Posts Tagged ‘Desumidificador’

Moretto expõe o sistema Eureka durante NPE 2015

09/04/2015

Filial nos Estados Unidos comercializa equipamento auxiliar de processamento de plásticos

Moretto_NPE

A nova filial da Moretto em Columbus (Ohio), o seu departamento de vendas e os parceiros de serviços locais, além dos muitos anos de excelentes relações de negócios da Moretto com os clientes da América Central e América do Sul – esses três fatores estão convergindo para auxiliar na automação de plantas avançadas de processamento de plásticos no importante mercado americano, via instalação de equipamentos auxiliares de processamento.

Durante a NPE, em Orlando, EUA, de 23 a 27 de Março, a Moretto exibiu o sistema Eureka de condicionamento de materiais plásticos no seu stand. O sistema Eureka apresentado era composto por três elementos: o sistema de distribuição e gerenciamento do fluxo de de ar FLOWMATIK, o funil de secagem OTX e o desumidificador X Max.

O sistema Eureka da Moretto foi desenvolvido ao longo de um período de 13 anos de simulações, experimentos e testes, cujo resultado é descrito pelo CEO Renato Moretto como “o projeto mais ambicioso na história da desumidificação durante os meus 45 anos de carreira no mundo dos plásticos”. Ao escolher a palavra grega Eureka (achei), que foi pronunciada pelo físico e matemático grego Arquimedes quando descobriu o principio do Empuxo, Moretto afirma que esta palavra descreve apropriadamente como os três elementos do sistema finalmente “fecharam o circuito” para dar origem a um sistema de desumidificação extremamente eficiente.

Moretto afirma que o Eureka é “o sistema de desumidificação mais avançado para termoplásticos de engenharia” e é “o único sistema de desumidificação que consegue processar entre 10.000 a 12.000 kg/h de material na extrusão, produção de compostos e processamento de PET – com um consumo de energia 56% inferior aos sistemas tradicionais, conforme observado pelos consumidores. Todos os componentes indispensáveis à qualidade, economia e desempenho do processo e do produto final foram reformulados e calculados utiliando a capacidade de processamento e a Inteligência Artificial do potente e sofisticado computador Leonardo (um dos apenas três existentes na Europa).”

O núcleo do desumidificador X MAX é baseado na “tecnologia X” patenteada pela Moretto, e incorpora um único sistema dessecante, contendo vários leitos de peneiras moleculares que garantem um ponto de orvalho constante entre -65°C e -85°C. Apesar de possuir o dobro do tamanho dos leitos convencionais, o sistema não somente trabalha sem requerer água de resfriamento ou ar comprimido para a válvula de comutação, mas também consegue a recuperação total da energia por meio da rotação, sendo o calor recuperado do resfriamento do leito durante a regeneração das peneiras moleculares.

Uma melhoria significativa no mais recente desumidificador X MAX, como parte do sistema Eureka, é o soprador centrífugo multi-estágio, desenvolvido pela Moretto em colaboração com a Universidade de Pádua.

Devido a estas características combinadas, segunda a Moretto, o desumidificador X MAX é altamente eficiente, de modo que, por exemplo. o modelo X MAX 916 atinge uma capacidade de secagem de 1,600 m³/h a uma pressão de 300 mbar, com um consumo de eletricidade excepcionalmente baixo de apenas 13,2 kWh.

Pode se combinar de dois até dez unidades de desumidificação X MAX, alcançando-se uma capacidade de secagem muito alta, com uma vazão de ar de 20.000 m³/h, ao se empregar 10 unidades. Se não for necessária a utilização da capacidade total de secagem do sistema, a unidade de gestão do fluxo de ar FLOWMATIK, inicialmente lançada na feira Fakuma 2005, pode desligar um ou mais desumidificadores e distribuir a carga reduzida entre os desumidificadores restantes, bem como compartilhar o ar entre até 32 funis de desumidificação OTX (Original Thermal Exchanger – Trocador de Calor Original) truncados.

De acordo com a Moretto, os funis OTX estão disponível em 28 tamanhos diferentes e a sua geometria interna garante uma distribuição uniforme do material e do fluxo de ar através do funil para se obter a máxima eficiência de desumidificação, combinada com um menor consumo de energia em comparação com os funis convencionais – sendo também 40% mais rápido, afirma a empresa.

