Posts Tagged ‘Jaime Lorandi’

Simplás celebra 29 anos de atividade com olhar em educação e sustentabilidade

24/08/2018

Presidente da Abiplast e da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, acompanha palestra sobre educação e sustentabilidade proferida pelo presidente do Simplás, Jaime Lorandi.

Palestra do presidente Jaime Lorandi, em reunião-almoço, também marcará início da implantação do projeto Plástico do Bem na CIC de Caxias do Sul

O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) será o protagonista da tradicional reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul marcada para a próxima segunda-feira (27), a partir das 12h. Em comemoração aos 29 anos do Simplás, completados oficialmente no dia 25, o presidente Jaime Lorandi apresentará palestra sobre Educação para a sustentabilidade.

A ocasião marcará também o início da implementação do projeto Plástico do Bem na CIC de Caxias do Sul. Desde março deste ano, a iniciativa que capacita estudantes e professores da rede de ensino público municipal para a coleta, separação e limpeza de plásticos consumidos nas próprias residências e vizinhanças vem gerando renda extra para 20 escolas do município de Farroupilha, por meio do encaminhamento do material para a reciclagem. Cerca de 500 professores e 6,5 mil alunos receberam, além de orientação, coletores plásticos individuais com separadores para cada tipo de material, doados pelo Simplás. Em aproximadamente três meses de operação, as instituições de educação fundamental do município já encaminharam mais de 5 toneladas de plásticos para a reciclagem, gerando, assim, R$ 4 mil de recursos antes inexistentes.

O Simplás trabalha agora no sentido de ampliar o programa para outros municípios e segmentos da sociedade. Também em Caxias do Sul, por exemplo, já foi deflagrada a implementação do Plástico do Bem na unidade do Senai Nilo Peçanha, no Bairro Exposição.

“Na CIC, o objetivo é envolver as mais de 200 pessoas que trabalham diariamente nos quase 20 sindicatos de classe, entidades representativas, sociais e serviços instalados no condomínio. Ainda estamos acertando os últimos detalhes, mas, de novo: o mais importante aqui é o trabalho informativo e educacional para levar a uma mudança de hábitos entre as pessoas. Nós somos os primeiros responsáveis pelo que consumimos”, explica o presidente do Simplás, Jaime Lorandi.

Sucesso de público e crítica em Joinville (SC)

A palestra com que o Simplás celebrará os 29 anos de representação empresarial, na reunião-almoço da CIC, experimentou dois recentes sucessos de público e crítica. As apresentações ministradas pelo presidente do sindicato, Jaime Lorandi, na feira Interplast, em Joinville (SC), nos dias 14 e 15 de agosto, tiveram auditório lotado, aplausos e muitas perguntas do público.

No primeiro dia, havia a plateia especializada da Câmara Nacional de Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast); e, no segundo, uma turma de estudantes cheios de curiosidade entre um atento grupo de industriais da transformação.

“Achei muito interessante. Bem expositiva, elucidativa e educativa. Pretendo passar para a frente, entre a própria família e no meu meio social”, comentou o estudante do ensino médio Pedro Gori.

“Muito legal! Já quero fazer contato com o palestrante para falar sobre um projeto ambiental que estamos desenvolvendo em nosso curso”, revelou a estudante do Curso Técnico em Plásticos, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – campus Sapucaia do Sul, Jaqueline Abreu.

“Gostei muito. Nunca tinha visto nada assim”, completou a colega Lauany Pletsch.

Lorandi observa que o conceito de responsabilidade individual aplicado na relação entre produção, consumo e destinação correta de produtos plásticos tende a se expandir de maneira orgânica para quaisquer outros materiais inseridos no cotidiano da sociedade.

“Os plásticos representam 40% de todo os resíduos sólidos que produzimos hoje. Então, por óbvio, ao adquirirmos a cultura da separação para o plástico, naturalmente vamos evoluir para um comportamento adequado com o vidro, o metal, o papel, o papelão…”, sentencia o presidente do Simplás.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas; Fotos: Zeca Martins

Curta nossa página no

Anúncios

Palestra do Presidente do Simplás, Jaime Lorandi, mobiliza lideranças do setor de plásticos na Interplast em torno de proposta de educação para sustentabilidade

15/08/2018

Presidente da Abiplast e da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, avaliou positivamente palestra do presidente do sindicato, Jaime Lorandi

O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) finalizou, sob aplausos, a reunião da Câmara Nacional de Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), em edição especial realizada no dia de abertura da Interplast 2018 – Feira e Congresso de Integração da Indústria do Plástico, nesta terça-feira (14), em Joinville (SC). A platéia de lideranças do setor saudou a linguagem inovadora e acessível proposta pelo sindicato para difundir na sociedade os conceitos da economia circular.

