Posts Tagged ‘Ecophane’

Terphane investe no mercado Centro-Americano e participa do Seminário Flexo CentroAmérica 2019 em El Salvador

18/07/2019

O evento regional tem público-alvo proveniente da América Central, Caribe e México.

Nos dias 18 e 19 de Julho (hoje e amanhã), a Terphane, líder em filmes PET (poliéster) na América Latina, participará do Seminário Flexo Centroamérica 2019, organizado pela Asiplastic (Associação Salvadorenha da Indústria do Plástico – http://www.asiplastic.org). Na ocasião, Rudhy Rozas, Key Account Executive, apresentará a palestra ‘Tendências de mercado: substituição da folha de alumínio por filme PET metalizado de alta barreira’.

“A palestra será o gancho para a Terphane apresentar em seu stand diversas novidades”, explica Cláudio Felker Andreis, Gerente Comercial Internacional. Entre elas a linha de filmes seláveis easy open e a linha de filmes matte (opacos), com ênfase no filme VMAT que, segundo a empresa, oferece estabilidade térmica e mecânica; alta barreira a gases, vapor d’água e aromas; bom desempenho nos vários processos de conversão (laminação, impressão e metalização) e, como diferencial, o toque aveludado. A empresa firma que o seu filme VMAT também garante boa ancoragem de tinta, adesivos e vernizes graças ao tratamento Coex em uma das faces.

Outra novidade são os filmes alta barreira transparentes de PVDC e a linha da Toyobo – Ecosyar, Toughster e Olyester – que a Terphane representa nas Américas. “A embalagem transparente é uma forte tendência no mercado de flexíveis e ajuda a construir valor para a marca. Ela tem uma relevância ainda maior em produtos/marcas premium já que uma “simples” janela pode chancelar toda a qualidade esperada do posicionamento do produto”, analisa Cláudio. A linha da Toyobo completa a linha da Terphane, criando possibilidades de estruturas de embalagem para os mercados de alimentos (secos, úmidos, refeições pré-cozidas, para cozimento da embalagem, sopas, etc) e não alimentos (medicamentos, produtos industriais, químicos, produtos de higiene pessoal e beleza, etc).

Com forte apelo de sustentabilidade, a nova linha de filmes PET Ecophane será outro destaque da Terphane em seu estande no Seminário Flexo em El Salvador. Segundo a Terphane, este filme PET tem, no mínimo, 30% de PCR (PET reciclado pós consumo) em sua composição. São mais de 10 tipos de filmes, disponíveis para as mais diversas aplicações. Além de garantirem um menor uso de matérias-primas virgens, os novos filmes da linha Ecophane estão inseridos no conceito de Economia Circular: o PET descartado na forma de garrafas é coletado, reciclado e volta a ser embalagem.

Cláudio Andreis explica que não é de hoje que a Terphane trabalha os mercados centro-americano, caribenho e mexicano, tanto que a empresa já é uma das líderes no fornecimento de filmes PET na região. “Há mais de 10 anos, regularmente fazemos visitas comerciais e técnicas aos clientes locais e estamos presentes nos principais players da região. E continuamos acreditando no potencial desses países cuja economia cresce a uma taxa média de 5% ao ano. Acompanhamos de perto a substituição, nos últimos anos, do PP (polipropileno) e do PE (polietileno) por PET (poliéster), especialmente nos mercados de café, leite em pó, molhos e maionese e estamos prontos para os próximos desafios”, conclui.

Serviço Seminário Flexo Centroamérica 2019

Data: 18 e 19 Julho
Horário: a partir das 8h00
Local: Hotel Crowne Plaza San Salvador – Conference Center
Informações: www.asiplastic.org

Desde a sua fundação em 1976, a Terphane concentra-se no desenvolvimento de tecnologias e processos de fabricação de filmes especiais de poliéster biorientado (BOPET). A empresa possui uma cadeia verticalizada que vai desde a produção da resina até a extrusão de filmes especiais. A Terphane faz parte do grupo industrial norte-americano Tredegar.

