Posts Tagged ‘Feipur’

Solvay apresentou solução para expansão de espumas de poliuretano durante Feipur

12/11/2018

Segundo a Solvay, seus agentes de expansão de espumas de poliuretano da linha Solkane® estão alinhados ás melhores soluções para isolamento térmico encontradas no mercado, tendo em vista as restrições impostas pela regulamentação internacional criada pelo Protocolo de Montreal, há 31 anos, que foi referendado e ampliado pela Emenda de Kigali, aprovada em 2016.

Segundo Mário Sérgio Avezú, responsável por Vendas e Marketing na América do Sul da unidade global de negócios Special Chem da Solvay, os produtos da linha Solkane® têm obtido sucesso como alternativa a outros agentes de expansão comercializados na região.

“Dadas as suas características e propriedades, o hidrofluorcarbono pentafluorbutano HFC 365 mfc e suas blendas com heptafluorpropano 227ea são os produtos ideais para substituição do HCFC 141b na expansão de espumas de PU destinadas a isolamento térmico”, diz Avezú. São compatíveis com todas as demais matérias-primas, como os polióis, isocianatos, silicones, retardantes de chama etc., exigindo apenas alguns ajustes na receita, sem implicar alterações na linha de produção, afirma a empresa.

Segundo a Solvay, os produtos da linha Solkane® têm ODP (potencial de degradação da camada de ozônio) igual a zero, ou seja, diferentemente do HCFC-R141b, não agride a camada de ozônio. Entre os benefícios oferecidos por essas soluções destacam-se a facilidade e segurança de manuseio combinadas a um o desempenho superior em termos de propriedades das espumas e custo satisfatório, garante o fabricante. Permitem a obtenção de espumas satisfatórias quanto a estabilidade dimensional e resistência a compressão e com elevada capacidade de isolamento térmico, tanto quando recém produzidas quanto após o envelhecimento.,

Os produtos Solkane® estão entre as opções mais confiáveis, seguras, eficientes e econômicas para o atual ambiente de negócios, garante Mário Sérgio Avezú, ressaltando que estão perfeitamente alinhados com os prazos de substituição de HCFCs e HFCs estabelecidos para o mercado brasileiro com base no Protocolo de Montreal e na sua Emenda de Kigali.

“Temos trabalhado junto aos clientes e ao mercado em geral com o objetivo de reforçar nossa mensagem de que somos um player ativo, que oferece soluções competitivas e adequadas às suas necessidades”, assinala Avezú. Ao mesmo tempo, a Solvay tem intensificado suas atividades nesse segmento, buscando criar produtos inovadores para apoiar o desenvolvimento futuro dos clientes.

Fonte: Solvay

Curta nossa página no

Anúncios

Momentive destaca a consolidação da linha de aditivos de poliuretanos durante a Feipur 2018

04/11/2018

Em mais uma edição da Feipur, visitantes poderão conhecer detalhes sobre as características inovadoras dos aditivos de poliuretanos da linha Niax*

A Momentive marcará presença na Feiplar Composites & Feipur 2018, que será realizada de 6 a 8 de novembro, no Expo Center Norte (Pavilhão Verde), na zona norte de São Paulo.

No estande da empresa, os visitantes poderão obter mais informações sobre as características inovadoras dos aditivos de poliuretanos da linha Niax*.

Os produtos foram desenvolvidos pela Momentive para aplicação em espumas flexíveis, rígidas, moldadas e microcelulares. “Essa linha vem se consolidando a cada ano no mercado mundial e brasileiro de poliuretanos, pois possibilita aos fabricantes desenvolver produtos de excelente qualidade, que atendem às normas e especificações do setor”, afirma Celso Trasferetti, executivo de contas de Uretanos da Momentive.

O aditivo Niax* L-595, por exemplo, é um silicone surfactante que, segundo a empresa, melhora as características de distribuição de densidade ao longo do bloco (topo e fundo), proporcionando assim um melhor gradiente de passagem de ar, dureza e resiliência na espuma flexível.

Os aditivos de poliuretanos da linha Niax* possuem uma ampla gama de aplicações nos setores automotivo e industrial, na construção civil, em móveis e estofamentos em geral, colchões, equipamentos esportivos, isolamentos térmicos e acústicos, entre outros.

“Também oferecemos amplo suporte técnico aos clientes no desenvolvimento de formulações e avaliações de propriedades físicas das espumas de acordo com as principais normas do setor”, acrescenta Celso Trasferetti.

A empresa conta com laboratórios, equipamentos e uma equipe especializada no Controle de Qualidade.

O executivo Paulo Vianna, gerente geral da Momentive na América Latina, complementa: “Além de produzirmos localmente nossa linha de aditivos Niax*, seguimos investindo em laboratórios e engenheiros de aplicação de campo. Dessa forma, mantemos o nível de excelência em suporte técnico, colaborando com os nossos clientes em suas necessidades e reforçando o compromisso da Momentive com o crescimento da indústria no Brasil”.

Líder mundial no setor de silicones e derivados, a Momentive Performance Materials Inc. está localizada no Brasil em Itatiba, na região de Campinas, interior de São Paulo. A unidade conta com capacidade instalada para a produção de silicone industrial e seus derivados para os segmentos de Tintas, Adesivos, Aditivos de Uretanos, Cosméticos e Cuidados Pessoais, Têxtil, Agricultura, Construção Civil e Especialidades para a Indústria Automobilística.Recentemente, a empresa concluiu o processo de ampliação e modernização de sua unidade fabril em Itatiba.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Momentive

Curta nossa página no

Evonik leva linha de produtos para Feiplar Composites & Feipur 2016

31/10/2016

EvonikPainel

Com a participação de várias linhas de negócios, a Evonik apresentará vasto portfólio de produtos e lançamentos que atendem formuladores dos segmentos de composites, poliuretanos e plásticos de engenharia

A Evonik, uma das líderes mundiais em especialidades químicas, participará da Feiplar Composites & Feipur 2016 – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Compostos Termoplásticos/Plástico de Engenharia, que ocorrerá entre os dias 8 a 10 de novembro, das 12 às 21 horas, no Expo Center Norte, em São Paulo.

O objetivo é promover novos produtos e reforçar a posição da empresa como uma das principais fornecedoras de soluções para as indústrias destes mercados, que exigem cada vez mais soluções de alta tecnologia e customizadas para cada aplicação.

Produtos em destaque e novidades:

A linha de Poliuretanos da Evonik realizará o lançamento oficial do projeto “Evonik PU Foam Academy” na América do Sul. Trata-se de uma iniciativa global que tem como objetivo aumentar a capacitação profissional sobre a tecnologia do poliuretano com foco em espumas flexíveis em bloco, por meio de treinamentos personalizados e eventos especialmente desenvolvidos em parceria com os clientes Evonik.

Nesta linha, também serão apresentados novos produtos, como um aditivo que melhora o espalhamento do adesivo em aglomerados, um catalisador especial de amina terciária com emissão zero, indicado para espuma flexível e HR moldado, um redutor de “scorching“ em espumas flexíveis, um aditivo para abrir células de espumas viscoelásticas, entre outros.

Para materiais de núcleo e matrizes termoplásticas e termofixas, serão destaques produtos como:

  • Espuma rígida de PMI (polimetacrilimida) utilizada como material de núcleo em estruturas de compósitos tipo sanduíche recentemente desenvolvida para o mercado aeroespacial. Este novo grade apresenta maior potencial na redução de peso e melhor performance com relação a tolerância a danos e visibilidade ocasionada por eventos de impacto.
  • Espuma rígida de PMI (polimetacrilimida) utilizada como material de núcleo em estruturas de compósitos desenvolvida para que seja possível realizar a expansão da mesma diretamente no molde produzindo geometrias complexas sem desperdício de material. A tecnologia permite que insertos sejam integrados nas peças. A produção de itens em série utilizando o material Rohacell Tripple-F é otimizada quando uma taxa de 1.000 a 40.000 peças por ano é atingida.
  • Polímero de PEEK (Polieteretercetona) que pode ser utilizado como matriz termoplástica para as fibras em materiais compostos. É apropriado para a aplicação em fibras unidirecionais e tecidos feitos de fibras de carbono, vidro ou aramida.
  • Polímero de poliamida de baixa viscosidade que proporciona boa impregnação de fibras em aplicações de compósitos. Com temperatura de transição vítrea (Tg) de 125 °C e uma janela de processo de 300 °C, esta é uma matriz termoplástica que suporta elevadas temperaturas, muito apropriada para aplicações automotivas e aeroespaciais quando combinadas com fibras de carbono, vidro e aramida.
  • Material base poliuretano que pode ser utilizado como uma matriz termofixa na fabricação de compósitos. Em temperatura ambiente o material é sólido e não pegajoso (tacky). A aproximadamente 80 °C o material passa a ser moldável e já começa a apresentar um comportamento pegajoso. A cura do material é iniciada a 130 °C com ciclos de 30 minutos. A condição de cura otimizada ocorreria à temperatura de 180 °C – 190 °C com ciclos de 3 minutos.
  • Concentrado de nanosílica em resina epóxi. Os produtos da linha Nanopox são utilizados para substituir uma parte da resina epóxi em formulações existentes, tipicamente na gama de 20-30%. Podem ser combinados com todas as resinas epóxi comercialmente disponíveis e curada com todos os endurecedores tipicamente utilizados. Introduzindo o concentrado de nanosílica na formulação de epóxi, melhora-se diversas propriedades do compósito, como: aumento da resistência, módulo e dureza; melhora dureza (resistência à fratura, resistência ao impacto); aumenta o desempenho à fadiga; auxilia propriedades de compressão e não promove nenhuma alteração na Tg.
  • Concentrado de partículas de borracha de silicone em resinas reativas. Os diferentes tipos desse concentrado podem ser usados para melhorar a dureza de formulações termorrígidas. Ao contrário do endurecimento da maneira tradicional, o módulo e a Tg das resinas modificadas não são reduzidas, além do desempenho de fadiga ser melhorado significativamente. Os produtos dessa linha estão disponíveis em resinas epóxi (aromáticos ou cicloalifáticos), em resinas de acetato de vinila, em resinas de poliéster insaturadas e em poliol. Outras matrizes estão disponíveis mediante solicitação. Exemplos de possíveis usos para incluem: materiais e compósitos reforçados com fibra; aplicações em equipamentos elétricos/eletrônicos (fundição, casting, potting e encapsulamento); revestimentos de proteção sem solventes e adesivos estruturais.
  • Concentrados de copolímeros elastoméricos em resinas epóxi. Os produtos da linha Albiflex podem ser copolímeros de epóxi de silicone ou acrílicos terminados em poliuretanos, projetados para aumentar a flexibilidade de formulações de termorrígidos. Podem ser usados em revestimentos flexíveis (coatings) e selantes utilizados em aplicações elétricas/eletrônicas.
  • Adesivos acrílicos podem ser otimizados em relação à flexibilidade sem perda de resistência e outras propriedades. Também pode ser usado em sistemas para placas de circuito impresso e como polímero-base para os compostos de potting e de fundição (casting) para componentes eletrônicos.

