Posts Tagged ‘Injetora’

Pavan Zanetti expôs sopradora e injetora durante a Fispal

30/06/2015
Sopradora PETIMATIC da Pavan Zanetti

Sopradora PETIMATIC da Pavan Zanetti

De 23 a 26 de junho, a fabricante de sopradoras e injetoras Pavan Zanetti esteve expondo na 31ª. edição da Fispal Tecnologia, a feira internacional do setor, que ocorreu no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo. O evento foi visitado por um amplo contingente de clientes da indústria de embalagens para alimentos, bebidas, produtos químicos e farmacêuticos, cosméticos e outros segmentos que se utilizam da transformação do plástico.

Desta vez, a Pavan Zanetti colocou em exposição duas máquinas: a sopradora Petimatic e a injetora HXF.

A Petimatic produz frascos de até 2000 mililitros, dispõe de alimentador automático de pré-formas de PET; painel de operação com tela LCD; sistema de aquecimento de pré-formas dividido em zonas de aquecimento; controle de temperatura da boca ao fundo da pré-forma; sistema operacional de sopro com recuperação de ar de exaustão.

A Injetora automática HXF produz frascos de diversos tamanhos e capacidades. É automática, de alto desempenho e economia de energia. Ideal para brinquedos, pré-forma de PET, utilidades domésticas, produtos com parede fina, produtos em PP/PL, além de PS, PC, conexões em PVC, materiais de engenharia, entre outros. Os modelos opcionais são equipados com bombas fixas e hidráulica proporcional, bomba variável e servo motor.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Pavan Zanetti participa da Feiplastic com sopradora híbrida

01/05/2015

Pavan_FeiplasticAlém de máquinas convencionais de sopro e injeção, a Pavan Zanetti participará da Feiplastic (Feira Internacional do Plástico) com uma inovação em sua linha: a sopradora híbrida.

Esta máquina da série Bimatic, modelo BMT5.6D/H, tem cabeçote sêxtuplo e novidades no sistema de deslocamento dos carros porta-moldes, que deixaram de ser hidráulicos e se tornaram elétricos.

O resultado desta mudança é uma redução do consumo de energia, em torno de 6%, e uma diminuição do uso de óleo hidráulico, proporcionando menores possibilidades de vazamentos e poluição por óleo, afirma a empresa.

O objetivo da Pavan Zanetti é estender a tecnologia híbrida para todas as máquinas da série Bimatic.

Outras quatro máquinas da linha convencional também estarão expostas na Feiplastic:

  • A sopradora da série Bimatic, modelo BMT10.0S/H, automatizada, para sopro de embalagens em 2 cavidades de 5 litros.
  • A sopradora para PET da série Petmatic, sistema 5000, automatizada, para embalagens de até 2.000 ml, porém trabalhando com volumes de 500 ml e produção de 5.000 frascos/hora.
  • A máquina de injeção e sopro da série ISI, modelo ISI 45, para volumes pequenos, com a vantagem de produzir sem rebarbas e com alta qualidade de bocal.
  • A injetora da série HXF, modelo HXF 260, automática, de alto desempenho, reconhecida economia de energia e capacidade para diferentes quantidades e tamanhos de embalagens, segundo a empresa.

Feiplastic (Feira Internacional do Plástico)
Data: 4 a 8 de Maio de 2015
Horário: 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo – SP – Brasil
Estande da Pavan Zanetti: G300

Fonte: Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Operação Reciclar demonstrará diversas aplicações do Plástico e sua importância na economia e na vida das pessoas durante Feiplastic 2015

22/04/2015

Na edição de 2013 foram coletadas e recicladas 25 toneladas de plásticos dentro do Anhembi. Ação terá exposição com a história do plástico e sua importância.

Feiplastic_LogoApós o sucesso na sua edição de 2013, a Feiplastic – Feira Internacional do Plástico – organiza mais uma vez este ano a Operação Reciclar simultaneamente à feira, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Entre as empresas participantes e patrocinadores bronze do projeto estão Pavan Zanetti, Romi e Wortex. A ideia é incentivar a coleta e reciclagem de materiais plásticos mostrando, na prática, todo o potencial de reciclabilidade e variedade de aplicações da resina plástica em diversos segmentos da indústria. A Plastivida coordena a ação com o apoio das entidades Abimaq, Abiplast, Abiquim, Instituto do PVC,  INP e Siresp.  A iniciativa também tem como patrocinadores as empresas Braskem (categoria ouro), Cincoplast (categoria prata) e Valor Sustentável (categoria bronze).

Durante os dias do evento, todo o resíduo plástico gerado na feira, desde a montagem até a desmontagem, será coletado e armazenado em quatro contâineres. Parte desse material será transformado em grão no equipamento Challenger Compounder da Wortex, para reciclagem de materiais rígidos, injetado numa máquina da Romi e soprado numa máquina da Pavan Zanetti. O público poderá conferir, ao vivo, a criação/transformação de novos produtos no espaço da Operação Reciclar. Na edição de 2013, foram coletadas e recicladas 25 toneladas de plásticos. Em todas as edições, a Operação Reciclar também recebe uma exposição com produtos desenvolvidos com plástico reciclado.

Paolo De Filippis, diretor da Wortex, adianta que a empresa levará para o seu estande a linha de equipamento de reciclagem Challenger Recycler para materiais flexíveis. A tecnologia, segundo a empresa, permite o reaproveitamento de produtos plásticos pós-consumo (resíduos sólidos urbanos, RSU) de forma completa, rápida e com baixo custo de energia, operação e espaço. “A linha Challenger Recycler têm modelos com capacidade de processar de 100 a 1500 quilos de plástico por hora. Esse tipo de equipamento permite o máximo de rentabilidade e traz valor agregado para o negócio, seja para cooperativas ou recicladores e para o pós industrial”, afirma o executivo.

A Pavan Zanetti, por sua vez, expõe a sopradora de resinas termoplásticas série Bimatic Modelo BMT 5.6 D/H Híbrida. “A empresa tem pesquisado, investido e realizado testes para desenvolver equipamentos com mais eficiência energética – explica Leandro Pavan, gerente de Marketing da marca – Na série Bimatic, o modelo BMT5.6 D/H tem o sistema de deslocamento dos carros porta-moldes, que deixaram de ter acionamentos hidráulicos e passaram a ter acionamentos através de motores elétricos e inversor, o que representa economia de 6%, em média”.

A Romi expõe uma injetora elétrica modelo EL 75, injetando uma bandeja plástica multiuso. “A reciclagem de materiais plásticos é de grande importância para a questão da sustentabilidade e para a competitividade dos transformadores de plásticos do país. Temos investido em duas modernas tecnologias: a linha de injetoras EN economiza até 65% de energia se comparado a outras injetoras hidráulicas. Sua precisão possibilita economia de até 2,5% do consumo de matéria-prima devido ao seu baixo desvio padrão do volume injetado. A linha EL, acionada por servomotores, pode chegar a 80% de economia, se comparada a máquinas injetoras hidráulicas convencionais, além da economia com o consumo de matéria prima devido a sua excelente repetibilidade e maior razão de injeção que permite a produção de peças plásticas com paredes mais finas”, explica William dos Reis, diretor da unidade de Negócios de Máquinas para Plásticos.

