Posts Tagged ‘Cosméticos’

O Boticário desenvolve processo de reciclagem para tampas de perfumaria feitas com ionômero da Dow

09/11/2019

Com o processo, as tampas produzidas com Surlyn pós consumo, que antes não completavam o ciclo de reciclagem, transformam-se em novas tampas, voltando ao consumidor

O Boticário desenvolveu um processo inédito na América Latina para a reciclagem de tampas de perfumaria produzidas com Surlyn, ionômero fabricado pela Dow. Por ter uma grande complexidade, essa matéria-prima, apesar de ser reciclável em outras categorias, não vinha sendo viável no setor de cosméticos. Agora, as tampas podem ser recolhidas depois do consumo, separadas por cooperativas de reciclagem e, por fim, retornadas ao consumidor em novos produtos — dentro do processo de Logística Reversa.

O Surlyn é a resina utilizada em tampas de perfumaria. Segundo a Dow, sua maior propriedade comercial é a transparência, que confere aspecto premium às embalagens, além da versatilidade de design e alta resistência química. Segundo dados da Euromonitor International, o mercado de beleza e cuidados pessoais teve uma alta de 1,53%. Na categoria de perfumaria, a Abihpec destaca o pulo de 8,1% nas vendas dos fabricantes em 2018 e estima que, para 2019, o crescimento em vendas seja de 4,1%, a R$ 50,43 bilhões.

Por isso, o Grupo Boticário e todas as marcas que abrange – O Boticário; Eudora; quem disse, berenice?; The Beauty Box; Multi B e Vult, que têm o meio ambiente como um dos seus principais pilares, entendeu a importância de olhar para esse novo mercado e criar essa solução. Além de permitir o retorno sustentável das embalagens que vêm dos consumidores (PCR – pós consumo), o novo processo de reciclagem também reaproveita os rejeitos de Surlyn que são descartados em processos industriais (PIR – pós industrial).

“O desenvolvimento dessa tecnologia, que por meio da reciclagem inovadora proposta pelo Grupo Boticário causa pouco impacto na coloração das novas tampas, faz com que esses materiais (pós consumo e industriais) tornem-se novas peças para as perfumarias comercializadas pelo Grupo”, afirma Eduardo Fonseca, Diretor de Assuntos Institucionais do Grupo Boticário.

Segundo a empresa, o Boti Recicla é o maior programa de logística reversa do país, permitindo que consumidores retornem suas embalagens nos mais de 4 mil pontos de venda espalhados pelo Brasil e é a primeira etapa para a consolidação desse novo processo.

“A partir daí, inicia-se a participação das cooperativas, que separam as tampas recolhidas dos consumidores e ganham também um novo mercado, já que esses itens passam agora a ter um valor comercial e criam novas demandas. O terceiro passo é encaminhar todo esse material para a empresa de reciclagem Wise. É nessa etapa que o material descartado entra no processo de recuperação, através da lavagem, moagem e extrusão, dando origem aos pellets do Surlyn reciclado”, explica Alexandre Bouza, Head do Boticário.

Por fim, o material é encaminhado para a Aptar, empresa produtora das bombas e tampas dos produtos do Grupo Boticário, que passa a utilizar a resina reciclada em sua produção que será posteriormente direcionada para os consumidores.

O Boticário é uma empresa brasileira de cosméticos, unidade de negócios do Grupo Boticário. Inaugurada em 1977, em Curitiba (Paraná), a marca tem a maior rede franqueada de cosméticos do país com mais de 3.700 pontos de venda, em 1.750 cidades brasileiras, e mais de 900 franqueados. Presente em 15 países, há mais de 40 anos desenvolve novos produtos e conta com um portfólio com mais de 850 itens de perfumaria, maquiagem e cuidados pessoais. O programa de logística reversa da marca, o Boti Recicla, é um dos maiores do país em pontos de coleta – em todas as lojas os consumidores podem devolver as embalagens vazias, que são encaminhadas para a reciclagem correta. A sua fábrica de cosméticos de Camaçari (BA) é a primeira do segmento a receber o certificado LEED de construção sustentável no Brasil.

