Posts Tagged ‘Garrafas’

Husky mostra gama de inovações em moldagem por injeção e novas tecnologias de embalagem durante a NPE2018

08/06/2018

Empresa demonstrou soluções para aplicações em vários mercados

Em seu espaço de exposição de 1.100 metros quadrados, a Husky demonstrou, durante a NPE2018, ocorrida em Orlando (Florida) de 7 a 11 de maio, uma ampla gama de soluções de fabricação integrada da Husky que podem ser usadas por clientes de qualquer tamanho e de qualquer setor para aumentar a sua competitividade. A empresa também apresentou uma variedade de aplicações inovadoras e embalagens conceituais desenvolvidas em parceria com clientes e parceiros do setor.

“Nos últimos anos, nós investimos significativamente para aprimorar ainda mais os nossos equipamentos de última geração. Esses investimentos levaram a desenvolvimentos em nossa Tecnologia de Multicamadas, em nossa Tecnologia de Válvulas para Câmara Quente e em como entregamos moldes completas, componentes, peças de reposição e serviços de valor agregado aos nossos clientes. Sempre investiremos em pesquisa e desenvolvimento e na construção de parcerias valiosas para sermos líderes em inovação. É simplesmente como nos definimos ”, disse John Galt, presidente e CEO da Husky.

Inovação em toda parte

A Husky tem estado na vanguarda da indústria de equipamentos de moldagem por injeção há mais de 65 anos. Agora, a empresa está olhando não apenas para oferecer equipamentos de processamento mais eficientes, mas também em direção ao ciclo de vida total de ponta a ponta de equipamentos de moldagem por injeção e peças moldadas em plástico. Hoje, e no futuro, as embalagens plásticas e peças injetadas exigirão soluções de manufatura mais flexíveis e adaptáveis, bem como novos modelos de negócios que suportem o crescimento tanto das marcas como de transformadores de plásticos.

Tecnologia inovadora de múltiplas camadas

Originalmente lançada na NPE em 2015, a tecnologia de múltiplas camadas (Multi-Layer Technology) da Husky oferece um melhor desempenho, segurança e design e usa menos material, ao tempo em que oferece um custo total de peça menor, afirma a empresa. Já são mais de 30 sistemas vendidos em todo o mundo para uma variedade de aplicações, incluindo refrigerantes, sucos, água com gás, cerveja, chá, laticínios, alimentos e cuidados pessoais. A empresa tem visto uma demanda crescente de clientes que procuram explorar novas aplicações.

“Como líderes do setor, somos capazes de dar suporte à capacidade de nossos clientes de projetar e entregar embalagens que atendam às demandas de uma sociedade em rápida mutação. Isso inclui a necessidade de soluções flexíveis que sejam mais sustentáveis ​​”, disse Dave Morton, Vice-Presidente de Tecnologia de Multicamadas da Husky. “Nossa Tecnologia de Múltiplas Camadas, combinada com novos materiais de barreira recicláveis, atende a essa necessidade e fornece um pacote funcional que protege o produto com mais eficiência, tanto do ponto de vista do material quanto do custo total.”

A exposição de Múltiplas Camadas da Husky na NPE2018 destacou a capacidade da tecnologia para vários requisitos de aplicação, incluindo barreiras para luz, oxigênio e dióxido de carbono, além de garrafas com novo design e tratamentos funcionais que aumentam significativamente o apelo dos produtos nas prateleiras.

Flexibilidade de aplicação com o sistema HyPET® 225 e soluções em Moldes para PET

Durante a feira, a Husky demonstrou seu sistema integrado de fabricação de pré-formas HyPET® 225. O sistema produziu uma pré-forma de 11 gramas usando um molde de 48 cavidades em um tempo de ciclo de 8.2 segundos. A empresa também destacou suas tecnologias e serviços em moldes para PET.

Especialistas da Husky também fizeram apresentações no Fórum Técnico da Zona da Garrafa (Bottle Zone Technical Forum), uma destaque deste ano na NPE2018.