Serviço:
Feiplastic  – Feira Internacional do Plástico
Data: 4 a 8 de maio de 2015
Horário:  2ª a 6ª feira das 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
http://www.feiplastic.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Romi expande atuação na América Latina com participação na Expoplast Peru 2014

14/05/2014

Empresa participou pela primeira vez do evento, destacando equipamento inovador, de alta performance e com baixo nível de consumo energético

Com 84 anos de história e mais de 150 mil máquinas instaladas por todo o mundo, a Indústrias Romi participou da Expoplast Peru 2014,  entre os dias 7 e 10 de maio, no Centro de Exposições Jockey, em Lima.

A Expoplast é a principal feira do mercado peruano de plásticos,  cenário ideal para apresentar a injetora ROMI EN 150, a qual, segundo a empresa,  é um equipamento de alto padrão tecnológico, baixo consumo energético e de grande robustez e confiabilidade, além de trabalhar em alta velocidade e com repetitividade nos processos..

Para ter mais facilidade no serviço ao cliente, a Romi firmou uma parceria com a GH Trading, representante comercial da empresa em Lima.

“A economia peruana é uma das que mais se destacam na América Latina, com perspectivas de crescimento de 6,5% nos próximos anos. O país está investindo em um importante programa de desenvolvimento de infraestrutura, mineração e associações público-privadas. Nossa estratégia comercial contempla a expansão da marca Romi nesse país, com fornecimento de máquinas de alta performance e serviços de qualidade e confiabilidade, que possam contribuir para o desenvolvimento da indústria local e no crescimento econômico do país”, afirma Mônica Romi Zanatta, gerente de vendas internacionais da empresa.

Exportando bens de capital desde 1944, a Romi conta com experiência no fornecimento de máquinas para todo o mundo, e no gerenciamento de vendas e serviços por meio de suas subsidiárias localizadas no Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Estados Unidos e México.

Fonte:  Romi

Curta nossa página no

Grupo Furnax apresenta injetora de 350 ton e sistema In Mold Label durante a Plastshow

04/04/2014

O Grupo Furnax está apresentando na PlastShow 2014, entre 01 a 04 de abril,  a injetora da série SM-TS de 350 toneladas produzida por um dos maiores fabricantes de máquinas injetoras de grandes tonelagens, a Asian Plastic.

Segundo a empresa, a série SM-TS traz máquinas com soluções adequadas a produtos de paredes finas e ciclos rápidos. Destaca a Furnax que o equipamento prima pela precisão, velocidade e economia de energia, aliados a uma alta velocidade de injeção. Neles é possível acrescentar acumulador de oxigênio, que proporciona um ganho de velocidade de 300 mm/s. Com seu fechamento mecânico, as articulações da unidade são lubrificadas utilizando buchas de bronze e grafite que promovem menos desgastes por fricção, garantindo grande precisão e prolongando a vida útil da injetora.

O Grupo Furnax também apresentará na feira um sistema In Mold Label, que combinado à injetora SM-TS 350 toneladas, possibilita a aplicação de rótulos ou ilustrações diretamente no molde, produzindo uma peça personalizada sem a necessidade de rótulos adesivos, gravação ou impressões silk. Os produtos produzidos com o auxílio do sistema In Mold Label são impressos sobre filmes plásticos, que permitem sua adesão nas embalagens durante o processo de injeção, fixando permanentemente na superfície sem produzir bolhas de ar ou enrugamento pelo calor do molde.

O sistema garante maior produtividade, rapidez e economia, pois elimina etapas como a adesivação e impressão dos rótulos, além de garantir uma maior qualidade na imagem, melhor resistência à corrosão e compressão. O sistema In Mold Label é indicado a todos os segmentos que utilizem qualquer tipo de rótulos, dentre eles o alimentício, brinquedos, produtos domésticos, embalagens e cosméticos.

Além de apresentar tecnologias e injetoras de diversas tonelagens à pronta entrega, o Grupo aproveita a oportunidade para atender e solucionar as dúvidas dos clientes, oferecendo conhecimento técnico junto a uma estruturada equipe de vendas. De acordo com Vivian Rodrigues, gerente da Divisão Plástica da Furnax, a PlastShow é uma ocasião única para consolidar a empresa aos segmentos de embalagens em geral. O Grupo está localizado no estande 21, no ExpoCenter Norte – Pavilhão Azul.

Fonte:  Grupo Furnax

Curta nossa página no

Pavan Zanetti realiza mais uma edição da “Pláztico&Negócios”, de 18 a 21 de março

14/03/2014

Pavan_ZanettiEm sua quarta edição, que acontece de 18 a 21 de março, a “Pláztico&Negócios” já conquistou espaço garantido no calendário de eventos para o setor de termoplásticos.

Promovida pela Pavan Zanetti, esta feira de máquinas chama a atenção não só por apresentar os modelos de alta competitividade e performance na fabricação de embalagens, mas também por facilitar o acesso do transformador do plástico às mais recentes tecnologias, com treinamentos e demonstração de equipamentos em operação.

As atividades acontecerão das 8 às 18 horas, no showroom da empresa, que está localizada às margens da Rodovia Anhanguera, próximo ao km 125, com acesso pela Avenida Angelina Pascote, 4.405, em Americana (SP).

Na “Pláztico&Negócios”  estarão expostas  máquinas de Sopro Extrusão Contínua, Sopro Acumulação, Sopro de PET, Injeção, Injeção e Sopro integrados, que fazem parte da linha da Pavan Zanetti.

Além de poderem acompanhar processos produtivos com moldes, resinas e periféricos os visitantes também terão uma excelente oportunidade para fazer bons negócios, com consulta financeira para aquisição de máquinas através do FINAME, linha de financiamento do BNDES.

Fonte:  Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Novos cursos do SENAI em São Paulo terão 9 máquinas da Pavan Zanetti

30/08/2013
HDL-10-L

Sopradora Série HDL

Até setembro, a Pavan Zanetti entregará para o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) cinco injetoras HXF90 BR, duas sopradoras HDL 10L e duas sopradoras BMT 5.6 S/H. As nove máquinas serão instaladas em escolas da instituição no interior paulista.

Os equipamentos permitirão ao SENAI implantar novos Cursos Técnicos, de Aprendizagem em Moldagem de Plástico e Ferramentaria de Moldes, aumentado sua capacidade de formação de profissionais para o setor de plásticos, que está em crescente desenvolvimento.

Segundo a Pavan Zanetti, a injetora HXF90 BR apresenta alto desempenho e grande economia de energia. É utilizada para tampas, brinquedos, peças técnicas (inclusive automotivas) e pré-formas de PET.

A sopradora HDL 10L atende o segmento de embalagens de médio e grande portes, como bombonas industriais e agroquímicos, peças técnicas, autopartes e produtos para construção civil.

A sopradora BMT 5.6 S/H é indicada para frascos de até 5 litros, empregada na fabricação de embalagens para os setores de higiene e limpeza, cosméticos, produtos farmacêuticos, produtos alimentícios e peças técnicas de pequeno volume.

De acordo com a Pavan Zanetti, os equipamentos possuem comando avançado, interface amigável e de fácil operação, além de um completo sistema de segurança. Este conjunto de características garante as condições ideais de manuseio por aprendizes.

Fonte: Amiglo / Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Romi participa da Embala Nordeste e reforça atuação no mercado nordestino

26/08/2013

O Nordeste é uma das regiões do Brasil em que a economia tem registrado bom ritmo de crescimento. Um desses indicadores é a presença de grandes empresas nas feiras regionais. A Indústrias Romi, líder no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para plásticos, além de importante produtora de fundidos e usinados, vem investindo na região. Nos últimos cinco anos aumentou em mais de 100% o número de máquinas injetoras instaladas, e hoje, esse mercado já representa 15% de suas vendas internas.