A Dow está presente no Brasil desde 1956. A companhia reúne atualmente cerca de 2.700 funcionários em suas 11 instalações, incluindo 9 unidades de produção em Aratu (BA), Breu Branco (PA), Campinas (SP), Guarujá (SP), Jacareí (SP), Jundiaí (SP), Palmyra (PA), Santa Vitória (MG) e Santos Dumont (MG), atendendo a clientes nos mercados de embalagens, infraestrutura e cuidados do consumidor.  A Dow opera 18 complexos de manufatura em 4 países da América Latina e entregou vendas líquidas pro forma de US $ 4,9 bilhões em 2018. Ao redor do mundo, a Companhia opera 113 fábricas em 31 países e emprega aproximadamente 37.000 funcionários. A Dow teve vendas pro forma de aproximadamente US$ 50 bilhões em 2018.

Curta nossa página no

O Boticário utiliza copoliéster da Eastman em novas embalagens de Batom Líquido

17/05/2018

O novo design ressalta as cores do produto e da cravação do delicado cristal Swarowski

Sucesso entre o público feminino, o batom líquido mate Make B. acaba de lançar duas cores, Eternal Rose e Dark Malva. Para celebrar a novidade, O Boticário apostou no produto da Eastman Chemical Company, o Eastar, um copoliéster de ácido tereftálico, ciclohexanodimetanol e ácido isoftalico (PCTA) para dar o toque final na embalagem.

O material eleva a percepção de sofisticação, qualidade e modernidade, inserindo a marca em um contexto mais atual e moderno, afirma a Eastman. O design foi criado com exclusividade para Make B e o contraste das linhas retas e curvas conferem uma aparência contemporânea, harmônica e atemporal.

“O Eastar, do qual são feitas as paredes espessas do frasco, cria reflexos que destacam as cores dos produtos, enquanto a tampa preta com Make B. impresso em prata brilhante e a cravação de um cristal Swarovski transformam o item de maquiagem em um verdadeiro objeto de desejo” destaca Diego Felipe Costa – Gerente de Categoria Maquiagem de O Boticário.

“O Boticário já usou antes o Eastar no frasco do sabonete líquido edição de Natal de 2016. Os resultados proporcionados por esse produto da Eastman foram muito positivos e agora tivemos a chance de mostrar mais uma vez como o Eastar promove segurança, glamour e qualidade” afirma Alessandra Lancellotti Ribeiro, Gerente de Desenvolvimento de Mercado na área de Specialty Plastics da Eastman.

O Make B. está disponível em seis cores e pode ser encontrado em todos os canais de venda de O Boticário: lojas físicas, venda direta por meio dos revendedores e online pelo e-commerce.

A Eastman (www.eastman.com) é uma companhia global de especialidades químicas que produz uma ampla gama de produtos para mercados finais como transporte, construção civil e produtos de consumo. A empresa atende clientes em aproximadamente 100 países e a sua receita foi de aproximadamente US $ 9,6 bilhões em 2015. A empresa tem sede em Kingsport, Tennessee, EUA, e emprega aproximadamente 15.000 pessoas em todo o mundo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Eastman

Curta nossa página no

Eastman conquista Prêmio da Revista Embanews

22/05/2017

A empresa ganhou com os frascos dos sabonetes líquidos de O Boticário, criadas com a The Glass Polymer™ família de materiais cosméticos

A Eastman Chemical Company foi novamente uma das ganhadoras do Troféu Roberto Hiraishi 2017, realizado pela Revista Embanews. Vencedora na categoria Matérias-Primas ou Insumos para Embalagem, subcategoria Matéria-Prima Principal para Embalagem (desenvolvimento ou aplicação), a companhia foi premiada pelas embalagens dos sabonetes líquidos – Desejos Incríveis e Sonhos de Natal, com design desenvolvido pelo grupo Boticário e produzido com a resina da família The Glass Polymer™, da Eastman.