Outras familias de produtos a serem exibidos na feira incluem sílicas e Silanos para os mercados de adesivos, selantes e compósitos:

  • Sílica pirogênica pós-tratada e altamente hidrofóbica. Se destaca por conferir eficiência de espessamento, superior desempenho reológico e estabilidade à armazenagem em formulações epóxi, poliuretano e outros sistemas.
  • Sílicas pirogênicas hidrofóbicas que se destacam por conferir alta transparência aos diversos sistemas.
  • Silano multifuncional de alta eficiência como promotor de adesão, baixo teor de VOC, manuseio fácil e seguro, baixo impacto ambiental. Aumenta a hidrofobicidade do sistema, diminuindo a absorção de água durante o armazenamento.
  • Silano líquido e transparente que possui baixa volatilidade, alta estabilidade térmica, age como reticulador e promove boa aderência em sistemas críticos como PU ou silicone e subtratos como metais, vidro, plásticos.

Eventos simultâneos:

Paralelamente à feira, a Evonik participará dos Painéis Setoriais, do VII Congresso Internacional de Poliuretano e do IV Congresso SAMPE Brazil – Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processos.

Painel Isolamento Térmico
Dia 8/11 – 9h20
Tema: Plataforma Evonik de Produtos, Serviços & Tecnologias para Painéis Contínuos de Poliuretano – Equipe Técnica Mundial dedicada à indústria

Painel Automotivo
Dia 9/11 – 10 horas
Tema: Plataforma Evonik de Produtos, Serviços & Tecnologias para solução de problemas na produção de espumas HR moldadas

Painel Mineração
Dia 9/11 – 10h40
Tema: Apresentação do Portfólio de Aditivos Evonik para o Segmento CASE PU (Tintas, Adesivos, Selantes e Elastômeros)

Painel Espumas Flexíveis
Dia 10/11 – 9h40
Tema: Investindo em treinamentos – Apresentação do projeto “Evonik PU Foam Academy”

Painel Aeroespacial
Dia 10/11 – 12h10
Tema: “Redução de custo e peso em estruturas tipo sanduíche para aplicação na indústria aeroespacial através da utilização de um novo material de núcleo de alta performance, com alta resistência a temperatura e tolerância a danos.”

VII Congresso Internacional de Poliuretano:
Dia 9/11 – 15h20
Apresentação do programa de treinamento “Evonik PU Foam Academy”. O foco desta apresentação será o Centro Técnico de Serviços América do Sul da Evonik, localizado em Americana, SP.

Dia 9/11 – 17h20
Palestra “Sílica pirogênica hidrofóbica AEROSIL® e silano organofuncional Dynasylan® como aditivos de alta performance em adesivos para aplicação em compósitos”

IV Congresso SAMPE Brazil 2016:
Dia 9/11 – 13h30 – 14h10
Apresentação “Redução de custo e peso em estruturas tipo sanduíche para aplicação na indústria aeroespacial através da utilização de um novo material de núcleo de alta performance, com alta resistência a temperatura e tolerância a danos.

Serviço:
Feiplar Composites & Feipur 2016
Data: 8 a 10 de novembro
Horário: das 12h00 às 21h00
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Verde
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
Estande: C7 , entre as ruas C e D

Fonte: Evonik

Curta nossa página no

Evonik apresentará lançamentos para a indústria de Poliuretanos durante a Feiplar Composites & Feipur

07/09/2016

EvonikPainel

A empresa irá expor novos aditivos para espumas de poliuretanos e lançará o projeto “Evonik PU Foam Academy”, além de apresentar trabalhos técnicos nos painéis setoriais

A Evonik, uma das líderes mundiais em especialidades químicas,  participará da Feiplar Composites & Feipur 2016 – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Compostos Termoplásticos/Plástico de Engenharia, que ocorrerá entre os dias 8 a 10 de novembro, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Além de apresentar novos produtos destinados ao mercado de espumas de poliuretano, a Evonik realizará o lançamento oficial do projeto “Evonik PU Foam Academy” na América do Sul. Trata-se de uma iniciativa global que tem como objetivo aumentar a capacitação profissional sobre a tecnologia do poliuretano com foco em espumas flexíveis em bloco, por meio de treinamentos personalizados e eventos especialmente desenvolvidos em parceria com os clientes Evonik.

A empresa investe significativos recursos na qualificação de seus parceiros por entender que a iniciativa traz valor aos negócios, com o aumento da produtividade, otimização da qualidade, inovação de produtos, redução de perdas e melhoria da relação custo-benefício. “Nosso principal objetivo é consolidar nossa liderança mundial e regional no fornecimento de aditivos para poliuretanos e atualizar o mercado sobre nossos mais novos produtos, serviços e tecnologias”, ressalta Roberto Luiz, Gerente de Poliuretanos da Evonik.

Novidades para a indústria de poliuretano

Com amplo portfólio para os mercados de poliuretano e compósitos, a Evonik é um importante parceiro destas indústrias, que exigem cada vez mais soluções de alta tecnologia e customizadas para cada aplicação. Todo o portfólio da empresa será apresentado durante a Feiplar Composites & Feipur 2016, incluindo lançamentos de um aditivo que melhora o espalhamento do adesivo em aglomerados, um catalisador especial de amina terciária com emissão zero, indicado para espuma flexível e HR moldado, um redutor de “scorching“ em espumas flexíveis, além de um aditivo indicado para abrir células de espumas  viscoelásticas.

Eventos simultâneos

Paralelamente à exposição, serão realizados  Painéis Setoriais, que têm como objetivo apresentar as mais recentes soluções e benefícios dos composites, poliuretano e compostos termoplásticos/plásticos de engenharia para 11 setores industriais diferentes. A Evonik participará de quatro painéis:

Painel Isolamento Térmico
Dia 8/11 – 9h20
Tema: Plataforma Evonik de Produtos, Serviços & Tecnologias para Painéis Contínuos de Poliuretano – Equipe Técnica Mundial dedicada à indústria

Painel Automotivo
Dia 9/11 – 10 horas
Tema: Plataforma Evonik de Produtos, Serviços & Tecnologias para solução de problemas na produção de espumas HR moldadas

Painel Mineração
Dia 9/11 – 10h40
Tema: Apresentação do Portfólio de Aditivos Evonik para o Segmento CASE PU (Tintas, Adesivos, Selantes e Elastômeros)

Painel Espumas Flexíveis
Dia 10/11 – 9h40
Tema: Investindo em treinamentos – Apresentação do projeto “Evonik PU Foam Academy”

A Evonik participará também do VII Congresso Internacional de Poliuretano, no dia 9/11, às 15h20, com a apresentação do programa de treinamento “Evonik PU Foam Academy”. O foco desta apresentação será o Centro Técnico de Serviços América do Sul da Evonik, localizado em Americana, SP.

Serviço:
Feiplar Composites & Feipur 2016
Data: 8 a 10 de novembro
Horário: das 12h00 às 21h00
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Verde
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
Estande: C7, entre as ruas C e D

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Nona edição da Feiplar Composites & Feipur ocorre em Novembro

21/01/2016

Feiplar_Feipur

Será realizada a nona edição da Feiplar Composites & Feipur – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia no Expo Center Norte em São Paulo, SP, Brasil, de 8 a 10 de novembro de 2016.

Mais de 16.500 visitantes de cerca de 30 países são esperados para 2016. Em 2014, última edição da feira, 15.250 profissionais de toda a América Latina visitaram o evento (número 5,3% maior de visitantes do que o evento de 2012). Para apresentar novas tecnologias para todos estes visitantes, a expectativa é que mais de 320 empresas expositoras participem do evento (em 2014, cerca de 300 empresas expuseram seus produtos e serviços, sendo 34% de países como China, Estados Unidos, Alemanha, Itália, Inglaterra, Turquia, França, Japão, entre outros).

