Posts Tagged ‘Fibra contínua’

Compósitos da Lanxess encontram aplicação em carrocerias automotivas

14/05/2014
  • Proteção do compartimento do motor feito com compósito de alta performance
  • Resistência e absorção de energia de alto nível
  • Consideravelmente mais leve do que o aço ou o alumínio

Lanxess_CompostiosOs compósitos de alto desempenho Tepex reforçados com fibras contínuas, da subsidiária da LANXESS Bond-Laminates, estão encontrando novas aplicações na área de carroceria automotiva. Um exemplo é o uso de uma variante do Tepex Dynalite para oferecer proteção do compartimento do motor do MINI John Cooper Works GP. “A força e a resistência extremas do nosso material trabalham muito a seu favor. Estas características fazem com que a proteção da parte inferior de um automóvel, que é propensa ao impacto de pedras e até mesmo a atolamentos em estradas ruins, seja mais robusta e extremamente resistente ao impacto”, diz Harri Dittmar, especialista em design leve na Bond-Laminates. Além disso, o alinhamento regular das fibras de vidro contínuas do compósito dá o componente uma aparência atraente parecida com o carbono.

Três vezes mais forte

O protetor é fabricado através de um processo de moldagem por compressão, que combina processos de formação e fluxo. Isto envolve compor o polipropileno com as mechas (rovings) de fibra de vidro contínua e dar forma ao elemento diretamente a partir da massa resultante da DLFT (sigla em inglês para termoplástico direta de fibra longa) em um molde de compressão. O que faz com que este processo de produção seja tão especial é o fato de que duas camadas exteriores Tepex Dynalite também sejam comprimidas ao mesmo tempo, de modo a reforçar a área específica submetida a maiores tensões. Isto produz um componente de sanduíche com um núcleo DLFT e parte da sua superfície feita a partir do compósito de alto desempenho. “Comparado a um componente DLFT com base unicamente em polipropileno, as camadas exteriores feitas com nosso material triplicam a resistência e a absorção de energia da peça”, diz Dittmar. O Tepex Dynalite 104-RG 601 consiste de uma matriz de polipropileno incorporado com um tecido contendo 47% em volume de mechas de fibra de vidro contínua.

Grande potencial como alternativa mais leve para os metais
Dittmar acredita que há imensas possibilidades de utilização para o  Tepex Dynalite, como uma proteção para a parte inferior da carroçaria em carros – especialmente em veículos destinados a países com estradas precárias que, portanto, necessitam de proteção extra. “As soluções Sandwich DLFT pode ser de até 50% mais leves do que o aço e 20% mais leves do que a proteção de alumínio. Os compósitos termoplásticos de sanduíche também oferecem isolamento acústico mais eficaz contra o impacto de pedras, em outras palavras, eles demonstram propriedades acústicas superiores também”, acrescenta Dittmar.

Fonte: Lanxess

Curta nossa página no

Anúncios