O Troféu Roberto Hiraishi é realizado anualmente e avalia diferentes aspectos das embalagens produzidas pelas empresas, como sustentabilidade, design, tecnologia e inovação.

Os frascos premiados foram lançados no final de 2016, na comemoração das festas de fim de ano. Segundo a Eastman, a matéria-prima utilizada tem aparência  similar ao vidro, o que proporciona mais brilho e sofisticação ao produto.  A empresa também afirma que a embalagem possui resistência mecânica antiquebra e antirriscos e é livre de Bisfenol A, além de ter mais durabilidade.

Manipulação variada

O material ser pigmentado, metalizado, hot stamped e impresso, podendo também ser aplicado com adesivos e por ultrassom, afirma a Eastman. Em função dessa versatilidade, O Boticário conquistou mais liberdade para criar o design desejado, com um apelo visual forte e com mais benefícios funcionais para o consumidor final.

“Quando estávamos na fase de desenvolvimento, tínhamos certeza que a família The Glass Polymer ofereceria as soluções certas para o projeto de O Boticário. A flexibilidade que os nossos materiais oferecem é perfeita para esse mundo dos cosméticos, que precisa trabalhar com o encanto, para ajudar o consumidor a criar uma relação de fidelidade com o item e gerar memória emocional”, comenta Rogério Dias, gerente regional do negócio de Plásticos Especiais da Eastman para a América Latina.

“É muito gratificante vermos nosso trabalho ser reconhecido por uma revista tão importante para a nossa indústria. Essa parceria com O Boticário é a prova da versatilidade do nosso polímero. O resultado desse projeto foram dois frascos lindos, diferenciados, curvilíneos, e de grande identificação com o público. A embalagem proporcionou ao produto mais um atributo – ele é também um item aspiracional de decoração e um convite a uma experiência sensorial”, celebra Alessandra Lancellotti Ribeiro, Market Development Manager – Specialty Plastics da Eastman.

A entrega do prêmio ocorreu no dia 18 de maio de 2017.

A Eastman é uma empresa global de materiais avançados e aditivos especiais atuando em mercados finais tais como transporte, construção civil e produtos de consumo. A empresa atende clientes em mais de 100 países e, em 2016, obteve receitas de aproximadamente US $ 9,0 bilhões. A empresa está sediada em Kingsport, Tennessee, EUA e, emprega, aproximadamente, 14.000 pessoas em todo o mundo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Eastman

Curta nossa página no

Plástico verde da Braskem chega às embalagens de cosméticos naturais e veganos

03/08/2016

Braskem-Biovegan2O Plástico Verde da Braskem agora é usado em embalagens de cosméticos naturais e veganos da Aroma e Magia. As resinas de polietileno de cana-de-açúcar serão usadas na nova marca Bio Vegan.

A Bio Vegan foi criada para atender à demanda do consumidor por produtos fabricados de forma ambientalmente responsável. Por isso, os cosméticos são desenvolvidos de forma a gerar menos impacto na natureza e trazer um ritual de harmonia e bem-estar para quem os utiliza. Entre os lançamentos estão o esfoliante corporal, sabonete Líquido, óleo para banho e loção hidratante corporal.

“Desenvolver os cosméticos Bio Vegan foi um verdadeiro desafio, pois procuramos criar cosméticos o mais verde possível e que contribuíam para um momento de conforto e bem-estar. O resultado de tanta pesquisa foi surpreendente e encantador”, explica Maria de Lourdes Vertuan, farmacêutica-bioquímica e diretora da Bio Vegan.

Com o objetivo de ajudar o consumidor a reconhecer o produto que usam a matéria-prima 100% renovável, a Braskem criou o selo “I’m greenT“. O Plástico Verde adotado pela Bio Vegan captura e fixa gás carbônico da atmosfera, colaborando para a redução da emissão dos gases causadores do efeito estufa. O produto apresenta as mesmas características do polietileno tradicional e pode ser reciclado na cadeia já existente.