Fonte: Terphane

Curta nossa página no

Anúncios

Terphane lança, globalmente, linha sustentável de filmes de PET

07/06/2019

O principal diferencial dos novos filmes é a composição com 30% ou mais de PET reciclado, pós consumo, grau alimentício.

A Terphane, um dos líderes em filmes PET (poliéster) na América Latina, lançou, globalmente, a linha Ecophane de filmes sustentáveis. Os novos filmes estão alinhados à uma demanda crescente do mercado global por filmes que garantam a produção de embalagens recicláveis e com conteúdo reciclado.

“A linha Ecophane é o resultado de extensivas pesquisas e muita tecnologia de ponta aplicada ao seu desenvolvimento. Conseguimos criar um filme PET com no mínimo 30% de PCR (PET reciclado pós consumo) em sua composição”, explica Marcos Vieira, Diretor de P&D Global da Terphane. Esta expertise tecnológica resultou em mais de 10 tipos de filmes da linha Ecophane, disponíveis para as mais diversas aplicações.

Segundo a empresa, além de garantirem um menor uso de matérias-primas virgens, os novos filmes da estão inseridos no conceito de Economia Circular: o PET descartado na forma de embalagens ou outros itens é coletado, reciclado e volta a ser embalagem.

“O desenvolvimento da linha Ecophane não vai ao encontro apenas das métricas de sustentabilidade estabelecidas pela Terphane, mas atende a uma busca dos brand owners que querem associar suas marcas e produtos a embalagens cada vez mais sustentáveis”, completa André Gani, Diretor de Vendas & Marketing da Terphane. A Terphane estabeleceu as ações ambientalmente, socialmente e economicamente positivas em suas plantas, produtos e na comunidade como prioridades em sua jornada de sustentabilidade

A embalagem flexível ajuda muito nesta jornada por seu excelente desempenho em termos de otimização de funcionalidade e de melhor uso dos recursos, afirma a empresa. O documento europeu “The Perfect Fit, a FPE (Flexible Packaging Europe)” –  mostra que eficácia e eficiência são fatores fundamentais para definir a sustentabilidade de uma embalagem, levando em consideração todos os aspectos da cadeia de valor do produto, a própria embalagem, o consumo e todos os impactos no ciclo de vida. “E a embalagem flexível, mais do que se pensa, é a melhor escolha. Isso porque os fabricantes de embalagens e os donos de marca podem atingir o ‘ponto ideal’ que otimiza a eficácia funcional e a eficiência do material. Isso se chama relação perfeita entre produto e embalagem”, explica Gani.

No documento, enfatiza-se ainda o fato da embalagem flexível ser altamente adaptável e um design inteligente garantir ainda mais benefícios de sustentabilidade. Esses benefícios vão desde o tamanho correto para as porções e o refechamento das embalagens para minimizar o desperdício, passando pela impressão de informações que garantam seu uso e armazenamento corretos, até embalagens funcionais, mais leves, que reduzam os impactos de armazenamento, distribuição e transporte.

Por serem mais leves, as embalagens flexíveis também reduzem os impactos ambientais e oferecem vantagens significativas para o armazenamento e transporte dos produtos. “Definitivamente as embalagens flexíveis estão na vanguarda de uma agenda cada vez mais exigente, a das ‘embalagens sustentáveis’. Embora ainda existam alguns entraves na cadeia da reciclagem, a embalagem flexível é a que mais se aproxima da ‘escolha perfeita’ em termos de solução mais sustentável disponível no mercado. E os novos filmes Ecophane surgem para fechar este circuito ao utilizarem uma boa parte das embalagens descartadas pós consumo e poderem ser novamente reciclados”, atesta Marcos Vieira.

Desde a sua fundação em 1976, a Terphane concentra-se no desenvolvimento de tecnologias e processos de fabricação de filmes especiais de poliéster biorientado (BOPET). Sua equipe possui experiência e conhecimento em produção, revestimento e metalização de filmes. A empresa se destaca por uma cadeia verticalizada que vai desde a produção da resina até a extrusão de filmes especiais. A Terphane faz parte do grupo industrial norte-americano Tredegar.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Terphane

Curta nossa página no