Posts Tagged ‘Capacitação’

PICPlast intensifica ações no Rio Grande do Sul

02/08/2018

Região é cenário de iniciativas para o desenvolvimento da indústria da transformação e promoção da imagem do plástico

Com o objetivo de fortalecer ainda mais o mercado do sul do país, o Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico, PICPlast, leva para a região iniciativas que vão desde desenvolvimento e capacitação da indústria da transformação até a conscientização da sociedade sobre a importância do plástico na inovação e tecnologia. O PICPlast é fruto da parceria da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), e da Braskem.

Em junho deste ano, cerca de 60 colaboradores e empresários do setor participaram do primeiro módulo do Programa de Gestão de Inovação, realizado com apoio da consultoria Avantec, no SENAI de São Leopoldo, Grande Porto Alegre. Trata-se da primeira turma organizada fora de São Paulo. O Programa é composto por dez módulos, além de coaching individual para cada empresa participante. A ideia é fortalecer a cadeia local, possibilitando que as empresas implementem um sistema de inovação capaz de ampliar sua competitividade e suas possibilidades de oferecer novos produtos e serviços, tanto para o nosso mercado como para a atuação no exterior.

Além do compromisso de promover o aumento da competitividade e inovação no setor de transformação, com iniciativas como o Programa citado anteriormente, o PICPlast também possui entre os seus pilares a promoção das vantagens do plástico, com frentes de trabalho voltadas para reciclagem, estudos técnicos, educação e comunicação. Entre os destaques deste pilar está o Movimento Plástico Transforma, responsável por um dos projetos de maior impacto junto à sociedade, o PlastCoLab.

O PlastCoLab é um makerspace com experiências gratuitas que evidenciam o importante papel do plástico em soluções inovadoras e em novas tecnologias. Depois do sucesso da primeira edição, realizada em dezembro de 2017 em São Paulo, foi a vez da capital gaúcha receber a atração. Com atividades para todas as idades, a instalação, no formato de cubo mágico com 9 metros de altura, recebeu cerca de seis mil pessoas entre os dias 22 de junho e 1º de julho, no shopping Iguatemi.

A região de Porto Alegre é bastante relevante para esta cadeia, já que concentra um expressivo número de transformadores da indústria do plástico. Em sequência às ações com foco na região, será realizado, no próximo dia 23 de agosto, o Seminário sobre Vendas e Mercado. Em todo o Brasil, desde 2013 mais de mil empresas foram beneficiadas pelas iniciativas desenvolvidas pelo PICPlast, em parceria com instituições renomadas como SEBRAE e Fundação Dom Cabral.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PICPlast

Curta nossa página no

Anúncios

PICPLAST e Fundação Dom Cabral finalizam capacitação empresarial para empresários da indústria do plástico

10/07/2016

Ao todo, representantes de mais de 30 empresas acompanharam palestras sobre temas fundamentais para o aprimoramento da gestão de suas empresas

PicplastO PICPlast finalizou no mês de maio os dois últimos módulos do programa de capacitação destinado à empresários da indústria da transformação plástica brasileira. Os trabalhos se iniciaram em março e contaram com a participação de mais de 30 empresas, que puderam acompanhar palestras  sobre estratégia e competitividade empresarial, governança e sucessão, liderança e gestão de processos, custos e finanças e inovação. Todos os trabalhos contaram foram conduzidos pela Fundação Dom Cabral,  em sua sede,  em São Paulo.

No penúltimo módulo, realizado no dia 10/05, os temas discutidos foram custos e finanças. Na oportunidade, os alunos tiveram acesso aos principais indicadores e métricas que impactam diretamente no resultado do negócio e as formas de gerenciá-lo de maneira eficaz para evitar perdas.

Já no último módulo, sobre inovação, dia 11/05, os empresários foram capacitados para compreender o modelo de inovação, criado pela própria Fundação Dom Cabral, e como ele pode ser implementado a partir de um estilo de gestão participativo em todos os processos da companhia. Ao final da capacitação, todos os representantes das empresas que participaram dos seis módulos receberam certificado de conclusão.

Uma das empresas participantes foi a distribuidora Mais Polímeros, que esteve representada por seu gerente comercial, Aparecido Camacho. “Tirar os executivos da empresa para levá-lo à reflexão é uma tarefa complicada, mas executada com maestria pelo PICPlast e a FDC. Dar um tempo e se reunir com outros empresários para falar de estratégia é fundamental para definir objetivos, pensar em novos projetos e trocar experiências”, afirma Camacho.

