Posts Tagged ‘Feiplastic 2015’

Governo da Bahia assina acordo na Feiplastic para incentivar empresas de plásticos no Estado

11/05/2015

Rui Costa, governador da Bahia visitou a Feiplastic no dia 5 de maio, terça-feira, e assinou com a Braskem compromisso setorial para incentivar transformados plásticos

Feiplastic_Bahia

Em visita organizada pela Braskem, o governador da Bahia, Rui Costa, esteve na Feiplastic 2015, onde assinou acordo setorial com a empresa anfitriã, iniciativa que deve beneficiar a cadeia do plástico em seu estado.

“Para a Bahia, a indústria plástica é um setor estruturante, que cria empregos diretos e indiretos. Confesso que é a primeira vez que visito um evento deste porte, mesmo tendo trabalhado no chão de fábrica da indústria de resinas. A Feiplastic surpreende, tanto no segmento de transformados como em novos produtos”. Durante a assinatura do acordo, Costa frisou que provoca as empresas privadas para que invistam em fundos de pesquisa das universidades públicas do estado baiano. “A cada um real investido pela iniciativa privada, o governo da Bahia vai investir outro”.

A assinatura do acordo prevê uma aliança público-privada para incentivar atividades industriais do setor de resinas plásticas. A agenda deverá ter metas, prazos, responsáveis e fontes de financiamento. O setor representa, junto com o segmento de borrachas, 4,9% do PIB da indústria de transformação baiana e emprega cerca de 11 mil pessoas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic; Foto: Reed Exhibitions Alcantara Machado

Curta nossa página no

Anúncios

Desfile de moda com vestidos feitos a partir de material reciclado deram cor e forma inusitada à Feiplastic

11/05/2015

Feiplastic_ModaAlém da criação de novos produtos plásticos a partir do material coletado durante a Feiplastic, também chamou a atenção dos visitantes um desfile de moda inusitado. Durante todos os dias do evento, três modelos exibiram vestidos confeccionados exclusivamente com plásticos reutilizados. O design das roupas é assinado pela estilista Consuello Matroni.

A ideia foi parte da Operação Reciclar, coordenada pelo Plastivida – Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos. Além das vestimentas, o espaço teve a proposta de coletar todo o resíduo plástico gerado na feira, da montagem à desmontagem. O material então foi coletado e armazenado em quatro contêineres, sendo a seguir granulado, injetado e soprado na forma de novos produtos. O público pôde conferir, ao vivo, todo o ciclo de reciclagem / reutilização do plástico e transformação do material reciclado em novos produtos. Em todas as edições da Feiplastic, a Operação Reciclar também recebe uma exposição com produtos desenvolvidos com plástico reciclado.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic; Foto: Reed Exhibitions Alcantara Machado

Curta nossa página no

Lanxess apresentou especialidades em plásticos de engenharia durante Feiplastic 2015

11/05/2015

Feiplastic_LanxessA Lanxess, empresa alemã multinacional de especialidades químicas para os setores automotivo, eletroeletrônico e industrial, participou da Feiplastic, uma das mais importantes feiras de inovações em plástico de alta tecnologia.

Durante a feira, a Lanxess apresentou suas linhas de compostos de Durethan® – plásticos de engenharia à base de poliamida 6 e 66 e Copolímeros; Pocan® -: plásticos de engenharia à base de polibutileno tereftalato (PBT) e blendas, além de Tepex® – compósitos termoplásticos personalizados.

Além desses produtos, a LANXESS também oferece outras soluções inovadoras e consultoria técnica oferecida exclusivamente aos seus clientes, incluindo um pacote de serviços diferenciados, com simulações estruturais e de processos.

Fonte: Lanxess; Foto: Reed Exhibitions Alcantara Machado

Curta nossa página no

Patrocinadora Olímpica, Dow dá atenção a não-tecidos e soluções flexíveis e traz atletas para seu stand na Feiplastic 2015

08/05/2015

“A presença da Dow na Feiplastic é uma oportunidade para reforçar seu compromisso com toda a cadeia do plástico, e continuar apostando no futuro da indústria plástica, sempre em busca de inovações”, avalia Letícia Jensen, diretora de Vendas para Embalagens e Plásticos de Especialidade da Dow para o Brasil. A empresa é patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, e promove dentro da feira ações com celebridades do esporte brasileiro como o ex-nadador Fernando Scherer (dia 6) e Giba, ex-titular da seleção brasileira de vôlei (dia 7).

Em 2015, a empresa dá atenção especial aos plásticos de especialidades. Entre as novidades, novas soluções para stand up pouches; filmes rígidos e transparentes em polietileno metalizados da família Diamanto; uma nova plataforma termoformada rica em polietileno da marca Phormanto e novos adesivos de extrusão Amplify TY, de alto desempenho.

Na área de higiene e medicina, as resinas da Dow que proporcionam suavidade para não tecidos, como por exemplo fraldas e absorventes higiênicos, ganharam nova versão com a marca Aspun 6000. Os lançamentos são fruto do investimento anual de US$ 1,6 bilhão da marca em P&D.

Fonte: Assessoria de Imprensa Dow – Vídeo: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Romi apresenta equipamentos com eficiência energética durante Feiplastic 2015

08/05/2015

A Companhia está presente na mais importante feira de plásticos da América Latina apresentando novas soluções tecnológicas para seus clientes.

Feiplastic_RomiA Romi, líder na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais, com 84 anos de história e mais de 150 mil máquinas instaladas por todo o mundo, leva sua tradição de qualidade e confiabilidade aliada à inovação mais uma vez à FEIPLASTIC, que está sendo realizada entre os dias 4 e 8 de maio de 2015, no pavilhão de exposições do Anhembi em São Paulo.

A FEIPLASTIC é uma das principais feiras do setor do plástico e conta com a participação de mais de 1.400 expositores, nacionais e internacionais, para um público de mais de 70 mil visitantes em cinco dias de evento.

Desenvolvendo continuamente soluções que proporcionam  vantagens competitivas para seus clientes, em seu estande de 490 m², a Romi está apresentando durante o evento 4 equipamentos: a injetora ROMI EN 800 – lançamento que faz parte da expansão da linha de injetoras EN, a injetora ROMI EL 300, a injetora ROMI EN 220 e a sopradora ROMI C 5TS. As quatro máquinas oferecem desempenho e confiabilidade para a produção de peças injetadas e sopradas, são eficientes e versáteis, além do terem baixo nível de consumo energético e de ruído, afirma a Romi.

“Somos parceiros de nossos clientes em todos os momentos e neste momento não será diferente. Convidamos os visitantes da FEIPLASTIC à tomarem um café conosco, pois estamos certos de que juntos encontraremos soluções altamente tecnológicas, produtivas e adequadas às necessidades de cada empresa”, afirma William dos Reis, diretor de máquinas para plásticos da Romi.

Durante a FEIPLASTIC, no estande K298, a Companhia estará oferecendo todo o suporte técnico de sua equipe de vendas, orientando os clientes sobre a melhor aplicação de máquinas para plásticos, assim como suporte comercial e informações sobre as opções de financiamento disponíveis.

Máquinas Romi na FEIPLASTIC 2015:

  • Injetora ROMI EN 800: lançamento que faz parte da expansão da linha de injetoras EN até 1100 ton. A EN 800 é acionada por dois servo-bombas permitindo simultaneidade de movimentos entre a unidade injetora e fechamento. Devido ao seu moderno sistema “Stop and Go” esta máquina apresenta baixo consumo de energia, maior velocidade nos movimentos e excelente repetibilidade, além do baixo nível de ruído, afirma a empresa. A máquina é equipada com guias lineares e a sua placa móvel movimenta sem contato com os tirantes conservando o ambiente do molde limpo.
  • Injetora ROMI EL 300, agora com a opção de injeção em alta velocidade, o que permite a produção de peças de parede fina em ciclos rápidos. Segundoa Romi, esta injetora tem baixo consumo de energia por ter acionamento elétrico em todos os movimentos (exceto encosto do bico e machos) e alta precisão e repetibilidade, características desta tecnologia.
  • Injetora ROMI EN 220: afirma a Romi que esta é uma injetora versátil, com baixo consumo energético e alta precisão proporcionados pelo seu sistema de servo-bomba denominado “Stop and Go”. Segundo a empresa, o modelo gera economia de energia de até 65% se comparado à máquinas hidráulicas com bomba de vazão variável, além da redução de consumo de matéria-prima devido a sua excelente precisão e repetibilidade.
  • Sopradora ROMI C 5TS: sopradora convencional para frascos de até 10 litros equipada com programador de parison para 512 pontos de ajuste e controle de até 21 zonas de aquecimento no cabeçote permitindo a produção de peças sopradas com uma excelente distribuição de material, afirma a empresa Esta sopradora tem baixo consumo de energia e o motor está acoplado diretamente à extrusora, além de possuir o comando CM10, com uma interface amigável e intuitiva.