Durante o evento, a Husky também deu ênfase ao seu fornecimento de serviços e peças de reposição OEM, projetados para otimizar o processo de produção e prolongar a vida útil dos equipamentos de fabricação.

Soluções para atender a vários mercados

Um destaque significativo da exposição da Husky na NPE2018 foram as suas inovações em Bicos de Injeção Valvulados de Câmara Quente, capazes de manter a qualidade dos bicos de injeção por milhões de ciclos.

A Husky fornece moldes de injeção para uma variedade de mercados, incluindo para produtos médicos, de alimentos, bebidas, produtos para casa e cuidados pessoais e de beleza. Parte da exposição da empresa na NPE2018 mostrou as capacidades integradas de produção da empresa para o mercado médico, que incluem máquinas Husky e moldes Schöttli para a área de produtos médicos.

A Husky Injection Molding Systems Ltd. é uma fornecedora líder global de equipamentos e serviços de moldagem por injeção para a indústria de plásticos. A empresa possui mais de 40 escritórios de serviços e vendas, dando apoio a clientes em mais de 100 países. As instalações de fabricação da Husky estão localizadas no Canadá, Estados Unidos, Luxemburgo, Áustria, Suíça, China, Índia e República Tcheca.

Fonte: Husky

Curta nossa página no

Anúncios

Tomra Sorting apresenta a nova tecnologia “Sharp Eye’ para a separação entre bandejas de PET monocamada e garrafas PET

14/05/2018

A nova aplicação, possibilitada pela maior intensidade luminosa, é um avanço bem-vindo em um momento em que a demanda por garrafas plásticas e bandejas cresce internacionalmente

 

A Tomra Sorting Solutions lançou a nova tecnologia denonimada Tomra Sharp Eye, a qual permite separar bandejas de PET monocamada de garrafas PET. Ela aprimora a capacidade da máquina anterior da Tomra, o Autosort, de separar as bandejas multicamadas. Esse avanço é comercialmente emblemático porque pequenas diferenças – mas críticas – entre as propriedades químicas das bandejas de PET usadas em alimentos e as garrafas PET determinam que elas precisam ser separadas para o processo de reciclagem. Além disso, segundo a empresa, a inteligência artificial incorporada nos sistemas Tomra também permite a análise contínua de produtos classificados, tornando as futuras plantas mais inteligentes.

Valerio Sama, Gerente de Produto da Tomra Sorting Recycling, comentou: “Esperamos que nossa nova tecnologia Tomra Sharp Eye seja bem-vinda pelas Centrais de Triagem e pelas plantas de reciclagem de PET. A demanda por essa tecnologia deve crescer, considerando-se o estilo de vida moderno e internacional que está promovendo o aumento do uso de garrafas plásticas de bebidas e bandejas de plástico usadas para frutas, verduras e outros alimentos”.

A chave para este avanço é um aprimoramento da tecnologia de seleção por sensores Flying Beam® da Tomra. O sistema de identificação por infravermelho próximo (NIR) da Tomra faz a leitura de cada ponto (sem necessidade de lâmpadas externas) focalizando apenas na área da esteira que está sendo escaneada. Segundo a Tomra, isso permite uma ampla variedade de ajustes, fazendo com que essa tecnologia possa distinguir até as menores diferenças moleculares nos materiais que passam pela linha de reciclagem. Agora, com o Sharp Eye, a Tomra introduziu uma lente maior para maior intensidade de luz, possibilitando a detecção de propriedades espectrais mais complexas. Um vídeo da nova aplicação pode ser acessado no link: https://www.Tomra.com/pt-br/sorting/recycling/your-application/waste-sorting/pet-bottle-vs-tray

Segundo a Tomra, o processo passo a passo que culmina com a separação de bandejas de PET monocamada e garrafas PET é consistente e flexível. Durante a preparação para a triagem de plásticos misturados em cada um dos diferentes polímeros, o material de coleta seletiva ou proveniente de resíduos sólidos urbanos (RSU) passa por diversas etapas de tratamento mecânico – como peneiramento, abertura de sacos, separação 2D/3D que divide o fluxo de material rolantes e rígidos ainda misturados – para daí então se iniciar a etapa seleção ótica. Para separar o PET misto contido nesse fluxo dos demais polímeros, o Autosort funciona como um sistema combinado, detectando o tipo de material e a cor em combinação com o formato dos objetos. Mesmo com uma entrada de material muito misturada, esse processo atinge uma eficiência de classificação de 95% ou mais, afirma a Tomra.