“A cada ano conquistamos clientes focados em contribuir com o meio ambiente e que também possuem o objetivo de melhorar a vida das pessoas. Apostar na utilização do Plástico Verde reafirma o compromisso das duas companhias com a inovação e a sustentabilidade em seus negócios”, afirma Gustavo Sergi, diretor de Renováveis da Braskem.

Os cosméticos estão disponíveis em farmácias, lojas de decoração e lojas de cosméticos naturais.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Bemis lança tubo laminado SilverGlam durante a FCE Cosmetique, em São Paulo

16/05/2016

Nova embalagem tem alto brilho e oferece barreira à luz, oxigênio e vapor d’água, além de evitar desperdícios, permitindo o consumo total do produto

Bemis silverglamEntre os dias 10 e 12 de maio, a Bemis participou da FCE Cosmetique, principal evento do setor de fármacos e cosméticos na América Latina. O evento aconteceu no Transamerica Expo Center, em São Paulo, e foi realizado pela NürnbergMesse Brasil.

Durante a feira, a Bemis fez o lançamento oficial do tubo laminado SilverGlam, que, segundo a empresa, tem como diferenciais o alto brilho e barreira à luz, oxigênio e vapor d’água. Desenvolvido pela Laminor, empresa do Grupo Bemis, o SilverGlam mantém as características de memória do material, o que permite uma utilização perfeita da embalagem e evita desperdícios, permitindo aos usuários o consumo total do produto.

“A nova embalagem é indicada para utilização em produtos dos mercados de higiene pessoal e cosméticos e promete chamar a atenção dos consumidores nas gôndolas por causa da funcionalidade e do alto brilho”, explica Marcus Vinícius Correa, gerente de Marketing de Produtos de Consumo da Bemis.

A Bemis é uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo. Com sede em Neenah, Wisconsin (EUA), a companhia atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas, tubos laminados e rótulos. A companhia conta com 17 mil funcionários em 67 unidades, localizadas em 11 países nas Américas do Norte e Latina, Europa e Ásia-Pacífico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Bemis

Curta nossa página no

Surya Brasil amplia linha de cosméticos com plástico verde da Braskem

26/03/2014

As novas embalagens serão produzidas com matéria-prima de fonte renovável

Braskem_SuryaA Surya Brasil, marca líder em cosméticos naturais, veganos e orgânicos, lança quatro novos produtos da linha Sapien Women. Com o conceito “Desintoxique sua Beleza”, a linha, que busca oferecer produtos mais sustentáveis, utiliza embalagens feitas com o Plástico Verde produzido pela Braskem, cujo diferencial está em contribuir para a redução da emissão dos gases do efeito estufa na atmosfera. O plástico verde é feito a partir do eteno obtido do etanol de cana-de-açúcar capturando gás carbônico durante o seu processo produtivo. Para ajudar o consumidor a reconhecer o plástico verde, a Braskem criou o selo ‘I´m green T’, que garante a origem renovável da embalagem.

A linha Sapiens Women foi desenvolvida para o uso diário e traz shampoo, condicionador, leave-in (creme para pentear) e reparador de pontas, todos com fragrância feita a partir de extratos naturais de coco e manga. Além dos novos produtos, a linha Sapien Men já utiliza a matéria prima renovável. As embalagens foram produzidas em parceria com a C-Pack, empresa líder na América Latina na produção de bisnagas plásticas flexíveis, e estarão disponíveis na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África.

“Os cosméticos naturais, veganos e orgânicos hidratam profundamente a pele e cabelos, proporcionando resultados reais e de longa duração. É uma opção ainda inédita no mercado brasileiro e ideal para as mulheres que se importam com a beleza, com o bem-estar e com a conservação do planeta”, explica Clélia Angelon, diretora e fundadora da Surya Brasil.

Para a Braskem, os novos produtos estão alinhados aos valores da empresa de inovar e melhor servir às pessoas. “O uso do plástico verde proporciona ao consumidor uma solução sustentável para embalagens. A expansão da parceria com a Surya reforça o cuidado da empresa em oferecer soluções para seus clientes”, afirma Alexandre Elias, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no