A Indústrias Romi S.A. fundada em 1930, é líder na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais.  A Companhia fabrica máquinas-ferramenta, com foco em tornos, tornos CNC, centros de torneamento e centros de usinagem; máquinas injetoras e sopradoras de termoplásticos; e peças fundidas em ferro cinzento, nodular ou vermicular, que podem ser fornecidas brutas ou usinadas. Os produtos e serviços da Companhia são vendidos mundialmente e utilizados por uma grande variedade de indústrias, tais como automotiva, de bens de consumo, máquinas em geral, equipamentos industriais e agrícolas. Em 2015, a Romi é patrocinadora oficial da WorldSkills São Paulo, a maior competição mundial de educação profissional.

Fonte: Romi; Foto: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

AGC Chemical escolhe Feiplastic para fortalecer Networking no Brasil

08/05/2015

AGC_ChemicalA AGC Chemicals, pela primeira vez na Feiplastic, escolheu o evento para divulgar a clientes e possíveis compradores suas operações no mercado brasileiro. “Escolhemos esta feira por ser a principal do setor. Nosso foco é institucional, mas nos primeiros dias já fizemos potenciais contatos de negócios”, diz Daniel Hamaoui, gerente de Desenvolvimento de Negócios de Químicos da AGC no Brasil.

A empresa, que ingressou no mercado nacional em 2012, tem obtido resultados positivos. “A AGC escolheu investir no Brasil porque o país ainda amadurece seu rol de tecnologia, e nós viemos oferecer soluções”. A AGC Chemicals produz, entre outras especialidades, compostos de fluoropolímero. No Brasil, as principais resinas comercializadas pela empresa são as linhas de resina ETFE, para a indústria automotiva e construção civil, os compostos de PTFE e o repelente, utilizado para tratamento de papeis, como embalagens de produtos alimentícios, e tecidos, como roupas de alta performance.

Os diferenciais dos produtos são a alta performance, vida útil prolongada e resistência. “As linhas vêm de encontro às necessidades ambientais crescentes, que melhoram os sistemas onde são utilizadas e, consequentemente, reduzem as taxas de emissão de compostos orgânicos voláteis na atmosfera”, afirma Hamaoui.

Fonte: AGC Chemical; Foto: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Sumitomo Demag apresenta máquinas elétricas durante Feiplastic 2015

08/05/2015

SUMITOMOTrocar a tecnologia hidráulica, que utiliza óleo nas máquinas injetoras, pela energia elétrica, é uma das principais inovações da Sumitomo ShiDemag apresentadas dentro da Feira Internacional do Plástico, como explica o gerente geral da empresa no país, Christoph Rieker.

“Uma das máquinas que trouxemos, a SE 100 EV, veio direto do Japão. Seu grande diferencial é ser totalmente elétrica, e mesmo assim, ter ótimo aproveitamento de energia. Explico: em um ciclo de 30 segundos o tempo de resfriamento é de 20 segundos. Nesse período, em nossas injetoras elétricas, os motores cessam. Em uma similar hidráulica, que precisa de óleo para funcionar, os motores permanecem ligados, o que consome mais energia”, explica o executivo. Feira importante para a empresa, o estande da Sumitomo na Feiplastic tem recebido centenas de visitantes qualificados e interessados em em seus produtos.

Rieker explica que outros setores, e não só embalagens, são parte importante da carteira de clientes da Sumitomo, como automotivo e farmacêutico, além de nomes conhecidos do consumidor final como Tramontina, Procter & Gamble ou San Remo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic ; Foto: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Plástico Solúvel em água é solução ecológica para setores hospitalar, farmacêutico, higiene e limpeza

08/05/2015

hidrossoluvelÀ primeira vista, um copo contendo somente água é um dos destaques em um estande dentro da Feira Internacional do Plástico. No entanto, a ideia é mostrar a solubilidade plena do plástico feito de amido de batata. Esse é o produto exposto pela Hidrossolúvel, braço da empresa Sulphurtec, como explica o diretor José Porfírio Vasconcelos.

“A novidade tem sido bem aceita. Começamos a vender o produto há dois anos, e calculo um crescimento anual de 30%”. O expositor acredita ser uma de apenas duas empresas que comercializam as bobinas de plástico solúvel no Brasil. O material se dissolve em menos de 60 segundos, e tem sido utilizado para transporte de produtos contamináveis em hospitais, remédios que proíbem contato humano com o material durante sua fabricação, ou para encapsular detergentes de roupas ou doses exatas de remédios, agrotóxicos, fertilizantes entre outras substâncias. “Tem despertado interesse dos visitantes estar na Feiplasitc. Eles têm sugerido aplicações que até mesmo nós não conhecíamos”.

Fonte: Assessoria de Imprensa –  Feiplastic; Foto: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Carnevalli vê 2015 com otimismo e apresenta máquina exclusiva fabricada no Brasil

08/05/2015

Em apenas dois dias de evento, empresa afirma já ter negociações em andamento

A Carnevalli, sempre atenta em trazer para o Brasil as tendências do mercado europeu, reservou novidades para sua participação na Feiplastic 2015. Contrariando todas expectativas sobre o desempenho da economia brasileira, a empresa, que estima um crescimento de 20% a 25% em relação ao ano passado, acredita que 2015 será um ano promissor. “No primeiro dia de evento, já demos início a uma negociação muito boa, além de fazer contatos com novos compradores do Brasil e do exterior. Se existe um cenário desfavorável, nós não percebemos”, avalia Antonio Carnevalli Neto, diretor da empresa.

Entre as novidades trazidas para a feira, a fabricante apresenta a coextrusora de filme polietileno, que produz um tipo de plástico flexível, próprio para utilização em embalagens de alimentos. “Esse equipamento, o Polaris Plus TX, é o único produto desse porte fabricado no Brasil”.

Outro máquina em destaque é a extrusora plana, que produz plástico rígido para aplicações em produtos termoformados como copos, pratos, potes de margarina, entre outros. “Nossos equipamentos são reconhecidos no mercado como os melhores na relação custo de kg/hora e consumo x produtividade”, explica Carnevalli Neto.

Fonte: Assessoria de Imprensa-Feiplastic ; Vídeo: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Governo do Rio Grande do Sul quer atrair mais empresas do Setor Plásticos para o Estado

08/05/2015

Em visita à Feiplastic, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, reafirma o compromisso de gerar novas oportunidades para toda a cadeia de transformados plásticos

Fortalecer a indústria de transformados plásticos do Rio Grande do Sul, atualmente representada por 1.250 empresas que geram quase 30 mil postos de trabalho diretos, é uma das metas do governador José Ivo Sartori, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Fábio de Oliveira Branco, durante a sua primeira visita à Feiplastic, organizada pela Braskem.

“Para nós é um setor estratégico, inclusive pela forte presença do polo petroquímico no Sul. Entre as ações prioritárias, temos como missão desenvolver toda a cadeia produtiva do plástico, gerando novas oportunidades, empregos e atraindo mais empresas”. Para isso, um grande mapeamento da indústria local está sendo feito. “Um dos objetivos é diminuir a importação de produtos acabados, reduzindo a incidência de impostos e, consequentemente, agregando mais valor ao produto nacional”, afirmou o secretário.