A Moretto S.p.A., pesquisa, desenvolve e fabrica sistemas automatizados que permitem a otimização de plantas de processamento de plásticos, em particular nos processos de injeção, extrusão e processamento de PET. Sediada em Massanzago, na região de Pádua na Itália, o grupo conta com filiais no Brasil, na Alemanha, Turquia e nos EUA, e também dispõe apoio às vendas em 57 países. A filial comercial dos Estados Unidos, recentemente estabelecida, fortalece a marca Moretto em um mercado particularmente maduro e exigente.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Moretto

Curta nossa página no

Anúncios

Desumidificador a vácuo da Maguire promete aumento de produtividade de operações de moldagem

11/02/2014
  • Equipamento promete aumento de produtividade da moldage, superando expectativas de velocidade, produção e partida a frio.
  • Desumidificador Maguire® VBD™ 150 produz resina pronta para o processo em apenas 35 minutos e possui novos recursos que aumentam ainda mais a produção e reduzem o tempo de limpeza e manutenção.
Maguire_Desumidificador

O desumidificador a vácuo VBD™, mostrado com o funil de extensão que aumenta a produção em 25%. Componentes de cima para baixo incluem: carregador, extensão do funil, funil de aquecimento (com pellets de resina visíveis dentro), recipiente a vácuo e funil de retenção/retirada.

A demonstração em escala de produção extensiva  com uma ampla gama de resinas demonstrou que um novo tipo de desumidificador de resina a vácuo, lançado pela Maguire Products, Inc. há menos de um ano, possui uma produtividade ainda maior do que a originalmente especificada, atingindo a desumidificação necessária em apenas 35 minutos após a partida a frio, anunciou a empresa hoje.

De acordo com B. Patrick (Pat) Smith, vice-presidente de marketing e vendas da Maguire, o desumidificador a vácuo Maguire® VBD™ 150, originalmente classificado para uma produção de até 68 kg por hora, supera facilmente 90 kg por hora com materiais higroscópicos como ABS, acrílico, nylon, policarbonato, polieterimida e PBT. A capacidade do desumidificador de entregar resina pronta para o processo em pouco mais de meia hora é nítida em relação ao desumidificador dessecante convencional, que leva até quatro horas para fazer a resina sair do início a frio para uma condição de prontidão para moldar produtos comercializáveis.

Melhorias de produtividade adicionais estão disponíveis com dois novos recursos para o desumidificador: 1) um mecanismo “EasySlide” que permite que o recipiente a vácuo deslize para fora proporcionando acesso imediato para limpeza; 2) uma extensão opcional do funil, cuja capacidade de 0,028 m3 amplia a produção do secador em 25%.

“O desumidificador a vácuo é seis vezes mais rápido que os sistemas dessecantes, o que não só torna possível partidas a frio muito mais curtas, mas também reduz o risco de degradação do material, pois a resina é exposta a temperaturas elevadas por 80% menos tempo”, disse o Sr. Smith. “Essa notável velocidade de desumidificação é atribuível a um método muito mais eficiente de extração de umidade de pellets de resina — muito mais eficiente, os desumidificadores a vácuo reduzem o consumo de energia em até 60% em comparação aos desumidificadores dessecantes”.

O desumidificador a vácuo VBD utiliza a gravidade para mover o material através de três recipientes dispostos verticalmente, com a descarga de material de um recipiente ao próximo controlada por válvulas-gaveta corrediças. De cima para baixo, os recipientes incluem um funil de aquecimento que coloca a resina na temperatura desejada; um recipiente a vácuo, no qual o vácuo reduz o ponto de ebulição da água, fazendo a umidade dentro dos pellets se vaporizar e ser expelida do pellet para um ambiente de baixa pressão em torno dele; e um funil de retenção/retirada pressurizado que é continuamente purgado por um desumidificador a ar de membrana para manter o nível desejado de desumidificação até que o material seja descarregado. Esse sistema elimina a maioria das peças móveis, especialmente o mecanismo do carrossel indexador de três estações do desumidificador a vácuo Maguire® LPD™ lançado em 2000.

O novo recurso EasySlide envolve o recipiente a vácuo, que desliza para fora no estilo de uma gaveta e é mantido de forma segura nessa posição durante a limpeza. O recurso proporciona acesso ao funil de retenção, bem como o recipiente a vácuo.