A palestra, que o presidente do Simplás e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi, apresentará também na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul, alusiva aos 29 anos do sindicato, no dia 27 de agosto, desafia visões pré-concebidas. E com dados, fatos e estatísticas, propõe soluções por meio da responsabilidade coletiva.

Na mesma ocasião, o Simplás também lançará o projeto Plástico do Bem, na própria CIC, capacitando os integrantes do condomínio de entidades a coletar, separar e trazer seus plásticos limpos para destinar à reciclagem e gerar recursos. Neste momento, o Plástico do Bem já está remunerando 20 escolas da rede municipal de Farroupilha por meio da capacitação para reciclagem oferecida aos estudantes, familiares e professores.

“O sujeito ativo da poluição são as pessoas. Não dar o destino correto para aquilo que se consome, ou nem mesmo pensar a respeito, é uma questão de comportamento. Porém, vivemos novos tempos e precisamos desenvolver novos hábitos. Assim, o caminho é investir na educação para a sustentabilidade”, afirma Lorandi.

Presidente da Abiplast e também da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), José Ricardo Roriz Coelho entende que a apresentação desenvolvida pelo Simplás – e que será compartilhada por todo o setor – tem a capacidade de modificar a forma como as pessoas enxergam o ato de consumo e o incremento na qualidade de vida oferecido pelos produtos.

“O Jaime é um palestrante bem didático e o conteúdo está bem acessível a toda a população. Não usa aquela linguagem técnica, restrita ao setor. Ele mostra, com fatos, que a sociedade não poderia viver sem o plástico. Porque oferece muitos benefícios e porque a troca por outros materiais teria imenso impacto ambiental. O que a sociedade precisa fazer é buscar alternativas para ampliar o uso dos plásticos e estabelecer uma relação mais amigável deles com as pessoas”, avalia Roriz.

Nesta quarta-feira (15), Lorandi volta a ministrar a palestra na Interplast 2018, agora aberta a todo o público participante da principal feira nacional do setor. O encontro está marcado para as 18h, na Sala Violeta (número 14), no Centro de Convenções da Expoville, em Joinville (SC). Inscrições podem ser feitas pelo link bit.ly/2Kf75Yu ou pelo site interplast.com.br.

Comentários sobre a Palestra:

“A palestra desenvolvida pelo Simplás é educativa, abrangente, expõe os benefícios dos plásticos para a humanidade, contrapõe a imagem tradicional que se tem dos plásticos e propõe uma solução. O problema, hoje, é de comportamento. Falta educação e falta ação, principalmente do poder público, para dar incentivos à economia circular, que ampliaria a geração de dinheiro, impostos e trabalho em toda a sociedade, de maneira limpa.”

Ricardo Hajaj (Presidente da Câmara Nacional de Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Abiplast)

“A palestra é fantástica! Estamos apenas debatendo alguns pontos de sintonia, via Abiplast, para ser a mensagem nacional e oficial do setor. E vamos viralizar. Buscar as crianças. O trabalho feito pelo Simplás é maravilhoso. Estou orgulhoso e encantado de contar com um parceiro de setor como o Jaime.”

Albano Schmidt (Presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina)

“A linguagem não é nada técnica e, pelo contrário, é bastante acessível a qualquer pessoa. Principalmente, para quem é de fora do setor. Já estamos em tratativas para que o Jaime leve a palestra para o Energiplast [Fórum Brasileiro de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos com Ênfase em Plásticos], quem sabe fazendo a abertura do evento [dia 11 de setembro, na Fiergs, em Porto Alegre].”

Luiz Henrique Hartmann (Coordenador do Energiplast – Fórum Brasileiro de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos com Ênfase em Plásticos)

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas; Foto: Zeca Martins

Curta nossa página no

Simplás fala sobre educação e sustentabilidade na Interplast 2018

09/08/2018

Presidente do sindicato e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi, apresenta “A Solução dos Plásticos” nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC)

O Presidente do sindicato e conselheiro da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Jaime Lorandi (foto) fará duas apresentações de “A Solução dos Plásticos”, nos dias 14 e 15 de agosto, em Joinville (SC), durante a Interplast. O evento ocorre nos pavilhões da Expoville, onde o Simplás também marcará presença com um estande coletivo de oito empresas expositoras e uma missão técnica com aproximadamente 50 empreendedores da Serra Gaúcha. A experiência do Simplás em programas de educação e sustentabilidade incluem iniciativas como Plástico do Bem, Recicla Plastech Brasil e Descarte Certo – Tampas de Plástico.

