Posts Tagged ‘Danone’

Danone, Veolia, Nestlé e Tetra Park se unem para criar novo modelo comercial para incentivar recuperação e reciclagem de plásticos

22/06/2019

A Iniciativa 3R reúne ONGs, especialistas e grandes empresas como Danone, Nestlé, Tetra Pak e Veolia em modelos de negócios pioneiros de “economia circular”

A Iniciativa 3R é um esforço global planejado para reduzir a pegada de plástico e embalagens de empresas de bens de consumo, produtores, varejistas e outros, padronizando seus esforços e criando instrumentos negociáveis ​​que podem aumentar as reduções através de um esquema de crédito baseado no mercado.

A Iniciativa 3R trabalha usando um esquema de crédito para alavancar a economia circular – incentivando e encorajando empresas a assumir a liderança dentro e além de suas cadeias de valor para abordar a questão dos resíduos plásticos em escala.

A Iniciativa 3R foi fundada pela Danone, Veolia, Nestlé, Tetra Pak e é liderada pela Verra, criadora de padrões internacionais, e pela BVRio, desenvolvedora do mercado ambiental, ambas organizações sem fins lucrativos. A Conservation International e o South Pole contribuem como consultores.

Um padrão transparente para relatórios corporativos

A conscientização do público sobre a poluição plástica está crescendo, e cada vez mais empresas estão implementando atividades de redução de resíduos plásticos e assumindo compromissos globais. No entanto, muitos ainda acham difícil aprimorar suas ações e informar seus clientes sobre seu progresso em um formato universalmente aceito. A Iniciativa 3R oferece um modelo comercialmente sustentável, transparente, econômico e escalável. Um de seus componentes é o 3R Corporate Standard, em relação ao qual os esforços das corporações para reduzir seus resíduos plásticos podem ser avaliados de forma independente. É certificado por terceiros, para que as empresas possam usar o padrão para quantificar com credibilidade os impactos de seus próprios esforços e seus investimentos em recuperação de resíduos e reciclagem.

“Padrões confiáveis ​​e gerenciados independentemente serão fundamentais para o estabelecimento de mecanismos de mercado confiáveis ​​para lidar com resíduos plásticos em escala. A Iniciativa 3R fornecerá esses padrões por meio de um processo robusto, envolvendo várias partes interessadas, como empresas, ONGs e governos, e extensas consultas públicas “, declarou David Antonioli, CEO da Verra.

O mecanismo de crédito 3R para projetos de atividades

Outro componente importante é o 3R Crediting Mechanism, uma ferramenta inovadora que permite a negociação de créditos emitidos por atividades de recuperação e reciclagem de plásticos em todo o mundo. Ela permite que as empresas superem as ações internas e apoiem ​​projetos em “hotspots de vazamento de plástico” que geram benefícios ambientais e sociais verificáveis. As empresas podem comprar créditos para apoiar financeiramente e acelerar projetos que recuperam e reciclam plásticos e embalagens, contribuindo assim para a sua circularidade.

“É empolgante fazer parte da criação de um esquema muito necessário para aumentar a recuperação de plásticos e aumentar as taxas de reciclagem globalmente. Este inovador mecanismo 3R – Reduzir, Recuperar, Reciclar – é o resultado do trabalho de especialistas reunidos, arregaçando as mangas e assumindo o desafio de melhorar a coleta”, disse Mario Abreu, Vice-Presidente Global de Sustentabilidade da Tetra Pak. “O desenvolvimento e o financiamento de soluções para mitigar possíveis vazamentos para o meio ambiente é um dos principais objetivos e apóia o objetivo da Tetra Pak de enviar zero de caixas para aterros sanitários.

“A Conservation International está entusiasmada por fazer parte desta importante iniciativa, que dará às empresas as ferramentas necessárias para manter o plástico fora do ambiente e dos oceanos do mundo, ajudando os países a alcançar seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, disse Jennifer Morris, presidente da Conservation International.