Mais de um milhão de garrafas de plástico são compradas em todo o mundo a cada minuto e nos próximos cinco anos esse número deverá aumentar em mais 20%. Em resposta, os regulamentos da UE estão ficando mais rigorosos e organizações como a “Plastics Recyclers Europe” estão divulgando orientações sobre a reciclagem de bandejas de PET. Isso incentivará a criação de mercado para a triagem e o tratamento das bandejas de PET, promovendo assim a reciclagem desse tipo de embalagem.

Uma máquina Tomra Autosort com a nova tecnologia Tomra Sharp Eye está disponível para demonstrações, sob agendamento, no Centro de Testes da empresa, próximo a Koblenz, na Alemanha.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Tomra

Curta nossa página no

Eastman fornece copoliéster para garrafas à prova de vazamento usadas em parque temático na Índia

23/11/2017

Crianças e adolescentes que visitam o parque indiano desfrutam de bebidas nas garrafas à prova de vazamentos

A Sudeep Plastics, empresa indiana fabricante de embalagens plásticas, escolheu o copoliéster Eastar da Eastman para suas garrafas Dumbbell Sipper, vendidas exclusivamente no parque temático Imagica. Com as novas garrafas, os visitantes podem aproveitar sua bebida predileta enquanto exploram o destino de férias favorito da Índia.

As garrafas, disponíveis em tons vibrantes de rosa e azul (foto), são ideais para que crianças e adolescentes de 6 a 18 anos as levem consigo na visita ao parque. São 100% à prova de vazamentos e altamente duráveis, de modo que os visitantes não terão que se preocupar em derramar suas bebidas em nenhum dos passeios e atrações do local, afirma a Eastman.

“Nós gostamos de criar produtos inovadores, combinados com nossa expertise e padrões profissionais, que ajudem nossos clientes a ficar à frente da concorrência”, disse Deepak Kapadia, diretor da Sudeep Plastics. “Somente os materiais da Eastman poderiam ser a escolha perfeita para nossas garrafas”.

Segundo a Eastman, o seu copoliéster Eastar oferece uma estética única, flexibilidade de design e facilidade na fabricação, não encontrada em outros tipos de matérias primas plásticas. A empresa afirma que os produtos feitos de Eastar não só têm clareza e brilho ímpares, mas também possuem atributos de desempenho de alto nível. A resistência do material, a qualidade química superior e as excelentes propriedades de selagem asseguram que as garrafas do Dumbbell Sipper se mantenham bonitas e intactas durante o uso diário, garante a Eastman.

“O feedback do mercado tem sido incrível até agora e as ordens de compra estão sempre chegando”, disse Kapadia. “O suporte técnico a qualquer momento que recebemos da Eastman nos dá uma vantagem substancial sobre nossos concorrentes e ajuda a estimular nosso crescimento contínuo”.

Lançadas em 2016, as garrafas Dumbbell Sipper foram fabricadas exclusivamente para o Imagica e são vendidas apenas no parque temático.

Sobre a Eastman: A Eastman é uma empresa global de materiais avançados e aditivos especiais, possuindo posição de liderança em atrativos mercados finais, tais como transporte, construção civil e produtos de consumo. A empresa atende clientes em mais de 100 países e, em 2016, obteve receitas de aproximadamente US$ 9 bilhões. A empresa está sediada em Kingsport, Tennessee, EUA e, emprega, aproximadamente, 14 mil pessoas em todo o mundo.

Sobre a Sudeep Plastics: Com mais de 20 anos de experiência, a Sudeep cria, projeta e produz embalagens plásticas inovadoras para produtos para os mercados de produtos para casa, cuidados pessoais, alimentos e bebidas, químicos, farmacêuticos e lubrificantes.

