplast 2010.

18/08/2010

Com tradição de destacar-se no cenário sul brasileiro de grandes feiras, na próxima semana, Joinville transforma-se no palco da principal feira do setor plástico realizada na América Latina em 2010 – a Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico. O evento acontece a cada dois anos e chega à sexta edição com um crescimento 12% superior ao de 2008, em área ocupada.

Pelo posicionamento destacado que Santa Catarina ocupa como um dos principais pólos nacionais da indústria plástica, o evento atrai um número cada vez maior de empresas nacionais, representadas por seis estados, de olho nesse mercado promissor. Além disso, a feira conta com a participação de grupos internacionais da Alemanha, Argentina, Canadá, China, EUA, Taiwan e Turquia, que no Brasil encontram um cenário favorável para intercâmbio de tecnologia e comercialização de seus produtos. Ao todo, a Interplast reúne cerca de 500 expositores com uma expectativa de público visitante de cerca de 30.000 profissionais, principalmente dos segmentos de autopeças, construção civil, embalagens, eletroeletrônico e eletrodomésticos.

A movimentação da economia da região está assegurada com a geração de cerca de 1.000 vagas temporárias por meio de empresas prestadoras de serviços. Automaticamente, os reflexos positivos recaem também, sobre a rede hoteleira, restaurantes e comércio, beneficiando cerca de 50 diferentes segmentos da economia regional.

O sucesso da Interplast é reflexo de dois anos de trabalho intenso em ações de relacionamento com antigos expositores e novos que estão estreando nessa edição, investimentos em ações de comunicação institucional, propaganda, parceiras, visitas a feiras e apresentações do evento em diversas capitais brasileiras. Investimos também, na divulgação internacional, trazendo para a feira revistas especializadas de países como China, Taiwan e Argentina, e portais de negócios da Alemanha e Portugal. Esperamos a visita de dezenas de profissionais de outros países, vindos principalmente da América do Sul e Europa.

Durante os cindo dias da feira, os profissionais do setor tem a oportunidade de ampliar a rede de contatos, conhecer novas pesquisas, tecnologias e tendências, e fechar negócios. Dessa forma, a Interplast cumpre a sua missão de promover a renovação contínua do parque fabril das empresas do sul do Brasil, requisito fundamental para manter a competitividade e o desenvolvimento industrial da região.

Por:  Richard Spirandelli, diretor de marketing da Messe Brasil

Feira Interplast reúne fornecedores do setor plástico e amplia área em 12%

08/06/2010

A Interplast 2010, sexta edição da Feira e Congresso Nacional de Integração da Tecnologia do Plástico, acontece de 23 a 27 de agosto, nos dois pavilhões da Expoville, em Joinville/SC. Realizada a cada dois anos pela Messe Brasil Feiras e Promoções, a Interplast congrega a exposição de máquinas e equipamentos da transformação, dispositivos auxiliares e matéria-prima, o Cintec 2010 Plásticos que debate temas de gestão de meio ambiente e processos, e o Programador CAM, concurso e seminário para promover a indústria de moldes e matrizes e o conhecimento sobre as tecnologias e processos. Dessa forma, o evento reúne teoria e prática em um único local com o objetivo de desenvolver a indústria do plástico no Brasil.

A Interplast está entre as maiores feiras do plástico em espaço ocupado e número de expositores, realizada no país em 2010 e a maior da região sul desse setor. O número de expositores cresceu 25% em relação a 2008, totalizando 500 empresas. A feira ocupará uma área de 20 mil m², 12% maior que a de 2008.

A Interplast é referência pelas soluções e alternativas de modernização do parque fabril da região sul e reúne as principais empresas do mercado nacional e internacional, que trazem o que há de mais moderno na área tecnológica da cadeia do plástico, de matéria-prima a compostos, pigmentos, periféricos, ferramentaria e máquinas em geral. Além de empresas representando todos os estados brasileiros, o evento reúne expositores de outros 12 países – Áustria, Alemanha, Espanha, França, Itália, Canadá, EUA, China, Japão, Taiwan, Argentina e África.

Joinville concentra a posição como um dos principais pólos transformadores de plástico do país e líder nacional em transformação de PVC. O estado de Santa Catarina tem a maior produção de produtos plásticos na relação com o total da economia entre todos os estados brasileiros. Em termos absolutos, está atrás apenas de São Paulo. Três segmentos se destacam em âmbito nacional: o de produtos para construção civil na região de Joinville, o de descartáveis na região de Criciúma e o de embalagens, que está mais espalhado pelo Estado, com importante presença no Oeste, no Sul e na grande Florianópolis.

Santa Catarina tem 900 indústrias de transformação de plástico, responsáveis por 33 mil empregos e o faturamento anual foi de cerca de R$ 8 bilhões em 2009. O volume de produção anual é de 1,1 milhão de tonelada. São Paulo tem uma produção que gira em torno de 2,6 milhões de toneladas por ano.

A estimativa dos organizadores é que o número de visitantes da Interplast ultrapasse os 25 mil profissionais do setor que estiveram na feira em 2008. “As constantes inovações e o crescimento do setor no mercado, fazem com que a busca de novas tecnologias e conhecimentos seja uma constante para indústrias e profissionais e a procura deve ser ainda maior em 2010 com a retomada da economia”, comenta Richard Spirandelli, gerente de Marketing da Messe Brasil.

A estimativa de crescimento do setor apontada pela Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast) é de 6% em 2010, igualando-se aos números alcançados em 2008, antes da crise econômica. Segundo Merheg Cachum, presidente Abiplast, feiras como a Interplast são excelentes oportunidades de negócio para a indústria de transformação. “A feira reúne expositores do mesmo segmento, permitindo uma avaliação dos recursos disponíveis no mercado e do que é mais vantajoso para o processo produtivo de cada organização, facilitando a escolha dos fornecedores”, comenta.