Benefícios sociais e ambientais

Além de combater o lixo plástico, o mecanismo de crédito também traz benefícios sociais diretos. No Brasil, por exemplo, o mecanismo permitirá que os catadores desfavorecidos gerem renda adicional e melhorem suas condições de trabalho por meio da venda de créditos de recuperação de resíduos plásticos. No sudeste da Ásia, os créditos 3R vão desbloquear novos investimentos em infraestrutura de coleta e reciclagem de resíduos em falta para reduzir a poluição do plástico em sua origem.

Mais de uma dúzia de pilotos iniciais de potenciais projetos de emissão de créditos, visando diferentes tipos de plásticos e atividades de embalagem e recuperação, serão desenvolvidos nos próximos anos na América Latina, África e Sudeste Asiático.

“Até hoje, houve muito pouco investimento em esforços de recuperação e reciclagem de resíduos, especialmente no mundo em desenvolvimento, onde o apoio é mais necessário”, disse Moura Costa. “A Iniciativa 3R oferece às corporações a possibilidade de demonstrar ao público que estão dispostos e são capazes de combater a poluição plástica, com o objetivo de transformar modelos de negócios insustentáveis ​​em sistemas operacionais verdadeiramente circulares.”

A Iniciativa 3R (www.3RInitiative.org), nomeada segundo seus objetivos de reduzir o desperdício de plástico, recuperar plástico do meio ambiente e aumentar as taxas de reciclagem, visa: (1) catalisar o projeto responsável, o uso e a recuperação de materiais de embalagem; (2) apoiar as empresas na redução de suas pegadas de resíduos plásticos e na mitigação de possíveis vazamentos no meio ambiente; e (3) estimular o desenvolvimento de novos projetos de recuperação e reciclagem de plásticos em todo o mundo. A Iniciativa 3R começará com foco em embalagens plásticas e, com o tempo, cobrirá uma gama mais ampla de materiais recicláveis ​​para atender às necessidades ambientais e de mercado. O Padrão 3R para Contabilidade Corporativa permitirá que as empresas avaliem e relatem de forma robusta suas pegadas de resíduos de plástico e comuniquem ações de mitigação confiáveis. Isto será complementado pela Norma 3R para a Contabilidade do Projeto, que estabelecerá as regras e metodologias para quantificar e contabilizar a remoção e / ou reciclagem de resíduos, incorporar salvaguardas sociais para proteger os catadores e estabelecer um sistema de verificação usando terceiros.

Fonte: Assessoria de Imprensa – 3R

Curta nossa página no

Anúncios

Danone reforça iniciativas sustentáveis com adoção do plástico verde

26/08/2011

Desenvolvida a partir da cana-de-açúcar, embalagens de ACTIVIA e DANONINHO chegam ao mercado a partir da segunda quinzena de agosto e integram uma série de iniciativas da Empresa em linha com a meta de reduzir em 30% as emissões de CO2

Líder de mercado na categoria de produtos lácteos frescos, a Danone, por meio de suas marcas ACTIVIA e DANONINHO e de sua parceria com a Braskem, aposta no plástico verde como mais uma inovação que deve contribuir com o cumprimento de seu sólido compromisso com o desenvolvimento sustentável.

ACTIVIA e DANONINHO, marcas de sucesso entre o público adulto e infantil, foram consideradas os melhores expoentes dentro do portfólio da Danone para incorporar a novidade nesse primeiro momento. A partir desta semana, o produto Activia 150g chega às gôndolas do Brasil em embalagens desenvolvidas a partir do Polietileno Verde I’m green™, um bioplástico derivado da cana-de-açúcar com certificação internacional. O produto Danoninho Leite Fermentado também acompanha a tendência e tem previsão de lançar suas garrafinhas com plástico verde em setembro.