Durante sua passagem pela Feiplastic, nesta quinta-feira, o secretário ficou surpreso com o tamanho do evento e disse que quer ser o último a sair do Pavilhão para ter tempo de visitar os estandes e falar com as empresas expositoras do Sul.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

PICPlast apoia 598 empresas em pouco mais de um ano de atuação

07/05/2015

Braskem e ABIPLAST apresentam resultados da iniciativa na Feiplastic 2015

O Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), iniciativa da Braskem em conjunto com a ABIPLAST – Associação Brasileira da Indústria do Plástico -, lançado em 2013 para desenvolver programas estruturais que contribuam com o aumento da competitividade e crescimento da indústria brasileira de transformação plástica, conquista resultados importantes em pouco mais de um ano e meio de atuação. Desde o seu lançamento, o Plano vem promovendo ações estratégicas em diversas regiões do país para estimular o desenvolvimento da indústria de transformação plástica no Brasil, o que já beneficiou 598 empresas do setor.

Estes e outros resultados estão sendo apresentados durante a realização da Feira Internacional do Plástico 2015 (Feiplastic), a maior feira da cadeia produtiva do plástico na América Latina, e uma das maiores do mundo. O evento está ocorrendo desde o dia 04 e continuará até o dia 08/05 no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

De acordo com o vice-presidente da Braskem, Luciano Guidolin, a iniciativa cumpriu o seu papel nesse primeiro ano atuação. “O PICPlast tem trabalhado com foco em incentivar as empresas a torná-las competitivas no mercado nacional e internacional. Vamos ampliar ainda mais nossa atuação em 2015, impulsionando a competitividade do setor de transformação plástica”, afirma o executivo.

Para o presidente da ABIPLAST, José Ricardo Roriz Coelho, a consolidação do PICPlast em 2015 será fundamental para o desenvolvimento da indústria brasileira do plástico. “O PICPlast visa apoiar o desenvolvimento de um novo ciclo para a indústria do plástico. Certamente, o Plano se tornará uma referência setorial que poderá servir como inspiração para outros setores industriais brasileiros”, afirma Roriz Coelho.
Apoio ao desenvolvimento empresarial.

O PICPlast tem promovido capacitações sobre temas variados, como o mercado internacional e os aspectos técnicos da exportação, competitividade, inovação, gestão, custos e desenvolvimento de mercado. Os programas foram realizados em parceria com uma série de instituições.

A Fundação Dom Cabral, por exemplo, promove aulas para empresários com foco em gestão. Já a Inventta, consultoria especializada em inovação, desenvolve projetos de inovação que serão implantados pelas empresas participantes a partir de 2015. Outra iniciativa, liderada pela assessoria de finanças, Advisia, realiza programas de capacitação em custos e rentabilidade, oferecendo uma ferramenta financeira aos participantes. A Think Plastic Brazil e a Aduaneiras foram as parceiras identificadas para desenvolver as capacitações para acesso ao mercado internacional, considerando aspectos técnicos e mercadológicos para exportações.

Estímulo às exportações de transformados

Ao todo 45 empresas de todas as regiões do Brasil já aderiram ao programa de venda incentivada para exportação. Até março deste ano, o volume acumulado de resinas incentivadas chegou a quase 42 mil toneladas, com R$ 53 milhões investidos ao longo do período.

Fundo Setorial

Como parte das iniciativas foi lançado o Fundo Setorial. Cada empresa que adere ao Fundo contribui diretamente com ações que visam à valorização do plástico, programas de educação e suporte para ampliação da reciclagem de plásticos no Brasil.  Para as empresas que aderirem ao Fundo Setorial, será incluída na nota fiscal a contribuição de R$ 1,00 líquido por tonelada de resina adquirida de fornecedores de resinas participantes. Os fornecedores de resinas contribuirão com R$ 2,00 líquidos por tonelada vendida na mesma transação.

Desafios para 2015

Em 2015, o PICPlast estará presente em diversos eventos como a Feiplastic, Agrishow, Nordesteplast, Plastech e Concreteshow. Também haverá a continuidade dos programas lançados em 2014, e o início das capacitações com foco em qualidade, produtividade e sucessão familiar. Também estão planejadas ações para valorização do plástico com o montante arrecadado no Fundo Setorial.

  • PICPlast em números (Setembro/2013 a Abril 2015)
  • 598 transformadores plásticos participantes;
  • R$ 53 milhões investidos no programa de venda incentivada para exportação (Valor consolidado até março/15)
  • 93 empresas participaram de eventos para promover seus produtos em diferentes segmentos de mercado;
  • Mais de 160 empresas participantes do Fundo Setorial.
  • Para mais informações sobre o PICPlast, visite o Espaço PICPlast na Feiplastic 2015.

Sobre a Braskem: Com 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, a Braskem produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Maior produtora de biopolímeros do mundo, a Braskem tem capacidade para fabricar anualmente 200 mil toneladas de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar.

Sobre a ABIPLAST: A Associação Brasileira da Indústria do Plástico – ABIPLAST representa o setor de transformados plásticos desde 1967, atuando para aumentar a competitividade da indústria. Para isso, realiza ações que promovem novas tecnologias, novos processos, pesquisa de produtos com foco na sustentabilidade, entre outras. A ABIPLAST representa atualmente 11.670 empresas que empregam um total de 358.000 mil pessoas.

Serviço
Feira Internacional do Plástico (Feiplastic)
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo/SP
Horário: De 4 a 8 de maio, das 11h às 20h
Informações: http://www.feiplastic.com.br/

 

Potencial de reciclagem do plástico em destaque na Feiplastic

07/05/2015

Com a proposta de divulgar e conscientizar as boas práticas de utilização, descarte e reciclagem do plástico, a Termotécnica, em parceria com a Plastivida (Instituto Sócio-ambiental dos Plásticos), apresenta – durante a Feiplastic 2015, a maior feira do setor do plástico da América Latina – o painel “Ciclo de Vida do Plástico”.

Em exposição no estande da Plastivida, o painel detalha as propriedades dos plásticos, seu potencial de reaproveitamento e as possibilidades de aplicações em novos produtos com matéria-prima reciclada.

“O objetivo é despertar na população a consciência para a reciclagem. É fundamental que o consumidor saiba de sua responsabilidade em separar e destinar corretamente os materiais recicláveis. Com a participação de todos, sim, é possível reciclarmos cada vez mais e termos um mundo mais limpo e sustentável”, explica Albano Schmidt, presidente da Termotécnica.

A Feiplastic 2015 acontece até a próxima sexta-feira, dia 8, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).

Sobre a Termotécnica:  é a maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento, contando com 53 anos de existência. Produz soluções para Construção Civil, Embalagens, Peças Técnicas, Conservação, Agronegócios e Movimentação de Cargas. Desenvolveu em  2007 – e vem ampliando deste então – o Programa Reciclar  EPS,  que contempla desde a coleta do material até sua  reciclagem e reintrodução no mercado. 

Sobre a Plastivida – Fundada em 1994, a Plastivida, Instituto Sócio-ambiental dos Plásticos, atua com o objetivo de promover a importância dos plásticos na vida moderna e sua utilização ambientalmente correta. Trata-se da entidade que representa institucionalmente a cadeia produtiva do setor, para divulgar a importância dos plásticos na vida moderna, promover sua utilização ambientalmente correta e conscientizar a população para a prática da coleta seletiva e reciclagem, com base no conceito dos 3 R’s – Reduzir, Reutilizar e Reciclar.

Fonte: Termotécnica

Na Feiplastic, SABIC anuncia investimentos para solucionar desafios dos clientes

06/05/2015

Sabic-StandEm face às tendências dinâmicas do setor e às tecnologias em rápida evolução, a SABIC anunciou uma série de investimentos para gerar eficiências operacionais, aumentar a capacidade, aproveitar o que há de melhor em tecnologia e transformar idéias em soluções para os setores aos quais atende.

“Estamos extremamente focados em atender às diversas necessidades dos clientes”, afirma Ernesto Occhiello, EVP de Innovative Plastics da SABIC. “Acreditamos que, para apoiar efetivamente os clientes globais nos próximos anos, devemos ter a visão e o compromisso de reinvestir continuamente em novas tecnologias e processos eficientes, mesmo durante os períodos mais desafiadores.”