Além da exposição, serão realizados diversos eventos simultâneos como:

  • IV Congresso SAMPE BRASIL
  • Congresso Internacional de Composites
  • Congresso Internacional de Poliuretano
  • Congresso Internacional de Compostos de Plásticos de Engenharia
  • Painéis Setoriais (Automotivo, Construção Civil, Energia Eólica, Náutico, Isolamento Térmico, Recuperação Estrutural & Manutenção Industrial, Aeroespacial, Espumas Flexíveis, Nanotecnologia & Biocomposites, Mineração, Petróleo & Gás)
  • III Desafio Acadêmico SAMPE em Composites
  • Treinamento Ibcom de Composites
  • Projeto Alunos na Feiplar Composites & Feipur (ações dirigidas às universidades)
  • Área de Treinamentos Práticos, com demonstrações de processos avançados pela SAMPE (novidade)
  • Ilha do Transformador e Soluções Sustentáveis (exposição de peças acabadas)
  • Prêmio Excelência em Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia
  • Curso Abaris/SAMPE de Reparo de Composites
  • Demonstrações técnicas
  • Área de Testes de Materiais (novidade)

Duas novas áreas serão montadas dentro da área de exposição: Treinamentos Práticos e Realização de Testes de Materiais. A primeira área visa oferecer aos visitantes treinamentos de processos para a fabricação de peças. A área de Testes será utilizada para a realização de ensaios a fim de se comparar a performance e durabilidade dos materiais compósitos, poliuretano e plásticos de engenharia em relação a vários outros materiais. Também haverá a apresentação de Sessões especiais e Pôsteres para diversos segmentos: defesa & blindagem, artesanato, ferroviário, materiais híbridos, isolamento acústico, calçadista, arquitetura & decoração, saneamento básico, motociclismo, moldes & protótipos, energia solar, naval e eletroeletrônico

Em 2014, as 114 palestras técnicas ministradas nos Congressos Internacionais e Painéis Setoriais reuniram um público de  3.068 profissionais (número 18% superior a 2012). Com mais de 250 participantes, a segunda edição do Congresso SAMPE BRASIL (Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processos) contou com apresentações de personalidades e especialistas como Bruno Senna, Paulo Lage (Airbus), José Maria Fernandes Marlet (Embraer), Jorge Nasseh (Barracuda), Odair Teixeira (Bmeister), André Oliveira (Reichhold), entre vários outros nomes de empresas e instituições nacionais e internacionais. Para 2016, estão programadas 130 palestras.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplar

Curta nossa página no

Feira e Congresso Feiplar Composites & Feipur divulgam tecnologias de compósitos e poliuretanos

20/05/2014

A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2014 – Feira e Congresso Internacionais de Compósitos, Poliuretano e Plásticos de Engenharia será realizada de 11 a 13 de novembro no Expo Center Norte (Pavilhão Verde), em São Paulo, SP, Brasil. Tanto na parte da manhã como à tarde, serão realizados os congressos internacionais (composites, poliuretano e plásticos de engenharia) e os painéis setoriais (automotivo, construção civil, isolamento térmico, processos automatizados, energia eólica, espumas flexíveis, ambientes agressivos, nanotecnologia, aeroespacial e náutico). Serão mais de 120 palestras.

À tarde, a partir das 12h, tem início a exposição de peças nestes materiais e tecnologias para a fabricação das peças. Serão mais de 300 empresas apresentando suas inovações e tecnologias de destaque.

A entrada é gratuita . Credenciamento através do link: http://www.feiplar.com.br.  Mais informações – Tel.: 55-11-2899-6354 ou consultoria@artsim.com.br

Fonte: Feiplar Composites & Feipur

Curta nossa página no

Bayer MaterialScience apresenta soluções sustentáveis durante a feira Feiplar Composites & Feipur 2012

18/11/2012

Durante o evento, a empresa também comemorou o 75º aniversário do Poliuretano

Sempre focalizada em oferecer ao mercado soluções ligadas à Sustentabilidade, a Bayer MaterialScience levou à Feiplar Composites & Feipur 2012 suas iniciativas voltadas à preservação do meio ambiente. Durante a feira, que aconteceu entre 6 e 8 de novembro, no Expo Center Norte (SP), a multinacional alemã apresentou produtos como o Baytherm® Microcell e o RIM Bayflex® Lightweight, além de seus esforços para a produção “verde” de poliuretanos – projeto que recebeu o adequado nome de “Produção dos Sonhos”.

Um dos destaques da Bayer MaterialScience no evento, o Baytherm® Microcell é um sistema de poliuretano para a produção de espuma rígida usada como isolante térmico em refrigeradores. A novidade pode ser processada utilizando as tecnologias já existentes e cumpre as demandas do mercado por maior eficiência energética.

A espuma obtida com o Baytherm® Microcell possui células 40% menores que as soluções convencionais, o que resulta na redução na condutividade térmica em até 10%. A solução pode beneficiar não somente os consumidores finais por conta da economia de energia, mas também aumentar a produtividade dos fabricantes de refrigeradores e reduzir o custo por unidade devido à sua excelente capacidade de desmoldagem e fluidez.

Já o novo sistema de poliuretano RIM Bayflex® Lightweight é processado utilizando a tecnologia PU RRIM possibilitando a redução em até 30% o peso das peças externas dos veículos. Com uma densidade de apenas 0,9kg por litro, o material é mais leve que a água e sua utilização permite uma redução considerável no consumo de combustível e nas emissões de CO². Além dos automóveis, o RIM Bayflex® Lightweight também pode ser aplicado em peças para caminhões, ônibus, trens, aviões e navios.

Outro destaque foi a “Produção dos Sonhos”, projeto que utiliza o dióxido de carbono (CO2) como matéria-prima para a produção de poliuretanos e dá finalidade para o resíduo que é um dos principais causadores do efeito estufa. Em cooperação com parceiros da indústria e do meio acadêmico, a empresa desenvolveu um método de utilização do CO2 para o processo de síntese e para a sua incorporação na espinha dorsal do polímero. Isto resulta nos polióis policarbonatos poliéteres que a empresa agora também desenvolveu para o uso em produtos de espuma flexível, como colchões. O uso do dióxido de carbono como matéria-prima abre novas possibilidades para a redução do uso de petróleo e seus derivados.

Poliuretano: 75 anos de inovação

O 75º aniversário da invenção do Poliuretano, uma das criações mais inovadoras do século XX, também será lembrado pela Bayer MaterialScience em seu estande. Durante os três dias da feira, os visitantes que passarem pelo espaço da empresa conhecerão um pouco mais sobre a história do Poliuretano e suas aplicações no mundo moderno.

Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de 10,8 bilhões de Euros em 2011, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes. No final de 2011, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.800 colaboradores em todo o mundo. A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.

Fonte: Jeffrey Group / Bayer Material Science

Curta nossa página no

Feira FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2012 recebe a presença de cerca de 14.500 profissionais de toda a América Latina

10/11/2012

Em sua sétima edição, evento registra recorde de público na feira e nas palestras técnicas

De 6 a 8 de novembro, foi realizada a sétima edição da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia, no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP, que contou com a participação de mais de 280 empresas expositoras de 26 países e mais de 14.500 visitantes de toda a América Latina. As empresas expositoras apresentaram as mais avançadas soluções (matérias-primas, produtos auxiliares, processos e equipamentos) para a fabricação de peças em composites, poliuretano e plásticos de engenharia.

43% dos expositores vieram de outros países como China (31), Itália (19), EUA (17), Alemanha (8), América Latina (18, com grande destaque para Argentina), outros países europeus (24 com destaque para França e Inglaterra) e outros países da Ásia e Oceania (8).

Além de tecnologias para manufatura, tiveram destaques as empresas que expuseram seus produtos acabados em composites e/ou poliuretano como a MVC Plásticos, J.Procópio. Fastplas Automotive e Carbox, além as empresas presentes na II Exposição de Peças Técnicas como a Amecon, Blitz, O-tek, Travi, Holos, M.Molde, Carbogel, Tenaz, UFRJ, DemitryArt, Almar, Novapol, Ourofino, Ecoart, entre outras 53 empresas presentes nas três versões do Prêmio Excelência (composites, poliuretano e plásticos de engenharia) e várias outras presentes em estandes de fornecedores como a Tecnofibras, Stratus e ASW Brasil.

Importante destaque foi a Compocity, uma área que simulou uma cidade de composites, com a apresentação de diversos elementos presentes no dia a dia como escola, caixa eletrônico, lojas móveis, barcos, ônibus, caminhões, entre vários outros itens. A Compocity foi idealizada pela Almaco – Ass. Latino-Americana de Materiais Compósitos.

Algumas empresas também demonstraram os benefícios de seus produtos e processos, ao vivo, aplicando poliuretano para isolamento térmico (Amino), mostrando as etapas de montagem de uma peça pelo processo de infusão (Reichhold), injetando um pára-choque de caminhão pelo processo de RTM-light (Transtécnica), demonstrando a aplicação prática do processo filament winding (Reichhold), apresentando os processos de RTM light e infusão (Almaco), detalhando o processo RTM light (Reichhold), e fabricando travesseiros visco-elásticos moldados (M. Cassab). Foram realizadas 10 apresentações, com um público total de mais de 580 participantes.

Outro destaque do evento foram as 111 palestras técnicas, que abordaram o uso dos composites, poliuretano e plásticos de engenharia em diversos segmentos industriais como espumas flexíveis (moveleiro e aplicações industriais), automotivo, construção civil, ambientes agressivos, energia eólica, isolamento térmico, aeroespacial, náutico, norma para o setor petroquímico, sustentabilidade (reciclagem e matérias-primas com fontes renováveis), e mineração. Vários temas também focaram, especificamente, à fabricação de peças em composites, poliuretano ou plásticos de engenharia, e melhor gerenciamento e inovação das empresas do setor de composites. Nesta edição da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2012, foi realizada a primeira conferência Sampe na América Latina. A Sampe – Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processos tem o objetivo de apresentar inovações em materiais avançados para a indústria brasileira. No geral, as palestras deste ano tiveram um aumento de público de 33% se comparado com a edição de 2010.