Outro fato que reforça essa ação é que no ano passado a Romi participou apenas da Embala Nordeste. Neste ano, esteve na FORIND NE e confirmou presença na Embala Nordeste e na Fimmepe, ambas realizadas em Olinda, Pernambuco.

“Decidimos aumentar nossa presença no mercado de feiras nordestino em razão da demanda de clientes da região. No ano passado, participamos de uma feira no Recife. Este ano estaremos em três eventos, a fim de trazer soluções aos nossos clientes e mostrar nossa estrutura comercial no Nordeste”, afirma William dos Reis, diretor da unidade de Negócios de Máquinas para Plástico da Romi.

Com um escritório de vendas e serviços localizado em Salvador, a Romi atende com rapidez e agilidade as empresas do Nordeste. Para que os clientes dessas feiras entendam bem o funcionamento dos equipamentos, a equipe de vendas e serviços dará orientação técnica sobre a solução ideal para sua produção. Outra opção disponível aos clientes da Romi em eventos pelo Brasil é o Finame, financiamento oferecido a empresas brasileiras, com taxa de juros 0,29% ao mês.

Embala Nordeste

Realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, no Centro de Convenções de Pernambuco, a Romi vai mostrar aos visitantes a injetora ROMI EN 100 e a sopradora Maxtec 20L.

A 21ª edição da Embala Nordeste 2013 é uma das principais mostras de tecnologia e soluções do Brasil nas áreas de embalagens, processos, transformação e impressão. Ocupando área de 25 mil metros quadrados, a feira reúne cerca de 500 marcas de expositores do Brasil e do exterior.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Romi exibe nova máquina para injeção de PVC na Plastech 2013

20/08/2013

Empresa mostra seu mais recente lançamento na feira mais importante da região Sul do Brasil

Máquinas de alta performance desenvolvidas para atender às mais diversas necessidades dos clientes serão exibidas pela Indústrias Romi S.A. durante a Plastech 2013, a mais importante feira do setor de plásticos da Região Sul.

Líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para plásticos, além de importante produtora de fundidos e usinados, a Romi levará à feira sua mais nova linha de máquinas para injeção de conexões em PVC. O destaque da nova linha é a injetora ROMI EN 380 PVC, destinada ao mercado da construção civil, com aplicações em PVC rígido.

A Romi também vai expor em seu estande a sopradora ROMI P, máquina que utiliza recurso hidráulico de alta performance, produzindo frascos em geral. O equipamento permite alta eficiência e produtividade na fabricação de embalagens de até 5 litros.

Para William dos Reis, diretor da Unidade de Negócios de Máquinas para Plástico da Romi, a participação na Plastech é uma oportunidade de a empresa demonstrar seus lançamentos para o público da desenvolvida Região Sul. “Investimos em um equipamento voltado para a injeção de PVC, pois essa é uma demanda que ouvimos dos nossos clientes e se encaixa no atual momento da construção civil brasileira.”

Com um dos maiores estandes da feira, localizado na rua S/O, a Romi põe à disposição de todos os clientes produtos de alta tecnologia, qualidade e confiabilidade. Para que os clientes entendam bem o funcionamento dos equipamentos, a equipe de vendas dará orientação técnica sobre a melhor aplicação de máquinas para plástico. Os clientes poderão contar com a opção do Finame, financiamento disponível para empresas brasileiras, com taxa de juros 0,29% a.m.

A Plastech Brasil 2013 estará aberta entre os dias 27 e 30 de agosto, no Parque Mário Bernardino Ramos (local dos Eventos Festa da Uva), em Caxias do Sul. Realizada a cada dois anos, a feira terá nesta edição mais de 250 expositores. Os organizadores esperam mais de 22 mil visitantes.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Romi registra melhor resultado trimestral desde o fim de 2011 e alcança R$ 11,7 milhões de EBITDA das Operações Continuadas

02/08/2013

Pelo quarto trimestre consecutivo, o EBITDA da companhia foi positivo, reflexo da busca contínua de eficiência operacional e reajuste gradual dos preços

As Indústrias Romi S.A., empresa brasileira fabricante de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos e importante produtor de peças fundidas e usinadas, atingiu R$ 151,4 milhões no trimestre e R$ 291,7 milhões no semestre em valor de receita operacional líquida das Operações Continuadas.  Isso representa aumento de 45,2% e 17,4% em comparação com os mesmos períodos de 2012.

Em Máquinas-Ferramenta, a receita operacional líquida atingiu R$ 99,4 milhões no 2T13, dos quais R$ 18 milhões se referem à consolidação da receita operacional líquida da B+W. Esse montante consolidado representou aumento de 35,7% se comparado com o mesmo período no ano anterior e de 0,6% ao 1T13. Já no semestre, a receita operacional líquida dessa unidade foi de R$ 198,3 milhões, o que representa crescimento de 11,2% em relação ao mesmo período de 2012.

No segundo trimestre de 2013, o faturamento líquido da Unidade de Negócios de Máquinas para Plásticos totalizou R$ 23,3 milhões, representando aumento de 84,7%, em relação ao 2T12 e de 33,6% quando comparado ao trimestre imediatamente anterior.

As vendas físicas da unidade de fundidos e usinados somaram 4.436 toneladas no 2T13, um aumento de 43,5% sobre o 2T12 (3.092 toneladas). Nesse período, a Receita Operacional Líquida da unidade foi de R$ 52,7 milhões, o que representa aumento de 32,7% em relação ao mesmo período em 2012. Foram vendidas 8.034 toneladas de produtos fundidos e usinados no período, 21,6% a mais que o obtido nos mesmos meses de 2012.

“Alcançamos no mercado interno crescimento de 30,9% em nossa receita líquida, se comparada ao primeiro semestre de 2012. Esse fato mostra o fortalecimento dos produtos Romi como um todo e nos deixa ainda mais confiantes para enfrentar os desafios dos próximos trimestres”, afirma Livaldo Aguiar dos Santos, diretor presidente da Romi.

A carteira de pedidos da companhia, em junho, apresentou-se 35% superior quando comparada ao primeiro trimestre de 2013, alcançando, assim, a marca de R$ 330,1 milhões no 2T13. Um dos fatores que auxiliaram a carteira nesse período foi a realização de duas grandes feiras do setor em São Paulo, a Feiplastic e a Feimafe. O lucro líquido das Operações Continuadas da Romi foi de R$ 5,1 milhões no segundo trimestre de 2013.

Nota: O EBITDA corresponde ao lucro antes do resultado financeiro, impostos sobre o lucro, depreciação e amortização.F

Fonte:  Indústrias Romi

Curta nossa página no

Romi investe em linha de baixo consumo energético e lança modelo de aplicação em PVC na Feiplastic

23/05/2013

Na primeira edição da Feira Internacional do Plástico, empresa apresenta novas soluções tecnológicas para a cadeia produtiva dos clientes

Empresa líder no setor brasileiro de máquinas para plásticos, a Indústrias Romi S.A. participou da 1ª Feira Internacional do Plástico, Feiplastic 2013, entre os dias 20 e 24 de maio, no Parque Anhembi, em São Paulo. A companhia apresentou no evento quatro novos equipamentos, que refletem a preocupação com o baixo consumo energético. Atenta às necessidades do mercado, a Romi expandiu a linha EN, com as injetoras ROMI EN 380 PVC e ROMI EN 450. Investiu na série EL, com a injetora ROMI EL 75, e para o mercado de sopro apresentará a nova linha ROMI C 5TS com Sistema IML. Além desses lançamentos, outro destaque na feira foi a sopradora ROMI PET 230.