Outra empresa que esteve presente nas capacitações foi a Pisani, fabricante de embalagens plásticas para as indústrias de bebidas e alimentos. Na ocasião, a empresa esteve representada por Paulo Weber, diretor geral da companhia, que é sediada em Caxias do Sul. De acordo com o executivo, as matérias apresentadas nos dois módulos atendem às necessidades de todas as empresas. “O PICPlast está de parabéns. Os temas discutidos nos dois módulos atenderam às necessidades dos empresários. Na medida em que todas as empresas se capacitam, o mercado fica mais acirrado, nivelado por cima”, afirma o executivo.

O PICPlast é uma iniciativa da Braskem, em conjunto com a Associação Brasileira do Plástico (Abiplast), entidade que representa a indústria da transformação plástica no Brasil. O plano foi lançado em 2013 com o objetivo de desenvolver programas estruturais que contribuam com a competitividade e crescimento da transformação plástica de forma conjunta entre a 2ª e 3ª gerações da cadeia produtiva do plástico.

Essa foi a terceira turma capacitada pela Fundação Dom Cabral desde o lançamento do PICPlast, em 2013. Desde então, foram quase 100 empresas capacitadas em todas as regiões do Brasil.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PICPLAST

Curta nossa página no

PICPlast já beneficia mais de 900 empresas brasileiras transformadoras de plásticos

18/02/2016

O plano promoveu, em dois anos, uma série de capacitações empresariais, treinamentos e workshops, contemplando mais de 1.200 profissionais que atuam no setor

Em dois anos desde o seu lançamento, o Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), iniciativa da Braskem em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), alcançou números expressivos. Mais de 900 empresas brasileiras da transformação de plásticos foram beneficiadas por ações desenvolvidas pelo plano para contribuir com o desenvolvimento da indústria brasileira, contemplando mais de 1.200 profissionais que atuam no setor.

As ações do plano estão estruturadas em três eixos: estímulo a exportações de transformados plásticos, ampliação da competitividade e inovação do setor de transformação e promoção das vantagens do plástico.

No pilar de estímulo à exportação de transformados plásticos, o volume acumulado de resinas incentivadas chegou a cerca de 70 mil toneladas em dezembro de 2015, representando um valor de mais de R$ 80 milhões investidos ao longo dos últimos dois anos.

O PICPlast vem atuando fortemente também no desenvolvimento empresarial. Nesse período, foram promovidas diversas iniciativas para o setor de transformação, entre feiras, seminários e capacitações. Os programas foram realizados em parceria com instituições como a Fundação Dom Cabral, Think Plastic Brazil, Aduaneiras, Advisia, Inventta, Towsend Solutions, Cambridge – Institute for Family Enterprise.

Em 2015 o PICPlast também firmou parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e, a partir de 2016, será oferecido ao setor um programa educacional e consultorias sobre desenvolvimento gerencial para estimular o crescimento das micro e pequenas empresas que atuam na cadeia produtiva do plástico.

Além das capacitações, o PICPlast esteve presente em feiras do setor plástico, como Feiplastic, Nordesteplast e Plastech, e em feiras voltadas ao agronegócio e construção, com a participação na Agrishow e Concreteshow.

De acordo com o vice-presidente de Poliolefinas, Vinílicos e Químicos Renováveis da Braskem, Luciano Guidolin, as ações promovidas pelo PICPlast são essenciais para a constante diferenciação do setor plástico brasileiro. “O PICPlast tem proporcionado aos empresários boas oportunidades para se manterem competitivos no mercado global, especialmente em um momento delicado da economia. Nossa missão em 2016 é ampliar a atuação pelo Brasil e fortalecer ainda mais a cadeia produtiva do plástico”, afirma o executivo.

Para o presidente da ABIPLAST, José Ricardo Roriz Coelho, a atuação do PICPlast este ano motivou os empresários a trabalharem ainda mais em 2016. “O plano tem cumprido seu propósito, que é contribuir para o desenvolvimento de um novo ciclo para a indústria do plástico, baseado no planejamento e na capacitação empresarial de todos os agentes que compõem esta importante indústria”, afirma Roriz Coelho.

Fundo Setorial

O Fundo Setorial, um dos braços de atuação do PICPlast criado para captar recursos financeiros com o objetivo de promover ações que valorizem as vantagens do plástico, completou um ano em dezembro e acumula resultados significativos desde o seu lançamento. Até dezembro, o plano já recebeu a adesão de mais de 300 empresas do setor plástico em todas as regiões do Brasil.

O valor arrecadado em 2015 deve chegou a cerca de R$ 2,7 milhões, que serão direcionados ao longo dos próximos meses para ações de comunicação, educação, reciclagem e estudos técnicos.