Ampliação da capacidade para atender à demanda global

Nos próximos cinco anos, a SABIC adicionará um total de 338 mil toneladas de capacidade a todo seu portfólio global. Somente para policarbonato, a SABIC planeja colocar em produção cerca de 35% das ampliações de capacidade anunciadas mundialmente, como parte de sua joint-venture com a SINOPEC em Tianjin, China. A fábrica Petrokemya elevará sua produção anual de ABS em cerca de 80% quando entrar em produção no final deste ano. A SABIC também anunciou um aumento gradual de 30% na capacidade global de sua resina ULTEM™ ao longo dos próximos cinco anos, enquanto avalia novas oportunidades de ampliar ainda mais a resina ULTEM.

“Essas ampliações são consistentes com a nossa história no Brasil, onde ampliamos a produção local em mais de 60% ao longo da última década”, aponta Ricardo Knecht, diretor geral de vendas para América do Sul do segmento Innovative Plastics da SABIC. “Estamos investindo para garantir o máximo de competitividade e sustentabilidade, enquanto convertemos nosso profundo conhecimento sobre as tendências do setor e os desafios enfrentados pelos clientes em soluções que atendam precisamente às suas exigências.”

Investimento no sucesso dos clientes

Além das ampliações de capacidade, a SABIC também está investindo em tecnologia de ponta para transformar as idéias do setor em soluções e atender às exigências mais sofisticadas e de rápida evolução dos clientes atuais. Recentemente, a SABIC anunciou que está aproveitando seus centros globais de tecnologia nas Américas, na Europa, na Ásia e na Arábia Saudita para ampliar o foco de desenvolvimento de aplicações da empresa em tecnologia de produção de aditivos. As capacidades e a experiência da SABIC na produção de aditivos em inúmeros setores possibilitarão seu trabalho em conjunto com centros de tecnologia, como universidades, laboratórios de pesquisa, fabricantes de impressoras, PMEs e novas empresas de tecnologia para ajudar a acelerar os avanços necessários para a produção de aditivos a alcançar todo seu potencial.

Além de suas 19 instalações dedicadas à área de Tecnologia e Inovação em todo o mundo, a SABIC conta com um centro avançado em Campinas capaz de realizar vários tipos de testes analíticos, de desenvolvimento de produtos e cores, bem como de controle da produção e da qualidade.

Soluções em destaque na Feiplastic

No estande da SABIC na Feiplastic (estande #C440) estão à mostra mais de 50 exemplos de como a empresa está enfrentando os desafios dos clientes em sete setores diferentes. Entre os exemplos mais importantes estão:

Assentos do monotrilho de São Paulo: Esses assentos para o transporte ferroviário, usados no sistema Monotrilho 300 de São Paulo, Linha 15-Prata, representam a primeira solução de assento moldado por injeção da Monte Meão. Os assentos são até 15 por cento mais leves que os de plástico reforçado por fibra, ajudando a reduzir o consumo de energia e, ao contrário das soluções em termofixos, eles podem ser reciclados ao final de sua vida útil.

Chapa antipichação: A nova solução em chapas antipichação da SABIC – a chapa LEXAN™ KH6500 – atende aos padrões de segurança do setor de transporte ferroviário, proporcionando excelente resistência química a produtos de limpeza. Ela também apresenta alta rigidez, permitindo excelente desempenho de resistência ao impacto e oferece aos clientes um material sem cloro e sem bromo, condizente com sua iniciativa sustentabilidade, afirma a empresa.

Módulo frontal: Demonstrando o valor de uma abordagem para peças compostas por mais de um material, a SABIC apresenta o módulo frontal do Jeep Renegade 2016. Esta peça é um híbrido de aço com a resina composta STAMAX™ 30YM240, um material de polipropileno reforçado com fibra de vidro longa (LGFPP). Este design híbrido combina os benefícios dos dois materiais para oferecer a rigidez e a resistência desejadas, ao mesmo tempo, economizando até 30 por cento em peso em comparação com um design todo em metal, segundo a SABIC. O design em plástico também permite a integração de múltiplos componentes, tornando possível uma montagem mais fácil e eficiente. Além de fornecer o material, a SABIC realizou análises de simulação de injeção para otimizar o processo de moldagem, minimizar distorções e ajudar a garantir que o design original da peça fosse obtido.

Conceito de tampa traseira totalmente em plástico: A promessa de um design todo em plástico também aparece no conceito exclusivo da tampa traseira da SABIC. Os fabricantes de automóveis há muito procuram uma alternativa viável ao aço para essa parte do veículo. Os conceitos anteriores de tampas traseiras inspirados em plástico simplesmente substituíam os materiais convencionais sem alterar o design da peça, levando a resultados abaixo do esperado. O conceito da SABIC otimiza o uso de vários materiais de seu portfólio para oferecer uma peça estruturalmente forte e leve (até 30 por cento menos em relação a designs de porta traseira convencionais), além de aumentar as possibilidades de um estilo mais arrojado e de integração entres as peças, afirma a empresa.

Frasco de Fernbach 3L: Promover mais segurança dentro do ambiente de laboratório e ao mesmo tempo melhorar a produtividade durante o processo de amostragem de culturas é um desafio dentro do setor de saúde. Com a ajuda da SABIC, a TriForest Labware desenvolveu o primeiro frasco dessa dimensão, moldado por sopro, produzido com a resina LEXAN™, que pode oferecer paredes mais espessas e melhor transparência óptica, permitindo a medição da amostra em tempo real semelhante ao vidro, mas com maior durabilidade, segundo a SABIC

Bomba de água para unidade de filtração: As soluções em materiais da SABIC estão ajudando a VillagePump a resolver um dos maiores desafios do mundo: levar água potável e acessível às regiões rurais em todo o mundo. A água filtrada atende aos padrões da Organização Mundial de Saúde e pode ajudar a reduzir doenças.

Telhas: Retenção da cor, resistência às intempéries e manutenção das propriedades mecânicas após exposições de longa duração são todos requisitos importantes para telhas usadas em estruturas de habitação no Brasil. A Precon trabalhou em estreita colaboração com a SABIC para escolher um grau de resina GELOY™ para a camada de cobertura que atendesse às suas exigências de desempenho mecânico e de processamento. Um benefício adicional a esta solução incluiu a capacidade de atender ao índice de propagação superficial de chama, como determina a norma NBR9442.

Fonte: SABIC

Curta nossa página no

Simplás leva grupo de empresários a Feiplastic 2015

06/05/2015

Plastech Brasil também é divulgada no estande do sindicato em São Paulo (SP)

Feiplastic_entrada

Nestas quinta (7) e sexta-feira (8), um grupo de 20 empresários participa da missão do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) que prospecta oportunidades de negócios, fortalece relacionamentos e descobre novidades da indústria de transformação no maior evento do mercado do plástico da América Latina, em São Paulo (SP). A Feiplastic, realizada no Anhembi desde segunda-feira (4), projeta a exposição de 1,4 mil marcas nacionais e internacionais e a presença de 70 mil visitantes em 85 mil m2 de feira.

Além de visitante, o próprio Simplás é também um dos expositores do evento. O estande que serve de ponto de apoio para a comitiva da Serra Gaúcha se constitui em referência para a divulgação da Plastech Brasil – Feira do Plástico, da Borracha, dos Compósitos e da Reciclagem, que tem o diferencial de ser organizada por uma entidade representativa do próprio setor, em Caxias do Sul (RS), de 25 a 28 de agosto.

“Os contatos têm sido intensos e com resultados importantes. Há negociações bem adiantadas com empresas de outros continentes, interessadas em estrear em nossa feira a fim de abrir um novo mercado na região Sul do Brasil, onde identificam proximidade geográfica e relações comerciais consolidadas com Chile, Argentina e Uruguai”, destaca o presidente da Plastech Brasil, Orlando Marin.

Por articulação do Simplás, também é aguardado para esta quinta-feira (7), na Feiplastic, o governador gaúcho José Ivo Sartori. A expectativa concentra-se em duas reuniões consecutivas, com empresas de transformação plástica do Rio Grande do Sul e de fora dele, no estande da petroquímica Braskem, no Anhembi.