Como empresa brasileira líder no setor de máquinas-ferramenta, além de importante produtora de fundidos e usinados, a Romi investe 4% de seu faturamento líquido em pesquisa e desenvolvimento, o que possibilita a renovação anual de seu portfólio.

Para William dos Reis, diretor de Máquinas para Plástico, a perspectiva de novos negócios é ampliada com a exposição na feira. “Estamos ansiosos com a Feiplastic, pois entendemos que esses novos equipamentos vão facilitar o processo industrial de nossos clientes. Focamos na ideia de oferecer produtos com a mais alta tecnologia e confiabilidade, com destaque para a nova injetora ROMI EN 380 PVC, equipamento que desenvolvemos para o setor de construção civil e que durante a feira vai injetar conexões”.

As linhas de máquinas ROMI EN e EL atendem aos requisitos de economia de consumo energético e matéria-prima, por conta da maior precisão de movimentos. “Destacamos ainda o alto nível de precisão dos equipamentos, que contam com movimentos independentes, acionados por servomotores, que são ‘energizados’ somente durante o efetivo movimento”, diz Reis.

A sopradora ROMI C 5TS dispõe de projeto hidráulico de alta performance e novo conceito de cabeçotes, com múltiplas zonas de aquecimento e fluxo otimizado. Ela é destinada à fabricação de frascos com até 5 litros para as indústrias de embalagem em geral. Já a sopradora automática ROMI PET 230 pode produzir até 2.500 frascos por hora, com até 3 litros de capacidade volumétrica, e tem como diferencial alimentação e extração automáticas. A máquina atende à fabricação de garrafas PET para as indústrias de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza.

Com um dos maiores estandes, localizado na rua K/L, a Romi pôs à disposição de todos os clientes produtos de alta tecnologia, qualidade e confiabilidade, além de orientação técnica de sua equipe de vendas para a melhor aplicação em máquinas para plástico. Os clientes também contaram com a opção do Finame, financiamento disponível para empresas brasileiras, com taxa de juros de 0,25% ao mês. Todos os equipamentos Romi em exposição estiveram ligados para maior interatividade com os visitantes da Feiplastic.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Romi realiza Open House na Itália

22/12/2012

Empresa apresentou ao público sua nova linha de injetoras, que alinha praticidade, tecnologia e alta precisão

romi-primaxA Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, apresentou aos visitantes do Open House – Arceto di Scandiano, a sua injetora Romi Primax 220H. O encontro foi realizado entre os dias 14 e 15 de dezembro, na cidade de Arceto Scandiano, na empresa RECO TECH.

Investindo na apresentação dos modelos de máquinas plástico produzidos no Brasil, a Romi acredita que o Open House abrirá portas para novas negociações, atingindo o interesse do público italiano, que terá a oportunidade de conhecer melhor sua linha de máquinas e todos seus avanços tecnológicos.

A Romi destaca as realizações de Open House como melhor forma de interagir no bom relacionamento entre cliente e empresa, proporcionando antes mesmo da compra, total transparência e credibilidade da marca.

Durante o evento, a injetora Romi Primax 220H fez  demonstrações ao público para apresentar a qualidade e as inovações tecnológicas do produto. Além da apresentação da máquina, estiveram disponíveis catálogos e demais materiais publicitários de toda a gama de Injetoras Romi.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Husky aumenta investimentos na China para atender necessidades da crescente base de clientes

06/07/2012

Acordo de investimento assinado com o governo local para compra de terras na região de Suzhou

A Husky Injection Molding Systems anunciou investimentos adicionais para apoiar o seu contínuo crescimento na China, com planos para estabelecer uma nova fábrica na região de Suzhou. Os investimentos em curso permitirão que a Husky melhore o seu suporte local, reduza tempos de fornecimento e reaja de forma mais rápida às necessidades da sua crescente base de clientes na região.

“A Husky tem desfrutado de relações duradouras com muitos clientes em toda a China. O forte aumento da demanda por plásticos na região estimulou o crescimento de nossos clientes e nós tivemos a sorte de crescer eles. Hoje, a região da Ásia-Pacífico representa um dos maiores e mais dinâmicos mercados que a empresa atende “, disse John Galt, Presidente e CEO da Husky. “O nosso investimento em Suzhou é um passo para assegurar que nós teremos condições de atender às expectativas crescentes dos clientes nesta região. Nosso objetivo é ficarmos cada vez mais ágeis para oferecer serviços e suportes mais rápidos – não só para a China, mas para os mercados globalmente “

Compra de terrenos em Suzhou

A Husky assinou recentemente um acordo de investimento com o governo local de Suzhou para comprar 53.000 metros quadrados de terrenos na região. A terra está localizada no novo distrito de Suzhou e é uma área que oferece oportunidade para uma maior expansão para além da área existente. A Husky planeja construir instalações fabris no estado-da-arte que irão aumentar ainda mais a capacidade local para melhorar o suporte ao cliente e reduzir os tempos de fornecimento. O site deverá estar totalmente operacional em 2014 e vai se somar à já forte presença da empresa na China.

Investimentos para melhorar o suporte local

Trabalhando com a maior rede de vendas e serviços do seu setor industrial, a Husky continuamente investe na sua infra-estrutura global para atender às necessidades específicas dos clientes. Ao longo dos últimos anos, a Husky reforçou a sua presença e a capacidade da sua cadeia de suprimento na China. Desde o estabelecimento da sua presença inicial em 2004, a Husky mais do que duplicou a sua pegada na região e mais do que triplicou sua força de trabalho regional. A unidade de Suzhou complementará as instalações existentes da empresa, mais especificamente o Centro Técnico de Shanghai. Inaugurada como sede da Husky na região da Ásia-Pacífico, a unidade de Xangai também dobrou sua presença desde 2004, expandindo-se em 2006 e novamente em 2009. Ela continua a ser um centro de referência para a região e é responsável por uma série de atividades-chave, incluindo serviços e vendas, engenharia de desenvolvimento, recursos humanos, finanças, montagem de máquinas e fabricação de câmara quente.

Para acomodar o seu crescente negócio de câmara quente na região, a Husky também fez investimentos recentes em renovação de câmara quente, fabricação de câmara quente e na capacidade de conversão de moldes. O foco principal dessas iniciativas é continuar a reduzir os tempos de fornecimento e melhorar a resposta aos clientes, apoiando a estratégia global da empresa para servir os clientes na região de forma mais eficaz.

Sobre a Husky – A Husky Injection Molding Systems é um fornecedor líder mundial de equipamentos de moldagem por injeção e serviços para a indústria de plásticos. A empresa tem mais de 40 escritórios de serviços e vendas, oferecendo suporte a clientes em mais de 100 países. As instalações fabris da Husky estão localizadas no Canadá, Estados Unidos, Luxemburgo, Áustria e China.

Fonte: Husky

Curta nossa página no

KraussMaffei lança nova linha de máquinas injetoras

18/05/2012

Durante um evento para clientes em Munique (Alemanha), a KraussMaffei mostrou aos profissionais convidados a sua nova série GX de máquinas injetoras. Apresentada pela primeira vez, a série GX amplia o portfolio de produtos da empresa no segmento de injetoras hidromecânicas de placas duplas,  na faixa de forças de fechamento médias.