Dia 14 (terça-feira), às 12h30, Lorandi encerrará o encontro da Câmara Nacional dos Recicladores de Materiais Plásticos (CNRMP) da Abiplast. A reunião, que começa às 9h30, na Sala Acácia, número 13, é dirigida ao grupo formado por empresas e representantes do setor de reciclagem de material plástico e transformação de material reciclado. Já no dia 15 (quarta-feira), às 18h, na Sala Violeta, número 14, a apresentação será aberta e gratuita para o pública, porém com vagas limitadas. Nos dois casos, é necessário efetuar o credenciamento prévio para acesso à Interplast, pelo site interplast.com.br. (Confira abaixo o serviço completo).

A palestra “A Solução dos Plásticos” foi desenvolvida pelo Simplás ao longo de aproximadamente um ano de pesquisa, sendo aprimorada em fóruns nacionais do setor, sob a coordenação da Abiplast. O conteúdo se originou da constatação de que a opinião pública carece de informações isentas, precisas e atualizadas a respeito dos benefícios do plástico para a sociedade – e das formas corretas de destinação pós-consumo.

“O avanço na qualidade de vida no mundo anda junto com o maior uso dos materiais plásticos. Não importa qual será a matriz energética do futuro, o que sabemos é que usaremos mais plásticos. O plástico é solução. Se quisermos erradicar a fome, a sede e a miséria do planeta, iremos utilizar cada vez mais plásticos”, afirma presidente do Simplás e conselheiro da Abiplast, Jaime Lorandi.

Segundo o dirigente, qualquer perspectiva de evolução no comportamento coletivo atual passa, necessariamente, pelo investimento em educação. Uma experiência recente neste sentido já entrou em funcionamento através do próprio Simplás, em março de 2018, com o projeto Plástico do Bem. A iniciativa alia educação e sustentabilidade, disseminando conceitos básicos de destinação correta de plásticos pós-consumo entre professores, estudantes e familiares, além de criar a possibilidade de geração de recursos extras para a rede de ensino público por meio da reciclagem. Neste momento, a iniciativa já rende dividendos para 20 escolas, que atendem cerca de 6,5 mil alunos de educação fundamental da rede municipal de Farroupilha (RS).

“O sujeito ativo da poluição são as pessoas. A solução é educar para separar e destinar corretamente. Cada consumidor é o primeiro responsável pela destinação após o consumo do plástico. O plástico é bom e acessível para toda a humanidade. Mesmo que o município não conte com coleta seletiva, não há justificativa para cada pessoa ou família não desenvolver em casa o hábito de separar o plástico limpo e depois cobrar das autoridades. Novos tempos exigem novos hábitos, então, vamos aprender a separar o que utilizamos e destinar para reciclagem”, afirma Jaime Lorandi.

Serviço:

Palestra: “A Solução dos Plásticos” na Interplast, em Joinville (SC)

Quando: 14 de agosto (quarta-feira)
Horário: 12h30
Onde: Sala Acácia, número 13, no Centro de Convenções da Expoville
Publico: integrantes da Câmara Nacional de Recicladores de Material Plástico (CNRMP) da Abiplast
Confirmações de presença: pelo e-mail rsvp@abiplast.org.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site interplast.com.br

Quando: 15 de agosto (quinta-feira)
Horário: 18h
Onde: Sala Violeta, número 14, no Centro de Convenções da Expoville
Público: geral
Entrada: gratuita
Vagas: limitadas
Inscrições: pelo link bit.ly/2Kf75Yu ou site www.interplast.com.br
Credenciamento para acesso à Interplast: pelo site www.interplast.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa -Simplas

Curta nossa página no

Simplas mobiliza entidades nacionais e internacionais para sensibilizar Vaticano sobre equívoco de Encíclica Papal desfavorável ao uso dos plásticos