Fonte: Martino Communications

Curta nossa página no

Interplast: Shini Brasil expõe sistemas de dosagem / mistura, secagem e desumificação

06/07/2012

A Shini Brasil preparou alguns destaques para o seu estande, na feira Interplast 2012, a exemplo do sistema de dosagem e mistura. Constituído por equipamentos como válvulas proporcionais, dosadores volumétricos e/ou gravimétricos, misturadores verticais, separadores de pó e magnéticos, possuem aplicabilidades diferentes, permitindo ao cliente escolher o modelo que melhor atende a sua necessidade. Outro sistema exposto no estande será o de secagem e desumidificação de matérias-primas, incluindo desumidificadores específicos para PET, ópticos e cristalização de PET. Entre os alimentadores, o destaque será o modelo SAL-300, o único monofásico do mercado com capacidade para 200 kg/h. Utilizado para o transporte de material virgem ou moído, entre suas vantagens estão o baixo nível de ruído e longa durabilidade.

Líder mundial na fabricação de plásticos da classe de equipamento auxiliar, o Grupo Shini, originário de Taiwan, está presente em mais de 50 países com bases produtivas, centros de tecnologia, equipe de vendas ou rede de serviços. Focada em oferecer soluções para empresas do ramo termoplástico, a Shini mantém alto padrão de qualidade, controlando passo a passo seus processos, desde a matéria-prima até o produto acabado. Por conta disso, está certificada com a ISO 9001:2000 e possui em seus equipamentos certificações internacionais, como CE, do instituto italiano Giordano.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Ineal traz para a Brasilplast novidades em equipamentos para controle do processo de extrusão.

17/03/2011

A Ineal apresentará na Brasil Plast 2011 novidades a respeito de equipamentos para controle de extrusão que serão fabricados no território nacional através da parceria com uma empresa líder mundial. Essa parceria visa unir a melhor tecnologia do segmento com a confiabilidade e forte penetração que a Ineal conquistou ao longo dos seus 21 anos de experiência.

A empresa apresentará também a tradicional linha Ineal, com algumas novidades em seu design e melhorias tecnológicas que visam á otimização energética e o atendimento aos mais diferenciados processos, fortalecendo o compromisso da Ineal com a sustentabilidade e com a satisfação total do nosso cliente.

Poderão ser conferidos no stand os seguintes equipamentos:
-Linha SDI, desumidificadores indicados para secagem contínua de matérias primas higroscópicas,atua com secagem regulada individualmente no silo de secagem, o que permite grande flexibilidade e economia de energia;
-Linha SA, secadores que possuem alimentação do silo incorporada utilizando uma única motorização para secagem e alimentação da matéria prima, a linha agora conta com um novo controlador de temperatura que identifica anomalias do processo e quebra o ciclo, evitando a perda de materiais;
-Moinhos de baixa rotação destinados á recuperação de peças defeituosas, refugos do processo e canais de injeção;
-Sistema de Alimentação e Dosagem, otimiza o trabalho com o material reciclado e elimina em 100% o desperdício de matéria prima e pigmento.

Fonte: Brasilplast / Ineal

SRE lança desumidificador de peneira molecular e secador alimentador contínuo

04/08/2010

A SRE Indústria e Comércio de Máquinas e Equipamentos lança na Interplast 2010 o desumidificador mono pereira modelo DMP e o secador alimentador contínuo modelo SAC. Os desumidificadores da linha DMP foram desenvolvidos com única peneira molecular com vazão de até 180 m³/h e ponto de orvalho de até – 35ºC. Os equipamentos ultracompactos garantem eficiência na desumidificação para todos os materiais higroscópicos e polímeros de engenharia. O sistema de operação consiste em operar em circuito fechado com os funis de secagem e todos os parâmetros dos processos de desumidificação e regeneração são ajustáveis através do controle microprocessado com duplo display.

O painel de controle conta com alarme de segurança, controle do percentual de potência das resistências elétricas da desumidificação e regeneração além de indicadores de falhas luminoso e sonoro. A linha DMP é oferecida em versões de montagens com o silo diretamente sobre a máquina transformadora ao lado, em estrutura com rodízios ou em estrutura fixa com múltiplos funis.

