Posts Tagged ‘Fakuma 2015’

Wittmann Battenfeld lança nova injetora da série SmartPower

26/10/2015

Battenfeld_smart-PowerWittmann Battenfeld anuncia o lançamento da SmartPower 350, que completa nova geração de injetoras com sistema de acionamento servo-hidráulico. A série foi projetada para proporcionar maior precisão e menor consumo de energia elétrica

A Wittmann Battenfeld acaba de lançar a SmartPower 350, que completa a série de injetoras da marca – agora disponível com força de fechamento entre 25 e 350 toneladas. A apresentação do equipamento ocorreu na feira Fakuma, realizada entre 13 e 17 de outubro, em Friedrichshafen, na Alemanha. Segundo a Wittmann Battenfeld, a série Smart Power, com acionamento servo-hidráulico, tem como principais características a eficiência energética, alta produtividade, precisão, tamanho compacto, baixo nível de ruído e facilidade de uso, além de permitir a associação de aplicativos para tablets e smartphones, que são de fácil operação e conexão e possibilitam maior gerenciamento de todo o sistema.

A SmartPower 350 possui distância entre colunas de 800 x 720 mm, em um chassi  compacto. Segundo a empresa, a máquina está equipada com blocos hidráulicos integrados, posicionados ao lado dos cilindros de acionamento, que contribuem para a rapidez e precisão dos controles. A placa móvel, que se desloca apoiada em guias lineares, garantem alto grau de precisão e movimentos mais dinâmicos e eficientes, o que reduz a necessidade de lubrificação, assegura a Wittmann Battenfeld.

Eficiência energética

As máquinas da série Smart Power utilizam o sistema KERS (Kinetic Energy Recovery System) que, na fase de redução da velocidade para a proteção do molde, transforma a energia cinética em energia elétrica, direcionando-a para outras funções e etapas do processo e otimizando o consumo, explica a Wittmann Battenfeld. Outra característica especial é a lista de cerca de 1.200 opcionais, que podem ser facilmente instalados na injetora, mesmo estando em operação no cliente, de acordo com a conveniência do transformador e sem a necessidade de adaptações na máquina.

Segundo a fabricante, a série SmartPower permite a instalação de uma servobomba (opcional) que, ao entrar em operação, possibilita movimentos simultâneos entre abertura, extração e machos. Afirma a empresa que essa opção reduz o tempo de ciclo e amplia a eficiência energética. Sua unidade de injeção possui relação L/D de rosca padrão de 22 e o design facilita a operação, desde a etapa de secagem, dosagem e alimentação de material.

O comando da máquina se dá por um sistema de controle que armazena todos os dados, possibilitando manuseio, integração das máquinas e periféricos e supervisão remota – por meio da interação em sistemas de PDA e controle on-line – e permitindo a programação e análise de todas as variáveis do ciclo, explica a Wittmann Battenfeld.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Wittmann Battenfeld

Curta nossa página no

Anúncios

Arburg define tendências da indústria na Fakuma 2015

21/10/2015

ARBURG_096015_stand_Fakuma_2015

  • Arburg movimenta a indústria: Eficiência de Produção, Indústria 4,0 e construção leve
  •  Produção eficiente de peças plásticas: desde grandes lotes até itens individualizados
  • Especialistas do setor se reúnem no stand da Arburg durante a feira

Uma excelente atmosfera, enorme interesse, inovações de longo alcance – o stand da Arburg na Fakuma 2015 foi um sucesso. Com o tema principal “eficiência produtiva” e um foco na “Industria 4.0 – energizada pela Arburg”, a fabricante de injetoras com sede em Lossburg (Alemanha) consolidou a sua posição como um definidor de tendências da indústria na feira de Friedrichshafen. O destaque foi a personalização de tesouras de escritório em uma linha de produção totalmente automatizada e integrada com tecnologias da Informação, que incluiu uma injetora Allrounder, um Freeformer para manufatura aditiva e robô de sete eixos.

