Posts Tagged ‘Compocity’

Transporte, construção, indústria e energia serão os temas centrais do Seminário Internacional de Compósitos, em novembro/2015

26/05/2015

Evento acontecerá durante a Compocity 2015, entre 04 e 06/11, em São Paulo

Compocity-2015Uma das maiores atrações paralelas à Compocity 2015, a cidade dos compósitos – que ocorrerá de 04 a 07/11, no Expo Transamérica, em São Paulo –, o Seminário Internacional de Compósitos contará com três temas centrais: transporte, construção e indústria/energia. As palestras ficarão a cargo de renomados especialistas nacionais e internacionais no material – os nomes serão definidos até o final de maio.

“São as principais áreas de atuação dos compósitos, daí a importância de levarmos ao público o que há de mais importante em termos de inovações e tendências”, afirma Gilmar Lima, presidente da Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO).

A Compocity 2015 está sendo organizada pela ALMACO, em parceira com a francesa JEC, líder na divulgação dos compósitos em todo o mundo. A JEC é a responsável  pela organização do seminário.

Novo conceito de feira de negócios, a Compocity foi criada há três anos pela ALMACO com o intuito de apresentar a versatilidade dos compósitos. Ao construir uma cidade inteira com o material, a associação mostrou que esse tipo de plástico de alta performance pode ser transformado em soluções para todos os segmentos, de infraestrutura e energia a transporte, habitação e lazer.

R$ 2 bilhões em negócios

Na primeira edição, a Compocity movimentou R$ 1,5 bilhão em negócios. “Apesar das dificuldades econômicas que o país atravessa, a expectativa com o evento deste ano é de gerar um resultado próximo a R$ 2 bilhões”, projeta Lima. Na Compocity 2015, os visitantes também poderão conferir, ao vivo, a fabricação de peças de compósitos e a operação de uma unidade de reciclagem.

Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – por exemplo, fibras de vidro – os compósitos também são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química. Há mais de 50 mil aplicações catalogadas em todo o mundo, de caixas d’água, tubos e pás eólicas a peças de barcos, ônibus e aviões.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Almaco

Curta nossa página no

Anúncios

Almaco apresenta “Cidade dos Compósitos” durante feira em São Paulo

04/10/2012
  • Compocity vai reunir centenas de exemplos de aplicação do material
  • Compocity: 3.000 m² para exposição de produtos consumidos pelos setores de infraestrutura, transporte, energia, habitação e lazer

Um material tão versátil que dá para construir uma cidade inteira com ele? Sim, isso é possível e poderá ser conferido em São Paulo no dia 06/11, data de inauguração da Compocity, a cidade dos compósitos .  Construída pela Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO), a Compocity será a maior atração da Feiplar, feira que reúne a cada dois anos as principais empresas desse setor no Expo Center Norte.

“A Compocity mostrará a nossa capacidade de desenvolver soluções para todos os segmentos, de infraestrutura e energia a transporte, habitação e lazer”, afirma Gilmar Lima, presidente da ALMACO.

Distribuída num espaço de 3.000 m², a Compocity terá casas homologadas pelo Minha Casa, Minha Vida e escolas construídas de acordo com os padrões do FNDE. Na área dedicada às aplicações em energia, pás eólicas, postes de transmissão e um posto de combustível; no “bairro” focado em soluções para o setor de transporte, ônibus, veículos off road, carros e um avião bimotor; na área de lazer, pista de skate, piscina, píer, jet ski e uma lancha; na praça central, quiosques, lojas, caixa eletrônico e orelhão. Fora as placas de sinalização das ruas, pontos de ônibus, outdoors e demais itens comuns a uma cidade real.

“Os compósitos fazem parte do nosso dia a dia, embora muitas pessoas não saibam. E a Compocity ainda servirá para mostrar que podemos auxiliar o Brasil a se desenvolver cada vez mais, a partir do fornecimento de produtos que combinam alta tecnologia, leveza, resistência e viabilidade econômica”, comenta Lima.

Posto de reciclagem

A ALMACO também reservou um espaço na Compocity para a operação de uma usina de reciclagem. O sistema de reaproveitamento do material – os compósitos são 100% recicláveis – foi desenvolvido pela associação em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). “Além de reaproveitar os resíduos, o nosso setor utiliza frequentemente resinas derivadas de fontes renováveis e fibras naturais, como juta e sisal”.

Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – fibras de vidro, por exemplo – os compósitos são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química. Há mais de 50 mil aplicações catalogadas em todo o mundo, entre elas, tanques, tubos, banheiras e pára-choques. Em 2012, a ALMACO calcula que o consumo brasileiro de compósitos será de 206.000 toneladas, o que deve gerar um faturamento de R$ 3,123 bilhões, 9,5% acima do registrado no ano passado.

Para mais informações, acessar www.almaco.org.br

Fonte: SLEA Comunicação / Almaco

Curta nossa página no