Curta nossa página no

Eastman anuncia nova resina PET de extrusão-sopro para aplicações em embalagens de bebidas

04/10/2012

A Eastman Chemical Company anunciou a adição do polímero Aspira ™ One ao seu portfólio de resinas. Com o código de identificação da resina igual a 1 (RIC 1), o Aspira One foi desenvolvido especificamente para os processos de extrusão-sopro e aplicações de embalagem, tais como frascos transparentes com alças e garrafas grandes. Tratando-se de um novo polímero de PET, ele proporciona um equilíbrio ótimo entre capacidade de reciclagem, desempenho do produto, eficiência da produção e estética em relação a resinas de poliéster alternativas disponíveis para o mercado de extrusão-sopro.

O polímero Aspira ™ One  possui quatro principais atributos desejados pelos principais transformadores: sustentabilidade, flexibilidade de design, resistência da garrafa e eficiência do processo em plataformas de extrusão-sopro existentes. O polímero é sustentável pois ele é compatível com o fluxo de reciclagem de PET e, por conseguinte, é classificado com RIC 1. O Aspira One recebeu o reconhecimento de resina da Associação de Recicladores de Plástico Pós-consumo (APR) dos Estados Unidos, em julho de 2012, por cumprir o protocolo do Documento de Orientação Crítica para Garrafa PET.

O Aspira™ One permite a concepção de embalagens originais, transparentes e brilhantes, como alças através de orifícios e outras características inovadoras, que só podem ser obtidos pelo processo de extrusão sopro. Para um bom desempenho das garrafas, o material oferece uma robusta resistência e é livre de bisfenol A e halogênios. A clareza cristalina de Aspira One permite que o consumidor veja o conteúdo de seus frascos, proporcionando uma valiosa diferenciação do produto e apelo na prateleira.

Em contraste com outras resinas de poliéster para extrusão-sopro, o Aspira™ One é um material amorfo, oferecendo uma experiência de extrusão-sopro melhorada em relação a outros produtos. Em função dos pellets de Aspira™ One não serem cristalinos, eles podem ser secados e processados a temperaturas mais baixas do que outras resinas de PET. Isto reduz o consumo de energia, melhora a qualidade do material fundido e minimiza a degradação térmica do polímero. Outra característica é que não é necessária a cristalização de rebarbas recicladas das garrafas, pois os pellets de Aspira™ One são amorfos. Finalmente, o Aspira™ One não sofre fratura do material fundido em taxas altas de extrusão, dando-lhe alta transparência em todas as plataformas de extrusão-sopro.

“O polímero Aspira™ One fornece a solução simples que os transformadores líderes e proprietários de marcas estão procurando”, disse Ron Salati, Gerente de Desenvolvimento de Mercado Global para especialidades de embalagens plásticas da Eastman. “De fato, as principais empresas globais de bebidas devem usar garrafas de Aspira™ One, a partir de 2013.”

“A adição de Aspira™ One ao portfolio da Eastman se encaixa bem com outros produtos da empresa, pois a Eastman tem uma longa história de fornecimento de soluções inovadoras de embalagens para os mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, produtos médicos e mercados de consumo com produtos feitos de materiais que incluem os copoliésteres Tritan ™ e Abrace ™ “, disse Burt Capel, diretor da unidade de negócios de plásticos da Eastman.

Fonte: Eastman

Curta nossa página no

Pepsi desenvolve a primeira garrafa de PET a partir de fontes renováveis 100 % baseadas em vegetais.

29/03/2011

Aproveitando o seu histórico como uma empresa inovadora e líder em sustentabilidade ambiental, a PepsiCo anunciou no último dia 15/03  que desenvolveu a primeira garrafa plástica de  PET, no mundo, feita inteiramente de vegetais – recursos totalmente renováveis – permitindo à empresa fabricar um vasilhame de bebida com emissões globais de carbono significativamente reduzidas.