“A Fakuma 2015 foi caracterizada por discussões intensivas com clientes existentes e potenciais da Alemanha, Europa e de outros continentes. Naturalmente, nós também apresentamos inúmeras inovações e novos desenvolvimentos”, disse Michael Hehl, Sócio Diretor da Arburg e porta-voz da Administração. “Foi muito importante para nós não apresentar meras visões, mas soluções inovadoras e específicas para aplicações práticas. E isso é exatamente o que fizemos este ano, com onze mostras no nosso próprio stand e dez mostras adicionais em stands de parceiros.”

Indústria 4.0  na prática

Os visitantes do stand da Arburg tiveram a oportunidade de experimentar a “Indústria 4.0” na prática e de ver como é que peças produzidas em série, que foram individualizadas para criar itens personalizados, podem ser rastreadas ao longo de todo o ciclo de vida do produto. Dois Freeformers personalizaram tesouras de escritório moldadas por injeção e interruptores de luz basculantes pré-fabricados com geometrias 3D individuais  A aplicação de um código DM através de laser transformou cada produto em um portador de informação. O computador de hospedagem da Arburg (ALS) registrou todos os dados do processo e arquivou os mesmos em um site específico do produto na “nuvem”. Qualquer visitante que estivesse interessado poderia usar seus telefones celulares ou outros dispositivos móveis para acessar este site e exibir todos os dados relevantes do processo referentes à peça individual que recebeu – podendo continuar a fazê-lo por muito tempo após o término da feira.

Estréias e novas aplicações

Uma das estréias apresentadas pela Arburg no contexto da mostra de fabricação de tesouras de escritório foi a conexão automática entre a injetora Allrounder e o Freeformer, usando um robô de sete eixos “iiwa”  (assistente de trabalho industrial inteligente) da Kuka – exclusivo no mundo da manufatura aditiva até o momento.

Os visitantes interessados em construção leve puderam ver em ação a nova técnica de formação de espuma física Profoam em uma injetora hidráulica Allrounder 630 S. Como exemplo de produto, foi demonstrado um compartimento cinético reforçado com fibra de vidro – um produto da indústria automobilística.

Uma aplicação complexa de dois componentes foi demonstrada usando-se uma injetora elétrica Allrounder 470 A com um molde de 32 + 32 cavidades, que usou borrachas de silicone líquido (LSR) para produzir botões para interiores de automóveis. Outros exemplos práticos, por exemplo, para as indústrias médica e de embalagem, bem como uma micro-célula de produção, completaram as demonstrações da Arburg na feira.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no

Sepro expôs 12 robôs durante a feira Fakuma 2015 na Alemanha

21/10/2015

Sepro-Fakuma

A Sepro, líder global em robótica aplicada à indústria de plásticos, expôs um total de 12 robôs durante a feira Fakuma, que ocorreu de 13 a 17 de outubro de 2015, em Friedrichshafen, no sul da Alemanha. Sete robôs foram demonstrados no próprio stand da Sepro e cinco outros em stands de empresas parceiras (Sumitomo Demag, Billion, Haitian e JSW). Três novas famílias de robôs para máquinas injetoras de alta tonelagem (de 700 a 5000 toneladas de força de fechamento) fizeram a sua estréia européia na Fakuma.

No stand da Sepro, a empresa demonstrou um modelo de robô 7X-55, de cinco eixos, da nova linha premium 7X e um robô Strong 50, que representa uma linha de grandes robôs de uso geral. Também foram exibidos um robô de braço articulado 6X90, de seis eixos, um robô de 5 eixos 5X25 e um robô Sucess 33  da linha universal de robôs de 3 eixos da empresa. A Sepro também apresentou uma outra família de robôs de 3 eixos para grandes máquinas injetoras – a linha S7. Um robô de seis eixos de braço articulado 6×60 também esteve em exibição em uma configuração invertida em uma injetora Sumitomo Demag 50T.

Nos últimos anos, as vendas do Grupo Sepro aumentaram em 250%. Para 2015, a empresa espera que as vendas superem a casa dos 90 milhões de euros – batendo o recorde de vendas pelo terceiro ano consecutivo. Líder no mercado de grandes robôs, a Sepro espera produzir cerca de 500 robôs em 2015 para uso em máquinas injetoras com força de fechamento superior a 700 toneladas.