“Serão dois excelentes momentos para se falar de oportunidades de investimentos com o próprio governador. Primeiro, para as empresas já instaladas, que tenham planos de ampliar suas operações em transformação plástica em solo gaúcho. Depois, para indústrias de outros Estados interessadas em aproveitar o potencial de negócios e de mão de obra qualificada no Rio Grande do Sul”, explica o presidente do Simplás, Jaime Lorandi.

Sobre o Simplás: O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) representa mais de 500 empresas de transformação que geram acima de 13 mil empregos diretos em oito municípios (Caxias do Sul, Coronel Pilar, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, São Marcos e Vale Real), com estimativa de faturamento anual superior a R$ 4 bilhões. Em um raio de 50 quilômetros, a área de abrangência do Simplás apresenta a maior concentração de indústrias de transformação de plástico do Brasil.

Sobre a Plastech Brasil: A Plastech Brasil – Feira do plástico, da borracha, dos compósitos e da reciclagem é uma das mais completas plataformas de negócio da cadeia de transformação. Realizada pelo Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) em Caxias do Sul (RS), expõe as principais tendências e inovações nos segmentos automotivo, de transformados plásticos, matérias-primas e produtos básicos, máquinas, equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, instrumentos, controle e automação, instituições de ensino técnico e superior, serviços, publicações e projetos técnicos, entidades da sociedade civil e representações de governo. Em 2015, ocupará os Pavilhões da Festa Nacional da Uva de 25 a 28 de agosto.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplas

Curta nossa página no

Braskem apresenta amplo portfólio de soluções na Feiplastic 2015

06/05/2015

Companhia está presente na maior feira do setor plástico na América Latina, que ocorre de 4 a 8 de maio no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP)

Feiplastic_BraskemCom foco em inovação como ferramenta para a transformação, a Braskem está exibindo as principais aplicações em polietileno, polietileno verde, polipropileno e PVC para variados mercados, como o agronegócio, construção, varejo, automotivo, logística, além de apresentar soluções para o cenário de crise hídrica. Ao todo, são cerca de 30 catálogos de produtos de diferentes famílias de resinas para aplicações diversas desenvolvidas para atender às necessidades dos clientes.

Entre as novidades levadas à feira está o lançamento da Plataforma de Valorização de Resíduos Plásticos, programa que fomenta negócios e iniciativas envolvendo a reciclagem do plástico; o lançamento do aplicativo para smartphones Braskem Maxio, que compara vantagens da utilização da linha com resinas convencionais em processos de injeção; a apresentação do Braskem Proxess, nova família de polietilenos de alta performance, a partir de tecnologias de catalisadores metalocênicos; e a abertura do projeto Braskem Labs, elaborado em parceria com a ONG Endeavor com o objetivo de engajar empreendedores no desenvolvimento de soluções socioambientais inovadoras, por meio do uso do plástico, em segmentos como saúde, moradia e mobilidade.

“Queremos interagir com o público, mostrando como a Braskem atua no desenvolvimento de soluções eficientes para a indústria e a sociedade. A ideia é disseminar entre os visitantes as vantagens que o plástico e a química oferecem ao cotidiano das pessoas, agregando praticidade, segurança e inovação,”, afirma Luciano Guidolin, vice-presidente de Poliolefinas, Vinílicos e Renováveis da Braskem.

Durante a Feiplastic 2015 os visitantes podem ainda participar de palestras sobre inovações, vantagens e diferenciais do plástico, análises de ciclo de vida de produtos, sustentabilidade, entre outros temas. São mais de 35 palestras que ocorrerão em formato de conversas dinâmicas e breves, gratuitas e abertas ao público. Os encontros, a serem realizados na área externa do estande da Braskem, serão liderados por porta-vozes da empresa e convidados. .

O Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), lançado em 2013 pela Braskem e Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), também terá um espaço dedicado e integrado ao estande da Braskem, onde será possível conhecer os resultados obtidos pelo programa até o momento, reforçando a importância do engajamento de toda a cadeia do plástico.

Fonte: Braskem; Foto: Reed Exhibitions Alcântara Machado

Curta nossa página no

Sepro e Sumitomo Demag em parceria expõem na Feiplastic 2015 solução IML InMold Labeling

06/05/2015
Sepro - Sistema In Mold Labelling

Sepro – Sistema In Mold Labelling

Vindo de um período de significativo crescimento no mercado brasileiro, a Sepro do Brasil estará expondo na feira Feiplastic 2015 uma vasta gama de robôs e inovações em automação. Um dos destaques será uma demonstração de in-mold labeling (IML), em parceria com o fabricante de máquinas injetoras Sumitomo Demag.

A Sepro estará expondo no stand B020 um robô de grande porte com 5 eixos CNC, operando numa simulação de operação de flambagem.  Além disso, os robôs Sepro poderão ser vistos também em outros stands da feira:

  • Haitian (Stand K440) – estará expondo um robô S5-15 de 3 eixos servos com processo IML em tampas. A S5 Line foi desenvolvida para as aplicações complexas. O S5-15 para máquinas injetoras de 30 a 180T, é um dos três modelos dessa gama.
  • Romi (Stand K398) – estará expondo um robô S5-25 de 3 eixos servos, que atende máquinas de 120 a 450T.
  • IMMAC, representante da Sepro no Paraná e Norte de Santa Catarina) – uma máquina Borchê no Stand I098  estará operando com um Success 11 de 3 eixos servos para máquinas injetoras de 30 a 180T. A Success é uma gama de quatro robôs desenvolvidos para operações de depósito e automações simples.
  • Sumitomo Demag (Stand B098) – com 2 robôs, sendo um robô Speed Entry (de entrada lateral com aplicação de IML) e um robô Success 11 (de 3 eixos servos para máquinas injetoras de 30 a 180T).

Esta presença demonstra a importância do mercado brasileiro para a Sepro Group, que tem sua matriz localizada em La Roche sur Yon, França, e que nos últimos dois anos registrou um rápido crescimento global. No início deste ano, a Sepro anunciou que havia atingido um recorde de 79,2 milhões de Euros em vendas no ano de 2014, 18,5% em relação ao seu volume de negócios em 2013, que também havia sido seu recorde anterior. As vendas unitárias superaram 2.100 máquinas injetoras equipadas pela primeira vez na história da empresa. Mercados emergentes como o Brasil, junto com a China e Europa Oriental, também estão em crescimento.

“Embora  a economia brasileira em geral tenha sofrido uma queda com os eventos da Copa do Mundo e das eleições presidenciais, aqui no Brasil terminamos 2014 com resultados favoráveis. A empresa até aumentou o faturamento em 50% entre 2012 e 2014 “, explica Oscar da Silva, Diretor da Sepro do Brasil. “.

Demonstração de “In-Mold Labeling”

A Demonstração IML da Sepro no Stand da Sumitomo Demag estará injetando potes de 1,2L com rótulo, em molde de 2 cavidades com ciclo de 4,5 segundos. A máquina injetora é uma DEMAG SYSTEC 280T. O robô Sepro é o SE 350 de entrada lateral, usando o novo controle Visual 3 com duplo processador, que também controla o módulo do label fornecido pelo especialista em IML Machines Pagès. Na operação, os rótulos são colocados sobre o conjunto de mandris do robô e mantidos pneumaticamente. Em seguida, o robô Speed Entry entra no molde, pega os potes injetados e ao mesmo tempo solta as etiquetas nas cavidades do molde onde ficam mantidas em posição por eletrostática. Na saída, o robô empilha os potes sobre uma esteira transportadora antes de iniciar o ciclo novamente.

Através de sua parceria com a Machines Pagès, que está entre as maiores fabricantes mundiais de sistemas IML, a Sepro está focalizada nos mercados brasileiro, norte-americano e europeu, oferecendo sistemas IML para máquinas injetoras de até 350T, para aplicação de rótulos para peças como tampas, potes e bandejas. Para esses projetos, a Sepro fornece serviços de desenvolvimento de aplicações, integrando os seus robôs de entrada lateral com módulos padronizados para a distribuição, transferência, carregamento eletrostático e retirada fornecidos pela Machines Pagès. A equipe de técnicos da Sepro, experientes com IML e projetos de automação, irão coordenar a instalação e start-up, além de fornecer o serviço de pós-venda através da sua hotline global em Inglês, Português, Francês, Alemão e Espanhol.