A garrafa “verde” da PepsiCo é 100 por cento reciclável ​​e supera de longe tecnologias industriais já existentes. A garrafa é feita de matérias-primas baseadas em fontes vegetais, incluindo o capim, casca de pinheiro e palha de milho. No futuro, a empresa espera ampliar as fontes de energia renováveis ​​usadas na criação da garrafa “verde” ao incluir cascas de laranja, cascas de batata, casca de aveia e outros subprodutos agrícolas provenientes do seu negócio de alimentos. Esse processo reforça ainda mais a vantagem competitiva da PepsiCo chamada de “Power of One”, ao conduzir uma inovação estratégica no setor de bebidas através de uma solução baseada em alimentos.

“Esta inovação é um avanço para o desenvolvimento transformacional da PepsiCo e da indústria de bebidas e um resultado direto de nosso compromisso com Pesquisa & Desenvolvimento”, disse o Chairman e CEO da PepsiCo, Indra Nooyi. “A PepsiCo está em uma posição singular – como uma das maiores empresas do mundo no setor de alimentos e bebidas – para, em última análise, prover subprodutos agrícolas do nosso negócio de alimentos para o nosso negócio de bebidas, permitindo a manufatura de uma garrafa ambientalmente mais amigável – um modelo de negócio sustentável que acreditamos trazer à vida a essência do “Desempenho com Propósito” (Performance with Purpose).

Combinando processos biológicos e químicos, a PepsiCo identificou métodos para criar uma estrutura molecular que é idêntica à do PET (polietileno tereftalato) baseado em derivados de petróleo, o que resulta em uma garrafa que confere aparência, tato e proteção do produto idênticas às de recipientes de bebidas PET existentes.

A PepsiCo vai montar um piloto para produção da nova garrafa, em 2012. Após a conclusão do piloto, a empresa pretende passar diretamente para a comercialização em grande escala.

“A “As You Sow” aplaude o design da embalagem inovadora da PepsiCo”, disse Conrad MacKerron, Diretor Senior do Programa “As You So”,  uma fundação sediada em São Francisco, Califórnia, que promove a responsabilidade social das empresas através da participação dos acionistas. “Ao reduzir a dependência de materiais baseados em petróleo e utilizar os seus próprios restos agrícolas como matéria-prima para novas garrafas, este avanço deve conferir uma dupla vitória ao meio ambiente e à PepsiCo.”

Com este desenvolvimento, a PepsiCo continua na sua posição de liderança em sustentabilidade ambiental e de progresso em relação às metas e compromissos globais  que ela anunciou em 2010 para proteger os recursos naturais da Terra através da inovação e de uma utilização mais eficiente da terra, água, energia e embalagens.

Fonte: PepsiCo

Empresa alemã Gerresheimer adquire Védat, fabricante brasileira de embalagens plásticas para a indústria farmacêutica.

23/03/2011

A Gerresheimer AG, uma das líderes no fornecimento mundial para as indústrias farmacêutica e de assistência à saúde, adquiriu a empresa brasileira Védat para fortalecer seus negócios de embalagens plásticas para a indústria farmacêutica na América do Sul. A Védat é um grande fabricante de embalagens plásticas para a indústria farmacêutica no Brasil, principalmente de tampas plásticas.

“A expansão nos países emergentes é um componente chave de nossa estratégia de crescimento. A aquisição da empresa Védat, líder tecnológica e bastante lucrativa, no Brasil, fortalece significativamente nossa posição no mercado de embalagens primárias para a indústria farmacêutica na América do Sul. Ela se adequa perfeitamente à nossa estratégia de duplicar nossas vendas nos países emergentes, passando de EUR 100 milhões para EUR 200 milhões até 2013”, comentou Uwe Röhrhoff, CEO da Gerresheimer AG.

A Védat detém um ótimo posicionamento no mercado Sul-Americano de embalagens plásticas para indústria farmacêutica. Sua gama de produtos inclui tampas plásticas, garrafas PET e outros recipientes plásticos, principalmente para a indústria farmacêutica da América do Sul. A Gerresheimer já fabrica embalagens plásticas para indústria farmacêutica e sistemas plásticos para área médica em três fábricas no Brasil e uma na Argentina.