A empresa também anunciou que mantém uma parceria com o Instituto de Robótica da Universidade Carnegie Mellon, em Pittsburgh (EUA), para realização de uma pesquisa sobre como os humanos, computadores e robôs interagem, a fim de ajudar no desenvolvimento da próxima geração de robôs e controles de máquinas injetoras.

Fonte: Sepro

Curta nossa página no

Na Fakuma 2015, Arburg posiciona-se com o conceito de fornecedora de sistemas para fabricação de peças plásticas

21/07/2015

• Manufatura aditiva: peças de produção em massa injetadas são personalizadas no Freeformer
• Indústria 4.0: produção para projetos pontuais automatizada e em rede
• Processos inovadores: Construção leve, processamento de borracha de silicone líquida, tecnologia de embalagem, etc.

 Juliane Hehl, sócia-administradora da Arburg

Juliane Hehl, sócia-administradora da Arburg

Durante a feira Fakuma, em Friedrichshafen (Alemanha), de 13 a 17 de Outubro de 2015, a Arburg vai se apresentar além da tecnologia de máquinas, posicionando-se como um fornecedor de sistemas de produção para manufatura de peças de plástico.

Oito máquinas Allrounders, três Freeformers, o sistema de computador host ALS da Arburg e automação integrada estarão em exibição no Salão A3, stand 3101, durante a feira.  Aplicativos eficientes em termos de produção indicam a tendência atual da indústria. Um dos destaques é a personalização de peças de produção em massa através da combinação de moldagem por injeção e manufatura aditiva, incluindo a integração com tecnologias Indústria 4.0. Processos inovadores de construção leve, moldagem por injeção multi-componente, processamento de borracha de silicone líquida, exemplos práticos para tecnologia médica e de embalagem e um micro-sistema de produção completam a apresentação da empresa alemã na feira. Outras oito injetoras AllRounder poderão ser encontradas nos estandes de parceiros da Arburg.

“Temos trabalhado sobre o tema da Indústria 4.0 há algum tempo. Com máquinas Allrounder automatizadas, o Freeformer para manufatura aditiva e soluções de Tecnologia da Informação, estamos cada vez mais nos desenvolvendo como um fornecedor de sistemas de produção para a produção integrada na fábrica digital”, salienta a Sócia Administradora da Arburg, Juliane Hehl. “Em Friedrichshafen, vamos mostrar na prática como peças de produção em massa podem ser personalizadas e rastreadas de uma maneira específica para a peça, usando a manufatura aditiva industrial com o Freeformer. As outras mostras no nosso stand de exposição, cada uma das quais também é um destaque, vão da mesma forma surpreender os visitantes “.

Combinação: Allrounder, Freeformer e Indústria 4.0

Arburg_FreeformerTrês Freeformers vão estar em exposição durante a Fakuma. Eles produzirão  componentes complexos a partir de grânulos de plástico comuns, sem o uso de moldes, através da fabricação aditiva industrial, a qual personaliza peças injetadas de produção em massa e ilustra também o tema da Indústria 4.0.

Os visitantes do stand poderão fazer versões exclusivas de várias tesouras de escritório, por exemplo. Em primeiro lugar, uma injetora elétrica Allrounder 370 E molda alças plásticas sobre lâminas de aço inoxidável, nas quais um código especial é então gravado a laser e, depois, nomes personalizados em 2D ou 3D são aplicados com laser ou com o Freeformer.

Um sistema robótico Multilift V insere a tesoura em um suporte e a transporta para fora da célula de produção, através de uma correia transportadora. Um scanner então verifica se a tesoura vai entregue diretamente ao visitante ou se a rotulação 3D feita com plástico será aplicada usando o Freeformer, em uma etapa posterior.