O secador alimentador contínuo SRE modelo SAC utiliza o mesmo compressor radial para as duas funções, sendo acionados pneumaticamente e controlados pelo CLP. O compartilhamento do mesmo compressor para as duas funções (secagem e alimentação) não gera perda de rendimento para nenhuma das funções em razão do sistema de alimentação operar com a pressão negativa (vácuo) e o processo de secagem operar com pressão positiva. O equipamento oferecido com silos de aço inox entre 25 a 1500 litros podendo ser montado em chassi com rodízios ou direto sobre o canhão da máquina.

Sobre a SRE
A SRE é uma empresa nacional, fundada em 1986 com a finalidade de fabricação de equipamentos para a crescente indústria de transformação de termoplásticos, termofixos e elastômeros. Dispõe de soluções para controle térmico (aquecimento e resfriamento de processos industriais), secagem, cristalização, desumidificação, mistura e transporte de resinas plásticas.

Fonte: Messe Brasil

Moretto lança termoregulador Te-Ko

28/07/2010

A Moretto do Brasil, uma das principais fabricantes de produtos de automação para a indústria do plástico, lança na Interplast 2010 a linha de termoreguladores Te-Ko constituída por duas séries independentes, uma com condutor de água e outra de óleo, com oito modelos cada. Feito em aço inox AISI 304, que assegura excelente proteção contra corrosão por água, Te-Ko dispõe de tela que apresenta uma série de informações em tempo real. O aparelho é gerenciado por tecnologia de regulagem PID e é controlado por um microprocessador que supervisiona todas as funções.

A Moretto aproveita a Inteplast também para divulgar a abertura da filial do grupo no Brasil, especialmente na região sul, onde mantém potenciais clientes. Os segmentos de atuação abrangem a indústria de transformação de plástico em geral, como injeção, sopro e extrusão. A ampla linha de produtos abrange sistemas de alimentação monofásicos e trifásicos, desumidificação mono e dupla torre, sistema exclusivo minidriyer, secadores, aquecedores, dosagem volumétricos, gravimétricos e líquidos, sistemas de moagem por faca ou fresa, termoregulação a água e óleo pressurisados ou não, trocadores de calor, esteiras transportadoras, armazenagem e sistemas centralizados.

Sobre a Moretto do Brasil
A Moretto do Brasil foi fundada em 1998 em São Paulo, como ponto de referência ao mercado sul-americano. A filial distribui os produtos originais Morreto no mercado brasileiro e oferece suporte de consultoria, venda e assistência técnica.

Fonte: Messe Brasil

Linha de Mini Chillers da Piovan apresentado na Interplast tem baixíssimo consumo de energia

08/07/2010

A Piovan, uma das líderes mundiais no setor de transformação de matérias plásticas, leva para a Interplast uma amostra de sua linha de refrigeração Industrial. “A linha de Mini Chillers Piovan, considerada a mais versátil e eficiente do mercado, com capacidades até 25.000 kcal/h, é caracterizada por suas reduzidas dimensões, com uma significativa economia no consumo energético.  Possui alta flexibilidade das capacidades de resfriamento e conta com modelos condensados a ar ou água”, explica Rogério Riccardi, diretor comercial da empresa.

Além desse equipamento, a Piovan mostra na feira, a linha de desumidificadores da Série DS que tem o menor consumo de energia do mercado, os dosadores volumétricos da série MDP para até quatro componentes, com capacidade de até 1000 kg/h, moinhos de alta performance e termorregulares para moldes. Entre os recém-lançados da linha de refrigeração como o Mini Chiller, a Piovan também mostra o Duotemp para aquecimento e resfriamento da água de processo em circuitos e temperaturas independentes. Para o mercado de PET a Piovan apresenta a nova geração de secagem para PET, a linha Genesys que reduz o consumo energético em até 50%.

Sobre a Piovan

A Piovan é líder mundial no segmento de transformação de plástico, com mais de 50 anos de atividade e presença em todos os continentes. Possui um amplo portfolio de equipamentos auxiliares capazes de atender as necessidade e exigências de injeção, sopro, extrusão, preformas PET e refrigeração industrial. Oferece completa linha de equipamentos para armazenamento, transporte, alimentação, secagem, dosagem, moagem e controle de temperatura, além da linha completa para Chillers e Dry Coolers. Opera em 40 países com quatro unidades fabris no Brasil, China, Itália e EUA.

Fonte: MesseBrasil