Durante a estréia mundial, a KraussMaffei apresentou uma demonstração de seis máquinas de sua nova série GX, com uma força de fechamento variando de 400 a 650 toneladas. Estas máquinas têm tamanhos diferentes e variantes de equipamentos que permitem atender às necessidades de produção em um  grande número de setores industriais, tais como produtos para embalagem e artigos de qualidade premium para a indústria automotiva ou o setor de bens de consumo. “Nossos clientes estavam interessados principalmente em células de automação modulares contendo robôs lineares e industriais em diferentes configurações”, resumiu Dr. Karlheinz Bourdon, Vice-Presidente de Tecnologia do Segmento de Máquinas Injetoras de KraussMaffei

GearX e GuideX

De acordo com a KraussMaffei, a unidade de fechamento hidromecânica na série GX estabelece novos padrões em termos de qualidade e produtividade. “Na minha opinião, as máquinas GX representam o melhor conceito global”, sublinhou Bourdon. Com a engenhosa sapata-guia GuideX, as forças são idealmente absorvidas e o tempo de vida útil dos moldes é aumentado. GuideX é um destaque na nova série GX que garante um excelente paralelismo das placas devido ao seu design estável, garantindo movimentos suaves com economia de energia. Além disso, o inovador sistema de travamento GearX é ativado imediatamente, de forma confiável, dentro do menor tempo possível, e produz continuamente movimentos rápidos na máquina.

Para ler o artigo completo  (em inglês), clique no link a seguir:

http://www.brazilianplastics.com/edicao00/wr08_may_17_2012.html

Fonte: KraussMaffei

Curta nossa página no 

Interplast 2012: Alltech Máquinas amplia atuação ao mercado de injetoras de plástico.

08/05/2012

A Alltech Máquinas aproveita a Interplast para divulgar a ampliação da atuação para o mercado de injetoras de plástico das marcas Orient e Toyo. A Orient atua com máquinas completas, sem opcionais, de capacidades que variam de 70 a 1250 toneladas. Dispõe de sistema 100% servo, rosca tipo “C” padrão, painel e sistema Techmation de 10 polegadas (máquinas acima de 90 ton), lubrificação automática, sistema elétrico Schneider, ajuste automático do molde, descompressão digital, entre outros diferenciais como o atendimento aos requisitos da norma NR-12. A Toyo possui uma linha de máquinas 100% elétricas, de 15 a 870 toneladas e velocidade de injeção de até 1.000 mm por segundo.

Sobre a Alltech

Fundada em 2004, a Alltech Máquinas comercializa centros de usinagem, tornos CNC e convencionais, injetoras e linha de corte e conformação. Sediada em Caxias do Sul/RS, possui unidades em São Paulo/SP e Garuva/SC. Junto com a Alltech Tools e Alltech Steel forma o Grupo Alltech que se propõe a oferecer ao mercados nacional as melhores soluções tecnológicas.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Romi participa da Equiplast 2011, na Espanha.

22/11/2011

Através de sua marca Sandretto, a Romi busca liderança no competitivo mercado espanhol para as máquinas de injetoras de plástico

A Romi participou da Equiplast 2011, uma das mais importantes exposições da indústria de plásticos na Espanha. A feira se realizou entre os dias 14 e 18 de Novembro de 2011, em Barcelona.

Segundo Hermes Lago, diretor de vendas da Companhia, “a participação da Romi na Equiplast 2011 foi especialmente importante para a apresentação da subsidiária Romi para o mercado espanhol, a Italprensas Sandretto, que passa a contar com uma nova estrutura comercial, completamente renovada e que atende a todas as áreas da península. A subsidiária também apresenta uma nova gestão de vendas, bem como novas instalações em Barberà del Vallés, onde estão centralizados os serviços de assistência técnica e peças de reposição, bem como a coordenação dos técnicos residentes que atuam em áreas como Valencia, Levante e País Basco. “

“Esta reestruturação é importante para mantermos o contato e a estrutura de pós-venda mais próximos aos clientes, o que faz parte da estratégia de expansão e renovação da empresa, com o objetivo de oferecer um melhor serviço a nossos numerosos clientes na Espanha “, diz Romi Monica Zanatta, gerente de vendas internacionais.

Dentro do plano de ação desenvolvido para o mercado espanhol, a empresa expôs, na Equiplast 2011, uma injetora Sandretto EN 100, de aplicação geral, e que serve a muitos setores da produção industrial. Também estiveram em exposição  o centro de usinagem vertical Romi D 600, projetado para ambientes de alta produção e ferramentaria, e a Sandretto EL 100 máquina elétrica, mais direcionada ao setor técnico de processamento de plásticos por injecção. “Ambos os modelos de injetoras cumprem o objectivo de proporcionar maior economia de energia”, conclui o gerente da subsidiária espanhola, Adolfo Ibañez.

Fonte: Indústrias Romi

Arburg e BASF fazem exposição conjunta sobre eficiência energética em injeção durante a feira Fakuma 2011.

05/10/2011

Exemplo de aplicação: Combinação material / máquina que economiza energia. Em uma mostra especial na feira Fakuma 2011 (a ocorrer entre os dias 18 a 22/10/2011 em Friedrichshafen, na Alemanha), o produtor de materias-primas BASF e o fabricante de máquinas injetoras Arburg irão apresentar o tema multifacetado da eficiência energética. Os visitantes no Foyer Leste serão apresentados a medidas para aumentar a eficiência energética em injeção através de toda a cadeia de valor agregado – e além dela -, reduzindo, assim, custos unitários. Usando um plástico especialmente otimizado e a tecnologia de máquina apropriada, as duas empresas irão demonstrar como novos desenvolvimentos podem trabalhar conjuntamente para economizar energia.

Em uma área de exposição de 100 m2, o processo completo de moldagem por injeção será analisado em detalhes, em termos de eficiência energética: desde o projeto da peça até o planejamento de produção. Como um exemplo prático claro, a produção comparativa com dois plásticos diferentes irá mostrar como a eficiência energética pode ser aprimorada pela escolha correta do material. Para esta finalidade, uma injetora elétrica Arburg Allrounder 370 E irá produzir corpos de prova a partir de um plástico padrão e também de um material que foi especialmente melhorado em termos de suas características de fluxo. A função de “medida de energia” existente no sistema “Selogica” de controle da injetora registra o consumo energético do processo.

A comparação torna claro como uma máquina otimizada em termos energéticos, em conjunto com um plástico com características de fluxo melhoradas, podem contribuir para economias de energia significativas no processo de moldagem por injeção. Dependendo do tamanho das peças e das suas geometrias, temperaturas de processamento mais baixas e tempos de ciclo mais curtos resultam em maior eficiência energética, reduzindo assim os custos unitários de produção

Eficiência energética através de um material otimizado.

O novo material com características de fluxo melhoradas da BASF é o Ultramid B3WG6 High Speed (Poliamida 6 com 30% de fibras de vidro). As propriedades de fluxo melhoradas deste material termoplástico permitem uma temperatura de processamento mais baixa, resultando em vários benefícios em termos de economias de tempo, energia e custos.

Propriedades de fluxo melhoradas podem ser aproveitadas de várias maneiras. Estruturas delicadas e peças com paredes finas podem ser preenchidas mais facilmente e com mais confiabilidade, gerando uma queda na taxa de refugo, particularmente no caso de geometrias complexas. A redução significativa na pressão de injeção implica que os moldes serão submetidos a um desgaste muito menor. Isto aumenta o tempo de operação e reduz custos de manutenção. Um fluxo melhorado significa que menos pressão de injeção é requerida para peças grandes, em particular, de modo que a força de fechamento pode ser reduzida, permitindo que os transformadores possam fabricar os seus produtos em máquinas menores. Além disto, menos pontos de injeção ou bicos de sistemas de câmara quente são requeridos nos moldes. Mesmo com paredes finas, é ainda possível produzir peças com um conteúdo de fibra de vidro comparativamente alto.