Os sistemas side-entry IML da Sepro baseiam-se na plataforma S5. Com uma estrutura por quadro monobloco rígida e guias lineares prismáticas, os robôs são adaptados para altas acelerações. Servomotores potentes garantem um máximo de precisão e velocidade, conseguindo tempos de ciclo mínimos de até 3,9 segundos em aplicações IML. A velocidade máxima horizontal (entrada no molde) é de 5 m/seg.

A Sepro é uma empresa global, com engenharia e fabricação própria, fortes parcerias técnicas e de marketing, serviço técnico e suporte, e oferece uma ampla gama de produtos. Fundada em 1973 e com a Matriz em La Roche-sur-Yon (France), a Sepro Robotique foi uma das primeiras empresas no mundo a desenvolver robôs cartesianos para máquinas injetoras de plásticos, lançando seu primeiro “manipulador” CNC em 1981. Hoje em dia a Sepro é um dos maiores fabricantes independentes de robôs cartesianos. Clientes do mundo todo são atendidos pelas filiais da empresa na Alemanha, Espanha, Benelux, Reino Unido, Estados Unidos, México, Brasil e China. Vendas diretas e escritórios de serviços, como também parceiros de negócios independentes, distribuidores e centros de serviços, levam a rede global da Sepro para mais de 40 outros países. Até o momento, a Sepro equipou mais de 25.000 injetoras a nível mundial. O volume de negócios global da empresa para 2014 foi de 79,2 milhões de Euros.

Fonte: Sepro

Curta nossa página no

GGD Metals investe em novos equipamentos e disponibiliza serviços de pré-usinagem de aços para moldes

05/05/2015

Grupo distribuidor de aço expõe mais uma vez na Feiplastic e traz novidades para clientes de aços fresados e esquadrejados

GGD MetalsA novidade para a indústria de moldes plásticos é que os aços da GGD Metals, agora também podem ser fornecidos esquadrejados. Isso porque a empresa investiu R$ 1.400.000,00 em um novo equipamento.

Em seis meses, a empresa importou, montou e instalou uma máquina de usinagem CNC do tipo portal, que vai lhe garantir mais competitividade e atender a uma crescente demanda do mercado.

A máquina é capaz de realizar a pré-usinagem de materiais brutos para que o cliente receba a peça pronta para a usinagem mais refinada, de acordo com a aplicação que ele vai realizar. “Trata-se de um trabalho que prepara a peça para outros cortes e aplicações.”, explica André Dias, diretor geral da GGD Metals. “Os clientes faziam isso com seus próprios equipamentos, apesar de desperdiçar tempo e mão de obra. Há cerca de três anos, começaram a pedir a peça pré-usinada e nós é que terceirizávamos o serviço, colocando em risco nossos prazos e garantia de qualidade”.

A GGD Metals confirma a resistência que tinha em investir em equipamento para usinagem por temer concorrer com seus próprios clientes. Mas eles próprios passaram a solicitar o serviço com cada vez maior frequência. “Ao oferecer o serviço, ganhamos competitividade, pois não inflacionamos o material com a terceirização e um de nossos grandes diferenciais – o prazo de entrega – continua intacto”, afirma André.

Para as indústrias com capacidade ociosa o serviço pode não ser necessário neste momento, mas André é otimista: “Existem indústrias com capacidade lotada e pela questão da incerteza não querem investir em grandes máquinas. Então, investimos por elas para continuarem crescendo”.

Para o executivo, o leque de competitividade que se abre não é somente para a GGD, mas também para os seus clientes, que ganham rapidez, preço e podem pular a etapa da usinagem grosseira. “Já estamos funcionando em um turno e a expectativa é de aumentar o volume de vendas deste serviço da máquina para atuar em dois turnos”, completa.

Entre as vantagens da nova máquina, está a capacidade de usinar vários tamanhos de peças, sobretudo as grandes. (Até 2.000mm de largura por 4.000mm de comprimento e altura de 800mm).

Um dos principais tipos de aço com os quais o equipamento trabalha é o 1045. O seu poder de remoção é de 1099cmᶟ por minuto, enquanto o padrão médio são 400cmᶟ por minuto, por exemplo. A máquina suporta peças com até 14 toneladas.

GGD na Feiplastic 2015

A empresa participa da Feiplastic visando manter a sua visibilidade neste mercado. Os destaques para a indústria do plástico, além do novo serviço de pré-usinagem, são os aços P20, aços GGD 1045 e o alumínio Cast 7000. O P20 é utilizado em moldes de injeção de plásticos dos mais variados tipos. O 1045 tem inúmeras utilizações na indústria de máquinas e equipamentos, com papel especial nos moldes plásticos, principalmente na função de porta moldes.

Os aços 1045 da GGD contam com inspeção diferenciada de ultrassom, garantindo total isenção de porosidades.

Já o alumínio Cast 7000 é amplamente utilizado na indústria de plástico, tendo entre suas aplicações, moldes de injeção termoplástica; matrizes para repuxo profundo para a indústria de plásticos; e máquinas seladoras de garrafas (PET).

A GGD Metals é um grupo distribuidor de aços e metais sob medida, que surgiu com a fusão de três empresas: RCC, Domave e Açometal. Sediado em São Paulo, na região Sul da capital, a GGD Metals possui laboratório de qualidade interno, operado por profissionais qualificados na administração de testes para certificar outros materiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – GGD Metals

Curta nossa página no

RRPlast apresenta máquinas e equipamentos para extrusão de chapas, tubos de irrigação e outros produtos durante a FEIPLASTIC

03/05/2015

RRPLAST_emailmarketing1 A fabricante indiana de equipamentos de extrusão RRPlast expõe pela primeira vez na FEIPLASTIC (Stand L 171a), que ocorrerá entre os próximos dias 4 e 8 de maio no Anhembi, em São Paulo.

A empresa apresentará a sua linha de produtos, buscando expandir sua presença no mercado brasileiro e sul-americano. Os principais segmentos atendidos pelas máquinas e equipamentos da RRPlast (www.rrplast.com) são os fabricantes de chapas plásticas, indústrias de canetas, fabricantes de tanques por rotomoldagem e fabricantes de tubos de irrigação por gotejamento.

A gama de produtos da empresa inclui:

  • Plantas de extrusão multicamada de chapas de PP/HIPS
  • Plantas de extrusão de chapas de PET
  • Plantas de produção de protetores para cabos em PS/ABS/PC/PMMA/HDPE/LDPE/EVA/S-PVC (largura de até 2.5 m. & espessura de até 40mm & produção de até 1 ton/hr)
  • Plantas de produção de chapas decorativas/produtos de papelaria em PP
  • Plantas para produção de tubos redondos e planos para irrigação por gotejamento
  • Plantas de reciclagem em 2 estágios com degasagem
  • Plantas de Compostagem e coloração de Polietileno para Aplicações de rotomoldagem
  • Plantas de extrusão de tubos em PEAD/PPR
  • Plantas de fabricação de lápis plásticos (sem madeira)
  • Plantas de fabricação de canetas, refill e palitos de pirulito

Sobre a RRPlast: Desde 1981,  a empresa vem fornecendo máquinas e equipamentos de extrusão para as indústrias de plásticos, tendo instalado mais de 1.800 máquinas de extrusão de plástico em toda a Índia e ao redor do mundo. A empresa já instalou mais de 600 linhas de extrusão de chapas. A RRPlast tem uma fatia de mercado superior a 50% no segmento de plantas para fabricação de tubos redondos de irrigação por gotejamento na Índia e em outros países, tendo instalado mais de 123 plantas. A empresa também possui 65% da fatia de mercado no segmento industrial de instrumentos para escrita. Sua sede está localizada em Asangaon, na Índia (próximo a Mumbai)

Fonte: RRPlast

Curta nossa página no

Feiplastic 2015: Rhodia lança novo plástico de engenharia e mostra polímeros especiais

01/05/2015

Solvay_Rhodia_logoOs plásticos de engenharia de alto desempenho utilizados na produção de peças e partes de automóveis, de eletroeletrônicos, eletrodomésticos e em produtos industriais de consumo são os destaques da Rhodia, empresa do grupo Solvay (stand A-498), na Feiplastic 2015, Feira Internacional do Plástico, que será realizada na próxima semana, de 04 a 08 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Esses plásticos, de alto desempenho, contribuem para a redução de peso, eficiência energética, maior barreira a fluidos, manutenção de alto desempenho térmico a longo prazo e maior liberdade de design, além oferecerem custos competitivos, afirma a empresa.

