Posts Tagged ‘Interpack’

BASF apresenta projetos e inovações para embalagens em evento virtual

05/04/2021

  • Projetos e soluções giram em torno da sustentabilidade e da preservação de recursos
  • Tópicos apresentados em evento virtual procuraram contribuir para a Interpack 2021

A visão dos especialistas sobre todo o ciclo de vida de embalagens – desde a produção ao uso, incluindo opções de reciclagem – fizeram parte do evento virtual realizado em março pela BASF. As apresentações foram realizadas como uma contribuição alternativa da empresa para a Interpack 2021, feira mundial de embalagens realizada na Alemanha, que não pode ocorrer devido à pandemia do coronavírus. Os tópicos vão desde inovações de produtos a novas tecnologias e projetos de clientes.

Projetos de economia circular

Dentro de seu programa de economia circular, a BASF estabeleceu o objetivo de processar anualmente, a partir de 2025, um total de 250 mil toneladas de matérias-primas recicladas e à base de resíduos em vez de matérias-primas fósseis. Além disso, a companhia está construindo a pegada de CO2 de todos os produtos de venda e pretende concluir este processo até ao final de 2021.

Tecnologia de tinta à base de água para a impressão de embalagens flexíveis

Para as embalagens de papel e papelão, as tintas à base de água são utilizadas há muito tempo e são aceitas como uma solução mais segura e sustentável. Juntamente com os parceiros da rede PRETHINK INK, a BASF está trabalhando para mostrar que essa tecnologia também é viável na impressão em filme para as aplicações das embalagens flexíveis. Os especialistas da BASF e parceiros, como o fabricante de tinta Quimovil, o fabricante de máquinas Comexi e o fabricante de embalagens Silbo, discutiram suas experiências e ofereceram conselhos práticos sobre a utilização “à base de água”.

Reciclagem mecânica de poliamidas em estruturas de filme multicamadas

Atualmente, diversos protocolos de reciclagem não classificam poliamidas em filmes multicamadas como recicláveis. Porém, a BASF apresenta as últimas conclusões sobre a reciclagem mecânica de poliamidas em filmes multicamadas a partir de experiências recentes. Tanto a poliamida 6 como várias outras copoliamidas foram estudadas e avaliadas a este respeito.

Ultramid: introdução de uma família de produtos de granulados de extrusão de poliamida 6

Nesta família de produtos, é possível determinar a pegada de CO2 e reduzi-la usando diversas opções. Já está disponível a linha Ultramid Ccycled, que oferece diversos grades fabricados a partir de resíduos reciclados do processo de produção, em diferentes etapas: tanto derivados da produção de poliamidas na BASF, como também opções que incorporam materiais classificados como Post-Consumer, reforçando o conceito de circularidade. Assim, a BASF também pode oferecer aos seus clientes materiais com um balanço de massa de materiais reciclados. A empresa também oferece o Ultramid BMBcert: o método de balanço de biomassa (BMB), certificado pela REDcert, que ajuda a conservar as matérias-primas fósseis.

Novos grades de Ultradur com perfis de propriedades feitos sob medida

O Ultradur B6560 M2 FC TF, resina de PBT termoformável, combina as características da família Ultradur, proporcionando adicionalmente excelentes propriedades de barreira de oxigênio, vapor de água e aroma, afirma a BASF.

Segundo a BASF, Por meio destas propriedades mecânicas intrínsecas, o Ultradur permite embalagens fabricadas com um único material, não sendo necessário mais revestimentos. Ao conectar e ramificar as cadeias de polímeros por meio de aditivos especiais, é possível obter uma elevada resistência do polímero fundido. O material é adequado para extrusão de filmes e termoformagem de embalagens ou peças técnicas, bem como outras aplicações de alta temperatura.

O Ultradur B1520 FC R1 é um PBT de alta fluidez especialmente desenvolvido para embalagens de parede fina moldadas por injeção para cosméticos e produtos alimentícios. É o produto escolhido para embalagens aromáticas e de uma única camada. Dessa forma, é possível eliminar embalagens secundárias em função das propriedades de barreira a umidade e oxigênio proporcionadas pelo novo material. As embalagens também podem ser mais finas, o que constitui um pré-requisito para a produção econômica e ecológica.

