Posts Tagged ‘Dowlex’

Dow apresentará soluções para embalagens flexíveis durante Circuito de Palestras na Fispal 2017

27/06/2017

Empresa apresenta seu portfólio de soluções para lidar com os principais desafios relacionados às embalagens, como produtividade, usabilidade e sustentabilidade

Quando se trata de embalagens para atender aos novos hábitos de consumo da população, os donos de marca têm buscado soluções inovadoras que atendam às necessidades e expectativas de seus clientes. Para auxiliar as empresas de bens de consumo embalados nessa jornada, a Dow trará para a FISPAL Tecnologia (27 a 30 de junho) sua expertise em embalagens flexíveis de alto desempenho.

Durante o Circuito ABRE de Palestras, patrocinado pela Dow, a empresa apresentará todos os dias do evento, a partir das 16h20, as “Receitas Dow para o sucesso de Embalagens Flexíveis” nas quais especialistas da companhia falarão sobre as mais recentes tecnologias e soluções desenvolvidas para superar os principais desafios relacionados às embalagens, como produtividade, usabilidade e sustentabilidade.

Entre elas estão o Dowlex™GM e o Innate™, famílias de resinas de última geração que podem ser utilizadas de forma combinada ou independente para garantir a melhor embalagem para cada segmento, afirma a Dow. Para sacarias industriais, por exemplo, essas resinas possibilitam um filme 10% mais fino e 60% mais resistente à rasgos, assegura a empresa. Já os stand up pouches, desde os tradicionais até os 100% recicláveis, permitem hermeticidade e aumento da produtividade e da capacidade da embalagem, podendo suportar até 14 kg, segundo a fabricante de matérias-primas. Essas características contribuem ainda para otimizar as operações logísticas, aumentar a vida útil do produto e reduzir o desperdício.

“Nosso objetivo é levar conhecimento a cadeia de valor da embalagem flexível para que esta possa atrair um maior engajamento dos consumidores com seus produtos”, explica Marcus Vinícius Carvalho, gerente de marketing do Brasil para o segmento de embalagens e especialidades plásticas da Dow. “Trabalhamos de forma colaborativa com toda a cadeia para que os nossos clientes possam oferecer embalagens de alto desempenho para diferentes aplicações, garantindo maior produtividade e redução do desperdício, e uma melhor experiência do cliente com a marca”, completa.

Uma das iniciativas da Dow que fomentam o desenvolvimento colaborativo é o Pack Studios, rede global de especialistas, laboratórios e equipamentos de teste criada para atender às demandas atuais e futuras da indústria de embalagens por meio da cocriação entre a Dow, transformadores e donos de marca. Nesse ambiente, o aprimoramento das embalagens com base nas necessidades do mercado é a diretriz principal na busca contínua por melhores soluções. “Ao disponibilizar ferramentas para aumentar a colaboração em toda a cadeia de valor aceleramos o processo de desenvolvimento de tecnologias para levar novas embalagens mais rapidamente ao mercado”, diz Carvalho.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Anúncios

Dow apresentou inovações para o mercado de embalagens e especialidades plásticas durante a Feiplastic 2017

19/04/2017

As novas famílias de resinas da empresa permitem a produção de embalagens e filmes de alto desempenho atendendo à demanda crescente do mercado por maior eficiência

A Dow apresentou na Feiplastic 2017 suas mais recentes tecnologias e aplicações para o mercado de embalagens e especialidades plásticas: Dowlex™GM, Innate™, Agility™ e Opulux™HGT. Segunda a empresa, essas inovações proporcionam embalagens e filmes com alto potencial para inovação, maior versatilidade e otimização dos recursos naturais, usadas de maneira combinada ou independente.

Ciente da relevância da embalagem como ferramenta de marketing, uma vez que influencia na percepção do consumidor, a Dow desenvolveu a família Dowlex™GM. De acordo com a Dow, essa tecnologia aprimora atributos como transparência e brilho, fazendo com que o produto tenha maior destaque no ponto de venda. Esse conjunto de resinas também proporciona maior resistência mecânica, garantindo a proteção do produto envasado até o consumidor final, e excelente capacidade de selagem.