Outras informações sobre o evento ou as empresas patrocinadoras (Reichhold, Texiglass, Huntsman, Transtécnica, Elekeiroz, M.Cassab, Jushi, Owens Corning, Masterpol, CPIC, Bayer, Milliken, Ashland, UBE, Amino e Brandeirante Brazmo).

Fonte: Feiplar & Feipur

Curta nossa página no

FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 é visitada por mais de 13.600 profissionais.

18/11/2010

De 8 a 12 de novembro, foi realizada a semana internacional dos plásticos de performance diferenciada (composites, poliuretano e plásticos de engenharia), com grande destaque para a FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010, que aconteceu de 10 a 12 de novembro no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP, e contou com a participação de cerca de 260 empresas expositoras de 19 países e mais de 13.600 visitantes de toda a América Latina.

As empresas expositoras apresentaram as mais avançadas soluções (matérias-primas, produtos auxiliares, processos e equipamentos) para a fabricação de peças em composites e poliuretano. 34% dos expositores vieram de outros países como EUA, China, Alemanha, França, Itália, Canadá, Inglaterra, além de Espanha, Argentina, Índia, Chile, Colômbia, Emirados Árabes, Holanda, Israel, Japão, Noruega, Taiwan e Turquia.

Além de tecnologias para manufatura, tiveram destaques as empresas que expuseram seus produtos em composites e/ou poliuretano como a MVC Plásticos, AEPI, Piatex, Tapetes São Carlos, Litek, entre outras 30 empresas, presentes no Showroom Prêmio Excelência e na Exposição Internacional de Peças Técnicas (áreas também destinadas à exposição de produtos acabados).

Algumas empresas também demonstraram os benefícios de seus produtos e processos fabricando, ao vivo, peças pelo processo de RTM Light (empresas Abcol, Composites Brasil e Reichhold), infusão (empresas Elekeiroz e Reichhold), enrolamento filamentar (Reichhold), além das apresentações, passo-a-passo, do uso de reforços para sistemas fechados e uso das fibras de vidro E6 para a fabricação de postes (Jushi), e da aplicação mecanizada de adesivos estruturais bicomponentes (Masterpol). Foram realizadas 12 apresentações, com um público total de mais de 660 participantes.

Outro destaque do evento foram as 110 palestras técnicas, que abordaram o uso dos composites, poliuretano e plásticos de engenharia em diversos segmentos industriais como espumas flexíveis (moveleiro e aplicações industriais), automotivo, construção civil, ambientes agressivos, calçadista, energia eólica, isolamento térmico, aeroespacial, infraestrutura para eventos esportivos, ferroviário, blindagem, médico-hospitalar, náutico, matérias-primas com fontes renováveis e mineração. Vários temas também focaram, especificamente, a fabricação de peças em composites, poliuretano ou plásticos de engenharia, com destaque para moldes e reciclagem.

Paralelamente, também foram realizadas a nona edição do Prêmio Excelência em Composites e a sexta edição do Prêmio Excelência em Poliuretano, e a primeira edição do Prêmio Destaque Industrial. Os vencedores desta premiação foram Embraer (composites), Man Latin America (poliuretano) e Marcopolo (plásticos de engenharia).

Fonte: Artsim

Aplicações em Isolamento Térmico, Setor Aeroespacial e Espumas flexíveis para aplicações moveleiras e industriais são os destaques do 5º e último dia dos Painéis Setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

11/11/2010

12 de novembro de 2010: Dando seguimento e concluindo, no quinto dia, as atividades e painéis setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010, maior e mais importante feira de materiais composites, poliuretano e plásticos de engenharia das Américas, os temas Isolamento Térmico, Aeroespacial e Espumas flexíveis para aplicações moveleiras e industriais reunirão, em duas salas, apresentações sobre tecnologias para esses setores em composites, poliuretano e plásticos de engenharia. As palestras desses três painéis podem ser assistidas por qualquer interessado, que deve se inscrever com antecedência. As palestras terão tradução simultânea.

Na sala 2, às 8h10, como introdução ao Painel Isolamento Térmico, Gerson Silva, da Purcom (Barueri, SP), apresentará, em “Isolamento térmico: últimas aprovações com Ecomate em sistemas de poliuretano”, as mais recentes aprovações do formiato de metila Ecomate em sistemas de PU para aplicação em espumas rígidas para isolamento térmico. Em seguida, em “Alternativas ao HCFC-141b baseadas no HFC-365mfc – Considerações ecológicas, econômicas e técnicas”, Christoph Meurer, da Solvay Flúor (Alemanha) e Mário Sérgio Avezú, da Solvay do Brasil, abordarão considerações sobre as alternativas disponíveis ao phase out do HCFC-141b como agente expansor para espumas de PU para isolamento térmico, comparando os prós e contras, focando o HFC-365mfc e as diversas blendas com que ele vem sendo usado em diversos mercados, e os resultados obtidos com os sistemas disponíveis comercialmente, assim como casos históricos. Às 9h30, Matias Nonna, da Huntsman (Argentina), abordará, em “PIR – poliisocianurato aumenta a performance contra o fogo em painéis contínuos de metal”, o uso cada vez mais predominante das espuma de PIR para o crescente setor de painéis de isolamento térmico. Serão discutidos ensaios e normas de resistência ao fogo que se aplicam a este produto na América do Norte, América do Sul e Europa, e várias questões que envolvem os fabricantes de painéis para uso da espuma de PIR. Às 10h10 até as 10h30, haverá um coffee-break. Às 10h30, as atividades são retomadas por Paulo Altoé e André Fernandes, da Dow Brasil, em “Nova geração de espumas para isolamento térmico com expansores não agressivos ao meio ambiente”, em que os autores abordarão uma nova geração de sistemas de poliuretanos combinados com agentes de expansão não agressivos à camada de ozônio e sem impacto direto para o aquecimento global. A seguir, às 11h10, Roberto Vagner Luiz, da Evonik (Brasil), focará, em “Soluções de aditivos para a próxima geração de agentes expansores”, a utilização de aditivos – especialmente o estabilizador da espuma – para otimizar a performance da espuma com respeito aos diferentes agentes expansores. Às 12h, Arlindo Mendonça da Silva Filho, da BASF (Brasil), explicará, em “Agentes expansores ecológicos para espumas rígidas de PUR”, em que consistem os chamados agentes expansores ecológicos para polióis de espumas rígidas, utilizadas para isolamento térmico, e suas características. Às 12h40, ocorrerá um almoço informal. Em seguida, às 13h, Fabriciano Pinheiro, da InterTox (Brasil), explicará, em “Recomendações de segurança para sistemas de PU com agentes de expansão”, em que consistem as diversas recomendações à indústria para utilização e transporte de sistemas de PU contendo agentes de expansão substitutos ao HCFC-141b. A palestra das 13h40, “Avaliação de Expansores com baixo potencial de aquecimento global revela que HFCs 134ª e 245fa poderão ser substituídos com relativa facilidade”, terá a avaliação de Matias Schultz, da Bayer (Brasil), com respeito a estudos comparativos efetuados pela Bayer com substâncias que se propõem substituir os HFCs em processos em que o uso de expansores inflamáveis é indesejada com alguns dos expansores não inflamáveis mais usados atualmente nos Estados Unidos. Schultz apresentará e discutirá os resultados, com suas condições. Por último, Helen Walter Terrinoni, da DuPont (Brasil), apresentará, em “FEA-1100 da DuPont”, o novo agente expansor líquido da empresa, não inflamável, com zero ODP e baixo GWP, e outras características que o tornam um potencial substituto dos HCFC-141b e HFCs disponíveis no mercado.

O Painel Aeroespacial ocorrerá na sala 1, pela manhã. As palestras começarão com “Polímero Victrex PEEK para soluções aeroespaciais de menor peso e com maior inclinação”, de John Walling, da Victrex norte-americana, em que abordará a substituição que os polímeros PEEK vêm fazendo dos metais, composites tradicionais e outros plásticos, num crescente número de aplicações. Inclusive, vários novos gradesde polímeros e compostos PEEK vêm sendo desenvolvidos para maximizar as propriedades mecânicas e aumentar a moldabilidade dos polímeros na aplicação. Estudos de caso e comparações de materiais também serão apresentados, com exemplos descrevendo os fatores que levaram à conversão do metal e outros materiais para o PEEK. Às 9h, Rein Averill, da Evonik (Estados Unidos), abordará, em “Núcleos de espuma ROHACELL de alta performance para aplicações aeroespaciais”, a linha de produtos de núcleos de espuma ROHACELL de alta performance, para aplicações de construção sanduíche para a indústria aeroespacial. A ROHACELL é uma espuma de células 100% fechadas com química de PMI (polimetacrilimida), usada para aplicações de composites de alta performance. Averill também abordará a compatibilidade com processos de composites e sistemas de resina, além das numerosas aplicações do material. Às 10h, Waldomiro Moreira, da Elekeiroz (Várzea Paulista, SP), explicará, em “Tecnologia de processos e aplicações aeroespaciais em compósitos termofixos”, os materiais, processos e tendências envolvidos na fabricação de peças e aplicações de composites para a indústria aeroespacial. Às 10h40, Giorgio Solinas, da Texiglass (Vinhedo, SP), abordará, em “As vantagens da utilização de tecidos na área aeronáutica”, diversos aspectos de aplicações em composites em várias partes das aeronaves atualmente em fabricação. Com essa palestra, estarão concluídas as atividades do Painel Aeroespacial.