Curta nossa página no

Cromex participa da Feira Interpack 2014

14/05/2014

A participação ocorre por meio do Think Plastic Brazil, programa de incentivo à exportação do plástico transformado brasileiro

 A Cromex, líder no mercado brasileiro de masterbatches e atuando também na distribuição de termoplásticos, está participando de uma das maiores e mais importantes feiras do setor de embalagens do mundo, a Interpack,   entre os dias 8 e 14 de maio de 2014, em Dusseldorf (Alemanha).

A participação da Cromex ocorre por meio do Think Plastic Brazil, programa de incentivo à exportação do plástico transformado brasileiro, uma parceria entre a cadeia produtiva do plástico e o governo, por meio da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil. Segundo os especialistas do Think Plastic Brazil, a feira é um verdadeiro termômetro para o setor, não só para o mercado europeu, mas também para as empresas da América Latina.

A Cromex  leva ao evento toda a sua gama de produtos e soluções para os transformados plásticos. As aplicações incluem plásticos de engenharia, um segmento para o qual a empresa fornece produtos de alto desempenho; e as especialidades, tendo como alvo as indústrias de construção, eletrônicos e automotivos. A empresa também trabalha com soluções como a moldagem rotacional.

Segundo Marcos Pinhel, diretor Comercial da Cromex, a participação em eventos internacionais é de extrema importância para as estratégias comerciais da empresa. “A Cromex tem um perfil exportador, atuamos em mais de 60 países e sempre buscamos crescer, tanto no reconhecimento de nossos produtos e serviços, quanto nas vendas efetivas”, afirma o executivo.

Fonte: Cromex

Curta nossa página no

Participação na Interpack gera mais de 500 contatos para associados ao Export Plastic.

07/06/2011

A Interpack é maior feira internacional de embalagem e processamento e uma das mais importantes do segmento na Europa. Realizado entre 12 e 18 de maio em Düsseldorf, Alemanha, o evento contou com a participação de 15 empresas brasileiras associadas ao Programa Export Plastic, que puderam mostrar seus produtos, fazer novos contatos e conhecer as tendências do mercado global.

Durante a feira, o Programa possibilitou a realização de 561 contatos comerciais com compradores internacionais de 23 países, entre eles Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Turquia, França, Itália, Japão e Chile. O resultado foi a geração de US$ 45 mil em negócios. A continuidade desses contatos deverá gerar, para os associados, vendas em torno de US$ 9 milhões nos próximos 12 meses.

A partir de sua participação na Interpack, a Mazda, fabricante de embalagens flexíveis, pôde prospectar clientes e retomar contatos. “Participar da feira em parceria com o Export Plastic é uma das melhores formas de mostrar nosso diferencial de mercado aos clientes”, disse Rogério Matsuda, trader da empresa..

Para a Clever Pack, foi uma oportunidade de estabelecer contatos com compradores da Europa, Oriente e Ásia. “Com o apoio do Export Plastic foi possível participar da feira de uma maneira organizada e sistemática”, concluiu Cláudio Vollers, sócio da empresa.

A Cromex, líder brasileira na produção de masterbatches de cores e aditivos para plásticos, também destacou a importância da Interpack como um ambiente de oportunidades para prospectar clientes e divulgar a marca, já que a empresa está presente no continente europeu por meio de distribuidores locais. “O Programa contribuiu para firmarmos novos contatos comerciais com compradores, especialmente europeus”, afirmou Margareth Barbosa, executiva da companhia.

Representantes das empresas Topack e Cartonale destacaram o potencial do evento no estabelecimento de novos contatos internacionais e no posicionamento da empresa no setor. “Fizemos vários contatos interessantes e ainda dedicamos um tempo para conhecer as novidades do mercado do plástico”, relatou Sérgio Scanavini, da Cartonale. Já André Reiszfeld, diretor da Topack, disse que participar dessas feiras indica aos clientes que a empresa  está se mantendo atualizada e se capacitando para o mercado.