A principal novidade da empresa nessa área é o lançamento do Technyl One, uma nova linha de plásticos de engenharia para utilização em produtos industriais que exigem alta resistência térmica, mecânica e química, como os contatores, disjuntores e mini-disjuntores elétricos, que funcionam em condições elevadas de temperatura. A empresa traz ao Brasil também equipamentos e a tecnologia para prototipagem em 3D de peças a partir de plásticos de engenharia de poliamida em pó.

A Rhodia é líder na América Latina na produção e comercialização desses plásticos de engenharia. Sua unidade industrial e laboratório desenvolvimento de aplicações estão instalados em São Bernardo do Campo – SP.

Na área de polímeros especiais, a empresa apresenta uma ampla gama de produtos e aplicações de polímeros especiais, que atendem mercados que exigem alto requisito técnico como as áreas de Aeronáutica, Petróleo e Gás, Automotivo e Transportes, Equipamentos para a Saúde e Biomateriais, Revestimentos de Cabos e Fios, Eletroeletrônicos e Dispositivos Inteligentes, Embalagens Especiais e Tratamento de Água.

Serviço: Feiplastic 2015 – Feira Internacional do Plástico – Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo (SP)
De 04 a 08 de maio – Das 11h às 20h
Stand da Rhodia e do Grupo Solvay: Pavilhão A, nº 498

Fonte: Assessoria de Imprensa – Rhodia

Curta nossa página no

BASF apresenta soluções inovadoras para as indústrias de construção e automotiva na Feiplastic 2015

01/05/2015

A BASF participa da Feira Internacional do Plástico – Feiplastic 2015 – que acontece de 4 a 8 de maio, no Anhembi, em São Paulo. Além de outras linhas de produtos, a empresa apresentará suas soluções voltadas para as indústrias de construção e automotiva.  A Feiplastic é uma das principais feiras de negócios da indústria de plásticos para a apresentação de tendências, lançamentos de produtos e networking.

A BASF irá apresentar desde sistemas de poliuretano a espumas e polímeros, voltados para varias aplicações das indústrias de construção e automotiva. De acordo com Antonio Lacerda, vice-presidente de Tintas e Soluções Funcionais, Automotivo e Construção da BASF para América do Sul, a Feiplastic é uma excelente oportunidade para apresentar o know-how BASF ao mercado, estreitar o relacionamento com parceiros e abrir portas para novos clientes.

Durante a feira, os seguintes produtos serão destacados:

Setor de Construção

  • Elastopor®: sistema de espuma rígida de PU (poliuretano) para a fabricação de painéis isotérmicos aplicados em construções comerciais e residenciais.  Os sistemas Elastopor também podem ser aplicados em spray diretamente sobre o item a ser isolado, o que permite variedade de aplicações.
  • Basotect®: espuma de melamina flexível de célula aberta usada para aplicações de conforto acústico, como forros e painéis. Segundo a empresa, o Basotect apresenta baixíssima densidade, alta estabilidade química e elevada segurança ao fogo (não propaga chamas nem gera fumaça tóxica em situações de incêndio).
  • Elastopir®: Polisocianurato (PIR) da BASF é utilizado na fabricação de painéis isotérmicos aplicados em construções comerciais e residenciais que exigem baixa propagação de chamas em situações de incêndio.
  • Ultramid® B27 HM 01: suas características técnicas, incluindo estabilidade térmica, resistência mecânica e química ao impacto e à abrasão, fazem essa poliamida aplicável no recobrimento de fios e cabos elétricos, afirma a BASF.
  • Irgastab® RM 68: estabilizante que otimiza o processo de rotomoldagem e contribui na redução da temperatura do forno, aumentando a flexibilidade das condições de processamento. Irgastab® RM 68 promove aos produtos de rotomoldagem, como caixas d’água e peças técnicas, uma melhor qualidade e economia de energia na produção.

Setor Automotivo

  • Elastoskin®: sistema de PU utilizado na fabricação de bancos e peças de acabamento do carro, promovendo um acabamento refinado no interior de veículos.
  • Ultradur®: segundo a BASF, trata-se de um polímero de elevada rigidez e estabilidade dimensional, baixa absorção de água e elevada resistência a intempéries, sendo aplicado no exterior de iluminações, conectores, mecanismos de elevação de vidros, entre outros.
  • Ultramid®: nome comercial das linhas de poliamidas da BASF (PA 6, PA 6.6, PA 6/6.6 e PA 6/6T). De acordo com a empresa, destacam-se pelas excelentes propriedades mecânicas e térmicas, elevada resistência química e temperatura de trabalho, além da facilidade de processamento. A gama de aplicações na indústria automobilística inclui, por exemplo, coletores de admissão de ar, maçanetas, pedais, sistemas de arrefecimento e do ar condicionado, invólucros de airbags e muito mais.
  • Ultraform®: linha de poliacetais (POM) da BASF. Destaca-se, segundo a BASF, pela elevada rigidez, resiliência, estabilidade dimensional, resistência a agentes químicos, baixa absorção de água, resistência à fadiga e baixo coeficiente de fricção, (característica auto-lubrificante). Na indústria automotiva, é utilizado em sistemas de injeção de combustível, engrenagens e em mecanismos de elevação de vidros.
  • Sicopal® Preto K 0095 e Lumogen® Preto FK 4280 para gerenciamento de calor: Pigmentos pretos (entre outros) que são refletivos ou transparentes no NIR (infravermelho próximo), possibilitando temperaturas mais baixas na exposição ao sol em diversas aplicações.

Produtos para ambos os setores (Construção e Automotivo)

Tinuvin® 1600: estabilizante à luz especialmente desenvolvido para mercado de construção e automotivo. De acordo com a BASF, promove maior durabilidade, mantendo a cor, transparência e retenção de propriedades mecânicas de materiais expostos a alto índice de UV, incluindo PET, PMMA, PC, SAN e ASA, em aplicações como coberturas, displays, filmes e fibras.

O portfólio da BASF contempla, adicionalmente, soluções para as indústrias de embalagens, moda e design, mineração, óleo & gás e monofilamentos.

Feiplastic 2015
Data: 4 a 08 de maio de 2015
Horário: das 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo – SP Estande: C500

Fonte: BASF

Curta nossa página no

Dow apresenta resina para tubos de alta temperatura e soluções em filmes industriais durante a Feiplastic

01/05/2015

Dow_HyperthermDurante a Feiplastic, que acontecerá de 4 a 8 de maio, em São Paulo (SP), a área de embalagens rígidas irá lançar o HYPERTHERM™ – uma resina para tubos de canalização de água quente e fria, tanto para uso residencial quanto industrial. A nova resina oferece resistência a altas temperaturas, além de maior flexibilidade da tubulação plástica, facilitando a instalação.

Primeira solução da Dow para tubos de canalização de água quente e fria, o HYPERTHERM™ reduz a probabilidade de vazamento e elimina a necessidade de pausas nas articulações, afirma a empresa. Além disso, a resina tem nível 5 na certificação de cloro, é resistente à corrosão, ajuda a melhorar a eficiência energética de aquecimento de água e pode ser reciclada, complementa a Dow.

“Tubos plásticos feitos com HYPERTHERM™  apresentam excelente durabilidade e resistência, contribuindo para o prolongamento da vida útil do produto”, diz Adriano Aun, gerente de marketing do segmento Unitização e Filmes Industriais para a América Latina.