As atividades do Painel Espumas flexíveis para aplicações moveleiras e industriais transcorrerão na sala 3, pela manhã. A primeira palestra do painel será, às 8h10, “A utilização do retardante a chama nas formulações de espumas flexíveis”, por Raphael Carrieri, da M.Cassab (São Paulo, SP). Essa palestra abordará a utilização de retardantes de chama em espumas flexíveis de poliuretano, com os produtos e concentrações utilizadas para atender normas de diversos países. Serão também abordados os principais testes realizados pelos órgãos normativos desses países, com as vantagens de utilizar produtos livres de halogênio, as diferenças na viscosidade do poliol aditivado com retardante a chama, e possíveis problemas com a inclusão de altas dosagens de retardantes a chama. Às 9h, Álvaro Paupério Neto, da Purcom (Brasil), abordará, em “Espumas flexíveis: Especialidades em espumas flexíveis para pillow-top”, a utilização de poliuretano para esse tipo de aplicação. Às 9h40, Rogério Baixo, da Dow Brasil, explicará, em “Inovação, conforto e frescor em espumas flexíveis de alta resiliência”, uma nova especialidade de produtos para espumas flexíveis que promete agitar o mercado, em contínuo crescimento. Essa espuma, de poliuretano tipo látex, desenvolvida pela empresa, tem propriedades similares à espuma de látex convencional, com toque aveludado e ótima circulação de ar, além de maior durabilidade. Às 10h20, Annegret Terheiden, da Evonik (Alemanha), e CelsoToyoshima, da Evonik (Brasil), abordarão, em “Ajustando as propriedades físicas das espumas flexíveis para móveis e colchões”, as principais características das espumas de poliuretano flexível, com propriedades físicas como dureza, permeabilidade ao ar e elasticidade, flamabilidade e emissão de voláteis. Serão discutidas também as principais propriedades das espumas convencionais bem como as orientações gerais para ajustes. Às 11h, ocorrerá um coffee-break. Às 11h20, as atividades serão retomadas com “Espumas viscoelásticas para máquinas contínuas”, por Fernanda Porto, da Bayer MaterialScience, que explicará em que consistem as espumas viscoelásticas em propriedades como altíssima absorção de impacto, ótima distribuição de pressão e sensação de conforto. Porto abordará também as ofertas da Bayer para esse tipo de espuma, inclusive em alta produtividade. As atividades do painel serão concluídas com “Espumas flexíveis a partir de fontes renováveis”, por Sérgio Alves da Silva Júnior, da BASF (Brasil). Nessa última palestra, o profissional da BASF apresentará a concepção da tecnologia para obtenção do poliol Lupranol Balance a partir de fontes renováveis, com foco na performance técnica do material e controle das características físicas a partir da molécula da mamona.

Painéis Setoriais “Isolamento Térmico 2010”, “Aeroespacial 2010” e “Espumas flexíveis para aplicações moveleiras e industriais 2010” da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

Data: 12 de novembro de 2010, a partir das 8h, nas salas 1, 2 e 3.

Local: Expo Center Norte, Pavilhão Verde

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo / SP – Tel.: +55(11) 2089-8500

Visitação: Gratuita
Inscrições e informações
: www.feiplar.com.br

Fonte: Feiplar / Feipur

Setores Automotivo, Calçadista e de Construção Civil são os destaques do 4º dia dos Painéis Setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

10/11/2010
11 de novembro de 2010: Dando seguimento, no quarto dia, às atividades e aos painéis setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010, maior e mais importante feira de materiais composites, poliuretano e plásticos de engenharia das Américas, os temas Automotivo, Calçadista e Construção Civil reunirão, em três salas, apresentações sobre tecnologias para os ambientes automotivo, calçadista e construção civil em composites, poliuretano e plásticos de engenharia. As palestras desses três painéis podem ser assistidas por qualquer interessado, que deve se inscrever com antecedência. As palestras terão tradução simultânea.

Na sala 1, às 8h10, como introdução ao Painel Automotivo, Renan Holzmann, da MVC Soluções em Plásticos, apresentará em “RTM-S um novo conceito de superfície ‘classe A’ para Compósitos” as principais características, propriedades e vantagens desse processo em relação aos tradicionais. Às 8h50, em “Aplicação de adesivos estruturais em compósitos de uso automotivo”, Josué Garcia Quini, da Masterpol (Brasil), abordará conceitos sobre adesão estrutural de compósitos por meio de adesivos estruturais uretânicos e epoxílicos, em substituição aos sistemas convencionais de fixação mecânica, melhorando o desempenho estrutural de peças automotivas e permitindo a utilização de diferentes materiais em conjunto. Às 9h30, em “Fabricação de peças automotivas nos processos SMC/BMC, RTM e RTM Light”, Dirceu Vazzoler, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP), mostrará esses processos, em termos de suas viabilidades de escala, diversidade de tipos de peças e principais características, com destaque ao processo de moldagem a frio mais em voga no momento, que é o RTM Light. Após um coffe-break de 20 minutos, Rob Seats, da Ashland Performance Materials (Estados Unidos), apresentará, às 10h30, em “Uso das resinas Envirez em aplicações SMC”, o uso das resinas poliéster insaturado com base em matérias-primas com potencial de reciclagem Envirez para uso em SMC (Sheet Molding Compound) em ampla gala de aplicações, inclusive os transportes, mantendo as características de performance das matérias-primas derivadas de óleo mineral. Em seguida, às 11h10, em “Soluções em adesivos estruturais para aplicações automotivas”, Paulo R. Steiner, da Lord (Brasil), apresentará os produtos da empresa para diversos mercados, com destaque para o automotivo. Já às 11h50, Rafael de Campos, da Huntsman (Brasil), apresentará em “Uso de polióis de soja em espumas acústicas para o setor automotivo” em que consiste o uso de polióis de base soja em espumas de poliuretano utilizadas em aplicações acústicas (tais como isoladores de painel de instrumentos e carpetes), assim como o impacto obtido com a adição de 10% de bioconteúdo nas propriedades físicas e acústicas da espuma. Após um almoço informal às 12h30, as atividades do Painel Automotivo serão retomadas às 13h com a palestra “Novas tendências do poliuretano para o mercado automotivo”, ministrada por André Néri Ritter, da BASF (Brasil). Nessa palestra, Ritter apresentará o portfolio de produtos BASF para o segmento automotivo, com foco na baixa emissão de odores e outros atributos técnicos levados em conta as oportunidades geradas pelo forte crescimento da indústria automotiva. Já às 13h40, Len Nunnery, da BulkMolding Compounds (Estados Unidos), abordará, em “BMC – Bulk Molding Compound: uma alternativa de grande valor para os metais e termoplásticos de engenharia”, as características de peças fabricadas por esse processo, que torna o material uma alternativa interessante para peças em metal ou em termoplásticos de engenharia. Às 14h20, Kleber Peres, da BaySystems, da Bayer MaterialScience (Brasil), apresentará, em “Bayer – Compósitos de poliuretanos para produção de peças para a indústria automobilística”, as tecnologias de poliuretanos associadas a outros materiais para produção de peças mais leves com excelentes propriedades físicas, além de ganhos em produtividade. Após um coffee-break de 15h20 às 15h40, Ana Paula Nakajato, da Evonik (São Paulo, SP), apresentará a palestra “Aditivos e polímeros de alta performance para a indústria automotiva”. Logo a seguir, às 16h, em “Zytel Plus – Poliamida com Alta Performance a Temperatura e Fácil Processamento”, Carlos Eduardo Camargo Hanazaki, da DuPont (Barueri, SP), explicará em que consiste a nova família de náilons Zytel PLUS, da empresa, com respeito à combinação da facilidade de processamento com os excelentes níveis de resistência ao ar quente, óleo, cloreto de cálcio e outras substâncias químicas agressivas utilizadas na indústria automotiva, o que as torna ideais para diversas aplicações até então restritas a metais ou termoplásticos de alto desempenho consideravelmente mais caros. Como última palestra, Paulo Barboza, da Sabic IP (Brasil), mostrará, em “Plásticos de engenharia para a fabricação de faróis automotivos”, as contribuições da empresa no melhoramento de design, segurança, performance, sustentabilidade e redução de custos com o uso de termoplásticos de engenharia. Essa palestra encerrará as atividades do Painel Automotivo.

As atividades do Painel Calçadista ocorrerão na sala 3, no período de manhã. As atividades terão início, às 8h40, com “Especialidades de PU para a indústria calçadista”, por Rudnei Assis, da BASF (Mauá, SP), focando as várias soluções apresentadas pela empresa para o segmento, entre palmilhas, sistemas base poliéter, sistemas com alta resistência à hidrólise, entressolas de baixa densidade, etc. Serão abordados também os diversos benefícios e dados técnicos para os clientes, com foco em conforto, resistência e versatilidade do PU. Às 9h20, haverá um coffee-break. As atividades continuarão às 9h40, com “Poliamidas em calçados”, por Marcos Santana de Araújo, da Radici Plastics (Brasil), focando as características das poliamidas para a indústria, em especial a resistência à fadiga e a flexibilidade após hidratação. Às 10h20, Fábio Paganini, da Arkema (Brasil), apresentará “PEBAX – TPE de alto desempenho para calçados”, indicando que a resina citada é considerada a melhor solução técnica para tênis de alto desempenho, com a mais baixa densidade, elevada resistência à fadiga dinâmica, o elevado retorno de energia e a baixa formação de calor. O PEBAX é injetado facilmente e é disponível em versões transparente e de origem vegetal. Às 10h40, com “Luperox – inovações em sistemas de cura”, Aldo Carneiro, também da Arkema (Brasil), mostrará a tecnologia SP (scorch protected) da empresa utilizada para melhorar a produtividade e a qualidade na reticulação. Dois novos grades de peróxidos – Luperox Rubbersole e Luperox EVAsole – também serão abordados. Por último, às 11h20, Ricardo Araújo, da FCC (Brasil), abordará, em “Dispersões uretânicas”, o desenvolvimento de tecnologia de ponta em dispersões uretânicas, eliminando totalmente os solventes orgânicos, originários da síntese e coalescência do filme, além de outros aspectos técnicos.