Outra inovação da Dow é a família de resinas Innate™, que possui equilíbrio inédito entre tenacidade e rigidez, combinando excelente resistência ao rasgo e à perfuração e tendo como resultado é um filme mais fino, leve e resistente, que traz maior eficiência à embalagem e maior segurança ao produto, afirma a empresa.

Já o Opulux™ HGT é um verniz de alto brilho, que fomenta a produção de embalagens monomateriais e, portanto, de mais fácil reciclabilidade. Esta tecnologia possibilita a substituição do processo de laminação, incrementando as resistências térmica e mecânica de embalagens flexíveis, garante a Dow.

A quarta inovação que a Dow apresentou na Feiplastic foi a família Agility™ de resinas de polietileno de baixa densidade. De acordo com a empresa, tais resinas reduzem custos e aprimoram a eficiência ao viabilizar mais produtos por quilo de matéria-prima. Entre os principais diferenciais das resinas Agility™, em comparação com formulações convencionais, estão: redução de espessura, resistência à temperaturas, maior produtividade com desempenho uniforme, resistência à tração e excelente processabilidade, assegura a Dow.

“Com a introdução dessas novas tecnologias, a Dow possibilita o desenvolvimento de embalagens e filmes que contribuem tanto para aprimorar a eficiência quanto para a otimização do uso de recursos naturais. O resultado traz benefícios não apenas para nossos clientes, mas para a cadeia como um todo”, afirma Adriano Aun, gerente de Marketing de Embalagens de Alimentos & Especialidades da Dow para a América Latina. “Seguindo as tendências do consumo, esse mercado busca cada vez mais a diferenciação e isto só é possível com investimento constante em novas soluções que enderecem de forma colaborativa os principais desafios globais, como a produção de alimentos, mudanças climáticas, energia e água”, completa.

Inovação em rede – Pack Studios

Para atender às necessidades de inovação e tecnologia de seus clientes e da cadeia de valor, a Dow criou o Pack Studios, uma rede global de especialistas em embalagens. O desenvolvimento colaborativo no aprimoramento das embalagens é o foco principal desse time. O Pack Studios possui como objetivos: aumentar a cooperação entre a Dow e toda a cadeia de valor; entregar soluções inovadoras para melhores embalagens e acelerar o ciclo de desenvolvimento para levar embalagens mais eficientes ao mercado.

Atualmente, o Pack Studios está presente no Brasil, Estados Unidos, Itália, Suíça, China e Cingapura, sendo todos interconectados. Desta maneira, a Dow consegue fazer testes de novas embalagens em qualquer lugar do mundo. Assim, caso haja necessidade de testar uma solução em um equipamento que está em Singapura, é possível enviar as amostras e utilizar o recurso de vídeo conferência para conectar com os pesquisadores na Ásia e acompanhar os processos. A rede do Pack Studios ainda permite à Dow acompanhar os últimos desenvolvimentos e antecipar novas estruturas para seus clientes.

Fonte: Assesoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Dow lança nova família de resinas de PEBDL para embalagens flexíveis e filmes industriais

28/11/2016

dow_dowlex

À medida que o consumo evolui, o mercado passa a demandar embalagens mais eficientes e sustentáveis, que ajudem a reduzir o desperdício de alimentos ou perdas na cadeia logística, por exemplo. Para atender a esta tendência, a Dow lança sua mais recente inovação do negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades: o Dowlex™GM, a nova família de resinas de polietileno linear de baixa densidade com foco em embalagens flexíveis e filmes industriais.

A família Dowlex™GM focaliza duas das maiores necessidades dos fabricantes de embalagens de alimentos. Segundoa Dow, a nova tecnologia possibilita o desenvolvimento de filmes com melhores propriedades óticas, que ajudam a posicionar a embalagem como uma importante ferramenta de marketing, valorizando atributos como transparência e brilho, de forma a ter maior destaque no ponto de venda. As resinas também proporcionam maior resistência mecânica, garantindo a proteção do produto envasado até o consumidor final, e boa capacidade de selagem, afirma a Dow.

“A nova família Dowlex™GM é uma importante inovação que traz mais competitividade à cadeia e que se soma aos outros lançamentos recentes, como as resinas para embalagens de precisão Innate™ e os adesivos de laminação Symbiex™, oferecendo soluções completas tanto em embalagens primárias, quanto em secundárias e terciárias”, diz Adriano Aun, gerente de Marketing de Embalagens de Alimentos & Especialidades da Dow para a América Latina.