Na área de filmes industriais, a Dow apresentará seu portfólio para essa divisão de negócios com foco no desenvolvimento de aplicações sustentáveis para embalagem e transporte de produtos. A empresa atua há mais de 20 anos no segmento de filmes industriais, agrícolas e de transporte.

De acordo com Adriano Aun, gerente de marketing do segmento de Unitização e Filmes Industriais para a América Latina, o Brasil segue uma tendência mundial de utilizar resinas de polietileno na fabricação de filmes para materiais paletizados, resistentes à perfuração e para o envolvimento de diversos produtos, como  limpeza, latas de alimentos e garrafas de bebidas. Para Adriano, cada vez mais nota-se a necessidade de uma proteção extra para as cargas durante todo o processo de deslocamento que evitem perdas e desperdícios.

Os destaques para resinas direcionadas à produção de filmes que atendem esta tendência crescente são o Stretch de alto desempenho (DOWLEXTM, ELITETM, ELITETM AT e ATTANETM), além da plataforma Elite AT para produção de filmes Stretch Hood 100% PE.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Pavan Zanetti participa da Feiplastic com sopradora híbrida

01/05/2015

Pavan_FeiplasticAlém de máquinas convencionais de sopro e injeção, a Pavan Zanetti participará da Feiplastic (Feira Internacional do Plástico) com uma inovação em sua linha: a sopradora híbrida.

Esta máquina da série Bimatic, modelo BMT5.6D/H, tem cabeçote sêxtuplo e novidades no sistema de deslocamento dos carros porta-moldes, que deixaram de ser hidráulicos e se tornaram elétricos.

O resultado desta mudança é uma redução do consumo de energia, em torno de 6%, e uma diminuição do uso de óleo hidráulico, proporcionando menores possibilidades de vazamentos e poluição por óleo, afirma a empresa.

O objetivo da Pavan Zanetti é estender a tecnologia híbrida para todas as máquinas da série Bimatic.

Outras quatro máquinas da linha convencional também estarão expostas na Feiplastic:

  • A sopradora da série Bimatic, modelo BMT10.0S/H, automatizada, para sopro de embalagens em 2 cavidades de 5 litros.
  • A sopradora para PET da série Petmatic, sistema 5000, automatizada, para embalagens de até 2.000 ml, porém trabalhando com volumes de 500 ml e produção de 5.000 frascos/hora.
  • A máquina de injeção e sopro da série ISI, modelo ISI 45, para volumes pequenos, com a vantagem de produzir sem rebarbas e com alta qualidade de bocal.
  • A injetora da série HXF, modelo HXF 260, automática, de alto desempenho, reconhecida economia de energia e capacidade para diferentes quantidades e tamanhos de embalagens, segundo a empresa.

Feiplastic (Feira Internacional do Plástico)
Data: 4 a 8 de Maio de 2015
Horário: 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo – SP – Brasil
Estande da Pavan Zanetti: G300

Fonte: Pavan Zanetti

Curta nossa página no

Ilha do Conhecimento apresenta melhoras práticas da Indústria de Plástico na Feiplastic 2015

01/05/2015

As palestras das empresas expositoras acontecerão em espaço montado dentro do Pavilhão de Exposições do Anhembi

Feiplastic_LogoNa edição de 2015, a Reed Exhibitions Alcantara Machado, promotora da Feiplastic, reafirma o compromisso com o mercado de levar conhecimento técnico e alta tecnologia com atividades para o público visitante, como a Ilha do Conhecimento, espaço exclusivo para a realização de debates técnicos e apresentações pelos expositores, com o objetivo de promover a atualização profissional e o conhecimento sobre produtos, equipamentos, tecnologias, tendências e melhores práticas de mercado. Serão organizadas apresentações de 45 minutos em auditório montado dentro do Pavilhão do Anhembi. A participação é gratuita para os visitantes.

Entre as empresas que já confirmaram palestra, a Korper vai falar sobre economia de água e energia, no dia 4/5, das 16h às 16h45. Outro tema de interesse da indústria será apresentado pela Cristal Master,  sobre antimicrobiano à base de zinco para termoplásticos, no dia 6/5, das 17h às 17h45. A Ilha de Conhecimento da Feiplastic ainda terá palestras da Abimaq, Pollutec, Dupont P&IP, ARPI, Waycarbon, Cromex, Radici, Braskem, Assunta, Plastivida, Fluoromasters, Abiplast, Mecalor, Dupont DPP, Exxonmobil, AGC Vidros, Nubiola, Dupont Titaneo, Dupont Cyrel, Tomra e Steinert.

Mais informações sobre a programação: http://www.feiplastic.com.br/Conferencia/Ilha-do-Conhecimento/

Serviço
Feiplastic  – Feira Internacional do Plástico
Data: 4 a 8 de maio de 2015
Horário:  2ª a 6ª feira das 11h às 20h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Fonte: Assessoria de Imprensa – FEIPLASTIC

Curta nossa página no

Presidente do BNDES participa da Feiplastic 2015 com palestra de abertura

01/05/2015

BNDES_Luciano_CoutinhoNo dia 4 de maio, o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho, participa da cerimônia de abertura da Feiplastic  – Feira Internacional do Plástico, que terá início às 11h, no Espaço das Orquídeas, dentro do Pavilhão de Exposições Anhembi. Ele apresentará o tema “O setor do plástico, economia e sustentabilidade”, com início às 12h. Presenças também confirmadas dos presidentes das entidades apoiadoras –  Carlos Pastoriza (Abimaq), José Ricardo Roriz (Abiplast), Fernando Figueiredo (Abiquim) e Luciano Nitrini Guidolin (Siresp).

Promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a Feiplastic é a maior plataforma de negócios, sustentabilidade e tecnologia para a cadeia do plástico em toda América Latina, palco para lançamento de produtos e tendências e debates do setor. Realizada anualmente, nesta edição conta com cerca de 1400 marcas expositoras, 155 pela primeira vez, e deve receber um público estimado de 70 mil compradores. A feira, que acontece de 4 a 8 de maio, recebe 30 delegações expositoras, entre elas Canadá, Colômbia, Coreia  do Sul, EUA, Equador, Espanha,  França, Finlândia , Inglaterra,  Israel,  Itália entre outros. Entrada gratuita para profissionais do setor.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Abiplast lança o Perfil 2014 da Indústria Brasileira de Transformados Plásticos durante a FEIPLASTIC

01/05/2015

Logo AbiplastA indústria brasileira de transformados plásticos faturou R$ 59,2 bilhões em 2014. O maior evento do setor começa no próximo dia 4 e estende-se até 8 de maio, reunindo as principais empresas do segmento. Durante a feira, a Abiplast lançará o PERFIL 2014, um relatório anual produzido desde 1994 e distribuído gratuitamente. De acordo com o departamento econômico da ABIPLAST, “o PERFIL da Indústria Brasileira de Transformados Plásticos trará informações sobre a estrutura da cadeia produtiva do plástico no Brasil e foca na estrutura, tamanho e importância do setor de transformados plásticos no Brasil.”. A nova edição oferece breve resumo do setor plástico no mundo e aprofunda a visão estrutural do setor de transformados plásticos no Brasil, tanto da transformação quanto da reciclagem de plásticos. Além dessa visão estrutural do setor de transformados plásticos brasileiros, a análise focaliza o desempenho dessa indústria nos últimos anos, traçando um panorama, desde 2007, da evolução dos indicadores de produção, consumo, faturamento, emprego, importações e exportações.

Outras ações na feira incluem também:

  • Ilha do Conhecimento: nesta área, serão realizadas quatro palestras da ABIPLAST, com os temas FINEP (com foco em inovação e tecnologia), embalagens, plásticos de engenharia e resíduos sólidos.
  • Espaço do Transformador: Área em que os Transformadores e Recicladores de Materiais Plásticos irão divulgar ao mercado novidades sobre o segmento.
  • Divulgação do SELO NACIONAL DE PLÁSTICOS RECICLADOS – Selo de Certificação das Indústrias de Reciclagem que cumprem as exigências legais relacionadas aos aspectos socioambientais e econômicos do segmento.

O estande da ABIPLAST estará localizado na RUA J – 298.

Fonte: ABIPLAST

Curta nossa página no