O Painel Construção Civil ocorrerá na sala 2, no período de manhã. A primeira palestra, às 8h10, será “Novas chapas em composites (PRFV) e suas aplicações”, de Robert Garbe, da Polydet (Alemanha), que irá abordar as principais características diferenciadas das chapas em composites em relação aos materiais metálicos tradicionais, além da combinação de diferentes tipos de resinas, materiais de reforço e filmes de superfície, e a flexibilidade dos processos produtivos. Às 8h50, Rodnei Abe, da Dow Brasil, abordará, em “Espumas de poliisocianurato aprimoradas para painéis com faces metálicas”, as principais características da laminação de correia dupla de faces rígidas (Rigid Faced Doublé Belt Lamination, RF-DBL) para aplicações em construção civil. Abe abordará também suas propriedades em termos de resistência à flamabilidade e o lançamento dos sistemas Voratherm para espumas de poliisocianurato. Às 9h30, Erivelto Mussio, da Poloplast Painéis/MVC Plásticos (Brasil), explicará, em “Sistemas construtivos em compósitos com alta velocidade de implantação”, o uso de materiais compósitos na construção civil, com foco no desenvolvimento de matérias-primas. Às 10h10, com “Revestimentos spray de poliureia: uma introdução”, Daniel Rosenvasser, da Huntsman (Estados Unidos), apresentará uma visão geral da tecnologia de poliureia, assim como discutirá as formulações e a química envolvidas, e mostrará alguns novos blocos de construção desenvolvidos pela empresa. Após o coffee-break, de 10h50 às 11h20, Giorgio Solinas, da Texiglass (Vinhedo, SP), abordará, em “Estruturas e trincas – fibras de alto módulo”, os tecidos de fibra de vidro, aramida e carbono em aplicações estruturais e de acabamento, assim como em elementos arquitetônicos de fachada e na economia de energia com isolamentos térmicos. Às 12h, em “Multitec – Maior produtividade no reforço de produtos da linha sanitária”, Paulo Bergantini, da Bayer MaterialScience (Brasil), explicará em que consiste o Multitec, poliuretano rígido bi ou tricomponente aplicado por aspersão com ou sem fibras de vidro para reforço, com uso na indústria sanitária, e suas vantagens. Às 12h40, Ademir de Marchi, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP), abordará, em “Reservatórios de água em composites com baixo estireno residual”, a utilização de composites para esse tipo de aplicação, com o lançamento da nova resina poliéster insaturada Polylite 33209-50, de forma a atender as mais rígidas exigências de toxicidade destacadas pela norma NBR 13210 para migração específica de estireno e clorometano e estireno residual. Por último, às 13h20, em “Soluções e inovações BASF para a construção civil”, Robson Zago Ottati, da BASF (Brasil), apresentará as inovações e o portfolio de produtos da indústria, com foco em atributos técnicos e as oportunidades geradas por eventos esportivos e megatendências da sociedade. Com isso, estarão encerradas as atividades do Painel Construção Civil.

Serviço

Painéis Setoriais “Automotivo 2010”, “Calçadista 2010” e “Construção Civil 2010” da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

Data: 11 de novembro de 2010, a partir das 8h, nas salas 1, 2 e 3.

Local: Expo Center Norte, Pavilhão Verde

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo / SP – Tel.: +55(11) 2089-8500

Visitação: Gratuita
Inscrições e informações
: www.feiplar.com.br

Fonte: Feiplar / Feipur

MVC lança compromisso com a sustentabilidade e apresenta novas tecnologias na Feiplar 2010

10/11/2010

A MVC, empresa brasileira líder no desenvolvimento de produtos e soluções em plásticos de engenharia e pertencente à Artecola e à Marcopolo, participará da Feiplar Composites & Feipur 2010. A empresa lança compromisso ambiental e com a sustentabilidade até 2015 e apresenta novas tecnologias para o setor de transporte e construção civil. A 6ª edição da Feiplar acontece entre os dias 10 e 12 de novembro, no Expo Center Norte, em São Paulo.

“Tendo como foco a melhoria contínua, a MVC determinou alguns compromissos com o meio ambiente para 2015, com a consciência de que estas ações contribuirão para o futuro das próximas gerações. Entre as ações, destacam-se eliminar o envio de resíduos para aterros; implantar processo de reciclagem de termofixos (fibra de vidro); ter todos os processos gerando produtos 100% recicláveis; ampliar para 50% a utilização de polímeros de fontes renováveis; aumentar o uso de fibras naturais; reduzir significativamente o consumo de energia elétrica, água e gás, e a geração de resíduos; desenvolver 30% da receita em produtos com conceito sustentável; e disseminar a sustentabilidade nas comunidades em que estamos inseridos”, ressalta Gilmar Lima.

Resinas de fontes renováveis e nova tecnologia

Todas as peças expostas pela MVC na Feiplar terão apelo ambiental em função do processo de fabricação ou dos materiais utilizados. A empresa demonstrará, no próprio estande, a fabricação de peças feitas pelo novo e revolucionário processo de RTM-S (Resin Transfer Molding – Surface), como o capô do motor e a blenda de caminhão. As apresentações acontecerão todos os dias em dois horários (16h e 19 h) e o público poderá acompanhar em tempo real, cada etapa. A nova tecnologia além de aliar maior resistência mecânica e acabamento superficial superior, permite reduzir o ciclo do processo RTM, com a diminuição significativa nos custos e no impacto ambiental, eliminar ou reduzir as fases de preparação de pintura e da aplicação do Gel Coat e facilitar a reciclagem dos componentes.

Com foco na sustentabilidade, na preservação ambiental e na reciclagem, a MVC irá expor peças com revestimento de fibras naturais, materiais que proporcionam alto desempenho mecânico, térmico e acústico, além de serem 100% recicláveis. O componente é fornecido para indústria automotiva, para o revestimento interno de teto de colheitadeiras e veículos de passeio. A utilização de resinas de fontes renováveis, desenvolvidas sobretudo para construção civil e para a CasaPrática, também será um dos destaques da MVC.

Também serão apresentados produtos fabricados com os processos de RTM Light, que utiliza moldes fechados, que contribuem para reduzir o desperdício de materiais nos processos produtivos e emissão de compósitos orgânicos voláteis no ar; Vacuum forming, totalmente reciclável, e VFC Light/ Natural, tecnologia que combina vacuum forming e compressão a baixa pressão.

“O processo VFC Light/Natural requer baixo investimento em ferramental e possibilita rápido desenvolvimento, isolamento acústico e excelente relação peso x resistência mecânica. Outra vantagem do processo é que ele permite que as aparas do material processado sejam reaproveitadas como componentes em outros materiais compósitos. Neste processo pode ser utilizado reforço de fibra de vidro ou de fibra natural”, explica Gilmar Lima.

A MVC contará, ainda no seu estande, com a participação da Artecola, que apresentará uma máquina  de laminação plana, que proporciona colagem com a linha Artefilm (filmes adesivos). O equipamento  permite a laminação de tecidos, espumas e sintéticos, além dos materiais compósitos.

Palestras MVC

Durante a Feiplar 2010, serão realizados Painéis Setoriais, com o objetivo de apresentar as mais recentes soluções e benefícios dos compósitos, poliuretano e plásticos de engenharia para 18 setores industriais diferentes, com total estimado de 1.700 participantes. Estes painéis acontecerão paralelamente à feira e contarão com duas participações da MVC nos eventos para o mercado automotivo e para o de construção civil.

No dia 11 de novembro, Renan Holzmann apresentará, às 8h10, no Painel Automotivo a palestra RTM-S – Um novo conceito de superfície classe A para compósitos. Já no Painel de Construção Civil, Erivelto Mussio, fará a exposição sobre os Sistemas construtivos em compósitos com alta velocidade de implantação, às 9h30.

Feiplar 2010

A Feiplar é considerada a principal feira de plástico reforçado da América Latina. Tem por objetivo mostrar a variedade de produtos para as indústrias da construção civil, química e petroquímica e outras, além de apresentar as novas tecnologias em matérias-primas e equipamentos para os fabricantes de peças de plástico.

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação

Náutico, Ambientes Agressivos/ Saneamento Básico e Matérias-primas com Fontes Renováveis, destaques do 3º dia dos Painéis Setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

10/11/2010

Dia 10 de novembro de 2010: Dando seguimento, no terceiro dia, às atividades e aos painéis setoriais da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010, maior e mais importante feira de materiais composites, poliuretano e plásticos de engenharia das Américas, os temas Náutico, Ambientes Agressivos/ Saneamento Básico e Matérias-primas com Fontes Renováveis reunirão, em duas salas, apresentações sobre tecnologias para os ambientes náutico e de ambientes agressivos e do mercado de matérias-primas com fontes renováveis para composites, poliuretano e plásticos de engenharia. As palestras desses três painéis podem ser assistidas por qualquer interessado, que deve se inscrever com antecedência. As palestras terão tradução simultânea.