Durante a Fakuma 2015, a Arburg irá apresentar, pela primeira vez, uma solução de automação altamente flexível em combinação com o Freeformer: um robô de seis eixos montado em uma plataforma móvel da Kuka, batizada como ‘iiwa’ (assistente de trabalho industrial inteligente, na sigla em inglês), manuseia o carregamento e a descarga automática no Freeformer. Além da sua mobilidade e o alto grau de flexibilidade associada, a principal vantagem desta automação é a possibilidade da cooperação autônoma direta entre o ser humano e o robô. O robô vai entregar as tesouras personalizadas em 2D e 3D diretamente para os visitantes no Fakuma.

Um segundo exemplo prático de produção em rede vai ser apresentado por um Freeformer que faz o acabamento em interruptores de luz moldados por injeção com uma combinação de símbolos e nomes personalizados, em grandes volumes. Aqui também, o próprio produto se torna um veículo de informação através de um código aplicado por laser. Todos os componentes para esta produção em rede são supridos pelo fornecedor de sistemas Arburg.

O sistema de computador-host da Arburg (ALS) documenta continuamente todos os parâmetros relevantes do processo e os encaminha para um servidor web. Uma página web exibindo todos os dados relevantes do processo pode ser aberta por meio de um código individual, através de dispositivos móveis. Cada peça individual pode ser continuamente controlada desta forma.

Além das aplicações da “Indústria 4.0”, todas as exposições no stand da Arburg estarão conectadas através do ALS. Os visitantes poderão experimentar o desempenho do sistema de computador host – que é otimizado para operações de moldagem por injeção – conectando-se à máquina e aos dados operacionais “ao vivo” no estande, além de poderem também receber conselhos de especialistas.

O inovador processo de construção leve “Profoam”

Com uma aplicação inovadora para a indústria automotiva, a Arburg vai apresentar um processo físico de produção de espumas de termoplásticos. O processo de construção leve inovador Profoam vem sendo pesquisado e desenvolvido em conjunto com o instituto alemão IKV (Institute for Plastics Processing). Ele permite uma economia significativa de materiais em peças plásticas automotivas e, portanto, uma redução no consumo da frota de veículos e emissões de CO2. Devido à redução em volume e peso, o processo também reduz o tempo de resfriamento da  peça no molde, minimiza a ocorrência de rechupes, contração e empenamento e não exige quaisquer dispositivos periféricos adicionais. Máquinas injetoras convencionais podem ser empregadas com este processo e ser também utilizadas para outras aplicações.

O estágio atual de desenvolvimento do Profoam será apresentado na Fakuma 2015 em uma injetora Allrounder hidráulica 630 S. Uma unidade de injeção com rosca de geometria normal será usada. Os grânulos de plástico são inicialmente misturados com o fluido propulsor. Durante a plastificação, o propulsor é dissolvido na massa fundida e somente escapa novamente quando a pressão é reduzida durante o processo de injeção, sob a forma de “bolhas” microcelulares. O resultado é um componente leve, robusto e de baixa-distorção, com uma estrutura de espuma homogênea. Outras vantagens do Profoam são o controle de processos simples, uma temperatura da massa fundida que não agride o material e a conservação de fibras longas durante a preparação da massa fundida, já que o processo não requer nenhum elemento de cisalhamento ou mistura no material fundido.

Duplamente macios: botões de pressão de LSR / composto de LSR

Uma injetora elétrica Allrounder 470 A de dois componentes, com uma força de fechamento de 1000 kN, uma unidade de injeção de tamanho 170 e uma segunda unidade de injeção de tamanho 30, em uma configuração em “L”, fabricará botões de pressão para o interior de veículos a partir de borracha de silicone líquida (LSR). O diafragma da peça moldada é fabricado com LSR colorida com uma dureza Shore de 50; o disco interior, a partir de LSR transparente com uma dureza Shore de 80. Silicones, ao contrário dos termoplásticos, não se degradam ou amarelam; assim, permitem uma textura particularmente agradável e aparência invariável ao longo de todo o seu ciclo de vida. A mostra operará com um molde 32 + 32 cavidades da Trelleborg e uma unidade rotativa elétrica. Os pesos de material injetado são especialmente pequenos – apenas 2,04 e 0,98 gramas. Um sistema robótico Multilift V, operando verticalmente, remove as peças acabadas do molde, realiza uma inspeção visual utilizando uma câmara de imagem térmica e os posiciona de acordo com suas cavidades.