20/04/2017

  • Proposta para diálogo com o Vaticano conquista apoios da Aliplast e Braskem
  • Entidades industriais do Canadá e Estados Unidos serão contactadas
  • Plastivida oferece apoio para contato com ONGs

A iniciativa do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) de buscar uma convergência internacional do setor para dialogar com o Vaticano, a fim de obter uma nova orientação da Igreja Católica quanto ao uso e reciclagem dos plásticos, conta agora com os apoios oficiais da Associação Latino-americana da Indústria Plástica (Aliplast) e da petroquímica Braskem. O endosso foi confirmado em duas reuniões consecutivas durante a realização da Feiplastic, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast) e fabricantes de máquinas para plástico do Brasil e da Itália já manifestaram também seu apoio à iniciativa do Simplas.

A idéia é subsidiar o Vaticano com informações completas e atualizadas a respeito dos benefícios dos plásticos para a humanidade, em particular sobre seu ciclo de reaproveitamento. O canal de comunicação do Simplás com a chancelaria do Papa Francisco está aberto desde o ano passado. Os contatos se iniciaram ainda em 2015, quando a encíclica Laudato Si, de caráter social e ambiental, foi publicada com um trecho que propôe que se evite o consumo do plástico (entre outros materiais).

O Simplas prosseguirá as conversações, com o aval da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), a partir de uma resposta já obtida da chancelaria do Papa Francisco, após sucessivas tentativas por meio de cartas, intermediação bispal e até contato direto com cardeais na Basílica de São Pedro.

“Os religiosos ligados ao Papa e representantes da Secretaria de Estado do Vaticano foram muito receptivos e compreenderam a necessidade de existir este diálogo e colocaram-se à disposição. A partir deste momento, cabe às lideranças internacionais do setor de plástico unirem-se e elaborarem um projeto de diálogo com o Vaticano, com o objetivo de sensibilizar os cardeais da Secretaria de Estado e, posteriormente, dialogar com o Papa Francisco”, afirma Jaime Lorandi (foto), presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplas).

A encíclica Laudato Si, divulgada em 18 de junho de 2015, tem caráter social e ambiental. Em determinado trecho, o documento sugere aos fiéis católicos – que correspondem a aproximadamente 1,3 bilhões de pessoas no mundo todo – “evitarem o uso de material plástico”. “Esta orientação do Papa pode influenciar as idéias e o comportamento de bilhões de pessoas nas próximas décadas”, adverte Lorandi.

Na condição de empresário do ramo de plásticos e, ao mesmo tempo, de estudioso diletante de Encíclicas Papais, a posição única de Jaime Lorandi lhe permitiu cedo identificar o equívoco da orientação da Encíclica sobre o uso dos plásticos, a qual, inclusive, é contraditória com a visão do Papa sobre o combate à pobreza e à fome.

“A maioria dos povos descartam os produtos pós-consumo de forma não ecológica, tratando-os como lixo e jogando-os no meio ambiente. Esta forma errônea de destinação criou uma mentalidade de que os plásticos poluem, gerando uma onda de desinformação contra o uso do material. Caso a humanidade evite ou exclua os plásticos de sua vida, haverá muito mais famintos, sedentos, despidos, doentes, desabrigados e com menos possibilidade de deslocamento geral. Inclusive, haverá maior dano ambiental, provocado pelo uso de outros materiais que exigem maiores recursos naturais e energéticos”, alerta o presidente do Simplas. “É dever das pessoas que possuem conhecimento aprofundado em plásticos, em humanidades e em uso de recursos naturais e energéticos, informar a todos sobre os benefícios deste material e alertar sobre os perigos consequentes de seu desuso e eliminação. Caso haja alteração na orientação da encíclica, este fato histórico trará uma grande repercussão positiva na cultura da reciclagem, principalmente nos países ocidentais”, afirma Lorandi.

Durante a Feiplastic 2017, o presidente do Simplás realizou várias reuniões e contatos visando mobilizar o setor para o desenvolvimento de um projeto coletivo internacional e unificado com o objetivo de conversar diretamente com o Vaticano a respeito da importância dos plásticos para a vida humana. Sobretudo, quando se cumpre o seu ciclo de descarte e reutilização.

“O avanço adicional do encontro com a Aliplast durante a Feiplastic foi a manifestação do México de levar a proposta à associação da América do Norte, que reúne as indústrias de Canadá e Estados Unidos. Para que também eles apóiem a formação de uma linguagem única de todo o setor, a nível mundial”, afirma o presidente do Simplás.