“Com a combinação das linhas de garrafas e tampas, poderemos, então, fornecer uma oferta completa de produtos e serviços para nossos clientes farmacêuticos da América do Sul, com o conceito de compra integrada. Aliados à Védat, daremos um importante passo adiante a fim de sermos parceiros para soluções completas em embalagens plásticas para a indústria farmacêutica na região”, acrescentou Jens Christian Friis, Vice Presidente Plastic Packaging South America.

A Védat, situada em São Paulo, gerou, em 2010, receita de R$ 106 milhões (cerca de EUR 45 milhões) e emprega cerca de 450 pessoas.

Sobre a Gerresheimer

A Gerresheimer é líder internacional de produtos de alta qualidade feitos em vidro e plástico para as indústrias farmacêutica e de assistência à saúde mundiais. O seu vasto portfólio de produtos engloba desde ampolas farmacêuticas até sistemas complexos de administração de medicamentos, tais como sistemas de seringas, canetas para aplicação de insulina e inaladores para dosagem e aplicação segura de medicamentos. Junto aos seus parceiros, desenvolvem soluções que criam padrões e detém status de modelo em seus respectivos setores de mercado.

O grupo gera, em 45 unidades na Europa, América do Norte e do Sul e na Ásia, receitas de cerca de um bilhão de Euros e conta com 10.000 funcionários.

Fonte: Gerresheimer

LevPet – Novo serviço da Abipet ampliará a coleta de embalagens

03/01/2011

Pela Internet, consumidores poderão saber qual é o ponto de destinação mais próximo.

A Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet) lança um novo serviço que vai contribuir para ampliar a coleta de embalagens de PET pós-consumo e melhorar ainda mais a posição que o Brasil já ocupa entre os maiores recicladores do material no mundo. Disponível pela Internet, o LevPet, que pode ser acessado a partir do endereço http://www.levpet.org.br ou pelo próprio site da entidade (www.abipet.org.br), fornece a localização exata dos pontos onde é possível fazer o descarte correto do PET.

O novo serviço da Abipet utiliza o sistema Google Maps, para fornecer uma lista de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), cooperativa de catadores, postos de coleta, comerciantes de recicláveis, ONGs, entidades assistenciais e recicladores que recebem o material reciclado de forma pulverizada nas cidades. Para encontrar o local mais próximo, basta a digitação do número do CEP.

Cadastro colaborativo

Com o novo serviço, a Abipet reforça a sua atuação para viabilizar o retorno dos materiais para a reciclagem. Também inova no sentido de permitir o crescimento da rede de coleta e de aperfeiçoar a atualização dos pontos de coleta que eram, até agora, uma das grandes dificuldades desses sistemas.

O banco de dados do LevPet é composto por informações de pesquisa da própria Abipet e seus associados, outras associações, empresas, prefeituras e redes do varejo, que permitiram a inauguração do sistema com quase mil pontos de coleta espalhados por todo o país. Além disso, seu conteúdo terá caráter colaborativo: poderá ser ampliado e/ou atualizado a partir de informações enviadas pelos próprios usuários. Para isso, o sistema oferece um campo específico para envio de mensagens que serão checadas pela Abipet antes de ficarem disponíveis para o público.

“Com o lançamento do LevPet, a indústria se antecipa à regulamentação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e coloca à disposição da população um serviço que facilitará o descarte adequado e, consequentemente, ampliará o reaproveitamento de embalagens pós-consumo”, afirma Auri Marçon, presidente da Abipet.

Com a ferramenta, a Abipet oferece um serviço confiável e prático para os usuários que desejam contribuir para a defesa do meio ambiente. “Trata-se de mais uma demonstração do comprometimento do setor com a preservação do meio ambiente. Além disso, colabora para resolver o grande entrave que dificulta a ampliação da reciclagem em nossa indústria: a falta de um sistema público abrangente de coleta seletiva”, conclui o presidente da Abipet.

Fonte: WN & P COMUNICAÇÃO