Na sala 1, às 8h10, como introdução ao tema do Painel Náutico, será apresentada uma palestra sobre o mercado náutico. As palestras técnicas terão início às 8h50, com “Soluções completas Reichhold em gelcoats e resinas para barreira química e laminado estrutural”, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP). Apresentada por Dirceu Vazzoler, a palestra servirá para apresentar o pacote completo de soluções da empresa para a indústria náutica, incluindo resinas de baixa contração, execução de barreiras químicas com produtos de alto desempenho e a indicação dos gelcoats mais apropriados e com melhor performance para embarcações de pequeno a grande porte. Em seguida, às 9h30, Sinésio Osmar Baccan, da OCV Technical Fabrics (Rio Claro, SP), apresentará a palestra “Tecidos especiais reforçando seu negócio na direção certa”, em que será apresentada uma visão geral dos tecidos unidirecionais e multiaxiais, assim como da manta moldável, com suas características construtivas, propriedades e aplicações nos mais diversos segmentos de mercado, especialmente o náutico. Às 10h, Manuela Astro, da Owens Corning (Estados Unidos), apresentará a palestra “Uniconform, um novo reforço com 100% de vidro para os processos de moldes fechados”. Produto inovador para os processos de infusão, compressão, RTM e RTM Light, o Uniconform, uma manta de filamentos contínuos altamente conformável no molde e com boa permeabilidade, proporciona ótimo acabamento e propriedades mecânicas superiores. O coffee-break irá das 10h30 às 10h50, quando começará a palestra “Estruturas sandwich”, de Cassio Zampol, da 3A Composites/ Baltek, em que serão apresentados conceitos e definições relacionados a estruturas sanduíche, assim como uma explicação dos materiais envolvidos, dos conceitos de estrutura, benefícios e vantagens da tecnologia. Os produtos da empresa são comercializados no país pela Abcol (São Caetano do Sul, SP). Às 11h30 começará a palestra “Gelcoat Ferro Enamel com baixa emissão de estireno e excelente brilho”, apresentada por um representante da empresa Ferro Enamel (Espanha) e por Luiz Orro, diretor da Composites Brasil (Cajamar, SP). Os gelcoats Ferro Enamel apresentados proporcionam baixa emissão de estireno e excelência em brilho. Também será mostradas soluções para processos em RTM para embarcações de pequeno porte. Já às 12h20, a CCP (Estados Unidos) apresentará, representada por Linda Bergstrom, gerente técnica da empresa, a palestra “Soluções para os problemas de osmose e acabamento superficial”, destacando o panorama do gelcoat barreira química, altamente usado nos Estados Unidos mas pouco no Brasil. Será também apresentado um novo gelcoat da Cray Valley (Taboão da Serra, SP). Encerrando o painel, às 12h50, a palestra “Resolva seus problemas de mapeamento de fibras, redução de peso e bolhas – Fazendo soluções produtivas com FSP”, com Márcio Bozzo, da Cromitec (Piracicaba, SP) contará com uma explanação das soluções produtivas conferidas pelo produto FSP (Fiber Spray Putty), da francesa Euromere, para problemas de mapeamento de fibras, redução de peso e bolhas. O FSP pode ser usado como camada de barreira físico-química, material de núcleo e antibolhas para aplicação nos ângulos de peças e moldes.

Na sala 2, serão apresentadas as palestras do Painel Ambientes Agressivos/ Saneamento Básico. As atividades começarão às 8h10, com a palestra “Resinas éstervinílicas em ambientes agressivos”, por  Fábio Gallani, da Elekeiroz (Várzea Paulista, SP). Na palestra, Gallani apresentação as resinas éster-vinílicas “premium”da DSM européia, produzidas sob licença pela BASF do Chile, e que são distribuídas com exclusividade pela Elekeiroz no país. Essas resinas são indicadas para os mercados de alta corrosão, embarcações, energia eólica e outros mercados. Também serão mostrados cases de sucesso para éster-vinílicas baseadas em epóxi bisfenol A e epóxi bisfenol F (novolacas). Às 8h50, com a palestra “Vantagens do uso da fibra de vidro Advantex na fabricação de compósitos”, Caio Luminatti, da Owens Corning (Rio Claro, SP), mostrará em detalhes o superior desempenho à corrosão do vidro E-CR Advantex, da empresa, livre de boro, a partir de análises de ensaios em que os corpos de prova são submetidos a condições de deterioração sob carregamento. Em seguida, às 9h30, em “Split-liner – uma solução inovadora para ambientes extremamente agressivos”, Antonio Carvalho Filho, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP), apresentará a nova tecnologia chamada “split-liner” que, segundo ele, resolve o problema de trincas de composites usados em ambientes extremamente agressivos. Essa solução deriva do fato de que, trincados, os liners concentram o ataque do ambiente agressivo e são piores para a vida funcional dos composites do que se a barreira de corrosão fosse feita sem eles. Dando continuidade às palestras, às 10h10, com “As resinas Derakane nos mercados de corrosão e infraestrutura”, Alexandre Jorge, da Ashland (Araçariguama, SP), mostrará diversos casos de sucesso de aplicação das resinas Derakane nos mercados de cloro-soda, papel e celulose e mineração, assim como na indústria química em geral, abordando também as novas resinas disponíveis da família Derakane. Após o coffee-break, quevai das 10h50 às 11h10, virá a palestra “A evolução das fibras de vidro para ambientes agressivos”, de Ismael Corazza, da Jushi (Brasil/China). Nessa palestra, Corazza mostrará como tem se dado o aprimoramento das fibras de vidro pela Jushi para fabricação de peças em composites de maior resistência à corrosão. Um exemplo é a nova fibra de vidro E6, que aumenta em 15% a resistência à tração dos composites e de 60º C a temperatura de amolecimento do material em relação às matérias-primas tradicionais. Em seguida, às 11h50, Marco Volpi, da VEM (Itália), em “Planta LAM-TECH Lamellar de filament winding contínua com diâmetro nominal de 100 a 800mm”, apresentará a linha LAM-TECH Lamellar da empresa, que produz tubos de composites por filament winding contínuo, com um sistema inovador de mandril (patente VEM), sem a tradicional fita de aço, sistema único no mundo, para tubos de amplitude de diâmetro nominal de 100 a 800 mm. Dando continuidade aos trabalhos, às 12h30, a palestra “Polylite PD 3535 da Reichhold – novo padrão de resina para aplicações em saneamento”, ministrada por Antonio Carvalho Filho, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP), servirá para apresentar um novo padrão de resina para aplicações em saneamento – o Polylite PD 3535 – que permite atingir alongamento de ruptura superior a 3,5% e HDT maior que 80º C, tornando-a, segundo o palestrante, um produto ideal para uso em saneamento, combinando duas características antes encontradas apenas em resinas éster-vinílicas. Às 13h10, Francisco Carvalho, do IBCom, e Manoel T. Figueiredo, da Dhaner (Brasil), apresentarão dois temas em sua palestra. Num primeiro momento, em “Sistema automatizado para a produção de tanques e tubos em compósitos”, os palestrantes do IBCom/Dhaner explicarão em que consistem os equipamentos de filament winding com linhas completas de produção totalmente automatizadas. O segundo tema da palestra, qual seja, “Tubos em composites com liner impermeável para transporte de etanol”, por Francisco Carvalho, explicará em que consistiu o desenvolvimento de dutos em composites com liner de alumínio e camada interna condutiva de grafite, desenvolvido por Antonio Carvalho Filho, da Reichhold, e Francisco Xavier de Carvalho, do IBCom, como opção para dutos metálicos para transporte de etanol, com excelente resistência a solventes e baixo custo. Com essa palestra, estarão encerrados os trabalhos do Painel Ambientes Agressivos/ Saneamento Básico 2010.

Também na sala 2, mas à tarde, terão início os trabalhos do Painel Matérias-Primas com Fontes Renováveis 2010. Após a recepção aos participantes, as palestras começarão, às 15h, com “Novos desenvolvimentos em resinas ‘verdes’ para SMC/BMC, pultrusão e infusão a vácuo”, por Antonio Carvalho Filho, da Reichhold (Mogi das Cruzes, SP). Em sua palestra, Carvalho explicará a recém-lançada linha Envirolite de resinas verdes parauso em SMC/BMC, pultrusão e infusão, baseadas em fontes de matérias-primas renováveis ou recicláveis, fáceis de processar e que atendem às exigências das indústrias de construção civil, náutica, lazer e outras aplicações industriais, com propriedades iguais ou superiores às obtidas com resinas convencionais. Dando seguimento, às 15h40, em “Resinas poliéster sustentáveis: tendências e aplicações”, Waldomiro Moreira, da Elekeiroz (Várzea Paulista, SP), proporcionará uma visão histórica da obtenção de resinas a partir de fontes renováveis, indicando que na atualidade as resinas poliéster obtidas a partir de matérias-primas de fontes renováveis e de ciclo curto aliado à utilização de resinas termoplásticas reutilizadas permite economizar em até 20% o uso de matérias-primas de fontes não renováveis, conservando as propriedades físico-químicas do material. Após um coffee-break, às 16h20, Marcos Vasquez, da Artegor (Brasil), destacará, em “Aplicação de compósitos termoplásticos com fibras naturais”, as vantagens dos compósitos com fibras naturais, combinados entre si e/ou modificados com essas matérias-primas, que devem aumentar sua presença no mercado em função da disponibilidade limitada dos recursos petroquímicos e do aumento das preocupações ambientais. Em seguida, às 17h20, com “Resinas inovadoras baseadas em matérias-primas de origem biológica para as indústrias de poliuretano e de composites”, Mr. Andréa Minigher, da Biophenolika, apresentará o desenvolvimento recente de uma nova biblioteca de monômeros de base biológica e prepolímeros a partir de matérias-primas renováveis, cujos polióis tem uso com sucesso na formulação de espumas rígidas de poliuretano, substituindo parcial ou totalmente as matérias-primas derivadas de óleo de base petroquímica. Outras estruturas de base biológica, projetadas para compatibilidade com resinas convencionais bisfenol A e F, para produção de resinas termofixas, também serão abordadas. Com essa palestra, estarão encerradas as atividades do Painel Matérias-Primas com Fontes Renováveis 2010.