Fabricação refinada: alças, cesta de frutas e conectores em Y

O fato de que as máquinas injetoras Allrounder hidráulicas, híbridas e elétricas são adequadas para uma ampla gama de usos será demonstrado na Fakuma com aplicativos específicos da indústria.

Por exemplo, uma Alrounder 570 S hidráulica de dois componentes, com uma força de fechamento de 2000 kN e tamanho da unidade de injeção 400 e 170,  irá produzir alças de serras de jardim em polipropileno reforçado com 40 por cento de fibra de vidro e TPE amigável ao tato. A máquina é completada por uma célula robótica móvel. Um pequeno robô Agilus de seis eixos, que se move sobre um eixo linear adicional transversalmente à máquina, remove as alças acabadas, submete-as à tampografia e, em seguida, coloca-as sobre uma correia transportadora. A automação flexível é caracterizada por movimentos dinâmicos e pela entrada rápida no molde. Isto resulta em tempos de ciclo curtos e elevada produtividade.

Uma Allrounder 820 H híbrida foi especialmente configurada na versão “Packaging” para aplicações na indústria de embalagens. A máquina de alta velocidade, com uma força de fechamento de 3700 kN e uma unidade de injeção de tamanho 1300, irá produzir pequenos cestos dobráveis (175 x 175 x 85 mm) para frutas, a partir de polipropileno, em um tempo de ciclo de cerca de 5 segundos. Etiquetas IML (in-mould labeling) serão adicionadas, utilizando-se automação fornecida pela Campetella. Dependendo da exigência, as cestas de frutas são colocadas em diferentes correias transportadoras para serem dobradas em conjunto ou abertas para fora.

Uma Allrounder 470 A elétrica, com uma força de fechamento de 1.000 kN, demonstrará aplicação para o campo da tecnologia médica, produzindo conectores em Y para terapia de infusão com um molde de 8 cavidade da Männer. O tempo de ciclo é de cerca de 15 segundos. O destaque desta aplicação é a injeção lateral através de um bico shut-off do tipo agulha e a desmoldagem por três lados. As peças são moldadas em PMMA (acrílico), cada uma pesando 1,1 gramas. A mostra tem uma correia transportadora estendida com uma tampa-túnel para comunicação com uma sala limpa. Ao colocar a máquina e equipamentos periféricos do lado de fora da sala limpa e somente transportar as peças limpas produzidas para dentro, a sala limpa pode ser operada com um alto nível de custo-benefício. Um módulo de ar limpo com ionização, por cima da unidade de fechamento, garante a atmosfera limpa necessária (classe ISO 7) durante a produção em série.

Solução de sistema para microcomponentes

Também estará em exibição na Fakuma 2015 um micro sistema de produção baseado em uma Allrounder 270 A elétrica, equipada com uma nova micro unidade de injeção e um robô Multilift H 3 + 1 horizontal compacto para uma separação confiável do micro componente e do canal de entrada. Um módulo de ar limpo com ionização assegura um ambiente de produção controlado e constante e impede eficazmente a adesão de micro componentes na área de trabalho.

A microunidade de injeção é projetada especialmente para controle preciso sobre pequenos deslocamento da rosca, em conjunto com uma alta dinâmica de preenchimento. Ela combina a escolha de uma rosca de 18 ou 15 milímetros para a fusão do material com uma rosca de 8 milímetros para a injeção. Isso permite o uso de grânulos de tamanhos normais e, portanto, todos os materiais comuns podem ser processados sem problemas, de modo que menores pesos de material injetado podem ser alcançados de forma precisa, com pequenos deslocamentos da rosca.

O micro sistema de produção fabricará quatro micro rodas em um tempo de ciclo de doze segundos. Nove componentes pesam o mesmo que um único grânulo de material de PBT. O robô de dois braços especialmente projetado remove simultaneamente o canal de entrada e as delicadas micro-rodas de apenas 0,004 gramas e as posiciona separadamente, com cuidado, de acordo com a posição da sua cavidade.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no