“A possibilidade de realizar contatos com compradores de todo o mundo é um dos grandes atrativos da Interpack”, ressaltou Roberto Carvalho, diretor geral da Wyda, empresa que já participou seis vezes da feira e a considera a mais importante do setor. “Recebemos visitantes de todo o mundo e construímos relações de grande valor para nossa atuação nas exportações”, concluiu.

A Interpack é realizada a cada três anos e esta foi a terceira participação do Programa e seus associados. A edição de 2011 contou com a presença de cerca de 2.750 expositores de 60 países.

Fonte: Boletim Export Plastic

Programa Export Plastic organiza sua terceira participação na Interpack

05/04/2011

A cidade de Düsseldorf, na Alemanha, sedia a cada três anos a Interpack, uma das feiras mais importantes do setor de embalagens da Europa. O evento reúne fabricantes de máquinas, matérias primas e insumos.  Este ano, a feira reunirá 2.700 expositores de 60 países, distribuídos em 19 pavilhões.

O Programa Export Plastic, juntamente com 15 empresas associadas, marcará presença pela terceira vez consecutiva na feira, que será realizada entre 12 e 18 de maio. Para algumas das empresas, como Mazda, Topack, Clever Pack e Cromex, a presença na Interpack 2011 será especial, já que estarão expondo pela primeira vez.

A Mazda, fabricante de embalagens flexíveis, atua no mercado internacional há mais de 10 anos e busca na Interpack prospectar novos clientes e retomar contatos. “Expor nesta feira é uma das melhores formas de mostrar nossa atuação aos nossos clientes, bem como começar novos contatos”, disse Rogério Matsuda, trader da empresa, que destaca a importância do Programa na prospecção de novos clientes.

A Clever Pack, fabricante de flexíveis, busca na Interpack desenvolver relacionamento com compradores da Europa, Oriente e Ásia. “Com o apoio do Export Plastic é possível participar da feira de uma maneira organizada e sistemática e com excelente relação custo-benefício”, conclui Cláudio Vollers, sócio da empresa.

A Cromex, produtora de masterbatches de cores e aditivos para plásticos, também participará da Interpack pela primeira vez e destaca a importância do evento para prospectar clientes finais e divulgar a marca, já que a empresa está presente no continente europeu por meio de distribuidores locais. “O Programa Export Plastic nos possibilita participar de eventos em que não poderíamos estar sem essa parceria”, afirma Margareth Barbosa, executiva da companhia. A Cromex é a única empresa da América do Sul que tem permissão para comercializar masterbatches para o polietileno verde da Braskem e também destacará o potencial e diferencial desse produto durante a feira.

Outra estreante no evento é a Topack, fabricante de embalagens flexíveis e geotecidos. O diretor geral da empresa, André Reiszfeld, explica que o principal objetivo da empresa na feira é expor seus produtos, conhecer novas tecnologias, consolidar o nome da empresa e iniciar relacionamentos com clientes europeus. “Participar de grandes eventos internacionais indica aos nossos clientes que estamos nos mantendo atualizados e nos capacitando para atender melhor nossos clientes internacionais”, afirmou Reiszfeld.

A Cartonale, produtora de utensílios de plástico corrugado, também participará pela primeira vez da Interpack, onde espera reforçar os contatos com seus clientes, especialmente os da América Latina e se firmar como líder do segmento na região. “Participar desta feira é muito importante para o posicionamento da empresa no mercado”, afirma Sérgio Scanavini, diretor comercial de gestão de novos negócios da companhia.

Se para alguns associados esta é a primeira participação na Interpack, para outros, este evento já faz parte do calendário obrigatório de feiras. A companhia Wyda é uma delas, que já participou seis vezes da feira e que a considera como o mais importante evento do setor. “Recebemos visitantes de todo o mundo e construímos relações de grande valor para nossa atuação nas exportações”, afirmou Roberto Carvalho, diretor geral da companhia.

Já a Zaraplast, fabricante de embalagens industriais e associada ao Programa Export Plastic há oito anos, participará da Interpack pela terceira vez. Lá, pretende abrir novos contatos e estreitar os já existentes. Para Paulo Silva, executivo da área de exportação da empresa, o cliente europeu valoriza produtos inovadores e de qualidade, aspecto em que a oferta brasileira se destaca.

Fonte: Export Plastic News