Segundo a Dow, a nova família de resinas também pode ser aplicada na produção de filmes strech com capacidade de estiramento superior, além de aumentar a resistência à perfuração, em relação aos filmes tradicionais. O resultado é a redução tanto na quantidade de filme utilizado por pallet quanto no número de rompimentos do filme durante a unitização, afirma a empresa. Este ganho em performance é crítico uma vez que as falhas no processo logístico resultam em danos aos produtos e aumento do custo para a cadeia, diminuindo sua eficiência.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Tecnologia de grama sintética da Dow é testada por times de hóquei que se reuniram no Rio em evento-teste das Olimpíadas

21/12/2015

Hockey-Rio-2016

Seleções de oito países estiveram presentes no evento-teste de hóquei do Rio 2016 realizado no Parque Olímpico de Deodoro em 24 de novembro. O evento marcou o lançamento do campo de hóquei, pintado com cores que remetem ao Brasil

O palco para a competição de hóquei está pronto. Quatro seleções masculinas e quatro seleções femininas reuniram-se no Parque Olímpico de Deodoro, no Rio de Janeiro, entre 24 e 28 de novembro, para o evento-teste “Aquece Rio” – que compreende o ensaio técnico mais importante para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A Dow está contribuindo com suas resinas para garantir uma superfície de padrão mundial e alto desempenho para o torneio olímpico de hóquei no Rio. A Dow é Parceira Olímpica Mundial e a Companhia Química Oficial dos Jogos Olímpicos.

O evento também marcou o lançamento de um componente importante do “Look of the Games”, identidade visual das Olimpíadas Rio 2016: as cores utilizadas no gramado do campo de hóquei, característica muito esperada desde o sucesso de Riverbank Arena dos Jogos Olímpicos de Londres 2012  e seu atrativo jogo de cores que combinava azul e rosa. Para as Olimpíadas do Rio, o Comitê Organizador do Rio 2016 e a Federação Internacional de Hóquei (FIH) optaram por um gramado azul com linhas verdes – padrão de cores que combina com a identidade visual dos Jogos Rio 2016 e reflete o espírito de celebração dos primeiros Jogos Olímpicos realizados no Brasil.
 
Condições de jogo de padrão mundial

As partidas de hóquei dos Jogos Olímpicos Rio 2016 serão disputadas em campos que contam com um sistema de grama sintética inovador, cujos fios foram desenvolvidos com as Resinas de Polietileno de baixa densidade linear Dowlex™ da Dow, além das tecnologias de poliuretanos da Companhia.

Segundo a Dow, o sistema é projetado para oferecer durabilidade superior por todo o tempo de vida útil do campo, além de uniformidade em todos os jogos que fazem parte da agitadíssima programação da competição. A colorabilidade é uma característica importante do componente dos fios, possibilitando características estéticas e design personalizados para a superfície de jogo.

O desempenho dos jogadores e a qualidade do campo foram as principais preocupações durante o desenvolvimento do sistema de grama sintética de hóquei para as Olimpíadas do Rio 2016. Amostras de grama sintética foram inspecionadas pelas equipes de Gerenciamento das Instalações e de Look of the Games do Rio 2016, além de membros da Federação Internacional de Hóquei e do Serviço de Transmissão dos Jogos Olímpicos (OBS) a fim de garantir que as cores escolhidas atendessem aos requisitos específicos para jogadores, árbitros, espectadores e equipes responsáveis pelas transmissões.

“Estamos muito entusiasmados com o fato das soluções e experiência da Dow na oferta de materiais para superfícies de jogo de padrão internacional servirem de palco para uma das competições mais esperadas das Olimpíadas do Rio”, destacou Nathan Wiker, Diretor Global de Marketing para Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow. “O hóquei é um jogo extremamente rápido. As cores do gramado permitirão que os espectadores do estádio e os que assistirão aos jogos pela TV acompanhem todas as jogadas mais facilmente graças ao alto nível de contraste entre a bola e o campo”.