A simulação de preenchimento no computador mostra a peça que será vista ao vivo durante a Fakuma 2011: um plástico com características de fluxo melhoradas (figura superior) é capaz de preencher adequadamente uma peça complexa, enquanto que um plástico convencional com o mesmo conteúdo de fibra de vidro não consegue realizar o preenchimento à mesma temperatura de processamento (figura inferior). A figura mostra a parte superior de um pião de aproximadamente 10 cm. com uma longa trajetória de fluxo. Com o plástico convencional, a frente de material fundido se solidifica prematuramente, de modo que a peça não é completamente preenchida.

Uma característica especial do Ultramid B3WG6 High Speed é a excelente qualidade da superfície da peça. As propriedades mecânicas do novo material, tais como rigidez e resistência mecânica, são comparáveis àquelas do plástico padrão.

Em termos de eficiência energética, o uso do novo material reduz o calor utilizado pela máquina injetora, que corresponde à maioria dos requerimentos globais de energia. Testes realizados pela BASF tem mostrado que o tempo de ciclo pode ser reduzido em até 30 % graças ao processamento a temperaturas aproximadamente 40°C mais baixas, ajudando a reduzir ainda mais o consumo de energia. Assim, nos testes – que são representativos de muitas aplicações-padrão – uma economia de energia global de 30 % pode ser alcançada, baseada no número de peças produzidas.

Tecnologia de máquina injetora energeticamente eficiente.

Além disso, como uma representante da série Edrive, a injetora elétrica Allrounder 370 E também contribui para a eficiência energética na produção de peças moldadas por injeção. As injetoras elétricas Allrounders são caracterizadas pela alta eficiência do acionamento servo-elétrico e das unidades de fechamento com joelhos mecânicos, por exemplo. A recuperação energética dos servo-motores durante a frenagem também tem um efeito benéfico na demanda energética da máquina. Juntos, estes fatores se combinam para reduzir o consumo energético de 25 a 50 %, em comparação com máquinas hidráulicas padrão, dependendo da aplicação. Como um indicativo da sua eficiência energética ótima em operação, todas as máquinas da série Edrive carregam o rótulo de eficiência energética “e2″ da Arburg.

Fonte: Arburg

Romi consolida posição no mercado internacional com a marca Sandretto

22/09/2011

Empresa estrutura operação de vendas e serviços no México, estreitando relacionamento com clientes e fortalecendo sua presença internacional

A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, estará presente, com sua marca Sandretto, nas mais importantes feiras internacionais, mostrando sua expertise no desenvolvimento e fabricação de máquinas de alta qualidade e processamento de plásticos.

 No calendário internacional, também estão programadas open houses na Itália, visando fortalecer a liderança de mercado da empresa e o relacionamento direto com os clientes. A abertura de uma subsidiária no México faz parte da iniciativa de ampliar a presença internacional da Romi, que proporcionará aos seus clientes vantagens exclusivas, por meio do apoio direto de vendas e serviços.

 Neste segundo semestre de 2011, a empresa participará das feiras: Expo Plast (Romênia), Interplas (Inglaterra), Plastimagen (México), Fakuma (Alemanha), Plast Eurasia (Turquia) e Equiplast (Espanha). Além desses eventos importantes, a companhia planejou seis open houses na Itália, que serão realizadas nas regiões do Vêneto, Marche, Emilia Romagna, Toscana, Campania e Lombardia.

 “A Romi, por meio de sua marca Sandretto, consolida sua posição no mercado internacional. A combinação de trabalho conjunto e know-howgerou resultados importantes em tecnologia, inovação e serviços, que beneficiaram diretamente os clientes em todo o mundo. Juntas, Romi e Sandretto, venderam mais de 180 mil máquinas mundialmente. Atualmente, os clientes buscam credibilidade e robustez quando escolhem um fornecedor de máquinas”,afirma Mônica Romi Zanatta, gerente de Vendas Internacional.

 Com presença mundial desde1944, a Romi possui subsidiárias nos Estados Unidos, na Itália, na Alemanha, na Inglaterra, na Espanha e na França, além das fábricas no Brasil e na Itália, na região de Turim. Com a aquisição dos ativos da Sandretto, em 2008, a companhia consolidou sua presença em todo o mundo. “A abertura da nova subsidiária no México vai reforçar a determinação da empresa de se estruturar, com o objetivo de melhor atender ao mercado mexicano, que acreditamos ter potencial para absorver nossa linha de produtos e serviços”, declara Mônica.

 O foco da Romi, durante as feiras e open houses, será demonstrar as recém-lançadas máquinas injetoras Sandretto P, Sandretto EN e Sandretto EL, que oferecem alta tecnologia e produtividade, com custo extremamente competitivo.

Fonte: Indústrias Romi 

Romi leva injetoras e sopradora à Plastech Brasil 2011

12/08/2011

A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, apresenta algumas de suas principais linhas de injetoras e sopradoras na Plastech Brasil 2011.

A companhia irá demonstrar, durante o evento, a injetora ROMI EL 300, um equipamento totalmente elétrico, com baixo consumo energético, que se adapta facilmente a salas limpas e é voltado para produção de peças de alta precisão. A injetora ROMI EN 150, voltada para diversas aplicações, também é composta por servobomba, recurso que permite a redução do consumo energético em relação à máquina com bomba de vazão variável.

Já a sopradora ROMI PET 230 automática é um equipamento para sopro de pré-formas com alta produção de frascos e garrafas para linha de bebidas, cosméticos, limpeza e frascos de uso geral.

Apresentando ao público gaúcho dois lançamentos da linha de injetoras, o diretor de Comercialização de Máquinas da empresa, Hermes Lago, afirma: “A Plastech está crescendo e a participação da Romi no mercado da região Sul também. Acreditamos que esse evento vai colaborar com o crescimento dos resultados da companhia em 2011.”

Outra máquina Romi em exposição será a injetora ROMI P220, que estará demonstrando uma injeção de peça no estande do SENAI.

Máquinas Romi na Plastech:

Injetora ROMI EL 300 Aplicação – máquinas elétricas que se adaptam facilmente a salas limpas. Apresentam baixo nível de ruído e são indicadas para produção de peças de alta precisão com baixo consumo de energia. Capacidade – 300 toneladas de força de fechamento, 745 g de capacidade de injeção.Essa série de máquinas propicia elevada relação desempenho/consumo energético, permitindo uma melhor relação entre produção (kg/h) e consumo energético (kW). É um projeto novo, dotado de componentes e insumos de alta confiabilidade e tecnologia.

Injetora ROMI EN 150 Aplicação – máquina de uso geral destinada a diversas aplicações: injeção de peças técnicas, utilidades domésticas, brinquedos e embalagens. Capacidade – 150 toneladas de força de fechamento, 380 g de capacidade de injeção. Diferencial – a série ROMI EN é composta por máquinas com servobomba, recurso que permite a redução do consumo energético em relação à máquina com bomba de vazão variável. O funcionamento é baseado na variação da rotação do motor: quando a máquina é exigida, o motor fornece a potência necessária ao movimento; quando a máquina está em tempo “de parada”, ou seja, num momento em que não é exigida, o motor permanece praticamente em descanso. Nessa fase, o consumo energético se aproxima muito ao de uma lâmpada convencional.