Aval da Braskem

Durante encontro com Jaime Lorandi, também no decorrer da Feiplastic, o presidente e o vice-presidente da Braskem, Fernando Musa e Edison Terra, respectivamente, afirmaram que desconheciam o tema relativo à encíclica Laudato Si e se propuseram a encaminhar o assunto ao Conselho Mundial do Plástico (WPC, na sigla em inglês). A Braskem ocupa uma cadeira no Comitê Executivo da organização, que trata de assuntos estratégicos à cadeia plástico-petroquímica em todo o planeta.

“Eles perceberam que o assunto deve ser abordado com muito zelo. E já confirmaram que a associação internacional dos fabricantes de plástico vai apoiar e fornecer todas as informações necessárias”, afirma Lorandi.

Plastivida busca sensibilizar Organizações Não Governamentais

Visando obter o apoio de instituições de ensino e organizações não-governamentais (ONGs) ligadas ao setor, a iniciativa do Simplas conta também com o suporte da Plastivida – Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos.

“A Plastivida já se sensibilizou e vai levar o assunto às demais ONGs ligadas ao plástico, para obter também o apoio e as informações delas para formatarmos o projeto de diálogo com o Vaticano”, comenta Lorandi. O envolvimento das ONGs visa também avançar com a sensibilização de organismos internacionais sobre o tema: “Agora queremos o apoio da ONU. Queremos obter o suporte de organizações mundiais, como a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) e a OMS (Organização Mundial da Saúde), para que elas também tenham conhecimento da importância do plástico para a alimentação e a saúde do planeta”, finaliza Lorandi.

Fonte: Simplas; foto: Júlio Soares / Objetiva (divulgação Simplas)

Curta nossa página no

Jaime Lorandi é reeleito para novo mandato à frente do Simplás

10/07/2016

Simplas-Lorandi

A próxima gestão do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) já tem uma linha de trabalho definida para o triênio 2016-2019. Jaime Lorandi (foto), reeleito para a presidência na última quarta-feira (29), estabeleceu quatro eixos de atuação na entidade que representa mais de 500 empresas de transformação que geram aproximadamente 12 mil empregos diretos em oito municípios (Caxias do Sul, Coronel Pilar, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, São Marcos e Vale Real), com estimativa de faturamento anual superior a R$ 3 bilhões. Em um raio de 50 quilômetros, a área de abrangência do Simplás apresenta uma das maiores concentrações de indústrias de transformação de plástico do Brasil. A posse oficial da nova diretoria está prevista para 1o de agosto.

Melhoria e promoção da ética nas relações de trabalho e na Justiça do Trabalho; estímulo à qualificação profissional de gestores empresariais; defesa da elaboração e implementação de um plano de desenvolvimento econômico e social multissetorial para toda a região; e promoção da sustentabilidade por meio da educação para o descarte correto do plástico pós-consumo das residências serão as diretrizes no programa de ação da entidade.

“Há mais de 25 anos, o Simplás representa um setor responsável pela geração de dezenas de milhares de empregos na região. O sucesso da indústria, portanto, tem relação direta com o bem-estar e o progresso de milhares de famílias de empregadores e empregados. Assim, compreendemos que o papel comunitário do sindicato vai além da esfera associativa. Nos próximos três anos vamos trabalhar intensamente para que os benefícios da ética, da qualificação, do desenvolvimento e da sustentabilidade alcancem cada vez mais pessoas, em toda a sociedade”, afirma Lorandi.

Fonte: Assessoria de Imprensa (Simplás); Foto: Neli Alvanoz

Curta nossa página no

Jaime Lorandi toma posse como presidente do Simplás pelos próximos três anos

02/08/2013
Simplas_Posse

Orlando Marin, ex-presidente, e Jaime Lorandi, novo presidente do Simplás

Tomou posse na noite desta quinta-feira o novo presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), Jaime Lorandi. Diretor da Plásticos Itália, Lorandi, 53 anos, fica à frente do Simplás até 2016. Ele assume o posto até então ocupado por Orlando Marin, que permanece como um dos suplentes. A assinatura do termo de posse da nova diretoria ocorreu na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), seguida de jantar. No primeiro discurso como presidente, Lorandi exaltou o trabalho do antecessor durante os nove anos em que foi presidente.