Os jogos de hóquei serão realizados no Centro Olímpico de Hóquei, no Parque Olímpico de Deodoro, entre 6 e 19 de agosto de 2016. A competição reunirá as 12 melhores seleções masculinas e femininas do mundo. O complexo incluirá dois campos e uma área de aquecimento.

O portfólio da Dow nas áreas de Especialidades Químicas, Materiais Avançados, Ciências Agrícolas e Plásticos oferece uma ampla variedade de soluções e produtos baseados em tecnologia para aproximadamente 180 países e em setores de grande crescimento, como embalagens, eletrônicos, água, revestimentos e agricultura. Em 2014, a Dow teve vendas anuais de mais de US$ 58 bilhões e empregou aproximadamente 53.000 funcionários em todo o mundo. Os mais de 6.000 produtos da Companhia são produzidos em 201 unidades fabris em 35 países ao redor do mundo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow / Foto: Miriam Jeske/Brasil 2016 / Autoridade Pública Olímpica

Curta nossa página no

Polietileno da Dow será usado em grama artificial dos campos de hóquei da Olimpíada de Londres-2012.

26/10/2011

Desenvolvida pela Divisão de Plásticos de Performance da The Dow Chemical Company, a resina de Polietileno de Baixa Densidade Linear  DOWLEX™ será utilizada na produção da grama artificial dos campos de hóquei dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. O uso dessa resina de alto desempenho nos filamentos da grama sintética ajudará a criar uma superfície suave, segura e de alta qualidade para as 76 partidas programadas para o Centro Olímpico de Hóquei, de 29 de julho a 11 de agosto de 2012.

“Conforme nossa meta de fornecer soluções que ajudem a tornar os Jogos Olímpicos mais seguros e a melhorar o desempenho esportivo, estamos muito orgulhosos de que as resinas DOWLEX  PE  estarão presentes na Olimpíada de Londres de 2012”, disse Karin Katzer, da área de Higiene & Medical da divisão de Plásticos de Performance da Dow.

As resinas de baixa densidade DOWLEX PE oferecem maior resistência à perfuração e ao rasgo e permitirão que a superfície do piso esteja macia para que os 380 atletas possam deslizar pela grama com segurança e não sofram arranhões durante as quedas. O grade da resina de polietileno DOWLEXTM que será utilizada nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 também é apropriado para a criação das fibras de filamentos que combinam maciez, elasticidade e resistência mecânica.

A grama sintética que será utilizada nos jogos de hóquei em Londres 2012 é resultado de um grande trabalho conjunto. As resinas de Polietileno DOWLEXTM serão usadas pela Tapex, uma das principais fabricantes mundiais de filamentos esportivos e que será a fornecedora desse material para os campos de hóquei. Em combinação com outros componentes, os filamentos serão convertidos em rolos de grama de hóquei POLIGRAS® Olympia pela Advanced Polymer Technology Australasia. O design, a instalação e a manutenção da grama do Centro Olímpico de Hóquei serão feitos pela Sports Technology International (STI), conforme decisão do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

A Dow tem um histórico comprovado de inovação em materiais poliolefínicos para os componentes de sistemas de grama sintética, oferecendo ampla variedade de soluções que permitem aos profissionais do esporte de superfície desenvolver pisos sob medida que atendam a específicos requisitos esportivos. Nas últimas décadas os avanços da tecnologia desenvolvida pela Dow têm ajudado a impulsionar a utilização de pisos sintéticos em esportes como o hóquei sobre a grama, futebol, tênis e futebol americano, muitas vezes levando a mudanças na forma como as partidas são jogadas.

No caso do hóquei sobre a grama, a adoção da superfície sintética aumentou consideravelmente a velocidade do jogo e ajudou os jogadores a controlar a bola com mais facilidade, tornando o esporte mais rápido. A maioria das competições internacionais, incluindo os torneios de hóquei desde os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, tem ocorrido em superfícies que utilizam resinas DOWLEXTM PE.

Em julho de 2010, a Dow anunciou sua parceria global oficial dos Jogos Olímpicos como parte do  Programa de Parceiros Olímpicos (TOP). Como a Companhia Química oficial do Movimento Olímpico, a Dow é parceira do Comitê Olímpico Internacional (COI) e dos Comitês Olímpicos Nacionais de todo o mundo até 2020.

Fonte: Porter Novelli / Dow