Sopradora ROMI PET 230 automática Aplicação – equipamento para sopro de pré-formas com alta produção de frascos e garrafas para linha de bebidas, cosméticos, limpeza e frascos de uso geral. Capacidade – produção de frascos e garrafas com capacidade volumétrica de até 3 litros. Dimensões – permitem moldes de duas cavidades de até 3 litros cada. Diferencial – equipamento de alta produtividade, com processo 100% automático, bem compacto em uma construção monobloco, robusto e preciso. Na Plastech 2011 estará produzindo garrafas de 500 ml para água mineral, com uma produção estimada em 1.500 garrafas por hora.

Sobre a Romi – A Indústrias Romi S.A. , fundada em 1930, é líder de mercado na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais. A empresa fabrica máquinas-ferramenta, principalmente tornos mecânicos e centros de usinagem, máquinas injetoras e sopradoras de termoplásticos e peças feitas de ferro fundido cinzento, nodular ou vermicular, que são fornecidos em estado bruto ou usinado. Os produtos e serviços da Romi são vendidos mundialmente e utilizados por uma grande variedade de indústrias, tais como a automotiva, produtos de consumo geral e indústrias de máquinas e equipamentos industriais e agrícolas.

 Fonte: Assessoria de Imprensa – PlastechBrasil 2011

 

Últimos dias para inscrição no Seminário Internacional em Injeção de Plásticos “Moldagem Científica”.

28/07/2011

Seminário Moldagem Científica em Joinville / Dezembro de 2010.

Inicia-se no próximo dia 01 de agosto, no Rio de Janeiro, a 2a. jornada do Seminário Internacional em Injeção de Plásticos “Moldagem Científica”, que será apresentado pelo especialista americano Bill Tobin.  O Seminário também será realizado em Manaus e Maceió.

No Rio de Janeiro, o evento ocorrerá na Sede da FIRJAN, das 9 às 18 horas. No dia 03 de agosto (quarta-feira), o Seminário “Moldagem Científica”  será apresentado em Maceió, no mesmo horário. Em 05 de agosto (sexta-feira),  o evento acontecerá em Manaus, no auditório do SIMPLAST (Sindicato das Indústrias de Material Plástico de Manaus),  também das 9 às 18 horas.

A apresentação de técnicas para otimização do processo de injeção de plásticos e aumento da produtividade das máquinas é o principal foco do Seminário Moldagem Científica. O seminário foi concebido para apresentar técnicas de produção e processamento que resultam em redução de custos e que podem beneficiar mesmo aqueles profissionais com muita experiência. Durante o seminário, Bill Tobin expõe uma série de experimentos que podem ser realizados nas injetoras para determinar, por exemplo, o tempo de solidificação do ponto de injeção, o tempo de resfriamento,  o momento de se extrair a peça do molde e a pressão de fechamento mínima, entre outros parâmetros.  A obtenção da janela de processamento ótima para uma dada moldagem, o teste do balanceamento das cavidades,  a determinação do melhor perfil de temperatura do cilindro de injeção, o ganho de produtividade através do uso de roscas dedicadas  e experimentos para se determinar o nível de precisão e repetibilidade das máquinas são outros temas abordados durante o seminário.

Bill Tobin é um conferencista, professor e autor internacionalmente reconhecido e muito solicitado para cursos e seminários na área de Injeção de Plásticos.  Ele tem mais de 40 anos de experiência na área de Plásticos e é Membro Senior da Society of Plastics Engineers. Bill Tobin é autor de 23 livros técnicos e já escreveu mais de 250 artigos técnicos para diferentes revistas especializadas. Ele tem um estilo de treinamento divertido, informativo e cadenciado.

O seminário “Moldagem Científica” vem sendo apresentado periodicamente por Bill Tobin há vários anos em diferentes cidades dos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, México e Israel, já tendo sido oferecido também oferecido em Dubai, Marrocos e Arábia Saudita.

O seminário está sendo organizado pela Plassoft Tecnologia Ltda, contando com o patrocínio da INCOE  e apoio institucional da Abiplast, Simperj-RJ, Simplast-Manaus,  INP e Blog do Plástico. Estão sendo oferecidos descontos especiais para associados aos Sindicatos, Abiplast e INP, além de um bônus para mais de 4 participantes da mesma empresa.

As inscrições no seminário poderão ser realizadas diretamente no site www.plassoft.com.br/seminario. Informações sobre o programa do seminário, currículo do conferencista, preços do seminário e pagamento podem ser obtidas também no site.

Todos os participantes do seminário receberão um CD contendo cópia do último livro de Bill Tobin, com inúmeros procedimentos e “check-lists”, além de planilhas pré-programadas com todos os experimentos usados para otimizar um ciclo de moldagem por injeção.

Informações adicionais podem ser obtidas através dos telefones (71)3351-6880 e (11) 3596-6264  ou pelos emails: info@plassoft.com.br e susana@abiplast.org.br.

No Rio de Janeiro, informações também podem ser obtidas junto ao SIMPERJ, no tel. (21) 2220-9726 com a Sra. Ísis Alves ou via email: simperj@simperj.org.br.

Em Manaus, podem ser obtidas informações junto ao SIMPLAST Manaus com o Sr. Paulo Abreu, no tel. (92) 9966 0520 ou via email: simplast@argo.com.br.


Feira Mac&Tools conta com participação da Romi.

28/07/2011

Empresa participa da maior feira de metal-mecânica do Centro-Oeste com equipamentos das linhas de máquinas-ferramenta e máquinas para plástico

A  primeira edição da Mac&Tools – Feira de Máquinas e Ferramentas da Indústria Metal-Mecânica do Centro-Oeste, será realizada no Centro de Convenções de Goiânia, entre os dias 26 e 29 de julho de 2011

Nesta feira, a empresa demonstrará o Centro de Usinagem Vertical ROMI D 600, o Centro de Torneamento ROMI GL 280 e a Sopradora ROMI Maxtec 10L, equipamentos de alta tecnologia e com ampla aplicação em diversos segmentos da indústria.

Em sua 1ª edição, a Mac&Tools já é a maior exposição da indústria Metal-Mecânica do Centro-Oeste, e tem como objetivo inaugurar um centro de negócios no Estado.

Fonte: Indústrias Romi

Seminário Moldagem Científica focalizará técnicas para aumento de produtividade e otimização do processo de Injeção de Plásticos.

15/07/2011

Seminário Moldagem Científica em Joinville (SC), em Dezembro/2010.

A apresentação de técnicas para otimização do processo de injeção de plásticos e aumento da produtividade das máquinas é o principal foco do Seminário Moldagem Científica, que será apresentado pelo especialista americano Bill Tobin nas cidades do Rio de Janeiro (01 de agosto), Maceió (03 de agosto) e Manaus (05 de agosto).

O seminário foi concebido para apresentar técnicas de produção e processamento que resultam em redução de custos e que podem beneficiar mesmo aqueles profissionais com muita experiência. Durante o seminário, Bill Tobin expõe uma série de experimentos que podem ser realizados nas injetoras para determinar, por exemplo, o tempo de solidificação do ponto de injeção, o tempo de resfriamento,  o momento de se extrair a peça do molde e a pressão de fechamento mínima, entre outros parâmetros.  A obtenção da janela de processamento ótima para uma dada moldagem, o teste do balanceamento das cavidades,  a determinação do melhor perfil de temperatura do cilindro de injeção, o ganho de produtividade através do uso de roscas dedicadas  e experimentos para se determinar o nível de precisão e repetibilidade das máquinas são outros temas abordados durante o seminário.

