Posts Tagged ‘Companhia Brasileira de Embalagens’

Dow lança nova família de resinas de PEBDL para embalagens flexíveis e filmes industriais

28/11/2016

dow_dowlex

À medida que o consumo evolui, o mercado passa a demandar embalagens mais eficientes e sustentáveis, que ajudem a reduzir o desperdício de alimentos ou perdas na cadeia logística, por exemplo. Para atender a esta tendência, a Dow lança sua mais recente inovação do negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades: o Dowlex™GM, a nova família de resinas de polietileno linear de baixa densidade com foco em embalagens flexíveis e filmes industriais.

A família Dowlex™GM focaliza duas das maiores necessidades dos fabricantes de embalagens de alimentos. Segundoa Dow, a nova tecnologia possibilita o desenvolvimento de filmes com melhores propriedades óticas, que ajudam a posicionar a embalagem como uma importante ferramenta de marketing, valorizando atributos como transparência e brilho, de forma a ter maior destaque no ponto de venda. As resinas também proporcionam maior resistência mecânica, garantindo a proteção do produto envasado até o consumidor final, e boa capacidade de selagem, afirma a Dow.

“A nova família Dowlex™GM é uma importante inovação que traz mais competitividade à cadeia e que se soma aos outros lançamentos recentes, como as resinas para embalagens de precisão Innate™ e os adesivos de laminação Symbiex™, oferecendo soluções completas tanto em embalagens primárias, quanto em secundárias e terciárias”, diz Adriano Aun, gerente de Marketing de Embalagens de Alimentos & Especialidades da Dow para a América Latina.

Segundo a Dow, a nova família de resinas também pode ser aplicada na produção de filmes strech com capacidade de estiramento superior, além de aumentar a resistência à perfuração, em relação aos filmes tradicionais. O resultado é a redução tanto na quantidade de filme utilizado por pallet quanto no número de rompimentos do filme durante a unitização, afirma a empresa. Este ganho em performance é crítico uma vez que as falhas no processo logístico resultam em danos aos produtos e aumento do custo para a cadeia, diminuindo sua eficiência.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Anúncios

Cervejaria lança a primeira lata de cerveja com lacre plástico de proteção

06/05/2013

Cervejaria Colônia aposta em inovação para levar às gôndolas solução mais segura e sustentável para consumo de bebidas em latas

cervejaria_colonia_1A Cervejaria Colônia vai lançar no mercado as primeiras latas de cervejas do mundo com lacre plástico. A solução inovadora, desenvolvida pela CBE Companhia Brasileira de Embalagens e Braskem, garante a vedação completa da parte superior da lata da cerveja, mantendo a superfície limpa, além de ser totalmente reciclável.

O lacre plástico, que chega aos supermercados a partir do segundo semestre, foi aprovado em testes laboratoriais por institutos no Brasil e na França. A solução será aplicada às latas na linha de envase, sem perda de produtividade, após os processos de lavagem e secagem da embalagem. As etapas vão garantir um produto totalmente seguro, limpo e pronto para o consumo em qualquer ocasião, já que a vedação é completa. Isso vai proporcionar a proteção da parte superior da lata nos percursos de deslocamento do produto, desde a fabricação até as mãos do cliente final.

De acordo com pesquisas de mercado, a ideia de uma lata totalmente protegida é uma necessidade, que aguardava a disposição da indústria para produção em larga escala. ‘Em pesquisas de foco atestamos que o consumidor deseja, aprova e valoriza uma solução que ofereça segurança no consumo e está disposto, inclusive a pagar mais por isso se preciso’, revela Jacques Pontes, Diretor-Presidente da Companhia Brasileira de Embalagens. ‘É a garantia de hiegenização da lata para o consumidor final’, completa.

O plástico foi escolhido por ser um material flexível, com propriedades herméticas, além de ser totalmente reciclável. ‘O plástico é uma matéria-prima muito versátil, que atende a todas as necessidades dessa solução, com a vantagem de ser ecológico e reciclável. Temos estudos em curso com o ACV Brasil, para a Análise do Ciclo de Vida do lacre, além de parcerias com cooperativas de catadores, para capacitação de coleta da solução e incentivo para a reciclagem’, reforça Albertoni Bloisi, Coordenador de Embalagem da área  de Desenvolvimento de Mercado da Braskem.

De acordo com Luiz Cláudio dos Santos, diretor de marketing da Colônia, a expectativa é que o consumidor da cerveja valorize a novidade. ‘Como a primeira cervejaria brasileira a utilizar os lacres de plástico, pretendemos dar um salto em nossas vendas, com uma solução ainda mais segura para o consumidor e muito atrativa no ponto de venda’, diz. Segundo ele, a novidade não altera o preço da cerveja.

O executivo revela que, com a Lei Seca, a venda de cervejas nos supermercados do Brasil aumentou e que o lacre é, também, uma poderosa ferramenta de marketing. ‘Além de todos os atributos de confiabilidade, a novidade nos permite usar a criatividade na composição das artes utilizadas nas latinhas, com várias possibilidades. É mais um diferencial nas prateleiras’, aposta.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no