“Somos idealistas, procuramos agir pelo bem comum. Orlando formou uma excelente feira (a Plastech Brasil, Feira de Tecnologias para Termoplásticos, Termofixos, Moldes e Equipamentos que ocorre em Caxias do Sul entre 27 e 30 de agosto), uniu sindicatos em atrito, bateu de frente com o problema da energia elétrica, pois pagamos pela energia 29% a mais do que nossos concorrentes”, destacou.

Lorandi anunciou ainda os membros do conselho consultivo, que atuam como uma espécie de conselheiros do sindicato, e os componentes do Simplás Jovem.

“É necessário formar grupos de liderança entre os jovens, para que eles entendam o que é deixar um legado, algo além de nossa empresa. O jovem tem que protestar, sair à rua, o próprio papa Francisco disse isso”, afirmou Lorandi.

Orlando Marin se despediu da presidência e se disse muito feliz.

“A gente faz isso porque gosta e crescemos muito, sempre respeitando os outros. Aprendemos o quanto se coloca fora em recursos e riqueza neste país. Recursos que poderiam ser canalizados para quem produz. Jaime tem muita capacidade para agregar novos talentos e isso vem em benefício de todos” discursou Marin, emocionado.

O presidente da CIC, Carlos Heinen, cumprimentou os dois presidentes e destacou o crescimento da indústria plástica e da Plastech Brasil, que vai para a quarta edição.

Fonte: Simplas

Créditos (foto): Julio Soares/Objetiva

Curta nossa página no

Novo presidente do Simplas define prioridades para sua gestão

01/07/2013
  • Plastech Brasil, curso de dirigentes e planejamento estratégico são prioridades de Jaime Lorandi na presidência do Simplás
  • Empresário eleito na noite da última quarta-feira (26) assume comando da entidade em 1o de agosto

Simplas_LorandiFomento de negócios, qualificação setorial e planejamento são as prioridades apontadas por Jaime Lorandi (foto) para comandar o Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) no triênio 2013-2016. Aos 53 anos, o empresário e professor universitário natural de Caxias do Sul (RS) foi eleito na noite da última quarta-feira (26). O evento de posse está previsto para 1o de agosto. Até lá, Orlando Marin segue à frente da entidade.

O Simplás representa mais de 500 empresas de transformação em oito municípios da Serra Gaúcha – Caxias do Sul, Coronel Pilar, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, São Marcos e Vale Real. A região processa anualmente mais de 300 mil toneladas de plástico e responde por cerca de 13 mil empregos diretos. A cargo do Simplás, a Plastech Brasil tornou-se a maior feira setorial do país realizada por uma entidade de classe. Em 2013, ocorre de 27 a 30 de agosto em Caxias do Sul.

“Queremos fazer da Plastech Brasil um evento gerador de negócios ainda mais expressivo do que já é. Também está em nossos objetivos um curso de desenvolvimento de dirigentes e a elaboração de um planejamento estratégico para o sindicato”, revela Lorandi.

Entre os desafios que o empresário identifica no horizonte, o principal reside exatamente no alto nível de condução estabelecido por Orlando Marin ao longo dos últimos nove anos.

“É a nossa primeira prova: dar continuidade ao excelente trabalho realizado pela atual gestão. Além disso, precisamos tornar o setor mais unido, produtivo, competitivo e lucrativo”.

Um conceito surge de maneira reiterada nos projetos que Lorandi pretende ver concretizados no comando da entidade: “Qualificação. Precisamos qualificar melhor o empreendedorismo dos dirigentes do setor plástico e dos trabalhadores”.

No mesmo sentido, o empresário acredita que a sintonia entre as forças do setor produtivo deve avançar, na defesa de interesses comuns.

“Vamos atuar de forma muito intensa contra a alta carga tributária a que somos submetidos e também por maior união entre empresários e trabalhadores do setor plástico, para reivindicar  a prestação de melhores serviços pelo governo”, conclui.

Diretoria (efetivos) da Nova Gestão do Simplás (2013-2016)

  •  Presidente – JAIME LORANDI
  • 1º Vice-presidente – GELSON DE OLIVEIRA
  • 2º Vice-presidente – PLÍNIO ROBERTO PAGANELLA
  • 1º Secretário – RICARDO ALEXANDRE POLO
  • 2º Secretário – HELOISA R. KUHN BROLIATO
  • 1º Tesoureiro – REMO JOÃO BOFF
  • 2º Tesoureiro – JOSEMAR BOEIRA MARTINS

Fonte: Simplas

Curta nossa página no