Bill Tobin é um conferencista, professor e autor internacionalmente reconhecido e muito solicitado para cursos e seminários na área de Injeção de Plásticos.  Ele tem mais de 40 anos de experiência na área de Plásticos e é Membro Senior da Society of Plastics Engineers. Bill Tobin é autor de 23 livros técnicos e já escreveu mais de 250 artigos técnicos para diferentes revistas especializadas. Ele tem um estilo de treinamento divertido, informativo e cadenciado.

O seminário “Moldagem Científica” vem sendo apresentado periodicamente por Bill Tobin há vários anos em diferentes cidades dos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, México e Israel, já tendo sido oferecido também oferecido em Dubai, Marrocos e Arábia Saudita.

O seminário está sendo organizado pela Plassoft Tecnologia Ltda, contando com o patrocínio da INCOE  e apoio institucional da Abiplast, Simperj-RJ, Simplast-Manaus,  INP e Blog do Plástico. Estão sendo oferecidos descontos especiais para inscrições antecipadas (até 15/07) e para associados aos Sindicatos, Abiplast e INP, além de um bônus para mais de 4 participantes da mesma empresa.

As inscrições no seminário poderão ser realizadas diretamente no site www.plassoft.com.br/seminario. Informações sobre o programa do seminário, currículo do conferencista, preços do seminário e pagamento podem ser obtidas também no site.

Todos os participantes do seminário receberão um CD contendo cópia do último livro de Bill Tobin, com inúmeros procedimentos e “check-lists”, além de planilhas pré-programadas com todos os experimentos usados para otimizar um ciclo de moldagem por injeção.

Informações adicionais podem ser obtidas através dos telefones (71)3351-6880 e (11) 3596-6264  ou pelos emails: info@plassoft.com.br e susana@abiplast.org.br.

No Rio de Janeiro, informações também podem ser obtidas junto ao SIMPERJ, no tel. (21) 2220-9726 com a Sra. Ísis Alves ou via email: simperj@simperj.org.br.

Em Manaus, podem ser obtidas informações junto ao SIMPLAST Manaus com o Sr. Paulo Abreu, no tel. (92) 9966 0520 ou via email: simplast@argo.com.br.

Romi lança série de máquinas injetoras no Reino Unido

27/06/2011

Lançamento faz parte da estratégia Romi da recuperação de sua marca Sandretto

Após sua apresentação ao público europeu durante a última edição da feira K, começam as vendas no Reuno Unido da nova Série EN – comercializada no Brasil como Série Romi EN. Composta por sete versões de máquinas, com força de fechamento de 70 a 450 toneladas, a nova série já está disponível em todo o continente europeu. A família combina um projeto compacto, com interface amigável e consumo de energia reduzido significativamente. De acordo com Marcel Machado, Gerente de Vendas para o Reino Unido, a Série EN foi projetada visando às novas necessidades de baixa manutenção, alta produtividade e baixos custos operacionais, especialmente com relação ao consumo de energia. “Estamos confiantes no sucesso da nova série, dada a resposta muito positiva dos nossos clientes”, acrescentou.

O lançamento da Série EN faz parte da estratégia de recuperação da Sandretto, que já está apresentando resultados positivos. No Reino Unido, a Romi registrou um aumento significativo nas vendas no primeiro trimestre de 2011 comparado ao mesmo período do ano anterior. Embora o mercado ainda esteja cauteloso, a indústria do plástico dá indícios de recuperação. “O ano começou bem para a Sandretto: estamos tendo bons resultados, especialmente com a nossa base de clientes existentes, que nos vêem como um parceiro forte e confiável. Apesar da sensibilidade do mercado ao fator preço, a confiabilidade e a disponibilidade tem sido um dos aspectos mais importantes na decisão de aquisição de uma nova máquina “, diz Marcel.

Fonte: Indústrias Romi

Arburg obtém bons resultados durante Brasilplast 2011.

06/06/2011

• Muitas conversas profissionais e interesse do setor de embalagem
• Allrounder 720 H híbrida de alto rendimento produziu tampas de rosca
• Apresentação do novo Integralpicker V elétrico

Para a filial da ARBURG em São Paulo, a Brasilplast foi o evento público mais importante na América Latina este ano. Inúmeros visitantes do setor técnico, sobretudo da indústria de embalagens que apresenta um forte crescimento, demonstraram interesse pelas máquinas injetoras “Made in Germany”.

“A maior feira de plásticos da América Latina foi um sucesso incomparável para nós”, é o balanço de Kai Wender, diretor-geral da filial da ARBURG no Brasil. “As indústrias de cosméticos e de embalagem estão apresentando um forte crescimento nos dias de hoje. E foi justamente com os visitantes profissionais desses mercados que tivemos conversas muito produtivas. O que chamou a atenção foi o grande interesse em nossas máquinas de moldagem da linha Hidrive.”

Representando essa linha de máquinas, uma Allrounder 720 H com 3.200 kN de força de fechamento e uma unidade de injeção do tamanho 1300 produziu tampas flip-top para tubos cosméticos. Por causa de sua alta velocidade de injeção a máquina híbrida de alto rendimento com tecnologia de acumulador hidráulico é predestinada para aplicações no setor de embalagem. Em cada tempo de ciclo de 11,8 segundos foram fabricadas 24 tampas de rosca de 40 milímetros de diâmetro. O débito de passagem compreendeu 45,6 quilogramas em uma hora.

A ARBURG também apresentou uma instalação compacta em torno de uma Allrounder 320 Golden Edition com 500 kN de força de fechamento. Na máquina injetora hidráulica foi produzido em um tempo de ciclo de 20 segundos um buggy de brinquedo completo: rodas, chassi e capota foram injetados simultaneamente. Os canais de injeção do novo Integralpicker V são da ARBRUG e os três eixos servoelétricos proporcionam tempos curtos de configuração e de ciclo. “No Brasil, a excelente relação custo/benefício dessa linha Made in Germany é um grande atrativo”, acrescenta Kai Wender. “Graças à precisão e repetibilidade, essa máquina é muito cobiçada por aqui, além de ser um modelo básico ideal para a produção automatizada de peças moldadas.”

Fonte: Arburg

Steelmach obtém resultados positivos na Brasilplast 2011.

31/05/2011

Estreando como expositora na Brasilplast, a Steelmach vendeu dez máquinas durante a feira, incluindo as duas em exposição, resultando em negócios acima do esperado. Durante a feira foram expostas uma Rhino de 128t de força de fechamento e uma LG LS Mitron elétrica de 150t. Alguns dos diferenciais da injetora LG LS Mitron  são:

1. Consome até 70% menos energia, é 50% mais silenciosa e livre de contaminação por não utilizar óleo hidráulico.

2. Apresenta controlador HICOM-β com Loop Fechado completo:

* Sistema de fechamento toggle de 5 pontos;

* Microprocessador 32bits, base Windows;

* Auto diagnóstico, alarmes e monitoração.

3. Acionamentos via servomotor AC com resposta rápida.

4. Aumento da produtividade através da operação de movimentos simultâneos.

5. Projeto e design de acordo com os padrões de segurança.

6. Projeto da estrutura otimizado por análise de elementos finitos:

* Simples mas confiável e com placas rígidas;

* Ciclo de vida longo.

7. Expansão opcional.

8. Injetora de 2 cores de 110ton e 150ton (injeção paralela).

A série LGE oferece injetoras nas capacidades de 30 a 550 toneladas em três versões: standard, high speed e super high speed, podendo chegar até 800mm/s de velocidade de injeção.

Fonte: Steelmach


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.439 outros seguidores