A preocupação com a sustentabilidade não é algo novo no Grupo Danone, que incorporou a audaciosa meta global de reduzir em 30% as emissões de gás carbônico no período de quatro anos (2008-2012) e investe no desenvolvimento de novas tecnologias e inovações em seu portfólio, além de iniciativas como redução de resíduos e embalagens, do consumo de energia e água, e otimização da rede de logística.

“A Danone está comprometida em tornar seu negócio cada vez mais ambientalmente sustentável e isso reflete diretamente nas práticas de desenvolvimento de novas embalagens”, destaca Mariano Lozano, presidente da Danone. “As marcas ACTIVIA e DANONINHO dão uma importante demonstração de liderança e alinhamento aos anseios do consumidor brasileiro, mais atento às questões relativas à sustentabilidade”, conclui o executivo.

“A ampliação de nossa parceria com a Danone em torno do plástico verde, associando globalmente marcas reconhecidas como sinônimo de qualidade e confiança, cria valor para ambas as empresas e reforça o conceito do biopolímero como solução que também traz benefício à sustentabilidade”, diz Carlos Fadigas, presidente da Braskem.

Fonte: Braskem

 

Cromex desenvolve cor para as embalagens das novas sobremesas Activia

14/12/2010

A Cromex, empresa brasileira líder no mercado nacional de masterbatches de cores e aditivos para plásticos, desenvolveu as cores especiais para as embalagens das novas sobremesas Activia, da Danone. Para as embalagens das sobremesas Papaya com Cassis e Torta de Limão, a Cromex disponibilizou o masterbatch “Dourado Cromex” e na embalagem do Activia Frozen, a versão “Prata Cromex”. Segundo o diretor comercial da empresa, Cesar Ortega, a embalagem é fator que influencia na decisão de compra do consumidor, diante da variedade de produtos na prateleira. “A Cromex oferece soluções customizadas a seus clientes que irão contribuir no processo de identificação do produto, ainda mais quando se trata de um lançamento de mercado”, afirma o executivo. As cores fazem parte do novo catálogo de cores da Cromex, que reúne as principais gamas de cores com que a empresa trabalha e serve como um suporte para a atuação da equipe de vendas.

A Cromex atua há cerca de 30 anos no mercado e exporta seus produtos para mais de 60 países da América do Norte, América Latina, Europa Ocidental, Leste Europeu e outros. Sua matriz está localizada em São Paulo, onde são produzidos masterbatches coloridos e produtos especiais. Conta, ainda, com uma moderna fábrica em Simões Filho (BA), onde estão concentradas as produções dos masterbatches brancos, pretos e aditivos.

A companhia emprega diretamente mais de 500 pessoas e gera centenas de empregos indiretamente. A capacidade de produção da companhia hoje é de 132 mil/toneladas e a empresa fatura em média, anualmente, acima dos R$ 300 milhões. Conta com um portfólio amplo de cores e aditivos, os quais atendem 18 segmentos diferentes no setor de transformados plásticos, como brinquedos, embalagens e tampas para diversos segmentos (alimentos, bebidas, cosméticos, higiene pessoal, limpeza), plásticos da construção civil, do setor automobilístico e do agrobusiness. Conta com laboratórios próprios onde desenvolve soluções com base do que há de mais avançado em estudo de tendências, tecnologia e produtos.

Sobre Activia – Danone

Activia está presente em mais de 40 países. Ao Brasil, chegou em janeiro de 2004 e hoje é a principal marca dentro do setor de Produtos Lácteos Frescos do País, com 13% de market share (AC Nielsen / 2009). O Grupo francês Danone é líder mundial de produtos lácteos frescos, vice-líder em águas, nutrição infantil e hospitalar. A Danone é o terceiro maior grupo alimentício da Europa e o sétimo maior fabricante de alimentos do mundo – o primeiro em países como a França, Espanha e Itália. Presente em mais de 120 países nos cinco continentes, a empresa conta com mais de 80 mil colaboradores. No Brasil, a empresa está há 40 anos.

Fonte: Yellow Comunicação