Alguns projetos já começam a ser viabilizados com os recursos arrecadados pelo Fundo Setorial. É o caso do “Movimento Plástico Transforma”, campanha voltada aos colaboradores da própria indústria de transformação, com o objetivo de disseminar informações qualificadas sobre o plástico. Posteriormente, o movimento alcançará outros públicos, ampliando o conhecimento da sociedade como um todo sobre a importância do plástico na vida das pessoas.

Outra iniciativa é o mapeamento que está sendo desenvolvido pela Fundação Instituto de Administração (FIA) sobre a indústria de reciclagem no Brasil e que vai embasar uma série de ações a serem implementadas a partir de 2016.

Também no campo da reciclagem, o PICPlast está desenvolvendo um planejamento de coleta e triagem de resíduos recicláveis, inicialmente, para a região do ABC paulista. O trabalho, que está sendo desenvolvido em parceria com a consultoria Mãos Verdes e deverá durar um ano, tem a finalidade de estimular a ampliação da reciclagem de plásticos no país.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PIC Plast

Curta nossa página no

Empresários da indústria do plástico de Manaus receberam capacitação em custos e rentabilidade

17/11/2015

Iniciativa do PICPlast teve o objetivo de auxiliar os participantes na gestão financeira por meio de uma metodologia em custos e rentabilidade

PicplastNa última quinta-feira (12/11), o Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast) realizou, em Manaus/AM, uma capacitação profissional focada em custos e rentabilidade para empresários da indústria da transformação plástica. O objetivo da capacitação é contribuir para a estruturação de modelos internos de gerenciamento, procedimentos fundamentais para o bom andamento dessas empresas. A apresentação do modelo foi feita pela consultoria financeira e de investimentos Advisia e contou com o apoio do Sindicato das Indústrias de Material Plástico de Manaus (Simplast).

De acordo com o diretor executivo do sindicato, Paulo Abreu, a realização da capacitação foi fundamental para estimular o empresário local a profissionalizar seus processos e crescer como empresa. “Antes do PICPlast nós precisávamos mandar os empresários para outras capitais, caso quisessem participar de cursos ou palestras. Por meio do PICPlast conseguimos oferecer aos transformadores a oportunidade de evoluir profissionalmente, trocar experiências com outros empresários”, afirma o executivo.

Durante a apresentação, os empresários tiveram acesso a conceitos contábeis e financeiros. Também assistiram a demonstrações do funcionamento do modelo de operação: como a empresa pode fazer a alocação dos custos classificados por produto, como extrair os resultados por meio de relatórios pré-definidos, acompanhar preços de produtos, administrar o fluxo de caixa, avaliar a rentabilidade do seu negócio, entre outros.

O PICPlast é uma iniciativa da Braskem, em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), entidade que representa a indústria da transformação plástica no Brasil. O plano foi lançado em 2013 com o objetivo de desenvolver programas estruturais que contribuam com a competitividade e crescimento da transformação plástica de forma conjunta entre a 2ª e 3ª gerações da cadeia produtiva do plástico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Picplast

Curta nossa página no

PICPlast promove capacitações em exportação e custos para empresas da indústria da transformação plástica, em Alagoas

30/06/2015

As capacitações foram realizadas em Maceió, e contaram com o apoio do Sindicato das Indústrias de Plástico e Tintas do Estado de Alagoas (Sinplast)

Picplast_alagoas

O Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast) promoveu capacitação profissional em exportação e custos para mais de 30 empresas da indústria da transformação plástica, em Alagoas. A ação teve como objetivos aumentar a atuação dessas empresas no mercado internacional, com foco em aspectos técnicos e mercadológicos da exportação, e auxiliar as empresas a estruturarem modelos internos para otimizar relatórios, simular preços de produtos, administrar o fluxo de caixa, levantar os custos de cada produto, entre outros processos vitais para o gerenciamento de uma companhia. A capacitação contou com o apoio do Sindicato das Indústrias de Plástico e Tintas do Estado de Alagoas (Sinplast), e foi realizada no próximo dia 1 de julho, em Maceió.

Para o presidente do Sinplast, Gilvan leite, as ações do PICPlast ocorrem em um momento importante. De acordo com o executivo, a aproximação entre a Braskem, a ABIPLAST e os sindicatos estaduais demonstra o amadurecimento e união de toda a cadeia produtiva do plástico, especialmente nesse momento difícil vivido pela economia. “Iniciativas como essa asseguram o empresário de que algo está sendo feito para ele se desenvolver e construir um setor cada vez mais forte”, afirma Leite.

Hoje o Sinplast conta com cerca de 40 empresas associadas em todo o estado de Alagoas com ações para promover o desenvolvimento sustentável e a competitividade da indústria. “Por meio do PICPlast plantamos uma semente, que já brotou e está dando frutos. Quem ganha com isso é a economia brasileira”, finaliza o presidente do Sinplast.