Serviço

Painéis Setoriais “Náutico 2010”, “Ambientes Agressivos/ Saneamento Básico 2010” e “Matérias-primas com Fontes Renováveis 2010” da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010

Data: 10 de novembro de 2010, a partir das 8h, nas salas 1 e 2.

Local: Expo Center Norte, Pavilhão Verde

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo / SP – Tel.: +55(11) 2089-8500

Visitação: Gratuita
Inscrições e informações
: www.feiplar.com.br

Fonte: Feiplar / Feipur

 

Painel sobre Construção Civil apresentará Sistemas Construtivos em compósitos com alta velocidade de implantação

24/09/2010

No dia 11 de novembro de 2010, no Expo Center Norte, em São Paulo, SP, acontecerá a quarta edição do Painel Construção Civil, com o objetivo de apresentar as novas tecnologias em composites, poliuretano e plásticos de engenharia (plásticos de performance diferenciada) como soluções para redução de peso, aumento de resistências química e mecânica, maior eficiência de isolamentos térmico ou acústico, além da redução de desperdício e menor dano ao meio ambiente

Erivelto Mussio, coordenador geral da Poloplast Painéis, braço da empresa MVC para a construção civil, abordará os materiais compósitos na construção civil. Sua apresentação tratará da evolução da Construção Civil através do desenvolvimento das matérias-primas nela utilizadas.

Além da Poloplast Painéis, outras empresas apresentarão novas tecnologias para este segmento industrial: Embrapol, Huntsman, Dow, Reichhold, BASF, Texiglass, Bayer e Optiplan.

O Painel “Construção Civil”, da mesma forma como os outros 18 Painéis Setorias, será realizado na semana de 8 a 12 de novembro de 2010, no Expo Center Norte, em São Paulo, SP, paralelamente à FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 (a feira acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010).

O evento é gratuito aos participantes, e focado exclusivamente para profissionais que especificam, projetam e desenvolvem soluções para construção civil.

As inscrições podem ser feitas através do site www.feiplar.com.br (clique em congressos e painéis) ou através do tel.: (11) 2899-6377 com Tábatha.

A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 – Feira e Congresso Internacional de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010 no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP, Brasil. A exposição de produtos de mais de 250 empresas será realizada das 12h às 21h. Os congressos e painéis setoriais serão apresentados das 8h às 18h, do dia 8 ao dia 12 de novembro, também no Expo Center Norte. A entrada é gratuita tanto para a exposição como para os congressos e painéis. Mais informações estão disponíveis no site www.feiplar.com.br
Fonte: Feiplar & Feipur

Reichhold apresenta soluções em gelcoats e resinas em Painel Náutico durante a Feiplar Composites & Feipur.

06/09/2010

“Soluções completas em gelcoats e resinas para barreira química e laminado estrutural”.  Este é o tema que será apresentado pela Reichhold do Brasil (Mogi das Cruzes, SP) na segunda edição do Painel Náutico, que será realizado no dia 10 de novembro de 2010.

Nesta palestra, a Reichhold apresentará o seu pacote completo de soluções para a indústria náutica, desde a recomendação das resinas de baixa contração para o processo de laminação, passando para a execução da barreira química com produtos de alto desempenho, até a indicação dos gelcoats mais apropriados e com alta performance para embarcações de pequeno a grande porte. A palestra será ministrada por Dirceu Vazzoler, do departamento de assistência técnica.

O Painel Náutico tem o objetivo de apresentar as novas tecnologias em plásticos de performance diferenciada (composites, poliuretano e plásticos de engenharia) para esta indústria e, da mesma forma como os outros 17 Painéis Setorias, será realizados na semana de 8 a 12 de novembro de 2010, no Expo Center Norte, em São Paulo, SP, paralelamente à FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 (a feira acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010). Composites Brasil, Reichhold, Cray Valley, Abcol, Owens Corning, Toray, Cromitec e Victrex já confirmaram presença neste evento para a apresentação de soluções para a indústria náutica.

O evento, gratuito, é dirigido e exclusivo para os profissionais das áreas de projeto e fabricação de embarcações, e profissionais diversos ligados ao desenvolvimento desta indústria

O Painel Náutico 2009, realizado em Florianópolis, SC, contou com a presença de 74 fabricantes de peças para a fabricação de embarcações, além de cerca de 20 profissionais do setor de matérias-primas, e apresentou tecnologias da Junseal, Embrapol, Braschemical, Novapol, Cray Valley, Abcol e Reichhold. O material destas apresentações está disponível em www.tecnologiademateriais.com.br (acesse, na home page, o painel que deseja e, depois, “palestras”).

As inscrições podem ser feitas através do site www.feiplar.com.br (clique em painéis setoriais) ou através do tel.: (11) 2899-6377 com Tabatha   A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 – Feira e Congresso Internacional de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010 no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP, Brasil. A exposição de produtos de mais de 250 empresas será realizada das 12h às 21h. Os congressos e painéis setoriais serão apresentados das 8h às 18h, do dia 8 ao dia 12 de novembro, também no Expo Center Norte. A entrada é gratuita tanto para a exposição como para os congressos e painéis. Mais informações estão disponíveis no site www.feiplar.com.br

Fonte:  ARTSIM

Painel apresentará tecnologias para Prototipagem e Moldes para compósitos e poliuretanos.

01/09/2010
As empresas transformadoras de peças em composites e poliuretano enfrentam, continuamente, o desafio de produzirem mais peças e com uma qualidade melhor. Para atingirem este objetivo, um componente fundamental são os modelos, moldes e protótipos. Com o objetivo de mostrar as novas soluções oferecidas pela indústria no que diz respeito a moldes, modelos e protótipos, no dia 8 de novembro de 2010 será realizado o Painel Tecnologias para Moldes e Prototipagem. Este Painel, da mesma forma como os outros 17 Painéis Setorias, será realizado na semana de 8 a 12 de novembro de 2010, no Expo Center Norte, em São Paulo, SP, paralelamente à FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 (a feira acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010).

Entre as tecnologias que serão apresentadas, está o Sistema completo Reichhold para a construção de moldes com resina de baixa contração. Neste trabalho, a Reichhold apresentará um sistema inovador de construção de moldes com contração próxima a zero. Esta nova tecnologia permite a redução em até 50% do tempo de fabricação dos moldes se comparado aos sistemas convencionais, é um processo simples, de custo acessível e possui excelente estabilidade dimensional, eliminação de distorções superficiais, maior resistência e, ainda, resulta em moldes com tempo de vida prolongado. A apresentação será feita por Dirceu Vazzoler, do departamento de assistência técnica da Reichhold do Brasil (Mogi das Cruzes, SP).O evento, gratuito para os participantes, é dirigido e exclusivo para os profissionais fabricantes de peças em composites ou poliuretano

Data: 08/11/2010 – período da tarde – EVENTO GRATUITO
Local: Expo Center Norte, em São Paulo, SP, Brasil

As inscrições podem ser feitas através do site www.feiplar.com.br (clique em painéis setoriais) ou através do tel.: (11) 2899-6377 com Tabatha
A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2010 – Feira e Congresso Internacional de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia acontecerá de 10 a 12 de novembro de 2010 no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP, Brasil. A exposição de produtos de mais de 250 empresas será realizada das 12h às 21h. Os congressos e painéis setoriais serão apresentados das 8h às 18h, do dia 8 ao dia 12 de novembro, também no Expo Center Norte. A entrada é gratuita tanto para a exposição como para os congressos e painéis. Mais informações estão disponíveis no site www.feiplar.com.br
Fonte: Artsim (Simone Costa) / Feiplar / Feipur

Evento impulsiona indústria dos plásticos de alta performance na América Latina

10/08/2010

Cerca de 250 expositores nacionais e internacionais participarão, de 10 a 12 de novembro de 2010, da sexta edição da FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia. O evento ocorre no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, em São Paulo, SP. São aguardados mais de 14 mil visitantes. A entrada é gratuita para a exposição e todos os eventos que acontecem simultaneamente.

A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR mostrará novidades em produtos acabados, e matérias-primas e equipamentos para a fabricação de peças em composites (material também conhecido como plástico reforçado, compósitos ou fibra de vidro), plástico de engenharia e poliuretano. Além das novidades dos expositores, os visitantes podem participar do Congresso Internacional de Composites, Congresso Internacional de Plásticos de Engenharia e do Congresso Internacional de Poliuretano, que serão realizados em paralelo aos três dias de evento e contam com, aproximadamente, 30 palestras.

Na mesma semana, ou seja, de 8 a 12 de novembro, e também no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, acontecerão 18 painéis setoriais, que terão o objetivo de apresentar, especificamente, as inovações de composites, plástico de engenharia e poliuretano para diversos segmentos industriais: construção civil, ambientes agressivos e saneamento básico, automotivo, mineração, moveleira/espumas industriais, aeroespacial, calçadista, energias renováveis: eólica e solar, biotecnologia, isolamento térmico, náutico, médico-hospitalar, infraestrutura para eventos esportivos, moldes e protótipos, blindagem, reciclagem, ferroviário e eletroeletrônico. Serão mais de 100 palestras.

Outro evento paralelo são as demonstrações técnicas gratuitas, realizadas nos três dias com o objetivo de apresentar, na prática, as performances de matérias-primas, equipamentos e processos em composites e poliuretano.

Mais informações podem ser obtidas pelos sites: www.feiplar.com.br ou www.feipur.com.br

Fonte:  Administrador de Eventos – Grupo Artsim.