Os temas desenvolvidos na capacitação de “exportação” foram ministrados pelo Programa de Incentivo à Exportação do Plástico Brasileiro (Think Plastic Brazil), e a Aduaneiras, empresa que oferece consultorias, cursos, sistemas e informações voltadas para o comércio exterior. O primeiro tema abordou os processos de competitividade e globalização, planejamento estratégico de exportação e marketing internacional. O outro tema abordado foi voltado para os tipos de exportadores no Brasil, a dinâmica da operação de exportação e os incentivos fiscais destinados a esta operação.

Já a capacitação em custos e rentabilidade foi realizada pela consultoria financeira e de investimentos Advisia. Os participantes assistiram a demonstrações por meio de projeções sobre o funcionamento do modelo de operação: como a empresa pode fazer a alocação dos custos classificados por produto, como extrair os resultados por meio de relatórios pré-definidos e simular o preço necessário para atingir uma margem de lucro desejada. O modelo também ajudará os empresários a controlarem o fluxo de caixa, além de apresentar de forma detalhada os gastos por categoria de produto.

O PICPlast é uma iniciativa da Braskem, em conjunto com a Associação Brasileira do Plástico (ABIPLAST), entidade que representa a indústria de transformação plástica no Brasil. O plano foi lançado em 2013 com o objetivo de desenvolver programas estruturais que contribuam com a competitividade e crescimento da transformação plástica de forma conjunta entre a 2ª e 3ª gerações da cadeia produtiva do plástico.

PICPlast em números (Setembro/2013 a Maio 2015)

598 transformadores plásticos participantes;
R$ 53 milhões investidos no programa de venda incentivada para exportação (até março 2015);
93 empresas participaram de eventos para promover seus produtos em diferentes segmentos de mercado;
276 empresas participantes do Fundo Setorial.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PICPLAST

Curta nossa página no

Empresários da indústria do plástico serão capacitados para aprimorar a gestão de suas companhias

19/05/2015

Os treinamentos terão como foco promover a competitividade empresarial

PicplastO Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast) dará início a um extenso programa de capacitação empresarial destinado a empresários da indústria da transformação plástica brasileira. Os treinamentos, compostos por seis módulos, terão o propósito de aprimorar os empresários em temas como estratégia e competitividade empresarial, gestão de processos, logística e cadeia de suprimentos, governança e sucessão, custos e finanças, e inovação e gestão. Os próximos módulos (3º e 4º) contarão com a participação de 35 empresas, e serão realizados nos próximos dias 20 e 21 de maio, na Fundação Dom Cabral, em São Paulo (SP).

O PICPlast é uma iniciativa da Braskem, em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), entidade que representa a indústria da transformação plástica no Brasil. O plano foi lançado em 2013 com o objetivo de desenvolver programas estruturais que contribuam com a competitividade e crescimento da transformação plástica de forma conjunta entre a 2ª e 3ª gerações da cadeia.

No terceiro módulo (20/05), os participantes receberão orientação sobre logística e cadeia de suprimentos. O objetivo do tema é explorar as possibilidades de ganhos por meio de movimentos colaborativos entre fornecedores e clientes, da redução dos custos operacionais na logística e na produção, sempre em linha com a estratégia de valor para o cliente. Os participantes terão a oportunidade de trabalhar temas como gestão de produção, gestão estratégica de capacidade, ferramentas para o aumento da capacidade industrial, os desafios e gargalos na indústria da transformação plástica, entre outros temas. Quem falará sobre o tema é o professor convidado da Fundação Dom Cabral, Aureo Villagra, MBA em Gestão Empresarial pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Já no quarto módulo (21/05), o tema tratado será governança e sucessão. Neste tema, os empresários serão capacitados sobre a necessidade da construção da agenda de governança corporativa, e do alinhamento das expectativas pessoais com as diretrizes familiares e do negócio. Também serão discutidos temas como gestão de conflitos, as relações interpessoais em uma empresa familiar, reestruturação societária, bem como a importância da preparação da futura geração e seus desafios. O responsável por conduzir o tema será o doutor em administração pela universidade de São Paulo (USP) e especialista em administração de empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS), Jairo Laser Procianoy.

Os dois últimos módulos já estão com os temas definidos: “Custos e Finanças” e “Inovação e Gestão”.

PICPlast em números (Setembro/2013 a Maio 2015)

–  598 transformadores plásticos participantes;
–  R$ 53 milhões investidos no programa de venda incentivada para exportação (até março 2015);
–  93 empresas participaram de eventos para promover seus produtos em diferentes segmentos de mercado;
–  251 empresas participantes do Fundo Setorial.

Para mais informações sobre o PICPlast, acesse: http://www.picplast.com.br.

Fonte: M.Free

Curta nossa página no